quinta-feira, 24 de março de 2016

Três anos de Brunismo

É um exercício difícil avaliar de forma justa uma liderança de que não se gosta. É o meu caso relativamente aos três anos que agora se completam desde a chegada à presidência de Bruno de Carvalho. Ainda assim é um exercício obrigatório, quanto mais não seja para memória futura. Contudo, o verdadeiro balanço deve ser feito no final do mandato, uma vez que há vários processos em curso cujo desfecho afectará o juízo que se fará deste período.

Em jeito de pré-conclusão, é inegável que, genericamente, o Sporting hoje se encontra em melhor situação do que aquela que Bruno de Carvalho recebeu do seu antecessor. Do ponto de vista financeiro e desportivo, o clube se encontra hoje num momento incomparavelmente melhor, algo pouco expectável, face ao ponto de partida. Pode-se dizer que foi para isso que os Sportinguistas decidiram interromper o mandato de Godinho Lopes, mas também é justo afirmar que, face à conjuntura interna e externa, eram muitas as dificuldades a vencer para chegar onde estamos hoje. 

Fazer uma reestruturação financeira, com os cortes que tal implica, e conseguir, em simultâneo, uma recuperação da competitividade da modalidade mais representativa do clube, é o principal mérito da actual gestão. A par disso regista-se o que se pode chamar de normalização de resultados ao nível das modalidades, embora sem grandes resultados, face às responsabilidades do clube. Acresce ainda o regresso à actividade formal de alguma modalidades muito queridas dos adeptos, como o ciclismo, o basquete e o hóquei em patins que, graças ao pundonor de alguns Sportinguistas, haviam sido resgatadas à extinção. 

Abaixo deixo algumas considerações mais especificas, com atenção particularmente centrada no futebol.

Plano Financeiro e Patrimonial
É neste plano que se encontra talvez a mais lustrosa das medalhas da actual gestão: os resultados positivos em exercícios anuais consecutivos, o que não só era inédito nas contas da SAD, como é raro nas sociedades que se dedicam à mesma actividade. O facto de os resultados desportivos não terem dado grande contribuição - não tem sido particularmente feliz a passagem pela Liga dos Campeões - torna ainda mais meritória a acção.

A obtenção de condições particularmente favoráveis na elaboração do plano de reestruturação financeira também é altamente meritória. Porém, ela deve ser olhada como um meio e não um fim em si mesma. A sua execução será particularmente difícil e o aumento do endividamento algo dissimulado nas VMOC's, o "roll over" de empréstimos e outras obrigações indicam que é ainda muito cedo para aliviar a atenção. Muito menos para cantar vitória e que as gerações vindouras continuam a ver empurradas para si obrigações que deveriam hoje ser nossas.

A este nível surpreendeu-me que a alienação dos terrenos da Academia, por incumprimento das amortizações previstas no anterior negócio com o BCP, tenha passado quase despercebida. Um sinal claro, a par de noticias de outros incumprimentos,  que as dificuldades de tesouraria continuam a ser tão comuns como eram no passado e que, apesar dos resultados anuais positivos, não houve ainda a alteração estrutural que tantas vezes é apregoada.

O pavilhão João Rocha, cuja construção está em curso, a renegociação dos contratos televisivos e de publicidade são dois trunfos grandes que constam deste baralho financeiro e patrimonial. A inauguração das emissões da Sporting TV também o é, embora a qualidade editorial de alguns programas esteja muito longe do que consideraria o mínimo exigível.

Plano Desportivo
Ao nível das modalidades amadoras, mais do que os títulos tem sido a já aludida recuperação de uma normalidade, uma vez que sem ela é impossível ambicionar grandes conquistas. Há no entanto ainda um grande caminho a percorrer.

Foi no futebol que a recuperação foi mais evidente e talvez mais tenha surpreendido. O principal mérito tem estado na compreensão do papel determinante do treinador na capacidade competitiva da equipa. Infelizmente os constrangimentos financeiros na primeira época e uma percentagem muito reduzida de acerto na escolha de jogadores na segunda, não permitiram chegar muito mais longe. Aí, a incompatibilidade entre o treinador e a SAD, declarada numa fase muito precoce da época, certamente que também teve o seu peso, embora esta tenha finalizado com a melhor conquista até ao momento. A chegada de Jorge Jesus foi o joker improvável que acabou por fazer aparecer o Sporting esta época como verdadeiro candidato ao título.

