terça-feira, 2 de setembro de 2014

11 jogadores e quase 18 milhões depois*

O mercado fechou e, depois de 11 novos jogadores contratados, quase 18 milhões gastos (*números que circulam hoje nos jornais, aguardo a confirmação oficial, mas que se devem cifrar algures entre os 14 e dezassete milhões), a pergunta que se impõem é: 

estamos mais fortes, tão fortes como precisaríamos de estar, para enfrentar os compromissos da época 2014/15?

Impressão geral: pouca felicidade e acerto nas aquisições que a excelente operação Nani e a contratação de Rosell não iludem. Talvez o fosso entre as segundas linhas e os titulares tenha diminuído mas não de forma significativa e desejável.

Não pode deixar de se assinalar o pelo menos até agora aparente desvio da ideia defendida por BdC: a aposta em jogadores nacionais, de preferência da casa, e opção por jogadores estrangeiros que constituíssem uma mais-valia clara. Dos 11 jogadores contratados 8 são estrangeiros e apenas um deterá esse estatuto.

O tema foi já sobejamente discutido entre os Sportinguistas, pelo que não vale a pena aprofundar os argumentos. Acrescentaria apenas dois pontos: 

(i) a procura feita com base na quantidade que me parece não ter justificação plausível quando a qualidade é que "faz a diferença".

(ii) A juventude da generalidade dos recrutados permite acalentar a possibilidade de os jogadores "crescerem" e com isso se tornarem as tais "mais-valias" que se procuraram. Isso será muito difícil de ocorrer se a generalidade dos jogadores permanecer sem jogar com regularidade. E, no futebol, o futuro é o próximo jogo.

O recado do mercado: Há uma diferença significativa entre o valor real - que terá que ser sempre o que é espelhado em propostas concretas - e o valor afectivo ou que os adeptos atribuem aos seus jogadores. Não houve propostas irrecusáveis a não ser por Rojo que, não por acaso, foi titular da selecção vice-campeã mundial.

Análise por sectores:

Guarda-redes: Não houve mudanças pelo que o valor se manteve em relação à época passada.

Defesa: muitas entradas - Sarr, Rábia, Geraldes, Paulo Oliveira, Jonathan Silva - para poucas saídas - Dier, Rojo, Piris (Welder não pode contar, Piris) - onde apenas um era titular. Nenhum dos jogadores entrados se aproxima do valor de Dier e Rojo, as primeiras impressões sobre o Sarr ficaram expressas no post anterior, muitas dúvidas sobre os restantes. 

O que o derby nos disse é que o reforço indiscutível já cá estava e chama-se Esgaio. Um mea culpa que aqui fica registado, quando havia dito que não o via como defesa direito. Muitos furos acima de Jefferson a defender e ainda a ter que se preocupar com o Maurício. Quem sabe Tobias não venha a imitar, se Marco Silva lhe der uma oportunidade?

Intrigante a lesão de Rábia ontem comunicada. Uma pubalgia mal debelada e não detectada nos exames médicos (uma lesão como esta não é uma anomalia facilmente detectável neste tipo de exames) ? Era esta a lesão de que o jogador se queixava ainda no Egipto, ou apenas azar em 2 semanas de treino e um jogo pelos B's? Tanto ele como Jonatham aguardam por provas mais exigentes que o que foi possível registar até agora. Geraldes é, até ver, um acto falhado.

Um estranho ocaso de Paulo Oliveira não pode deixar de registar. Embora aqui tenha dito que não seria a minha opção, reconheço-lhe muito mais valor do que até agora conseguiu demonstrar. Várias questões se podem levantar, desde logo a mudança para Lisboa, que o passado regista como um grande problema para tantos valores tidos como seguros, a juntar à mudança para uma camisola que pesa muito mais. Será um reforço importante se conseguir superar o desafio.

Médios: Um grande reforço, personificado na continuidade de William e dois bons reforços na chegada de Rosell e no regresso de João Mário. Um ligeiro mas importante nivelamento por cima que estas opções conferem, mas não apagam as incógnitas sobre Slavchev, que não tem correspondido minimamente ao que se anunciava. Ryan Gauld está muito longe de poder significar uma opção no curto prazo. A minha dúvida relativamente ao escocês não está sequer no seu valor como jogador mas em saber se trouxe algo que não tínhamos já (Chaby), se veio para um modelo que joga sem o 10 tradicional que ele é e, não menos importante, que evolução esperar numa equipa, a B, que joga um futebol que privilegia a força, onde ele de certeza não cabe.


