terça-feira, 18 de setembro de 2012

Mudar ou não mudar (treinador, direcção) é sempre a mesma questão

Estamos apenas nas 3 primeiras jornadas do campeonato e perdemos já 7 dos 9 pontos em disputa. Os Sportinguistas - TODOS, convém lembrar - estão cansados, desiludidos, amargurados. Anos a fio sem ganhar parecem ter esgotado a paciência e a resiliência de muitos, por isso não falte quem vire as costas, porque se perdeu o poder de encaixe. Há os que, não o fazendo, protestam e apontam todo o tipo de soluções, o que é sempre a tarefa mais fácil, dado que nenhuma dessas propostas é testada pela realidade. E depois há os outros, muitos outros e muitas outras reacções.

Dentro das reacções mais comuns é apontar-se o treinador como principal culpado, logo seguido por quem o escolheu: a direcção. Ou ambos, como também se ouve. E  a solução apontada mais comummente é o baralhar e dar de novo: novas eleições, ou novo treinador, ou até as duas. Aceito qualquer uma das soluções ou até ambas, desde que me garantam que a mudança trará os resultados que TODOS queremos. Alguém o pode fazer?

Não me parece que esta seja a hora de colocar em causa o lugar de Sá Pinto mas os que o decidirem fazer conseguem garantir que outro, no seu lugar garantirá os resultados que não surgem?

E se os que entendem que devemos mudar de direcção agora o que dirão se para o ano  enfrentarmos mais ou menos os mesmos problemas? Mudamos novamente tudo outra vez?

Sei que é impossível ter esta discussão de forma saudável sem voltarmos aos velhos chavões, do "isto não é o Sporting" até chegarmos ao inevitável "roquetismo". Ainda ontem Abílio Fernandes declarava que ""as últimas duas décadas foram uma tragédia no Sporting". Mas e os outros vinte antes, dos quais ele foi dirigente em alguns deles? Quantas vezes se ganhava? Que estádio tínhamos? Que pavilhão?

Se é verdade que o projecto Roquete esteve longe de chegar à terra que fora prometida, é bom não esquecer que uma das razões para a mudança então verificada, adoptada a nosso reboque pelos nossos rivais, foi o esgotamento de um modelo de gestão, já completamente anacrónico e obsoleto da forma de gerir um clube que movimentava milhões. Uma verdade não pode excluir a outra.

Não há receitas mágicas, menos ainda quando os resultados têm que ser alcançados através da forma mais aleatória possível como é um jogo de futebol. Mas o que também se constata é que não é por falta de mudanças que o Sporting não ganha. Pinto da Costa desde que chegou a dirigente do seu clube já conheceu dez presidentes e um número infindável de treinadores leoninos. Luis Filipe Vieira, que chegou muito depois, já se cruzou com quatro.

O momento é delicado, não tanto porque o atraso seja irrecuperável, mas sobretudo pela antecipação do que pode vir a acontecer, se os resultados e exibições actuais se mantiverem. Talvez o mais aconselhável nestas alturas, em que se navega em águas agitadas, seja não fazer balançar ainda mais o barco. Sem prejuízo de, em altura mais aconselhável, se fazerem as devidas contabilidades.

Esse sim é um caminho, o do recato e da reflexão, poucas vezes seguido nestes momentos e como nunca foi testada, talvez merecesse agora uma oportunidade. Pior do que está não será com certeza.

31 comentários:

  1. Boas,

    Não sou apologista de mudança de treinador a não se no final de cada época quando os resultados não foram os esperados. Mas o que me preocupa no Sporting não é se sai ou não sai o treinador, é quem vai para treinador do Sporting Clube de Portugal.

    Se sair o Sá entra o Oceano certo? Lidera a liga Oragina.

    O que vejo nos longos anos que vou à Alvalade, é que quem comanda devia ser o mais experiente e não a experiência e continuamos sucessivamente à procura do novo Mourinho que não o quisemos lá.

    Enquanto não apostarmos realmente num treinador, não iremos fazer épocas melhor do que as que nos estamos habituar a ter, infelizmente.