Neste âmbito ficam ainda as muitas dúvidas sobre aquele que tem ser sido o estandarte mais valioso do clube: a formação. Com justiça terá que se afirmar que muitos erros tinham sido já cometidos nos mandatos anteriores. É ainda difícil perceber o que se tem andado a fazer em Alcochete, tantas e constantes têm sido as mudanças, mas a perda de valor nos quadros, a par da maior concorrência externa, é um cenário que parece querer confirmar-se. É pelo menos isso o que se pressente quando se procuram novos nomes com possibilidade de afirmação na equipa principal e as dúvidas sobressaem. A perda de influência nas selecções nacionais dos escalões de formação é um facto.

O Clube
O Sporting é hoje um clube que recuperou grande parte da vitalidade que havia perdido. Muito disso se deve à actuação do executivo de Bruno de Carvalho, obviamente. O amor e elevada dedicação pelo clube por parte dos sócios e adeptos eram qualidades que pareciam negligenciadas no passado e que agora são potenciadas com acções diversas e frequentes. A presença nas redes sociais e outras plataformas de comunicação ganhou finalmente relevo e, entre os exageros, erros e omissões pontuais e a inacção e indefinição de outrora, parece-me este o caminho mais adequado.

Há no entanto sinais cada vez mais evidentes e preocupantes da sujeição do clube à personalidade do presidente. Muito por causa do seu discurso egocêntrico e frequentemente auto-elogioso e de reacção fortemente alérgica às criticas, que geralmente recebe apoio igualmente feroz, mas geralmente acrítico, de uma legião de adeptos que frequentemente se entregam ao cultivo de um ego já de si hipertrofiado. A nível interno toda e qualquer voz que exprima dúvidas ou seja discordante é geralmente tratada como se de uma traição se tratasse. São apenas três anos, mas em muitos casos emulam-se comportamentos em tudo semelhantes, por vezes até mais graves, aos que vimos crescer e acentuar-se nas décadas anteriores. 

A nível externo, pelo tanto que há a fazer, pelo espaço que tem de conquistar, um presidente do Sporting não pode querer para si o estatuto de uma figura consensual. Uma luta desigual, pelas tantas vezes que foi esquecida e quando foi realizada - ao tempo de Dias da Cunha, p.ex. - não teve a continuidade desejada. Sendo uma luta necessária, é verdade que potencia antagonismos e até mesmo inimizades e ódios, porque quem detém o poder não o entregará de bom grado.

Mas isso é muito diferente da figura histriónica a que frequentemente Bruno de Carvalho se presta, esquecendo-se que o Sporting Clube de Portugal não é uma abstracção, antes sim um legado de muitas gerações. Tenho sérias dúvidas que o estilo adoptado não esteja a desvirtuar esse legado. Aos que desculpam o estilo, respondo com o que dizia o poeta: "o estilo é tudo". O estilo constrói a identidade e a do Sporting é bem diversa da arrogância lampiónica ou da boçalidade de Pinto da Costa que, pelo menos, às vezes até consegue ter graça. É isto o brunismo, um estilo de que não gosto.

Ao desgaste da imagem de Bruno de Carvalho não têm correspondido grandes ganhos ao nível da importância do clube nos centros de decisão. E os inimigos de outrora são hoje os mesmos, só que mais acirrados. Não me parece que o Sporting seja hoje mais respeitado que no passado. Se as estratégias se avaliam pelos resultados esta deixa muitas dúvidas.

Para o futuro fica o grande desafio que hoje se coloca a Bruno de Carvalho. Este é a consolidação do que conseguiu alcançar nos dois planos acima descritos - financeiro e desportivo - sendo que a época em curso, e as consequências que resultarão do desfecho final, poderão assumir uma importância decisiva. Ganhar ou não o titulo e a continuidade de Jorge Jesus serão seguramente determinantes. Pela sua importância, dedicarei a esse propósito um post em breve.

----------------------

PS- Para quem gosta de futebol, em particular os das gerações mais velhas, hoje é dia de lembrar Cruyff. É um dia triste sobretudo para quem com ele privava, os amigos e familiares. Mas o melhor da sua herança não se extingue com o seu desaparecimento fisico. Há muito que Cruyff ganhou a imortalidade.

28 comentários:

  1. Análise expectável e lúcida!
    Não precisamos de não-gostar de uma pessoa para lhe colocar todos os "males do mundo".
    Um abraço.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Análise lúcida sem dúvida. Se a chamada "oposição" se opusesse desta maneira, as críticas que lhe são feitas seriam muito mais reduzidas e nem fariam sentido. Daria para ter discussões saudáveis relativamente ao nosso Clube.

