segunda-feira, 29 de junho de 2020

Viste, Mathieu?

Oh Mathieu, viste o teu nome gravado nas camisolas dos nossos jogadores quando entraram em campo, ante o Belenenses? Essa homenagem foi ainda mais apropriada num espaço intitulado Cidade do Futebol, modalidade da qual te tornaste um dos melhores de sempre com a nossa camisola.

Viste a falta que nos fazes seja para sairmos do ultimo reduto de forma segura, seja para manter o sangue frio e equilíbrio na hora de controlar as investidas dos adversários? As hesitações de Quaresma eram gritos de socorro: Oh Mathieu, e agora, como saio da pressão, só vejo camisolas azuis? Ou, na hora de recorrer ao jogo directo, a falta que nos fez a precisão dos teus lançamentos longos?

Viste como o Jovane cresceu com um treinador que sabe tirar rendimento do melhor das suas características e ameaça fazer o mesmo com o tantas vezes adiado Chico, que acabou por ser o elemento chave para o controlo do jogo?

A elegância e descrição com que nos serviste só se comparam com a classe e eficácia habituais nas tuas intervenções. Viste, Mathieu a falta que nos vais fazer?





quinta-feira, 25 de junho de 2020

Hoje choramos nós

Mais do que a falta que um jogador como Mathieu nos vai fazer no que resta do campeonato e do buraco que dificilmente será tapado com a sua retirada, hoje choramos a forma cruel como lhe é retirada a possibilidade de abandonar a carreira de futebolista a fazer como que sempre terá certamente querido: por decisão voluntária e a jogar. Crueldade essa que já vinha sendo exercida sobre ele e demais companheiros de profissão e sobre nós, adeptos, ao obrigar a jogar em estádios despidos de multidões e de bruás por via da pandemia.

Com o final da carreira de um dos nossos melhores centrais de sempre fecha-se também, por tempo indeterminado ou de forma definitiva,  um ciclo no Sporting em que nos foi possível recrutar jogadores de categoria mundial como Luisinho, Schmeichel, André Cruz, Balakov. O futuro volta a ser novamente a prata da casa, onde Quaresma e Gonçalo Inácio procuram encontrar o seu lugar ao sol. A possibilidade de Mathieu continuar ligado ao Sporting é uma hipótese interessante desde que seja uma possibilidade bem enquadrada e não uma decisão

Palmarés de Jeremy Mathieu

Sochaux
•    Taça da Liga Francesa: 2003–04
Barcelona
•    Campeonato Espanhol: 2014–15, 2015–16
•    Taça do Rei: 2014–15, 2015–16, 2016–17
•    Supertaça da Espanha: 2016
•    Liga dos Campeões da UEFA: 2014–15
•    Supertaça da UEFA: 2015
•    Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA: 2015
Sporting
•    Taça da Liga: 2017–18, 2018–19
•    Taça de Portugal: 2018–19


sexta-feira, 19 de junho de 2020

Sporting 2 - Tondela 0: Eficácia primeiro, controlo depois

O Sporting não podia estar a aproveitar muito melhor o reinicio do campeonato e o calendário favorável. Com o Tondela sem grande pressão o Sporting construiu uma vitória tranquila na primeira meia-hora, gerindo depois o jogo até ao seu final.

Aos poucos a equipa vai conseguindo sacudir um pouco do peso de um começo catastrófico de campeonato e da profunda instabilidade que se gerou em torno da equipa. Essa é uma das notas mais importantes a retirar do jogo de ontem e que torna inevitável a pergunta:

A gestão do esforço e controlo do jogo ontem efectuada seria possível com o ambiente que se vivia há meses em Alvalade, ainda por cima com uma equipa menos de 23 anos de média de idades?
A resposta é evidente o que torna também inevitável a reflexão que todos nós adeptos estamos obrigados a fazer relativamente ao nosso papel. Também não é menos verdade que o que se vê hoje em Alvalade está muito longe do pesadelo e do mal que fazia à saúde que era ver qualquer jogo nesse período e isso deve-se obviamente ao trabalho de Rúben Amorim com um plantel ainda por cima desequilibrado e reconhecidamente deficitário em qualidade.