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar
  2. Não faz sentido entrar neste ciclo de instabilidade . Não aprendemos com os erros do passado,foram 18 anos de mudanças de treinadores e direcções sem um único título nacional! Quem não aprende com os erros...

    ResponderEliminar
  3. Estes 3 ultimos parágrafos são uma excelente sintese. Gostava de colocar isto numa bandeira para ir ao estádio na 5ª...

    Em frente Sporting!

    BS

    ResponderEliminar
  4. Lirismos da treta... isto e simplesmente uma questão de ausência de competência. A solução tb e simples e evidente. O Sá pinto não serve. O q e pior? Mais um treinador ou uma época em q qualquer merda vem jogar sem medo a alvalade? Recato e reflexao? Pior do q esta não fica? Que anedota... e esta mentalidade pequenina q mata o clube aos poucos....

    ResponderEliminar
  5. Cuidado com isto do Oceano...

    O Oceano está ao comando de um carro feito em fábrica com mudanças automáticas. Os miúdos vêm das nossas escolas e alguns jogam juntos há anos. Salvaguardadas as distâncias, seria o mesmo que pegar agora no Barcelona. Basta não inventar, não mudar muito, por em "cruise" e o carro anda.

    No caso da equipa A, temos um carro com peças de várias marcas, sendo que a caixa de velocidades ainda não está bem montada e o motor ainda não tem rodagem. É bem mais complicado...

    ResponderEliminar
  6. Vamos lá ver....apostamos num treinador com experiência, que vinha numa fase ascendente na sua carreira ( chegou á final da Liga Europa) e que teve os jogadores que pediu. Teria sido a fórmula perfeita.
    Mas não resultou! isto das fórmulas no futebol.....e a escolha Sá Pinto teve quase a dar os seus frutos na Liga Europa onde tivemos muito perto da final, na Taça de Portugal onde perdemos a final e no campeonato onde recuperamos uma data de pontos ao Braga.
    Infelizmente não começou bem agora. Mas sacar Sá Pinto e por Oceano é mais do mesmo. Uma aposta no escuro, como tantas outras feitas nos ultimos anos.
    Há que ter mais calma para gerir o clube e sobretudo, ter uma enorme capacidade de manter a cabeça fria mesmo nos momentos mais quentes.

    Deixemos estar Oceano um ou dois anos nos B para ver realmente aquilo que vale e depois se por ventura mostrar qualidade, apostar nele no futuro

    ResponderEliminar
  7. Excelente comentário.Não podemos andar a mudar tudo a toda a hora se não ganhamos.O Sporting ganhou 2 campeonatos em 22 anos(o benfica 4 e o porto 15!!!) e a nossa especialidade são as chicotadas psicológicas:se resultassem, os 15 campeonatos eram nossos.A instabilidade permanente é uma das razões do insucesso crónico.O Sá Pinto fez coisas boas no ano passado e acho que merece o benefício da dúvida este ano.Mas claro,o futebol não é racional...

    ResponderEliminar
  8. "O Sá Pinto fez coisas boas no ano passado e acho que merece o benefício da dúvida este ano."
    Com esta mentalidade vamos longe vamos...lutar para não descer.
    SL
    Rui Jorge

    ResponderEliminar
  9. Meu caro,

    Estava nas estrelas que esta questão do Sá Pinto se ia colocar mais cedo ou mais tarde. Achei um erro a substituição do Domingos (isto é uma blasfémia, não tenho dúvidas). É que, com essa fuga para a frente, criámos o contexto para o queimar a ele ou a outro que tivesse vindo em vez dele. No fundo, o Sá Pinto obteve os resultados que o Domingos, por muito mal que estivesse, acabaria na pior das hipóteses por obter. Por muito mal que as coisas corressem, duvido que fizesse muito pior do que perder a Taça e ficar em quarto.

    Enfim, ou o Sá Pinto é manifestamente incompetente, e não tenho dados para o afirmar, ou então deve ficar até ao fim. Não podemos andar em fugas para frente umas atrás das outras.

