domingo, 6 de março de 2016

Sporting 0 - SLB 1 - o dérby do "Ai Jesus, e agora?"

É relativamente fácil resumir o que se passou ontem em Alvalade e em poucas linhas. Provavelmente bastaria até apenas uma única palavra: eficácia. Enquanto a equipa rival conseguiu chegar ao golo, numa jogada em que nem sequer foi intencionalmente responsável pela criação da oportunidade - há muito mais demérito nosso - nós não conseguimos concretizar nenhuma. O falhanço de uma delas - ja lá iremos - constitui um momento quase pornográfico.

Sendo inteiramente verdade que o resultado é injusto é porém inútil realçar este facto, uma vez que o rectângulo de jogo é tudo menos um tribunal, sendo frequente verem-se aí proferidas sentenças injustas. Essas são por vezes particularmente penalizadoras para as equipas que não aproveitam o que conseguem construir para si. Ontem presenciamos mais um desses casos.

Também me parece inútil perorar sobre a qualidade do jogo do adversário. O facto importante a retirar após o apito final do árbitro é que, apesar da pouca atractividade e mesmo qualidade da sua prestação, não apenas conseguiram ganhar - objectivo primordial de qualquer jogo - como ficaram numa posição que era nossa e que certamente preferiríamos manter.  

É verdade, tal como Jesus afirmou no final do jogo, que este talvez tenha sido o pior SLB dos quatro jogos que com eles fizemos. O que também me parece verdade é também ontem foi o pior Sporting dos quatro desses jogos.

Ao contrário também do que JJ havia referido em tempos, a nossa equipa não melhorou nesta segunda volta, bem antes pelo contrário. Um indicador muito claro desse facto e que explicam a perda de pontos com a consequente descida abrupta na classificação são os jogos a zero, isto é, sem concretizar. No campeonato este é o segundo consecutivo e a explicação da perda de cinco pontos em duas jornadas.
Não mudei de opinião relativamente aos méritos do treinador e muito menos em relação à responsabilidade que tem na nossa subida de nível competitivo, facto que a mera observação estatística comprova.

Mas esta equipa parece estar próxima do esgotamento psicológico, ao ser incapaz de variar o seu jogo, ao ponto de o tornar previsível e por isso presa fácil quer dos melhores adversário quer dos caprichos em que o jogo é fértil. As lesões em cascata parecem também apontar que a época longa começa a cobrar os seus dividendos.

É indiscutível que esta equipa do Sporting, no seu jogo, é a mais madura e consistente. A exibição de ontem, pela forma como remete o adversário a um recuo permanente e anula os seus melhores jogadores parece demonstrá-lo de forma inequívoca.

Na maior parte do tempo a equipa controla o jogo quase em absoluto mas o futebol é imprevisível e lances fortuitos podem alterar completamente o destino de um jogo. Foi o que aconteceu ontem quando a bola foi parar aos pés de Mitroglu. Por falar no grego, veremos se, quando se escrever a história deste campeonato, o desfecho final da sua contratação não ficará também associado à sorte dos clubes cujas as equipas ontem se confrontaram.
Reconhecer a responsabilidade de Jesus na  forma como rapidamente encostámos aos nossos rivais, sendo até mesmo a equipa mais consistente até ao momento em que ocorre esta troca de líderes parece-me um acto de justiça. Parece também justo dizer que a estreia da equipa vermelha no comando do campeonato era um facto até há poucas jornadas praticamente inesperado, até para os próprios. E também o é reconhecer, como aliás várias vezes aqui foi dito - que faltam neste plantel jogadores com capacidade de explosão e cuja criatividade ofereça aquilo a que o jogo colectivo não consegue chegar.

Mas também me parece inevitável reconhecer que JJ teve ontem o seu jogo mais infeliz desde que está entre nós. E talvez fosse o pior jogo para o ser... As suas substituições foram de todo infelizes. Quando vi Teo a aquecer deixei logo sair uma frase tão assassina como premonitória: "JJ é tão teimoso que até quer ganhar ao SLB com apenas dez jogadores em campo." Tirar Adrien e João Pereira foi acabar com a nossa equipa. Uma decisão que só o próprio poderá entender.

Valha a verdade que também não havia muito por onde escolher. É fácil dizer sempre que era melhor tirar este e por aquele, quando se conhece o resultado das decisões tomadas e não se pode provar factualmente que de outra forma seria melhor. Mas, esgotados todos os ângulos de análise e argumentação, não há nenhum técnico capaz de nos fazer felizes quando os jogadores acumulam falhas como as que vimos estas duas últimas jornadas.

