segunda-feira, 11 de maio de 2015

O alarme no pavilhão e o castigo da UEFA

Pavilhão
Foi com surpresa que fomos confrontados com a noticia da ruptura de contrato entre a empresa construtora a quem foi adjudicada a obra, a Somague, e o Sporting. Os motivos aduzidos pelo clube - aumento injustificado dos custos - parecem-me pertinentes. Falta ainda ouvir o que tem a dizer sobre isto a construtora, uma vez que o próprio clube admitiu no comunicado que havia trabalhos não previstos inicialmente, tais como ar-condicionado, acréscimo de balneários, acessibilidades para pessoas com dificuldades motoras, tabelas electromecânicas de basquetebol e alteração aos campos de futebol. 

O diferendo esteve, ao que percebi, nos valores propostos pela empresa para a realização daqueles trabalhos, tendo o Sporting, depois de consultada a FICOPE, empresa responsável pela gestão do projecto, não concordado com as condições propostas. A referida empresa entendeu que as verbas pedidas eram exageradas (618.900+IVA), tendo sido decidido entregar a obra à empresa Ferreira Build Power, a segunda classificada no concurso. Esta aceitou a realização das obras consideradas adicionais por cerca de metade do preço (297 mil+IVA).

Algumas considerações:

- Truques de acréscimo de preços por obras não orçamentadas em empreitadas são muito comuns. Aliás, a desorçamentação dos custos totais nos lançamentos de obras são o truque mais utilizado para justificar quer social quer politicamente grande parte das obras que se realizam neste país, porque quase ninguém se dá ao trabalho de saber qual o seu custo final. Não parece que seja este o caso.

- Até que se saiba mais sobre este caso, e se o agora sucedido foi tentativa abusiva de adulterar o que havia sido negociado previamente, a razão está do lado do clube.

- Há no entanto uma implicação directa imediata que é o facto daquele que tinha sido considerado o melhor projecto e com as condições mais favoráveis ter sido substituído pelo que tinha ficado em segundo lugar, por isso aparentemente não tão bom nem tão favorável.

- No custo final da obra não haverá diferença significativa no seu custo final uma vez que a obra adjudicada à Somague tinha o custo de 7,2 milhões inicialmente previstos e que ficaria no final, acrescentando os valores pedidos pela empresa para os trabalhos adicionais, em cerca de 7,8 milhões. Ora a Ferreira Build Power apresentou uma proposta de 7,5 milhões o que, acrescidos dos 297 mil euros pretendidos para execução do campo de futebol de 7, muros de suporte e tabelas de basquetebol, aquele valor é praticamente igualado.

- Fica então a pergunta: vale a pena ficar com o projecto e obra do pavilhão que não tinha sido considerados nem o melhor nem mais favorável  por uma diferença de verbas tão pequena, atendendo a que estamos a falar de uma obra de uma geração, ou até talvez mais?
- Qual foi o critério primordial para adjudicação: a qualidade do projecto, o preço ou a conjunção de ambos? Vale a pena lembrar os erros cometidos aquando da construção do estádio e o seu resultado?

- Não menos importante parece ser de salientar que, à altura do lançamento da primeira pedra, não havia contrato assinado nem projecto aprovado, e que a obra continua sem orçamento aprovado para a sua realização. Contudo a data prevista para o inicio das obras é o próximo mês.
Nota: Já depois de publicado o presente post tomei conhecimento do comunicado da Somague sobre a matéria em apreço, cujo conteúdo, sucintamente, remete para o clube as responsabilidades das alterações ao acordado para o clube dizendo que "pretendeu o Sporting considerar abrangido no preço da proposta trabalhos nela não constante e surpreender a Somague com a decisão do termo das negociações após todo o trabalho efectuado" (n.d.r elaboração dos projectos de arquitectura, escavação, contenção e estrutura de betão armado). Está assim aberto mais um novo contencioso.

