quinta-feira, 21 de maio de 2015

Marco Silva foi apresentado

É verdade, Marco Silva foi apresentado. Faz hoje um ano.

E agora passado um ano, o que mudou? Quase tudo. Fui buscar o que escrevi a propósito do momento, neste post: 
Dizia então:
A duração do contrato
Algo surpreendente, a duração de quatro anos, por se tratar de um contrato longo e sobretudo por ultrapassar a vigência do actual mandato.(...)

A estratégia por trás da aquisição de Marco Silva
O facto de o Sporting ir buscar o melhor treinador da Liga disponível é importante para a auto-estima dos adeptos e pode ter uma importância estratégica superior à mera ocupação do lugar deixado vago por Jardim. Pode tratar-se, o tempo o dirá, da inversão dos papéis quando o Sporting (ao tempo Bettencourt) podia ter contratado Jorge Jesus e preferiu a renovação com um Paulo Bento esgotado. Erro que viria a agravar com o abrir mão do compromisso firmado com AVB para ir buscar... Paulo Sérgio.

O entusiasmo em volta de Marco Silva
Excelente, como quase sempre, a resposta dada pelos adeptos, sempre dispostos a abrir o peito e deitar para trás das costas o mau agoiro.

Euforia sim, irracionalidade não
É muito árdua a tarefa de Marco Silva, como seria obviamente a de Leonardo Jardim. Mudou o nome, mudará até a forma de jogar, mas as dificuldades manter-se-ão. O próximo ano será muito difícil, muito mais difícil até. Quem vê facilidades na chegada de Lopetegui ao Dragão é bem capaz de ter uma surpresa... desagradável. Na continuidade ou não de Jorge Jesus, mais do que a continuidade deste ou daquele jogador, estará, ou não, a manutenção da vantagem de quem acaba de ser campeão. O Sporting continua, a meu ver, a correr por fora.

O que vale Marco Silva
O trabalho feito pelo treinador é absolutamente notável. As melhores classificações de sempre do Estoril sob o seu comando. A subida na classificação depois de perder os melhores titulares e se ver privado, em Janeiro, de jogador ancora do seu modelo, Luís Leal. Um trabalho possível não apenas pelo seu valor como técnico, mas também pelo trabalho da SAD estorilista. Marco Silva estará também dependente dos meios que a SAD do clube lhe proporcionar, da sorte e, inevitavelmente, da relação de forças com os principais rivais. 

A surpresa dos números 
Uma nota de mera curiosidade mas que poderá ser um dado com algum interesse na avaliação do trabalho de Marco Silva. Se houvesse um campeonato apenas a 4, isto é, apenas com o registo dos jogos entre os quatro primeiros, o Estoril seria o segundo classificado com 8 pontos, numa classificação assim alinhada:
SLBenfica: 13 pontos;
Estoril: 8 pontos;
FCPorto: 7 pontos;
Sporting: 5 pontos;
Este são dados importantes que permitem avaliar o bom trabalho de Marco Silva. E obriga-nos à inevitável reflexão, muitas vezes aqui feita, sobre o real valor do Sporting e a importância dos resultados alcançados. É muito difícil pensar que as dificuldades sentidas com os mais fortes foram meramente casuais. Uma reflexão obrigatória para perceber o real ponto de partida para a próxima época. 

O que mudará com Marco Silva
Abordagem em algumas pinceladas, há um campeonato inteiro para registar as alterações. Mudará o estilo de jogo. O Sporting procurará ter mais posse, defenderá mais subido, defenderá mais cedo, logo a seguir à perda de bola e com mais gente. Provavelmente aumentará a presença no último terço do campo, bem como a procura por espaços mais ao centro, perdendo as alas a preponderância que tinham com Jardim. Aumentará, por consequência, a exposição ao risco no momento imediato à perda de bola. Poderão mudar  alguns dos protagonistas, mudarão pelo menos muito do que lhes foi pedido durante este ano. 
Hoje voltaria a escrever mais ou menos o mesmo. Os comentários seriam também semelhantes? Olhando os números deste ano estes superam muito que o clube tem conseguido nos últimos anos. Afinal o que correu assim tão mal para o treinador estar com um pé fora do clube desde Janeiro? 