É aqui que chego a Ruiz. Talvez o azedume seja excessivo mas no fundo ele explicou-nos de forma pratica como é que um jogador de grande talento como ele tem uma carreira semi-obscura. Talvez porque nos momentos em que podia ser decisivo, chegou atrasado, não estava lá, ou em cima da linha mandou para a bancada.

Uma palavra final para os adeptos. Vou falar em causa própria, mas julgo ainda que com o distanciamento suficiente. É difícil encontrar adeptos que amem tanto o seu clube e de forma incondicional. Tal como eu, muitos milhares devem ter tido esta noite uma relação difícil com os lençóis da cama, ao ponto de pensar escrever este post às quase três horas da manhã, quando cheguei a casa, e em quase todas as outras que passaram até me sentar em frente ao portátil.

O que se viu ontem nas imediações do estádio deveria ser suficiente para fazermos a nossa equipa ganhar. Se por acaso o Sporting não for campeão não será seguramente por causa dos seus adeptos. Será, isso sim, um duro castigo em que também muitas vezes o futebol é fértil. 

Pois, ai Jesus, e agora? Agora ainda há nove jornadas e muito campeonato para disputar. O Sporting não apenas perdeu a liderança. Perdeu também a mão no seu destino, passando a depender de outros para poder ser campeão. E passa a ter sob ameaça também o segundo lugar onde agora está.

De forma racional parece-me que ficar em primeiro só acontecerá caso conseguíssemos um final de prova imaculado, ganhando todos os nove jogos. É possível mas muito improvável.

Mas porquê deitar a toalha ao chão antes do gongo soar? É-nos permitido outra coisa, em nome do amor por este clube, por tudo o que já demos, por tudo o que estamos dispostos ainda a dar, que não seja acreditar até ser impossível?

34 comentários:

  1. Mérito? Se isto fosse patinagem artística... o ano passado o Marco com menos recursos e com o presidente como força de bloqueio conseguiu a Taça e a prestação europeia como no campeonato foi superdigna. O senhor seis milhões transformou-se num balão de bazófia e os custos com o pessoal duplicaram. Se o clube ficar em terceiro lugar será uma catástrofe económico desportiva digna de um Godinho Lopes. (ex-sócio do Benfica).
    A estratégia de comunicação da Direcção é um desastre que deixa a nação sportinguista nas mãos do ridículo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tentes reescrever a história, no ano passado fomos eliminados na mesma fase da LE e no campeonato recebemos o benfica com 7 pontos de atraso.

      Parece—me claro que a gestão de carrilho e montero acaba por estar a decidir pela negativa esta parte final da epoca.

      Eliminar
    2. Bufff...já me tinha esquecido do Carrillo.
      A zero para a Luz.
      Ando com uma azia hoje...

      Eliminar
    3. Com enorme azia andamos todos. Daí a comparar a época passada com esta, vai uma grande distância.
      No fim do campeonato, poderas dizer o contrário, mas para já estamos bem melhor

      MLV

      Eliminar
  2. Com JJ sempre a dar gás o gajo que nem é treinador já recuperou mais de 10 pontos e sempre com um núcleo duro de jogadores fundamentais lesionados. Ontem chegou a Alvalade sem Júlio César, o capitão e patrão da defesa, Luisão. E a bem dizer sem extremos. Tem-lhe valido vários jovens. Daqueles que ainda há pouco tempo tinham que nascer 10 vezes. E entrou no jogo a mandar! Marcou um golo, baixou o bloco e soube sofrer. Como qualquer treinador muito limitado de opções. Como inclusive o senhor 6M muitas vezes no passado. E JJ como é normal chega a esta fase da época com vários jogadores fundamentais todos rotos. JJ sabe muito bem o que tem faltado a Ruiz. Não sabe é como seria com Mané e desde o princípio da época. Mas num clube que compra dois Shikabalas seguidos já não vale muito a pena o tema contratações. E JJ nem cartões gere! E vergonha das vergonhas, só a jogar para a Liga.

    Ontem convenceu-se que com Gaitan coxo e com outra das suas maravilhas, Eliseu - que conhece muito bem – bastava forçar naquela ala. Azar!

    Olha se o Rui Vitória fosse mesmo treinador…

    ResponderEliminar
  3. E agora? Agora entra um cozinheiro.

    ResponderEliminar
  4. Leão,

    lamento, mas mesmo muito, mais uma dolorosa viagem de regresso o teu Norte. Deve ter sido longa, longa e longa (se a minha, que foi curta, foi má, imagino a de quem teve de percorrer centenas de km, como tu).