Castigo UEFA
Face aos resultados financeiros de todos conhecidos (43 milhões de passivo em 2012/13) impendia sobre o clube a possibilidade de um castigo da UEFA a propósito da célebre lei do fair-play financeiro. Esta lei é necessária, atendendo ao objectivo principal de fazer com que os clubes gastem de acordo com as suas receitas. 

Porém ela contém alguns anacronismos que protegem os clubes mais ricos e que diferem do modelo associativo, como são a maioria. Um clube com um dono rico gasta mais do que tem, pelo menos enquanto este injecta capital, mas a UEFA não parece estar preocupada com o que acontecerá no futuro, caso um desses donos se canse de brincar aos clubes. 

Sem sentido nenhum é a possibilidade de existirem penalizações pecuniárias sobre os clubes que a própria UEFA reconhece estarem em dificuldade financeira. Será esse o caso do Sporting caso falhe num futuro próximo as condições que foram agora impostas, isto é, que "o Sporting não consiga um resultado positivo no actual exercício de 4,9 milhões de euros, necessário para atingir o limite de défice de 30 milhões de euros do conjunto das 3 últimas épocas."

Há ainda um aspecto nesta matéria que me parece merecer reflexão. Os resultados acima invocados e a possibilidade de um castigo pela UEFA ainda hoje condicionam a forma como se pensa ser a melhor estratégia para o clube que renovações de jogadores importantes como Carrillo trazem novamente à ordem do dia.

Ora o Sporting para melhorar a sua competitividade tem tido, entre outros, dois problemas facilmente identificáveis e que, sem a sua resolução, o impedirão de, realisticamente, almejar mais do que tem conseguido: 

- O Sporting tem revelado enorme dificuldade em diversificar as fontes de financiamento e de obtenção de receitas que o aproximem mais, mesmo que não da totalidade, das dos seus rivais.

- O modelo até agora seguido de contratar muitos jogadores baratos, oriundos de campeonatos tidos como emergentes, não tem sido muito eficaz em aportar valor ao plantel, sem o qual se torna difícil de competir ao nível dos rivais.

22 comentários:

  1. Faça a si próprio a seguinte pergunta autor: olhando para este projecto, tratando-se de um pavilhão com TRÊS MIL lugares e ainda mais campos de jogos, acha que aquilo tudo custaria só "7,2 milhões" ou 7,5 milhões de euros? Eu não.

    O esturro começa logo aí, e se a Somague apresentou os valores que o Sporting queria para ganhar a obra e depois começou a subi-los, qual é a admiração? Qual é a construtora que faz uma obra para dar prejuízo? E daqui a uns tempos será a Ferreira e fazer o mesmo, e como é um empreiteiro do Porto, depois virá a criançada com outra teoria da conspiração por ser uma construtora do Porto, logo quer "entalar" o Sporting.

    Você devia era perguntar se este processo tem algum cabimento. Nunca vi tanta "moda nova" junta, mas deve ser devido à "experiência" do Bruno de Carvalho enquanto "empresário da construção civil". Mas a culpa é do Godinho Lopes, avanço já para poupar trabalho. E por último, acredito no novo pavilhão quando o vir acabado.

    ResponderEliminar
  2. Mais uma frente de batalha aberta, nesta espécie de guerra global que o SCP promove... O que vale é que os nossos recursos são ilimitados!...

    http://www.somague.pt/site/shownews.asp?lg=pt&idn=885

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma vergonha. Até com o pavilhão o trafulha do Bruno de Carvalho mete água.

      Eliminar
    2. Por falar em água, como está o caso dos barcos que o Godinho alugou à Expo?

      Eliminar
    3. "Por falar em água, como está o caso dos barcos que o Godinho alugou à Expo?"

      Aí estão eles a falar no Godinho Lopes. É tão certo com'a morte! HAHAHA

      Eliminar
  3. LdA,

    A questão a por é: Que acontece ao clube se TAS der razão à Doyen e Somague vencer processo que indica ir colocar?

