domingo, 10 de novembro de 2013

Fel no fundo da Taça

Não gosto de desculpas como justificação para as derrotas. O resultado de um jogo de futebol é o produto de uma série de acertos e falhas de todos os intervenientes - treinadores, jogadores, árbitros - algumas vezes acompanhadas de momentos geniais, todos eles concorrendo para o desfecho final. Não podemos isolar umas ou outros para explicar um resultado conforme nos dá mais jeito sem com isso incorrer no mesmo método dos vulgares batoteiros. Ou passar os dias a falar de arbitragem quando se perde para, perante um final favorável, invocar aquilo e coisa nenhuma para contornar o óbvio.

Não fomos eliminados da Taça de Portugal por causa do árbitro. Estamos fora da competição por responsabilidade própria, por responsabilidade do adversário e, de forma insofismável, por consequência dos erros da equipa de arbitragem, em particular de Duarte Gomes. Porém, apesar do protagonismo que reivindicou, prefiro deixá-lo para o final da crónica.

O que não gostei

1-Obviamente o resultado. Deixa o sabor oposto ao experimentado  nos épicos 5-3, com os quais encontramos muitas semelhanças, em particular no caos táctico. Tal como então a partir de determinada altura, o papel do treinador deixou de ser relevante.

2- Dos nossos erros que, mais do que provocados pelo adversário, foram por nós concedidos e que contribuíram para dois dos quatro golos.

3- Das actuações de Rojo e Jefferson e da titularidade de Piris. Começando pelo fim creio que Cédric não merecia agora saltar da titularidade para a bancada, a menos que esteja lesionado. Gosto de ambos, julgo que Cédric vinha em crescendo de forma e actuações e Piris não fez melhor do que ele, embora tenha estado bem. Rojo fez-se expulsar de forma patética deitando por terra qualquer hipótese de mais uma reacção, a par dos habituais erros de posicionamento. Pouco ajudado por Jefferson, que deu demasiado espaço a defender e foi muito discreto a subir, demonstrando que a lesão tirou-lhe fulgor.

4- Das nossas dificuldades em grande parte do primeiro tempo em ter a bola, à semelhança do que havia sucedido no Dragão. Ou Jardim demora a encontrar o processo ideal ou os jogadores não estão a fazer o que ele lhes pede.

5- A reincidência em não conseguir controlar o jogo quando conseguimos alcançar, através da recuperação do resultado, um patamar para estabilizar o nosso jogo. Inadmissível sofrer dois golos quando acabávamos de empatar e a faltar apenas sete minutos para o intervalo.

6- A forma desconcentrada como se abordou o lance que redundaria no golo decisivo, em particular Patrício. Não me refiro à forma como sofre o golo mas ao que levou a ele. Quando a bola é lançada ele está completamente alheado do lance.

O que gostei

1- Das coisas que mais me custa ouvir durante um jogo da nossa equipa é acusações de falta de empenho dos jogadores. Se eles não quisessem não recuperavam resultados em campos adversos ou em casa, mesmo que depois nem sempre os mantenham. A explicação é obviamente de ordem técnico-táctica e há que reconhecer o mérito do adversário para que a nossa recuperação na segunda parte seja também vista como mérito dos jogadores e treinador.

2- Esta equipa tem sido um exemplo e merecido o entusiasmo e carinho que os adeptos lhe têm devotado. A forma como tem dado as mãos, respondendo colectivamente aos erros individuais extremamente penalizadores, tem sido notável. É preciso salientar que o adversário está agora no seu melhor momento da época.

3- Montero é um grande jogador e isso vê-se quando marca e até quando fica em branco. 

4- Slimani tem cumprindo o que dele se espera, marcando golos importantes.

5- Do "show de bola" dos nossos adeptos. Grande presença, muitas vezes calando ou fazendo-se ouvir por cima dos da casa.

O árbitro

Da escolha à reincidência em mais um relvado inclinado proporcionado por este árbitro haveria muito a dizer. Sobre este "senhor" direi que não é sequer a sua qualidade de benfiquista que me preocupa. Creio até que essa sua declaração é estratégica, meramente oportunista para desviar as atenções. Não creio que isso faça dele um elemento particularmente querido entre os seus consócios, um pouco à semelhança de Pedro Proença. Acontece-lhes o mesmo que às prostitutas de luxo ou da rua: quem as procura serve-se delas mas não as respeita.

