segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Varandas In: um ano


Estado de (des)Graça

Se há características que realçaria num ano ano de mandato de Frederico Varandas seria a coragem e resiliência. Coragem que começou por demonstrar quando saiu da sua área de conforto e resolveu apresentar a sua candidatura. Já depois disso teve que enfrentar ameaças físicas na AG de destituição. Foi aí que começou a viagem de um director clínico com boa imagem para a cadeira presidencial em permanente ebulição, contestação, instabilidade interna e um chorrilho diário de boatos, insultos e ódio. É preciso resiliência e convicção para permanecer num lugar em que é contestado por duas razões primordiais: por tudo e por nada. 

Frederico Varandas e a sua equipa viveram em estado de (desg)graça junto de uma oposição ruidosa praticamente desde o inicio do seu mandato até hoje. A isso não será alheio, alem dos factos acima aludidos, um processo eleitoral com um numero elevado de candidatos em que o vencedor ficaria quase inevitavelmente em minoria. Esse seria aliás o resultado contando o número de votantes,  o que por só já constitui um percalço importante.

A Herança
Um clube completamente fraccionado e com diversas feridas ainda em carne viva é herança pior do que todas as severas consequências desportivas e económicas de uma transição de poder traumática, motivada pela destituição de um presidente que, em menos de meio ano, viajou da quase unanimidade à destituição por quase dois terços dos votos. 

Não menos importante foi a situação económica a encher a agenda de emergências "para ontem", tais como 

um empréstimo obrigacionista cuja urgência havia sido trocada pelas "famosas" alterações estatutárias, 

ausência de receitas à altura da folha salarial agravada pelas intervenções da Comissão de Gestão.

Dividas em atraso a clubes e fornecedores, problemas de tesouraria com pagamentos a vencer
Um quadro de jogadores demasiado extenso e oneroso, com muitos dos seus componentes incapazes de significar qualquer mais-valia

Do ponto de vista desportivo à a realçar:

O plantel de futebol havia perdido valor face às saídas de quase todos os jogadores importantes, com excepção de Bas Dost e Bruno Fernandes

A escolha completamente desajustada  de um treinador (Peseiro)

Modalidades com equipas competitivas, com  bons quadros técnicos e bons planteis.

Acções importantes:

Emissão do empréstimo obrigacionista, apesar da oposição directa ou dissimulada de vários agentes, quer internos quer externos.

Resolução dos problemas emergentes de tesouraria através da titularização do contrato dos direitos televisivos.

Redução da massa salarial do plantel com a dispensa de elevado número de jogadores excedentários, num ajuste estimado de 1/3 do orçamento actual.

Reconstrução da estrutura do futebol profissional, com a contratação de técnicos de diversas áreas de intervenção.

Regresso a uma aposta racional na formação, que vai desde a aposta e investimento quer nas infraestruturas quer em capital humano.

Acordos com os jogadores que rescindiram mais valiosos. Perceber-se-à melhor a medida no próximo relatório e contas.

Pontos fracos

A comunicação tem sido o acto menos conseguido dos actuais órgãos sociais. Se dúvidas houvesse basta olhar e ver com atenção a última entrevista de Frederico Varandas para se perceber que, mesmo tendo melhorado o seu registo pessoal, continua muito mal assessorado, quase se podia dizer desprotegido. Só assim se percebe que uma entrevista gravada tenha deixado passar gafes que se poderiam ser aceites em discurso directo, são incompreensíveis quando gravadas pelo nosso próprio canal. Ou que esta tenha sido conduzida num local com ruído de fundo de obras. Um profundo amadorismo que belisca a reputação do clube.

A outro nível, a comunicação interna. É claro que uma falange importante nunca se reverá no acto mais simples ou feliz do actual presidente. E que outros há que, de forma dissimulada, lá vão deixando cair um sorriso, mas passam os dias a fazer contravapor, às vezes até com factos que não o são verdadeiramente. Mas é também altamente censurável  que os actuais órgãos sociais não saibam recorrer às ferramentas que têm à mão para se aproximarem dos associados. 