      Já tive esta discussão aqui, eu acho que o estilo é o necessário na defesa do Sporting. Não há alternativa, seríamos logo engolidos pelo polvo. Veja-se o silêncio do FCP... O Benfica faria o que quer se nós não fizéssemos este barulho todo. Eles controlam a CS quase na sua totalidade. E não nos podemos esquecer dos ataques constantes que fomos sofrendo por parte desse clube desde que assinámos com o JJ. Isto falando só desta época.
      Nós sempre que atacamos é em resposta a ataques. Ou faltas de respeito que não podem ser toleradas. O mundo do futebol estava muito mal habituado com o Sporting. Faziam o que queriam de nós, por isso acho que conquistámos o respeito. Piadas de facebook e de taberna à parte. Eu sei que eles respeitam o actual Sporting, e que pensam duas vezes antes de nos tentarem passar a perna, ou de nos atacarem. Um Sporting forte por si só já cria muitos anticorpos face à estratégia que estava em marcha, e praticamente finalizada, de excluir o Sporting das decisões. Estamos vivos. E isto não é conversa para boi dormir, parece-me evidente que a estratégia da bipolarização era e é bem real. Já era falada no tempo do Godinho Lopes, pelo menos.
      E com isto não quero dizer que concordo a 100% com tudo o que o Presidente diz, mal era. Mas o essencial está lá, e exageros pontuais devem ser desculpados devido a tudo o que o homem faz pelo Sporting, à falta de experiência no cargo, e devido ao desgaste que o dia a dia e estas batalhas lhe provocam. Tem o meu eterno agradecimento.
      Teria vergonha, e não estaria a honrar os pergaminhos do Clube se tentasse que ganhássemos a todo o custo. Se tivesse um passado de crime. Se não pusesse os interesses do Clube à frente dos seus (até à frente dos da família ele mete o Clube, coisa que nunca poderá ser exigida a nenhum Presidente). Estou-lhe eternamente grato, e acho que a partir daqui só poderá melhorar.

      Para mim a sua maior obra até ao momento, excluindo a sobrevivência do SCP, é mesmo o Pavilhão João Rocha. Se no início muitos duvidavam, agora penso que já todos se aperceberam que será uma realidade. Todos os dias a crescer. E faz pensar como foi possível chegar onde chegámos. Ficarmos refém de casa para as modalidades, algo tão óbvio e tão essencial à nossa existência, completamente desprezado durante anos e anos. Parecia um sonho distante. Em menos de um ano estará pronto. Até parece fácil, mas não é. Mas também não é tão difícil como nos queriam fazer crer.

      Muito mais haveria por dizer, tendo em conta o dia a dia frenético do Sporting nos últimos anos.

      Eliminar
  2. Muito boa análise. E julgo que esta frase resume bem estes 3 anos: "Não me parece que o Sporting seja hoje mais respeitado que no passado.". Aqui é que reside a grande questão. Vale tudo em nome da recuperação? E o que se perde no processo? Seremos recompensados em termos de títulos pela péssima imagem que este presidente transmite? É que até agora o BdC só é campeão em publicações no Facebook, nada mais...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Péssima imagem? Foda-se, queres ver que os outros antes é que eram bons para a imagem do Sporting... Há cada um!!!! Eu também não me revejo em certas merdas que ele diz, e principalmente da maneira que diz, mas quando tivemos os que lá estiveram antes dele a cavar um buraco que ia acabando com o Sporting, ter agora o BdC é uma lufada de ar fresco... Todos os problemas do Sporting tivessem sido os presidentes, desde o João Rocha, terem o discurso - do qual não me revejo! - do BdC!!!!! É muito dificil perceber que ele herdou o pior Sporting da história do clube e em 3 anos estamos aí novamente a batermo-nos com os nossos rivais?

      Eliminar
  3. Muito para dizer. Como referi aqui algumas vezes a urgência de vencer que existe no Sporting tem patrocinado muita asneira que foi feita ao longo dos anos, raramente a volúpia deixa espaço para a análise fria e consistente.

    A minha maior critica ao Presidente do Sporting é o excesso de conflito, não que pense que os conflitos que escolheu não sejam apropriados mas porque o Sporting não está ainda preparado para a eles responder sem pagar cara a factura de ser o rosto do conflito.

