quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Entrevista de Ilori para memória futura e um desabafo

Da entrevista de Ilori ontem ao jogo ficam aqui os meus "sublinhados". Abaixo a entrevista na íntegra.

Só quero que uma coisa fique bem clara: gosto muito, mas muito do Sporting.

Em termos de organização e profissionalismo isto é uma coisa muito à frente. (referindo-se ao Liverpool)

Tinha noção que poderia ser bom ficar no Sporting, para jogar mais e ganhar experiência, mas não tinha medo de dar aquele passo em frente.

Não me posso queixar, porque sei as condições que me propunham.

Enquanto estive na selecção mostraram muito interesse (na renovação). Quando regressei da selecção lesionei-me e a partir daí deixaram de tentar.

Eu estava na equipa A, mas quando me lesionei fiquei a fazer o tratamento na equipa B(...)treinava com a equipa B e às vezes ficava à parte. Pareceu-me um bocado um castigo.

Se não me deixavam jogar porque eu não renovava, não fazia sentido obrigarem-me a ficar no Sporting.

Com mais dois anos não tinha que assinar nada.

Nunca, nunca. Queria fazer tudo para que isso não acontecesse. (usar um expediente legal para terminar o contrato com o Sporting).

Se eu lhe tivesse dito (a Zahavi) para renovar renovava. As decisões eram minhas.

Acredito que está (Bruno de Carvalho) a fazer o melhor que pode, mas não é fácil. Apesar de algumas coisas comigo que não achei correctas, não tenho nada contra o Sporting.

Depois de a ler lembrei-me do comentário aqui deixado pela "Alma Leonina", um desabafo no qual me revejo (embora relate uma situação que não é exclusiva no Sporting):

"não me peçam para dar pulinhos de alegria com estas transferencias.... Não fico contente, nada mesmo. Fico triste! Pois traduzem a constatação de um de dois factos (ou ambos):

a (hipotética) vontade das nossas maiores promessas que, com 12 joguitos pela equipa principal, o que mais desejam é ver o Sporting pelas costas, seduzidos pelos grandes clubes e principais ligas da Europa! (E o Galatasaray/ liga turca nem deveria ser considerado grande.... Neste caso é mesmo o dinheiro a influenciar a decisão). Este facto faz-me sentir o Sporting "pequeno", incapaz de seduzir um jovem, possível craque, a continuar no clube quando chega a altura de se afirmar definitivamente pela equipa principal. E isso, desculpem lá, mas não deve ser nunca motivo de alegria! Faz-me perceber que estes jogadores e seus representantes olham para o Sporting como clube formador. Apenas e só. Os melhores, os jogadores de top (ou em vias de) simplesmente não têm vontade de cá ficar quando chegam a seniores!"



20 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Não fiquei a admirá-lo, mas até me parece minimamente inteligente nas respostas.

    Se lermos só a manchete ficamos com uma ideia diferente da justificação.

    Como diz, LdA, o que é verdadeiramente alarmante é que estes miúdos achem que o Sporting não é suficiente.

    Mas temos que perceber que muitos deles vêm de famílias modestas e é dificílimo ceder à tentação de milhões que o Sporting não lhes pode dar.


    ResponderEliminar
  3. Há muito tempo que todas as direcções se debatem com a mesma falta de dinheiro, pela primeira vez a actual sem outras soluções viu-se obrigada a vender já dois jovens que renderiam muito mais a jogar a cada nova época para poder prosseguir. Nunca houve necessidade nenhuma de andar a enganar os sócios depois dos muitos Milhões da campanha nunca terem aparecido. É muito mais fácil andar a mandar bitaites no facebook. Não foi por acaso que quem andou também muito tempo a cozinhar a actual liderança e a apresentá-la aos sócios como a última solução e que também continua aliás, teve o descaramento de ir para a televisão pedir mais dinheiro aos bancos para segurar os jovens mais promissores.

