segunda-feira, 3 de junho de 2013

Aquisições e dispensas: entre dietas loucas e dietas saudáveis

A SAD do Sporting tem uma dura tarefa pela frente ao ter que enfrentar uma redução de cerca de 50% do seu orçamento. Um emagrecimento imprescindível para permanecer saudável. Para tal tem de cortar na massa salarial que "come" mensalmente mais do que há para comer. O critério a adoptar será decisivo para a sua competitividade. 

Se o critério dos cortes for meramente economicista - corta pelos salários mais altos tout court - o Sporting perderá dinheiro e qualidade técnica. É o caminho mais fácil, não é necessário uma visão estratégica ou conhecimento técnico. Para decisões deste  tipo qualquer um serve, desde que tenha conhecimentos básicos para lidar com uma folha de Excel.

Se o plano de cortes tiver algum sentido estratégico, quem tem que tomar decisões terá que alargar o leque dos parâmetros a avaliar, que necessariamente têm que passar por uma análise pontual, jogador por jogador, em função do seu valor de mercado, do seu potencial, margem de progressão, mais-valias expectáveis, etc, etc. Decisões deste tipo requerem muito mais do que o conhecimento das mais básicas operações aritméticas, envolvendo maior risco. A forma de os minimizar será alargar a participação nessa avaliação aos diversos departamentos, em particular os que envolvem conhecimentos técnicos especializados. Fazer esta avaliação depois de uma época como a que findou é ainda mais difícil, excepção feita a Patrício, ninguém jogou a um nível permanente aceitável.

O exemplo pode ser o caso de Labyad. A sua contratação provocou grande júbilo entre Sportinguistas, que foi ainda maior quando se soube que ganhámos a corrida ao rival de sempre, o SLB. Do que ninguém se lembrou é que todas as vitórias têm custos ou, se preferirem, não há almoços grátis. Dispensar ou negociar no imediato Labyad, jogador promissor, que está no radar de muitos clubes, não é o mesmo que dispensar Pranjic, Onyewu, Boulharouz. Já dizer que Labyad é caro e defender a continuidade de Bojinov nem merece comentários.

O Sporting pode decidir vender agora, o que dificilmente lhe trará retorno do que já investiu, ou pode apostar na valorização do jogador, retirando desde logo no imediato mais-valias desportivas. Dos acima citados o Sporting sabe de antemão que o mercado não dará nada pelos passes desses jogadores e as mais-valias desportivas são ainda mais duvidosas.

No fundo o Sporting está como muitas famílias carenciadas. Tem que tomar decisões difíceis. Sabe que só comprar arroz e feijão não terá grandes problemas com o orçamento disponível. Mas sabe, ou deverá saber, que isso, a médio-prazo é mau para a saúde. No longo prazo é insustentável.

Algumas considerações adicionais:

Sobre a guerra com Pina Zahavi, que agencia 27 jogadores do Sporting recordo que não gosto de empresários. Mas como gosto de ver o Sporting ganhar, não admito neste braço de ferro agora encetado com o empresário israelita outra coisa que não seja uma vitória, mesmo que isso equivalha a perder algumas batalhas. Só vale a pena iniciar uma guerra que sabes à partida poder vir a ganhar.

A forma como as informações sobre os vencimentos dos jogadores do clube circulam nos jornais é lamentável. O  jornal "A Bola" ainda não falhou uma "cacha". Qual é a origem das fontes?

30 comentários:

  1. Belo post. Penso exatamente da mesma forma e escrevi isso hj: Deixo aqui O novo Sporting, versao 2013/14, tendo em conta tdas as nossas condicionantes: http://palavrasaoposte.wordpress.com/2013/06/03/sporting-versao-20132014/

    ResponderEliminar
  2. Não o entendo o mau estar que gera esta direcção a certas pessoas,ainda para mais quando é notório que estão a fazer um esforço para marcar uma diferença com o passado.Também outrora desconfiei da capacidade que eles teriam para liderar o clube,mas sinceramente não me parece justo para já os criticar(nem faz sentido).

    Isto tudo que se esta a passar era facilmente evitável se na altura que Moutinho saiu o Sporting não tivesse baixo as calças a Zahavi e ao jogador(e incrivelmente outros dirigentes do clube que tiveram envolvidos na trama).

    Agora obviamente é mais complicado,mas alguma coisa tem de ser feita pois este circulo vicioso não pode continuar.

    O grande medo de muitos é perder um Bruma ou um Ilori(este certamente ainda não percebeu a situação contratual que se encontra...mas em breve deve cair na real.