Avançados (extremos): A chegada de Nani é a grande bomba deste verão, não apenas para nós mas para o futebol português. Uma das razões acrescidas para querer ainda mais o sucesso da nossa equipa este ano, para lhe poder agradecer a generosidade de querer contribuir para ele, ser parte activa e determinante para o sucesso. Assim será, estou certo, desde que tudo aconteça com normalidade e sem azares, porque categoria não lhe falta.

Para que tal aconteça será importante a presença de um Carrillo consistente, como nunca o conseguiu ser. Um grande reforço que poderia ser, indubitavelmente. Ou um Capel mais atento ao jogo do que o foco permanente e quase exclusivo na bola e no relvado onde ela rola. Sacko não conta para já, é a minha impressão. Conto mais com a irreverência e atrevimento de Mané.

Avançados (pontas-de-lança): Provavelmente Tanaka ficar-se-á pela primeira designação, sem parêntesis. Em conversa com amigos dizia há dias que precisávamos de um avançado que desse a profundidade de Slimani, com o jogo de cabeça deste e os pés de Montero. Um Islam Montero ou Freddy Slimani. Não me parece que o japonês o seja mas, se a sua veia goleadora for a da pré-época, isso seria muito bom para nós. Para já foi importante na vitória com o Arouca. 

Slimani ter ficado é apontado como um grande reforço. Não escondo que preferia uma outra solução. Talvez seja mesmo o melhor para continuar a jogar como temos feito.

72 comentários:

  1. "Defesa: muitas entradas - Sarr, Rábia, Geraldes, Paulo Oliveira, Jonathan Silva - para poucas saídas - Dier, Rojo, Piris (Welder não pode contar, Piris) - onde apenas um era titular. Nenhum dos jogadores entrados se aproxima do valor de Dier e Rojo, muitas dúvidas sobre os restantes."

    O Sarr tem deixado boas indicações... a continuar assim pode ser uma agradável surpresa.

    SL

    ResponderEliminar
  2. Acrescentava apenas um ponto: actualmente o Sporting conta com 29 jogadores no seu plantel principal (serão 28 se o Esgaio for novamente colocado na Equipa B e/ou 27 se o Shikabala for cedido, conforme tem sido noticiado e conto apenas 2 guarda-redes).

    Para "complementar" este lote de jogadores, o Sporting tem actualmente 28 jogadores na sua Equipa B.

    ResponderEliminar
  3. Começa logo pelo título: "quase 18". Umas linhas abaixo afinal informa-nos que será entre 14 e 17 mas "ainda não sabe".

    Na defesa fala de todos mesmo do único de quem interessava falar, o Naby Sarr, que pegou de pedra e cal apesar da sua juventude. Tobias seguramente terá a sua chance, como sempre tiveram os alunos da Academia que a merecem.

    No meio campo diz que o nivelamento por cima "é ligeiro", não se referindo ao pequeno pormenor de nos termos visto livres sem gastar um tostão dos quase trintões Gérson Magrão e Vítor e de em troca termos 3 jovens promissores.

    No ataque diz que precisamos de um fora de série, sim porque uma mistura de Montero e Slimani só poderia ser um craque, e claro que esses devem ser baratos porque o que se gastou "já foi muito".

    Nem uma palavra sobre o facto de que de passámos de um plantel manifestamente curto como era o da época passada, mas que de certa forma se justificava dada a ausência de jogos europeus, para um leque de opções muito mais próximo do exigido de uma equipa que quer ganhar títulos.

    Enfim, o costume, Um texto sem fundamento, sem conteúdo, no fundo, e como sempre, sem Norte.

    ResponderEliminar
  4. Este defeso fica marcado mais pelas aquisições/rumores que não foram conseguidas do que pelas que vieram, Sami, Evandro, Derley, Rafael Martins, Aboubakar eram alvos certeiros que pelas mais diversas razões abortaram e que dariam outro "peso" ao plantel.

