quarta-feira, 30 de agosto de 2023

Sporting bem!


A propósito da queixa efectuada pelo jogador Octávio relativamente aos insultos racistas de que foi alvo o Sporting emitiu um comunicado no qual me revejo totalmente e merece o meu aplauso.

"O Sporting CP condena qualquer acto discriminatório, independentemente da origem ou destinatário. Foi assim Ontem, é assim Hoje, será assim Sempre. Nascemos assim, crescemos assim, educamos assim. Está escrito no nosso ADN e no artigo terceiro dos nossos Estatutos. Mais, repudiamos todos os actos com esse intuito, ou outro persecutório ou violento, independentemente do canal utilizado. Motivo pelo qual fomos dos poucos Clubes, se não mesmo o único, em Portugal, a aderir ao Blackout nas redes sociais, mesmo quando decorria a final da UEFA Futsal Champions League em 20/21, que vencemos. Apoiaremos sempre todos aqueles que levantem a voz e tomem medidas por terem sido alvo deste tipo de discriminação ou violência. E apoiaremos sempre aqueles que a estes últimos se juntam nesse labor. Apoiamos Otávio Ataíde. E apoiamos todos os milhões de pessoas que são diariamente visados de igual ou semelhante forma. Mas vamos mais longe: apelamos a todos os que, tal como neste caso, se juntaram e levantaram a voz, que o façam sempre, e assumam esta luta diária e constante. Os casos são muitos e recorrentes, sobretudo nas redes sociais onde quem ofende se esconde cobardemente por trás de um teclado. Mas não se esgotam no mundo digital, nem no mundo do desporto. Levantemos todos a voz a todo o tipo de conduta agressiva, a que semanalmente assistimos em Portugal dentro dos próprios relvados por parte de dirigentes e equipas técnicas. Ou fora deles, inclusive em agressões físicas a órgãos da comunicação social. Esta é uma realidade transversal a qualquer sector, à qual o desporto não é alheio. O Sporting CP tem um propósito muito claro de usar o desporto como exemplo para, todos os dias, todos, sermos melhores, darmos um exemplo melhor. Obrigado a todos os que connosco praticam este caminho. Todos eles são verdadeiramente Sporting CP."

terça-feira, 29 de agosto de 2023

Des Liga


Passaram apenas três jornadas do inicio da Liga para perceber que pouco ou nada mudou no futebol nacional no que à arbitragem diz respeito. E o pouco que mudou, como a introdução do VAR, aos poucos vai desaparecendo, até se reinstalar a velha ordem.

Nem vou falar do "penalty mariquinhas" sobre João Mário que beneficiou o SLB. O que ontem assistimos no relvado do Rio Ave e o que se seguiu depois nos órgãos de comunicação social dão conta que a "velha ordem" voltou com toda a desfaçatez, apostando certamente na falta de memória de todos nós. Não são já apenas os nomes que compõem o Conselho de Arbitragem, de que falamos aqui, cujo currículo se assemelha mais a um cadastro. 

É verdade que, e de forma praticamente inédita, o Sporting foi beneficiado por um erro do VAR. Um erro que teve influência no resultado, como aliás o Sporting reconheceu através de Rúben Amorim. O que também deve ser inédito no futebol português, porque se o clube fosse outro é muito provável que em vez do reconhecimento teríamos o silêncio ou manobras de diversão. Felizmente o Sporting, na senda de quem não deve não teme, não ficou petrificado perante um erro para o qual não contribui e reagiu já através do comunicado que se pode ler abaixo. Tem legitimidade de sobra para o fazer.

Agora são os Leirós e restante milícia de comentadores estrategicamente colocados nos órgãos de comunicação social, que viveram no auge do Apito Dourado e que a tudo assistiram de cadeirinha, sem nunca terem levantado a voz ou mostrado o mais leve incómodo por conviver no lamaçal. E ainda se outorgam o direito de nos tratar como mentecaptos com o seu ar condescendente e pretensamente didático. 