    ResponderEliminar
  4. Não me parece justo acusar esta direcção de falta de "transparência" Sr Paulo Guerra.
    Olhando para o lado direito deste blog e dirigindo me ao blog da bancada de leão vejo um post que mostra precisamente o contrário.

    Nunca é uma altura feliz quando se vê bons valores de um clube a sair,mas boas vendas atenuam esse "sofrimento" que temos como adepto(e pessoalmente no fim acho que foram dois negócios bem dirigidos pela direcção).

    Neste caso particular tratam-se de jogadores muito jovens,e ninguém pode dizer com certeza absoluta se daqui a um ou dois anos o Bruma e Ilori sairiam por 40 ou 60 milhões.É imprevisível nesta altura como será o seu desenvolvimento,e prova disso é mesmo Ilori que realizou um final de campeonato de grande nível mas depois no Mundial de categoria teve uma prestação medíocre(ao nível dos piores da selecção).É sempre uma incógnita o futuro futebolístico de jogadores de tão tenra idade.

    Seria sempre impossível manter dois jogadores no plantel que cedo mostraram que essa opção não estava nos seus planos.E quando assim é força-los a permanecer no clube seria a pior coisa que se podia fazer,um jogador contra feito nunca rende(e o próprio Ilori estava tão determinado que chega ao ponto de dizer que não se importava de ficar cá sem jogar dois anos).

    O Sporting não vai morrer pela saída de dois jogadores que nem sequer interesse(e respeito)tinham por esta instituição.Temos de aprender a viver com uma situação que é perfeitamente normal no futebol Português(um mercado vendedor acima de tudo)e esquecer de vez essa ideia romântica que os jogadores tem amor á camisola(muitas vezes nem o mínimo respeito existe pelas instituições que representam).

    Ps : Achei curioso(ou não...)o facto da cs Portuguesa não ter comparado os negócios Atsu e Bruma,afinal tratavam se casos muito idênticos.Mas aposto que se Atsu tivesse saído por um valor superior a Bruma certamente seria algo alvo de estudo por parte de muitos experts da bola na cs.Como foi o Sporting a fazer o melhor negócio...

    ResponderEliminar
  5. O que está para trás, está para trás. OP que é preciso fazer é olhar para tudo isto e ter a capacidade de perceber o que temos de fazer de diferente no futuro. Em relação ao dinheiro, não podemos mudar os factos - não podemos competir sequer com os turcos. mas há uma série de outras coisas que podemos fazer para inverter este cenário. Não vale a pena carpir mágoas, vale a pena, isso sim, trabalhar muito e bem percebendo onde estão as nossas fragilidades.

    ResponderEliminar
  6. "Enquanto estive na selecção mostraram muito interesse (na renovação). Quando regressei da selecção lesionei-me e a partir daí deixaram de tentar."

    "Se não me deixavam jogar porque eu não renovava, não fazia sentido obrigarem-me a ficar no Sporting."

    Que grande contradição - então o Sporting a partir de uma certa altura deixou de ter interesse na renovação e Ilori sente-se castigado por não não querer renovar ???

    Acho muito pertinente este post e o comentário anterior da Alma Leonina.

    Jogar na equipa principal do Sporting devia ser a maior ambição para quem sai da academia, mas infelizmente o dinheiro fala mais alto.

    Não é facil mudar essa mentalidade

    ResponderEliminar
  7. "Jogar na equipa principal do Sporting devia ser a maior ambição para quem sai da academia, mas infelizmente o dinheiro fala mais alto."

    Infelizmente a ambição não se decreta. Para que jogar no sporting passe a ser a maior ambição de quem sai da academia, temos que voltar a pôr o Sporting bem no topo, desportiva e financeitamente. Fossemos todos os anos para lá da fase de grupos da Liga dos Campeões e eles já não estariam tão apressados de partir...

