segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Claques: impunidade e conivência

1: #impunidade: depois do que aconteceu em Alcochete deveria ter havido um outro nível de responsabilização sobre a actuação das claques mas preferiu-se olhar para o lado e esperar que passasse. Só por esse sentimento de impunidade é que se percebe que esta gentinha se dê ao desplante de realizar este número precisamente no PJR que, ao longo destes tempos conturbados, se tem assumido como um local de culto do Sportinguismo (pelo exemplo quase regenerador de que também sabemos bem fazer e que nos tem dado alegrias e títulos) e dos Sportinguistas e a salvo das tricas e armadilhas que nos infectam em ritmo diário. Não estranharia que a fortaleza que tem sido o PJR para os nossos atletas se assemelhe em breve à fornalha que tem sido EJA para os profissionais de futebol.

2: #conivência isto acontece com a conivência de todos nós, porque calamos e vamos admitindo. Uns por conveniência, porque acham que lhes serve a estratégia, outros por receio natural das consequências físicas que lhe pode acarretar uma frase qualquer dita na hora errada e no lugar errado. Não pode haver meias palavras e muito menos silêncio porque o Sporting não tem outros donos do que os seus associados. Estes têm o direito de assistir aos espectáculos no pavilhão ou no estádio ou em qualquer lugar sem serem importunados. 

Se dúvidas houvesse da insanidade que este momento representou, o vogal da direcção com o pelouro das modalidades viu o seu carro apedrejado. Além de ser um ex-atleta do clube, tem 7 títulos europeus sob a sua égide.

Eu sou e sempre fui um fã das claques e é com quem eu gosto de ver os jogos. Mas já está na altura de se fazer o deve e haver da sua existência e ajustá-la às necessidades do clube e não de uns quantos.

domingo, 20 de outubro de 2019

Tenho saudades suas, Sr. Jordão!

São muitas e imensas as saudades SENHOR JORDÃO. Já elas eram muitas quando fui atropelado pela noticia da fragilidade da sua saúde e vão ficar assim, incomensuráveis, com a noticia do seu desaparecimento. Ao longo destes anos acalentei a esperança de que seria possível despedirmo-nos condignamente de si, com um estádio cheio, consigo ao centro e, na duração de cada uma das muitas merecidas palmas lhe pudesse voltar a agradecer tudo quanto nos deu. Não apenas os golos, as jogadas imprevisíveis, os títulos em que participou, mas também a lição de Sportinguismo da sua postura simultaneamente grandiosa e discreta. E que em todas as palmas ouvisse um sincero pedido de desculpas pela forma como nos desfizemos de si.

Acabou-se a magia, Sr. Jordão. Quando aquele punho, no final de um braço estendido no ar se erguia,  era como que um farol que nos indicava o caminho, que toda a energia se concentrava naquele ponto, como um superpoder que era nosso e do qual era guardião. Esta imagem, de super-herói,  não permitirei jamais que me seja negada ou roubada, mesmo que todos aqueles que tiveram o privilégio de conviver de perto consigo a contrariem, devolvendo a imagem de um homem simples e genuinamente humilde. Essa humildade e a sobretudo  a facilidade com que conseguia fazer as coisas mais assombrosas eram de génio.  

Acabou-se a magia Sr. Jordão. É que sabe, eu lembro-me de si desde o tempo longínquo em que os jogadores de futebol eram os nossos heróis, quase imaculados, em que só os víamos lá longe na relva ou na caderneta de cromos. Sim, o tempo trouxe-nos infinitas possibilidades, uma miríade de comodidades, entre as quais essa que tanto uso de ir ao Youtube rever os seus golos. Neste percurso que nos trouxe até ao "futebol moderno" perdemos muitas coisas boas pelo caminho e uma delas é precisamente a magia de ver num profissional de futebol um verdadeiro herói. É tudo demasiado fugaz, light e descomprometido. Continuamos a ver excelente futebol e mesmo golos enormes, mas dificilmente nos vamos lembrando da camisola com que foram marcados. Jordão, golos e Sporting são três palavras que associamos de forma instintiva e que a gramática deveria muito legitimamente hifenizar.

Acabou-se a magia Sr. Jordão. Espero que agora seja finalmente o tempo de lhe fazermos justiça e deixarmos para trás o anacronismo da alcunha "gazela de Benguela". Não sei onde é aquela gente tinha a cabeça, quem pode confundir o Bambi com o Rei Leão? Quem conseguiu ver na sua velocidade, na forma letal como finalizava, na forma impiedosa com que castigava as balizas adversárias para alimentar a nossa prole na ânsia de vitória uma presa e não um temível felino? Um verdadeiro leão!