23 comentários:

  1. Correu mal que MS não é um verbo de encher... como os mts que rodeiam BdC!

    E como se prova no texto com um ano, por aqui, no "ANorte" é só criticas negativas...

    Siga!

    ResponderEliminar
  2. LdA os comentários do post são sintomáticos das opiniões quer da escolha acertada que MS foi e das capacidades que o MS apresentava.

    O Sporting procurará ter mais posse, defenderá mais subido, defenderá mais cedo, logo a seguir à perda de bola e com mais gente. Provavelmente aumentará a presença no último terço do campo, bem como a procura por espaços mais ao centro, perdendo as alas a preponderância que tinham com Jardim. Aumentará, por consequência, a exposição ao risco no momento imediato à perda de bola.. Isto, em poucas linhas era o que se esperava do futebol do Sporting em 14/15, a verdade é que temos um treinador que abdicou -não sei por que razão- dos excelentes princípios de jogo que evidenciava na amoreira. O Sporting apresenta um futebol denunciado, pobre entre linhas, canalizado pelas laterais, mau com bola e péssimo sem ela (especialmente em transições). No entanto foi um futebol que atingiu as condições mínimas na liga, merecia bem mais na Liga dos Campeões e chega a uma final da taça depois de eliminar o Porto fora e acaba a época com apenas uma derrota caseira e contra o Chelsea.

    Ms no meu entender deveria continuar mais um ano, por tudo o que isso significa em termos de tempo perdido de rotinas de jogo e ainda porque temos uma pré eliminatória para disputar. Infelizmente sairá por razões extra desportivas e ainda não tenho a imagem completa para afirmar para que lado pende a razão, no entanto tenho a clara convicção de quem perde é o Sporting.

    Em relação ao vinculo contratual também acho que não se deve efectuar contratos no espaço temporal superiores à direcção mas o fantasma do "novo mourinho" anda sempre presente nestas apostas e apesar de tudo consigo-o compreender.

    LdA como avalia o trabalho de MS? Quem o poderá substituir?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PTM,

      de forma sintética, copo meio cheio. Há coisas que me desapontaram (estão quase todas nas análises aos jogos). Não creio que tenha sido pelos resultados ou pelas exibições que o trabalho dele esteja a ser posto em causa.

      Eliminar
    2. LdA fui ao zerozero comparar entre jardim e ms.

      Pontos Jogos V E D GM GS Treinador
      66 30 19 9 2 59 27 MS
      67 30 20 7 3 54 20 Jardim


      a grande diferença foi... o porto, no entanto confesso que esperava mais e melhor de MS porque, convenhamos, queremos sempre mais

      Eliminar
  3. É engraçado ver que todos tinhamos expectativas semelhantes e que acabaram goradas em parte. O futebol interior, o defender mais cedo e com menos gente existiu, até fim de Novembro. A partir daí, com algumas excepções o que se viu foi pobre, disfarçado na maioria dos casos por uma liga fraca, muito fraca mesmo.

    Provavelmente aquele circo em Dezembro contribuiu para isso.

    Mais do que se poder "exigir" este ou aquele resultado a Marco Silva, pedia-se mais futebol e nesse aspecto confesso-me um bocado desiludido.

    O problema é que "o problema" é mais que futebolistico neste caso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dimitris Nalitzis,

      para lá do que digo acima ao PTM parece-me que o Sporting teve bons momentos, em particular com as equipas mais fortes. A exibição contra o Wolfsburgo em casa parece-me ter sido o ponto mais alto. Com o Jackson tinhamos goleado. Creio que as análises ao trabalho têm que ter esse factor em conta. Descontando aquilo que não sabemos e não vemos e só podemos especular, creio que houve um cair de braços em alguns elementos cruciais na equipa assim que se percebeu que não havia possibilidade de subir. Isso é determinante para o mau futebol que se praticou. Se houvesse segundas linhas com nível para oferecer uma alternativa ao treinador a queda seria menor. Mas apenas com Carrillo a manter o nível mas sem o melhor de Cedric, Jefferson, William, Nani, Slimani, Montero é dificil. Ainda assim olha-se para os números e vê-se que mantivemos um nível semelhante num ano com mais jogos e que o está muito melhor é o FCP que tem mais pontos percentuais por jogo que o ano passado por esta altura.

      Eliminar
    2. Nalitzis "Provavelmente aquele circo em Dezembro contribuiu para isso."

