segunda-feira, 14 de abril de 2014

Missão Pavilhão: O que é do coração e o que é da liderança?

Fim-de-semana em cheio para o andebol, ao renovar a conquista da Taça de Portugal, reforçando assim o estatuto de clube mais vencedor da modalidade. Uma boa oportunidade para falar do pavilhão, interesse redobrado pelo lançamento da Missão Pavilhão. Parabéns a todos quantos tornaram esta vitória possível!

Sobre a necessidade de um pavilhão junto ao estádio José Alvalade ninguém contestará a necessidade. As soluções poderiam ser diversas mais ninguém porá em causa que essa é a ideal. Com a definição do terreno onde o erigir acordada entre clube e CM de Lisboa faltará apenas aprovar o projecto arquitectónico (informação que carece de confirmação, mas é a minha impressão pessoal) e erigi-lo. O plano de pormenor esse está aprovado pela edilidade.

No passado sábado o Sporting lançou a "Missão Pavilhão". A informação é ainda escassa, o que de relevante se conhece é que cada sócio ou adepto Sportinguista é chamado a contribuir com 50€, sendo que "dos 50 euros doados, 40 serão para a construção do recinto e cada um dos contribuintes recebe a «Camisola 12 Missão Pavilhão» e um vale no valor de 24 euros em quotas. Quem já for sócio, pode oferecer este vale de 24 euros em quotas a um amigo ou familiar", citando o próprio site do clube.

Aguardo que os contornos e objectivos pretendidos sejam melhores esclarecidos para que melhor se perceba o que agora nos pedido. Contudo deixo as primeiras impressões que o anúncio me suscitaram:

- Nada tenho a opor à modalidade anunciada, pelo menos em abstracto. O apelo ao coração (e carteira...) dos sócios, em particular dos que dispuserem de maior desafogo financeiro, para tornar possível um sonho acalentado há décadas faz sentido. Atrevo-me a dizer que muitos de nós, se pudessem, custeariam do seu próprio bolso o pavilhão.

- Parece-me porém extemporâneo solicitar a participação dos sócios, onerando-os em despesas e responsabilidade pelo êxito da operação, sem previamente se conhecer i) o projecto, ii) os respectivos custos e, o mais importante, qual iii)o contributo da direcção. 

- Liderar é muito mais do que pedir dinheiro para gastar. Neste âmbito há muito a que a direcção está obrigada antes de chamar os sócios a participar. A obtenção de patrocínios (publicidade estática, venda de lugares, etc.)  e o eventual naming do pavilhão são apenas alguns dele, é uma responsabilidade decisiva para o êxito do empreendimento, da qual a direcção não se pode demitir. Só depois deste trabalho feito os sócios deveriam saber o que lhes poderia ser pedido em acréscimo. 

- De outra forma entendo como muito difícil o êxito da missão e o risco de se assemelhar a uma "operação coração" falhada é enorme. O custo estimado de 10 milhões de euros dificilmente podem ser suportados apenas por donativos. E mesmo para que estes tenham o relevo necessário, têm de ter subjacente ideias e projectos muito concretos e transparentes.

31 comentários:

  1. LdA,

    Totalmente de acordo. São necessários mais dados e apresentarem as metas que se pretendem atingir. Qual é o desafio? É a questão que falta. Para além de que no site podiam ter criado uma área completamente dedicada, onde as pessoas podiam até começar a contribuir.

    É completamente diferente apresentar esta iniciativa, por exemplo, com um vídeo 3-D do projeto do pavilhão, explicando as valências, apresentando os orçamentos e dizer também que se espera uma participação de X % da parte dos sócios, já que me parece pouco provavél construir apenas com financiamento dos sócios. A não ser que seja mesmo o um back to basics, e vai para lá toda a gente erigir o pavilhão, cada um com o saco de cimento, tijolos, etc.