    SL

    ResponderEliminar
  10. Tu não estás a Norte de Alvalade, tu já perdeste foi o Norte. Com as coisas que se lê por aqui, só se pode concluir que o dono deste blog não faz a mínima ideia do que é o Sporting Clube de Portugal.

    Arranja uma bússola, estuda a história do Sporting, os seus ideais e valores. E já agora... ganha exigência homem.

    ResponderEliminar
  11. A história do Sporting é que na década de 80 ganhou 1 campeonato,o benfica 4 e o porto 5.Juntamente com o que disse antes ganhamos 3 campeonatos nos últimos 32 anos(!!!!).2 dos 3 últimos treinadores campeões(Inácio e Malcolm Allison) foram despedidos durante a época seguinte.Sá Pinto entrou a meio da época e em situação muito difícil.Neste sentido foi razoável,mas devia ganhar a taça.Por todas as razões.Mas, mantenho,merece o benefício da dúvida para este ano,mas já não tem desculpas.E deviamos começar muito melhor.Mas,desculpem,não se pode despedir o treinador à 3ª jornada sob pena de continuar a ganhar um campeonato por década,ou nem isso.E já agora continuamos a ser grandes,o que diz muito sobre o Sorting e os Sportinguistas.

    ResponderEliminar
  12. Anónimos e "outros exigentes"

    vou passar por cima dos comentários a roçar o insulto, são típicos em quem não está à altura da troca de ideias que se pretende aqui.

    O post coloca 1 central que, de forma que não me surpreendeu, evitaram abordar convenientemente:

    " a solução apontada mais comummente é o baralhar e dar de novo: novas eleições, ou novo treinador, ou até as duas. Aceito qualquer uma das soluções ou até ambas, desde que me garantam que a mudança trará os resultados que TODOS queremos. Alguém o pode fazer?"

    Há muitos argumentos possíveis para me contestar, mas sem o fazer o resto é treta.

    ResponderEliminar
  13. Péssimos presidentes , péssimo director de futebol e sempre uma falácia a escolha dos treinadores. A questão é sabermos até quando o Sporting sobrevive a esta Troika que entrou por alvalade a dentro há 16 mais coisa menos coisa e que depois foi mantida pelos sócios mandato atras de mandato. Era crível que o Sporting tivesse sucesso com mais um mandato com esta gente? Claro que não!! O que nasce torto....nasceu torto com as duvidas sobre as eleições e manteve-se torto até agora. Com um presidente desesperado por dinheiro depois de mais um empréstimo no ano passado. A relativizacao do lugar do treinador coloca a nú a incapacidade desta estrutura em ter sucesso. A tudo isto acresce-se a pandilha que foi lá colocada por amizade (os despedimentos do jornal Sporting metem isso a evidencia), mesmo no futebol e pela mao deste treinador entraram Pedrosa , Dominguez , porfirio....tudo grandes glorias do nosso futebol...só faltou o Dani para abrir uma secção passarelas...

    SL

    ResponderEliminar
  14. Este presidente e este treinador têm 2 pecados originais: o presidente,a forma como foi eleito,aquela noite eleitoral e todas as confusões que ocorreram.O treinador ,a derrota na final da taça que provocou uma tremenda desilusão em todos os sportinguistas e estilhaçou qualquer estado de graça que existisse.Do treinador já me pronunciei.Na minha opinião o presidente só deve sair se houver alguma ilegalidade grave durante o seu mandato.Dado não ser o caso até ao presente temo que se não formos capazes de nos unir à volta da equipa e do clube tenhamos (mais)3 anos sem títulos.No final do mandato os sócios julgarão o trabalho do presidente.Sem naturalmente,entretanto,abdicarmos do nosso direito à crítica.