      Curiosamente o melhor período de resultados surgir em Dezembro e Janeiro e que culminou com o jogo com o slb em casa, caso tivéssemos ganho (e não posso de culpar a ingenuidade de MS) a estória teria sido diferente.

      LdA
      É sempre mais fácil apresentar bom futebol contra equipas que praticam melhor futebol, o problema do Sporting sempre foi contrariar o bloco baixo. Em relação às segundas linhas o sporting teve este ano mais opções que o ano passado, no entanto no ano passado havia menos competições e exigências

      Eliminar
    3. PTM,

      já vi invocar várias vezes esse argumento de que o melhor período de resultados foi Dezembro e Janeiro. Se assim foi como se justifica a contestação ao trabalho do treinador então?

      Mas pior. Isso radica num argumento completamente irracional e insustentável por ir contra o que se entende serem as boas práticas. Se assim fosse arranjavam-se crises todas as semanas e éramos campeões.

      A minha leitura é que a equipa tem ciclos de preparação. Para lá do treino há muitas outras componentes que determinam os resultados. A partir do momento em que empatamos com o SLB o campeonato tornou-se uma miragem. Às tantas, seguindo essa teoria de que, a seguir ao sucedido em Dezembro a equipa esteve melhor, faltou ter insistido. Intelectualmente isto parece-me desonesto.

      Eliminar
    4. LdA
      não invoquei nada, limitei-me a dizer curiosamente, não sugeri que esses factos estivessem ligados, duvido. quanto muito houve uma reacção do balneário de defesa do grupo. factualmente dezembro e janeiro houve 8 jogos e ganhámos 7. Mesmo nesses meses o futebol foi o de sempre, na minha opinião, curto.

      Se assim foi como se justifica a contestação ao trabalho do treinador então?
      como tudo no futebol, pouca racionalidade e mais coração. do universo sportinguista que conheço foi praticamente unânime a defesa do trabalho do MS em dezembro

      Eliminar
    5. PTM, já reparaste que se disser "curioso que foi no período do blackout que o Sporting teve melhores resultados, e que assim que terminou o dito cujo... empatámos com o Benfica e viemos por ali abaixo" também não deixa de ser verdade? ;)

      Eliminar
    6. Realçar que o Sporting teve o melhor período em termos de resultados em Dezembro e Janeiro, mas não correspondeu ao melhor período futebolístico. Bem longe. Foi aliás nessa altura que se abandonou o melhor que a equipa tinha, o seu estilo de jogo de equipa grande, com variações entre o jogo interior e o exterior, com a tal pressão mais à frente.

      Dai eu achar que o Dezembro teve esse efeito nefasto para o nosso futebol. Nessa altura o resultado tornou-se mais importante que o a forma como era obtido. De certa forma, percebo a razão para que tal tenha acontecido.

      Eliminar
  4. LdA

    Também eu fiquei entusiasmado com a chegada deste treinador. Os elogios já estão feitos por ti aquando da sua chegada.

    O futebol que nos é apresentado é manifestamente mau. Falas do jogo do wolfsburg e eu até acrescento o da taça frente ao porto. Que jogo fizemos mais assim que nos possamos orgulhar.

    "Com o Jackson tinhamos goleado"

    Não sei se teríamos goleado o guimarães, moreirense e outros dos infinitos empates que tivemos. Os cruzamentos sem nexo para área não lembra a ninguém. Não esquecer tb que temos mais golos sofridos que porto e benfica juntos.

    Tal como o PTM afirma, tb acho que Marco Silva poderia continuar o seu trabalho, mas este futebol não se aguentaria mais uma ou duas jornadas.

    Venha é de lá essa tão desejada taça de Portugal.

    Parabéns ao nosso andebol! Muita garra será necessária para vencer a negra.

    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. The Cure,

      Não estou completamente de acordo. No último jogo a equipa subiu de produção, a final da Taça está aí, não deve ser casual. O Guimarães e o jogo do Dragão foram uma excepção na temporada. Mesmo nesses jogos a equipa só caiu após o segundo golo. Em Guimarães estávamos a lutar pelo jogo. O Moreirense fez bons jogos com os nossos rivais (na Luz houve até ajuda...), criando mais ou menos o mesmo tipo de dificuldades que a nós.

