sábado, 2 de abril de 2016

A decisão do campeonato provavelmente passou pelo Braga

Não se infira pelo titulo que já está encontrado o campeão nacional. Neste momento há ainda três candidatos, embora desse lote só dois me parecem em condições reais de chegar o título. 

O FC Porto é o que se encontra na pior situação porque a distância ao primeiro é muito grande. Para o segundo é ainda razoável, mesmo atendendo a que tem ainda a possibilidade de diminuir a distância para o Sporting. Mas o pior para as suas pretensões é já não depender de si e ainda ter que esperar que os dois rivais falhem. É muito pouco provável.

Quem está em melhor situação é indiscutivelmente o SL Benfica, por depender apenas de si e ainda por cima ter, em teoria, o calendário mais fácil dos três.  A par disso, vive o melhor momento da época, com um poder de concretização verdadeiramente notável. Ficará em um dois primeiros lugares-

O Sporting depende de um deslize do SL Benfica para poder chegar ao título. Contudo, a sua principal preocupação deveria ser neste momento, e face às circunstâncias, a de consolidação do segundo lugar, ganhando jogo a jogo, sem se perder muito com o que não pode controlar. Essa é a única forma de se habilitar a estar apto para chegar a primeiro, caso o tal deslize ocorra.

Mas seguramente que muito que é a situação em que hoje se encontra o campeonato tem o Braga como denominador comum. Obviamente que todos os jogos contam, mas os dois que os actuais comandantes realizaram com o SC Braga parecem-me momentos determinantes, parecendo que a história de ambos os jogos tiveram um argumentista comum.

O jogo em Braga iria marcar a arrancada do SL Benfica até ao comando do campeonato. A equipa que chega a esse jogo é uma equipa sob fogo, a sete pontos do comando. O treinador era acossado e o presidente colocado em causa pela forma como perdeu o anterior técnico, assistindo de camarote a um arranque demolidor do Sporting. Para agravar a situação, os três jogos com o Sporting saldaram-se por três derrotas categóricas, sem a exibição de argumentos para as contrariar.

Certamente que de lá para cá uma das tarefas que retirou mais tempo a alguns adeptos benfiquistas deve ter sido a de apagar os comentários nas redes sociais contra os jogadores, o treinador e o presidente. Mas quem não sofre de amnésia ou alguma doença degenerativa do sistema nervoso central ainda tem memória, tal eram os impropérios e tão ruidosa e até era a contestação então. 

A viragem aconteceria em Braga, com a oferta de um autogolo de Kritsyuk, seguido de outra em que ficou toda a gente na área à espera que Lisandro fizesse o óbvio. Quando o Braga quis mudar o curso do resultado já a equipa de Rui Vitória estava mais confiante e limitou-se a gerir o tempo e o resultado.

Ontem a história foi semelhante. O Braga foi a melhor equipa até sofrer o golo e a que mais perigo produziu, podendo ter inaugurado o marcador pelo menos por duas vezes. Não contente por não o fazer, acabou por conceder nova oferta, desta vez em perda de bola Mauro. Logo a seguir um penalty que não existe consolida a vantagem. Em ambos os jogos Rui Vitória ganha, tendo a seu favor muita sorte, ante a equipa que, a seguir aos rivais, mais a faria sofrer, mas acabou a ganhar de forma algo fácil.

Faço aqui um parêntesis para assegurar que não pretendo levar a discussão habitual sobre as razões que levaram o árbitro a marcar o penalty. Se bem que nem sempre o critério tenha sido igual (tão decidido, esclarecido e benevolente) também nós já beneficiamos de penalty's em situações iguais. O que se passa hoje é que os árbitros para se defenderem marcam sempre que a bola vai à mão, subvertendo o que deveria ser uma punição para um acto voluntário. O que não foi o caso de ontem, por mais que os actuais experts das redes sociais, que provavelmente nunca jogaram à bola e nem conhecem as regras do jogo, o assegurem. 

Devo confessar que por altura do primeiro jogo com o Braga não esperava ver este ano o SL Benfica como o principal candidato. As três derrotas que já coleccionava (Arouca, Sporting e FCPorto) desviaram a atenção para a principal virtude da equipa que então já se vinha desenhando, a capacidade concretizadora. É ela que lhe tem valido para ganhar os jogos com as equipas pequenas e são os resultados com essas equipas que agora fazem a diferença no campeonato.