    ResponderEliminar
  15. parece-me ponderada e sensata a proposta implicita no post:mudar de treinador nesta altura não resolverá nada. De repente, como admiti no comentário ao post anterior, um clique pode mudar tudo. A confiança instala-se e o que parecia perro e incompetente ganha fluídez e eficácia. Passamos a ganhar. Recordem-se do ínicio catastrófico com Domingos e depois de Paços de Ferreira o que se seguiu.
    Dito isto acrescento o seguinte: se os resultados e as exibições para o campeonato se mantiverem nas próximas duas jornadas e a distância para os primeiros se aproximar dos 10 pontos não aposto um cêntimo na permanência de Sá Pinto.
    Discordei da saída de Domingos que considero muito melhor treinador do que Sá Pinto. Considere eu ou não a carreira de Domingos atesta da sua competência.Com ele, julgo eu, talvez tivessemos festejado no Jamor. Sá Pinto tem dificuldades em colocar a equipa a jogar ao ataque sobretudo em situações em que o Sporting é favorito.
    Outra situação que me aflige no Sporting é a predilecção por treinadores excessivamente jovens e inexperientes e que, em regra, são sensíveis, talvez em demasia, aos ditames da SAD e que, talvez por isso, aceitem ou promovam aquisições e dispensas que não relevam da maior perspicácia desportiva e financeira. Digo isto porque não estou seguro que, como alguém aqui comentou, Sá Pinto tenha tido os jogadores que quis e tão somente aqueles que a SAD lhe disponibilizou. Quando digo SAD não estou a ignorar o papel que os Fundos têm nesta matéria e o peso desportivo que esses mesmos fundos adquirem na gestão do plantel quando a maioria dos passes dos jogadores estão na sua posse.

    PS - este é um dos dois ou três melhores blogues leoninos existentes, com análises excelentes e com propostas de reflexão corajosas. Falta apenas eliminar na origem comentários anónimos e que recorram ao insulto. O anonimato é sempre umamanifestação de cobardia e fica ainda mais inaceitável quando é acompanhado de insultos.

    ResponderEliminar
  16. Realmente é possivel haver um clique e desatarmos a ganhar como o ano passado. Temo é que o treinador não esteja a conseguir ver mais além e que com a sua arrogancia e prepotencia tenda em repetir os erros que tem cometido.

    Sobre o presidente não me pronuncio mais. É fraco lider e isso diz bem falta de um rumo no clube. Após todos estes anos só falta mesmo o mentor disto tudo ser finalmente presidente e aplicar a machadada final...José Maria Ricciardi.....