Quanto ao jogo propriamente dito serviu para aclarar uma das dúvidas lançadas aqui no post sobre a partida anterior. Como reagiria o Sporting a uma equipa a jogar de forma mais conservadora, com um bloco baixo? O facto de os 2 golos terem nascido de bola parada ajuda a perceber as dificuldades que esta equipa sente em jogar dentro do bloco compacto do adversário. A primeira vez que o fez, numa excelente iniciativa de Plata, conseguiu a necessária injecção de tranquilidade com um golo monumental do homem do momento: Jovane.

Poucas mais vezes o conseguiu, o que não será certamente alheio ao facto de o jogador melhor talhado para ligar o jogo entre os médios e Sporar - Vieto - estar ausente. Aproveitar apenas a largura e utilizar os cruzamentos como meio de aproximação há área torna a tarefa defensiva mais facilitada ao adversário e introduz ainda mais aleatoriedade ao nosso ataque. Pede-se igualmente maior afoito aos médios - neste caso Wendel e Matheus  - embora também parece evidente que há preocupação em não inventar e privilegiar a simplicidade de processos.

E que melhor contexto poderia ter Nuno Mendes para a sua estreia que um jogo tranquilo, um adversário puco ambicioso e ter Mathieu à ilharga? Ainda assim fez um jogo muito competente, personalizado escondendo de forma competente a data de nascimento constante no bilhete de identidade. Forte a defender, está no lance que dá origem ao penalty e com a sua passada larga fez do corredor esquerdo a sua quinta.A exibição promissora foi premiada com um contrato até 2025, altura em que terá apenas 23 anos!

Ou seja, os três jogos pós-paragem forçada trouxeram novidades interessantes e promissoras que podem vir a surtir efeitos num projecto a longo-prazo, como terá sido o propósito da vinda de Rúben Amorim para Alvalade. As estreias de jogadores como Eduardo Quaresma ou Nuno Mendes, a recuperação de Jovane Cabral e o conseguir valorizar Wendell, Camacho e não só são pormenores que podem devolver alguma paz de espírito aos adeptos sportinguistas, que desejam ultrapassar a fase tumultuosa vivida nos dois dos últimos anos e o momento é ideal para que Rúben Amorim consiga ter espaço para fazer as alterações necessárias para devolver qualidade competitiva ao clube. Detalhe para o facto que o plantel actualmente apresenta 10 jogadores portugueses, para além de 10 que ascenderam directamente das "escolas" - conta-se Rafael Camacho, que passou pela Academia entre 2008 e 2013 -, sendo dados relativamente importantes para perceber qual é a visão e a aposta

Nota: foto Zerozero

quinta-feira, 18 de junho de 2020

As conferências do mister Amorim

Feita naquele local a pergunta era no mínimo insolente e completamente fora do contexto que era a antevisão do jogo de mais logo:

Tendo em conta a crise no SLB e havendo a possibilidade de Bruno Lage sair acha que deveria ter esperado para poder treinar o clube do seu coração?
Perante este passe de morte Amorim não hesitou e disparou de forma absolutamente categórica, sem gaguejar:

Se eu quisesse ter esperado, por algum clube, esperava. Estou muito feliz aqui e sinto que fiz a coisa certa. É um grande desafio. Adoro trabalhar com as pessoas do Sporting, foi uma das razões para ter escolhido estar aqui. E espero é ganhar muitos jogos para ficar aqui muitos anos

Na mesma linha esteve a reacção à noticia da vinda fase final para da Liga dos Campeões para Lisboa:

O presidente do Sporting está neste momento reunido com o Presidente da República e poderá responder melhor, mas para nós é um orgulho receber a maior competição de clubes da Europa. Mas também não posso deixar de dizer que o empenho que se demonstrou para trazer esta prova também podia ser utilizado para terminar o CNS (Campeonato Nacional de Seniores). Falo disto porque estive lá há pouco tempo, sei os sacrifícios que os clubes fazem e era importante também haver essa atenção com esses clubes.
Não se ganham jogos nas conferências de imprensa mas não tenho dúvidas em afirmar que esta postura de Rúben Amorim é bem-vinda, fazendo lembrar pela frontalidade a forma como Paulo Bento também geria a sua comunicação. É certo que para ser treinador do Sporting é preciso muito mais do que isto, mas atrevo-me a dizer que esta forma de estar também é necessária e apreciada pelos adeptos. Esta coerência é também visível na sua acção a partir do treino e na forma como organiza a equipa. Tal como ele também espero que ganhe muitos jogos e fique por cá muitos anos.