    Abraço
    Carlos

    ResponderEliminar
  2. O Damásio inventou a "Operação Coração". Gozámos os lampiões até fartar.
    O Bruno de Carvalho seguiu-lhe as pisadas mas mudou-lhe o nome para "Operação Pavilhão" e fixou um montante: 50 EUROS.
    Ontem rimo-nos. Agora serão eles, ou talvez não...

    ResponderEliminar
  3. Ridiculo esses complexos em relação ao que os lamps pensam de nós, a operação coração deles era pedir dinheiro para pagar dividas ao fisco, claro que era motivo de gozo porque eles na altura estavam na sarjeta e nós aproveitávamos para gozar mas em que é que isso é comparável com vender camisolas para financiar a construção de 1 pavilhão?! Tens a noção que o que a direção esta a fazer agora foi feito na altura da construção do estadio de Alvalade e do estádios da Antas e Luz antigos.


    Em relação a forma como lançaram esta "Missao" concordo contigo podia ter sido bem mais feliz e tenho pena que por falta de visibilidade e criatividade acabe por fracassar.

    ResponderEliminar
  4. A iniciativa ainda não foi lançada oficialmente, apenas começa aquando do jogo com o Estoril, no dia 10 ou 11 de Maio. Nessa altura já se saberá em que consiste o projecto e qual é a meta da direcção.

    ResponderEliminar
  5. Este "Zé Coelho" é mais um complexado com muito tempo para dizer disparates, já que anda a fazer spam em vários blogues.

    Já que se preocupa tanto com o que pensam os lampiões, recordo-lhe que a CGD - o banco do ESTADO - pagou o centro de estágio do Seixal e o pavilhão do porco. E a Câmara de Gaia pagou o centro do Olival. Assim não é preciso operações nenhumas, porque foram TODOS os portugueses a pagar as infraestruturas dos outros. Um sportinguista a valer atirava-lhes com isto à cara, percebe? A ver se eles se continuam a rir.

    ResponderEliminar
  6. Espero que a cirurg... a Operação seja bem sucedida. Tenho vontade em participar e contribuir com a ajuda financeira que é pedida. Tb espero é que não tenha que me deslocar de propósito à Loja Verde em Lx para o poder fazer, p.e. ... Espero ainda que caso a Missão Operação não satisfaça as expectativas do CD, por falta de informação básica ou por outras razões (a conjuntura sócio-económina actual não ajuda nada...), não venha o CD mais tarde adiar para as calengas tal Operação, justificando com o "desinteresse" manifestado pelos sócios em ajudar...

    Aguardam-se os próximos capítulos.

    SL

    ResponderEliminar
  7. Aconselho alguma perspectiva histórica, para pelo menos não achincalhar o esforço dos sócios do clube e o seu associativismo, quando da construção do velho Alvalade.

    E, já agora e para quem tem problemas com que os lamps pensam, a Operação Coração não é passível de comparação com o que está em causa. E sim, também, a génese do velho estádio da Luz.

    ResponderEliminar
  8. "Liderar é muito mais do que pedir dinheiro para gastar"

    Lapidar!

    Mais, ´para liderar é preciso ter credibilidade. Para ter credibilidade é preciso falar verdade aos sócios e não esconder-se atrás dos bons resultados para que nos esqueçamos das promessas feitas. Senão o Bruno ainda vai pedir aos sócios para apresentarem por ele os investidores. O dinheiro para o pavilhão já pediu. Assim também eu.
    Bardo

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  10. O abrir desta chamada aos Sportinguistas é um caminho perigoso, mas talvez necessário para clarificar diversos aspectos da vida Sportinguista.

    Eu quero e exijo um Sporting eclético.

    Partindo deste pressuposto um pavilhão (pelo menos) é absolutamente indispensável. Também estou disposto a que me apresentem a conta, quanto me custa ter o Sporting eclético e com estruturas para isso? € 50,00? Parece-me pouco, gasto muito mais do que isso a cada deslocação a Alvalade para ver futebol, estarei obviamente disponível para pagar esse valor e daqueles a que converti ao Sportinguismo, a culpa é minha e ai deles se também não quiserem, lutarem e pagarem por um Sporting Clube de Portugal a disputar todas as modalidades possíveis e imaginárias. É a esta colectividade que quero pertencer! Se outras formas falharem então que não seja por nós que o projecto avança.