    ResponderEliminar
  4. Sobre o Pavilhão parece-me um caso típico do "oportunismo" das grandes empreiteiras da nossa praça que, à imagem do que fizeram no país em que em obras publicas derraparam mais do que o inicialmente era previsto. Não obstante da parca informação existente do ponto de vista técnico vai ser um diferendo que a Somague terá com o SCP igual a outras tantas que já teve na sua história por situações análogas...é só fumaça por agora.

    Sobre o castigo da UEFA, fica então factual (tantas vezes apregoados por muitos dos que aqui comentam) o estado que estava a "bandalheira financeira" e de como ficou o Sporting Clube de Portugal antes desta direcção ter tomado posse. Fora esta questão,que para os pró-BdC é a razão de todos os males e para os anti-BdC são as "desculpas do costume", lá vamos nós contar tostões para ver se conseguimos ter um lucro de 4,9M€...o costume portanto.

    Depois queremos negociar Carillo's e contratar "trutas"...não há dinheiro...não há palhaços

    Noddy

    ResponderEliminar
  5. Caro LdA,
    Parece-me que há aqui alguma confusão quanto aos argumentos apresentados pelo Sporting para a ruptura com a Somague.
    Digo isto baseado no seu post e no comunicado (e anexos) do clube, que são as minhas únicas fontes de informação.
    O LdA afirma: “o próprio clube admitiu no comunicado que havia trabalhos não previstos inicialmente, tais como ar-condicionado, acréscimo de balneários, acessibilidades para pessoas com dificuldades motoras, tabelas lectromecânicas de basquetebol e alteração aos campos de futebol”
    Contudo no comunicado é referido que o ar-condicionado, as acessibilidades para pessoas com dificuldades motoras e outros trabalhos são parte integrante do projecto (e valor) adjudicado, não entendendo o clube que haja lugar a custos adicionais para a sua realização. A Somague pretendia trabalhos a mais de 287.000€.
    O acréscimo de balneários exteriores, alteração dos campos de futebol e tabelas electromecânicas são reconhecidamente trabalhos adicionais, tendo o clube pedido orçamento para tal. A Somague apenas apresentou cotação para as tabelas, de 331.900€, faltando a cotação para o restante (ao contrário do que menciona o LdA).
    Ao retomar as negociações com a Ferreira BP, esta admitiu e aceitou incluídos os trabalhos que a Somague considerava não incluídos, aceitando o valor de adjudicação pelo qual a Somague ganhou o concurso (penso que a proposta final da Ferreira BP seria da ordem dos 7.500.000€). Além disso, cotou as tabelas electromecânicas e as alterações nos campos de futebol em 296.962€, valor abaixo do cotado pela Somague por apenas parte do fornecimento.
    Fazendo contas, a Somague pretendia os 7.200.000€, a que acresciam 287.000€ por trabalhos que o Sporting considerava incluídos, a que acresciam 331.900€ pelas tabelas, a que iria ainda acrescer um montante pelas alterações dos campos de futebol. Portanto: 7.828.900€ mais alguma coisa, pelos trabalhos não cotados.
    A Ferreira BP realizará os trabalhos pelo valor firme de 7.496.692€ (abaixo do valor da sua proposta a concurso, englobando ainda os trabalhos a mais das ditas tabelas e da alteração dos campos exteriores.
    Importante nisto tudo é que pelos vistos a Somague queria abandonar o modelo de “chave na mão” que sempre foi considerado neste projecto.
    Portanto, há uma diferença significativa (superior a 300.000€ com possibilidade de aumentar, um valor com a mesma ordem de grandeza da diferença entre o vencedor original do concurso e a segunda proposta), a que deve acrescer a alteração da modalidade “chave-na-mão” do projecto, que, na minha opinião, seria razão suficiente para a anulação da adjudicação, mesmo sem as divergências técnico-económicas entretanto surgidas.
    Quanto aos méritos de qualidade de projecto e de execução da obra, não tenho dados que possam diferenciar os dois concorrentes. Acredito que o critério primordial para a decisão de adjudicação foi o preço, postas em igualdade técnica as propostas, no cumprimento dos objectivos enunciados no caderno de encargos.