Se considerarmos os clubes como pátrias desportivas encontramos no nosso futebol vários personagens que a si mesmo impõem a condição de apátridas, encostando-se  a quem pode influenciar a sua carreira, em particular a ascensão e manutenção a uma condição que proporcione notoriedade e, sobretudo, mais dinheiro. Como sempre é o vulgar "follow the money". Encontramos gente assim em muitos dos colegas de Duarte Gomes no quadro de árbitros a profissionalizar. Vamos profissionalizar a incompetência e a prostituição.


No que a nós nos diz respeito não faltam exemplos passados de actuações deste senhor que se tornaria fastidioso enunciar. De ontem ficam apenas 2 exemplos para clarificar o seu condicionamento quando tem que nos arbitrar:

- Em caso de dúvida decidiu sempre contra nós

- Nos casos substanciais e em larga medida até nas pequenas decisões errou sempre em favor do SLB.

Os lances que nos prejudicam são factuais. Mas o lance que o define como incapaz para a função é a forma deliberada como ignora o derrube de Luisão a Montero passado diante dos olhos. Não marcou porque não quis.

25 comentários:

  1. Uma boa análise. Gostei do jogo por ter sido disputado taco a taco e por, mesmo a perder por dois, a equipa ter dado sempre a ideia de que o assunto não estava arrumado. Não gostei de algumas actuações e de algumas opções. Cédric tem jogado bem e Piris jogou bem no Dragão. Tinha alinhado com os dois, já que me parece que Jefferson está abaixo do nível de antes da lesão. Ontem foi dos mais fracos. Rojo e Maurício deram muito espaço a Cardoso. Cardoso marcado mais em cima é vulgar com espaço pode ser letal. O meio-campo esteve deficiente na primeira parte. André Martins apenas tinha começado, a meu ver, a jogar bem quando saiu. Adrien na primeira parte perdeu muitas bolas, esteve atabalhoado. André Martins tinha recuado e estava a conseguir pautar o jogo da equipa quando saiu. Foi o período em que o Sporting estava a sair com a bola jogada e a empurrar o Benfica para trás. Montero é de longe o melhor jogador da equipa e um dos melhores da Liga. Não é apenas um enorme ponta de lança. Não terá perdido uma bola e quando recebe no meio de dois a sua cobertura e técnica é de tal forma que consegue sair a jogar. A forma como descobre Wilson Eduardo no golo é notável. Raramente uma bola por ele recebida é perdida. Slimani é eficaz para situações de recurso. Mané entusiasmou-me. Mostrou a irreverência e a classe dos grandes jogadores. Notável o passe a isolar Slimani que remata ao poste.
    Julgo que o problema está no centro do terreno no espaço entre os centrais e os médios. Há qualquer coisa que não funciona bem. Os dois centrais não me parece serem a melhor dupla e Wilson Carvalho é neste momento mais eficaz com a bola nos pés do que na fase da acção defensiva. Ainda não está ao nível do Matic que ontem jogou.
    Bom, há uns meses atrás seria improvável estarmos agora a lamentar uma eliminação desta forma na casa do nosso rival, com dois lapsos enormes do árbitro e com um frango do nosso capitão, que em duas ou três ocasiões esteve ao seu melhor nível.

    ResponderEliminar
  2. Em 2001foram campeões com Duarte Gomes...

    ResponderEliminar
  3. Houve mão do PDC só pode.

    ResponderEliminar
  4. Por residir no estrangeiro, vi o jogo pela televisão. Observei o seguinte:

    - O Sporting fez um jogão.

    - O Sporting jogou (como em muitos outros jogos) não contra 11, mas contra 14!

    - Escolher este árbitro para este jogo é gozar e querer humilhar o Sporting.

    - Não vi incompetência do árbitro, vi um árbitro sem vergonha e de forma descarada favorecer
    o clube do seu coração. Apitou o que quis, fechou os olhos ao que não quis apitar.

    - Vi um treinador sereno dum lado e um peixeiro do outro.

    - Vi uma equipa bem orientada (pese embora os erros), nunca desistindo dos seus objectivos

    - Ouvi na Sporttv, um relator e um comentador que quando o benfica marcava, até se ouviam na casa do visinho do lado, mas que quando era o Sporting a marcar, quase nem se notava que era golo! Até a minha mulher, que liga pouco a futebol, se apercebeu disso!!