    Não vejo ainda grande mérito financeiro (ou qualquer...), a viabilidade económica do Sporting ou de qualquer outro clube está na sua capacidade de rentabilizar e negociar jogadores em proveito próprio. Num primeiro momento foi possível rentabilizar alguns dos bons activos que existiam, mas depois existiu uma estagnação natural (havia necessidade de valorizar outros) e talvez este ano seja de novo momento para rentabilizar, esperemos pelo final da época.

    O emagrecimento que ocorreu não foi feito às custas das modalidades, voltaram também o rugby e o ciclismo que não referiste no teu post, e a competitividade está num nível aceitável para quem teve de limitar tanto os recursos disponíveis para uma imensidão de atletas.

    Houve brilhantismo na escolha dos treinadores para a equipa de futebol profissional e espero que a duração desta última escolha não esteja comprometida à conquista de títulos imediatos, há muito para crescer e JJ é o homem certo para fazer esse trabalho.

    Tenho uma aversão absoluta a comunicação oficial feita preferencialmente via Facebook ou qualquer outra rede social... devia existir um processo onde as contas de eleitos de desvaneciam durante o período dos seus mandatos. Aqui há vários problemas a confluírem, para mim o pior do estilo próprio de Bruno de Carvalho é o deserto que cria em volta dele, se num primeiro momento achava fundamental que o Presidente assumisse em pleno a comunicação do clube tal o regabofe de pessoas e pessoinhas que mandavam bitaites dentro do Sporting, hoje a imagem que está a passar é de um homem isolado, autocrático e ditatorial. Sobrevivem a espaços ao deserto de visibilidade na defesa das posições do Sporting, Inácio e Octávio, é curto para a dimensão da missão que o Presidente escolheu e haverá algo a corrigir, talvez menos empresas de comunicação e mais Sporting.

    O melhor ponto para mim neste balanço de 3 anos é a perspectiva que existe de continuidade para mais um mandato, acredito que o Sporting precisa como de pão para a boca disso, de uma liderança que não se reinvente a cada mandato ou meio mandato mas que tenha um horizonte temporal muito superior, medido em décadas de preferência.

    Uma nota final para a formação e a aposta nela feita, já aqui referi que gostava de ver uma análise maior a este sector estratégico do Sporting, a analisar com a ligeireza que é permitida a um adepto parece-me que a aposta na formação se transformou em algo meramente financeiro, ou tens recur$o$ para detectar, contratar e manter os melhores talentos ou ... mais vale poupar dinheiro e investir neles quando tiverem o tirocínio feito lá para os 21/23 anos comprados a quem teve o ónus de os fazer homens. No ponto de vista da qualidade a nossa aposta teve um resultado brutal que pode ser visto na composição da selecção nacional, mas para o Sporting quer desportiva, quer financeiramente foi... fraca para não dizer miserável.

    Algo estava profundamente mal com o modelo e por essa razão não tenho problemas em que se mude radicalmente. O melhor conjunto de vendas foi feito quando incluímos jovens numa equipa campeã, até agora nunca mais houve engenho e arte para fazer similar.

    P.S.- Obrigado Cruyff!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LMGM, o ciclismo estava na lista. O rugby não porque tinha como sendo ainda uma modalidade em gestão autónoma.

      Eliminar
  4. É um facto, o Sporting está melhor hoje do que estava em 2013. Qualquer pessoa com um mínimo de honestidade, chega a essa conclusão facilmente.

    Poderia estar para aqui a arranjar exemplos disso, mas não vale a pena. Estão a vista de todos.
    A principal critica que se faz? Demasiadas guerras? Demasiada intervenção? Concordo. Mas penso que, para o momento histórico do Sporting, tinha de ser assim ou até pior.

    Não sei que tipo de acções tinham em mente, para mudar o status quo do panorama do futebol português. O futebol português é dominado por 2 clubes, que prostituem os restantes a sua vontade. Escudados por orgãos federativos amigos, uma comunicação social que se vende ao melhor preço, e uma opnião publica do mais imbecil que existe, o futebol português só deu, dá, e dará, para alimentar 2 clubes grandes ao mesmo tempo. Não dá para mais. E neste momento sabemos quem eles são.

    E depois, no meio disto tudo, está o Sporting. Sozinho, abandonado no meio deste pantanal. Recheado de notáveis da treta, e de gente tão importante e influente, mas que na realidade não intervem, não o ajuda, e só aparece quando lhe convém.