Não sou ingénuo e é evidente que há muita anormalidade em alguns dados estatísticos do campeonato do SLBenfica, tais como as punições disciplinares e as penalidades. Mas não esgoto a observação aí, estendo-a também ao que fizemos e ao que devíamos ter feito, porque é sobretudo a nossa acção que determinam o nosso destino. Essa - a auto-critica - é também a única forma de crescermos com os nossos erros e avançarmos. Ficar pelas lamurias miserabilistas é o primeiro passo para o conformismo e autocomiseração. Neste sentido apontaria dois erros do nosso lado: um de planeamento desportivo e outro de comunicação. 

Do lado do planeamento desportivo a gestão do caso Carrillo. Parece passar despercebido mas, apesar das contratações feitas, o Sporting não preveniu essa possibilidade nem a perda de Nani. O arrastar da novela "Mitroglu" que, a ter sido fechado, teria uma influência grande na produção dos dois primeiros classificados, também é importante. A opção por Teo está longe de ser um sucesso e a falta de capacidade de improviso individual para quando o colectivo não consegue resolver é a marca dos jogos em que perdemos pontos com equipas pequenas.

Do lado da comunicação sirvo-me de uma opinião que não é minha mas com a qual concordo. Li-a no Lateral Esquerdo, o seu autor é também o autor do Posse de Bola, uma das minhas leituras assíduas na blogosfera. Dizia ele então (LINK)

"Sobre a agora tão evidente união RV, com os jogadores, com a estrutura. Essa "união", para mim, resulta também de um imponderável chamado Sporting. Ou melhor, Bruno de Carvalho e sobretudo Jorge Jesus. Eles, na minha opinião, são os principais responsáveis pela forma como os jogadores focaram e quiseram mostrar que o maior mérito era deles, e não do "cérebro". Se o Sporting tem sabido estar calado o Benfica ter-se-ia afundado sobre o seu próprio ruído. Externo, e sobretudo interno. Não há ninguém na "estrutura" que não tenha dado Rui Vitória como "morto". Não há nenhum jogador que não o tenha feito. E mesmo os adeptos, que o defenderam durante tanto tempo, também o estavam a matar na sua maioria. Acontece que o Sporting fala muito e por esse motivo os jogadores unem-se ao treinador. E por arrasto a estrutura e os adeptos"

Sobre isto adiantaria ainda que o menosprezo a que se votou o actual treinador do SL Benfica resultou de um erro de avaliação. Não se percebeu que, mais do que o treinador, era Luís Filipe Vieira e toda a entourage que estavam a ser colocados em causa. Como muito bem diz o autor do comentário  "Se o Sporting tem sabido estar calado o Benfica ter-se-ia afundado sobre o seu próprio ruído. Externo, e sobretudo interno. Não há ninguém na "estrutura" que não tenha dado Rui Vitória como "morto". Outro erro terá sido também não se perceber o valor individual e as soluções à disposição do treinador. 

O que aconteceu a seguir foi o tudo por tudo literal para não perder a face perante os seus adeptos, uma vez que, tendo sendo sido sua a escolha, era a cabeça de Luis Filipe Vieira que estava no cepo. A história deste campeonato passa muito por aí, por uma demonstração de poder que está muito para lá do que é possível ver ao comum dos adeptos. E ao que sei, o Sporting não tem força para se opor a esse poder e vamos ver o que acontecerá se FC Porto pensar que consegue chegar ao segundo lugar.

23 comentários:

  1. Quando diz que não esgota a observação nos dados estatísticos das penalidades e expulsões, há outro que chama claramente à atenção e que é a serie de vitorias que não é uma coisa normal e muito menos resulta apenas do que se passa dentro do campo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ontem até conseguiram a proeza de ter um penalti contra para os ajudar. Este campeonato é uma farsa completa, assim como já foi o da época passada.

      Eliminar
  2. Perdemos o campeonato quando vendemos o Montero.