O silêncio sepulcral a que normalmente se votam cola-lhes a imagem de arrogância e indiferença e aproxima-os dos nossos antepassados croquetes. E por isso, como tudo na vida, mas particularmente na imagem, o que parece é. Sou tão critico deste comportamento como da anterior postura "barroca" do seu antecessor (ou deveria dizer bacoca?...) porque ambas, nos seus excessos, são prejudiciais ao clube. Sporting é um clube popular e vive das conquistas e da emoção. É tão mau viver permanente embriagado nela como viver sem ela.

Desportivamente, se é evidente que a actual direcção se saiu muito bem - e com um número de títulos ganhos pouco habituais nos últimos tempos, pese a conjuntura particularmente desfavorável que encontrou - não é menos verdade que a impressão deixada na preparação da época veio lançar muitas dúvidas sobre o planeamento feito e a qualidade das medidas tomadas. 

Se, como dizia acima, o que parece é, não é menos verdade que a última imagem anula a imagem de ponderação e acerto deixada na ida ao mercado em Janeiro. Mais uma vez o risco assumido é enorme e, aparentemente, desnecessário. Que outro entendimento se pode ter de um ataque ataque do avesso, sem contudo contar com um ponta-de-lança de raiz e com opções que expõem a estrutura e, em particular, o presidente? Não contar com um "6" de raiz é outro facto incompreensível. Esses dois factores anularam o impacto de duas boas vendas, aparentemente improváveis, como foram as de Thierry e Raphinha.

Nesta área, e para poder tratar da multitude de dossiers que lhe devem ocupar a secretária Frederico Varandas precisa de encontrar o seu Leonardo Jardim, bem como o seu Slimani...

O estado da (des)união

Ninguém dança bem o tango sozinho, se alguém presenciou uma tentativa do género percebe bem o que estou a dizer. Ora, como é dito acima, há quem nunca passe o risco - ou devo dizer a vala? - que os separa da actual direcção, o ódio expresso torna isso bem claro. A ideia de unir o Sporting é uma miragem ainda mais quimérica que a de um oásis no Atacama. Basta ver o isolamento a que foi deixado Frederico Varandas na festa de final da Taça e da frieza com que a generalidade da direcção foi tratada. Por culpa própria, como dizia acima, pelo distanciamento que se recusa a anular. Mas também porque há quem ache que para haver união é preciso esquecer o passado e até pedir desculpa e desculpar os seus intervenientes pelos actos que eles cometeram de forma dolosa e deliberada.

É um facto que a actual direcção tem de suportar todos os dias uma oposição feroz, encarniçada e muitas vezes desonesta. Alguns deles arengam há muitos anos nos mais variados fóruns. É um facto que alguns deles nem a cara dão, resumindo as suas acções a colar cartazes e esconder as trinchas. É um facto que muitos deles vivem da instabilidade que os próprios fomentam, porque senão não tinham as ofertas chorudas dos canais a engordar-lhes as contas bancárias. É um facto que muitos dos que aparentemente hibernaram ou emigraram para as fossas marianas voltaram agora cheios de atenção e energia, dando testemunho dos benefícios do descanso.

Mas é também um facto de que há muita gente desinteressada, que mais não quer do que o bem do clube e não há ninguém que esteja acima da critica. Frederico Varandas não pode cometer o mesmo erro que o seu antecessor: acantonar-se, à boa maneira da caserna, quando os inimigos o cercam. É triste constatar que de facto eles existem e na sua maioria vestem de verde e branco. Mas, para seu bem e sobretudo do Sporting, é bom que não se isole. É preciso ouvir sempre. Um bom sinal que poderia dar a todos era, por exemplo, desarmadilhar os estatutos das normas autocráticas deixadas pelo seu antecessor, o mesmo se aplicando ao regulamento disciplinar.

Há um momento para perceber quem está por bem e quem nunca estará, ainda que,  o Sporting vença dois títulos nacionais no futebol e seis europeus nas modalidades, ao mesmo tempo que sai de um processo de auto-destruição. Há quem o invejará para sempre. O Sporting também é isto. Mas é também muito o Sporting que se move e agiganta para impedir o rumo ao abismo. É com esses, a maioria, que Frederico Varandas tem de ir à guerra.

6 comentários:

  1. Muito bem!
    Está (quase) tudo aqui!
    SPOOOOORTING!

    ResponderEliminar
  2. Bom dia!