    Basta-me não ir ver o jogo com o Estoril para cumprir com esse pedido da Direcção e desvio os fundos da Brisa, da Galp e do Difícil sem o Sporting perder nada, já lá tem o meu bilhete via Gamebox.

    Não ficava era nada mal aquelas empresas patrocinar a construção do pavilhão a um clube que tanto lhes dá a ganhar...

    ResponderEliminar
  11. Se calhar também não era má ideia o plantel fazer o seguinte apelo:

    "Atendendo ao preço dos bilhetes para nos apoiarem na próxima deslocação pedimos que não compareçam. Nós, sabemos que vocês estão sempre connosco e vamos conquistar a vitória. Com o dinheiro com que nos ião apoiar, construam um pavilhão. Apoiem o Sporting!"

    Pode ser um passo para acabar com a pouca vergonha do preço dos bilhetes quando jogamos fora...

    ResponderEliminar
  12. LdA,
    Qual é a parte do "Comentários com insultos entre comentadores não serão tolerados"? que é para levar a sério?

    Quanto ao anónimo que me insultou fica a saber que gostei tanto do Godinho como de ser roubado. Mas infelizmente o Sporting de hoje está tomado por gente mal educada, que pensa apenas a 2 registos: o Bruno é o maior e o que havia antes dele não presta. Estamos a falar de um clube com mais de 100 anos de historia. Esse gente mal educada existe também porque dá jeito ao Bruno, que nesse aspecto é tão bom como eles porque quem cala consente.

    ResponderEliminar
  13. LMGM,

    Grandes comentários!

    Subscrevo na integra.

    ResponderEliminar
  14. Acerca do "(...) não venha o CD mais tarde adiar para as calengas tal Operação, justificando com o "desinteresse" manifestado pelos sócios em ajudar... (...)" que o Virgílio tão oportunamente escreveu, será que seria possível fazer um resumo sucinto do que a Direcção anterior fez relativamente ao fecho do fosso/futura bancada para 2000 e tal lugares?! Também foi adiado para as calengas... ad eternum.

    É que há muito Sportinguista que o prega aos 7 ventos, mas quando chega a hora, haverão sempre subterfúgios pelos quais se escudarem... e o ecletismo do Sporting, essência afinal do Clube, não merece isso.

    Espero futuras informações mais detalhadas, que acredito serão prestadas até ao início factual da iniciativa, na recepção ao Estoril, porque de resto, o que foi dito até agora foi muito pouco e os Sportinguistas querem saber ao que vão...

    ResponderEliminar
  15. Bardo,

    o comentário já foi removido, não reparei na sua parte final.

    ResponderEliminar
  16. É fácil perceber o que nos espera: ou abrimos os cordões à bolsa ou pavilhão kaput. Mais uma grande golpada do Bruno, de golpada em golpada lá vai sendo levado em ombros. Há pelo menos que lhe ser reconhecido o mérito.
    JPM

    ResponderEliminar
  17. Caro M,

    Não percebo o interesse, mas se quer mesmo saber, resumidamente ou não, as minhas criticas e opiniões relativamente a esse (e outros) assunto(s) que proferi sobre a anterior direcção e às anteriores (desde 2006 na blogosfera), é consultar a etiqueta que diz "Virgílio" e voltar atrás no tempo. É que eu estou com pc tempo e menos vontade de olhar para o passado e de me repetir ad ternum. A minha preocupação e intersse é com o presente e o futuro do SCP, que espero seja mt risonho.

    SL

    ResponderEliminar
  18. Virgílio,

    Só quis sublinhar o que você disse acerca da adesão dos Sportinguistas a este tipo de iniciativas, face à militância e críticas avulsas que se dispara internet fora a tudo e toda a gente. Não era necessariamente uma chamada de atenção a si.