    Assim como lamento todo o esforço envolvido pelos sócios e adeptos em torno deste clube, desta causa e na procura do sucesso. Ontem, como sempre, foi mais uma demonstração da nossa força, aquela que, por vezes, consegue ganhar jogos, mas que não consegue (nem tem força para isso) ganhar Títulos.
    Lamento por todos que, no estádio, em casa, nos núcleos, nos cafés, no trabalho e no estrangeiro, tudo fazem e de tudo abdicam para puderem sorrir no final de uma noite como a ontem (daquelas em que só se pode ser feliz, e não aquilo que nos proporcionaram).

    Por fim, lamento por aqueles, como eu e tu, apoiamos no estádio, casa e atrás de um computador, em blogs a quem dedicamos tempo, onde por vezes (como tu hoje tão bem explicas) é tão difícil escrever perante tamanha tristeza.
    Ainda nos blogs, lamento por aqueles que tentam denunciar a podridão do futebol português, denunciando os órgãos e as pessoas que mandam nele, mostrando todos os dias porque, também por aí, é tão difícil o Sporting ganhar.

    E lamento porquê? Porque não vale a pena. No fim, nunca somos nós a sorrir, a ser felizes. É essa a nossa história, desde 1982.

    Mas no fim, a culpa também é nossa. Por acreditar, por uma fé que "ainda vale a pena apoiar" ou de "isto, um dia, vai mudar".
    A culpa também é nossa porque, como clube, não aprendemos com os nossos erros. Não aprendemos. Achamos que abdicar de jogadores certos, trocando por incertos ou por aqueles que gozam com o clube é o caminho. Não aprendemos porque, no dia mais importante, devíamos cantar a Marcha do Sporting e novo "hino", mas preferiu-se ouvir um DJ ou uma banda que parece um grupo de extrema-direita.

    No fim, tudo se o resumo à frase mais batida, "é mesmo à Sporting".

    Ontem, que não hajam dúvidas, acabou o 1º para nós. Esse já está tomado. Que haja a noção que o 2º é para manter.

    um grande abraço


    ps: mais uma lei nova surge neste novo futebol: "entrada de deus Renato ao joelho de um adversário, dá direito a vermelho para o Adrien Silva".

    ResponderEliminar
  5. Leão de Alvalade,

    Jorge Jesus está coberto de razão quando diz que o Benfica jogou como uma equipa pequena. Ao fazê-lo habilitou-se a ser feliz e foi mesmo. Isto não ameniza a perda dos 3 pontos e da liderança mas como bem explica um «post» recente do Lateral Esquerdo o Sporting encontra sempre maiores dificuldades quando defontra equipas (tal como foi ontem o Benfica) "pequenas". Deixam completamente a nu a nossa falta de classe do meio campo para a frente onde exceptuando B. Ruiz e mais ou menos J. Mário (que não é bem esse tipo de jogador) o Sporting não demonstra qualquer criatividade.

    O Montero faz muita falta ao Sporting. Jogadores como o Montero fazem aliás falta a qualquer equipa grande.

    Quanto ao campeonato subscrevo de certa forma as reservas do Cantinho porque o Benfica tem um calendário relativamente acessível. A equipa menos capaz é agora favorita ao título o que é uma pena mas ao mesmo tempo (na perspectiva do Benfica) premeia a sua regularidade ao nível de pontuação. Não há nada de errado nisso. O Sporting em 1999 ou o Boavista em 2001 também foram campeões sem que fossem as melhores equipas. Sempre aconteceu e continuará a acontecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo a tristeza dos sportinguistas mas só se podem queixar de si próprios.
      Enquanto o "Sistema" durava e comiam algumas migalhas que caiam da mesa do Capo andavam contentes porque ficavam à frente do Benfica. O campeonato do Sporting sempre foi o de ficar à frente do Benfica. Leiam o que disse o Paulo Bento, vosso treinador durante 4 anos e que vos conhece bem.

      O Sporting não é um clube vencedor porque não tem mentalidade vencedora. Esta não pasar o tempo a olhar par o lado, a invejar o vizinho, mas a criar as p´rompais estruturas, a tentar ser melhor todos os dias, sem copiar e sem invejar o vizinho mais rico.

      Enquanto tiverem mentalidade de gente pequena e medíocre irão sempre perder. Para ganhar é preciso ganhar mentalidade de vencedor e não será com um presidente como o presente, invejoso, a atirar porcaria e minorar os outros, que irão ganhar mentalidade vencedora. Porque é mentalidade de gente pequena, perdedora e gente medíocre.
      Tenho pena!