    Digam-me como fazer sair o Sporting deste colete de forças em que o meteram, sem dinheiro, sem titulos, sem influência, sem que para isso se tenham de fazer estragos, e se tenham de arranjar guerras para começar?

    Se voces andarem a levar porrada todos os dias, o que fazem primeiro? Batem de volta, ou põem-se com diálogos enquanto levam?

    Dialogos com Vieiras e Pintos da Costa? Alianças com eles? Já o fizemos, e acabamos sempre por ganhar pouco e servir de puta de serviço. Vamos ser todos amigos e dar as mãos pelo bem do futebol português? A sério que acreditam nisso?

    Só há uma forma do Sporting voltar a ganhar. É ter ele o poder na mão, e aí poder fazer a diferença. E se calhar, não vamos começar a ganhar com Bruno de Carvalho. Pelo barulho que ele faz, tenho a certeza que ele não tem capacidade para fazer o que é necessário para recuperar-mos o poder. Mas tenho a certeza que um dia quando vier alguém que tenha essa capacidade, essa pessoa vai agradecer muitas das guerras que Bruno de Carvalho andou a fazer.

    ResponderEliminar
  5. agradecam ao sobrinho aos dinheiros do BESA e aos juros a 20 anos...porque se voces nao tinham dinheiro para mandar cantar um cego,como e que apareceram milhoes para a construcao do pavilhao?nem a academia de alcochete ja vos pertence...continuais a ser os gabarolas de sempre e viveis das esmolas dos pobres contribuintes que depositaram as suas economias no BES/Novo Banco...no fim da epoca veremos onde ireis cair...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconcelho-te a ires dar uma olhada à lista dos 50 maiores devedores do BES que o novo banco tornou pública, que é pra veres que é o presidente e o clube que lá está com uma divida de mais de 600 milhões de euros! Vai ver e depois vais ver que falas à toa.

      Eliminar
  6. No plano desportivo e no futebol o principal mérito tem estado na compreensão do papel determinante do treinador? Finalmente compreendi porque é que continuamos a trocar de treinador todos os anos. E no plano financeiro os russos do palácio do gelo, que podemos ver ali à Expo, também foram simpáticos e voltaram a ceder o lugar a Ricciardi. Outra grande diferença. Já não há é nada que distinga o SCP dos principais rivais e esta é que é a maior proeza. Ou melhor há, faz muito mais barulho. Mas como dizem alguns é do barulho que advém o respeito. Ainda agora não converteram as VMOCs com medo da caixa de ressonância do face.

    ResponderEliminar
  7. Os dois grandes clubes de Lisboa mereciam ter à sua frente presidentes com outro nível.
    Não acredito que entre os seus adeptos e simpatizantes eles não existam.
    Difícil é chegarem-se à frente numa época que as máquinas montadas por LFV e BdC tudo cilindram. A semelhança com o que se passou, e passa, no FCP é óbvia.
    Mesmo assim, mal por mal, ainda prefiro o do meu clube ao do vosso.

    Ass. Benfiquista de Sintra

    ResponderEliminar
  8. muito bem escrito o post.

    já a caixa de comentários, é hilariante.

    ResponderEliminar
  9. Nao se costuma dizer que errar e humano?Se assim e nao compreendo qual e o problema do Bruno poder errar aqui e ali mas sempre a pensar no Sporting clube de Portugal.E nao sera o facto de nao sermos campeoes este ano que vai tirar o Valor a este Homem que tudo tem feito para colocar este Clube no Lugar a que ele tem direito.Adoro ver os adeptos lampioes e os andrades criticar o nosso Presidente de uma forma odiosa e feroz tipo Gomes da Silva(nojo)ja ver pessoas que se dizem Sportinguistas fazer o mesmo,da-me simplesmente Pena.Sporting ate morrer a ganhar e a perder.............

    ResponderEliminar
  10. Das coisas que mais me irritam nas críticas à BcD é a serem essencialmente sobre a superficialidade da forma ao invés do conteúdo.

    As pessoas acham mal, ficam desconfortáveis com a linguagem, mas raramente o conteúdo ou a escolha dos alvos de BdC merece críticas. Ele defende o clube como ninguém e, ao contrário do que se diz muitas vezes, ele não compra guerras: ele reage quando nos tentam lixar. Lá porque o orelhas assume poses de estadista não deixa de ter a sua entourage a fazer barulho toda a semana e não deixa de ser um CRIMINOSO CADASTRADO.