    Ainda assim, há quem consiga (...) ou melhor, se dê ao desprazer de chamar de tudo ao presidente do Clube, inclusivamente acusando-o de golpadas umas atrás das outras. Com certeza a performance desportiva também será incluída nessas golpadas, ou os resultados financeiros conseguidos até agora. Mas isto já é derivar do assunto em si...

    Quanto ao Pavilhão, eu ainda me lembro de JEB entusiasmadíssimo a apontar para o local onde seria erigido o mesmo, ou de GL passar uma moção para o nome do mesmo. Passar das palavras aos actos é que foi sempre mais complicado...

    ResponderEliminar
  19. Esse back to basics relembra a história da nossa bancada nova e do 3º anel dos rivais de carnide.
    Quanto ao assunto pareceu-me que a iniciativa ainda não estará bem fundamentada e se aproveitou a ocasião (algumas horas após uma saborosa vitória sobre os rivais no andebol) para lançar a missão.
    De resto concordo com a quase totalidade do post e 50€, tendo em conta as contrapartidas, não me parece nenhuma extravagância, mas receio que tenha o mesmo sucesso que o projectado fecho do fosso.

    ResponderEliminar
  20. Mas está tudo parvo ou quê? Há algum mérito em exigir dinheiro aos outros para cumprir promessas próprias? Então se os sócios não se chegarem à frente com 10 milhões isso quer dizer que não temos direito ao pavilhão e ao ecletismo? Então e para termos uma equipa para Liga dos Campeões também temos que pagar mais? E para ser campeão também? E o ciclismo ou o basket também? Então para isso precisamos de direcção para quê?

    ResponderEliminar
  21. Para o anónimo que me colocou a questão do critério de publicação de comentários digo apenas que terei todo o gosto em colocar os comentários que fez desde que desprovidos de insultos a quem comentou anteriormente. Sobre o que diz de diversos perfis de comentadores só posso dizer que não tenho que controlar quem é quem embora consiga saber com alguma segurança pela localização dos comentários se se trata ou não da mesma pessoa.

    ResponderEliminar
  22. Pois parece que há por aqui muita gente, que esqueceu (muito depressa...) a situação em que esta Direcção herdou o Sporting...

    É claro que eu não acredito que os sócios possam arranjar todo o dinheiro necessário para construir o Pavilhão...mas podem dar uma ajuda...

    Eu, sem ter muitas disponibilidades...não deixarei de dar o meu contributo e como eu...
    Muitos o farão...!!

    SL

    ResponderEliminar
  23. Então eu volto a insistir. Eu não posso insultar o outro - que não merece outra coisa, porque a sua desonestidade intelectual tira qualquer um do sério - mas pode-se perfeitamente acusar o presidente do Sporting de golpadas, porque isso já não é um insulto. São critérios, de facto.

    Para terminar, porque não tenho qualquer intenção de voltar a este espaço, só questiono qual é a autoridade moral de que quem goza com o "peditório" do "Bruno", uma vez que o tipo de dirigentes que apoiou nunca teve dinheiro, engenho, nem vontade para resolver o problema do pavilhão e, mais grave, o seu intento na realidade era acabar com as modalidades. Se calhar têm medo da capacidade de mobilização do "golpista", que com uma equipa de "tostões" fez do Sporting o clube que mais adeptos levou aos estádios por esse país fora (algo que nos últimos anos só aconteceu nos anos em que ganhámos o campeonato) consiga mesmo que os sócios lhe "paguem" as promessas. O "rico" (está bem assim?) que falou assim não desdenhou quando o Sporting ia pagar as obras no complexo de Odivelas para que a construtora do Godinho tivesse trabalho. Não, isso já "não" era uma golpada.