    ResponderEliminar
  3. A felicidade do Benfica tem sido coleccionar mais pontos do que aqueles que o seu treinador mereceria, mas isso não é nada de novo em futebol nem lhe retira (SLB) mérito caso chegue ao título porque uma equipa não é só o seu treinador. Tem o Benfica 4 ou 5 excelentes jogadores que tal como alguns do Sporting merecem o 1º lugar, não obstante as limitações de Rui Vitória. Outro elemento fundamental é Jorge Jesus ser ex-treinador do Benfica, fenómeno do qual também o SC Braga de Domingos beneficiou. O que Jorge Jesus lá deixou não sobreviverá muito tempo mas também não se apaga em 3 ou 4 meses. E isto não significa que Rui Vitória seja um mau treinador. Entre ser-se muito bom e mau vai um mundo de qualidades e defeitos. Treinadores como R. Vitória, Jesualdo ou Fernando Santos não são especiais mas são capazes e se o contexto for favorável as suas equipas vencem troféus.

    Leão de Alvalade, sobre a comunicação os infelizes que falam em nome do Sporting motivam não só o Benfica mas todos os adversário do Sporting. Ninguém gosta de imbecilidade misturada com vaidade e arrogância.

    Como eu gostava que no Sporting os protoganistas fossem os jogadores e os treinadores, seja lá de que modalidade for. São eles os verdadeiros símbolos do clube. São eles que constroem a sua história. E raramente os vemos porque o espaço que deveria destinar-se ao Sporting CP está quase todo preenchico pelo ego dum imbecil ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MM
      Gostei muito do seu comentário, que reflecte o que eu penso!
      Esseseu último parágrafo, merece uma ilustração especial...!
      Peço licença que a ilustre com os devidos créditos!
      Obrigada e SL

      Eliminar
    2. São coisas normais, mas obrigado pela simpatia. A boa exposição de que os clubes precisam e que inclui trocas de palavras e até provocações saudáveis - que em futebol são para todos os efeitos habituais - deveriam estar reservadas aos protagonistas. Treinadores e jogadores. E na maioria dos principais campeonatos é isso mesmo que acontece. Mesmo os comentadores são por norma ex-jogadores e ex-treinadores.

      "Só" em Portugal é que temos tantos parasitas a falar em nome dos clubes e a fazê-lo num formato miserável, ambicionando e retirando dividendos da exposição que a modalidade oferece fazendo-a (exposição) incidir não sobre os clubes mas sobre os próprios. E nesse grupo de parasitas incluem-se dirigentes como Bruno de Carvalho.

      Não pretendendo negar as imperfeições de Jorge Jesus, não é para mim a mesma coisa vê-lo provocar Rui Vitória (ou vice-versa) e ver Bruno de Carvalho provocar diariamente o Benfica da forma vaga e parva que normalmente utiliza.
      Jorge Jesus extravasa naquilo que domina - futebol, falando para os treinadores das equipas adversárias e falando sobre o jogo. Talvez não devesse fazê-lo mas relativizo pelos motivos enunciados.

      Eliminar
  4. Premissa: não gosto de Vieira e não julgo que Rui Vitória seja um treinador para o Benfica. Disse-o desde início e mantenho a opinião.

    Creio que, inicialmente, a comunicação do Sporting e de Jorge Jesus surtiram o efeito desejado, mas, de facto, quiseram continuar e não souberam o momento certo para parar. E o «clic» que nos uniu, benfiquistas, em torno do treinador e da equipa foi o instante em que Jorge Jesus, iludido ou não por uma pergunta de um jornalista, disse que Vitória não era treinador. Esse momento - a juntar a outras enormidades do vosso atual treinador, antes e depois - é o ponto que marca a viragem.

    PS - O penaltie de ontem nunca deveria ser marcado, nem ontem nem nunca, mas é como diz...

    PS1 - O campeonato está longe de estar terminado.

    ResponderEliminar
  5. Como é que o SCP, em três anos, passa de um PER para o treinador mais caro da história? Segundo um messias claro. Mais de que um jogo qualquer do SLB os sportinguistas deviam questionar é se ainda têm clube. E se sim, como é que foi possível passar de Jardim para Jesus no mesmo espaço de tempo? Um saloio para projectar todo o futebol do SCP e que bastava a forma como sempre desdenhou a formação no SLB e nunca podia ser sequer opção em Alvalade. Já para não falar do medo da Europa. O que o SCP precisava era de um projecto para o clube e para o futebol português. Mas quando passamos metade do tempo a criticar os rivais e a outra metade a tentar imitá-los... Como na centralização dos direitos televisivos, por exemplo. Como o SLB furou o acordo da Liga nós fomos atrás deles. Justificação do messias, direitinhos para o fundo do poço. E foi assim que perdemos talvez a melhor oportunidade dos últimos 30 anos para voltar a liderar o futebol português. Quando por mais verdade desportiva até podíamos doar a nossa parte do quinhão toda. E longe de me estar a referir ao Benfica-Braga. Onde por acaso o maior erro da arbitragem até foi não sancionar um penalty contra o Braga. No futebol, nunca é como começa… Jogos, campeonatos e/ou mandatos.