    - Após o jogo, ouvi a análise ao jogo dos comentadores de estúdio, com um tal de Acácio a dizer "que com o jogo fantástico que acabava de assistir, não achava razoável que se falasse de erros de árbitragem". O outro (Pedro Henriques/slb) ainda salientou no inicio da análise (apenas) 1 penalty mas rápidamente deixou de ser um assunto relevante, como tampouco o será nos próximos dias na comunicação social portuguesa, pintada de vermelho e azul...Se o que aconteceu ao Sporting, tivesse acontecido à "equipa do pásso em cima duma roda de bicicleta" (como dizia à dias o Javardeiro), Ui! As primeiras páginas dos jornalecos vermelhos seria: "Roubo na luz" "Arbitragem escandalosa". Achei incrivel a primeira página no papel higiénico que está transformada ABola, em que só se vêm jogadores do benfica!! Gozam-nos quando e como querem!

    -Creio ser altura para por estas bestas no lugar, nem que seja a desdentá-los no colombo ou noutro sitio qualquer ou com umas ciladas à moda antiga. Estou certo que enquanto esta máfia prevalecer (máfia azul e máfia vermelha ou do norte e do sul, como queiram) o Sporting será sempre o coitadinho e o ceguinho em que todos batem quando querem e lhe apetecem.

    O Sporting perdeu este jogo. Fica para a história o resultado, os golos e especialmente o lance infeliz de Patricio, serão esquecidos outros três intervenientes "candidatos a apito dourado do ano", que contribuiram directamente para o desfecho final - os árbitros da partida!

    O sistema continua de vento em popa!!

    SL

    ResponderEliminar
  5. Foi um grande jogo que tive o prazer de presenciar ao vivo. Fabuloso ambiente na Luz! Acho que temos, de longe, a melhor massa adepta em Portugal. Incansável o apoio à equipa, quase sempre atrás do resultado.

    Duarte Gomes teve obviamente influência no resultado. É, sempre foi, um arbitro arrogamente incompetente. Quanto tempo mais é que arbitros como Olegários, Capelas e Duarte Gomes apitarão? Estes jogos na Luz estão a ficar demasiado parecidos com os jogos nas Antas na década de 90, tal o medo de apitar contra a equipa da casa a condicionar estes fracos espiritos.

    Lda, levanto só uma questão: Não estará o Mané ainda muito verde para a equipa principal? Não serão, nesta altura, muito mais jogadores (com um maior conhecimento do jogo) o Esgaio e Iuri Medeiros? Creio que o primeiro podia já estar a trabalhar com a equipa principal e Mané estar a evoluir na equipa B.

    Ps- Este blog aceita comentários de benfiquistas e portista. No setor 32, blog que até tinha em boa consideração, foi apagado um comentário meu em que o máximo que fiz foi chamar patetas aos lampiões que comentam a arbitragem deste fds com ironia. Também a este nível há diferenças.

    ResponderEliminar
  6. Pois, a forma como um post com tantos "factos" esquece a influência de Duarte Gomes no vosso título de 2001 é, sendo simpático, desonesta... Ou estão esquecidos como Jardel saltou sozinho e caiu sozinho a 2 metros de Duarte Gomes (esse "benfiquista"), sem ninguém à sua frente, e marcou o penalti mais ridículo que alguma vez me lembro de ter visto?

    Ou então o facto de no 4º golo haver um penalti claro sobre Luisão, que não foi marcado?

    Ou então o facto de Montero, nesse suposto penalti, ser supostamente atingido no peito, e queixar-se da perna?

    Podíamos aqui até ser mais parvos, e referir todos os jogos que ganharam este ano (o tal em que não vos deixam fazer melhor) com fora de jogo de Montero... Mas pronto, acho que já chega.

    Parabéns pelo excelente jogo, mas tenham vergonha na cara!

    ResponderEliminar
  7. Oh meu amigo...
    Como adepto sportinguista, até gostei bastante da sua análise. Tinha que pôr os pés pelas mãos no fim, como é habitual nos nossos caros adeptos.
    O Sporting não perdeu por culpa do árbitro. Perdeu por culpa própria.
    Tal como o Benfica não sofreu por culpa do árbitro, mas por culpa própria.