    Passem pelo meu blogue para ler e comentar o meu artigo "Seis jogadores dos sub-23 do Sporting à beira da equipa principal" (https://davidjosepereira.blogspot.com/2019/09/sporting-sub-23-liga-revelacao-goncalo-inacio-nuno-mendes-rodrigo-fernandes-matheus-nunes-tomas-silva-pedro-mendes-joelson-fernandes-bruno-tavares.html)

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. É um bom post, mesmo não concordando eu a 100% (mas concordo com a esmagadora maioria do que está escrito).

    Destaco pela pertinência o penúltimo parágrafo. A que acrescentaria algumas notas:

    1)Além de dever ouvir mais, Frederico Varandas deve perceber que nós precisamos de conhecer a estratégia, as razões das coisas. Perceber pelo menos que há uma estratégia.

    2)A união faz-se com ação e não com vitimização. Vais-me perdoar a franqueza, LdA, mas vejo esta Direção, como a anterior, a atirar mais para dentro do que para fora. Aquele ultimo dia de mercado foi terrível, mas a mim o que mais me doeu foi seguir-se a um sábado em que houve mais um roubo de pinheiro inacreditável. Um verdadeiro saque. Sem qualquer reação de quem parece mais preocupado com a "oposição" do que em defender o clube para fora (e eu sei que naquele sábado também existiram muitas culpas próprias - mas o desfecho sem saques se calhar seria diferente…). As pinheiras e xistradas estão ao rubro e não vejo qualquer reação de defesa de quem mais devia defender a instituição. O que é terrível… se essa reação tem existido, a minha reação aquele ultimo dia de mercado seria muito mais tolerante do que a que foi...

    3) Chega de mexer em estatutos e de termos AGs extraordinárias. Precisamos é de acalmia interna. Recomenda-se mais gestão e menos show off...até porque sabemos que Comunicação social isenta e com princípios deontológicos é chão que deu uvas. Nós tivemos a sorte de crescer com esses princípios mas é difícil explicar hoje a alguém com menos de 25 anos que um dia isso existiu...como é difícil explicar que um dia existiram estadistas a governar e juízes a fazer justiça neste país…

    4) Varandas tem de saber viver num mundo complicado. Pelas dificuldades internas e externas. Mas essa foi a situação que herdou. Por escolha própria porque ninguém o obrigou a candidatar-se. Portanto, o que espero dele é que tenha a capacidade para contornar essas dificuldades e em focar-se na união dos sportinguistas, que na minha opinião é condição essencial para o sucesso.

    5) Sabendo-se que a tarefa é hercúlea, sem ter os sportinguistas como escudo protetor, o insucesso é quase garantido. Varandas não tem de se preocupar com os senhores dos umbigos, nem com os senhores do sangue azul. Se unir o povo sportinguista, nós tratamos da linhagem do sangue azul por ele… mas para isso é essencial que fale conosco, que nos perceba, que seja mais combativo para fora em defesa do clube. Arrisco-me a dizer que essa foi a maior virtude de Bruno de Carvalho e o motivo porque chegou a ter tanta gente por ele. A forma não foi boa, como sabemos, mas o conteúdo continua a impor-se e torna-se urgente dar resposta a esse nosso anseio. No dia em que perceber isso, nós estamos cá para ele… Temos de perceber que não aceita que as toupeiras minem o chão da nossa sociedade sem combate...

    José Gomes (JG)

    ResponderEliminar
  4. "Frederico Varandas não pode cometer o mesmo erro que o seu antecessor: acantonar-se, à boa maneira da caserna, quando os inimigos o cercam." Eu acrescentaria que Varandas não pode encarar todas as críticas como ataques dos seus inimigos. Há quem, sem ser inimigo de Varandas, tenha dúvidas e reservas a algumas acções (ou omissões) de Varandas e da sua equipa, nomeadamente quanto à preparação da época desportiva no que ao futebol diz respeito. Naturalmente que essas dúvidas se adensam quendo vemos a equipa a jogar muito pouco ou a ser goleada pelos enacarnados. A reacção de Varandas deveria ter sido tentar corrigir o que estava pior. As acções da semana passada, no que concerne às contratações/vendas, parecem ter sido norteadas por critérios estritamente financeiros e menos pela necessidade de reforçar a equipa. O despedimento de Keizer era necessário e incontornável mas é improvável que Leonel Pontes venha a ter o sucesso do actual Técnico da Luz, que contou com um melhor plantel e o apoio da "Estrutura" a todos os níveis...Assim, a probabilidade d e um crescendo de contestação face a resultados desportivos negativos é elevada. Varandas terá que responder adequadamente, tomamndo acções positivas e sair do conforto do auto-elogio acerca do passado recente.