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Notas da descoberta do caminho para o golo por Cabral

Uma vez transcorridos vários dias após o jogo ficam algumas notas soltas sobre o que me pareceu mais importante salientar do jogo Sporting 1 - Paços de Ferreira 0.

  • Quer tecnicamente quer tacticamente tratou-se de um jogo claramente inferior ao anterior, disputado com o Vitória, em Guimarães.
  • A ausência inesperada de Mathieu reduziu a qualidade de construção a partir de trás, como seria de esperar. E Borja nunca será francês como ele.
  • Dificuldade acrescida para construir com o condicionamento de Matheus e Wendel feito pelo adversário
  • Vietto é "o que o pensa" o jogo e foge mais à tentativa generalizada de executar o mais rapidamente possível. Com a sua saída a equipa perdeu ligação com Sporar que, contudo, só havia acontecido 1 vez com  possibilidade de sucesso.
  • A lesão de Vietto vai causar sérios problemas a Amorim mas é uma boa oportunidade para o regressado Geraldes.
  • Jovane Cabral fez um grande golo e quase fazia outro, já no dealbar da partida. Quando conseguir juntar à força um pouco mais de frieza na decisão fará certamente muitos mais golos.
  • Após chegar à vantagem o Sporting revelou uma fragilidade comprometedora para controlar o jogo pela posse de bola.
  • Nessa altura foi Max a dizer presente, voltando a limpar a folha do deve e haver, após o erro de Guimarães.
  • Um jogo feio de Camacho, a desperdiçar uma oportunidade. Não é um virtuoso, precisa de espaço para progredir em velocidade e inteligência para perceber que não é por insistir em soluções individuais talhadas para o insucesso que vai consolidar a sua posição.
  • Mais uma exibição imaculada e cheia de personalidade de Quaresma.
  • Mais uma exibição de Plata a explicar porque quase não jogou com Keizer, Pontes e Silas e como dificilmente jogará assim com Amorim. As perdas consecutivas em transição foram umas das responsáveis pelo final de jogo penoso.
  • O Paços de Pepa merece uma menção honrosa pela forma positiva como tentou disputar o jogo. Porém, fica por saber se não teria tido melhor sucesso numa abordagem mais conservadora. É que não se vislumbram no Sporting muitas soluções para se opor a equipas que baixem as linhas.

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Vitória 2 - Sporting 2: de pouco valeu derrubar 2 vezes a porta do Castelo


Tratando-se de um primeiro jogo após uma paragem muito mais longa do que um simples período de defeso, seguido de uma espécie de pré-época sem jogos de preparação é ainda cedo para retirar conclusões definitivas do que vai ser Sporting de Rúben Amorim. Há porém alguns sinais que importa considerar desde já:

  • Vai haver uma linha coerente relativamente ao sistema e modelo de jogo. A equipa vai jogar como treina durante a semana, sem invenções de última hora, coisa que infelizmente nem sempre aconteceu esta época;
  • Jogarão os jogadores que na cabeça do treinador ofereçam mais garantias de ver as suas ideias executadas em campo, independentemente da idade. Assim se compreende que Quaresma jogue na mesma linha que Mathieu, que Matheus Nunes seja escolhido para substituir Wendel, por exemplo.
Esta postura de Rúben Amorim é benéfica para uma equipa causticada no seu amor-próprio por uma época de irregularidade nos resultados, na liderança técnico-táctica e a sofrer as consequências de um planeamento que foi um hino ao erro, para ser simpático. Não é porém suficiente para fazer o reset necessário, como se viu nos erros cometidos, especialmente com consequências no segundo golo do Vitória, decalcado de tantos outros semelhantes que vimos acontecer esta época.

Mas foi suficiente para já para revelar que esta equipa pode fazer mais e melhor e que só assim foi possível fazer frente a uma equipa da casa muito bem orientada e que sabe o que quer. Particularmente na segunda parte, onde o Sporting apareceu mais confiante, mais desenvolto e  ligado entre sectores. Confiança que desapareceu juntamente com as pernas e que a falta de soluções no banco não permitiu alterar após o segundo golo sofrido. E já no período em que joga em superioridade numérica o Sporting revelou-se cansado e órfão de qualidade individual para criar soluções para desfazer o empate.