Jordão deixa saudades mas não morreu. Há muito que o seu nome está gravado na galeria de imortais pelo jogador que foi para nós, pelos golos que marcou por onde passou e especialmente pelo marca impressiva que deixou em todos os que com ele conviveram. A forma despojada como se retirou, sem nunca reclamar atenção ou o legitimo reconhecimento do lugar de destaque que lhe era devido, deixando atrás de si o silêncio que entendia fazer falta ao futebol, deveria fazer escola. No futebol e no Sporting.

Senhor Jordão, os ídolos não morrem, são para sempre!

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Queda livre

Ponto prévio: não me envergonharei nunca de dizer: sou do Sporting! 

Há 70 anos o Sporting perdeu com o Tirsense, também do terceiro escalão, e não acabou. O escândalo até deve ter sido maior. Senão o escândalo, pelo menos a surpresa. É que à época o Sporting tinha a melhor equipa da sua história, pelo menos no que à conquista de títulos diz respeito: os 5 violinos.

Talvez por isso mesmo - a diferença entre a qualidade destas duas nossas equipas - a derrota de ontem deva ser encarada com maior preocupação do que a de então. São cada vez mais evidentes os desequilíbrios do plantel actual, a que se soma uma enorme instabilidade interna, que a ausência de resultados acentua. Quando o Alverca faz o golo, praticamente no primeiro remate que faz, foi perceptível nas reacções dos jogadores que o golpe recebido não ia ser fácil de contrariar.

Silas é um treinador jovem, de quem eu gosto e que podia ser a minha escolha pessoal. Não tem culpa nenhuma do plantel que herdou e muito menos da espiral negativa que assola o clube e contamina a equipa, mas tem responsabilidades no que aconteceu ontem. Além da natural falta de experiência, que só o tempo lhe dará, faz neste momento uma dura aprendizagem sobre o que é o Sporting: o arquétipo da Lei de Murphy mais conhecida: pode correr mal? Vai correr ainda pior! 

Só assim se entende a equipa que apresenta como titular, quando o que o momento recomendava a aposta total e com os melhores, procurando um resultado que permitisse a elevação da moral da equipa. Um meio-campo com Miguel Luís, Doumbia e Eduardo não é abusar da sorte, é invocar o azar! Miguel Luís deve fazer grandes treinos, mas continua perdido em campo, Doumbia não é definitivamente um "6" e se dúvidas houvesse basta ver a movimentação no momento do primeiro golo para o confirmar. Eduardo estava a ser o menos mau dos 3 e acaba por ser o primeiro a sair.

É muito dificil ter qualidade na forma como a bola chega à frente com um meio-campo sofrível como o de ontem. Mas, verdade seja dita, só Vietto saíu de uma mediania confrangedora. Merecia a companhia de Bruno Fernandes  enquanto teve forças. Phylllipe nunca foi bem servido e Jesé foi completamente inútil.

Quando Silas quer rectificar já era tarde. A equipa não tem moral nem sorte, com ou sem autogolos do Coates. Vai daí sofre o 2º golo, quando a bola tinha andado ali a teimar em não entrar. Mas tudo sempre jogado sobre brasas, com demasiados repelões e zero serenidade. A partir daí foi a queda livre, da qual não se percebe muito bem como e quando se sairá.
 

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

A propóstito da AG de ontem: pensem nisto


Ontem o FCP deu conta da necessidade de obtenção de 65 milhões de euros até final do exercício actual. O número até foi engraçado. Qual Júlio de Matos em número de prestidigitação aponta para outro lado, o Sporting, para distrair a audiência, para que esta não faça a pergunta obrigatória, apontando para o elefante na sala: onde se torraram os largos milhões que as idas consecutivas à Liga dos Campeões e as vendas record de jogadores, sempre tão elogiadas?

Face à ausência de receitas da Liga dos Campeões, por terem caído nas rondas iniciais, tal verba só poderá chegar através da alienação de património (qual?) ou de activos (jogadores). Hoje, no dia seguinte, silêncio total, não há desfile de notáveis nos jornais nem nas televisões. Se dúvidas houvesse, basta olhar para os jornais de referência da cidade do Porto hoje.

Quais são as noticias hoje, quais são as imagens de ontem? Uma AG do Sporting em plena turbulência, gritos, insultos, tarjas, etc. AG essa onde foram apresentadas contas positivas e uma reestruturação financeira que desanuvia momentaneamente o espectro financeiro do clube. Paineleiros, notáveis em desfile e em ebulição, chegando a pedir a demissão de uma direcção que tem um ano de mandato e que fecha a reestruturação que estava por concluir, e havia sido iniciada desde 2013. 

Não sei se merecemos ou não tudo o que nos tem acontecido nos últimos tempos, como por vezes me dizem os meus amigos de outras cores, referindo-se ao jeito muito especial que temos para nos auto-flagelar. Mas que somos a melhor ajuda para os nossos adversários pela forma constante como nos pomos na frente das noticias e lhes roubamos o palco da exposição indesejável, isso é um facto indesmentível.

