terça-feira, 10 de setembro de 2013

Relatório & Contas: prefácio da auditoria?


A evolução da cotação da SAD dos últimos 10 anos está em linha com os resultados desportivos

O último relatório de contas da SAD é o testemunho final de um projecto que falhou. Projecto esse que previa um investimento inicial na revalorização dos activos da SAD (aquisição de jogadores), o que equivaleria a dois anos de prejuízo, seguido do reequilíbrio a partir do terceiro ano. Essa revalorização pretendia, em termos competitivos, aproximar a equipa do Sporting das dos seus rivais. 

Ao segundo ano de execução não só não se registou essa aproximação, como aconteceu o inverso, mantendo-se os prejuízos, vendo-se o clube obrigado a vender alguns dos seus melhores jogadores, antes de poder ver o resultado do investimento realizado. O relatório espelha a falência de um projecto que ruiu pela sua base: a gestão desportiva.  A desalavancagem de  proveitos económicos pretendida pelo investimento realizado e consequente melhoria de performance desportiva foi uma miragem, resultando contudo num engordar de uma estrutura de custos que nunca se adequou às receitas disponíveis. A redução dos prejuízos relativamente ao ano anterior não serve por isso de qualquer consolo, face aos resultados desportivos alcançados e à consequente desvalorização da generalidade dos activos.

O ano em apreço foi terrível e isso tem reflexos evidentes nas contas: as receitas operacionais caíram de 40,7 para 32 milhões, enquanto os custos operacionais se mantiveram na casa dos 66 milhões, com particular peso dos custos com pessoal (41,6 milhões de euros). Uma quebra de 21,5% nos rendimentos e ganhos que explicam nos decréscimos de bilheteira, patrocínios, publicidade, merchandising e licenciamento, direitos de TV, quotizações e verbas resultantes do desempenho na Liga Europa. Assim, o passivo do Sporting aumentou 38,8 ME para 258,8 ME, atirando os capitais próprios negativos para os 119 milhões de euros.

Embora não faltem razões para contestar muitas decisões de carácter estritamente administrativo, especialmente as tomadas no encerrar do mandato de Godinho Lopes, é na gestão desportiva que encontro as razões para estes resultados. E é à luz deles que a generalidade dos adeptos olha para o preço de Labyad, entretanto caído em desgraça. Ao contrário ninguém quereria saber quanto ganha ou quanto custou.

A SAD é uma empresa com um negócio muito específico e contingente, que precisa de resultados desportivos para que os restantes resultados apareçam. A direcção técnica da equipa de futebol assume por isso uma importância crucial para a obtenção desses resultados. Não acertar na entrega do lugar é, quase sempre, o principio do fim. Mudar permanentemente é liquidar à partida uma grande percentagem de êxito. Foi esse o caminho seguido com os resultados que se conhecem. 

Este relatório parece-me também servir de prefácio, pelos dados revelados e pela forma como foi redigido, à auditoria de gestão que julgo estará em curso.

19 comentários:

  1. Arrependo me todos os dias de ter votado em Godinho Lopes e seus pares.Levaram o clube praticamente á ruína,num acto de gestão verdadeiramente criminoso que não tem de desculpa ou perdão possível.Este r&c (que desta vez não omite certas questões...outra situação igualmente grave)é verdadeiramente arrepiante.

    Face a este R&C questiono me como vai ser possível na próxima época ao abrigo das leis do fair play financeiro o Sporting competir nas competições europeias.Á primeira vista parece me que independentemente da classificação que obtivermos vamos ficar mais um ano fora dessas competições.

    E se assim for quem é que vai responder por esse enorme prejuízo para as contas do clube ?

    Isto sim é uma situação que me envergonha sobejamente.A instituição do Sporting não merecia dirigentes daqueles.

    ResponderEliminar
  2. LdA, vamos discordar num ponto (tenho no forno post também sobre esta matéria), pões o foco na falha da gestão desportiva, eu avalio que a gestão desportiva só falhou tão estrondosamente porque a gestão financeira foi má, se o grupo tem recebido a tempo e horas, até com o Luís Campos ao comando os resultados teriam sido melhores.

    Obviamente que também há falhas desportivas, mas não vejo que tenham sido as que fizeram cair o projecto a pique.

    ResponderEliminar
  3. LMGM,
    A minha dúvida é se, com melhores resultados desportivos, se os custos seriam sustentáveis. Talvez, para isso teríamos que ter projectado algum do(s) jogadore(s) que foram adquiridos e de seguida vendê-lo(s) por bom preço para dessa forma manter o dinheiro a circular, o que não foi conseguido de todo, pese as entradas de capital por via de investidores (fundos e outros). Julgo que sem resultados desportivos a gestão financeira mais tarde ou mais cedo acaba por sufocar.