Os mesmos que pediram vermelho para Gyokeres na simulação de Octávio (deve ser do nome...) vêm agora perorar sobre as agressões de Eustáquio que o deviam ter posto bem cedo a tomar banho e que querem transformar em meros descuidos desculpáveis sem punição adequada, que era obviamente a expulsão.

Não é por acaso que a Liga nacional perde cada vez mais seguidores e os operadores de TV estrangeiros a abandonam por óbvio desinteresse. Os responsáveis dos clubes, da Liga e da Federação enterram a cabeça na areia enquanto a nossa trajectória descendente no ranking da UEFA se instala e os nossos clubes se afundam nas provas internacionais de terceira divisão. É que desta Liga apetece mesmo desligar. Não fora o amor imutável pelo Sporting e era o que faria.

Comunicado do Sporting Clube de Portugal

É com desilusão que o Sporting Clube de Portugal regista a ausência de comunicação por parte do Conselho de Arbitragem relativamente aos grosseiros erros da equipa de arbitragem que apitou o jogo entre Rio Ave FC e FC Porto.
 
Ontem, erraram clamorosamente ambas as equipas de arbitragem, dentro e fora de campo, prejudicando claramente o Rio Ave FC e favorecendo o FC Porto.
 
Seria expectável que, dadas as evidentes e graves falhas, em nome da coerência, no seguimento do sucedido com o erro do vídeo-árbitro (VAR) registado no Casa Pia AC vs. Sporting CP, o Conselho de Arbitragem viesse reconhecer os erros, lamentar o sucedido e tomar medidas. E que o fizesse rapidamente. Porém simplesmente, neste caso, optou por nada fazer.
 
Após uma noite e manhã inteiras é incompreensível que não o tenha feito, o que não contribui positivamente para a melhoria necessária.
 
A linha de magnitude dos erros mede-se pela evidência dos mesmos e pelo impacto que eles têm.
 
A consequência de um erro técnico ou de um erro grosseiro de mau juízo é a mesma para a verdade desportiva.
 
Os erros de omissão, sobretudo do VAR, são tão ou mais graves que os erros de acção.
 
Assim como os do Conselho de Arbitragem, que se omitiu de rapidamente intervir decidindo “apitar” para o lado.

segunda-feira, 28 de agosto de 2023

Sporting 1 - Famalicão 0 : uma amostra do que nos espera


Quem esperava um jogo dificil foi bem avisado. O Famalicão era o mesmo que já tinha virado o resultado em Braga, impondo uma derrota inesperada, precisamente o nosso próximo adversário. E cedo disse ao que vinha: sem problemas em jogar atrás da linha da bola, deixando o tempo decorrer a seu favor, enquanto o resultado estivesse inalterado. Adicionalmente, aproveitou todos os lances possíveis e os imaginados pelo árbitro para enervar os nossos jogadores, atirando-se de forma deliberada ao Gyokeres, numa estratégia que quase era bem sucedida. 

Com o decorrer do tempo, e especialmente no final da primeira parte, a equipa começou a dar sinais de alguma instabilidade e desgaste, chegando o intervalo no momento certo para recuperar energias e sobretudo o controlo emocional. O golo de Paulinho introduziu a justiça desejada num  resultado que só não se alterou mais cedo porque os últimos passes de quase todas as jogadas de perigo que o precederam saíram para todo o lado menos para o jogador em melhor posição para finalizar. 

O marcador não voltaria a alterar-se mas o Famalicão, após mexida do seu treinador, conseguiu deixar-nos à mingua, retirando-nos a bola e com isso logrou instalar algum desconforto e até precipitação, com os nossos jogadores a falharem as saídas de bola, oferecendo-a de forma consecutiva. A entrada de Bragança ajudou ao regresso de alguma serenidade e o jogo caminhou para o final sem grandes sobressaltos.