Notas individuais:

  • O erro de Max foi quase decalcado do Marchesin. Têm onze de idade e experiência a separá-los. Não sendo portanto por esse erro mas somando ao computo geral das suas actuações o Sporting tem de perceber que o custos na sua aposta são reembolsáveis. A idade pode ser invocada mas as referências para aquele posto tão exigente põe-lhe a fasquia muito elevada.
  • Para quem não gostaria de ser um lateral direito Rúben Amorim está a oferecer a Camacho a ala direito. Que aproveite.
  • Quaresma tem um potencial tremendo que só beneficiará da presença de jogadores com a classe de Mathieu
  • A primeira de Matheus Nunes foi assim, assim. Talvez precise de conseguir libertar-se mais para tarefas de construção, mas o treinador pede-lhe acima de tudo fiabilidade na oposição e recuperação de bolas. E ai cumpriu.
  • Jovane melhorou muito na segunda parte e melhorará muito quando for menos irregular. A ver vamos, como diria o cego.
  • Irregularidade e ofuscamento são os apelidos de Vietto. Não fora isso e estaria noutras ligas. Claramente ainda em processo de aperfeiçoamento após paragem.
  • Bem Sporar, a fazer exactamente aquilo que se pede a um ponta-de-lança perante as oportunidades e a ser o primeiro defesa da equipa quando a bola era perdida no ataque.
  • Apesar de ser um jogador de quem muito se espera e do todo o potencial que se reconhece a entrada de Plata acabou por ser inútil e decepcionante. Um jogador que quer ser uma referência internacional está obrigado a fazer muito mais do que vem conseguindo, sem apelar à idade e mesmo considerando a instabilidade que o rodeia.
Notas finais:

Apesar do resultado não ter sido o desejado nem tão pouco o que parecia possível é claro que existem ideias bem definidas, bem trabalhadas e aqui ali bem interpretadas pelos jogadores. Nomeadamente no ataque, em claro contraste com o passado recente. É necessário ver qual vai ser a resposta a dar nos próximos compromissos, sobretudo ao nível de consolidação, evolução do nosso jogo e como vai a equipa responder à medida que a nova disposição e novos executantes começarem a ser melhor conhecidos pelos adversários.

Foto de www.zerozero.pt/

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Tio Patinhas de Alvalade analisa as contas do 3º trimestre

Estamos de volta, após um longo período de ausência. Mas, honra ao fundador deste blog, que apesar de compreender as razões da ausência (fundamentalmente a falta de tempo para acrescentar valor), nunca desistiu e todos os trimestres me lançava o Reminder para reativarmos a coluna de opinião das contas. Esperemos todos que o Tio Patinhas tenha voltado para ficar e assim contribuir para uma troca de ideias saudável sobre as Finanças do Sporting.

No último dia do mês de maio, o Sporting tornou públicas as contas do terceiro trimestre de 2019/2020 (recordemos que o exercício fiscal do Sporting é de 1 de julho a 30 de junho, ao invés do ano civil) e num comunicado, cheio de auto-elogios, destacou alguns pontos positivos (que os houve) e basicamente passou uma esponja sobre os aspectos menos positivos, nomeadamente a falta de um rumo sobre o core business da Sociedade que levou a que desportivamente, se trate de um ano para esquecer.

Existe um outro aspecto que se torna importante realçar. As contas do terceiro trimestre não foram sujeitas a auditoria (normalmente, o primeiro e terceiro trimestre não o são), pelo que não sabemos o que pensam os auditores externos de algumas opções contabilísticas tomadas pela Sociedade e que irei abordar no artigo. Não sendo nós donos da verdade, se quiserem poderão contribuir para uma discussão rica e saudável sobre o artigo (e até corrigindo algum aspecto / entendimento que considerem errado) nos comentários.

O volume de negócios atingiu o maior volume de sempre, 156,1M€, um aumento de cerca de 42,1% face ao período homólogo e assente na transacção de direitos desportivos de alguns jogadores, tendo inclusive reflectido a maior venda de sempre, nomeadamente de Bruno Fernandes. A receita com vendas de jogadores nos primeiros três trimestres do ano atingiu 96.593M€, um aumento de praticamente 100% face a igual período de 2018/2019. Tem sido tornado público que o Sporting tem empreendido uma Reorganização Financeira da SAD, pretensamente preparando-a para o futuro, tornando-a menos dependente das receitas extraordinárias. Esse trabalho ainda não se encontra reflectido nas contas (normalmente os custos da reestruturação são mais pesados no curto prazo, ganhando-se no futuro), mas verificamos que os Resultados Operacionais pioraram de um ano para o outro. Nestes primeiros 9 meses do ano, temos mais custos (+4%) e menos receitas correntes (-3%), estas últimas justificadas em grande parte pelo aumentos dos Fornecimentos e Serviços Externos (FSEs) e pelas provisões (principalmente relacionadas com a indemnização a Sinisa Mihajlovic).