    Na posição que o Sporting está a assumir no futebol este será um dos preços a pagar e o caminho que temos de percorrer será ainda longo cheio de atalhos, pedras e ciladas. Será importante não perder o rumo.

    A primeira evidência que tiro do grupo final que foi construído é, o lucro (qualitativo e quantitativo) continua na nossa Academia, Nani incluído.

    A segunda, como diz o António Benedito, há gente a mais, talvez mais um preço a pagar da nossa guerrilha (leia-se, dificuldade em colocar jogadores emprestados).

    A terceira, a instabilidade interna que marcou o fim da pré-época e o inicio da época. Estou certo que as últimas semanas foram muito difíceis para Marco Silva trabalhar em qualidade e a ser forçado a integrar à pressão uma série de jogadores fundamentais para o bom desempenho da equipa.

    Parece-me que esta paragem competitiva vem no momento certo, ainda podem sair alguns excedentários para outras paragens, o foco da atenção dos media passa para o Paulo Bento e Setembro é um mês cheio de desafios importantes onde é obrigatório o grupo estar focado no seu desempenho.

    Por tudo isto tenho dificuldade em responder à tua pergunta, estamos mais fortes? Sinceramente não sei. Claramente estamos mais fortes com Nani e assegurando a manutenção de William e Slimani, mas com tanta instabilidade e conflito laboral até para os mais traquejados é difícil manter a cabeça concentrada, quanto mais para japoneses, vimaranenses e outros putos nacionais ou estrangeiros.

    ResponderEliminar
  5. Chirola,

    O que tu queres sei eu mas ficas sem resposta.

    ResponderEliminar
  6. A defesa de facto carece de qualidade para o que o Ms quereria como modelo de jogo. Vejo qualidades no Sarr menos no passe o que limita muito o jogo. Meio campo subiu bastante a qualidade com JMario e Rossel (+ Mane que pode jogar como 10). Subiu imenso pq antes nao tinhamos nada e agora temos opções. Nani muda o que o ano passado foi penoso...a falta de criatividade, vai dar-nos pontos sozinho. Slimani e montero garantem tudo o que o scp precisa para o campeonato portugues...gostaria de os ver a jogar juntos.

    SL

    ResponderEliminar
  7. Uma nota: o que não falta para aí são blogues de Brunnetes a saltar. Se acham que este blogue é anti o que quer que seja etc poupem os outros leitores de comentários patéticos ou façam como eu faço com blogues que acham que há deuses que nos lideram. Votei nesta direcção com todo o orgulho e aprecio o trabalho que esta a ser feito. Mal de mim se isto me tirasse os neurónios...

    ResponderEliminar
  8. LDA

    Também não percebo as diferenças entre o titulo do post (quase 18M) e a explicação . entre 14M e 17M, mas passemos à frente

    Relativamente à defesa, para já ficamos a perder, porque Rojo era sem duvida o melhor central, e ainda não apareceu nenhum reforço a provar que vale mais, mas temos uma epoca inteira para que Sarr, Paulo Oliveira e Rabia mostrem o que valem

    Não creio que haja uma diferença tao significativa entre Dier e os centrais que contratamos, estamos a falar de centrais titulares de sub-21 (França e Portugal) e outro que apesar da realidade ser diferente é já titular da selecção principal do seu pais

    São todos jovens - todos cometem erros (como Dier este fim de semana), mas devemos ser pacientes e não criticar já a sua qualidade

    Já criticar a sua compra é diferente - podiamos perfeitamente termos comprado só 2 (um mais experiente para entrar já e outro mais jovem)

    No meio-campo e na frente concordo - estamos ligeiramente mais fortes, porque temos mais um titular indiscutivel e e mais opções de banco que no ano passado

    Em suma - creio que estamos para já ligeiramente melhor, mas com potencial para fazer ainda mais

    ResponderEliminar
  9. Eu concordo com as opções tomadas ao nivel de aquisições, á excepção do lateral direio Geraldes.