    P.S.1. Em Portugal gostamos muito da Premier League mas é em Inglaterra.

    P.S.2. E não tirem os plasmas ao mais melhor bom – mas só em Portugal - que não é preciso. Mais de 5 Milhões por um gajo - e o irmão (?) - que nunca calçou no San Lorenzo mas cujo ídolo é Romagnoli. Por sinal um empréstimo barato no SCP. E ainda gozava-mos nós com o entreposto na Luz.

    ResponderEliminar
  6. o penalty existe. braço afastado do corpo, critério que tem sido aplicado ao longo da epoca em portugal e na europa. e que ja levou a penalties a favor do sporting.

    por favor, não entrem na onda do vosso presidente. 5-1. o penalty que da o 5-1 existe, foi marcado, ponto. nao criem teorias da conspiração ridículas.

    ResponderEliminar
  7. Primeiro ponto prévio. Sou benfiquista. Benfiquista de alma e coração.
    Segundo ponto prévio. Gosto de discutir futebol. Discutir, não impor.
    Segundo ponto prévio. Gosto deste blog. Gosto mesmo muito deste blog.

    Para apenas dizer que gostei imenso deste artigo. De uma forma geral, bastante assertivo, clarividente e com algum clubismo (como eu também o tenho). Sem fanatismos, a abrir portas para uma discussão sadia entre todos.

    O erro do Sporting foi não estar calado. O Benfica estava completamente à deriva até à derrota na Luz por 3-0. A falta de cérebro, o Ferrari e a inexistência de treinador tocou no ego dos jogadores. E isso, fê-los unir em torno do Rui Vitória. Grande erro estratégico.

    Após a eliminação da LC, eu disse a um primo sportinguista bem ferrenho (padrinho de um filho meu benfiquista) que o Sporting era o principal candidato ao título. Os erros sucessivos, a necessidade de holofotes que o Bruno de Carvalho tem, o querer estar constantemente a pressionar os adversários, chocou com uma mudança estratégica do Benfica que passou a estar calado e a libertar informações cirúrgicas para a comunicação social. E o Sporting entrou em deriva... Vamos ver se é suficiente para o Benfica ser campeão, porque temos os melhores jogadores e vocês a melhor equipa.

    Um abraço sincero a todos os sportinguistas e a todos os leitores deste blog.

    Pedro Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não vale a pena estar agora a tentar pôr um páraquedista no mesmo plano de alguém que já anda no futebol há mais de 40 anos. Mas se a bazófia fosse o único problema de Jesus, Vieira nunca o tinha deixado cair no Benfica. No auge do sistema encarnado meter 3 campeonatos em 6... E seis anos só por si já eram condições ímpares em Portugal. Fora mais de 70 contratações. Ainda assim e depois dos túneis só voltou a vencer depois da queda do Porto com Paulo Fonseca. Porto que nunca mais se levantou, diga-se de passagem. Não foi por acaso que o Paulo Bento no SCP também fez vários segundos lugares. Precisamente quando também não havia Benfica. E com muito menos orçamento. Dado o fosso competitivo por norma depois dos grandes. E ainda foi menos por acaso que ao Villas-Boas bastou uma época em cheio para chegar ao Chelsea. O grande sonho do treinador mais caro em Portugal.

      Eliminar
    2. "Vamos ver se é suficiente para o Benfica ser campeão, porque temos os melhores jogadores e vocês a melhor equipa".

      Subscrevo na íntegra Pedro Martins, pleno mérito do treinador do Sporting.

      Eliminar
  8. O Braga foi melhor equipa na Luz? Levam 5, podiam ter levado 7 ou 8 e dizeZ que eles jogaram bem?
    Cometeram erros porque o Benfica os pressionou muito em cima. Porque essa é a forma do Benfica jogar.

