quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Entre o fumo e saliva, o que nos resta?

(Texto da autoria do leitor do blogue "Leão Devoto")

Nos últimos dias os sportinguistas foram confrontados com mais um episódio infeliz que envolve o seu presidente. Imagens de cenas muito pouco edificantes, em que desta vez até me parece que o presidente do Sporting não foi o principal culpado. Com a discussão centrada entre se exteriorizou saliva ou fumo (confesso que depois de ver várias vezes as imagens me parece que foi fumo, mas nem quero perder muito tempo com isso) e com a certeza de que existiram agressões do presidente do Arouca a stewards e contacto físico com BdC, este caso foi explorado até à náusea pelos comentadores de TV e pelos jornais, tendo os ecos chegado até à imprensa estrangeira.

Há de facto uma grande atenção a tudo o que BdC faz, incluindo a sua vida pessoal. Será perseguição e ele uma vítima de tudo isto? Será esta a ideia que se pode instalar nos sportinguistas e que até é compreensível. Mas a verdade parece mais profunda que isto.

A credibilidade e a confiança que alguém inspira demoram muito a conquistar e podem perder-se em muito pouco tempo. BdC foi minando a sua credibilidade com a conversa das “nádegas”, com posts brejeiros no facebook, com várias mudanças na comunicação do clube e quase sempre para pior, com idas a programas da TVI para denunciar uma situação grave como os vouchers oferecidos pelo Benfica (que seria a ponta do iceberg) mas não resistindo a ser ele o protagonista e dando projecção a personagens rasteiros como Pedro Guerra e projecção ao programa. BdC não consegue resistir aos holofotes, o seu egocentrismo não lho permite, tem de estar sempre na agenda mediática. É pois ao mesmo tempo vítima e culpado de estar sempre na berlinda.

Queixamo-nos da SIC, mas entregamos-lhes imagens de desacatos nas nossas instalações. Protestamos contra Guerra e outros comentadores mas o presidente vai ao programa onde ele debita alarvidades, mesmos sabendo que o continuaria a fazer e com mais projecção ainda, depois de BdC lá ir.

A nossa estrutura é muito fraca e confusa. Alguém sabe o que Octávio faz actualmente no Sporting? Ou está lá apenas porque Jesus assim o pediu? Quem é o verdadeiro responsável pela Comunicação? Como nos relacionamos com os media? Qual a influência que temos nas instâncias que decidem o futebol português? Mudou alguma coisa desde que BdC lá está? Ou continuamos atabalhoadamente a apoiar candidatos como Proença e Lobo que nunca nos foram favoráveis?

Entretanto continuamos sem ganhar. Mas já não somos diferentes na postura e na respeitabilidade. O Sporting não melhorou o desporto português como muitas vezes fez no passado mas estamos a deixar que o futebol português piore o Sporting. E isso é lamentável. Muitos diziam que era por essa postura que não ganhávamos. Não era. Era por isso que valia a pena lutar.

Queremos todos muito vencer e não temos produzido presidentes que nos façam entrar nesse caminho como todos desejamos. Isso já acontecia antes de BdC e chegou ao ponto mais baixo com Godinho Lopes. Mas dispensamos que o Sporting seja constantemente motivo de chacota ou de polémica diária. Muita dela provocada e exacerbada pela propaganda do Benfica (que é por isso competente) mas para a qual também nos colocamos a jeito. E BdC facilitou-lhes a vida ao minar a sua própria credibilidade e ao não apostar numa estratégia de antecipação. Jogou sempre segundo as regras que o adversário impôs e deixou-se assim apanhar e derrotar mais facilmente.

Não nos damos ao respeito. E assim é muito mais fácil um qualquer Carlos Pinho vir a Alvalade provocar arruaça e mesmo assim ficarmos com dúvidas se BdC não terá também culpa no processo. Bruno de Carvalho é hoje muito fácil de acusar e de implicar em qualquer ato indigno. E em larga medida a culpa é de si próprio. Será dos mais odiados do futebol português, como dizia hoje o Artista do Dia. Mas faltaram-lhe ponderação, inteligência e elevação onde sobraram impetuosidade, precipitação e brejeirice.

21 comentários:

  1. É isso. Usam mini-saias, metem-se a jeito, merecem ser violadas.