    ResponderEliminar
  4. Bandeira, este relatório de contas já reflete a reorganização do grupo Sporting + renegociação financeira + aumento de capital + incorporação de novo sócio de referência?

    ResponderEliminar
  5. LMGM, a discussão é interessante e aguardo o seu post.

    Mas, até ver, estou com o LdA: a gestão desportiva provocou a ruína. Se o Labyad fosse um craque, o problema seria provavelmente resolvido de outra forma (até porque se fosse craque tinha mercado - mesmo que nos quiséssemos "livrar" dele, alguém lhe pegaria).

    Ainda hoje/ontem foi comunicado que há jogadores que ganham mais do que o Labyad (só vejo que possam ser o Patrício e o Adrien, algum mais?). Acontece que esses jogadores têm um rendimento desportivo que gera à SAD uma expetativa de retorno futuro. Consequentemente, o investimento desportivo e financeiro nesses jogadores nem merece, hoje, qualquer discussão (discussão que existiria caso o Adrien tivesse feito um início de época ao nível dos anteriores).

    SL

    ResponderEliminar
  6. LdA, generalizando perigosamente, não há clubes ou SADs em Portugal que tenham custos sustentáveis. Há sim algumas que têm aumentado o seu acesso ao crédito e independentemente do sucesso desportivo, aumentado os seus passivos consequentemente.

    Esses aumentos sucessivos de passivo tem sido sustentados por boa gestão desportiva, mas a gestão financeira está longe se ser equilibrada ou sustentada.

    O nosso caso é mais bicudo, porque falhamos dos dois lados, financeira e desportivamente. Na gestão anterior, para mim, a génese de uma prestação desportiva escabrosa está na falha de liquidez de tesouraria, inadmissível para o valor de crédito consumido.

    ResponderEliminar
  7. Koba, a única divergência é sobre qual o ponto a que damos maior peso, penso estarmos todos de acordo que ambas as gestões falharam.

    Labyad é um bom exemplo de trabalho, o único problema é que eu não sei qual é o puto que devo comprar este ano para explodir no próximo e ter rentabilidade. Eu gostava de ter 10 M de euros para comprar o Bruma, por ex.. Há certezas que o Bruma se torne num caso de sucesso? Não, há uma grande probabilidade, maior que existia com Labyad, mas num puto com 18 anos... é imprevisível.

    ResponderEliminar
  8. Caro LDA

    Na minha opinião era impossível que os eventuais melhores resultados desportivos pudessem ser suficientes para fazer face aos custos.

    São 40M ou 50M de deficit - não seria uma ou outra participação na LC que nos safaria.

    Quanto à venda de jogadores - como poderíamos lucrar algo com eles se 1 ou 2 semanas depois vendíamos a maior parte do passe a perder dinheiro ?

    Seria necessário fazer vendas astronómicas todos os anos tendo 20%, 30% ou 50% dos principais jogadores.

    Por exemplo o elias:

    Gastou-se 11,5M
    Ao fim de pouco tempo vendemos 50% do passe por menos de 4M
    Gastamos 7,5M e ficamos com 50% do passe

    Para não perder dinheiro (já não falo em ter lucro) tinhamos que vender por 15M

    E Elias não é caso unico

    ResponderEliminar
  9. Caro Leão de Alvalade,

    nesta altura, só me apetece relembrar isto: http://anortedealvalade.blogspot.pt/2012/12/os-projectos-de-godinho-lopes.html

    E não preciso de dizer mais nada.

    SL

    ResponderEliminar
  10. Caro Jorge
    basta olhar para o que fazem os outros, nomeadamente FCP e SLB.

    Caro José Duarte.
    Naquele momento escrevi isso e não o fiz de ânimo leve. Hoje passado este tempo todo não escreveria nada de muito diferente.

    ResponderEliminar
  11. Breves considerações em prol do futuro SCP e nunca para perder tempo com o actual momento que muitos comparam e bem aos políticos impotentes que passam a vida a culpar o passado, não tivesse a actual direcção chegado ao poder por via da oposição quando o que um clube desportivo precisa na realidade é de resultados desportivos que originam depois resultados financeiros. Ainda me recordo bem do último presidente do futebol português que também gostava de fazer alarme que rasgava contratos, também apoiado por muitos notáveis que começaram por lhe chamar vigarista e hoje já voltaram todos dizer que nunca o apoiaram. Uns é só promessas e outros é que são poucos sérios.