    ResponderEliminar
  9. o benfica vira o campeonato qd consegue garantir o carrillo, ao mm tempo da uma machadada no futuro, acaba com a moral do "roubamos" o jesus e tira um jogador do 11 titular que nao tinha qq substituto a altura..

    ResponderEliminar
  10. BOm Dia Caro Leão

    Sou adepto benfiquista, mas nutro por este blog uma simpatia "estranha" :), penso que seja pelo fato de ver o futebol da mesma forma que você, tentando sempre afastar o clubismo das minhas reações a frio mas principalmente pela forma em que ambos gostamos apoiamos e amamos o nosso clube, mas.......temos inteligência para avaliar o que se passa no futebol em geral.

    Grande problema no futebol nacional....passa pelos Dirigentes, falam demais....
    O Sporting desde à épocas atrás que se nota o agravamento de ações a prejudicar por parte das equipas de arbitragem, e o que se nota é que o Sporting quando mais fala mais prejudicado sai...sempre foi assim....no Benfica aconteceu o mesmo, enquanto o Vieira fazia da boca trombone o Benfica andava a oscilar entre o 3 e o 6 lugar, a juntar isso as equipas fracas que construiu, o Benfica andava sempre em ponto de ruptura.
    O Sporting conseguiu reabilitar a equipa principal, conseguiu se equilibrar financeiramente (pelo menos é o que se diz) e o seu Presidente ao invés de aproveitar tudo o que de bom fez e começar a criar a imagem de um Sporting, forte, coeso, fechado para o exterior tornando o Sporting num clube opinativo apenas quando o tem de ser...não abre o clube ao publico pela forma pouco pacifica em como é feita a comunicação do clube, opina sempre...mesmo quando não existe necessidade para tal, expõe-se de forma ridicula à opinião publica, eu detesto o Guerra o Gobern o Silva e o Gabriel, mas eles são meros personagens secundários num elenco vasto, já o Sporting expõe-se diretamente pelo seu presidente....com o devido respeito, isto não é defender o clube isto é querer seu o centro das atenções...

    Com tanta guerra e confusão feita pelo Presidente e o Treinador com alguns "representantes do Benfica" contra o treinador e mais algumas coisinhas......deu de certo forma ao Benfica, tempo para se reerguer, de trazer os jogadores para perto do treinador, e de os jogadores se revoltarem com a situação e tentarem mostrar que JJ é um sábio do futebol, mas no que diz respeito à forma como se relaciona com o plantel e com os companheiros de função revela muitas vezes problemas graves, ele não é o rei da selva... e desde que inventaram as balas acabaram-se os heróis....ou ele cai na real (que com a idade dele já é complicado), ou ficará preso para sempre neste discurso de Eu Ganhei...Eles Perderam.....algo que sempre lhe critiquei na sua passagem pelo Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. onde se lê "...não abre o clube ao publico pela forma pouco pacifica em como..."

      Deve se ler "...não, abre o clube ao publico pela forma pouco pacifica em como..."

      Eliminar



  11. Quanto a análise do jogo:

    Braga entre bem....falhou 2 golos....o Benfica passou a pressionar mais alto e tem sorte na forma em que o jogador do Braga foi pouco lesto a passar a bola, bola ganha por Gaitan, Sanchez tenta colocar em Jonas, o jogador do Braga tenta tirar a bola mas esta acaba por sobrar para Mitroglou meter na baliza.
    Penalty...o Penalty é penaty, o jogador tem os braços cruzados atrás das costas, segundos antes do Renato entra na área coloca os braços ao longo do corpo, é certo, mas ainda assim algo afastados do seu torso, algo que aumenta a volumetria do seu corpo, como tal, penalty marcado....houve premeditação do ato ou não?
    Só o jogador o pode dizer mas a verdade é que em 15 segundos ele coloca os braços atrás das costas e depois coloca os ao lado do corpo com o aproximar do Renato.....para mim é penalty claro.

    Jardel faz falta sobre Baiano (ou Goiano não sei bem o nome)a falta existe e penso que não é marcado porque não é possivel avaliar se é dentro ou fora da área, foi muito à queima, como tal e como a bola sobra para o Braga deu lei da vantagem....para mim agiu corretamente, deveria era ter dado o amarelo ao JArdel pois tem uma ação faltosa sem bola...