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

A propósito da AG que aí vem

O Sporting reúne-se amanhã em assembleia geral para  discutir e aprovar o respectivo relatório e contas do último exercício respeitante ao período entre 1 de Julho de 2018 e 30 de Junho de 2019. Fosse apenas por causa do que estará sujeito a discussão e aprovação não seria de esperar uma AG quente. Mas dificilmente não o será. 

Desde logo porque os maus resultados que se registaram no inicio de época, o final do mercado e as mudanças de treinador suscitam natural insatisfação e as AGs são o local adequado para o fazer. Mas é também evidente que a copiosa profusão de grupos de interesses que existem no nosso clube aproveitarão para marcar terreno. Não havendo razões objectivas para o chumbo das contas, ninguém ignora que a acontecer, tal provocaria um sério incómodo para o CD, objectivo claramente pretendido por alguns dos acima aludidos "grupos de interesse". 

Infelizmente sabe-se já que a votação terá lugar durante o período de discussão, uma "inovação" introduzida pelos corpos sociais do anterior mandato e que agora vieram para ficar. Mas, infelizmente também, é um mal necessário para quem não se quer sujeitar ao triste espectáculo em que se tornaram as nossas reuniões magnas. Não há qualquer discussão possível quando ninguém está disposto a ouvir o outro. 

O Sporting merece melhor, indiscutivelmente. Embora a responsabilidade  da condução dos trabalhos caiba à mesa da AG e esta possa sempre melhorar os seus actos e procedimentos, há muito que este é um problema cuja dimensão ultrapassa em muito as possibilidades daquele órgão. As AG's foram capturadas por grupos de sócios que se comportam como se estivessem na mais vulgar das baiucas de um qualquer subúrbio das mais sinistras metrópoles. 

Para contrariar este ambiente insano é preciso a indignação de todos, mesmo até contra aqueles que, embora concordando com o nosso ponto de vista, não sabem estar à altura do momento. Esta é a única forma de criar um ecossistema que atraia mais pessoas válidas e com boas ideias e que o Sporting tanto precisa.

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Uma LASKa de sorte depois de tanto desLINZ

Se já era tempo de termos alguma sorte o jogo de estreia em casa com o Linz foi talvez o momento indicado. Isto depois vários outros jogo igualmente mal jogados mas com os lances de Coates a serem anormalmente decisivos. Não fora isso e poderíamos ter acabado os primeiros quarenta e cinco minutos vergados sob uma goleada histórica.

Devo dizer que, do pouco que conhecia dos austríacos, não me surpreendeu a qualidade colectiva do jogo por eles apresentada. O que me surpreendeu foi o risco desnecessário assumido por Silas, apostando em nova mudança de sistema, sem que os jogadores tivessem tido tempo para assimilar as alterações que a mesma implicava. Talvez a ideia original fosse manietar os avançados austríacos, com um central a sobrar e os médios a dar largura no momento de construção. Mas o que acabou por acontecer foi os centrais ficarem isolados e perdidos atrás sem conseguir fazer chegar a bola aos alas e sair a jogar.

Fica a dúvida se o novo treinador teve tempo suficiente para observar o adversário austríaco, quando uma das imagens de marca é a pressão alta exercida desde o momento do inicio de construção do adversário. Foi assim que os austríacos asfixiaram o Sporting e só por milagre não começamos o jogo a perder logo a partir da primeira jogada. Claramente impreparado e surpreendido, o Sporting não conseguia sair com a bola a jogar, o detentor da bola não tinha linhas de passe e é por isso que Mathieu por duas vezes seguidas entrega a bola ao adversário, sendo que a segunda foi fatal. Erros que haveriam de ser repetidos por outros colegas e que, como já foi dito acima, podia ter custado um vexame histórico.

Mas há dias de sorte e essa tão foi válida na eficácia irrepreensível com que chegamos à vantagem que nos deu a vitória, como na forma como a conseguimos manter até ao apito final. Se todas as vitórias são bem-vindas, esta surge no momento ideal. Silas tem agora tempo para perceber melhor o plantel que tem em mãos, tempo para o trabalhar melhor e conseguir que os jogadores percebam melhor o que lhes está a ser exigido.

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Dr. Silas estanca a hemorragia

Nota prévia: Foi preciso o Silas chegar o Sporting para se levantar uma onda de indignação sobre a certificação dos treinadores. Esteve bem o Sporting a levantar a questão da legitimidade da ANTF. Pelos vistos a associação que o devia proteger parece que não o considera ao nível de alguns doutores da bola. Pois o nosso treinador que me perdoe a analogia mas, como diz o povo na sua sabedoria, antes bom burro que ruim cavalo.