    È aí que temos de chegar; Nunca poderemos pagar como os grandes ricos da europa. Mas podemos chegar a um nível em que eles só queiram sair para um grande do top, não para os Galatasarays e Norwichs deste mundo.... mas demorará tempo.

    µùao nùao -e algo que se possa obrigar algo a ter.

    ResponderEliminar
  8. Há algo de que discordo de alguns comentadores.

    Uma forma de aferir a qualidade dos jogadores formados pelo Sporting, é o facto de eles terem qualidade para jogarem em Clubes melhores que o Sporting.
    Um jogador cuja máxima ambição é a equipa principal do Sporting, é bom para o Olhanense e equipas desse género. O Sporting para ser grande, tem de ter os melhores!

    Penso que isto é fácil de perceber. O papel do Sporting é oferecer planos de carreira aos seus jogadores, que premeiam o mérito desportivo e o seu valor, que os façam crescer sustentadamente (não debaixo dos assobios e dos insultos), e que lhes ofereçam a possibilidade de a certa altura saírem com benefício para eles e para o Sporting.

    O futebol é igual a qualquer outro mercado de trabalho, ou seja, os afectos valem muito pouco.

    Enquanto quisermos passar a mensagem que o Sporting precisa de gajos que cá queiram estar a troco de amor ao Clube e senhas para almoço, estamos a confundir profissionais com adeptos. E vamos continuar a perder os melhores. E ficamos cada vez mais pequenos.

    ResponderEliminar
  9. Paulo Guerra.

    Justifica como, a falta de dinheiro das várias direcções. Azar, Obra do Acaso, Destino?

    A última direcção, tem como responsabilidade um prejuízo bem acima dos 100M ( dinheiro não lhes faltou... o de outros ), activos completamente espartilhados, vendidos a terceiros para tapar os buracos de uma gestão irresponsável, defendida por muitos até ao fim e ainda hoje recordada com saudade, por cada vezes menos, felizmente. Estiveram, quase, a levar o Sporting para o fundo, devendo a tudo e todos, fornecedores, estado, banca, jogadores, funcionários, treinadores e têm sobre as suas costas a pior época de sempre do clube e, pela primeira vez, o nome do Sporting manchado pela prática de actos ilícitos com consequências ainda imprevisíveis.

    Registo, ainda, a falácia da referência dos "milhões prometidos", como se um qualquer mecenas resolvesse o problema do Sporting, que a nível financeiro resultava num buraco anual superior a 40M. BdC foi claro antes das eleições. As despesas prementes e correntes seriam asseguradas pelos parceiros financeiros e os novos investidores e os moldes do investimento, seriam aprovados pelos sócios em AG. Aguarde pelo aumento de capital aprovado, antes de morder novamente a língua.

    Felizmente, a nova direcção tem conquistado a confiança dos Sportinguistas, com muito empenho e dedicação, assegurando a laboração da SAD, construindo uma equipa que pratica um futebol positivo e solidário, muito mais barata que as anteriores e não é mais barata ainda porque não foi possível desfazer-se de todos os excedentários medíocres pagos a peso de ouro.

    Quanto aos casos Ilori e Bruma, lançados na equipa principal sem a situação contratual resolvida e nas mãos de empresários sem escrúpulos, o Sporting acabou por assegurar verbas importantes, talvez impensáveis face a postura dos jogadores e o efectivo estatuto que tinham. Preferencialmente, deviam e podiam ter ficado no clube. Não foi esse o entendimento dos jogadores e de quem gravitava á volta deles.

    Excelente o trabalho de BdC, até ao momento. Por factos e actos de gestão e pelas suas convicções, ideias e postura, que têm unido o universo Sporting.

    Quanto à falta de transparência apregoada com uma imensa má fé: amanhã o Sporting vai esclarecer, em comunicado, os movimentos financeiros do defeso. Coisa que nenhum clube fez anteriormente, como não fez o Sporting, que apenas comunicava, quase que em exclusivo, aquilo que era obrigatório pela CMVM. As surpresas apareciam depois nos R&C, com prejuízos monstros, comissões elevadíssimas, prémios de assinatura astronómicos. Esse tempo acabou.