      Na questão de golos sofridos é preciso avaliar que a dupla que foi preparada no inicio do campeonato "já foi". Embora tenhamos melhor agora quantos jogos não temos que mudar sempre? Quantos golos patéticos sofremos? Isso é possível imputar ao treinador.

      Mas como entendo o jogo como o somatório de todas as partes que integram foi para mim notório que MS pediu outro tipo de funções à linha média, com mais adiantamento de Adrien e William, p.ex., que Jardim não pedia o que resultou num desequilibro algumas vezes mal resolvido.

      Eliminar
    2. LdA

      Por isso mesmo acho que se deve dar continuidade ao seu trabalho. Mas há muitas coisas a serem trabalhadas.

      Eliminar
  5. LdA, o que é que há a dizer sobre estes alucinados? A sério. O que é que se pode dizer sobre tipos que acham que o Sporting "nasceu" com o Bruno de Carvalho? Estes fulanos é que sabem o que é o sportinguismo? Agora o Marco Silva é o "falinhas mansas". O que se passa é que há tanta gente FARTA do estilo e do culto de personalidade neste presidente, que acabam por procurar "refúgio" noutras personalidades. Hoje é o Marco Silva - como antes foi o Leonardo Jardim - amanhã é outro treinador.

    Mas os tipos não percebem isso. Não percebem que muitos de nós sempre adorámos este clube, independentemente dos presidentes e que por isso detestam a pancada em torno do "coreano". Eu não respeito quem quer fazer uma luta de classes no Sporting, ainda por cima por causa de um presidente que é um beto, nem sequer é povo. No fundo, se o "coreano" fosse mais adulto e de confiança, era mais tolerável, e aí se calhar não havia tanta necessidade de nos "agarrarmos" aos treinadores.

    http://www.forumscp.com/index.php?topic=65292.0

    ResponderEliminar
  6. No melhor cenário (vencer em Vila do Conde) ficamos a 6 pontos do meu objectivo, no pior a 9. Ah e a prova que a meta que tracei no inicio era muito ambiciosa (82 pontos), é a pontuação actual da equipa que já é campeã... 82 pontos.

    Marco Silva mudou a forma de jogar da equipa, também, por um dos nossos maiores handicaps - Não há tempo para errar - quem entra no Sporting, seja para que função for, fica rapidamente consciente de que não há tempo para errar.

    Só conheço um treinador capaz de produzir resultados imediatos, Mourinho, tem uma formula de sucesso rápido mas que dura pouco, dois/três anos. O Sporting precisa de mais, precisa de sucesso continuado durante uma década e para tal precisa de uma estrutura com estabilidade para após vencer apenas fazer as afinações necessárias para nunca mais tirar o pé do acelerador.

    O que tem vindo a acontecer é que estamos sempre em mudanças profundas sem nunca dar tempo para se retirar benefícios de cada reforma.

    Apenas um off-topic, gostei do resultado final da opção de disputar a Taça da Liga com a equipa B, com as devidas correcções obrigatórias num clube que joga sempre para ganhar, mantinha esta matriz nos próximos anos, era a competição para a equipa B ganhar com o devido reforço de 3 ou 4 elementos da A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LMGM,
      Em relação à Taça da Liga concordo depois de ter observado o que se passou este ano, uma vez que inicialmente também não gostei da ideia.

      Eliminar
  7. Pondo directamente o dedo na ferida, não sei se algum dia chegaremos a saber o que se passou entre BdC e MS.

    Fico, no entanto, com a ideia de que MS soube proteger o plantel dessas picardias. Não me parece que a equipa tenha sentido muito o que se passou (quem acha que sim, deve então concordar com a afirmação do BdC de que teríamos todas as condições para lutar pelo título, pois acabámos por não ficar assim tão longe).

    Anyway, passando a aspectos mais prácticos, parece-me relativamente evidente que o MS fez uma época dentro das expectativas, ou seja não fez mais, mas também não fez menos que seria a sua obrigação.

    Até ver, ficámos em 3º do grupo da CL e em 3º no campeonato, quando tínhamos, em ambas as situações, o 3º melhor plantel. Nada de mais portanto. E nada de menos também.

    Naturalmente, que se viermos a ganhar a taça, a época passará a ser um pouco mais do que razoável, atendendo ao que tem sido o passado recente.