    Depois, esta atitude "ditatorial" é um mito criado pela comunicação social. Querem discutir abertamente? Vejam os R&C, vejam a evidência e vão à AGs. Deixar recados na CS é que prejudica o Sporting.

    Querem mais transparência que no Sporting? Vão para um AG do porco criticar o Bimbo e arriscam-se a levar nos cornos.

    Não acredito que a "postura belicosa" de Bruni Miguel se mantenha por muito tempo. Está a ganhar o seu espaço, a pôr o clube em ordem. Caminhando para a independência financeira e de fundos, para uma formação a dar dinheiro e jogadores para a equipa principal, com uma luta por um futebol mais justo, transparente, menos corrupto e mais competitivo chegaremos a um momento de prosperidade e calma, lutando regularmente pelos títulos.

    ResponderEliminar
  11. Bom post. Equilibrado.

    Para mim relevante a alienação dos terrenos da academia porque desconhecia. Alguém sabe se foi um bom/mau/possível/inevitável negócio?

    Faltou relvar algo muito importante: a recuperações de passes de jogadores da formação que potencialmente pode render muito dinheiro a médio prazo. Isto chama-se investir bem.

    Em relação aos comentários:

    Das coisas que mais me irritam nas críticas à BcD é a serem essencialmente sobre a superficialidade da forma ao invés do conteúdo.

    As pessoas acham mal, ficam desconfortáveis com a linguagem, mas raramente o conteúdo ou a escolha dos alvos de BdC merece críticas. Ele defende o clube como ninguém e, ao contrário do que se diz muitas vezes, ele não compra guerras: ele reage quando nos tentam lixar. Lá porque o orelhas assume poses de estadista não deixa de ter a sua entourage a fazer barulho toda a semana e não deixa de ser um CRIMINOSO CADASTRADO.

    Depois, esta atitude "ditatorial" é um mito criado pela comunicação social. Querem discutir abertamente? Vejam os R&C, vejam a evidência e vão à AGs. Deixar recados na CS é que prejudica o Sporting.

    Querem mais transparência que no Sporting? Vão para um AG do porco criticar o Bimbo e arriscam-se a levar nos cornos.

    Não acredito que a "postura belicosa" de Bruno Miguel se mantenha por muito tempo. Está a ganhar o seu espaço, a pôr o clube em ordem. Caminhando para a independência financeira e de fundos, para uma formação a dar dinheiro e jogadores para a equipa principal, com uma luta por um futebol mais justo, transparente, menos corrupto e mais competitivo chegaremos a um momento de prosperidade e calma, lutando regularmente pelos títulos.

    ResponderEliminar
  12. Mesmo sendo apoiantre, eu subscrevo completamente o texto , com a diferença que na minha análise tenho uma maior tolerância para a parca postura presidencial do Presidente , nem acho que o desfecho do campeonato seja decisivo no seu mandato.

    Noto também que tem medo de oposição , e isso não pode ser. Aposto que vai passar a Páscoa constipado , tanto que queria dar a "hora do Presidente" num estúdio improvisado que é o Pavilhão em obras e a descoberto às 11 da noite. Dá a sensação de estar em campanha eleitoral , e eu disso não gosto , porque mostra insegurança pouco justificável tendo em conta o apoio que grassa nas hostes leoninas à sua liderança.

    ResponderEliminar
  13. Mais uma croquetada

    ResponderEliminar
  14. Parabéns pela análise. Algumas vezes venho ler o blog e confesso que não me identifico com o tipo de críticas à Direcção do Sporting. Por exemplo, vejo o BdC com potencial para estar à frente do clube na próxima década. Saiba ele de facto mudar algumas coisas na sua postura e seremos muito mais fortes.

    De qualquer forma, sei que no blog não se revêem no Presidente e cada um tem a sua opinião. Temos de respeitar. Mas mesmo assim fizeram uma análise com base em factos. E aí, se pegarmos em factos, é inegável que o SCP esteja muito melhor do que há 3 anos atrás. Gostemos ou não do presidente actual.

    Resumindo, Parabéns pela vossa análise!

    D.