    SL

    ResponderEliminar
  17. O que fez Sá pinto ao longo da sua carreira de treinador para merecer ser actualmente o treinador da equipa principal do Sporting. O Sá Pinto nem emrecia ter começado a época. Eleminou ( com alguma sorte ) o Manchester City ( excelente 1ª parte lá), ganhou ao benfas. Parece que se esquecem que o Sá pinto não ganhou 1 único jogo para a taça de Portugal ( Domingos assegurou a final contra o Nacional 6 dias antes de ser despedido).
    O treinador pode fazer toda a diferença num projecto desportivo e basta olhar para o caso Jorge Jesus ( esse sim um grande sportinguista). O clube de carnide andou anos e anos a fio a dar-nos alegrias com os Camachos e com os Quique Flores , ele era o 4º lugar atrás do VSC , jogadores que não rendiam , etc. De um ano para o outro entra um treinador a sério e a coisa mudou. Não foi cá necessário periodo de adaptação ou tempo para formar uma equipa, foram campeões e com jogadores que antes não rendiam a revelarem-se ( Coentrão,Aimar,Di Maria e cardozo). O cardozo era suplente com o Flores eo Coentrão dispensável.......
    Basta um treinado, só isso . Treinador é o que o Sporting não tem .É que o excelente trabalho de recrutamento de jogadores que tem sido feito pelo Freitas seja posto em causa por um enorme erro de casting com o Sá Pinto......Ainda vamos muito a tempo de o corrigir!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  18. Li o post e comentários efectuados e fiquei elucidado quanto a 2 ou 3 aspectos:
    1. A generalidade dos comentadores apreciou o estilo e profundidade do post;
    2. Existe a convicção por parte de comentadores/bloggers identificados enquanto tal, que o anonimato traz exigência descabida, emotividade exacerbada e linguagem insultuosa, salvo raras excepções;
    3. Depreende-se ainda que o anonimato insultuoso e cobarde deveria ser banido destes espaços ( sugerido por outras palavras por um dos bloggers que se identifica)
    4. Apenas decorreram 3 jornadas, logo é deixar estar tudo assim que vem aí um...clique! Isso mesmo um clique
    Sem querer ser insultuoso, ofensivo ou atentatório à educação de nenhum umbigo cibernáutico, gostaria humildemente de replicar estes 4 pontinhos dizendo isto:
    1. O assunto parece-me demasiado importante, para ser brindado com um estilo tão pastoso e ao mesmo tempo paroquial que lhe retira a profundidade supostamente desejada
    2. Pretender instituir uma espécie de apartheid entre os adeptos leoninos na base duma linha divisória que separa exigentes anónimos que usam linguagem imprópria dos restantes é uma ideia tão patética e pueril que não me parece digna de quem se gaba de não se esconder;
    3. Pretender ainda mais 'despachar' da blogosfera dita séria esses anónimos, parece uma ideia pouco democrática. Até porque se se comparar a linguagem aqui utilizada pela generalidade dos comentadores, com a de outros blogs, alguns do universo leonino, a linguagem aqui é até bastante cordata e civilizada: o problema não são os insultos serem incomodativos, o problema é que para alguns a manifestação de uma opinião discordante pode ser sentida como insultuosa aos olhos de quem a interpreta e sente. Daí a querer pôr as pessoas fora...enfim
    4. Concordo. Que venha então esse clique. Nem que seja um clique dum despertador a dar-me sinal para acordar deste enorme pesadelo que é o futebol profissional do Sporting Clube de Portugal!
    Então? Assim está bem? Fui muito ofensivo e mal-educado?
    Para terminar gostava só de dar uma achega sobre identidades:
    Como não sei se para os bloggers ditos da ''praça", os mais conceituados entre os comentadores, a minha identificação lhes parece anónima, talvez não seja despropositado dizer-vos algo que me identifica enquanto Sportinguista:
    1. Tenho mais de 30 anos de sócio, sem nunca ter falhado uma quota, e ainda assim não o sou desde que nasci, i.e., tenho mais alguns de vida;
    2. Não tenho nem nunca tive gamebox, porque numa relação custo-benefício o espectáculo que nos é proporcionado, salvo meia dúzia de vezes durante uma época inteira, é de uma indigência aterradora: quando fui e vou pago seja para central, lateral ou superior;
    3. Tenho um filho pequeno que adora o Sporting e chego a ter vergonha de pensar em levá-lo a ver os A, como recurso vamos ver a equipa B;
    4. Nasci num ano em que o Sporting foi campeão e chegou a uma meia-final europeia (quantos se podem orgulhar disso?) e o meu baptismo de Alvalade foi num jogo em que ganhámos por 6 ao Penafiel com um poker do Manuel Fernandes;
    Conclusão: será tão importante a questão do anonimato, ao ponto de se moralizar sobre aquilo que não se conhece (apenas porque se é cibernauta a tempo inteiro); preciso assinar Antunes, Teixeira ou Lopes para que o meu passado enquanto Sportinguista seja certificado? E quem são vexas para julgar os meus sentimentos de sócio e adepto e o meu passado enquanto Sportinguista sem nunca me terem visto ou conhecido?
    Não gosto de fundamentalismos e prezo a diversidade de opinião criticando, por vezes, de forma contundente, mas sem a pretensão de achincalhar nem ofender. Poderão alguns dos que atrás criticaram orgulhar-se do mesmo?
    Será?
    Reflictam e pelo sim pelo não vão olhando para os lenços que têm em casa. Um dia antes dum qualquer jogo contra um qualquer Videoton ou Moreirense podem vir a precisar dele para o efeito no final do jogo
    'Sádações' Leoninas

    ResponderEliminar
  19. Krueger

    És de um bom ano....1974

    SL

    Miguel Damas

    ResponderEliminar
  20. Não sou a favor da saída de Sá Pinto neste momento.
    Prefiro esperar para ver como correm os próximos 3 ou 4 jogos para avaliar se tem ou não tem capacidade para incutir alma à equipa.