    No lance que refere entre Luisão e Montero, como foi já visto e revisto em repetições, e como se viu em pleno directo, não há um erro do árbitro a favor do Benfica. Há um erro do árbitro a favor do Sporting. Montero entra com a sola da chuteira, pitons, portanto. Jogo perigoso passível de falta e possível cartão amarelo para o jogador do Sporting, segundo as regras do futebol. O árbitro, ao ordenar o lançamento de linha lateral favorável ao Sporting prejudicou o Benfica, porque deveria ter assinalado a falta correspondente.
    Podemos, sim, queixar-nos de uma possível mão do André Almeida na área do Benfica, mas mesmo essa é igualada por um corte com o braço do Piris na área do Sporting poucos minutos depois.

    Não podemos sequer queixar-nos do árbitro em relação ao cartões porque, havendo alguma justiça, o Rojo mal tinha sequer jogado na segunda parte e provavelmente nem ao prolongamento chegávamos. E, falando do Rojo, perdoou uns quantos amarelos aos nossos jogadores à medida que não o fazia aos jogadores do Benfica. Caso do William, que se tem visto o cartão quando deveria, iria jogar extremamente condicionado até ao final do jogo para não correr o risco de ser expulso.

    Vendo bem as coisas, até prefiro que o resultado tenha ficado assim.
    No próprio lance do golo do Luisão (ou frango do nosso São Patrício?), a decisão correcta seria a marcação de uma grande penalidade e não a validação do golo.
    O marcador de grandes penalidades do Benfica é o Cardozo, sabes?
    Se o árbitro tivesse sido justo, teria assinalado o penalty a favor do Sporting pela mão do André Almeida e dois penalties a favor do Benfica, pela mão do Piris e no lance do golo do Luisão.
    Corria-se, portanto, o risco de o jogo chegar ao fim com uma "manita" do Cardozo. Isso, sim, seria demasiado humilhante para o nosso Sporting.

    Não temos que nos queixar do árbitro. Temos, sim, que nos queixar de nós próprios. Da imensidão de erros do Rojo. De o nosso São Patrício ter aberto o aviário na hora errada, mesmo apesar do grande jogo que fez até aí.

    Temos uma equipa jovem, em formação, que luta e dá a cara enquanto pode. Não podemos pedir-lhes mais. Mas também não podemos cair na infantilidade de culpar o árbitro pela nossa derrota. Aliás, nós próprios já considerámos "hipocrisia" falar de arbitragens e, tirando as pálas dos olhos, não podemos sequer falar nelas porque temos telhados de vidro, e vidro bem fraco. Eu conto 4 golos do Montero irregulares. Um deles que nos ajudou a roubar pontos ao nosso eterno rival. Onde está a nossa moral para falar de arbitragens?

    Temos que deixar de ser hipócritas, tirar as pálas dos olhos.
    Temos que ver que, depois de uma época como a passada, demos um salto enorme.
    Temos uma direcção forte e uma equipa técnica competente.
    Temos que ver que estamos no bom caminho e é nele que devemos seguir e não cair no erro de entrar em desculpas patéticas.

    E assim me retiro.
    Continue com o bom trabalho no blog.

    Saudações cordiais e Sportinguistas.

    JL76

    ResponderEliminar
  8. O Sporting perdeu porque tem Rui Patrício na baliza, o resto é cantiga

    ResponderEliminar
  9. O melhor argumento é dizer que o Benfica foi prejudicado porque o arbitro validou o golo do Luisão...quando devia ter sido penalty. Extraordinário. Mas o lançamento do Sílvio para a área ter sido ilegal isso não interessa nada.

    Foi um grande jogo com tudo...emoção, golos, pormenores de classe (Cardoso e Gaitan são craques!), erros defensivos...e a mão do árbitro com influência.

    ResponderEliminar
  10. JL76, a mim não me enganas lampião!

    ResponderEliminar
  11. Pelos vistos a Aliança com a vizinhança correu mal,é o que dá confiar nas gayvotas embaixadoras da verdade desportiva na 1ª oportunidade tóma lá morangos e sem vaselina.

    ResponderEliminar
  12. tenho de discordar de 2 pontos do que o Leao de Alvalade nao gostou...
    1o - piris, independentemente de cedric estar lesionado ou nao, Piris ofereceu/oferece mais cultura defensiva do que Cédric e nao foi por ali que o SCP perdeu, tendo Gaitan que fugir para o meio onde fez mais estragos, devido ao nao acompanhamento do lado direito, que devia ter sido dado pelo W. eduardo...
    2o - relativo ao Jefferson, penso que na 1a parte Jefferson e Adrien, sofreram o facto de Capel, (tal o Wilson no lado contrario), nao ter feito a devida cobertura defensiva, que viria a melhorar com a entrada de Carrillo...

    um áparte para o JL76:
    já vi o teu post noutro blog, e o queria dizer é o seguinte:
    nos psots do SCP, nao precisas de te disfarcar para os teus comentarios serem aceites..deve-te ter doido imenso assinar com esse nick, portanto para a próxima, assume o que és e nao tentes fazer dos outros parvos...(até porque nao pertencemos ao teu clube...)