    ResponderEliminar
  10. O jogador nunca quis renovar. Posto isto era legítimo que o Sporting não apostasse nele.
    Quando um profissional diz que não se importa de estar 2 anos parado, revela muito do seu carácter e profissionalismo.
    Lamento que assim seja, pelo Sporting e por ele (pois não há nada que lhe garanta que ele, nos próximos 2 anos, irá jogar pela equipa principal do Liverpool. O João Carlos que o diga).

    Sendo assim, a venda é mal menor e, pela qualidade do jogador, o valor também não o ideal (e não estou a culpabilizar a direcção, pois o valor, agora, é bom, mas não corresponde ao valor que Ilori pode vir a ter).

    Esta forma de olhar o Sporting como trampolim não é de hoje nem é fruto das decisões e acções dos jogadores e empresários.
    As próprias direcções também levaram a isso. Quando se vende um capitão de equipa ao FC Porto, jovem, da formação e português e com muitos recordes de utilização na 1ª equipa, que mensagem é que se está a passar?
    Pelo menos, em Portugal, há algo maior que o Sporting. É isso que passa ao tomar essas decisões.

    O meu receio (porque isso é um filme com sucesso que já passou por cá) é que, pela fragilidade dos clubes para onde foram ou pelos campeonatos (Liverpool não ganha nada e Turquia está longe de ser um mar de rosas em termos futebolísticos e de paciência com jogadores caros), pela falta de experiência como jogadores e pela tenra idade, é fácil voltarem a Portugal, para jogar naqueles clubes maiores que o Sporting.

    E podem falar nas ditas cláusulas que hoje aparecem nos jornais. Tanga. Basta existir um clube (testa de ferro) pelo meio (ex: Bruma - Galatasaray/Atl. Madrid; Atl. Madrid - Porto) que as cláusulas ficam logo sem efeito. E, mesmo passando o tempo de contrato, o que é 5 anos para cada um deles? Bruma terá 23 e Ilori 25. Benfica e Porto até agradecem que venham com essas idades, rodados, experimentados e ainda com muita vontade (e tempo) de sucesso.

    A verdade é que eles saiem do Sporting ainda com cerca de 15 anos de carreira pela frente. E isso não nos pode deixar descansados.

    ResponderEliminar
  11. Devo concordar com o teor do post, bem como reforçar a opinião do JPDB.

    O Sporting é o nosso clube, e uma referência desportiva nacional e mundial, e o nosso orgulho e tudo o que quiserem acrescentar, mas só em delírio podemos achar que estamos no topo no que diz respeito à dimensão futebolística. Sem essa capacidade de estar nos grandes palcos não seremos nunca capazes de ser atractivos para os melhores e mais ambiciosos, sejam nossos ou de fora.

    Independentemente do carácter dos jogadores, seus empresários e outras máfias, alguém acredita que o maçã podre tivesse tido tanta vontade de ir comer tripas, ou o Miguel Veloso feito as birras que fez, se o Sporting lhes desse maior projecção?

    Aqui a dimensão financeira também é importante, e de certo modo uma consequência da anterior, mas não julgo sequer que seja a mais determinante em 99% dos casos, excepção feita aos predestinados que felizmente nos vão surgindo de vez em quando (Figo, CR7) e que teremos sempre de ver partir.

    Uma correcta gestão destes activos jovens, planos de carreira bem delineados e sustentados em equipas A e B competitivas e com ambições, e situações contratuais bem resolvidas são meio caminho andado para podermos estancar a sangria, aproveitar o seu talento e vender a bem e com mais-valias financeiras e proveito desportivo.