    ResponderEliminar
  24. Estou pronto a ajudar, mas a forma (conhecida até agora) não me parece a mais feliz. Neste momento nem se conhece para que tipo de Pavilhão vamos contribuir. Depois acho que os 50€ deveriam ir por inteiro para a construção. E acho que parece pôr um limite à contribuição, parecendo afastar quem quiser contribuir com maior valor. E quem quiser contribuir com 1000 €? Leva 20 camisolas e 480€ em quotas para novos sócios?...Preferia dar dinheiro sem nada em troca e com o nome de tijolos ou sacas de cimento. Para muitos que não sabem o antigo Estádio José Alvalade foi assim construído pelos sócios e adeptos! SL

    P.S.- 1) A operação Coração foi uma doação dos benfiquistas ao Benfica, sendo até emitidos títulos, sem ter um objectivo claro (não comparem o que é incomparável) 2) Segundo a imprensa o Benfica também não pagou os acessos ao Estádio como estava acordado, no montante de milhões de euros, quem o fez foi o Estado (todos nós) 3) A CGD apoiou e apoia as infraestruturas de FCP e SLB tem de fazer o mesmo com o Sporting. E isso cabe à direcção negociar. 4) seria importante a entrada de sponsors externos ao Sporting (empresas) será que a direcção já encetou estes contactos? 5) É natural que os sportinguistas tenham que ajudar o Clube a a erguer o Pavilhão. Não sou rico em minha casa somos 3 sócios A e 2 Gameboxes e estou pronto a privar-me de alguma coisa para apoiar em mais do que 50€. Quem não quiser apoiar pode sempre continuar a dizer que é sportinguista, que ama o Sporting e gritar de orgulho quando (por exemplo) o Futsal ou o Andebol ou o Ténis de Mesa são campeões...

    ResponderEliminar
  25. Pavilhão João Rocha? Quando mais depressa melhor!

    Posso ser dos poucos que trocaria um Pavilhão, por 3 ou 4 "barracões" com poucas condições para o público, mas com boas condições de trabalho para as cerca de 30 (trinta!) equipas que representam o Sporting nas modalidades mais mediaticas que se jogam em pavilhão. Penso que poucos Sportinguistas imaginam as dificuldades, em espaço e horário, com que as diversas secções se debatem para encontrarem espaços com um mínimo de condições para os seus atletas treinarem, e os "escalões inferiores" jogarem.

    O Pavilhão vai ser a montra, o local para em cada jogo se mostrar o trabalho feito durante a semana, e onde os adeptos vão dar o seu contributo para ajudar a vitória das nossas cores.

    Todos sabemos da situação financeira do Clube, e da sociedade em geral. Se o Sporting está mal de finanças, o povo português não está melhor. É de grande arrojo, neste momento, o lançamento da "Missão Pavilhão" pelo nosso CD. Mas os Sportinguistas não têm outra solução senão fazerem mais um esforço pelo Clube e responderem com o seu habitual entusiasmo para o bom sucesso desta operação.

    Durante sucessivos anos temos lido e escutado inúmeros adeptos a "gritarem" por um pavilhão. Que ajudam, que trabalham no que for preciso, que estão prontos a sacrifícios para ajudarem à construção do que todos consideramos uma carência imperdoável no nosso Clube.
    Agora só têm uma solução: apoiarem, e em força, a "Missão Pavilhão".
    Porque esta Missão tornou o assunto irreversível.
    Se desta vez o Pavilhão não avança, devido a falta de resposta dos adeptos, este CD, ou qualquer outro que se lhe siga, terá sempre uma boa desculpa para nunca mais termos o tão desejado Pavilhão:
    "Os sócios não se mostraram interessados, nem colaborantes".
    Mais:
    "Falam muitos nas modalidades, mas na realidade o Sporting é futebol. Vejam, quando se pediu a colaboração dos sócios para a construção do pavilhão, qual foi a resposta. Um desinteresse total".
    E daqui facilmente se partirá para a extinção das modalidades...

    Está na hora de quem pensa que o ecletismo está no ADN do Sporting de "se chegar à frente".

    Eu quero o Pavilhão João Rocha!

    ResponderEliminar
  26. 8,
    Concordo integralmente consigo, até porque também quero o Pavilhão João Rocha, mas impunha-se uma solução mais estruturada do que a anunciada no site do clube ( http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_clubemissaopavi_130414_127010.asp ).