      Eliminar
  6. Só mais uma pequena ideia: não deverá existir (eu pelo menos nãp sinto) qualquer azia ou sentimento de injustiça pela perda da liderança. O Sporting não sendo um clube abastado partiu para esta época com um dos melhores treinadores do mundo (passe a vaguidão) e com um plantel que não obstante penalizado pela saída do Nani tinha ainda 4 ou 5 jogadores do melhor que há. Desses faziam parte Carrillo e Montero. Fez uso o Sporting de todas as armas que tinha à sua disposição? A resposta é logicamente negativa.

    ResponderEliminar
  7. Sem dúvida que as equipas de Jesus são intensas, mas isso paga-se caro na parte final da época se os clubes não tiveram banco à altura dos titulares.
    Aconteceu no Benfica e está a acontecer no Sporting.
    Jesus é um fanfarrão e vai pagar por isso mais uma vez!

    ResponderEliminar
  8. Naturalmente os adeptos mais maduros estão com um sentimento de tristeza já familiar.

    Enfim, é um momento de sarar as feridas e também de pensar no que foi mal feito... e há sem dúvida algo para aprender... desde a fanfarronice que só serviu para unir o adversário, aos falhanços inadmissíveis, passando pelas decisões infelizes, especialmente a saída do Montero, que valia muitos pontos.

    Não, não é a atitude de agora passa a estar tudo mal, porque não está.... mas de facto demos demasiados tiros no pé este ano, ao ponto de desperdiçar 7 pontos de avanço e vermos agora um adversário medíocre a liderar... continuamos a ser a melhor equipa, mas isso só não chega.

    Assustadora a facilidade como um benfica medíocre ganha em alvalade... quando a sorte ajuda (além do colinho), realmente é difícil contrariar.

    Fantásticos os adeptos, mas não podem fazer mais... não podemos ir lá dentro marcar os golos que eles falham.

    Mas não merecíamos este desfecho é um destino que parece ser sempre adverso, com requintes de malvadeza.

    SL
    Lanterna Verde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mais "engraçado" é que ao Sporting está muito longe de chegar um título para se impor como clube vencedor em Portugal, recuperando a condição que ostentou durante largas décadas até aos anos 80. Ganhar 2 ou 3 em títulos em 4 ou 5 anos já dá direito a alguma fanfarronice. Ser factualmente candidato numa época - como nesta tem sido - não deveria dar lugar a fanfarronice alguma. Embora o Bruno de Carvalho goste de falar para os adeptos isso numa certa medida interessa pouco. O mal é que a fanfarronice alimenta sobretudo os jogadores das equipas adversárias, jogadores esses que estão atentos ao que é escrito / falado / discutido.

      Eliminar
  9. Percebo o que se quer dizer, quando se alega que temos um problema de falta de criatividade. O futebol do Sporting a certa altura torna-se demasiado previsivel e com pouca gente capaze de fazer a diferença.
    Mas vamos lá ver, nos jogos que ficamos a 0 - União, Rio Ave, Guimarães e Benfica - tivemos oportunidades mais que suficientes para marcar um golo ou até mais.
    Diria-se então que seria um problema de eficácia.
    Mas eficácia no futebol, nao é apenas uma palavra bonita de um qualquer business plan empresarial.
    É simplesmente ter alguem, que ponha a bola la dentro.
    E o Sporting tirando o Slimani, não tem mais ningeum que o faça.
    Não era o Montero que resolvia esse problema antes. Mas mesmo assim, reconheco que o fazia melhor que outro qualquer no plantel.
    É que neste momento estamos a tentar reabilitar Teo, a forcar a adaptacao de Barcos, pedir que sejam Mané, Gelson ou Matheus que sejam o que o Carrillo já estava a ser, fazer com que Ruiz aos 30 anos seja o jogador/goleador que nunca foi, ter bruno césar ou joao mario como alas classicos quando basta olhar para eles para ver que nunca o serao...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter Mitroglou e Jonas faz muita diferença(15/26)Quando um falha,aparece o outro.

      Eliminar
  10. Confesso a azia e frustração, pelo simples facto de sentir que hoje somos melhores do que eles. E de facto aquela recepção apoteótica não merecia aquele desfecho. Mas quando o Benfica vai a alvalade não há lógica que impere. É mesmo imprevisível, e a estatística demonstra isso mesmo. Lembro-me da mesma sensação quando perdemos 3-6. Tínhamos tudo para ganhar, e até entramos como leões, e depois... Enfim... Qualquer sportinguista menos recente já tem calo nestas coisas... E voltar a estas dores tem sempre um lado positivo - voltamos a incomodar e a estar no topo. Mas o que verdadeiramente me incomodou na nossa derrota de ontem foi a legitimação que a mesma conferiu à "vitória da humildade"... Como é possível? Eu sei que JJ é arrogante e presunçoso, mas pelo menos não é falso. Dizer que o Benfica é um clube humilde, com adeptos humildes, está ao nível da negação do holocausto.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se houve um clube que não foi humilde este ano foi o Sporting. Foram tão arrogantes que até conseguiram que muitos adeptos do Porto estejam a torcer pelo Benfica para ganhar a Liga, tal a quantidade de anti corpos que criaram no país! E a culpa é do Benfica? Os benfiquistas é que foram verdadeiramente humildes!
      É extraordinário como conseguem dar tantos e tão graves tiros nos pés! Escolheram a pessoa errada para vos liderar!