    Mas esta gente lê o que escreve?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O artigo vai muito mais além do que essa frase... o que se passa é que tendo BdC perdido a credibilidade (para o que muito contribuíu) é agora mais fácil que qualquer badameco o provoque, insulte e até agrida, passando a coisa como "são todos iguais". Dá para perceber agora??

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que era é essa?
      A negociação da dívida não foi ele que fez. Os investimentos enormes já foram feitos no passado.
      Os jogadores formados no clube são aposta de outros presidentes.
      Quando estourar vais ver que a Era é igualzinha há que aconteceu com os Cintras, os Roquettes, os Bettencourts ou os Godinhos.
      Mas continua a acreditar em contos de fadas.

      Eliminar
    2. Com a diferença que não vai sobrar uma B como a que ele encontrou e parcialmente desbaratou.

      Eliminar
    3. Alguma vez o Valdemar foi conhecido por perceber alguma coisa?

      Eliminar
    4. "A negociação da dívida não foi ele que fez."

      Tem de arranjar e aprender a ler um calendário.

      "Os investimentos enormes já foram feitos no passado."

      Não deu para um pavilhão e resto tudo hipotecado.

      "Os jogadores formados no clube são aposta de outros presidentes."

      William, Gelson, Ruben Semedo, João Mário. E recuperámos percentagens dos passes.

      "Quando estourar..."

      Zandinguisse. Receitas mais que duplicadas, recorde de sócios, recorde de assistências, novo contrato de direitos de TV. É o fim...

      Eliminar
  3. "acho que no dia em que BC sair, eles ainda juntam mais um campeonato 30 e picos que tÊm"

    Há aqui qualquer coisa que não bate certo. No dia em que BC sair é que eles juntam? E o que é que têm feito com BC? Eu até diria que por este caminho é mais fácil BC entrar na história do Benfica que do Sporting.

    ResponderEliminar
  4. Concordo com quase tudo, mas queria só dizer o seguinte:

    Motivo de chacota é o Sporting quando perde - ainda agora o maior numero de piadolas aparecem pelos maus resultados e não por situaçoes como esta.

    Situações como esta suscitam odio por BC e pelo Sporting

    No entanto esse odio não existe apenas pelo comportamento de BC, mas sim por terem percebido que com BC o Sporting entrou noutra era que tem concerteza bons e maus momentos mas que nada tem a ver com as anteriores presidencias - acho que no dia em que BC sair, eles ainda juntam mais um campeonato aos 30 e picos que têm

    ResponderEliminar
  5. Eu leio frequentemente o seu blog e apesar de não comentar, tenho que dizer que o leio porque gosto de ler uma opinião contrária à minha, principalmente que venha de um sportinguista que acredito que tal como eu, ama o Sporting.
    Neste caso o texto até pertence a outra pessoa, também sportinguista, mas que segue a mesma narrativa, a ideia que Bruno de Carvalho pouco trouxe ao Sporting além de conflitos.
    Começo logo por refutar as "melhorias no futebol português" que na opinião do autor não existiram no mandato do Bruno de Carvalho. O Sporting nestes últimos anos procurou melhor não só o futebol português, como o internacional, foi figura de proa na questão dos fundos e partilhas de passe dos jogador e ainda também o foi na questão do vídeo árbitro, que em Portugal vêm iniciado os primeiros testes, muito pouco tempo depois da forte campanha a favor por parte do Sporting. Claro que alguns podem dizer que isto é tudo coincidência e que os méritos são inexistentes por parte do Sporting, mas com esses prefiro nem discutir. Depois mesmo sem isto, o Sporting liderado por Bruno de Carvalho melhorou o futebol porque simplesmente melhorou o Sporting (uma parte muito esquecida neste blog, ao contrário de qualquer erro). O Sporting melhorou o seu futebol, entrou na disputa pelos lugares de todo e com isso trouxe mais adeptos ao estádio, mais disputa dentro de campo e acabou com uma triste bipolaridade do futebol português. Será que sem isto existiria no estádio de Alvalade os adeptos a cantar todos os juntos? Sabe qual foi a última coisa que eu cantei no estádio de Alvalade antes da liderança de Bruno de Carvalho? (eu digo: Godinho Cabr..o, pede a demissão!!!!). Saber desta diferença e dizer que nada mudou, é porque algo lhe tolda a razão.
    Depois outra coisa, atacar o presidente do Sporting é fácil, por alguma razão é assim desde o início, muito antes das declarações que refere, eu confesso que nunca percebi, ou era porque era novo, ou porque não fazia parte da linhagem, ou porque tinha um estilo que não agradava, mas seja como for sempre sofreu ataques. E este blog segue sempre esse caminho, o fácil, que é algo errado, pode ao mesmo tempo que faz uma crítica negativa, também fazer uma construtiva e positiva, acredite que assim teria mais leitores, conseguiria passar a sua mensagem e em vez de ter benfiquistas a aplaudir os seus textos, teria discussões saudáveis com outros Sportinguistas.
    Por exemplo, sobre a estrutura eu concordo em tudo o que é referido no texto, o Sporting e o seu presidente não teve a capacidade de arranjar uma estrutura forte, nem para responder e refutar as falsidades da propaganda vermelha, nem sequer para colocar de parte essa propaganda e sistema, fazendo um trabalho de elevação e de claro afastamento às opiniões vindas dos paineleiros formados na BenficaTv.
    Era isto, espero que continue o seu trabalho, procurando melhorar, ultrapassar algumas limitações, tal como todos devemos fazer e que por fim o Sporting vença, seja melhor e continue a encher Alvalade, que é isso que mais importa para todos os Sportinguistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo Bruno,
      uma vez que sou visado no seu comentário digo-lhe o seguinte.