    Fernando Silva

    ResponderEliminar
  13. LdA, não sei se já estou em condições de comentar o jogo mas vou tentar.

    É impossível quais quer outras equipas do futebol nacional criarem aquilo que nos foi dado a viver no sábado, aquilo é derby no seu mais magnifico esplendor, desporto, futebol e magia de mãos dadas num retângulo de relva com atletas que deram todos os pingos do seu talento e esforço a um estádio cheio e um país em suspenso de olhos pregados num televisor.

    Inesquecível!

    No post, mais um, que não consegui acabar falava de um jogo de heróis é isso um derby a eliminar, uma reunião do Olimpo onde se consagram heróis. Sábado coroou um acima de todos os outros, Cardozo, a nossa besta negra. Mas o Sporting não se vergou ao herói, nem ele brilhou sem fantásticos escudeiros, foi combate tremendo, olhos nos olhos sem ninguém ceder um milímetro que o outro não conquistasse.

    No final do tempo regulamentar o marcador dava justiça salomónica, 3-3, mas tinha de existir um vencedor, que injustiça...

    O lance que dita o resultado final é patético, surreal, como também só um derby sabe fabricar, um dos nossos heróis, Patrício, cai por terra e fica marcado como vilão, que pena e que desilusão. O fim daquele espetáculo deveria ser também ele épico, um remate de 20 metros com uma defesa em voo a bater na barra e finalizado de bicicleta na ressaca por Gaitán, ou outra anormalidade épica qualquer. Ninguém merecia aquele desfecho.

    Agora é lamber as feridas e reunir as tropas para conquistar Guimarães.

    ResponderEliminar
  14. Passei por aqui e decidi comentar porque não me parece justo que se diga que o árbitro só errou a favor do Benfica. Por exemplo, no lance que antecede o livre do primeiro golo, se o jogador do Sporting não tem travado o André Almeida este ficaria isolado na cara do Rui Patrício devido à tabela do Cardozo. É incompreensível que o árbitro não tenha mostrado um cartão amarelo ao jogador do Sporting. Há um outro lance em que o Sílvio não está fora de jogo e centrou para o Cardozo que estava completamente sozinho à frente ao Patrício. O árbitro assinalou fora de jogo. Quem foi beneficiado? E houve várias faltas dúbias que as cores dos olhos do simpatizante fazem pender o julgamento para um dos lados. Os primeiros cartões amarelos que o árbitro mostrou foi a jogadores do Benfica quando tinha perdoado aos jogadores do Sporting. O fora de jogo do cardozo no 3.º golo é perfeitamente admissível (a propósito, já tiveram ocasião para verificar o primeiro golo do Sporting, quando do passe para o Chapel? A SportTV fartou-se de dar repetições sobre a posição do Montero, mas nunca repetiu o instance do passe para o Chapel). Vi algumas decisões serem mal decididas a favor do Sporting e outras mal decididas a favor do Benfica. O lance do Montero com o Luisão depende dos olhos do simpatizante. Se é verdade que o Luisão atinge o Montero, também é verdade que o Montero vai com o pé por cima do pé de Luisão e o árbitro poderia ter assinalado pé em riste. Como digo, é daqueles dúbios, mas aceito que os sportinguistas achem que é penalti. O lance que é mais concensual é o penalti do André Almeida. E eu, apesar de benfiquista não gosto que este tipo de lances não sejam marcados. Sei como me senti quando no último Sporting-Benfica o Cardozo sofre uma gravata na área do Sporting e o árbitro ignorou. Os árbitros não podem ignorar lances destes; têm que os marcar. Mas o Porto controla isto tudo. Reparem neste pormenor: o Benfica é geralmente beneficiado nas taças de Portugal e nas taças da Liga. E porquê? Obviamente para ser prejudicado à fartazana no campeonato. Assim colocam-se mais jogos em cima das pernas dos jogadores do Benfica, há mais receitas para a Liga e para a FPF e faz-se a compensação da arbitragem dos jogos do campeonato. Vejam a Liga da Verdade do Record, o jornal dos sportinguistas. E já agora registem esta: no próximo jogo Benfica-Sporting para o campeonato o Sporting vai ser beneficiado. Isto são jogadas de bastidores que interessam ao clube currupto. Sabem que há cerca de 30 anos o José Maria Pedroto veio oferecer-se para ser treinador do Benfica e do Sporting e que estes clubes não aceitaram porque ele exigia uma quantia em dinheiro para pagar aos árbitros? Ele foi treinar o Porto. É esta mentalidade que lá está instalada há 30 anos a beneficiar um clube e a prejudicar os clubes de Lisboa. Até ao ponto de eu ter visto o Jorge Gabriel ter dito que se o Sporting tivesse eliminado o Benfica seria um Tomba-Gigantes. Acho que isto é humilhante para o Sporting. E reparem que não é o Benfica que tem impedido o Sporting de ganhar campeonatos e de se ter tornado num clube pouco influente. Nas alianças com o Porto o Sporting tem sido prejudicado.