    Primeiro vamos a factos o Sporting não poderia encarar a época deste ano com um plantel de 18 jogadores como o ano passado. Segundo na nossa equipa B e nos emprestados não existiam jogadores com a qualidade dos contratados, e terceiro o Sporting só poderia contratar jogadores ditos titulares se algum dos habituais elementos do onze saisse por uma soma consideravel.

    Posto isto e não sejamos hipocritas o Sporting precisava de, um lateral direito, um lateral esquerdo, um central, um médio defensivo, um médio de transição um médio ofensivo, um ponta de lança e pelo menos um extremo que fizesse a diferença.

    Calculo que ninguem no seu perfeito juizo acreditaria que por menos de 5M€ por jogador em média se contrataria jogadores que fossem titulares de caras no nosso onze.

    Vejamos de todos estes parece-me que a unica solução que poderia surgir a nivel interno seria Esgaio como alternativa á direita. De resto só nos resta uma solução contratar jovens jogadores promissores e que por esse motivo ainda não valem muitos milhões e ainda não auferem ordenados muito avultados.

    Para central chegaram Rabia, Sarr e Paulo Oliveira, qualquer deles num patamar de potencial bem agradavel e que dada a relação de custo/qualidade. Só chegaram 3 porque as saidas de Dier e Rojo assim o obrigaram, e acredito que se as exibições de Sarr não fossem tão promissoras teriamos regressado ao mercado. Da nossa formação temos ainda Tobias, no patamar a seguir mas apenas jogou na 2ªB espanhola e por muito poucos jogos que Sarr tenha feito na 1ª Liga Francesa está ja num patamar mais evoluido assim como P Oliveira titular indiscutivel do Guimarães e da selecção sub 21, (um nivel acima de Tobias)

    Para o lado esquerdo era ainda mais gritante não existia ninguém do nivel de Jonathan Silva, parece-me obvio que Jefferson tem alternativa á altura.

    Para médio mais recuado não tinhamos alternativa agora temos Rossel, não do mesmo nivel de William? Claro que não, do nivel de william ha meia duzia de trincos no mundo e custam dezenas de milhões de euros

    ResponderEliminar


  10. Ao nivel de numero 8, Slavchev outra contratação que era obrigatoria para alternativa ao lugar de Adrien, Wallyson? é bom sim senhor mas esta num patamar abaixo, alias notou-se no jogo pela B ante o Santa Clara a qualidade do médio bulgaro, que jogando no mesmo patamar de wallyson está muitos patamares acima.

    Para médio ofensivo foram contratados Gauld, e regressou J Mário. Duas boas alternativas uma da casa, que merece juntamente com Esgaio a subida de patamar, quanto a Gauld, uma aposta num jogador com 18 anos a precisar de evoluir, creio que com 20 anos Gauld já valerá 4 ou 5 x mais e já não lhe poderemos chegar.

    Finalmente Extremos e Avançados, como ng saiu queria-se alternativas e a magia de obter uma mais valia para as alas, conseguiu-se com um golpe de génio o regresso de Nani, e mais opções para a frente de ataque, Tanaka é um jogador desconhecido mas de um futebol bastante interessante e pouco explorado, e parece ser uma alternativa válida. Quanto ao titular a 9 dos sub 20 franceses, bom a ver vamos, mas lá esta é uma aposta de risco, a que podemos fazer.

    Resumindo o Sporting neste momento num plantel de 29 jogadores tem 19!!! habitualmente convocados para as suas selecções em diversos escalões. Margem de progressão enorme, muito mais alternativas.

    É extenso demais julgo que sim,mas também acredito que passará a 27/26 pois Heldon parece-me que irá para a Turquia, Shikaballa para o Egipto e outros jogadores rodaram pela B.

    O Sporting tem um plantel muito mais equilibrado com muitas mais opções para o banco, inclusivamente não são só Sportinguistas como analistas e mesmo adeptos de outros clubes que observam isso.

    Quanto aos valores gastos repito não precisavamos só de um ou dois jogadores precisavamos quase para todas as posições excepto a de guarda redes e de lateral direito.
    e não sejamos naifs jogadores para entrar de caras custam largos milhões e ganham acima dos nossos limites.

    SL
    Sporting Sempre

    ResponderEliminar
  11. Eu continuo a dizer que para mim o SCP jogaria com 2 avançados contra os pequenos: Montero e Tanaka.