    Não sou a favor de eleições neste momento.
    Independentemente dos resultados que se vierem a alcançar nesta época, essa questão só se deve colocar lá bem para a frente para bem do clube e de possíveis disputas por títulos que ainda consigamos vir a fazer em relação a algum troféu.
    A haver eleições, que se realizem após finalizar a época.

    Mas uma coisa é certa, este ano exige-se a luta pelo título.
    Os nossos rivais não têm a força do ano passado, também eles têm problemas, pelo que é obrigação neste projecto de 3 anos que já este ano lutemos pela conquista do título.

    SL
    José

    ResponderEliminar
  21. Rui Monteiro,

    Discordo da subvalorização que faz do trabalho do Sá Pinto no ano transacto. No Campeonato, não seria fácil naquela situação pedir mais (e estivémos a um passo de chegar à Champions, não fosse o ridículo jogo em Barcelos, por exemplo... parece que já ninguém se lembra). Na Europa... bom, podemos especular, mas não acredito que, com Domingos, tivéssemos "passado" em Inglaterra e sobrevivido até às últimas em Bilbau. A final da Taça foi efectivamente um mau jogo, e que trouxe dificuldades acrescidas - tê-la vencido teria sido muito importante para todos.

    E isto não tendo eu Sá Pinto como escolha preferencial à data (o trabalho nos júniores indiciava boas ideias e bom-senso/capacidade de as pôr em prática, mas parecia-me que ter um crescimento mais sustentado talvez fosse para ele interessante, ainda que para o presente do Sporting também o fosse ele lá estar já).

    Resta-nos o presente, e sobretudo a questão que se impõe: faz sentido continuar com Sá Pinto? Para mim, apesar dos recentes resultados, um inequívoco sim.

    Sim porque não há treinadores portugueses mais adequados ao Sporting (ora porque uns estão - bem - empregados, ora porque outros cairiam muito mal na bancada e entre o ganho e a perda, a mudança não commpensaria).

    E sim porque não vejo em muitos treinadores estrangeiros a capacidade de vir para o Sporting e pôr a equipa a atingir o máximo do seu potencial no imediato (ou melhor, até existirão, mas será sempre baixa a probabilidade do Sporting ir buscar um treinador estrangeiro que seja mais interessante que Sá Pinto).

    Apesar dos resultados (e mesmo dos jogos) recentes, com Sá Pinto, acredito pelo menos que há futuro. Custar-me-ia se o Sporting abdicasse dele (ou se ele abdicasse da sua inteligência para dar a volta à situação), mas catastrófico também não seria: o principal já foi feito.

    Mas eu continuo a acreditar em evolução.

    ResponderEliminar
  22. Rui Monteiro,

    É tão válido afirmar que Domingos conseguiria os mesmos resultados que Sá Pinto como o seu contrário.

    A mim parece-me que, pelo percurso que a equipa estava a ter, dificilmente teríamos ido às meias-finais da Liga Europa e tenho sérias dúvidas que conseguíssemos o 4º lugar.

    Mas nem de um argumento nem de outro pode ser validado sem os factos terem ocorrido.

    ResponderEliminar
  23. José Guinote,

    Compreendo o que afirma relativamente aos comentários anónimos e já em tempos eles estiveram vedados. Mas, devido a problemas provavelmente com origem em algumas plataformas como o Internet Explorer, havia alguns leitores que se viram privados de comentar.

    Da minha experiência pessoal e da que tenho partilhado com outros bloggers de diversas sensibilidades eles potenciam não só o comentário insultuoso como o meramente provocatório.

    Pesados os prós e os contras para já decidi manter o blogue aberto a todos.

    ResponderEliminar
  24. Estou convencido que vão vender Insúa (provavelmente até barato).
    Estão a gostar mais de Pranjic, quase um anão com praticamente 31 anos.
    Insúa já não tem lugar nem no banco?
    É estranho!

    DUARTE

    ResponderEliminar
  25. Enquanto não mudar-mos REALMENTE de direção, coisa que não acontece à 17 anos!, iremos continuar na mesma merda, ano apos ano..., e o pior, é que pode mesmo ficar pior..e o "aviso" da UEFA, relativamente aos prémios, deixa antever o que se avizinha para os proximos 6 meses....