    Este é um problema difícil e que está no cerne do nosso futuro. Há pelo menos 30 anos (Futre?) que é um problema bem patente no Sporting e sistematicamente mal resolvido.

    Os casos de Bruma e Ilori são só mais dois a juntar a muitos outros no passado, mal geridos por GL e também por BdC, apesar do resultado final ter sido para o Sporting bem melhor que outros no passado. Será que só produzimos homens maus e ingratos apesar de bons jogadores? Não. Mas a ambição é da natureza destes jovens e acicatada pelas suas entourages, o mercado é voraz, e sem dirigentes capazes de nos precaver vamos ficar sempre a chuchar no dedo e a chamar nomes aos jogadores, alguns deles a brilhar nos nossos rivais e na selecção nacional.

    Nestes casos em concreto, julgo que Bruma deu um passo maior que a perna, e com o acompanhamento emocional que tem e a pressão que sentirá pode facilmente perder-se. Ilori parece-me mais certo, apesar de tudo. Tendo sorte pode ter futuro em Inglaterra e tendo ascendência inglesa, quiçá até chegar à selecção dos bifes, que são fraquitos na defesa, em geral. Veremos.

    Ainda assim, com todas as renovações promovidas por BdC, temos neste momento no Sporting uma situação inédita que poderá permitir lançar as bases de um novo paradigma para o aproveitamento da nossa formação. Oxalá as asneiras não permitam que este percurso deixe de se fazer. Talvez seja isto a que a direcção chama aposta na formação. Se for levado adiante, cá estaremos para aplaudir.

    SL, MTP

    ResponderEliminar
  12. Liderança.
    Great minds thing alike.
    Os Grandes jogadores sentirão mais vontade de ficar se e quando se identificarem com a estrutura, os valores e os líderes da casa onde se encontram.
    É da casa que é preciso tratar.

    ResponderEliminar
  13. Ridiculos, só sabem criticar. Tambem acho que a critica é a base da evolução mas assim tambem é demais. Não gostam do estilo, não gostam das vendas, não gostam das compras, devem ser de outro clube qualquer. Eu sei que o meu comentario vai ser removido, é o habitual mas o LdA sempre que é criticado responde e por vezes de forma veemente do tipo não sabem escrever e etc, como se isso lhe desse razão.

    Vendemos 2 jogadores que não queriam renovar alias 1 deles nem aos treinos aparecia por cerca de 20 milhoes mais umas pinginhas (percentagens), é só o defesa mais caro de sempre vendido pelo sporting e ambos estão no top10 de sempre de vendas e voçês criticam porque poderiam ser melhores daqui a 1 ano ou 2, esquecem-se é que tambem podem não dar nada (lesionarem-se ou a cabeça de merda que têm não os levar longe) e 20 milhões já cá moram.

    Querem o Labyad de volta e imagine-se o Jeffren , este ultimo nem digo nada de tão mau que é. E quanto ao Labyad era um excelente exemplo para os outros jogadores, ganha 2 milhoes por epoca para ser suplente do Martins que não ganha 1/4, era a melhor coisa para motivar o AMartins. Alem disso criticam quando não se tomam atitudes que defendam os superiores interesses do clube mas quando são tomadas ficam do lado de jogadores pouco profissionais (que contrato ridiculo foi esse feito pela anterior direcção em que a remuneração sobe independentemente do desempenho desportivo).

    Destilam odio completamente injusto em relação ao trabalho feito evidentemente que nem tudo foi bem feito por esta direcção, ainda há jogadores por colocar (obviamente com os contratos estabelecidos anteriormente seria dificil melhor), ainda há um caminho muito longo mas eu até já ouvi que o ASantos para o ano vai para o Porto (que foi mal colocado em guimaraes) deve ser porque se fartou de jogar num clube que desceu de divisão.

    Se os jovens não querem ficar no clube não é culpa desta direcção que já renovou com inumeros jogadores, se não querem ficar era pela anarquia reinante com anteriores direcções que não renovavam e por conseguinte não motivavam os jovens (vejam o exemplo do Pedro Mendes - custo zero).