    ResponderEliminar
  12. Para mim, antes de mais, o mais bonito foi não termos contratado terças partes da perna esquerda de jogador nenhum, nem "pago" não sei quanto milhões por alguém de que ninguém nunca ouviu falar. Na defesa perdemos Rojo, mas, não só era inevitável, face ao Mundial que ele fez, como foi o preço para ganhar Nani, que é um "top player". Dier é muito melhor que Naby Sarr, Paulo Oliveira ou Rabia? Porquê? Porque é louro? No campo não mostrou isso. Pode ser que o venha a fazer, claro! Mas também pode ser que o Sarr (por exemplo) o faça. Factualmente, saiu um internacional sub-21 Inglês e entrou um internacional sub-21 Francês. As alternativas para as laterais estão claramente melhores (de tal modo que está difícil encaixar Miguel Lopes). Temos um argentino motivado onde tínhamos um paraguaio contrariado. Com Esgaio continua a desejável transição de jogadores da B para a A. No meio-campo e alas as alternativas aos titulares explodiram. Passámos do Vítor e do Magrão, para o Rosell e o João Mário (e um Mané mais maduro). No ataque, temos Tanaka (e Sakho?) onde não tínhamos... ninguém. Mais importante: não ficámos com um buraco colossal no lugar onde está o Sr. William Carvalho, coisa que me parecia francamente impossível (e mesmo as permanências de Patrício e Slimani eram tudo menos dados adquiridos). É evidente que a equipa está mais densa e que passámos a ter banco (e Nani). O próprio facto de ficarmos com os mesmos activos, mais experientes, já é um acréscimo ao valor do plantel. Mais do isto, com as limitações financeiras conhecidas, só por magia, ou, claro, continuando as "parcerias estratégicas" com que outros vão fugindo para diante e de que, pelos vistos, há Sportinguistas que têm saudades. SL! JPT

    ResponderEliminar
  13. P.S- já agora a insuspeita agencia lusa diz hoje que foram gastos 12M€. Mas também 18M, 14M ou 12M quem é que vai ligar à diferença? Escolheu os 18M e lá saberá porque o fez.

    SL

    ResponderEliminar
  14. Caro Leão de Alvalade o problema do seu texto é que é tendencioso e só vê um lado da moeda. Só crítica pela negativa e apenas elogia onde seria impossível não o fazer. Gostava muito que respondesse ao chirola mas também percebo porque não o faz, porque simplesmente não tem argumentos que justifiquem a conclusão do seu texto. Atenção que concordo com alguns pontos do texto, o problema é a selecção do seu conteúdo que tem o objectivo de passar uma certa mensagem.

    Acho engraçado que falem dos acólitos, que nãõ se pode criticar BdC, etc e etc e depois se comece um texto assim:

    ""quase 18". Umas linhas abaixo afinal informa-nos que será entre 14 e 17 mas "ainda não sabe".

    Demonstrativo.

    SL

    ResponderEliminar
  15. Caro Leão de Alvalade o problema do seu texto é que é tendencioso e só vê um lado da moeda. Só crítica pela negativa e apenas elogia onde seria impossível não o fazer. Gostava muito que respondesse ao chirola mas também percebo porque não o faz, porque simplesmente não tem argumentos que justifiquem a conclusão do seu texto. Atenção que concordo com alguns pontos do texto, o problema é a selecção do seu conteúdo que tem o objectivo de passar uma certa mensagem.

    Acho engraçado que falem dos acólitos, que nãõ se pode criticar BdC, etc e etc e depois se comece um texto assim:

    ""quase 18". Umas linhas abaixo afinal informa-nos que será entre 14 e 17 mas "ainda não sabe".

    Demonstrativo.

    SL

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  17. O Varandas não pode ser adjunto do Bruno e andar a perder tempo a olhar para os testes médicos.

    ResponderEliminar
  18. Sérgio, vamos lá ver, pode ser que me tenha enganado!