    Qualquer um de nós só pode ser responsabilizado pelo que depende sempre só de nós, dinheiro já não há no SCP há muito tempo, logo a culpa que aqui também se procura apontar só pode vir da ausência dos resultados desportivos. Para além do “sistema” em que já só o clube que mais perde anualmente, o SLB, fala nunca pareceu que a trajectória dos treinadores no mandato anterior dependesse sempre só de uma e sempre da mesma pessoa, o que é gravíssimo em qualquer clube e no SCP também há muito tempo.

    ResponderEliminar
  12. Dizer ao caro Alemão que a actual direcção não convenceu ou obrigou a Holdimo a nada, muito a menos a ceder as percentagens dos passes em troca de mais de 20% do capital da SAD, algo que como é mais que óbvio esteve sempre previsto, investidor já havia há muito tempo. O que falhou foram os resultados desportivos e tão ou mais importante a estabilidade que também leva aos resultados, que qualquer investidor com mais ou menos juízo exige sempre e que infelizmente muita gente no SCP nunca soube o que é. Para quem duvida da recuperação dos direitos e do que é prática mais que corrente em clubes deficitários como os portugueses e no patamar para que levaram o futebol, ainda há pouco tempo houve oportunidade de constatar a montanha de transacções em que estiveram envolvidos os direitos do Moutinho no FCP. Os défices do Alemão não só estiverem sempre mais ou menos previstos como foram anunciados desde o início e nem havia outra forma de investir, há é muitas formas de entrar na SAD. Com resultados, até sem investidores, havia muitas hipóteses de retorno. De qualquer forma nunca foi crível recuperar um clube como o Sporting só com 2 épocas de investimento, mesmo com Alcochete, senão olhe-se para os rivais.

    E chegámos ao momento actual do clube em que uma direcção anunciou ou prometeu uma série de coisas, todas relacionadas com condições para governar que nunca existiram, entre as quais ia-se falar muito menos de dinheiro mas ainda não fez outra coisa desde o início. Desde a “originalidade” dos salários dos jogadores nos jornais até este último R&C em que só se continua a prosseguir o passado. A mesma estratégia errada de “mobilização” desde a 1ª hora que não serve clube nenhum, muito menos quando a bola deixa de entrar. O actual clima de guerrilha não serve clube nenhum em plena competição. E porque é que só se fala de dinheiro, ao contrário do que também foi prometido? Porque voltamos sempre à mesma verdade, da dependência dos bancos, que ainda há pouco tempo incomodou muita gente. Ou de quem é que depende a actual direcção e o SCP desde o 1º dia do actual mandato? De quem é que depende o empréstimo actual de quase 70 Milhões ou mais uma vez a antecipação dos direitos de TV, também em cima da mesa? De quem é que dependeu verdadeiramente a reestruturação financeira?

    É muito grave a tentativa de enganar os sócios desde o 1º dia do actual mandato e pior é muito perigosa para o SCP. Com uma direcção que nunca teve quaisquer condições para liderar um SCP desde há muito com muitas dificuldades financeiras num país também com muitas dificuldades. Sem investidores e sem a mais que necessária recapitalização da SAD, também desde há muito, a actual direcção nunca teve outro caminho que aceitar o PER que também lhe foi proposto e que até isso tentou imputar à gestão anterior. E que fique bem claro que nem o PER é garantia de nada com nenhuma direcção mas a actual vir falar de ficar fora da Europa quando já se rescindem contratos de forma unilateral em Alvalade… Chateia-me muito a tentativa de denegrir a imagem de jogadores no Sporting ou de andarem a falar em renovações quando só andam atrás do dinheiro que todos sabiam ser mais que imperativo. Aqui o conselho e para quem não domina o que foi assinado na reestruturação financeira é que procurem alguém capaz de elucidar.

    ResponderEliminar
  13. Sobre Luís Duque que também é visado no R&C de forma absolutamente inacreditável é muito importante dizer uma coisa mas antes ainda outra questão enganosa, só agora é que recusa a indemnização? Como se nestes meses todos lhe tivesse sido pago alguma coisa e ele tivesse reclamado. O que Luís Duque ainda tem de melhor é que depois de sair nunca se ouve, tomara muitos. A excepção é mesmo as vezes que já referiu a necessidade de autonomia da SAD. Para quem ainda não percebeu muitos dos problemas do futebol do SCP passaram sempre por aqui, como por exemplo os treinadores no mandato anterior. Quando esta onda de demagogia que atacou o SCP passar voltaremos a falar desta autonomia que existe sempre nos clubes que ganham mais, independentemente dos orçamentos e dos caminhos trilhados, mais ou menos ligado à formação.