    E se perdermos?Só vejo pessoas a traçar um cenário apocalíptico,mas ainda não vi ninguém a traçar um cenário no futuro que pode ate ser positivo.

    E se este braço de ferro no futuro significar uma poupança de imensos milhões mesmo á custa da perca de um jogador?Por que uma certeza existe,se nada mudar o Sporting vai continuar a gastar milhões se algum benefício vísivel(quantas renovações foram feitas com Moutinho com avultados prémios?Pelo menos duas e sabemos o que isso resultou).

    É uma guerra que peca por tardia,e só se deve criticar e lamentar o porque de se ter deixado chegar a este ponto.Zahavi tanto quanto se sabe por estas e por outras é muito mal visto pelos nosso vizinhos(já chegou a ser barrada a sua entrada em espaços dos mesmos).

    É muito complicado ter inimigos destes(porque o são e sempre o foram)no seio do clube,repito que é lamentável terem deixado esta situação chegar a este ponto.


    Quanto ao Labyad é assunto que nem merece sequer ser muito discutido.Sempre fui muito cuidadoso em relação a este jogador(pois ate jogarem com a nossa camisola virem apelidados de craques para mim vale muito pouco).
    Desportivamente mostrou perto de nada,e pior que isso o seu "rendimento" parece que foi demonstrado em outros campos...

    A questão do ordenado piora tudo,mesmo que merece se uma segunda oportunidade isso deixa de ser uma possibilidade.
    Vejo muita gente a falar do seu ordenado verdadeiramente pornográfico para a próxima época com uma leviandade assustadora.E mais incompreensível é quando exigem que esta direcção pague cada cêntimo como se estivesse aqui um potencial Messi ou Ronaldo.

    Não o é ,e nem sequer a fama que trazia da Holanda chegou a comprovar.A saída neste momento é a única solução,o grande problema vai ser encontrar um clube e um dirigente louco que esteja disposto a pagar o ordenado deste menino.

    É incrível o nível de amadorismo e incompetência que o Sr. Eng. Godinho Lopes e a sua direcção demonstraram no seu mandato.Não admira por isso que dirigentes dessa época venham para a comunicação social agora profetizar o fim do clube.Pudera...

    ResponderEliminar
  3. Desses só a questão Labyad é que para mim é importante/preocupante. Os outros são todos para vender ou arranjar colocação. Nenhum justifica o que ganha! Já o Labyad parece ser jogador para vender por alguns milhões daqui a 2 épocas. Mas não é tema de fácil análise.

    Sobre a guerra com Zahavi...é fundamental que se renove com os miúdos! Eles terão de ser a base da equipa nas próximas épocas (além do facto de que nos poderão render grandes negócios futuramente).

    Eu não sei bem como é vai ser a gestão financeira daqui para a frente. Sei que estes casos mostram como até aqui nem sequer se pode classificar a gestão que o clube teve...porque gestão financeira foi coisa que o Sporting não teve. É escandaloso!

    ResponderEliminar
  4. Concordo com boa parte deste post e até compreendo a questão Labyad, que há um ano atrás me pareceu uma excelente contratação.

    O problema é o seguinte:

    O Sporting contratou o Labyad - pagou salvo erro 500.000 da formação ao PSV e terá pago uma verba ao jogador pela assinatura do contrato - sobre isso não há noticias, mas não acredito que tenha sido o 1º jogador a assinar (ainda por cima a custo zero) sem receber um premio de assinatura.

    Mas até aqui tudo bem. é normal o jogador ter um salario um pouco mais elevado (900 mil euros parecia-me razoavel), mas é completamente anormal, sem objectivos individuais ou colectivos - esse vencimento passar para mais que o dobro.

    Mas até se podia aceitar isso - argumentando que o Sporting estava a fazer todo esse esforço financeiro, para ter dividendos no futuro, mas que dividendos significativos podemos ter quando o Sporting só já tem 35% do jogador ???

    E quem tem o resto ? Como é que isso acontece em meses ? Por que valores o Sporting se viu livre dos 65% ?

    É perfeitamente normal contratar jogadores não adquirindo 100% do passe - o dinheiro não abunda e o risco é menor - agora um jogador que veio a custo zero - ao fim de uns meses só termos 35% ??

    Os nossos rivais só estão melhores financeiramente que nós porque vendem bem - nós pouco vendemos e quando o fizermos - ficamos sempre com a parte mais pequena.