      Eliminar
    2. Olha mais esta pérola do facebook: - Nunca se esqueçam que o último a dizer "olhem bem para nós que não vamos sair do 1º lugar" afundou-se com o Titanic.

      Eliminar
  11. Grande post a dizer o essencial. Uma equipa que na segunda volta não melhorou, antes pelo contrário, piorou. Eu admitia que o Sporting ganhasse o jogo de ontem e mesmo assim temia que não fosse campeão. Julgo que o campeonato para nós - no que se refere ao título -terminou ontem. Mas, provavelmente terminou há mais tempo; quando perdemos no União da Madeira, quando empatámos com o Tondela ou quando fomos incapazes de marcar uma das cinco escandalosas oportunidades em Guimarães. Ou talvez quando perdemos o Carillo - uma jogada importante do rival de ontem(?) - ou quando decidimos deixar sair Montero, com tudo ainda por decidir. Também acho relevante a declaração de Jesus: este foi o pior Benfica de todos os jogos feitos ente ano. Além do complemento adiantado no post [ este também foi o pior Sporting] ficou uma pergunta para fazer ao JJ na conferência:[a maior parte dos jornalistas, para-lhes o cérebro, com as vitórias do seu clube]Este resultado é mais uma demonstração da incompetência com que o Sporting, melhor dizendo o seu treinador, lida com as equipas pequenas?
    Mais um ano. O meu filhote, que viu o primeiro dérbi ao vivo, ficou com uma tristeza total. No regresso ao carro, nas conversas ocasionais, dominava a sensação de que o assunto ficara arrumado. Culpas, em grande maioria, próprias. Criticas várias. Bruno César, subido na esquerda, quase a extremo, as substituições finais - Gelson está a anos luz do que já deu esta época - , Téo, um a menos, como várias vezes tem sido, e uma total falta de criatividade, compensada, apenas, por um notável João Mário e por Adrien, sempre a empurrar a equipa para a frente. Mané, desaparecido, Mateus Pereira, idem aspas, aspas. Nove finais para disputar. Parece-me que não iremos aguentar tanto.

    ResponderEliminar
  12. Está a custar enormidades. Este e o jogo com o Guimarães. Os piores. Que falta de eficácia!!
    Não responsabilizo JJ. Com mais ou menos bazófia, é para mim o melhor treinador português da actualidade. Já o dizia, e admirava o seu trabalho, quando treinava o eterno rival. E adorei (e adoro) que esteja agora no nosso Sporting.

    A equipa joga bem. Apresenta boas ideias e bom futebol. Superioriza-se à grande maioria das equipas que defronta e voltámos a ser "grandes" e dominadores em clássicos e dérbis. E isso, meus amigos, é dedo de JJ! Foi ele que incutiu muita da capacidade mental que a equipa demonstrou até agora.
    A equipa pode estar a fraquejar do ponto de vista psicológico, admito que sim. Parece que falta sempre qualquer coisa ao nosso Sporting...

    A perda do primeiro lugar custou imenso. Ver esta oportunidade única a querer fugir-nos por entre os dedos. Custa. Mas, tento ser pragmática e perceber que tamanha tristeza se deve, sobretudo, ao meu reconhecimento que esta equipa tem capacidade e condições para ser campeã. Que é superior ao adversário que agora ocupa o primeiro lugar. Que é equipa para se impor em qualquer campo. E isso, não confundamos as coisas... deve-se a JJ.

    Independentemente do desfecho do campeonato, espero 2 coisas...
    1. Que os fantásticos adeptos não vacilem no Amor incondicional que têm demonstrado ao clube (é este apoio incondicional que nos distingue). Que "o mundo sabe que" seja cantado por cada vez mais vozes. E que lindo fica o estádio em coro no apoio à equipa. Isto também é a beleza do futebol.
    2. Que JJ se mantenha connosco na próxima época!

    força Leões!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vão ser precisos muitos Mosquitos para o JJ se manter. Se calhar é melhor chamar o cozinheiro já.