    ResponderEliminar
  26. Frade Kreuger,

    Não sei se o que escreveu a propósito era para mim, para o José Guinote ou para ambos, mas parece-me que não percebeu a questão.

    Expliquei ao José Guinote o que penso sobre os comentários anónimos. Ao contrário do que afirma não estou convicto que "que o anonimato traz exigência descabida, emotividade exacerbada e linguagem insultuosa, salvo raras excepções;" mas apenas que ele potencia o insulto e o comentário provocatório.

    Não sei porque infere que a "A generalidade dos comentadores apreciou o estilo e profundidade do post" porque não vi nenhum comentário sobre essa matéria.

    Mantenho o que afirmei no post: não faz sentido à 3ª jornada introduzir ainda mais instabilidade ao pôr-se em causa nesta altura o lugar do treinador ou pensar que eleições nesta altura ajudariam a resolver o problema, mas deixei, como sempre faço, a caixa de comentários livre para quem quiser discordar.

    E, pelo que vi até agora, não apareceu ainda quem garanta que se vier o treinador X ou a direcção Y passaremos a ganhar no imediato ou daqui a 15 dias ou 2 anos.

    O insulto "cobarde e anónimo" ou o devidamente identificado devia de facto ser banido nas conversas entre Sportinguistas.

    Para mim é não apenas insultuoso como arrogante afirmações como "mentalidade pequenina q mata o clube aos poucos" ou "perdeu o norte" e que "preciso de conhecer a história do Sporting", etc, etc. No mais este blogue tem um histórico de mais de 3 anos que fala por si sobre a pluralidade de ideias e opiniões.

    Quanto ao seu puxar dos galões de Sportinguista digo-lhe o que sempre digo nestas ocasiões: não dou o meu exemplo a ninguém. Não porque ele me envergonhe mas porque, sem falsas modéstia, é muito frequente cruzar-me com Sportinguistas das mais diversas origens que fazem coisas absolutamente notáveis e incríveis pelo clube sem nunca merecerem ou procurarem qualquer destaque ou louvor.

    O Sportinguismo tem muitas matrizes e identidades e não procuro dar lições a ninguém. Mas garanto-lhe que nunca tive vergonha de me confessar Sportinguista, nem sequer nos piores momentos. Porque por trás de mim está um grande clube com mais de cem anos de história, com grandes campeões e grandes conquistas que não serão apagadas nunca por momentos menos bons.

    Eu não sou do Sporting porque se ganha muito ou pouco, sou do Sporting pela sua identidade como instituição que está muito acima do momento circunstancial. Mas como qualquer outro não fico feliz quando acumulamos maus resultados ou sou menos exigente.

    Para quem só espera ganhar este é de facto um momento pior do que aqueles que, ganhe-se ou perca, não têm menos orgulho em ser do Sporting.

    Lamento que vá apenas ver a equipa B, talvez porque esta vá ganhando. Quando esta perder mais vezes, como vai acontecer, recomendo-lhe o ténis de mesa onde ganhamos quase sempre. E lamento-o ainda mais porque com isso tem perdido grandes espectáculos em Alvalade e com isso privado o seu filho. Lembro-me em particular das vitórias o ano passado na campanha europeia ou o jogo com o SLB.

    ResponderEliminar
  27. Se calhar o problema começa na qualidade dos treinadores escolhidos...digo eu!

    Será assim tão difícil ver que ir buscar treinadores aos juniores não é solução?Ou tipos que se a vida deles dependesse do curriculum deles o mais certo era falecerem...

    Aprendizes é o que temos tido a frente de equipas de milhões(porque por muito maus tenham sido os nosso planteis uma coisa que nunca foram é baratos!).Não me parece um ato inteligente de gestão,um clube formador de jogadores sim mas de treinadores não.Isso é um suicídio.