    1. Rui Patrício
    2. Marcelo Boeck
    3. Ramy Rabia
    4. Maurício
    5. Jefferson
    6. Miguel Lopes
    7. Paulo Oliveira
    8. Naby Sarr
    9. Jonathan Silva
    10. Cédric Soares
    11. André Geraldes
    12. André Martins
    13. William Carvalho
    14. João Mário
    15. Adrien Silva
    16. Oriol Rosell
    17. Ryan Gauld
    18. Simeon Slavchev
    19. Hadi Sacko
    20. Islam Slimani
    21. Freddy Montero
    22. Diego Capel
    23. André Carrillo
    24. Junya Tanaka
    25. Héldon
    26. Carlos Mané
    27. Nani

    Ora bem, se acrescentarmos o Esgaio e o Shikabala, parece-me que a soma totaliza 29. Refiro também o Miguel Lopes porque de há algumas semanas para cá o que tem sido noticiado é que trabalha integrado. Mas se calhar a culpa é do revisor (ortográfico?).

    MFM, fui verificar se o Slavchev tinha "reforçado" a equipa B no jogo com o Santa Clara. As fontes disponíveis pelo menos indicam que não, que o jogador em causa só demonstrou a sua "qualidade" de muitos patamares acima nos 65 minutos que realizou frente ao Aves. Pergunto-lhe sinceramente se não estará a confundir o jogador em questão com qualquer outro que tenha jogado contra o Santa Clara. Porque contra o Aves a sua prestação foi confrangedora...

    Noto o seu optimismo relativamente ao valor dos recém-contratados e esperemos que o seu valor o justifique. Porque seria um pecado gastar tempo e recursos com jogadores, impedindo objectivamente outros de maior valor de evoluir.

    ResponderEliminar
  19. Infelizmente a rapaziada caudilhista do grande lider, ou é cega ou não quer mesmo ver!
    Ele ia apostar na Academia mais uma ou outra contratação cirurgica e conter custos.
    Quase 30 TRINTA jogadores depois com pérolas cirurgicas como Magrão, Pizzi ,Vitor,Sissé,Shikabala(desaparecido em combate) Geraldo,Paulo Oliveira etc 30 milhoes gastos, aumento de salario de Slimani para 700000€ e inéditos 5000000€ pelo emprestimo de um jogador, correndo o risco de pagar 75% deste valor ao fundo caso este vença a litigancia
    com a SAD , é obra.Vende os jogadores de qualidade que já eram do Sporting e de um forma geral compra fraco, muito fraco.

    ResponderEliminar
  20. Analisando por grupos
    Gr (=) – mantiveram o titular da nossa selecção e o Boeck

    Defesa (-) saida do Dier quando estava a ser aposta para assumir a titularidade, Sarr tem se mostrado num bom nível para alguém tão jovem, já Maurício tem desiludido, objectivamente com a saída do Dier e do Rojo neste momento estamos mais fracos, Rabia ainda a pouco chegou e Paulo Oliveira ainda não se adaptou a uma nova realidade competitiva.

    Meio campo (++) Mais soluções de qualidade, João Mário, Rosell e Slavchev (Gauld talvez mais para a frente) são um grande upgrade face a Vitor e Magrão!

    Ataque (+) Tanaka mostrou ser um jogador inteligente com faro de golo e claro está Nani eleva o nosso futebol para outros níveis (talvez ainda saiam Shikabala e Heldon).

    Conclusão estão mais fortes com mais soluções!

    P.S: Gostaria de perceber como o António chegou aos 29 ... deve andar a ler o Revisor certamente para contar com Gauld com Rabia com Sacko e com 4 LD (Cedric, Esgaio, Geraldes e ML) só assim é que se consegue chegar aos 29!

    ResponderEliminar
  21. Anónimo das 18:26. concordo e subscrevo.
    Das contratações, só não contrataria o geraldes e o gould, não pela qualidade mas pelas alternativas, e venderia o capel, pelo custo beneficio.

    ResponderEliminar
  22. É um pouco estranho que jogadores que pouco ou nada jogaram -- Rabia, Slavchev, por exemplo -- já tenham o rótulo de flops.

    ResponderEliminar
  23. "Aposta na formação e contratações cirúrgicas" era o lema da estratégia de contratação anunciada pela SAD aos sete ventos. A questão que se coloca é? Cumpriu-se? A resposta é óbvia....