    Eu fico revoltado como é que se consegue criticar quando é conseguido feitos fantasticos, nem os mais cepticos acreditavam em tanto dinheiro por estes dois projectos de jogadores de futebol. Também vos digo que Welder foi um erro (em principio) e mesmo o Magrão já tenho poucas espectativas mas vieram emprestados com custos reduzidos para o sporting em caso de falha (o que dizer de Bojinov, Pranjic, etc). Piris 29 jogos pela Roma mas mesmo assim critica-se porque o Arias podia fazer o lugar.

    LdA por favor e sem ataques olha para ti e não procures nos outros (que não têm blogs portanto não têm tanta responsabilidade) problemas. Vê os teus ultimos 30 topicos por exemplo e vê em quantos elogias ou em quantos consegues arranjar qualquer coisinha para criticar, é porque devia ter dito no site ou porque devia ser mais explicito na conferencia de emprensa ou por ser altivo ou por ir para o banco ou por qualquer coisa. Não estas a fazer um bom serviço ao sporting na minha opinião e se não gostas de ser criticado não critiques quem tem opinião contraria aos teus comentarios (posso ir buscar inumeras situações que que pessoas comentaram algo contra a tua opinião e tu foste logo responder mas não permites aos outros o mesmo). Na minha opinião as pessoas mais habituais deste blog têm um problema que é o não conseguirem admitir que num momento se enganaram (votaram errado) mas errar é humano persistir no erro é burrice.

    ResponderEliminar
  14. Moreno,
    Os teus comentários só me vêm dar razão. Obrigado.

    ResponderEliminar
  15. LdA,

    Queria apenas deixar mais uma achega sobre a capacidade do Sporting em fixar os bons jogadores. Infelizmente, o Sporting não se pode dissociar da sua realidade interna e externa. Enquanto ainda pode mudar o que acontece internamente no Clube (os tais planos de carreira, aumentar a sua capacidade desportiva e financeira), o Sporting dificilmente pode fazer alguma coisa por mudar a realidade externa em que vive, o campeonato português. No nosso campeonato reinam duas forças: a força do número de adeptos (associada ao SLB), e a força da corrupção (associada ao FCP). Nenhuma destas duas forças quer "perder" os poderes que detém, de modo a "limpar" o campeonato, e tornar o campeonato mais atractivo. Enquanto assim for, um clube como o Sporting perderá sempre para equipas de "toscos" como o Norwich, ou outras que tais. Paradoxalmente, as equipas mais prejudicadas pelo actual status quo são precisamente os 3 grandes, mas a guerra é tão intensa que tolda a vista aos dirigente corruptos azuis e vermelhos.
    O futebol em Portugal é uma brincadeira...

    PS: Alguém disse aí em cima que fazer contratos que são melhorados automaticamente a cada ano, independentemente da performance desportiva, é uma estupidez. A verdade é que o Gala ofereceu um contrato desses ao Bruma: no 1º ano são 10mil por cada jogo, no 2º e 3º anos são 15 mil por jogo, e nos 4º e 5º anos do contrato são 20 mil por jogo. Chama-se a isto oferecer dinheiro para convencer um jogador a assinar...

    ResponderEliminar
  16. Obrigada pela referencia LdA.
    Apos leitura da entrevista não mudo uma vírgula na minha opinião.

    Percebe-se que o presidente, perante estes 2 casos (bruma & Ilori) quis "jogar pelo seguro" renovando com a larga maioria dos jogadores de 18/19/20 anos a competir na equipa B. É uma estratégia possível, defendendo a relação contratual numa fase de afirmação como sénior, antes de atingir a equipa A.