    Peço desculpa de comentar como anónimo, mas apesar de leitor assíduo de alguns blogs, não costumo comentar.

    LMAC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro LMAC,

      Confesso que a leitura do comunicado me deixou dúvidas, sobretudo em relação ao acordo final com a Ferreira BP. Admitindo que a sua interpretação está correcta e a minha não, incluindo a que faz aos méritos de qualidade e execução da obra, bem como dos critérios seguidos, a diferença é considerável, sem dúvida. Contudo a rescisão do contrato só terá valido a pena caso seja reconhecida razão ao Sporting, caso contrário aos valores que tiverem que ser pagos a quem construir terão que ser acrescidos os que forem pagos em indemnização à Somague. Esperemos pois que a razão nos assista.

      Eliminar
    2. Mais claro que o comunicado é o anexo, com as comunicações da empreesa coordenadora do projecto. Sinceramente não fiquei com grandes dúvidas, quer quanto aos valores, quer em relação aos argumentos invocados.

      Se esses argumentos são válidos, é outra história, que será esclarecida, em última análise, em tribunal.

      Não sou jurista, mas acho que não podemos falar em 'rescisão de contrato', pois o mesmo não tinha ainda sido assinado. Aliás, foi na preparação da assinatura que este caso foi desencadeado. O que não quer dizer que a Somague não se sinta prejudicada nos seus direitos e não tenha legitimidade de recorrer para tribunal.

      LMAC

      Eliminar
    3. Muito bem explicado caro sportinguista LMAC. Foste um verdadeiro defensor do nosso clube!

      Eliminar
  6. Porque é que o meu comentário foi censurado? Também aqui?? Só fazia algumas questões sobre o rocambolesco processo do pavilhão e se tal tinha a ver com a "experiência" de Bruno de Carvalho na construção civil. Pelo que se tem visto bate certo, mas pelos vistos é inconveniente abordar o assunto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso garantir que não foi censurado nenhum comentário. A ter existido algum problema nada teve a ver com o blogue pelo que convido-o a repetir o comentário.

      Eliminar
    2. Posso garantir que não foi censurado nenhum comentário. A ter existido algum problema nada teve a ver com o blogue pelo que convido-o a repetir o comentário.

      Eliminar
    3. Muito bem. Nem me vou alongar. Pense só um bocadinho. Numa altura em que há tanta falta de obras no país, porque é que das grandes construtoras apenas a Somague se interessou pelo pavilhão Sporting, e de qualquer modo já pôs o Sporting em tribunal? Como é que uma obra que inclui um pavilhão com três mil lugares custaria menos de 8 milhões de euros? Não acredito em tal valor, nem por sombras. E se a Somague entrou na fantasia do Bruno de Carvalho para sócio ver, passando para a execução da obra fia mais fino e aí nenhuma construtora quer ficar a perder dinheiro.

      Basicamente, parece haver claramente uma suborçamentação e dado que o financiamento é tudo menos claro, concluo que acredito no pavilhão quando o vir acabado. Ah e a carreira de Bruno de Carvalho como "empresário da construção civil" já faz parte do anedotário e se calhar explica este processo amadorístico, para não dizer embuste, em torno do pavilhão João Rocha.

      Eliminar
  7. A Ferreira Build Power do Gaspar Ferreira no Google.

    Funcionária de Valentim Loureiro denuncia favores. Na Câmara de Gondomar, existem "ordens superiores" para privilegiar no tratamento o empreiteiro Gaspar Ferreira. A denúncia é de uma funcionária da tesouraria do Urbanismo que diz ter sido obrigada a falsificar um documento para beneficiar aquele empresário.