    Mas os premios de assinatura e os vencimento altissimos é o Sporting a pagar.

    ResponderEliminar
  5. Em relacao aos empresarios, convem nao esquecer que estes nao foram impostos aos jogadores. Eles os decidiram contratar e representam, de forma legal, os interesses dos mesmos.

    Se eles nao representam os interesses dos jogadores, os mesmos podem simplesmente os despedir. Se nao o fazem e' porque concordam com o que eles fazem na mesa de negociacoes.

    ResponderEliminar
  6. O Labyad veio a custo zero.. Entre pagar milhões por uma transferencia ou ir pagando no ordenado nao creio que seria possível contrata-lo por muito menos..mas esta tipo eu no FM a fazer contratações com aumentos de ordenado no fim da época...

    É apostar no Homem e fazê-lo ver que nao há razoes para andar a brincar aos remates e que esta a ser pago a peso de ouro...

    ResponderEliminar
  7. Uma pergunta, se o Sporting chegar a acordo com Bruma com um contrato, em termos de vencimento, similar ao de Labyad é boa ou má gestão?

    Normalmente os jogadores vindos a "custo zero" têm os vencimentos inflacionados.

    Neste naipe que a Bola apresenta, para mim a pior situação é de Bojinov, todos os outros eu consigo, com maior ou menor dificuldade, engolir a situação.

    O enorme problema é que nenhum deles se valorizou, mas parece-me que mesmo assim há valor significativo a ser realizado com as suas vendas. Basta olhar para estes atletas, não como problemas mas como oportunidades de equilibrar as contas.

    ResponderEliminar
  8. Onde está aquele comentador que no outro dia punha em causa as palavras do presidente em sobre os ordenados praticados no Sporting em comparação com os de Porto e Benfica?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou aqui. Mantenho tudo o que disse. Limitei-me a desmentir a afirmação do presidente. Não fiz nenhuma comparação com gestão de outro presidente. Acho que não vale a pena justificar a minha opinião. O LdA explica, em baixo, o óbvio. Compare os orçamentos...

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  9. Peyroteo, basta olhar para os respectivos orçamentos para perceber a diferença. O nosso orçamento para a época em curso era de +/- 40 milhões. O deles era +/- o dobro. Para contratarem jogadores como Falcão, Garay e outros não é só dinheiro dos passes que são altos. Mantê-los também.

    ResponderEliminar
  10. Peyroteo, a politica salarial que a actual direcção do Sporting quer implementar só será efectiva ou seja, analisável e comparável, daqui a 3/4 anos. É muito difícil inverter esta situação de imediato e julgo que os casos piores nem serão a nível de jogadores, vide quanto custou a Soares Franco dispensar o Meireles.

    A enorme questão aqui é que nem se sabe se estes valores são reais, nem sei quais são os valores praticados por outros clubes para ter comparativo.

    Eu concebo um contrato como o de Labyad para um jogador que será para vender no prazo máximo de 2 anos. Isto analisando individualmente, o problema esta na desestabilização que um ordenado daqueles faz num balneário se existirem outros a receber muito menos e a dar ao cabedal.

    ResponderEliminar
  11. O Garay ganha 2,1 milhões, basicamente o mesmo que o Bojinov... Mas o que acho espantoso é que se pague 2 milhões por ano a um jogador como o Bojinov que tinha uma carreira em queda, com um historial de lesões e, cereja no topo do bolo, se ofereça um contrato de 5 anos! E o mesmo com o Onyewu ou Boulahrouz. É muito dinheiro e contratos demasiados longos para jogadores propensos a lesões.
    E jogadores deste género não trazem qualquer retorno ao clube. Apostar em jogadores como Arias, Rubio ou Carrillo, percebo perfeitamente. Agora os outros, são mais uma herança de Duque, depois da desgraça de 2000/2001.

    ResponderEliminar
  12. Tenho poucas dúvidas que a colocação destes dados na Comunicação Social seja da autoria de alguém dos actuais corpos dirigentes ou deles muito próximo.
    Uma maneira fácil e muito velha de denunciar anteriores actos de gestão e preparar a defesa para os que aí vêm.

    SL

    ResponderEliminar
  13. O LdA precisa de dar uma olhadela pelos R&C dos 3 grandes e para a rubrica de custos com o pessoal, que há aí alguma confusão.

    Inenarrável a gestão anterior. Mas há mais esqueletos no armário para descobrir, na próxima AG e na auditoria de gestão.