    ResponderEliminar
  15. Fdx... Até o ROC comenta no "ANorte": Chapel? Quem é o Chapel?

    Ele há com cada cromo...

    Eh páh, independentemente dos nossos erros, houve roubalheira (mais uma) e da grossa do Duarte Lampião Gomes.

    Eles bem tentam inventar merdices cagadas... Enfim... Vamos a factos:

    O 3.º golo do Cardozo em fora de jogo e os penalties (para mim o primeiro é indiscutível e o segundo, apesar de eu achar que não é, tb deveria ser marcado a ter em conta o registo histórico de lances semelhantes do lampião do apito de serviço...) já estão mais do que debatidos.

    Mas ainda há mais lances capitais deficientemente ajuizados pelo apaf nojento...

    O lance que marca RP (o frango que dá o 4.º golo do benfica) é precedido de irregularidade. O Sílvio levanta o pé direito no lançamento e por isso este é executado de forma ilegal!...

    Abç e SL, LdA!

    ResponderEliminar
  16. qual é a parte que esta gentalha benfiquista não percebe?Facto 1 : houve erros próprios, facto 2
    o Benfica , objectivamente, têm melhores jogadores que nós,facto 3 apesar disso houve 2 penalties a nosso favor.Todos estes factos existiram e fizeram parte do jogo e não podem ser vistos isoladamente, só porque foi um jogo que irá ficar para a história.

    ResponderEliminar
  17. Dos 4 golos do Benfica 3 são irregulares:
    O primeiro resulta de uma falta mal sinalada à entrada da área do Sporting pois o árbitro já tinha dado a lei da vantagem sendo que a bola seguiu em condições para um jogador do Benfica que depois erra o passe.
    Outro está fora de jogo, apesar de por pouco e do erro não ser particularmente censurável.
    O último é irregular pois devia ter sido assinalado penalti porque na área não há lei da vantagem. O árbitro quando viu a bola a entrar já não assinalou o penalti.

    ResponderEliminar
  18. Virgílio, cito de cór a primeira regra da política : não acredites em nada até ser oficialmente negado!

    Pela necessidade absoluta de negação que vejo na Lampiósfera só posso concluir fomos roubados de tal maneira que nem eu imaginava... Fazem um jogo monstruoso e a preocupação é branquear o Boi de serviço... Reles!

    ResponderEliminar
  19. O post diz tudo e é difícil (nem quero!) encontrar algo para para contrariar.

    Os "Não gostei" são muito claros e é aí que vou dizer algo.
    - O Sporting se marca 3 golos, não pode perder o jogo;
    - Mas continuará a perder se, na defesa, mantiver o quarteto formado por Gil Baiano; Gladstone; Torsiglieri; Vinícius;

    Miséria...

    O caso Cédric pode tornar-se psicológico e de depressão. Se o jogador já se sentia assim pelo desprezo de Bento, fez-se bem em tirá-lo do jogo. Se, por outro lado, estava só raivoso por essa injustiça, então Jardim (sem motivo, porque Cédric tem estado muito bem e nunca inferior a Píris), colocou um prego muito difícil de tirar no caixão de Cédric.