    Facto: mts milhões gastos em promessas que poderão (ou não) resultar a médio ou mesmo a longo prazo. No imediato é claro que a equipa não contratou um único titular que supere o substituto anterior, com a excepção que confirma a regra que dá pelo nome de Nani (que constitui, note-se um empréstimo do MU)... Para mim, e para a ambição propalada de principal candidato ao titulo (Inácio dixit), a qualidade com que partimos esta corrida é escassa.

    Com isto não quero dizer que o SCP não possa fazer uma época positiva, que supere mesmo a anterior. Aliás, no que concerne à conquista de títulos nem será assim tão complicado: basta alcançar um... Já o principal objectivo anunciado da conquista da liga, somos claramente o menos favorito dos 3 grandes. Corremos mais uma vez por fora, mas acredito no valor de MS e na vontade, união e espírito vencedor dos jogadores que constituem o plantel leonino. Com o forte apoio dos sportinguistas a vitória é possível, apesar do trabalho aquém do necessário no reforço do plantel. Como diz CR7 no futebol td é possível e já vimos acontecer mts surpresas.

    Força SCP!

    ResponderEliminar
  24. Em mais de 100 anos de história, o Sporting contratou dois jogadores acima de 6 milhões: Elias e Pongolle, com os resultados que se conhecem.

    O que é que se pede a esta direcção exactamente?
    Que faça o que nunca foi feito? Ou que faça o que já foi feito, mas desta vez com sucesso desportivo?

    ResponderEliminar
  25. 1 nota para todos os que se referiram ao titulo do post e a menção aos 18 milhões. Só por muita má vontade ou por falta de leitura atenta é que podem ficar a marrar aí.

    O titulo tem um asterisco que remete para uma nota onde menciona explicitamente que são números divulgados hoje na comunicação social que por isso são os que chegam à generalidade das pessoas. Na mesma nota é expressa a dúvida na veracidade dos números, que me parecem andar pelo valor mencionado e que se aguarda pela confirmação oficial.

    Não estamos a falar de diferenças significativas. Mas algumas reacções são bem exemplificativas do condicionamento psicológico de alguns comentadores.


    ResponderEliminar
  26. A explicação sobre o sucedido com o Rabia: (no jogo)

    "O internacional egípcio lesionou-se no duelo particular da sua seleção com o Quénia no sábado Rami Rabia foi, esta terça-feira, submetido a uma intervenção cirúrgica para debelar uma lesão sofrida nos músculos abdominais, tendo um tempo de paragem previsto de quatro semanas. A operação decorreu sem qualquer imprevisto. O internacional egípcio lesionou-se no duelo particular da sua seleção com o Quénia no passado sábado e regressou de imediato a Portugal para ser acompanhado pelo departamento médico dos leões"

    ResponderEliminar
  27. Só gostaria de recapitular certos pontos.

    1) não sairam dois centrais, sairam 3. Era mais ou menos sabido que Ruben Semedo era o quarto central desta equipa.
    2) Dier, Rabia e Sarr era todos jogadores sub-20 no ano passado no Mundial da categoria.
    A Inglaterra ficou em ultimo do grupo, o Egipto em terceiro (ganhou apenas á Inglaterra). Tendo Sarr sido campeão do mundo, sendo titular ao lado de um senhor que se chama Zouma e que foi contratado pelo Chelsea.
    3)Dier está de momento a jogar a defesa direito no Tottenham.
    4) Pelo menos desde há muito tempo para cá, o Sporting passa a ter 100% do passe ou perto disso. Para bem ou para o mal, o Sporting assume as suas contratações como sendo algo seu, evitando situações dúbias que nos deram de facto alguns problemas.
    5) Já mencionei aqui. De momento o Sporting tem 6 titulares da formação, com mais 3 á espreita (Mane, Esgaio e J.Mane), tendo lucrado mais de 20 milhões de euros com a venda de 3 promessas. Podemos não ser ainda um Barcelona, mas acho que á nossa escala, temos tido um aproveitamento bastante aceitavel do que sai da Academia.
    6) O Ajax por exemplo, comecou ja ha algum tempo a contratar extrangeiros com potencial, tentar potenciar-los com a tal "mais valia" da sua Academia e depois ir tentando sacar rendimento disso. Talvez no Sporting se tenha pensado em algo assim.
    7) Em vez de ir buscar 11 jogadores por 18 milhoes, o que eu acho que se discute era termos ido buscar 3 jogadores por exemplo por 6 milhoes e assegurar que seriam mesmo uma mais valia (o que nem sempre acontece vide Pongolle e Elias por exemplo) . Calculo que seria um Central, um numero 10 e um extremo. Com os respectivos salarios correspondentes. Teria-se assim promovido por exemplo: Esgaio, Tobias, Nuno Reis, Micas, Fokobo, Wallyson, Chaby e Iuri que dariam os tais 11 onze jogadores que se foram buscar. 3 reforcos mais 8 promocoes. Nao sei mas talvez teria sido demasiado...
    8) Por fim, nao sera um pouco cedo para fazer avaliacoes deste genero? O que fizeram no Porto Adrian, Evandro, Marcano, Angel por exemplo ou Derley, César, Benito, Pizzi no Benfica?