    ResponderEliminar
  14. Nuno Bispo, serei eu que preciso de dar uma vista de olhos nos R&C? Esse é um truque muito fácil, porque não vai o Nuno olhar para os R&C e demonstra o meu erro, ao invés de apenas lançar apenas a dúvida?

    ResponderEliminar
  15. LdA,

    Não é estar aqui a tomar partidos mas, vê isto: http://www.maisfutebol.iol.pt/fcporto/contas-fc-porto-benfica-sporting/1455857-1304.html

    Relativamente a custos com pessoal: Se nas receitas o Sporting ficou para trás, nos custos com pessoal isso não sucede, com gastos de 30 milhões de euros. O Benfica precisou de 36,8 e o F.C. Porto de 37 milhões. Conclusão: apesar de continuar a pagar bem, o Sporting não conseguiu tirar proveito dos jogadores.

    No total dos custos, o F.C. Porto precisou de 68 milhões de euros nestes primeiros nove meses. O Sporting utilizou 48 milhões de euros e o Benfica 62 milhões.

    Portanto, custos com pessoal da mesma ordem que os rivais, com contas de exploração a 2/3 dos rivais. Sem contar com contratações, obviamente... Se até para ficar em 3º estes são valores incomportáveis, para ficar num 4º ou num 7º lugar, isto é inadmissível, julgo que concordarás!

    ResponderEliminar
  16. Eu ajudo:

    Custos com pessoal:
    Sporting — 30 milhões
    Benfica — 36.8 milhões
    Porto — 37 milhões.

    Portanto tendo em conta que as receitas operacionais no nosso caso são 25 M...

    Foi de facto uma boa gestão. Agora é que estamos todos quilhados...

    ResponderEliminar
  17. LdA

    Desculpe lá, mas os R&C estão acessíveis a todos. Basta ver o site da CMVM. Eu já o fiz. Sugiro que o faça, também. Na rubrica custos com o pessoal, as diferenças entre as contas dos 3 grandes são residuais. Ou foram.



    ResponderEliminar
  18. É o Lda que precisa, sim. As diferenças nos custos com o pessoal dos 3 grandes têm sido residuais, nos últimos 2 anos. Site da CMVM, os R&C estão publicados.

    ResponderEliminar
  19. Mantenho o que disse e os números comprovam-no, o Sporting paga menos que os seus rivais aos jogadores.Por mais que tentem transformar a minha afirmação ela não continha qualquer apreciação qualitativa relativamente à política de remunerações. O mínimo de honestidade sff.

    ResponderEliminar
  20. Obviamente que paga menos.

    Agora vamos comparar os custos com pessoal com as receitas.

    E já agora, com os proveitos que daí advêm.

    Eu até acho que a aposta num Labyad, num contrato desse género admissível.

    O problema é quando esse tipo de contratos se generaliza e pior quando são jogadores já com pouca ou nenhuma hipótese de vir a gerar mais valias.


    ResponderEliminar
  21. Gonçalo:

    Está a referir-se aos resultados destes 9 meses, sendo que a partir de janeiro saíram muitos jogadores o que impactou "positivamente" nas contas.

    A "politica de remunerações" são os custos salariais que o Sporting teve com os seus jogadores, LdA E em 2 anos, gastou mais ou menos que os rivais, com os resultados desportivos que se sabe.

    ResponderEliminar
  22. Num país onde a máquina fiscal do Estado arrecada sensivelmente metade de cada euro pago pelos clubes ou recebido pelos jogadores ainda há quem ache boa ideia discutir os salários dos jogadores pelo que vem nos jornais ou nos R&C. Digno de um jornalista esclarecido como o Sobral, como calculo de quem deve ser o link - muito preocupado com os custos só não conseguiu ver um fosso ainda maior do lado dos proveitos. Não admira pois que alguns se interroguem muitas vezes sobre os muitos Milhões das receitas extraordinárias dos principais adversários.

    Fruto da bazófia do actual presidente do Sporting durante a campanha, que afinal de futebol sabia tanto como o que tem vindo nos jornais e da "reestruturação" para o mandato que se viu obrigado a assinar já depois de eleito, (já vai sendo tempo de até os mais crédulos abandonarem o programa eleitoral), neste momento já há também empresários ligados a Alvalade que para além de verem os seus jogadores livres ainda vão esperar muito sossegados pela respectiva indemnização para procurarem novos clubes e celebrarem novos contratos. E conseguem aceder a esta informação toda através da maravilhosa rede de comunicação da direcção do Sporting na comunicação social. Basta-lhes portanto também abrirem um jornal.