      1- Não partilho da ideia de que a acção de Bruno de Carvalho tenha contribuído para uma melhoria significativa do futebol português. Por vezes até parece o contrário, com este episódio tão "anos 80" e cujas responsabilidades totais estão ainda por apurar. Para já, tendo em conta o que se sabe pelas imagens, tudo aponta para o presidente do Arouca. Certamente não sairá ilibado, esperemos que tal aconteça em relação ao Sporting.

      2- Sobre os fundos e o vídeo árbitro não anularei os méritos mas é excessivo atribuir a BdC uma parte substancial da decisão, eram processos que ele apanhou já em andamento e cuja acção deu contributo indesmentível ao dar visibilidade. Mas no que diz respeito aos resultados do futebol e mesmo da modalidades o que assistimos até agora é a uma normalização sem nada de muito relevante a assinalar.

      3- Engraçado lembrar essa do "godinho cabrão pede a demissão". É que meses antes o estádio estava mais cheio do que nos 2 anos anteriores e recebia-se em triunfo e a desoras a equipa que tinha chegado à meia-final (algo que nunca concordei, falarei nisso em breve). Isto só para dizer que no futebol tudo é muito volátil e se os resultados forem idênticos a então a ocorrência de canticos semelhantes facilmente regressarão. Por exemplo, este ano já ouvimos o "palhaços joguem à bola" há poucas semanas.

      4- É bom lembrar que não há nada de inédito relativamente ao Sporting, ao contrário do que parece querer agora ser uma nova realidade em construção pela dose maciça de propaganda. Ataques iguais e piores já vi no tempo de João Rocha. Vi-os também no tempo de Roquete e de Dias da Cunha. E quem não se lembra da infame greve dos árbitros no tempo de Godinho e Duque? O estilo de permanente e generalizada confrontação é uma escolha do próprio pelo que os ataques são o resultado disso. Algumas matérias eram inevitáveis outras foram fomentadas desnecessariamente. A política de alianças é inexistente ou mal sucedida (como muito bem é salientada no artigo) e não me parece que esteja a produzir resultados positivos, sendo estes basicamente os mesmos de sempre.

      5- Só por desonestidade faz referência a "em vez de ter benfiquistas a aplaudir os seus textos". Porque são esporádicos os comentários de leitores benfiquistas e, embora o blogue seja mais para registo das minhas reflexões pessoais sobre o nosso clube e dê primazia aos Sportinguistas, está aberto a todos. E se as discussões não são muitas vezes saudáveis não me parece que isso seja maioritariamente fomentado por mim ou pelo teor dos meus textos.

      6- Várias vezes têm aqui sido assinaladas as matérias que me suscitam aprovação. As melhorias são evidentes em algumas matérias face ao ponto de partida. Os piores erros para mim são até os cometidos internamente e ao arrepio do que é para mim o espírito do clube, muitas vezes de forma deliberada.