Foi um bom jogo para nos prepararmos para o que aí vem. Quase todos os adversários da Liga são bem orientados e as equipas mais modestas fazem o que nós fazemos quando jogamos com adversários de "outra liga". Adicionalmente contam quase sempre com a benevolência dos árbitros, cuja tarefa também não é fácil, quando têm pela frente artistas de teatro como o central Octávio do Famalicão. 

Gyokeres joga com um alvo nas costas, e os defesas usam todos os meios para o travar. Ontem, além de ter que aguentá-los nas costas, teve que lidar com a teatralização. A cara atónita, depois da simulação do Octávio no lance em que recebe amarelo, ao jeito de "onde é que eu vim parar", diz tudo. É este futebolzinho que premeia os simuladores com penaltys e vermelhos para os adversários que nos atira ranking UEFA abaixo.

terça-feira, 22 de agosto de 2023

Pode ser azar, João


Certamente que não terá passado despercebido o facto de o CA de Arbitragem ter interrompido o jantar da passada sexta-feira para emitir o já célebre comunicado sobre o golo permitido ao Paulinho aparentemente em posição irregular. Como é pouco provável que os respectivos elementos estivessem fisicamente no mesmo lugar, deve ter havido recurso ao telefone ou qualquer outro serviço disponível para conversação em conferência. É uma pena que não haja gravações do momento, seria uma peça para a história do futebol nacional.

As conclusões e respectivas consequências foram demasiado rápidas, como foi referido aqui ontem, para não levantarem suspeitas do que realmente foram as razões que estiveram na base de tanta celeridade. Mais uma vez, desta feita de forma totalmente involuntária, o Sporting acabaria por ser pioneiro. É que erros e omissões do VAR está o inferno cheio, mas pelos vistos só os que têm o Sporting como protagonista é que suscitam raciocínios rápidos e decisões vertiginosas. Mas é "engraçado" que já não é a primeira vez que tal sucede. 

Já em 2011, e na sequência de criticas feitas pelo Sporting à arbitragem, o árbitro então nomeado, de seu nome João Ferreira, recusou-se a arbitrar e, apesar de todas as tentativas levadas a cabo, não apareceu ninguém devidamente credenciado para o efeito. Esta iniciativa é até hoje sem par.

Ora, criticas à arbitragem e em tons muito mais desabridos ouvem-se todos os dias, mas pelos vistos só as do Sporting fazem dói dói.  O jogo acabaria por ser arbitrado por um "espontâneo", que até acabou por fazer um trabalho que muito gostaríamos que fosse o "normal" entre nós.

Puxando um pouco pela memória, é impossível não tropeçar noutro evento em que o mesmo protagonista esteve envolvido com o Sporting. O que a foto abaixo documenta. É bom lembrar que no campeonato desse ano, 2006-07, o Sporting terminou apenas a um ponto do vencedor...

 
 
Ora onde anda agora o Sr. João Ferreira? Pois, foi premiado, após distinta carreira, com um lugar no CA de Arbitragem, como se pode ver abaixo. E em boa companhia, como se pode ver.

Pode ser que o João tenha azar com o Sporting. Ou ao contrário... Trata-se seguramente daquelas coincidências em que a vida é fecunda. No nosso caso e no que à arbitragem diz respeito pode-se dizer com propriedade que somos fecundados amiúde...

segunda-feira, 21 de agosto de 2023

As linhas com que (des)cose o VAR


Há muita afinação ainda por fazer, é a conclusão que se retira da visita do Sporting à casa emprestada do Casa Pia. E, como se pôde ver durante o fim-de-semana, pelo mesmo processo ainda terão que passar também os nossos competidores mais directos, pelo menos a avaliar pelas dificuldades registadas para ultrapassarem adversários tidos como "acessíveis", ainda por cima em casa.

Mas o acontecimento da jornada, senão mais importante pelo menos o mais notório, foi o primeiro golo permitido ao Sporting de forma aparentemente irregular. O advérbio impõe-se porque se há alguma coisa que ficou claro é que há muitas explicações a dar sobre o sucedido.