Em termos de receitas, os pontos mais positivos são a alienação de alguns ativos por valores muito interessantes (Raphinha, Bruno Fernandes, Thierry Correia), o valor acordado por Daniel Podence e as Vendas e Prestações de Serviços, que demonstram uma fidelidade dos verdadeiros sócios em adquirir as GBs, comprarem merchandising Sporting, mesmo num contexto de uma época desportiva para esquecer. Por outro lado, devemos ficar apreensivos quando vemos que alguns dos principais ativos herdados já foram alienados (o que é natural, em inícios de mandato) e verificamos que não obstante termos despendido mais de 35M€ em novos jogadores, vemos uma baixa de valor de plantel em mais de 25% e menores possibilidades de atingirmos valores de vendas similares.

Na nota 09, são detalhados os rendimentos e gastos com as transacções dos passes de jogadores, que atingiram mais de 100M€. No caso de Bruno Fernandes, verificamos que os gastos mencionados incluem os gastos de intermediação mais os valores devidos pelo mecanismo de solidariedade. Pela análise rápida feita ao Relatório e Contas (R&C), não encontro nenhuma referência ao litígio com a Sampdoria e à possível contingência / provisão de que poderemos ter de vir a pagar, se as instâncias judiciais assim o determinarem. Refere apenas que a Administração, com base nos pareceres jurídicos internos, acredita que não haverá nenhuma condenação a pagar. No passado, já vimos isso acontecer, no caso Rojo. Em todos os R&C aparecia uma nota similar, foram apresentados resultados avultados inflacionados por essa não provisão e depois, acabou por mais tarde, se ser condenado e ter de reflectir isso em contas posteriores. Esperemos que desta vez, os serviços jurídicos tenham razão. E nesta nota em particular, aguardarei o que os auditores têm a mencionar.

Os custos com Pessoal diminuíram 3M€ (-5,8%) sendo muito influenciados pela rúbrica de indemnizações (que ascende a 7M€), reflectindo parte do desnorte da política desportiva, ao acumular treinadores que depois, naturalmente, exigem que se chegue a acordo para a respectiva rescisão. No relatório é mencionado que estas rescisões implicam uma poupança futura de 35M€ para a Sociedade, mas ignora que em compensação, existiram outros encargos (novas equipas técnicas, novos jogadores) que anularão parte ou mesmo a totalidade das supostas poupanças futuras. Esperemos que no ano 2020/2021 que se verifique uma queda acentuada dos gastos com pessoal, pois o que se verifica é uma diminuição do valor do plantel na ordem dos 25% (valia contabilisticamente 89.212M€ em 31 de março de 2019 e vale agora 66.717M€), sem que exista uma queda correspondente nos Gastos com Pessoal. Tal também se explica parcialmente pela aposta da Sociedade em empréstimos de jogadores caros – Bolasie e Jese - (que não aumentam o valor do plantel), mas que consomem a rúbrica de ordenados – Jese ainda teve um custo adicional de 1,5M€ pelo custo do empréstimo.

Um ponto muito importante e que parece estar a passar despercebido, é que o impacto da contratação do treinador Ruben Amorim na Demonstração de Resultados é zero ou quase nulo. E, apesar de no comunicado mencionar a contratação do Treinador por 10M€ (o All-in da actual Direção), não refere que na conta de resultados, o impacto é praticamente 0. Pois, como podemos aferir na nota 17, temos Gastos a Reconhecer de 10.393M€ (superiores aos 10M€), o que implica que neste lucro recorde do terceiro trimestre, teremos de reduzir o valor da contratação de Ruben Amorim. E assim, a pílula não será tão dourada pois, como verificamos, os resultados operacionais continuam bastante negativos e por conseguinte, consomem os resultados extraordinários positivos de uma forma bastante rápida. Só após a divulgação das Contas Anuais, poderemos perceber melhor a opção da Administração da SAD em não reconhecer já os Gastos da Contratação da Equipa Técnica. Se os vão reconhecer ao longo do contrato, se os vão imobilizar, etc.. Não sendo as mesmas auditadas (procedimento normal, refira-se, no que concerne a estas contas trimestrais), desconhece-se o que a Equipa de Auditores Externos referiria sobre tal opção.