      Eliminar
    2. Caro amigo… em primeiro lugar registo a forma como tentou argumentar e não partir para o insulto. Algo que me apraz saudar e que era importante fosse a regra na discussão que se faz sobre o nosso querido Sporting mas que muitas vezes não acontece.
      A opinião do autor (que fui eu) não é a de referir que BdC nada contribuíu para o futebol português. Houve de facto a questão do vídeo-árbitro que ele usou como bandeira e muito bem. Quanto aos fundos também concordo que são nefastos para o futebol (pelo menos alguns), embora obviamente a guerra contra os fundos tenha vindo a reboque da questão com a Doyen. Aliás para mim o mandato dele divide-se numa primeira época boa e positiva e outras em que se deu o primado ao Facebook, querelas estéreis e prejudiciais e em que se desgastou bastante a sua imagem.
      E é este o foco do artigo: houve um aproveitamento desse desgaste de imagem que Bruno auto-inflingiu a si próprio, por parte de adversários e sobretudo do Benfica, para denegrir cada vez mais BdC e desvalorizar a força da sua palavra. E BdC não foi inteligente na forma como lidou com isto. Foi jogar o jogo do adversário segundo as suas regras e obviamente só podia perder neste processo. Não soube ser selectivo, não soube delegar em outros as respostas, não soube adequar o tom ao conteúdo. E o que temos agora? Uma situação em que tudo o que ele diz é desvalorizado, aproveitado desfavoravelmente e achincalhado. Seja pelos comentadores do Benfica (o que seria natural), seja pelo público em geral. Agora sempre que existir uma querela com BdC, as pessoas tenderão sempre a pensar que ele tem alguma dose de culpa. Como foi agora o caso com os dirigentes do Arouca, mesmo com imagens que mostram agressões da parte destes. Isso foi um capital que ele tinha, que hipotecou e que agora tem de recuperar. Se obviamente arrepiar caminho. Era neste sentido que ia o artigo. Ninguém quer Godinhos de volta, nem está a defender como alguém comenta acima que “houve violação porque ela se pôs a jeito”. Nada disso. O que se quer é que BdC seja mais sagaz na forma como ataca e se defende dos adversários. E já agora que saiba encontrar aliados. A época passada foi com o presidente do Marítimo, este ano com o do Arouca… isto beneficia alguma coisa o clube? SL

      Eliminar
    3. O Ricardo deve ser muito ingénuo ou crédulo. Fundos, Empresários? sabe quantos milhões ganhou a Doyen? o Jorge Mendes? ou o Empresário do Pogba? Sabe quanto ganha o Jorge Jesus por ano? Abra os olhos.

      Eliminar
    4. "Nada de relevante a assinalar", ao nível dos resultados nas modalidades??

      Então não conquistámos uma Taça CERS e um Campeonato Europeu de Atletismo inédito?
      Então não temos equipas brutais ao nível do futsal, do hóquei, do andebol e do atletismo?
      Então a questão das modalidades (incluindo o Pavilhão) não tem sido precisamente a aposta forte desta Direcção e que vai ficar na história?

      Desonestidade intelectual, caro Leão de Alvalade, é proferir uma barbaridade dessas de forma leviana.
      E logo nesse ponto e nessa afirmação ficam reveladas as suas tendências sportinguistas totalmente opostas a BdC, o que claramente lhe tolha o raciocínio e a objectividade em 90% dos textos que neste blog se lêem.

      Entre isto e o Camarote Leonino, a diferença está unicamente no estilo da retórica.
      Lá são directos... aqui fazem-se de sonsos.

      E sim. Só conheci este blog precisamente porque há benfiquistas a passarem-me links de textos como este, como forma de reafirmarem a sua argumentação bacoca e pejada de ódio ao nosso presidente.
      Esta é a mais pura das verdades... se não fossem os benfiquistas, jamais teria ouvido falar do seu blog!

      Eliminar
    5. "o que assistimos até agora é a uma normalização sem nada de muito relevante a assinalar"

      a frase proferida é esta e não a que assinala e isso faz alguma diferença. Mas o essencial é mesmo isso, não estamos a ganhar mais do que era hábito e apesar de toda a retórica isso é indesmentível com muito pena minha. E "equipas brutais" são as que ganham não as que têm nome.

      O resto das considerações são tuas, provocatórias e ofensivas mas não me impressionam.