A precipitação em tornar público um comunicado tão em cima do final do jogo não foi um mero incómodo pelo erro. Quis desviar a atenção do enorme elefante que ficou plantado na sala do VAR. A explicação dada de forma tão esbaforida, como irreflectida, suscita ainda maiores dúvidas:

- Se houve erro na colocação das linhas esse erro é da responsabilidade do árbitro ou essa tarefa pertence a técnicos devidamente habilitados para a função? 

 - E, se como tudo indica que assim será (?...) quem é que os certifica? 

- Quem os selecciona?

- Se a colocação das linhas é da responsabilidade de terceiros porque se suspendem indefinidamente os árbitros envolvidos?

- Como poderemos estar descansados que erros semelhantes não aconteçam no futuro e não se tenham registado já no passado?

Tudo leva a crer que a suspensão apressada dos árbitros foi uma tentativa infeliz para tentar apaziguar os ânimos e desviar as atenções sobre as perguntas acima e que todos estarão a fazer agora e que a FPF deverá esclarecer quanto antes, sob pena de descredibilizar inapelavelmente o sistema.

Mas não só. Estava envolvido o Sporting, e havia que dar uma satisfação aos DDT's da bola. A figura que o Conselho de Arbitragem fez foi semelhante à de um qualquer animal de estimação que, sem se conter, faz as necessidades na meio da sala e logo sobre o seu estimado e dispendioso tapete persa. E, antes que ele reaja, apressa-se a ir lamber a mão ao dono.

sexta-feira, 18 de agosto de 2023

Classe, Garra & Classe

Imagem Record


Em três penadas o Sporting renovou com três campeões nacionais que ainda fazem parte do plantel: Pedro Gonçalves, Nuno Santos e Inácio. O reforço da equipa também se faz por esta via, através da continuidade e estabilidade do grupo de trabalho.  

Pedro Gonçalves é um Pote de classe, parece que alguns já não se lembram que foi da sua inesperada bota de ouro que saíram muitos dos golos que nos fizeram campeões. Nem vou lembrar o que aconteceu o ano passado no Emirates, em Londres. Assinalo apenas como é possível que o seu nome não apareça com regularidade nas convocatórias da selecção. Se tivesse oportunidade de falar com ele dir-lhe-ia para mudar de empresário e de sotaque. Só não digo de clube porque está bem onde está. Aposto que o Galeno ainda vai lá primeiro...

Nuno Santos é a imagem da garra e quanto a mim imprescindível em campo, seja à frente ou a lateral. No entanto a definição de "jogador com garra" parece-me redutora para quem é autor dos golos cheios de classe que amiúde nos oferece. A renovação é um acto de justiça, como seria, atendendo à idade, que o deixássemos fazer o contrato da vida dele, caso houvesse propostas desse teor. Mas ficaria um buraco por preencher no inconformismo e irreverência. 

Gonçalo Inácio é tão discreto como eficiente. Com apenas vinte e um anos ainda, parece um veterano a jogar. Deve ser por isso que também tem um escasso número de internacionalizações. O Rui Jorge quando o via jogar devia pensar "este tipo era bom para os sub-21, é pena ter já para aí vinte e cinco anos". Depois joga à esquerda ou à direita com a mesma classe, descrição e eficiência.

Falta agora o lateral direito e, quem sabe, pelos rumores que se vão espalhando com o vento de Agosto, alguma prenda natalícia antecipada para o Amorim. E para nós também, que nos alimentamos de golos, mas também de novidades.

quinta-feira, 17 de agosto de 2023

Fatawu como o destino

 Crédito: Álvaro Isidoro / Global Imagens

Fatawu não conta para a Rúben Amorim. Para já ou definitivamente ainda não é percetível, mas a opção não deixa de ser surpreendente. Tomando como exemplo o último jogo, Fatawu parecia estar à porta de entrada do plantel principal mas quem surgiu no seu lugar foi Afonso Moreira. Aliás, na sequência daquilo que vinha sucedendo nos  primeiros jogos da época. Afonso Moreira não foi nada feliz - no que foi acompanhado de perto de quase a generalidade dos companheiros - facto que suscitou ainda mais atenção mediática sobre a decisão de Amorim.