    ResponderEliminar
  23. Paulo Guerra,

    Respire fundo e aproveite o belo dia de hoje ... bem precisa.

    SL,

    ResponderEliminar
  24. No futebol sempre houve presidentes para todos os gostos, comissões só nas ofertas é um estilo novo, diria de alguém muito aflito. Também podíamos falar da época fantástica da recém promovida Real Sociedade, onde aqui há uns anos também apareceu um presidente com investidores prontinhos para entrar na campanha, acho que eram chineses. Há esperança, eles também resistiram. Em 2011 no Sporting, o que as receitas todas hipotecadas tinham de melhor é que a aventura nem tinha começado. Malandros iam dando cabo de tudo.

    ResponderEliminar
  25. Para rematar com o “jornalismo” do Mais Futebol” que consegue medir a grandeza do Sporting em plena crise através da performance financeira declarada dos últimos 9 meses e para o caso até podia ir buscar os défices sucessivos acumulados, nações poderosas como a Itália ou Espanha também terão deixado de ser grandes países pelos défices sucessivos? Mais do que o disparate da análise intentada isto sim é grave, o que estabelece a grandeza dos clubes é a sua massa adepta, no caso do Sporting e não obstante em crise há muito tempo continua ser um clube enorme. Nem as melhores performances desportivas e financeiras do Porto nos últimos 30 anos originaram um clube maior. E esta era a única resposta admissível perante tanta mediocridade de análise e conclusões precipitadas.

    ResponderEliminar
  26. A maior parte dos adeptos não tem a mínima noção do negócio futebol, nomeadamente nos clubes que lideram em Portugal, esses sim liderados por autênticos criminosos. O Sporting mudou muito e há muito tempo que estava a pedir o que acaba de acontecer. O maior problema do Sporting está aqui bem ilustrado, mais do que intrínseco os clubes também reflectem sempre as evoluções sociológicas e o Sporting actual já não tem nada a ver com o clube que era ainda há muito pouco tempo, com uma franja de adeptos cada vez maior que não consegue respeitar os dirigentes, para onde é que foi o orgulho leonino? Qual foi o último dirigente que já não tenha sido apelidado de ladrão, no mínimo incompetente? Até pelas conquistas do Sporting nas últimas décadas se percebe logo que os dirigentes leoninos são os maiores criminosos que andam no futebol. Ainda valerá mesmo a pena perder tempo a discutir os verdadeiros problemas/desafios do Sporting, sem outra solução neste quadro que não seja arrastarem-se? O que é que se conseguiu resolver nos últimos dois anos por exemplo? E antes? Consolidamos algum aumento de receitas ou pelo contrário os mandatos acabam sempre com as bancadas cada vez mais vazias? No meu caso precisava de voltar a ter 6 anos para me iludir que este presidente era a pessoa mais indicada para renegociar a dívida ou o que quer que seja na banca. Porque é que o Mais Futebol não fala de dinheiros públicos no futebol? Ou de quem domina as arbitragens? Sempre a mudar de direcção, de projecto, de treinador, de jogadores, de capitão! Dos grandes erros de que muito se fala e sempre só das direcções não conheço um que não tenha partido também da iniciativa dos adeptos. Mourinho, Couceiro, Paulo Bento, Domingos, Jesualdo Ferreira, saídas que por sua vez originaram outras entradas, só para falar dos últimos treinadores com quem os adeptos em geral costumam associar muito do insucesso como se ele dependesse de uma só pessoa em qualquer clube.