      Eliminar
  6. Finalmente alguém que capta o que verdadeiramente interessa!

    Parabéns Leão Devoto, excelente artigo. O post reflecte sobre a essência das coisas e no essencial dos factos. E o essencial é que em quatro anos qs cumpridos, BdC não ganhou mais do que outros presidentes que no passado tanto contestamos, aliás, ganhou menos do que quase todos os seus antecessores, e pelo caminho fomos perdendo identidade, classe e a nossa incontestável superioridade moral. Agora, já nem nas vergonhosas cenas dos túneis do futebol português somos virgens…
    O que deveria preocupar-nos a todos nós, sportinguistas, é apenas uma questão: o que ganha o SCP com isto? Explico, o que ganhou o SCP com este episódio, por exemplo, já para não falar de tantos outros que BdC protagonizou?

    Nada. Só perdeu. Ou, dito de outro modo, apenas ganhamos desprestígio… Estas imagens foram agora lançadas com um único objectivo: ilibar BdC das acusações proferidas pelos dirigentes do Arouca, mais nada. Mas, o tiro saiu-lhe pela culatra, pq apesar de se provarem as mentiras dos arouquences, BdC sai também ele chamuscado, e com isso o SCP. Mais uma vez, BdC colocou os seus interesses pessoais à frente dos interesses do SCP. Tem sido essa a regra… Porque quase sempre “… faltaram-lhe ponderação, inteligência e elevação onde sobraram impetuosidade, precipitação e brejeirice.

    Bem-haja pelo texto e SL!

    ResponderEliminar
  7. Notícia do Record, ontem à noite:

    "Bruno de Carvalho publicou no seu Facebook uma fotografia com a filha"

    Num dia pede "privacidade" e no outro promove uma criança nos media (o texto é sobre o Sporting, sabia perfeitamente qual seria o resultado). Não sequer tem pudor em expor a filha às consequências nefastas da exposição mediática.

    BdC é o único responsável pelo ruído e enxovalho nacional do Sporting (ganha 10 mil, mais regalias e namoradas, portanto está-se a marimbar para o resto), e faz isto PROPOSITADAMENTE para receber o máximo de atenção possível.

    Estas situações para ele não são um problema (como qualquer pessoa com olhos na cara constata), mas sim o contexto onde se sente confortável, porque o que interessa é que falem dele, o elogiem a ele, o oiçam a ele, o critiquem a ele, o detestem a ele. O resto é secundário, ele está tão feliz consigo próprio hoje, a 5 pontos do 1º na 10ª jornada, como estava quando ia em 1º com 7 de avanço.

    Por isso está completamente obcecado com as eleições, e não com o momento da equipa. Porque o mediatismo que o Sporting lhe fornece é o oxigénio do seu ego. Não o sucesso, porque ele não existe, mas o aparecer por aparecer. O falar e ser ouvido apenas para não estar calado.

    BdC é isto, BdC foi sempre isto nos últimos 4 anos. E daqui a uns meses, com ou sem oposição, prepara-se para sujeitar o Sporting Clube de Portugal a mais 4 anos do mesmo.

    Com um campeonato pelo meio? Talvez, mas a cada época que passa a probabilidade diminui substancialmente, pois como se está a ver, em vez de evoluir regride.

    ResponderEliminar
  8. " ... porque o que interessa é que falem dele, o elogiem a ele, o oiçam a ele, o critiquem a ele, o detestem a ele. O resto é secundário, ele está tão feliz consigo próprio hoje, a 5 pontos do 1º na 10ª jornada, como estava quando ia em 1º com 7 de avanço.

    Por isso está completamente obcecado com as eleições, e não com o momento da equipa. Porque o mediatismo que o Sporting lhe fornece é o oxigénio do seu ego. Não o sucesso, porque ele não existe, mas o aparecer por aparecer. O falar e ser ouvido apenas para não estar calado.

    BdC é isto, BdC foi sempre isto nos últimos 4 anos. E daqui a uns meses, com ou sem oposição, prepara-se para sujeitar o Sporting Clube de Portugal a mais 4 anos do mesmo."