Nada do que Amorim tenha dito pode ser entendido como uma desistência imediato treinador no jogador:

Fatawu e Tanlongo fazem parte de um lote de jovens jogadores que se podem afirmar no clube, que tiveram a sua oportunidade e que, por isto ou aquilo, não se conseguiram afirmar. Vão rodar noutros clubes ou, quem sabe, sair. Já aconteceu com vários jovens, o importante é darmos as oportunidades.

O Fatawu teve a sua oportunidade e teve algumas dificuldades porque apanhou um treinador que é muito estruturado e ainda é difícil para ele. Surgiu o Geny Catamo que tem as mesmas características que ele, adaptou-se à nossa forma de jogar e não vamos ficar com dois jovens com as mesmas características. Foi uma escolha nossa deixar o Geny no nosso plantel e fazer crescer o Fatawu noutra realidade

Fatawu, que é há já algum tempo internacional A do seu país, destacou-se o ano passado num jogo onde estava como um tubarão num aquário de peixe miúdo. Para lá disso não teve grandes oportunidades e, quando as teve, não demonstrou nada de especial. Por duas razões: 

- porque jogou fora da posição que me parece render mais - à esquerda - parecendo-me que poderia ser, senão excelente, pelo menos a melhor alternativa no plantel a Nuno Santos. 

- porque a época transacta foi demasiado instável do ponto de vista colectivo, o que não é propriamente o melhor ecossistema para revelação de jovens.

Os próximos dias farão luz sobre o destino do jogador. Do que se fala - a Premier League - parece-me o destino adequado às características do jogador: rapidez e potência fisica, além do já famoso remate com o pé esquerdo. Não me parece contudo que é por elas que o jogador não se afirmou ainda na cabeça de Rúben Amorim. 

Nas entrelinhas do seu discurso subentende-se uma necessidade de mudança no jogador, talvez a pedir maior maturidade ou empenho. Para um treinador não basta ter talento, o que no caso do Fatawu nem é para já sequer uma evidência. É preciso pelo menos correr e saltar tanto como os demais, não apenas nos jogos, mas durante a semana, para merecer a chamada. Ao que parece é por aí que Fatawu precisa de crescer.

Isto dito, porquê tanta polémica à volta do jogador? Porque é o Sporting e no Sporting tudo pode ser polémico. É Fatawu como o destino.

domingo, 13 de agosto de 2023

Sporting - Vizela: que sirva de lição


Fechados no seu estágio pré-jogo certamente que jogadores e staff técnico não prestaram atenção ao que se havia passado em Braga, na noite de estreia da Liga. E se prestaram não atribuíram  grande relevo e, depois de meia hora de bom nível a equipa colocou a cabeça na almofada enganadoramente confortável que os dois golos do meteórico Gyokeres ofereceram. Não fora Paulinho dar um pontapé num empate já desenhado e estaríamos a lamentar entrar já a coxear na Liga. 

Seria de todo lamentável que não se extraíssem lições do que sucedeu ontem. E aí nem Amorim se pode excluir. A equipa adormeceu ainda na primeira parte, assim voltou na segunda e as substituições não lograram o efeito pretendido. O Sporting não foi uma equipa, como tinha sido inicialmente, foi um conjunto de jogadores que jogaram com a mesma camisola. É que nem sempre o furacão sueco terá possibilidade de exibir a sua fúria e potência como o fez ontem em dois lances consecutivos. E seria uma pena que o nosso jogo colectivo não aproveitasse a sua presença para fazer crescer as suas qualidades ontem já evidenciadas.