      Eliminar
  13. Pela parte que me toca quero reforçar uma ideia que talvez não tenha ficado muito clara no meu comentário. Há uma grande evolução na equipa de uma época para a outra. Obra e graça de Jorge Jesus, já que, apesar da compra de Ruiz, temos agora menos recursos - Nani, Carrillo, Montero a partir do meio da época. Gostaria que JJ continuasse, mas gostaria também que ele gerisse melhor o plantel - a aposta ad nauseum nos mesmos, é desgastante e errado do ponto de vista de gestão - e olhasse mais atentamente para a Academia. O regresso de Iuri Medeiros, em Janeiro, teria, eventualmente, acrescentado alguma coisa à equipa.

    ResponderEliminar
  14. Para já o Braga a ajudar.

    ResponderEliminar
  15. Nãoo querendo vir aqui fazer "chover no molhado" a verdade é que o Sporting do Marco Silva era uma equipa bem mais perigosa do que este Sporting de JJ, a vantagem que existe entre JJ e Marco Silva, tem a ver principalmente com aquilo que se faz com bola, mas isso é muito relativo.
    Marco Silva na época passada com uma equipa com uma defesa remendada com um meio campo a 3 homens, que apenas tinham André Silva e Rosell como opções secundárias, com Carrillo Nani nas alas com Mané com opção secundária de destaque, e na frente Slimani e Montero, era esse Sporting bem mais perigoso do que o actual Sporting de JJ que conta com um enchente de opções para todas as posições...a diferença.....a diferença é essencialmente uma questão evolutiva, e meus caros digam o que disserem ningem me tira da cabeça que o Sporting se tivesse continuado com o Marco Silva não era nesta altura lider isoladissimo da 1ª liga...
    Mas lá está Marco Silva é um gajo de balneário, um homem que lidera pela perspectiva positiva de que "todos juntos é melhor que um sozinho", como tal é afastado do Sporting pela forma como defendeu os seus jogadores numa altura crucial da época em que nada estava perdido, já o JJ responsabilizou um só jogador pela derrota, não por ter sido por ele que tenha passado a possibilidade de defender ou atacar primordialmente, mas sim por ter falhado um golo que apesar de toda a gente dizer que era um golo fácil ninguem ainda parece ter percebido que o jovem Ederson toca na bola fazendo a bola ressaltar o suficiente para não bater no sitio certo do pé de Ruiz levando a mesma a elevar-se pelos ceus...

    No Sábado vi o Benfica finalmente ser astuto, organizado, e a ter mentalidade de campeão, porque ser campeão não basta ser bom....há que ser melhor em todos os aspectos e por muito que doa, o Benfica foi....foi aguerrido e ofensivo quando tinha de ser, foi eficaz quando pode e depois....depois soube se resguardar e evitar o empate....alguma sorte à mistura, sim....mas como disse um treinador nosso conhecido "saber defender é uma ciência, e a sorte...a sorte está sempre presente, mas para a ter, tem que se a procurar".

    Quando o JJ se refere ao pior Benfica de derbys desta época,apenas está a fazer um elogio a Vitória e a passar um atestado de incompetência a si próprio, porque se o Benfica da supertaça "era um Benfica da cabeça mais da cabeça de Vitória", se o Benfica dos 3-0 era uma equipa que "ele conhecia perfeitamente os jogadores cruciais e como anular a equipa", se o Benfica da eliminatória da taça "era uma equipa sem cerebro, um ferrari sem condutor", como é que JJ vai conseguir explicar tamanha descredibilização da equipa, tornando William num jogador mais fraco do que o era na época passada, como é que deixa ele sair Montero e fica com Teo que já se tinha visto que era inoperante e ineficaz para equipa, porque motivo mexe na equipa e remexe, com a máxima de dar descanço aos mais importantes mas acaba a sugar toda a frescura e capacidade a Ruiz tornando naquilo que ele não é,num jogador limitado fisicamente...

    Uma coisa é certa o Benfica enfrentou o Sporting com o Guarda redes suplente, com a 3ª opção para central, com a 2ª opção para lateral direito, com um puto de 18 anos num meio campo a 2 e por fim por um Gaitan limitado fisicamente e um Pizzi a precisar de descanso, isto em vespera de jogo da Champions na Russia com o Zenit....
    Neste momento Rui Vitória mostrou ter mais alma de treinador do que JJ de Lider...........

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nós a berrar pelo Slimani. Mas é preferível pensar que só por acaso é que já lhe ganhou duas finais. Uma com a formação do Guimarães.