    Não vejo como solução eleições nesta altura,mas claramente algo terá de ser feito para reverter esta situação.E para mim passaria pela contratação de um novo técnico(que devia ter sido feito logo depois da final da taça).
    Não é uma garantia que as coisas mudariam?A meu ver se tivermos alguém competente e com provas dadas a frente da equipa vamos estar sem dúvida mais perto dos resultados positivos(Advocat esta livre por exemplo!).

    Quanto mais tempo esta direção não tomar uma decisão mais refém se vai tornar do seu treinador.

    E numa altura que em que uma ou duas competições já estiverem perdidas e Sá Pinto inevitavelmente cair não o vai fazer sozinho!Há que corrigir as coisas em quanto ainda há tempo!Acho que Godinho tem condições de se redimir e evitar a fantochada de mais umas eleições no final da época.

    O plantel não sendo brilhante é bastante aceitável em comparação ao que temos tido nos últimos anos.Sá Pinto simplesmente não tem qualidade para o nível de jogadores que dispõem.


    ResponderEliminar
  28. Mudar de treinador, talvez.! Presidente e estrutura é mais um erro dos sportinguistas.!!
    Benfica Porto e Braga tem os mesmos presidentes a varios anos. LFV em 10 anos ganhou 2 campeonatos e parece me q vai continuar para lá das eleiçoes, Salvador tbm esta aos anos no Braga e agora começa a ver se os resultados.
    Nos Sportinguistas temos na minha opniao a melhor estrutura nos ultimos anos e `já queremos deitar tudo a baixo.
    Tipico..

    ResponderEliminar
  29. Todos os Sportinguistas com que me dou sabiam, no final da época passada, que o Sá Pinto não ia chegar ao Natal. Ainda são uma meia dúzia e nenhum deles é bruxo (apesar de já terem todos 30 e muitos 40 e poucos, o que ajuda), e, apesar disso, era (e é) evidente que o Sá Pinto não chegará ao Natal. Porquê? Porque é fraquinho. Porque é que é fraquinho? É ouvi-lo a falar, ver o jogo da equipa, as substituições... Não há ali uma ideia, uma visão, uma direcção, um valor acresentado. Sei lá. Não sei explicar, mas há coisas que, de tão evidentes, não se explicam. Por exemplo, a lei invisível que dita que, quando o SCP tem um bocadinho de sorte, isso é só para se desgraçar. O ano passado, isso aconteceu com Sá Pinto: teve a sorte suficiente para o SCP assinar com ele um contrato até 2013. Depois do contrato assinado, acabou-se a sorte, não ficou mais nada, e estamos desgraçados. SL

    ResponderEliminar
  30. Caro Leão de Alvalade,

    O problema não é esse. O problema é que ao despedir-se o Domingos criou-se o contexto para se pedir a substituição do Sá Pinto agora. E quando vier outro, ao fim de dois jogos mal conseguidos, já se está a pedir a sua substituição outra vez.

    Um clube deve ter um política desportiva clara. Não pode andar em fugas para a frente sistematicamente. Isto é verdade no sporting, no governo, numa empresa ou noutra organização qualquer.

    Por fim, nem sempre concordamos. Mas discordamos com bons argumentos.

    SL

    ResponderEliminar
  31. "..., mesmo no futebol e pela mao deste treinador entraram Pedrosa , Dominguez , porfirio..." Miguel Damas.

    O que se passou na formação do Sporting foi vergonhoso. Já tive um post escrito sobre isso, mas preferi não o publicar. Ter tipos que chegam a mudar-se do Porto para Lisboa para vir treinar camadas jovens, revela mt do qt deve ser o salário oferecido. Isto quando se deve mais de um ano de pagamentos à entidade que aluga o espaço para os miúdos treinarem, ou quando os atletas do clube nem autorização têm para fazer os habituais exames na FMH, porque há pagamentos em atraso com anos. Fico por aqui, mas espero que um dia toda a gente saiba o que se passou. Foi uma grande desilusão perceber o que aconteceu e porque aconteceu este ano no Sporting.

    Mas pode ser que o Pedrosa, o Porfirio e os restantes amigos sejam os craques do treino e estejam ai mais CRs na calha...

    abraços

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (6) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)