    ResponderEliminar
  15. Subscrevo completamente o texto. Se toda a "oposição" fosse feita desta maneira ( ao contário dos camarotes desta vida), o grande beneficiado seria sem dúvida o Sporting Clube de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mary Jo, deixe a música à entrada e não seja infeliz usando-se deste blogue para ofender outros. Pretensos elogios feitos nesse formato não têm valor. Exibisse a generalidade da blogoesfera leonina somente 1/10 da qualidade exibida pelo blogue do nosso amigo Rui Gomes e os grandes beneficiados seriam os sportinguistas. Sabe qual é o mal? A forma como a direcção do Sporting se relaciona com os seus sócios e adeptos é tão manipuladora e mesquinha que força gente inteligente e moderada a desviar-se do seu normal caminho para tentar alertar para os perigos e repercussões inerentes a essa visão e exercício de poder.

      Mais do que gostar o país costuma estender passadeiras aos Paulo Portas, Sócrates e Loureiros que infelizmente abundam em Portugal. Bruno de Carvalho é só mais um.

      Eliminar
    2. MM : Não vou entrar em discussões aqui. Mas já seria meio caminho andado perceber que o mais importante é o Sporting Clube de Portugal. Deixem de olhar para o vosso umbigo.

      Eliminar
    3. Mary Jo, certeiro apontamento que deixa ao presidente do Sporting. Subscrevo por inteiro.

      Eliminar
    4. MM : Faz o que eu digo mas não faças o que eu faço.
      Já reparou que fazem precisamente a mesma coisa que acusam BdC de fazer?

      ( E não precisa de me responder ; "Ah, mas ele é presidente do Sporting". Se gerem assim um simples blog, imagino o que seria gerirem um clube.

      Eliminar
  16. Dar uma no cravo outra na ferradura é querer estar de bem com Deus e com o diabo.
    Comparar a atual situação do Sporting com a era Godinho, é comparar a noite com o dia ou querer comparar com o que é incomparável. Apenas, observar o aumento do n.º de sócios e a frequência atual do Estádio, diz tudo sobre a gestão de Bruno de Carvalho e sua Direção, o resto é "conversa pra boi dormir".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A participação dos adeptos e sócios bem como as assistências no estádio são um reflexo do futebol competitivo que exibimos. No Sporting os adeptos sempre disseram presente mesmo ao longo de muitas épocas sem quaisquer resultados desportivos. Essencialmente porque tínhamos treinadores e planteís que reforçavam as expectativas e a confiança dos sportinguistas. Foi assim nas épocas de Marinho Peres, Queirós, a época de Robson, Octávio Machado quando pegou no futebol do Sporting em 1996 e lhe devolveu pujança. De igual modo Jozic, Inácio quando quebrámos o 1º longo jejum, Bölöni, o excelente José Peseiro e Paulo Bento quando lutámos pelo título entre 2005 e 2007 e período no qual vencemos umas quantas taças e supertaças. Os adeptos quase sempre disseram presente e hoje não é diferente.

      O único motivo que faz Bruno de Carvalho comparar-se constantemente a Godinho Lopes é a sua apetência para cultivar apoio junto de Vascos. Mas para isso bem poderia diversificar o discurso manipulador e comparar-se como exemplo a José E. Bettencourt. Nunca ficou em 7º lugar e até venceu uma competição Europeia de andebol mas ainda assim foi um presidente bem mais prejudicial ao Sporting do que qualquer um que lhe tivesse sucedido.

      Os períodos mais negros da história recente do clube não serviram garantidamente o Sporting nem os seus adeptos. Serviram exclusivamente Bruno de Carvalho e é por isso que ele teima em recordá-los. Continuará a fazê-lo enquanto lhe der jeito.

      Eliminar
    2. Fico na duvida... Os outros não eram bons e este também não? Quem é bom então para presidir ao Sporting? Tu? E quem és tu?

      Os adeptos sempre estiveram presentes, é verdade, mas nunca como agora. Isso é mérito do BdC e abona a seu favor.
      Outra coisa que abona a seu favor é, finalmente, ter iniciado o pavilhão!
      Outra coisa que abona a seu favor é o combate à corrupção, que outros já fizeram antes e também abonou a seu favor. Mas o combate do BdC ao sistema instalado é bem mais contundente e só o facto de levantar tantas ondas nos rivais, que o atacam por tudo e por nada, também abona a seu favor. Com os que lá estiveram antes - não sei se a vossa memória já se apagou! - o discurso dos rivais era "que precisamos de um Sporting forte"! Hoje, que o Sporting se aproximou bastante dos poderio dos rivais, mesmo continuando a gastar menos que eles, já ninguém está interessado "num Sporting forte" e toca de o mandar a baixo de todas as formas possíveis.
      Outro facto que acaba por abonar a favor do BdC, na minha opinião, é o trabalho que o Colo Colo de Carnide faz junto da CS para se elevar e, ao mesmo tempo, para denegrir o Sporting. Isso não foi preciso com os presidentes anteriores. Bastava-lhes estarem descansados no sofá a ver a merda que faziam e a rir à gargalhada!
      Depois, e para acabar, os presidentes e as administrações desde o roquete até ao Godinho delapidaram praticamente todo o património do clube, muitas vezes, sabe-se hoje, com negócios ruinosos, que só os mais crentes acreditam que foram inocentes e somente fruto de má gestão.