    ResponderEliminar
  27. Certo ou errado e em Portugal até nos podíamos chamar todos Gaspares, quem define o patamar de competitividade em qualquer Liga é o campeão nacional ou não é o título que ambicionamos sempre? Uma coisa é continuarmos a competir, outra completamente diferente é partir sem qualquer ambição com repercussões ao nível dos proveitos. O futebol e o desporto profissional na generalidade são hoje grandes negócios que movem quantias muito elevadas de recursos financeiros e quem tem mais disponibilidades compra os melhores e ganha mais vezes, o resto ou são balelas ou excepções muito pontuais. A formação leonina é um grande motivo de orgulho para os associados e com razão mas também é antes de mais uma enorme vantagem competitiva em termos de negócio - formar para vender - um país que não consegue segurar os melhores também tem sempre que valorizar as compras. Na melhor das hipóteses não se vai tentar nada que já não tenha se tenha tentado no Sporting e com resultados como é óbvio. A par com os adeptos também há as “quintas” de Alvalade, em guerra há não sei quanto tempo. Na consequência de outro golpe palaciano que nem de longe nem de perto encontra paralelo com o sítio onde o Barroso senta o rabo no estádio, que alterou inclusive o epicentro do apoio financeiro do futebol, de qualquer forma muito mais suportado, por acaso deixámos de ser deficitários com a grande aposta na formação de Filipe Soares Franco? E à custa de quê? Para alguns novamente à custa dos crimes da alienação de muito património. E ainda assim muito valeu ao Sporting a sorte e a coragem de uma aposta muito certeira em Paulo Bento, quase sempre na Champions. Conseguiria hoje os mesmos resultados na Liga com a mesma dotação orçamental? Ninguém sabe, o que se sabe ao certo é que mudámos de direcção assim que caímos fora da Champions no Verão e que Paulo Bento, mais uma vez por força dos adeptos, já não conseguiu chegar ao Natal onde havia a intenção real da reforçar a equipa. Já agora e antes que chova mais ignorância, através da operação Pongolle, um exemplo que correu mal como correm outros, pretendia-se acima de tudo entrar no tal mercado que envolve as grandes vendas e grandes comissões que alguns sportinguistas muito invejam nos rivais. Pongolle não foi mais que um bilhete de entrada que todos pagam e a que nós mais uma vez não demos seguimento. Certo que sem comissões agora não corremos esse risco, tão certo como Bettencourt veio a perceber mais tarde que não devia ter comprado certas guerras no seio do clube. Para quê? Para o desenlace actual.

    ResponderEliminar
  28. Depois de uma primeira época de 2011/12 muito razoável onde o sistema mais uma vez fez de tudo para ficarmos fora da Champions, uma época 12/13 sempre a mudar de treinador e Sá tinha sempre que começar depois do que conseguiu na época anterior, já depois de todos juntos não termos conseguido proteger mais um excelente treinador, Paciência. Quando finalmente estabilizamos com Jesualdo Ferreira e tínhamos tudo para fazer uma próxima época mais tranquila, eleições outra vez e o que se continue a discutir ainda são os negócios do mandato que já terminou, muito por autoria e motivado pela total incapacidade da actual direcção em segurar o número mínimo de jogadores necessários para atacar 13/14. Chegaram ao clube nas 2 últimas épocas uma série de excelentes jogadores, a maior parte com um percurso que fala por si, outros grandes promessas, sem receitas e ainda querem questionar alguns negócios? E logo na blogosfera? Talvez não fosse má ideia ir tentar falar com os intervenientes, até para tentar perceber mais alguma coisa sobre como se processam os negócios no futebol. Mas já se sabe que é sempre assim quando os resultados não aparecem… E a equipa B foi uma boa ideia? Porque faziam parte do mesmo projecto que entretanto já foi à vida. E começar antes a discutir se a actual direcção está ou não à altura do que foi prometido na campanha versus o que cada um quer para o Sporting? Por exemplo as dificuldades nas renovações com os mais novos que alguns tentam desesperadamente colar à direcção anterior estavam todas mais que asseguradas. Os cortes nas modalidades nunca foram sequer equacionados e é bom que também se diga a verdade, para variar, por mais histórias que a actual direcção venha para aqui contar também há quem passe aqui e esteja a par das contradições nas negociações com os credores. Já tinham dado muito jeito os 20 Milhões. A solução para o futuro do Sporting passará sempre por recapitalizar a SAD e agora falo dos investidores que também não vão aparecer, até os russos davam muito jeito para evitar o que se está a passar no mercado. Não conseguindo segurar jogadores fundamentais e amarrado a um tecto salarial para o mandato que não vai permitir contratar ninguém com muita qualidade, sobre o futebol estamos falados para as próximas épocas. Neste cenário não seria mais vantajoso para o Sporting manter ou até aumentar a dotação orçamental para as modalidades? Como é mais do que óbvio o Sporting ainda não vai desaparecer mas está-se a trabalhar no sentido de darmos cada vez menos por ele e como também é óbvio com repercussões muito sérias ao nível das receitas, o que ainda vai enfraquecer mais o clube ao longo do mandato. Não obstante nunca defraudar os sócios o mandato deve ser cumprido até ao limite do razoável de modo a permitir retirar conclusões que sirvam realmente o futuro do Sporting.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (2) arbitragem (90) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (69) Batota (17) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (13) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (42) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (1) play-off (1) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (1) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (1) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (4) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (97) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)