    Existem questões de base que não têm resposta: que tipo de pavilhão será (estamos a falar do esboço apresentado no tempo do Godinho Lopes? ou de outro modelo?), que modalidades albergará (em termos de tamanho e de pisos disponíveis) e quanto custará (a participação solicitada aos sócios é significativa, ou determinante?). Sem estas premissas estabelecidas, parece-me uma situação desnecessariamente confusa.

    Também me faz confusão que "quem quiser participar pode fazê-lo a partir do próximo jogo que se disputar no Estádio José Alvalade, na recepção ao Estoril. Basta para isso dirigir-se à Loja Verde", há decerto maneira de organizar esta iniciativa para que os sócios de mais longe possam participar. Isto demonstra que a iniciativa não foi para a rua com tudo devidamente organizado, designadamente de modo a receber a participação dos sócios e adeptos espalhados pelo mundo.

    ResponderEliminar
  27. 8, é exatamente esse o perigo que identifico nesta campanha, a prova de que há muito paleio e pouca acção. Vozes a clamar e a exigir não faltam, a contribuir (e não estou a pensar meramente em dinheiro) é que são cada vez menos.

    Ninguém discute que uma camisola oficial custe, já em promoção € 54,99, tendo sido vendida antes por € 74,99...

    Eu troco as minhas camisolas todas por um pavilhão nosso e pela "miragem" da possibilidade de ver regressar as modalidades extintas. Mas sei que isto só vai acontecer se realmente os sócios e adeptos quiserem, aliás se isso for realmente uma vontade transversal dos Sportinguistas não vejo como pode qualquer direcção travar o processo.

    O Hóquei não parou e hoje, para o bem e para o mal, impõe-se aos Sportinguistas como realidade.

    Julgo ser uma perfeita utopia pensar que é possível serem apenas os Sportinguistas a criar esta obra (era magnifico que assim fosse), mas tenho a convicção que será decisiva a força do impulso que possamos dar. No momento social actual há dificuldades acrescidas e devemos todos ter muito cuidado com as palavras para não insultar quem passa por duras e reais dificuldades. Há milhares de Sportinguistas que não têm a mínima possibilidades de sonhar sequer em ajudar o Sporting financeiramente, isso não os diminui em nada no seu Sportinguismo.

    Não há Sportinguistas de primeira e de segunda, e muito gosto eu de estar no estádio próximo da bancada low-cost e sentir o seu fervor só comparável à curva!

    A Direcção encontrou o Sporting num descalabro? É verdade, mas foi apenas mais uma, não me lembro de nenhuma que tenha entrado e encontrado as despesas pagas e os cofres com liquidez. Há dezenas de anos que as Direcções só têm trabalhado no sentido de assegurar que o Sporting sobrevive e isso só é possível porque os Sportinguistas têm ano após ano dito presente. Esta é apenas mais uma vez onde a nossa vontade será determinante.

    Faço também declaração daquilo que acho expectável em termos de angariação para uma obra com um custo previsto de € 10.000.000,00.

    10% desse valor seria um bom resultado
    25% absolutamente extraordinário
    Menos de 10%... não há pavilhão e o melhor é esquecer as modalidades.

    A Direcção terá de angariar entre 90 a 75% das verbas necessárias e ainda manter as modalidades em funcionamento... Não lhes gabo a sorte.

    ResponderEliminar
  28. 10A

    Como podes perceber por parte do meu comentário, ponho muitas dúvidas no êxito da Missão.

    Acredito que o lançamento, com muito pouco esclarecimento e sem se dizer que pavilhão está em mente, se deve ao CD ter pensado ser importante o seu anúncio e arranque ainda com a família leonina "colada" ao Clube por via do futebol.

    Foi dado o pontapé de saída. Vamos ver como se explana o jogo.