    Por outro lado, considerando que do outro lado estará o Braga, sem qualquer disprimor para o clube, penso que uma eventual derrota tornará a época um pouco abaixo do razoável, uma vez que apagará o único resultado acima da média que conseguimos (elinimação do porto no dragão).

    Bem sei que a análise é um pouco resultadista, mas a vida no futebol nem sempre é justa, sobretudo para os treinadores. Além disso, não me parece que o Sporting tenha jogado um futebol especialmente atrativo (sobretudo depois da lesão do Nani, que para mim foi o marco da época) ou que os desaires consentidos tenham sido fruto de acasos ou de grandes azares. Pelo contrário, em vários dos empates, muitos em casa contra equipas menores, não pode deixar de se atribuir algumas culpas ao treinador.

    Seja como for, a menos que algo de muito catastrófico venha a ocorrer na final da taça - como por exemplo, uma derrota de goleada e sem espinhas - penso que MS deve continuar à frente da equipa no próximo ano.

    Em primeiro lugar, porque dificilmente conseguiríamos arranjar melhor.

    Em segundo, porque a equipa já mostrou estar com o treinador.

    Em terceiro, porque os adeptos gostam do treinador. Bem sei que não é possível agradar a todos, mas a grande maioria - que não vai em zéeduardices - gostará.

    E por último, porque sinceramente já chega de "anos zero".

    O Sporting precisa de estabilidade e o ano de MS, não tendo sido bom (pelo que disse acima), também não foi mau e há que dar a oportunidade a um treinador jovem, barato, que já provou ser bom no passado, e com mais 3 anos de contrato, de mostrar o que vale.





    ResponderEliminar
  8. impressão de um benfiquista. como alguem ali em cima ja fez, olho aos numeros. em termos de rendimento no campeonato (% de pontos) marco silva esta praticamente igual ao leonardo jardim. num ano em que teve incomparavelmente mais jogos, e mais desgaste para um plantel que nao era superior ao do jardim. mesmo com o nani. porque aquela dupla de centrais com que começaram nao lembrava ao diabo. por isso digo que o MS teve desempenho positivo. claro que se perder a taça sera complicado defender esta ideia.

    se o sporting o ano passado tivesse tido esta massa de jogos europeus, tinha tido o memso nivel de rendimento? duvido.

    de facto o problema para o sporting foi em certos jogos, sobretudo em casa, ter dado meio jogo de avanço. e isso pode ter a ver com ser o primeiro ano do MS num grande, em que a logica e diferente de um estoril. é para cair logo em cima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizer que este ano a Equipa não era mais forte...Referiste e bem Nani, para além de todos os jogadores terem um ano em cima (o que numa Equipa jovem faz muita diferença). Olhe-se para o exemplo de carrilho...
      Só "perdemos" Rojo e o seu parceiro (a meio da época) que esta época teve uma má época, mas eu que não percebo nada de bola, pergunto-me se o treinador/modelo de jogo, não terá influência na péssima época da defesa, sobretudo no ínicio?

      Eliminar
  9. LdA sem querer defender ou atacar MS, acho que este e aquém das expectativas depositadas nela. Quem consegue um 4o lugar no Estoril deveria conseguir melhor do que um 3o lugar no Sporting.
    Outra questão é o trabalho defensivo de MS que é péssimo(melhorou com Ewerton), um controlo de profundidade e organização defensiva muito aquém . Não houve evolução nenhuma no futebol do Sporting, E quem tem William, A.Martins,J.Mário, Gauld,Wallyson, Nani, Carrillo e Montero deveria fazer da sua principal arma o jogo interior. Daria uma segunda oportunidade mas margem de erro seria muito curta caso as coisas não melhorem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Futebolisticamente falando, é isto. Uma coisa são variações de forma dos jogadores, outra é ter um estilo de jogo que não se adequa nem tenta extrair o máximo dos nossos melhores jogadores.

      Eliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (81) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (33) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) arbitragem (88) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (68) Batota (16) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (95) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (64) Comunicação Social (20) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (8) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (12) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (22) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (37) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (20) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (24) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (22) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (10) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) play-off (1) PMAG (3) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (2) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (3) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (5) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) SerSporting (1) Shikabala (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (1) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (89) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (2) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (95) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)