    O construtor civil, estabelecido no Marco de Canaveses mas com obras em autarquias de várias zonas do país, é conhecido por estar ligado à edificação de empreendimentos de habitação social e, também, por ter construído a sede da Liga de Clubes de futebol, no Porto. Em Gondomar, foi também o responsável pela construção de milhares de apartamentos que vieram a ser adquiridos pela Câmara.
    Gaspar Ferreira começou ontem a ser julgado no Tribunal de Gondomar, sob acusação de falsificação de documento, a par de uma funcionária da tesouraria da Câmara, Rosa Maria Marques.
    Em causa está uma presumível adulteração de documentos relacionados com a data do pagamento de 53 mil euros por taxa de licença de construção. Tudo tem a ver com a publicação, a 18 de Julho de 2003, de um decreto-lei que determinou a possibilidade de as autarquias locais adquirirem por ajuste directo - sem concurso público e sem fiscalização do Tribunal de Contas - apartamentos de habitação social se os respectivos projectos tivessem dado entrada até àquela data.
    No caso concreto, o projecto da empresa de Gaspar Ferreira deu entrada na Câmara a 18 de Julho de 2003, foi aprovado por Valentim no mesmo dia e teve imediata emissão de licença de construção.
    Valentim Loureiro explicou ontem ter sido aquele o dia em que o projecto lhe “foi apresentado” pelo director da secção de obras particulares, Manuel Carneiro. Mas, a par do próprio Gaspar Ferreira, alertou a juíza que o projecto estava “a ser trabalhado desde há dois anos”.
    Além disso, o major disse que, em 2001, a própria autarquia, mediante proposta de Jorge Costa, então vereador e mais tarde secretário de Estado das Obras Públicas do Governo PSD, Gaspar Ferreira iria ficar isento de taxas.
    “Tudo o que viesse da Efimóveis era sempre a correr. Tinha sempre preferência. Foi a secretária do presidente, Ana Paula Tavares, que transmitiu as ordens”, confessou Rosa Maria Marques.

    ResponderEliminar
  8. Em 1º lugar gostava de dar os parabéns ao blogue pelo novo visual e melhoria na funcionalidade.

    Relativamente ao tema não há muito a dizer a não ser que se vai entrar em mais uma guerra sem se saber as consequências. Como se diz no post talvez se devesse avaliar melhor as diferenças e as consequências antes de se rasgar contratos. Mas entretanto já vem ai mais uma guerra, agora com o Zahavi. Vai-se empurrando com a barriga deve ser por isso que o BdC a tem deixado crescer de forma tão visivel. Só pode.

    ResponderEliminar
  9. Vejam a "doutrinação" deste fulano Alex Nogueira um dos "chefes de claque" no fórum da carneirada (basicamente aquilo já tem pouco movimento, porque quem pensa um bocadinho por si, leva logo na "cabeça" e é mandado calar, por isso são sempre os mesmos utilizadores). Vejam o "testamento" deste tipo (um de muitos...), o trabalho a que estes profissionais se dão para arregimentar os pobres dos adeptos.

    O próximo alvo, a próxima desculpa é o "o grupinho lampião da Câmara de Lisboa". Isto vai durar, e durar, e durar, e durar, mas obra, nem vê-la...

    http://www.forumscp.com/index.php?topic=6842.4340

    ResponderEliminar
  10. Aconselho a leitura deste documento, que consiste no parecer elaborado pela FICOPE que levou o Sporting a romper com a Somague.
    Se, por algum motivo que não me ocorre agora, não tivéssemos razão neste processo, a responsabilizada em última instância seria sempre a FICOPE, nunca o Sporting.
    Um abraço caloroso ao Anónimo que passados mais de 2 anos ainda não se conseguiu refazer.

    http://www.sporting.pt/incscp/pdf/cartas_FICOPE_30042015_e_07052015.pdf

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Daqui as uns tempos ficas de molho... As melhoras.

      Eliminar
  11. Há uma coisa que não entendo.
    Então mas aquando da venda de Rojo, não foi dito que parte do dinheiro da transferência iria servir para pagar o pavilhão?
    Ou seja, já havia verba e estava destinada a este fim. Que lhe aconteceu??

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (12) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (93) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (9) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (68) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (7) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (3) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (2) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)