    Fernandes, o caso infelizmente nem será o de sujeitar o Sporting a mais 4 anos disto. O Sporting já mudou. É hoje um clube efectivamente mais pequeno porque se vai reduzindo ao tamanho de um indivíduo que não tem qualidade, mantém (clube) as mesmas dificuldades para ganhar títulos e as suas principais referências desapareceram. O Sporting parece agora um clube fantasma, vazio, onde não existe ninguém que lhe dê voz em qualquer plataforma. Entre jogadores, treinadores, ex-jogadores, ex-treinadores, dirigentes valiosos (que os tem) ou ex-dirigentes valiosos (que os teve). Temos hoje um clube radicalizado e manifestamente pequeno, com pouca boa expressão, e que se confunde com 1 individuo e os seus homónimos, Nuno Saraiva e mais uma ou outra personagens macabras que de Sporting são zero. A mistura de episódios familiares que deveriam pertencer à sua esfera privada mas que Bruno de Carvalho traz para a praça pública e para o Sporting, a exemplo do que faz Pinto da Costa para o FCP (personagens que se sentem donas dos seus clubes), a permanente e medíocre vitimização, o gozo que promove junto de todas as pessoas fora do Sporting e muitas dentro do Sporting, a forma como exemplo o «Record» noticia a vitória ontem do Andebol reduzindo-a a um quadradinho com a imagem de Bruno de Carvalho e os seus festejos (são assim que as poucas vitórias do Sporting são hoje celebradas, como vitórias de um indivíduo), tudo isto é sintomático de um clube pequeno.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo dito. Por isso não têm promotores e os adeptos são cada vez menos.
      Agora, o Saraiva respondendo ao Arouca, culpa o Benfica. E continua a mentir e a inventar.
      Enfim...

      Eliminar
  9. O Sporting está dividido, essencialmente, em 4 correntes de opinião:
    A) Os que reconhecem méritos a BdC e continuam a achar que é a melhor solução.
    B) Os que nunca reconheceram méritos a BdC e continuam a achar que não é solução.
    C) Os que inicialmente não reconheceram méritos a BdC e agora acham que é a melhor solução.
    D) Os que reconhecem méritos a BdC e agora acham que não é a melhor solução.

    Eu encaixo-me, cada vez mais, na última corrente de opinião.

    Já escrevi neste blog - acho que era muito difícil ter feito a recuperação de estatuto (e volto a dizer que isso não significa credibilidade!) com alguém mais ponderado e menos emotivo que BdC. É certo que nunca saberemos o que teria acontecido com outros, mas continuo a achar que a arrogância própria de BdC foi importante para despertar algum receio nos nossos rivais e voltar a apelar a um sportinguismo algo adormecido, que estava demasiado conformado com a defesa de valores e cada vez menos incomodado com o derrotismo instalado. BdC era então, para mim, um desconhecido absoluto, mas foi precisamente isso que me entusiasmou. Estava farto de acreditar em salvadores da pátria, ilustres sportinguistas, cheios de páginas nos seus curriculums, mas que invariavelmente falhavam a conduzir os destinos do nosso clube e, pior do que isso, deixavam para os próximos uma situação cada vez mais penosa. BdC era o adepto desconhecido, e eu ansiava pelo desconhecido. Afinal de contas, o que nos faltava experimentar?

    Apesar de nunca ter gostado do estilo demasiado "trauliteiro", a verdade é que ele conseguiu algumas coisas importantes, que não vou elencar aqui pois já foram sobejamente repetidas pelos advogados da corrente A). Para mim, o mais importante foi mesmo, como consequência, os próprios media desportivos deixarem cair a bipolarização e voltarem a integrar o Sporting no topo do futebol português. E recordo o quanto essa bipolarização esteve tão perto de se enraizar. Até o Braga reclamava o estatuto de 3º grande...

    Mas falando de futuro, que é o que interessa, não posso deixar de manifestar a minha tristeza e desencanto. Há cerca de 1 mês, escrevi neste blog que suspirava para que BdC mudasse, pois considero que não aparecerá ninguém capaz de discutir a liderança nos termos que eu gostava. No entanto, o tempo, e sobretudo este lamentável episódio com o Arouca, demonstram que os meus anseios afinal não passavam de receios, cada vez mais sustentados, e que, afinal de contas, BdC não consegue mudar. Pura e simplesmente, não consegue. Estarmos a discutir se foi fumo ou cuspo, é de uma pobreza inqualificável.