Ainda haveria muito para escrever e comentar (análise mais detalhada das principais rubricas de balanço, etc), mas não queria que este primeiro artigo depois de uma grande ausência fosse demasiado extenso. E durante o curto período que passou entre a divulgação dos Resultados e esta análise, optei por ressalvar mais a análise da vertente económica em detrimento da financeira.

Back for good, é o sentimento. E por agora me despeço de todos os fiéis seguidores do A Norte de Alvalade.

Saudações Leoninas,

O sempre vosso Tio Patinhas de Alvalade

Nota: o documento relativo à demonstração financeira em apreço pode ser lido na integra [AQUI]

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 113 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (17) Académica-SCP (1) Acuña (1) adeptos (98) Adrien (19) AdT (1) adversários (85) AFLisboa (2) AG (23) AG destitutiva (4) AG15/12 (2) AG2906 (2) Alan Ruiz (2) Alcochete 2018 (4) Alexander Ellis (1) alma leonina (60) ambição (10) andebol (38) André Geraldes (3) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (6) antevisão (41) APAF (13) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (6) arbitragem (96) Associação de Basquetebol (7) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (7) auditoria (5) auditoria2019 (1) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (8) basquetebol (2) Bastidores (72) Batota (20) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) blogosfera (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borja (1) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Brunismo (1) Bruno Carvalho (109) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (14) Bruno Fernandes (8) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (3) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carlos Vieira (1) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) castigo máximo (1) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (10) clássico 19/20 (1) clássicos (9) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (69) Comunicação Social (22) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) crise 2018 (38) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) Dar Futuro ao Sporting (1) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (44) Derby 2016/17 (1) Derby 2018/19 (2) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (29) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (3) Doyen (4) Duarte Gomes (2) e-toupeira (1) Ecletismo (66) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (20) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) eleições2018 (6) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (5) entrevistas (65) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) época 18/19 (2) época 19/20 (1) EquipaB (18) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (8) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) etoupeira (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (10) Feirense (1) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (29) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (93) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (4) futebol formação (2) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (28) futsal 10/11 (1) futuro (10) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (30) Gamebox (3) Gauld (5) Gelson (4) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (4) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (10) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (2) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) idzabela (4) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (6) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (6) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (2) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jordão (1) Jorge Jesus (47) Jorge Mendes (3) jornada 5 (1) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) Jovane (3) JPDB (1) Jubas (1) Judas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Keizer (12) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (14) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (8) Liga dos Campeões Futsal 2018/19 (2) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa 17/18 (1) Liga Europa 18/19 (5) Liga Europa 19/20 (3) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (20) Liga NOS 18/19 (15) Liga NOS 19/20 (13) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Luiz Phellype (2) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mathieu (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (43) Meszaros (1) Miguel Cal (1) Miguel Lopes (1) Miguel Maia (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (30) modelo (3) modlidades (2) Moniz Pereira (7) Montero (8) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (6) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (2) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (5) Nuno Mendes (1) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O FIM (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (4) orçamento clube 15/16 (1) orçamento clube 19/20 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) Patrícia Morais (1) património (2) patrocínios (6) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (12) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (4) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peseiro (6) Peyroteo (3) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) Plata (1) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (4) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) Portimonense (1) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) pré-época 18/19 (1) pré-época 19/20 (7) prémio (1) prémios stromp (1) presidência (2) presidente (5) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) Rafael Leão (1) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (18) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (12) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) rescisões (3) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (7) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (3) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Ruben Amorim (3) Rúben Amorim (2) Ruben Ribeiro (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (27) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) sessões de esclarecimento (1) Shikabala (2) Silas (6) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (22) Slimani (11) slolb (1) Soares Franco (1) sócios (19) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (4) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporar (1) Sporting (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (3) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Summit (1) Sunil Chhetri (1) Supertaça (4) Supertaça 19/20 (1) sustentabilidade financeira (46) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (3) Taça da Liga 18/19 (1) Taça da Liga 19/20 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (6) Taça de Portugal 18/19 (3) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tiago Fernandes (1) Tio Patinhas (4) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (94) treino (5) treinos em Alvalade (1) triplete (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) VAR (2) Varandas (17) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (7) Vietto (2) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (100) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) voleibol (2) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)