    ResponderEliminar
  5. Só li hoje. Nada a acrescentar. Mais uma análise brilhante. Obrigado e Saudações Leoninas.

    ResponderEliminar
  6. A propósito de mais um saque, ontem no Bessa, remeto para os pontos 2) e 5) do meu comentário acima. Vamos aceitar continuar a ser os sacos de pancada dos nos tempos das toupeiras com apito dourado?

    José Gomes (JG)

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários é de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 113 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (17) Académica-SCP (1) Acuña (1) adeptos (98) Adrien (19) AdT (1) adversários (85) AFLisboa (2) AG (23) AG destitutiva (3) AG15/12 (2) AG2906 (2) Alan Ruiz (2) Alcochete 2018 (4) Alexander Ellis (1) alma leonina (60) ambição (10) andebol (38) André Geraldes (3) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (5) antevisão (41) APAF (13) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (6) arbitragem (95) Associação de Basquetebol (7) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (7) auditoria (5) auditoria2019 (1) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (8) basquetebol (2) Bastidores (72) Batota (20) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) blogosfera (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Brunismo (1) Bruno Carvalho (109) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (14) Bruno Fernandes (6) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (3) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carlos Vieira (1) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) castigo máximo (1) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (10) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (69) Comunicação Social (22) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) crise 2018 (38) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (44) Derby 2016/17 (1) Derby 2018/19 (2) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (29) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (3) Doyen (4) Duarte Gomes (2) e-toupeira (1) Ecletismo (66) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (20) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) eleições2018 (6) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (5) entrevistas (65) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) época 18/19 (2) EquipaB (18) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (8) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) etoupeira (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (10) Feirense (1) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (28) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (93) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (4) futebol formação (2) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (28) futsal 10/11 (1) futuro (10) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (30) Gamebox (3) Gauld (5) Gelson (4) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (4) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (10) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) idzabela (4) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (6) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (6) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (2) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jordão (1) Jorge Jesus (47) Jorge Mendes (3) jornada 5 (1) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) Jovane (1) JPDB (1) Jubas (1) Judas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Keizer (12) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (14) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (8) Liga dos Campeões Futsal 2018/19 (2) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa 17/18 (1) Liga Europa 18/19 (5) Liga Europa 19/20 (2) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (20) Liga NOS 18/19 (15) Liga NOS 19/20 (4) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Luiz Phellype (2) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (43) Meszaros (1) Miguel Cal (1) Miguel Lopes (1) Miguel Maia (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (30) modelo (3) modlidades (2) Moniz Pereira (7) Montero (8) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (6) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (2) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (5) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O FIM (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (4) orçamento clube 15/16 (1) orçamento clube 19/20 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) Patrícia Morais (1) património (2) patrocínios (6) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (12) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (4) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peseiro (6) Peyroteo (3) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (4) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) Portimonense (1) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) pré-época 18/19 (1) pré-época 19/20 (7) prémio (1) prémios stromp (1) presidência (2) presidente (5) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) Rafael Leão (1) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (18) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (12) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) rescisões (3) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (7) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (3) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Ruben Ribeiro (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (27) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) sessões de esclarecimento (1) Shikabala (2) Silas (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (22) Slimani (11) slolb (1) Soares Franco (1) sócios (19) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (4) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (3) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Summit (1) Sunil Chhetri (1) Supertaça (4) Supertaça 19/20 (1) sustentabilidade financeira (45) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (3) Taça da Liga 18/19 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (6) Taça de Portugal 18/19 (3) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tiago Fernandes (1) Tio Patinhas (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (94) treino (5) treinos em Alvalade (1) triplete (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) VAR (1) Varandas (15) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (7) Vietto (2) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (100) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) voleibol (2) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)