      Eliminar
  16. Extrair de um resultado manifestamente aleatório tantas conclusões como alguns fazem acima é disparatado: o futebol é um jogo, pelo que pode acontecer um resultado sem qualquer conexão com a exibição das equipas (e no sábado aconteceu mesmo). Para lá de disparatado é quando essas conclusões ignoram (imagino que de propósito), quer a análise estatística deste jogo, quer a dos restantes jogos do SCP nesta época e na anterior. Uma conclusão, no entanto, parece-me evidente e mais do que legítima (aliás, em linha com o que refere o post): a finalização do SCP tem falhado esta época - está muito, muito, abaixo do rendimento defensivo e de controlo de jogo da equipa (que é excelente) e mesmo da capacidade de criar oportunidades (menor que no início da época, mas mais do que suficiente). O rival directo foi apenas a última equipa a beneficiar das nossas limitações nesse capítulo (e no aproveitamento ridículo das bolas paradas, já um tradição leonina). A quase certa derrota na liga (que choca face à qualidade global de jogo da equipa e às limitações dos rivais), no que nos respeita (porque há que não esquecer os Ferreiras, os Paixões, os Capelas e os Xistras), vai direitinha para a incapacidade em conseguir um avançado para complementar Slimani. Por isso mesmo dizia que o jogador mais decisivo para o destino da nossa época seria Teo Gutierrez. Infelizmente, confirma-se isso, mas da pior maneira. SL! JPT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes dizer o que entendas a verdade é que durante 6 meses Montero foi mais jogador e mais decisivo que Teo, durante 6 meses foi possivel verificar que o Sporting quando defrontava equipas com linhas mais fechadas e melhor organizadas tinha dificuldade em atacar com qualidade, durante 6 meses viu se um Sporting demasiado dependente daquilo que Ruiz João Mário e Adrien faziam para conseguir ganhar nos duelos, durante 6 vezes viu-se o JJ a tentar estabilizar uma defesa que começou até bastante segura mas com as limitações fisicas se viu finalmente que as 2ªs opções eram bem mais fracas que opções secundárias dos seus directos adversários, não estou com isto a dizer que o Sporting tem uma equipa terrivel...nada disso.....estou a dizer que o Sporting tem uma equipa limitada, em frescura fisica e em opções, e que as contratações apesar experientes acabaram por não acrescentar nada de mais a não ser ordenados chorudos ao plantel...

      Repara que as opções para o centro da defesa que contrataste são 2 gajos na fase descendente da carreira Naldo e Coates, e se Coates é um gajo que é um máquina a ler os posicionamentos do adversário, Naldo é apenas um jogador experiente com bom jogo de cabeça, o que no esquema de JJ é quase um atentado porque no esquema dele pelo menos um dos centrais tem de saber sair a jogar, nesse ponto apenas 2 homens hábeis o suficiente para o fazer...Paulo Oliveira e Coates...Ewerton é um central ao estilo de Jardel, falso lento lutador e bom posicionamento, Naldo bom no jogo aéreo e forte no 1 para 1, Semedo demasiado rijo na abordagem e demasiado imaturo para ser titular (já o era no Setubal), Aquilani é um maravilhoso jogador (já não está no seu pico da carreira, mas ainda assim) mas não encaixa naquilo que o JJ precisa no meio campo, um pouco a imagem daquilo que se passou com Cristante no Benfica...em suma acho que isto resume tudo o que tem sido a época de JJ, contratou jogadores caros demais para a realidade do Sporting que nada acrescentaram ao plantel, conseguiu no entanto agarrar a equipa coloca-la a jogar dentro daquilo que por ele estava programado, mas....fruto da limitação fisica da maioria das contratações (maior parte já não estão no seu pico da carreira como tal estão mais susceptiveis de terem limitações fisicas) JJ chega a meio do campeonato a tentar manter o pendor e esmifrar ao máximo o plantel para alcançar resultados e a ver que talvez as piores opções foram mesmo as dele, deixou cair Carrillo sem pressionar na pré época pela renovação (se o Carrillo tivesse que se sair tinha saido, houve ali muito "canto do anjo" por parte do Sporting com o jogador), tinha ficado com o Cedric e tinha mantido o Montero ao invés do Gutierrez em Janeiro.....JJ resolveu abrir mão desses porque pensava que mal ou bem com as contratações, com o Benfica em natural queda e com o Porto sem rumo, a mal ou a bem conseguiria manter a equipa "viva" até Janeiro e depois dava uns toques e retoques e a coisa ficava fina até ao fim, mas como não há bela sem senão, a equipa esteve "Viva" até Fevereiro, só que os toques e retoques não chegaram para dar vida à equipa e esta não conseguiu respirar, como tal, agora em jogos de aperto é possivel ver o quão esmifrada esta equipa... é natural.....JJ fez o mesmo no Benfica na época 2010/2011, quem disser "ah e tal...é diferente" ....não é....é a mesma coisa....nessa época no Benfica Aimar, Saviola, Ramires, Carlos Martins e Coentrão estavam de tal maneira esmifrados que já não conseguiam correr nos ultimos jogos do campeonato...esta época no Sporting, o Ruiz está rebentado, Slimani vai se agarrando à possibilidade de ser melhor marcador, João Ma´rio vai escondendo o desgaste e Jefferson sai de lesão é titular, faz 2 jogos e para novamente........