    ResponderEliminar
  20. Eu sempre disse, que quando eles fossem profissionais seria pior. Ontem todo o mundo viu, as televisões mostraram e os jornais dão noticia do jogo da VERGONHA! Um golo em fora de jogo e dois penálties por marcar contra os lampiões! Os apitadores não nos deixam ganhar no galinheiro. Já à muito que os lampiões são os donos do SISTEMA, custou mas conseguiram...Não deixa de ser curioso que em 2 jogos na luz - o da época passada com Capela e este para a Taça - o Sporting foi espoliado em 5 penalties e um golo em fora de jogo, isto foi reconhecido pela grande maioria dos Jornais, Rádios e TV. Dava para entrar no Guiness!... PS- Se um jogador pisa a linha lateral ou entra no rectângulo de jogo num lançamento de linha lateral é falta. O que aconteceu no 4º golo do Benfica. Mais uma...

    ResponderEliminar
  21. LMGM,

    Se os lampiursos até já produziram um comunicado sobre o assunto, é oficial o roubo.

    A última vez que vimos isto foi na célebre Taça Lucílio. Aquela do penalti ridículo. Ia dizer que este era dos penaltis mais absurdos que tinha visto, mas parece que esse título só serve para o penalti do Jardel em 2001, e que deu o título ao Sporting. Engraçado que sempre que me lembro dessa temporada, não me lembro de o Sporting discutir o título com o SLB, nem me lembro de só ter acabado com um ponto de vantagem sobre o Boavista. Até me lembro de quão bonito foi o penalti assinalado a favor do SLB nesse jogo, e que deu o 1-0.
    Mas em 2005 lembro-me de como o ET do Luisão marcou um golo decisivo frente ao Sporting, e outra equipa foi campeã. Ah, e nesse ano também me lembro do teatro do João Pereira. Epá... mas isto sou eu.

    ResponderEliminar
  22. JPDB,

    Esse penalty do Jardel vai-nos perseguir para sempre. É claro que o 1-0 do Benfica nesse jogo é uma vergonha, tal como foram os agarrões ao Jardel na 1ª parte, dentro da área, que passaram em claro.
    É daqueles mitos urbanos... É esse lance e uma defesa que o Ricardo fez dentro da baliza, contra o Leiria e o golo do Vuk no Rio Ave, para a Taça da Liga (que não serviu de nada porque já estávamos classificados).
    Mas quando eles se lembram dos nossos benefícios é sinal que são poucos.

    ResponderEliminar
  23. Claro que esse voo do Jardel em nada se compara a este do Karadas (contra o Estoril - Estoril, esse clube que deu tanto ao SLB nessa época de 2004/2005...)

    http://www.youtube.com/watch?v=p7kX2WXudfU

    ResponderEliminar
  24. Malta...

    Como eu me lembro desse jogo do penalty sobre o Jardel (estava num casamento dum colega, por acaso tb sportinguista)... O primeiro penalty, que favorece o slb, é ainda mais Vergonhoso! uma suposta mão do Beto... Há um remate à queima, que o Beto tenta interceptar esticando a perna... A bola bate-lhe na coxa e ressalta para o braço, com ele de costas e sem ver a trajectória da bola (as repetições são claras)... O Dartinh lá viu a mão que ontem não observou no André Almeida. Aquele cérebro só vê mãos em defesas que não equipem de 'encornado'.. Algum trauma pessoal...


    Outro "roubo" que o Sporting foi beneficiado... O lance contra o União de Leiria com o Ricardo a tirar a bola bem dentro da baliza) tem origem num fora-de-jogo gritante que trem sido sistematicamente ocultado pela CS burmelha... OSão assim os erros gritantes que nos favorecem!!! Em 1o-15 anos os exemplos que nos dão são sempre os mesmos. Nós nem precisamos de sair do presente ano... Dois jogos na Luz, duz roubalheiras históricas!


    JPDB:

    Realmente o ROUBO é Oficial. Já motivou comunicado da lampionagem... Acabou a discussão! :)


    CantinhO:

    Esse lance do Karadas faz parte do maior andor que o futebol alguma vez assistiu... Chegava a ser cómico se fosse isolado, mas não foi... O Italianmo ainda hj não sabe como conseguiu ser campeão e poz-se logo na alheta...

    ResponderEliminar
  25. Mts erros ortográficos... (q se lixe, não estou com pachorra para emendar) :)

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (2) arbitragem (90) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (69) Batota (17) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (13) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (42) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (1) play-off (1) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (1) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (1) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (4) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (97) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)