    4º Golo....Jonas está em jogo, claramente em jogo, 5º golo.....uma falta, parva....é falta....mas houve teatro a mais de Jonas.

    Fica no entanto 1 penalty para marcar a favor do Benfica por puxão de Tiago a André Almeida numa disputa de bola na área.

    O Penalty do braga....nada a dizer é penalty....^Semedo está sem ritmo e demasiado "nervoso"..


    Foi um bom jogo, onde o Braga entrou bem mas foi pouco inteligente, porque o Benfica apesar de ter um futebol menos vistoso que o Sporting e com menor coesão na linha defensiva, é tb a unica equipa em Portugal que consegue fazer uma pressão tão alta que mata qualquer adversário fazendo cair no erro...

    ResponderEliminar
  12. Sou do Benfica mas concordo com a maior parte dos pontos desta análise (que me parece justa e até neutral). Do lado do Benfica, na minha opinião, o momento que mudou a época foi o golo do Renato em Guimarães num jogo que ganhámos mais em esforço e talento individual do Renato, do que em jogo colectivo. A partir daí as goleadas começaram a ser frequentes e o Jonas explodiu. Houve também alguns acertos: Pizzi foi para a direita e roubou espaço a Guedes, o Benfica começou a solidificar defesas sem Luisão, Renato começou a dominar o meio-campo ofensivo, os adversários começaram a não jogar tão aberto contra o Benfica (veja-se o jogo Arouca Vs Benfica ... nos primeiros 20 minutos o Arouca marca um e podia ter marcado mais dois), etc.

    Do lado do Sporting, na minha opinião, os momentos que mudaram a época foi primeiro o empate em Alvalade com o Tondela (último classificado na casa do primeiro classificado ... e o que fez Bruno de Carvalho durante a partida? Transmitiu liderança, confiança, lucidez, serenidade à equipa mesmo após o primeiro golo sofrido? Não, foi expulso por palavras ainda na primeira parte ... é o que dá ter um cavalheiro das claques a liderar o clube) e depois a derrota em Alvalade com o Benfica (Mitroglou ganha a Carvalho num lance em que era fundamental a marcação ter sido bem feita ... pode valer um título). Vejo na estratégia de comunicação do SCP (para além de considerações que podíamos fazer sobre o ridículo que traz a uma instituição do tamanho do Sporting) a origem de vários problemas internos e fortalecimento externo, o oposto do que deveria ser uma estratégia de comunicação. LFV, mais experiente e muito melhor gestor do que BC, remeteu-se ao silêncio fazendo com que a massa de adeptos do Benfica aos poucos começasse a aceitar e defender RV. LFV sabia perfeitamente que muitos adeptos não gostavam de RV mas acabaram por ficar na dicotomia: "vamos apoiar ou não vamos apoiar? vamos trair este lote de jogadores que é bi-campeão em título e que já nos deu tantas alegrias só porque o treinador foi para o rival e temos um treinador muito jovem?". E claro as palavras vindas de BC e JJ ("não o considero treinador") fizeram o resto. É preciso não esquecer que o Benfica seria sempre um forte candidato ao título (tem jogadores de classe mundial: Jonas, Gaitan, Luisão, Júlio César, Fejsa, etc, e tem uma grande dinâmica assim que embala). BC fez mais por um eventual campeonato do Benfica (e ainda falta muito campeonato) do que o Jonas. O Sporting joga bem, tem o melhor treinador em Portugal, mas os jogadores são quase todos medianos. Contaram-me "de fonte segura" que o JJ no balneário quando discutiu à frente de todos com o Slimani lhe gritou "pensas que vais ser o melhor marcador do campeonato mas não vais, quem vai é o Jonas que é melhor jogador do que tu, está aqui para jogar para a equipa e se eu te quiser tirar não jogas".