      São limitações...falem das arbitragens falem dos adversários falem do que quiserem, mas vejam as evidências....aos 70 minutos Slimani JMário e William não aguentavam um gato pelo rabo...

      Eliminar
  17. Começámos a perder quando se preferiu Teo a Mitroglu, depois não substituímos Carrilho, deixámos Suk ir para o Porto e não contentes despachámos Montero, um jogador que não apreciava especialmente, e mantivemos essa pérola colombiana especialista em praia. Não sei quem tomou estas opções, mas errou e prejudicou gravemente o Sporting.

    ResponderEliminar
  18. O que é que realmente mudou depois de sábado passado?

    "Apenas" o lugar que ocupamos na tabela classificativa.

    De resto, para o que falta da época, tudo ficou igual. Temos de continuar a vencer os jogos que faltam (já era assim antes), temos de ser superiores a todos com menores recursos (já era assim antes), temos uma deficiente finalização (os jogos ganhos com golos ao cair do pano não foram um acaso), temos uma excelente defesa (já era assim antes).

    A nossa capacidade vai ser medida pela pressão que colocarmos no actual lider, se não definharmos e nos deixarmos afectar pela derrota num jogo de tripla, tudo é possível, se pelo contrário formos carpir lágrimas de frustração e culpar o destino por erros e méritos que são só nossos, os adversários vão ter a vida facilitada.

    Para a recta final do campeonato ainda faltam 5 jogos e é ai que se vai ver se as pernas tremem e quem se assume como vencedor.

    Se o Sporting mantiver a distância que tem hoje e o adversário não quebrar, parabéns a ele e a nós, é porque foi um campeonato fortíssimo com ambas as equipas a ficar num registo próximo dos 90 pontos...

    Que não se gastem já as lágrimas todos, sábado próximo vamos já ser chamados a mostrar de que massa somos feitos e se tudo correr normal voltar a ser líder à condição, depois os outros que também façam a parte deles ou deixem para nós que ninguém atirou toalha nenhuma ao chão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande comentário!

      Eliminar
    2. O que é que realmente mudou depois de sábado? Infelizmente ainda vais ter muito tempo para perceber isso até ao fim da época.

      Eliminar
  19. E continuam os paninhos quentes!

    Azar? Eficácia? Chamo-lhe outra coisa!!!


    O JJ é um bom treinador. Apenas e só!! Tem carta branca, contrata quem quer, ganha Milhões e equipara-nos a um Braga.


    Sem ele isto, sem ele aquilo, e não estávamos em primeiro e não lutávamos pelo campeonato. Vergonhoso.


    Com o plantel escolhido a dedo saiu da europa duas vezes. tivemos um percurso risível e entramos na historia do futebol albanês, por termos sido a primeira equipa a perder com um clube deles. E foi logo 3-0. Cá dentro ganhamos aos lampiões mas caímos logo a seguir, e na taça da liga mais um fiasco. Como se pôde observar na reação do JJ em Portimão.


    Epoca normal ate pq os adversários são fraquíssimos. Esta é a nossa oportunidade! Duvido que para o ano o fcp esteja tão fraco e os lampiões tb.


    So basofia e estamos em segundo, atras de uma equipa fraquíssima treinada por um calceteiro.


    Não entendo como dizem que a época é boa. por estarmos tanto tempo em primeiro?! Por favor!



    Nos somos os menos culpados. Grande receção!!!

    Obviamente que já houve parecidas noutros clubes, que tb sofrem tanto como nos, por exemplo o Vitoria de Guimarães.


    Acho que anda muita gente a sonhar demasiado alto.

    ResponderEliminar
  20. Só digo isto, até pq a azia não há meio de passar e não dá para desenvolver mt mais:

    Força Bryan! Ainda vais ser feliz esta época.

    SL! Viva o SpooOOOOooorting!

    ResponderEliminar
  21. Depois do derby passei no Marquês e estranhei não ver os Barrosos. Palhaços.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)