    ResponderEliminar
  14. Paulo Guerra,

    não deves saber fazer contas ou então andas pouco atento.

    Ainda no recente comunicado do Sporting:

    "- Desses acordos resultariam uma indemnização acordada a Luís Duque de 307.500 euros e a Carlos Freitas de 359.080 euros e uma consequente divida actual de 205.000 euros e 209.461 euros respectivamente."

    Basta fazeres esta conta: 307.500 - 205.000
    E descobres quantos € é que o Duque já recebeu de indemnização.
    E agora ainda vens dizer que não lhe pagaram nada ?! Esta direcção não pagou (daí a dívida existente), mas o Sporting pagou sim!

    ResponderEliminar
  15. Paulo Guerra.
    A mama terminou.
    18 anos não chegou?
    Vai dar banho ao cão...e mais a tuas teorias.
    O SCP estava moribundo e o puto sim o PUTO...anda a salvar isto. Engole...pede ajuda ao copo de....leite.

    ResponderEliminar
  16. Não posso concordar com a ideia de separar a gestão financeira da gestão desportiva e culpar uma pelos resultados de outra. Trata-se de Gestão, do ponto vista global e foi uma gestão a todos os títulos irresponsável.

    Constrói-se uma estrutura de custos que duplica as receitas, "investe-se" espartilhando totalmente os activos que já estavam no clube, no louco wishful thinking que receitas de 70, 80M anuais caíssem do céu? Era coisa que nunca iria acontecer. O falhanço em quase todas as contratações, caras, pelos valores de aquisição e/ou prémios de assinatura e salários monstruosos, é parte do problema. O Sporting, por meios próprios, nunca teria capacidade, no curto prazo, de responder a tal febre de despesismo.

    LdA:

    Não tenho dúvidas, mas não tenho mesmo, que o actual R&C tem o suporte documental associado. Eu não sei se ficou surpreso pelo nível de detalhe, mas este também existe em actos de gestão desta nova direcção, conforme documento publicado hoje no Jornal Sporting.

    ResponderEliminar
  17. Lda,

    Sabendo o que se sabe hoje dificilmente o percurso desportivo esconderia esta vergonhosa gestão financeira do mandato do Godinho Lopes. Ordenados e prémios de assinatura principescos, venda de parte de passes, não renovação de jovens jogadores...completamente surreal! Sustentabilidade é um conceito que não devia ser conhecido!

    E com pena minha tenho de colocar o dedo na ferida, mas apesar de ser um simbolo do clube Manuel Fernandes não pode ganhar 20 mil euros para acompanhar a equipa B. É apenas um exemplo que diz muito. É não ter noção da realidade do clube, do país!

    Como surreal é ler no comentário do Paulo Guerra "Sobre Luís Duque que também é visado no R&C de forma absolutamente inacreditável é muito importante dizer uma coisa mas antes ainda outra questão enganosa, só agora é que recusa a indemnização? Como se nestes meses todos lhe tivesse sido pago alguma coisa e ele tivesse reclamado."

    Coitadinho do Duque...recebeu pouco enquanto lá esteve e ainda tinha direito a uma choruda indemnização?!

    Este relatório e contas explica bem o porquê do Sporting apesar de ter a melhor escola de formação do país e uma das melhores da europa acumular prejuízos e apresentar um passivo crescente.

    ResponderEliminar
  18. Ainda bem que o puto "anda a salvar isto" e a acabar com a mama, presumo, ainda não tinha tido oportunidade de ler este comunicado. Para o Sporting e para o puto ainda é mais importante que o Jardim continue a vencer.
    Entretanto já deixei de estar outra vez interessado em discutir o presente do Sporting que depois das eleições fica sempre bem entregue. Lembram-se de um tipo que ainda há pouco tempo também dizia que direitos de tv antecipados NUNCA? Porque quem vem a seguir blá blá blá, como por exemplo a direcção anterior? E ainda estou menos interessado em malhar nas direcções que já saíram e não fizeram nadinha de jeito como se diz agora, acabadinhos de vender um activo recém valorizado e por gente de quem se anda a discutir os salários na praça pública desde as eleições. Em suma nesta altura e por via das circunstâncias só posso estar interessado e preocupado com o futuro do Sporting.

    ResponderEliminar
  19. "Para o Sporting e para o puto ainda é mais importante que o Jardim continue a vencer. "

    que o Jardim continue a vencer??e quem foi que meteu lá o Jardim??não foi o "puto"??

    a chulice acabou meu caro Paulo Guerra..se isso o afecta a si temos muita pena

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)