    Seja como for este tem sido o melhor campeonato que tenho visto em Portugal e está tudo em aberto. Abraço desportivo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os méritos do Benfica em futebol no período liderado por Luís F. Vieira não são claros. São-no talvez na área patrimonial e são-no seguramente nas modalidades onde apostando muito forte na formação o vosso clube retira daí dividendos. Não só no atletismo como muitas outras. A pujança do Benfica nas modalidades é inegável punindo severamente a inacção de sucessivas direcções do Sporting e de outros clubes. Não é aliás claro como poderá agora o Sporting contrariar esta relação de forças já que o principal impulsionador do sucesso que o Benfica exibe é endógeno - a sua formação. Ora não faço ideia se estes méritos são directamente imputáveis a Luís Filipe Vieira ou se o crescimento será responsabilidade de outros dirigentes do Benfica mas a verdade é que existem.

      Em futebol não tanto, como é prova o caricato processo que ditou a saída de Jorge Jesus, erro pelo qual ver-se-ão naturalmente castigados. Este campeonato não o esconde, ainda que o vençam, tal como não se esconde o descréscimo de qualidade do futebol do Benfica, em confronto directo com o Sporting e não só. Desde as escolhas de treinadores até 2009/10 que mostraram um Benfica à deriva até à formação de sucessivos plantéis onde precisa - tal como o Sporting - de contratar 15 ou mais jogadores por ano para acertar em 1 ou 2, culminando no desperdício para benefício dum rival directo de um dos dos melhores treinadores que teve na sua história não são traços duma gestão bem sucedida.
      O domínio e sucesso dos últimos 6 anos são atribuíveis a Jorge Jesus e não ao presidente do Benfica ou à sua estrutura.

      Eliminar
    2. MM,

      de forma genérica esta é também a minha opinião.

      Eliminar
    3. MM, permita-me discordar em num ponto. O Vieira teve, desportivamente, um mérito. Apostou numa academia, tal como o Sporting já tinha, para concentrar todo o futebol num único sítio. Lembro-me que, no tempo do Camacho, andaram com a casa às costas para treinarem, com todas as lesões musculares que ocorreram. Obviamente que o Benfica Lab foi muito importante mas isso deve-se, fundamentalmente, ao Rui Costa que trouxe o conceito do Milan. Permitiu desenvolver a formação, muito destruida pelo Vale e Azevedo, o que levou à emergência de alguns jovens valores (os tais pacotes de 15 M€, ou o Renato Sanches, o Gonçalo Guedes, o Nérson Semedo ou o Ederson, se bem que este teve um percurso algo estranho pois foi dispensado e mais tarde contratado).

      Pedro Martins

      Eliminar
    4. Caro Pedro,

      Concordo. É uma infraestrutura essencial - como bem refere - no futebol de qualquer clube grande, tal como o são para as outras modalidades e para os adeptos os pavilhões, o novo estádio ou o complexo de piscinas. Quanto a Rui Costa não conheço o conceito de 'Benfica Lab' nem naquilo que se materializa mas não custa adivinhar que Rui Costa terá uma influência muito positiva no futebol do Benfica. A inteligência e a qualidade que o serviram quando jogava à bola servem-no agora nas funções que desempenha. Jorge Jesus já no Sporting disse qualquer coisa como "Rui Costa é o único lá dentro que percebe de futebol". Exagero talvez (ou não), mas necessário para evidenciar a sua mais-valia. Como curiosidade ainda a respeito do Seixal, numa altura em que o Sporting gabava (e muito bem) a inovação que a academia em Alcochete constituía para o futebol do Sporting (e por arrasto para o futebol português), lembro há muitos anos Pimenta Machado afirmar no 'Jogo Falado' que aquilo para eles (Guimarães) não era nada de novo. Aparentemente fora o Vitória o 1º clube de relevo a ter uma academia (ou aquilo que se quiser chamar) para o seu futebol.

      Um abraço.

      Eliminar
  13. Num campeonato tão renhido o campeonato passa pelos campos todos até ao fim. Mas a maior facilidade de chegar ao golo do SLB fez com que tenha ficado quase tudo decidido em Alvalade. No campo e nas conferências de imprensa de início de época, como o post tão bem refere. Resta saber o campo que ainda vai sagrar o vice-campeão. Mesmo no ciclo que se iniciou ontem sem medalhas.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (81) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (33) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) arbitragem (88) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (68) Batota (16) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (95) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (64) Comunicação Social (20) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (8) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (12) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (21) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (37) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (20) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (24) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (22) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (10) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) play-off (1) PMAG (3) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (2) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (3) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (5) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) SerSporting (1) Shikabala (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (1) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (89) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (3) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (2) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (95) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)