    ResponderEliminar
  29. 3 alterações fundamentais para o sucesso da “Missão Pavilhão”:

    1. A Direcção apresentar um projecto concreto. Uma imagem vale mais do que mil palavras.

    2. Passar a contribuição de 50€ para um valor livre. Cada um dá o que pode e a mais não é obrigado.

    3. Cagar para a camisola e quotas pagas e definir apenas que quem der um mínimo de 50€ verá o seu nome gravado no pavilhão. Isto sim, é uma homenagem ao esforço dos sócios. Quem der menos recebe uma cartinha personalizada, bonitinha, assinada pelo Presidente, a assinalar a sua contribuição.

    SL

    ResponderEliminar
  30. LMGM

    Quando digo que há muitos a clamarem pelo Pavilhão, e que é a altura para arregaçar as mangas, acredito que, infelizmente, há muitos que querem mas não podem. Não envolvia qualquer espécie de crítica, era antes um apelo; porque eu estou muito céptico.

    Quero acreditar que o anúncio da Missão Pavilhão, com tão pouco esclarecimento, se deveu a não deixar o momento oportuno passar, e a ajudar a criar uma grande expectativa.

    Tenho muito medo que se perguntares um a um a todos os Sportinguistas se querem o Pavilhão / Modalidades todos te dizem que sim. Mas quando lhes dizes que para isso têm de contribuir, te respondem que então não fazem falta nenhuma, que nesse caso não vale a pena ter um Clube eclético.

    Falaste no Hóquei. Imaginas o que os seus dirigentes têm de inventar para terem possivelmente a melhor formação do país e construírem uma equipa para se conseguir manter, com muito sacrifício na 1ª Divisão? Como conseguiram descobrir o Pavilhão de São João da Talha, que para se lá chegar tem de se ter GPS, ou então encontrar um piloto local?

    Sabes que o basquetebol regressou na época passada com o Minibasquete e uma equipa sênior feminina, que graças à boa vontade da JF do Lumiar conseguiu um local para jogarem as seniores, e este ano as sub-19, e para os minis treinarem duas vezes por semana, e que só após a entrada do actual CD foi dada autorização para a secção, a expensas suas, colocar 2 tabelas no Multidesportivo de Alvalade? E que nestas duas épocas não conseguiu qualquer patrocínio para publicitar nas camisolas das suas equipas?

    Tudo isto me deixa céptico, mas ao mesmo tempo, confio na imaginação e poder negocial do Presidente Bruno de Carvalho, para levar a bom porto a Missão Pavilhão.

    Um abraco

    ResponderEliminar
  31. 8, faço parte de um projeto que iniciou um clube de basquetebol há 3 anos. Iniciou do zero absoluto, sem pavilhões, sem atletas, sem nada, nem um nome como Sporting Clube Qualquer Coisa para abrilhantar. Apenas um grupo de pessoas que queriam fazer formação desportiva na área do Basquetebol e um dia participar no escalão principal da modalidade.

    Este 4º ano de existência temos a primeira equipa Sub-18 Masculinos e atletas em todos os escalões inferiores até Sub-8, quer em femininos quer em masculinos, no próximo ano teremos Sub-18 femininos e com o crescimento de atletas que temos registado, mais desafios e mais dificuldades.

    Nunca houve dinheiro, muito menos há para preparar o futuro que desejamos, mas não vai ser por isso que não vamos mostrar o que fazemos e impor a nossa presença competitiva. Não estou a falar sem um perfeito conhecimento de causa das dificuldades que existem para comprar uma bola, um conjunto de equipamentos homogéneos, um treinador, espaço e tempo de treino, etc, etc, etc., e ainda temos como concorrência todos os clubes perfeitamente firmados na região (e são muitos...), ninguém nos conhece e as portas estão sempre fechadas antes de uma oportunidade para nos dizerem que não, e não e outra vez não.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (81) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (33) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) arbitragem (89) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (68) Batota (16) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (99) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (64) Comunicação Social (20) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (13) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (22) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (41) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (10) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) play-off (1) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (2) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (1) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (89) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (3) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (97) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)