    Nós, sportinguistas, merecemos mais. Esta divisão entre sportinguistas, que chega ao absurdo de discutir um pormenor repugnante, esquecendo todo o enredo, onde, pura e simplesmente, BdC não deveria estar, é um sinal muito mau para o futuro do Sporting. A união trabalha-se homem! E união não é toda a gente fazer amén às tuas atitudes! Muito menos às que nos atiram e fazem rebolar na lama.

    Como eu gostava que mudasses Bruno... E não é o festejar de golos de forma aguerrida que me perturba. Essa é uma manifestação genuína de sportinguismo que é, sinceramente, o que me ainda faz acreditar em algo. Mas tudo o resto, no plano da comunicação, é desastroso... E o pior é que a imagem está cada vez mais enraizada e será cada vez mais difícil recuperar a credibilidade que precisas para gerir o nosso grande amor. Sim, Bruno, é preciso credibilidade para gerir o Sporting. E não estou a falar de credibilidade perante tripeiros e lampiões. Esses irão sempre encontrar defeitos nos nossos e isso até é bom sinal. O problema está mesmo entre nós. Estamos divididos. Cada vez mais. E infelizmente tu começas a não conseguir combater isso e, pior do que tudo, começas a ser o grande centro da discórdia.

    Se fossemos campeões tudo seria diferente? Talvez... As vitórias ajudam a mudar algumas coisas, mas não só... Esperemos, pois, que Jesus nos consiga voltar a unir! Nem que seja circunstancialmente. Já não ficava tão triste, confesso.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Para mim, o mais importante foi mesmo, como consequência, os próprios media desportivos deixarem cair a bipolarização e voltarem a integrar o Sporting no topo do futebol português. E recordo o quanto essa bipolarização esteve tão perto de se enraizar. Até o Braga reclamava o estatuto de 3º grande..."

      Adolfo Sapinho,

      Um prazer ler o seu comentário. Não leve a mal que destaque o trecho acima embora subscreva muito do que diz. O que aproximou o Sporting do topo do futebol português não foram posturas simplórias à frente de microfones, câmaras de TV e comunicados medíocres em redes sociais. Tampouco a exposição mediática de Bruno de Carvalho, uma que só pretende promove-lo. Não almeja promover o Sporting ou qualquer das suas equipas.

      O que nos aproximou do topo foram antes boas escolhas de treinadores. 2 belas escolhas (Jardim e M. Silva) que estabilizaram e devolveram normalidade ao futebol do Sporting quando para nós normalidade significará pontuações razoáveis e no mínimo, mínimo, 3º ou 2º lugares. Felizmente com M. Silva vencemos uma TP com alguma sorte na final mas muito mérito no percurso que incluiu a eliminação do FCP no Dragão (grande jogo de Nani).
      E finalmente a excelente conquista que trouxe Jorge Jesus para Alvalade e que nos permitiu logo no 1º ano somar quase 90 pontos. Não vencemos o título pq o SLB teve uma boa dose de mérito, muita sorte, e porque além de partirmos sempre em desvantagem no que à constituição dos plantéis (qualidade) respeita ainda demos estrondosos tiros nos pés, dos quais sobressai F. Montero e a recorrente comunicação imbecil de Bruno de Carvalho e dos seus lacaios que mais não fizeram do que motivar os jogadores e o treinador do Benfica durante 6 ou 7 meses.

      Seja como for foram boas escolhas de treinadores que nos deram alguma ou muita pujança em futebol. Não foi outra coisa qualquer. E interessaria perceber por que motivos temos então dificuldade em vencer títulos mesmo contando com um treinador como Jorge Jesus? Isso passa pela gestão manhosa do futebol do Sporting e por quem a exerce: Bruno de Carvalho. Jorge Jesus terá uma palavra importante nessa mesma gestão mas ele não é dirigente. E também não é Octávio. O responsável é o presidente do Sporting - autor das decisões.

      Eliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Leitores em linha


Seguidores

Leitura recomendada

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (81) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (33) André Geraldes (1) André Marques (2) André Martins (6) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) arbitragem (88) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (68) Batota (16) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (94) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (6) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (63) Comunicação Social (20) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (41) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (61) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (8) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (12) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (21) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (4) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (2) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (36) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (20) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (24) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (22) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (1) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (10) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) play-off (1) PMAG (3) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (2) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (3) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (5) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) SerSporting (1) Shikabala (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (1) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (89) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (3) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (2) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (95) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)