Teriam sido catorze jogos consecutivos a sofrer golos se não tivéssemos tido sorte logo nos lances iniciais, em que a bola devolvida pela barra é pontapeada a razar o poste do lado contrário da baliza de Renan. Assim foram treze jogos consecutivos a sofrer golos, uma anormalidade que testemunha a fragilidade de uma equipa que, a par disso, também não tinha uma proposta de jogo dominadora que lhe permitisse suprir essa falha com um maior número de golos marcados.

O novo treinador começou assim pelo principal e mais urgente: estabilizar a equipa a partir de trás, procurando devolver os níveis de confiança mínimos de forma a que os jogadores conseguissem executar mais de acordo com aquilo que podem fazer. Estancar a hemorragia de golos sofridos era determinante e esse era um diagnóstico fácil de fazer a quem assistiu aos últimos jogos, nomeadamente à hecatombe que se seguia a cada golo.

Falta ainda muita coisa, como é bom de ver. Por sorte, talvez com excepção de Bruno Fernandes, quase todos os jogadores da frente de ataque estarão disponíveis para Silas no próximo mês de paragem do campeonato. Essencial para trabalhar o jogo ofensivo, muito curto ainda, como se constatou no decurso do jogo.


Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 113 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (17) Académica-SCP (1) Acuña (1) adeptos (98) Adrien (19) AdT (1) adversários (85) AFLisboa (2) AG (23) AG destitutiva (4) AG15/12 (2) AG2906 (2) Alan Ruiz (2) Alcochete 2018 (4) Alexander Ellis (1) alma leonina (60) ambição (10) andebol (38) André Geraldes (3) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (5) antevisão (41) APAF (13) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (6) arbitragem (96) Associação de Basquetebol (7) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (7) auditoria (5) auditoria2019 (1) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (8) basquetebol (2) Bastidores (72) Batota (20) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) blogosfera (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borja (1) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Brunismo (1) Bruno Carvalho (109) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (14) Bruno Fernandes (8) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (3) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carlos Vieira (1) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) castigo máximo (1) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (10) clássico 19/20 (1) clássicos (9) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (69) Comunicação Social (22) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) crise 2018 (38) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) Dar Futuro ao Sporting (1) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (44) Derby 2016/17 (1) Derby 2018/19 (2) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (29) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (3) Doyen (4) Duarte Gomes (2) e-toupeira (1) Ecletismo (66) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (20) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) eleições2018 (6) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (5) entrevistas (65) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) época 18/19 (2) época 19/20 (1) EquipaB (18) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (8) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) etoupeira (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (10) Feirense (1) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (28) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (93) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (4) futebol formação (2) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (28) futsal 10/11 (1) futuro (10) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (30) Gamebox (3) Gauld (5) Gelson (4) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (4) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (10) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (2) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) idzabela (4) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (6) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (6) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (2) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jordão (1) Jorge Jesus (47) Jorge Mendes (3) jornada 5 (1) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) Jovane (1) JPDB (1) Jubas (1) Judas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Keizer (12) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (14) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (8) Liga dos Campeões Futsal 2018/19 (2) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa 17/18 (1) Liga Europa 18/19 (5) Liga Europa 19/20 (3) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (20) Liga NOS 18/19 (15) Liga NOS 19/20 (10) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Luiz Phellype (2) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (43) Meszaros (1) Miguel Cal (1) Miguel Lopes (1) Miguel Maia (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (30) modelo (3) modlidades (2) Moniz Pereira (7) Montero (8) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (6) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (2) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (5) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O FIM (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (4) orçamento clube 15/16 (1) orçamento clube 19/20 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) Patrícia Morais (1) património (2) patrocínios (6) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (12) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (4) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peseiro (6) Peyroteo (3) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) Plata (1) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (4) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) Portimonense (1) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) pré-época 18/19 (1) pré-época 19/20 (7) prémio (1) prémios stromp (1) presidência (2) presidente (5) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) Rafael Leão (1) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (18) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (12) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) rescisões (3) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (7) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (3) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Ruben Amorim (1) Rúben Amorim (1) Ruben Ribeiro (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (27) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) sessões de esclarecimento (1) Shikabala (2) Silas (6) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (22) Slimani (11) slolb (1) Soares Franco (1) sócios (19) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (4) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporar (1) Sporting (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (3) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Summit (1) Sunil Chhetri (1) Supertaça (4) Supertaça 19/20 (1) sustentabilidade financeira (45) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (3) Taça da Liga 18/19 (1) Taça da Liga 19/20 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (6) Taça de Portugal 18/19 (3) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tiago Fernandes (1) Tio Patinhas (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (94) treino (5) treinos em Alvalade (1) triplete (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) VAR (2) Varandas (17) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (7) Vietto (2) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (100) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) voleibol (2) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)