Que ontem tenha servido de lição.  


sexta-feira, 11 de agosto de 2023

Mais 40 anos disto?


Soará hoje o tiro de partida que inaugurará a Liga 23/24. Na antecâmara ficou o triste espectáculo da Supertaça em Aveiro, deixando entrever que nada mudará para melhor no que diz respeito à vontade de tornar o futebol num lugar menos tóxico e mais são. E onde ganhar seja reconhecido como um prémio justo para quem foi melhor ou teve mais sorte.

A barragem mediática que hoje se pode ver pelas capas dos jornais, na tentativa de branquear o comportamento renitentemente soez de Sérgio Conceição, foi secundado no apoio dado em forma saída a par de Pinto da Costa em Aveiro. A comunicação do clube, a oficial e a que age na sombra, lançou uma barragem de fogo sobre o árbitro, reconhecidamente infeliz e geralmente dando mostras de ser incapaz, mas sem influência no resultado, num jogo de passa culpas que não ilude nem sequer os portistas que assistiram ao jogo: a equipa de Sérgio Conceição não jogou um caracol na segunda parte, sendo claramente subjugada como se de um recém primodivisionário se tratasse. E, quando jogou bem, jogou sem balizas, o que no futebol equivale a dizer a zero, que foi afinal o que de melhor conseguiu o seu ataque no resultado final.

No palanque estavam praticamente todos os responsáveis do futebol, mais as entidades que o tutelam. Do Sec. de Estado, passando pelo presidente da FPF, o pelo presidente da Liga, etc, não houve 1(!) palavra de repúdio nem sequer sinal de desconforto perante o triste espectáculo mais uma vez proporcionado por Conceição & restante pandilha.

E porquê? Por muitas razões, entre as quais:

A Liga são os clubes e estes agem geralmente dominados por outros interesses e alianças que não os da salvaguarda do interesse pelo espectáculo, da transparência nas tomadas de decisão, de forma a credibilizar a indústria ou o fenómeno desportivo em geral, ou mesmo no sentido de respeitar os adeptos que os alimentam. As decisões absurdas estão aí para provar que a Liga se preocupa muito mais com as limousines e show-off do que com os adeptos que lhes pagam os cartões de crédito.

Os sucessivos governos não têm coragem de "cutucar as onças", de chamar os bois pelos nomes ou de mexer nas vacas sagradas. O Secretário de Estado deve estar a desejar que a equipa nacional de atletismo faça tão bons resultados ou tão maus no campeonato mundo que se avizinha para que as atenções divirjam e ninguém se lembre de lhe perguntar se gostou do que viu em Aveiro. Ou se está a programar mais algum almoço particular com Pinto da Costa, para de seguida lhe render uma rastejante homenagem pelos imensos títulos conseguidos, deixando convenientemente de fora as nódoas que se vêm de longe.

 A FPF tem um presidente que está a ver se vai mais longe na Uefa e FIFA, que quando fala da formação e de Ronaldo não consegue dizer o nome do Sporting Clube de Portugal, o que é como escrever um soneto sem uma única rima. O presidente da liga quer ser presidente da FPF. O Dom Pinto da Costa quer que alguma coisa mude para que tudo possa ficar na mesma, especialmente agora que lhe vê pela primeira vez alguma contestação e o poder a mudar de mãos.

Rui Costa quer que a amnésia colectiva que se instalou sobre o período em que foi o número dois do presidente que montou uma rede de interesses, com metástases a espalharem-se até ao sector judiciário visando o controlo dos árbitros, que incluía, pelo que se vai lendo, um saco azul de mais de 1 milhão de euros. Valor esse que seria certamente para acções de caridade e uns bilhetezinhos para a bola. De Rui Costa sabemos hoje apenas que fez o seu clube voltar aos títulos, de onde andava arredio, e que está a formar uma equipa invencível, o que é sem dúvida nenhuma meritório.