      O BdC não é perfeito. Nem está lá perto. Mas eu também não sou e, todos sabemos, ninguém o é. Tem cenas que me desagradam, tem cometido alguns erros, mas tem feito, no geral, um trabalho meritório. E, volto a dizer, é preciso ter a noção das coisas e a realidade diz que o BdC herdou o pior Sporting da história do Clube. E hoje, havendo ainda muito para fazer, estamos n vezes - muitas n vezes! - melhores!

      Que as pessoas não gostem do estilo, eu até compreendo. Que tenham saudades do passado é que acho inacreditável...

      Eliminar
    3. - "Os adeptos sempre estiveram presentes, é verdade, mas nunca como agora."

      Não acredite em tudo o que vê escrito no «facebook».

      - "Outra coisa que abona a seu favor é, finalmente, ter iniciado o pavilhão!"

      Completamente de acordo e como lê o artido de Leão de Alvalade, mais aspectos abonam em seu (B. Carvalho) favor. Em especial a boa capacidade que até ver demonstra para escolher treinadores. É nada menos do que fundamental e a bem do Sporting espero que essa qualidade prevaleça.

      - "Outra coisa que abona a seu favor é o combate à corrupção (...) ao sistema instalado (...) levantar tantas ondas nos rivais, que o atacam por tudo e por nada."

      Posts do «facebook» e participações infelizes em programas da TV mantêm alguma gente entretida. Não fazem mais do que isso.

      - "Outro facto que acaba por abonar a favor do BdC, na minha opinião, é o trabalho que o Colo Colo de Carnide faz ..."

      O que o Benfica faz ou deixa de fazer em nada prejudica ou contribui naquilo que depende dos dirigentes do Sporting, sejam eles quem forem. Dou-lhe o examplo de A. Carrillo por envolver directamente os dois clubes. O Benfica em nada é achado nas razões que ditaram a saída do jogador do clube. Essa saída é integralmente imputável aos dirigentes do Sporting. Se o principal responsável foi o dirigente A, B ou C, quem anda lá dentro saberá. Nós não sabemos.

      - "Com os que lá estiveram antes ..."
      - "Depois, e para acabar, os presidentes e as administrações desde o Roquete até ao Godinho ..."
      - "E, volto a dizer, é preciso ter a noção das coisas e a realidade diz que o BdC herdou o pior Sporting da história do Clube."

      O meu caro conhece(u) por acaso todas as direcções ou estará familiarizado com todos os momentos ou fases que o Sporting em 110 anos encarou para afirmar qual foi a melhor ou a pior? Não está. Abondone por isso esse discurso miserabilista de quem se compara permanentemente com aquilo que é mau. De preferência não se compare sequer com aquilo que é melhor. Limite-se (se disso for capaz) a olhar para o que em concreto fazemos e com humildade questionar o que poderíamos ter feito melhor.

      - "Que as pessoas não gostem do estilo, eu até compreendo. Que tenham saudades do passado é que acho inacreditável ..."

      O B. de Carvalho ou o estilo do B. de Carvalho não me incomodam. Incomodarão ou não aqueles que têm a infelicidade de privar com ele e quanto a saudades do passado isso dependerá do período e dos elementos que tiver em mente. Por algum motivo suspeito que para si o passado do Sporting não se estende por mais do que 3 ou 4 anos ...

      Eliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (81) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (33) André Geraldes (1) André Marques (2) André Martins (6) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) arbitragem (88) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (68) Batota (16) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (94) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (6) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (63) Comunicação Social (20) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (41) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (61) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (8) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (12) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (21) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (4) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (2) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (37) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (20) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (24) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (22) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (1) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (10) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) play-off (1) PMAG (3) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (2) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (3) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (5) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) SerSporting (1) Shikabala (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (1) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (89) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (3) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (2) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (95) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)