    Bem sei que não nos podemos iludir em relação à nossa capacidade de discutir um possível craque da formação com tubarões da Europa, provenientes das ligas mais competitivas, cheios de milhões para aliciar nossos jogadores, prometendo-lhes uma carreira brilhante, cheia de sucesso, convencendo-os a deixar o clube. Quantos milhões de euros são precisos para colocar o "amor" e reconhecimento pelo clube que os formou de parte? E como gerir um convite milionário para ir para o Liverpool numa das ligas mais competitivas da Europa? É censurável? Nos dias de hoje... Não há "amor" pelo clube (que ambos fizeram questão de garantir nas entrevistas da despedida) que resista!

    O sporting, um clube de dimensão europeia mas inserido numa liga portuguesa terá de ser, claramente, vendedor. Estou de acordo... mas vender sem sequer uma época completa cumprida!!! Tão cedo!? Com pouquíssimo rendimento desportivo? É isso que me incomoda, e muito!

    Por isso acredito que podemos fazer bem melhor no que respeita à gestão da carreira dos nossos mais prometedores futebolistas, visando evitar semelhantes situações no futuro.
    E essa melhoria passa, necessariamente, por recuperar financeiramente o clube e regressar rapidamente às competições europeias, procurando atingir o acesso à liga dos campeões.

    ResponderEliminar
  17. Complementando o meu comentário acima:

    É preciso separar o essencial do circunstancial.

    O mesmo em relação acontece na nossa vida profissional. O respeito e admiração que sinto pela empresa em que trabalho está intimamente ligado com o seu DNA, ao seu trajecto, à essência.

    A vontade de lá (cá) continuar está, no entanto, muito mais ligada a questões circunstanciais, como a presente liderança / comissão executiva.

    A carreira de um futebolista é muito curta, só exponencia este efeito.

    Do meu ponto de vista a essência está toda lá, o respeito e admiração existirão. A vontade de dar o salto é circunstancial, potenciado por todos os problemas que o clube vem enfrentando.

    Haja liderança, aclarem-se as mentes.

    Essência temos, somos Enormes.

    Um abraço
    Miguel

    ResponderEliminar
  18. Covarde nojento, é o que tu és seu aziado desnorteado, nem sequer postas os meus coments em relação aos teus asquerosos bosts.

    ResponderEliminar
  19. Tu liaozinho de alvalude e o bancada das num sei quantas são mesmo farinha do mesmo saco de.....merda.

    ResponderEliminar
  20. Esta entrevista só confirma a posicao fragilíssima em que se encontrava o Sporting em relacao a Ilori e Bruma.

    1. Nem um nem outro queria renovar ou ficar no clube. Isto é hoje uma certeza.

    2. Nem um nem outro tinham valor de mercado por aí além. Fizeram uma dúzia de jogos pela equipa A!

    3. A situacao contratual de ambos era periclitante (to say the least).

    4. O histórico recente de vendas do clube é miserável. Wolfswinkel, Insúa e Pereira foram todos transferencias (muito) pobres em comparacao com estes valores!

    5. Penso que é devido um "mea culpa" da parte de quem criticou a Direccao actual por eventual "falta de experiencia". É preciso estar muito por dentro do meio para conseguir vender um Ilori e um Bruma, no Verao de 2013, por 20 Milhoes de Euros.

    O debate subsequente sobre a vontade dos jogadores de se afirmarem no Sporting, etc, é muito simples. O Sporting precisa de ser um dos representantes portugueses ano após ano na Champions League e tem que passar a fase de grupos 2 vezes em cada 3 presencas. E isto tem que ser conseguido durante pelo menos 6 anos a fio. Garanto que nessas circunstancias os Brumas e Iloris, por mais gananciosos que sejam, aceitarao renovar e ficar mais um ou dois aninhos antes de sair. E alguns deles até nem se importarao de nao sair para o estrangeiro.

    Saudacoes Leoninas

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (13) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (94) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (72) Batota (19) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (9) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (68) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (8) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (4) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (22) Slimani (11) slolb (1) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (2) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)