Onde e como  fica o Sporting no meio de tudo isto? Como e onde sempre tem estado. Sozinho e por vezes nem com todos os seus pode contar.

Por isso é provável que sejam mais 40 anos disto.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 113 anos (1) 117 anos (1) 1ª volta Liga 23/24 (3) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 1ª volta Liga Zon/Sagres 21/22 (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 22/23 (2) 1ª volta Liga Zon/Sagres 23/24 (4) 2010-2011 (1) 2016 (1) 2ª volta Liga 23/24 (3) 40anosdisto (4) 8 (61) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (18) Académica-SCP (1) ACarlos Xavier (1) Acuña (2) Adan (2) Adán (5) adeptos (100) Adrien (19) AdT (1) adversários (86) AFLisboa (2) AG (26) AG destitutiva (4) AG15/12 (2) AG2906 (2) Alan Ruiz (2) Alcochete 2018 (4) Alexander Ellis (1) alma leonina (61) ambição (10) andebol (48) andebol 22/23 (1) andebol 23/24 (1) André Geraldes (3) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (8) antevisão (41) Antunes (3) APAF (14) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (86) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (6) aquisições 2020/21 (1) aquisições 2023/24 (2) arbitragem (111) Associação de Basquetebol (8) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (9) auditoria (5) auditoria2019 (1) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (8) basquetebol (11) basquetebol 22/23 (2) Bastidores (83) Batota (22) Battaglia (2) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) blogosfera (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borja (1) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Bragança (3) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Brunismo (1) Bruno Carvalho (109) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (14) Bruno Fernandes (8) Bruno Martins (21) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) camisola (1) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos (1) campeonatos europeus atletismo (3) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) Cardinal (2) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carlos Vieira (1) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (8) castigo máximo (1) Catamo (1) CD FPF (2) CD Liga (4) Cedric (7) Centralização direitos (1) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Chermiti (2) chumbo (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (11) clássico 19/20 (1) clássico 22/23 (2) clássicos (11) Coates (5) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (70) Comunicação Social (22) comunicados (1) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (6) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) covid19 (1) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) crise 2018 (38) Cristiano Ronaldo (4) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) Dar Futuro ao Sporting (1) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (47) Derby 2016/17 (1) Derby 2018/19 (2) Derby 2020/21 (1) Derby 2023/24 (2) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) Diomande (1) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (29) disciplina (7) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (4) Doyen (4) Duarte Gomes (2) e-toupeira (1) Ecletismo (87) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) Edwards (2) Eintracht (2) eleições (20) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) eleições2018 (6) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (5) entrevistas (68) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) época 18/19 (2) época 19/20 (1) época 20/21 (3) época 22/23 (18) época 23/24 (3) EquipaB (18) equipamentos (13) Eric Dier (8) Erick (1) Esgaio (1) esgrima (1) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (8) Estórias do futebol português (8) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) etoupeira (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) Fatawu (1) fcp (12) FCPorto (11) Fedal (3) Feddal (2) Feirense (1) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (30) fiorentina (1) Football Leaks (2) forças de segurança (1) Formação (94) FPF (16) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Franco Israel (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (10) futebol de praia (1) futebol feminino (6) futebol formação (3) futebol internacional (1) Futre (2) Futre és um palhaço (4) futsal (44) futsal 10/11 (1) futsal 21/22 (4) futuro (10) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (30) Gamebox (4) Gauld (5) Gelson (4) Gent (1) geração academia (2) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (4) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Gonçalo Inácio (3) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Gyokeres (8) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Hjulmand (2) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (18) Hóquei em Patins 22/23 (1) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (5) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) idzabela (4) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (6) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (6) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (2) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jordão (1) Jorge Jesus (47) Jorge Mendes (3) jornada 5 (1) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) Jovane (5) JPDB (1) Jubas (1) Judas (1) judo (7) Juniores (7) JVL (105) Keizer (12) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga (3) Liga 14/15 (35) Liga 22/23 (13) Liga 23/24 (18) Liga Bwin (1) Liga Campeões 22/23 (4) Liga de Clubes (16) liga dos campeões (13) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (8) Liga dos Campeões 2022/23 (3) Liga dos Campeões Futsal 2018/19 (2) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa 17/18 (1) Liga Europa 18/19 (5) Liga Europa 19/20 (3) Liga Europa 20/21 (1) Liga Europa 2023/2024 (4) Liga Europa 2024 (1) Liga Europa 22/23 (5) Liga Europa 23/24 (1) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (20) Liga NOS 18/19 (15) Liga NOS 19/20 (14) Liga NOS 20/21 (8) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luis Magalhães (2) Luís Martins (1) Luiz Phellype (3) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (8) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Mariana Cabral (1) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Marta (1) Matheus Nunes (2) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mathieu (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Max (1) Meli (1) Memória (11) mentiras (1) mercado (48) mercado 22/23 (19) mercado 23/24 (2) Meszaros (1) Miguel Afonso (1) Miguel Cal (1) Miguel Lopes (1) Miguel Maia (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (98) modelo (3) modlidades (4) Moniz Pereira (7) Montero (8) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (6) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (2) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (9) Nuno Mendes (3) Nuno Santos (6) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O FIM (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (5) orçamento clube 15/16 (1) orçamento clube 19/20 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) Palhinha (2) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) Patrícia Morais (1) património (2) patrocínios (6) Paulinho (6) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (12) Pavilhão João Rocha (1) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Gonçalves (3) Pedro Madeira Rodrigues (4) Pedro Marques (2) Pedro Mendes (6) Pedro Proença (2) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peseiro (6) Peyroteo (3) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) plantel 23/24 (1) Plata (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (4) Podence (1) Polga (5) policia (1) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) Porro (4) Portimonense (1) post conjunto (5) Postiga (7) Pote (2) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) pré-época 18/19 (1) pré-época 19/20 (7) pré-época 20/21 (6) pré-época 22/23 (7) pré-época 23/24 (1) prémio (1) prémios stromp (1) presidência (2) presidente (5) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quaresma (2) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) Rafael Leão (1) Rafael Silva (1) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (19) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (14) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (2) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) rescisões (3) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (7) revista da semana (22) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (3) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (8) Rochinha (1) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Ruben Amorim (19) Ruben Ribeiro (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (28) Salema (1) sarabia (2) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (42) seleccionador nacional (9) Semedo (1) SerSporting (1) sessões de esclarecimento (1) Shikabala (2) Silas (6) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (5) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (24) Slimani (13) slolb (1) Soares Franco (1) sócios (19) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sotiris (1) Sousa Cintra (4) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporar (3) Sporting (2) Sporting Campeão (1) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (3) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) St. Juste (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Summit (1) Sunil Chhetri (1) Supertaça (4) Supertaça 19/20 (1) Supertaça futsal 2022 (1) sustentabilidade (1) sustentabilidade financeira (47) Tabata (1) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (3) Taça da Liga 18/19 (1) Taça da Liga 19/20 (1) Taça da Liga 20/21 (1) Taça da Liga 2022/23 (1) Taça da Liga 22/23 (1) Taça da Liga 23/24 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (6) Taça de Portugal 18/19 (3) Taça de Portugal 2023/24 (1) Taça de Portugal 23/24 (2) Taça de Portugal feminina (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (3) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tiago Fernandes (1) Tiago Tomás (2) Tio Patinhas (4) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (95) treino (5) treinos em Alvalade (1) Trincão (3) triplete (1) troféu 5 violinos (7) TV Sporting (6) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (5) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) VAR (5) Varandas (26) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (8) video-arbitro (9) Vietto (2) Villas Boas (8) Vinagre (1) Viola (1) violência (1) Virgílio (100) Virgílio1 (1) visão estratégica (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (9) voleibol (3) voleibol 22/23 (1) Vox Pop (2) voz dos leitores (1) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)