    ResponderEliminar
  28. Eu tenho esperança que a maioria dos adeptos do Sporting são como o JVB ou o Jorge Alemão e outros. São capazes de concordar e discordar, respeitando o pensamento dos outros. Este artigo nada tem de extraordinário no que a acusações à direcção diz respeito, limita-se a dizer mais ou menos o óbvio e que até é consensual: mais ou menos milhão contrataram-se demasiados jogadores de valor duvidoso, atendendo ao que tínhamos nos disponivel nos nossos quadros. Além do Nani e do Rosell junto-lhe o Tanaka que, não sendo propriamente grande jogador, não tinhamos nos nossos quadros.

    Depois temos os jihadistas do Bruno, como o esse Chirola e o EB, incapazes de reconhecer o direito à opinião, eles que têm opinião sobre tudo e todos estendendo-se até ao direito de achar quem é que pode ser ou não ser sportinguista muitas vezes. Infelizmente grande parte dos seus comentários revelam pessoas desequilibradas e curtas de inteligência.

    ResponderEliminar
  29. É a realidade que temos com o dinheiro que temos. Vocês queriam ganhar já a champions. Eu também. Uma chatice... não vamos conseguir. NÃO HÁ DINHEIRO!!!!! Só podemos comprar jogadores de 1 2 milhões. É normal que alguns tiros no escuro não dêem certo.

    ResponderEliminar
  30. "Se não há dinheiro, expliquem lá comesse faz." ou "NÃO HÁ DINHEIRO!!!!! Só podemos comprar jogadores de 1 2 milhões. É normal que alguns tiros no escuro não dêem certo".

    E que tal cumprir a promessa eleitoral dos 20 jogadores na equipa principal?

    E, em vez de ter 28 jogadores na equipa principal + 28 na equipa B e 29 nos juniores, que tal ter 20 jogadores na equipa principal, 20 jogadores na equipa B e 30 nos juniores? É que poupar-se-iam 18 salários de jogadores profissionais, praticamente 1 plantel.

    É que o Bruma, o Dier, o Tobias, o Podence, o Ricardo Tavares, o Matheus Pereira, o Francisco Geraldes, o Cristian Ponde, etc., jogaram pela Equipa B (e alguns pela Equipa A) enquanto eram juniores, por que não poderiam os actuais juniores servir de reserva para a Equipa B?

    A ideia não era "apostar na formação" e racionalizar custos? É que se não há dinheiro, parece-me francamente uma solução pelo menos a considerar, ou não?

    É que se contarmos 10.000 brutos de salário médio para os 18 jogadores (e sendo que 8/9 desses jogadores são da Equipa A, é improvável que este valor não seja atingido), o custo de 18 jogadores num ano é de 2,5 milhões de euros, 10% do orçamento do Sporting.

    Fora o que se pouparia em contratações de jogadores que ainda estão por provar terem mais potencial do que os jogadores entretanto preteridos.

    Talvez o mais adequado seja ver qual o tipo de reacções de alguns comentadores assíduos às contratações do Shikabala e do Héldon em Janeiro passado...

    ResponderEliminar
  31. Bom bom era ter contratado 16 ou 14 jogadores e gasto + de 30 milhões! Somos ricos, tão ricos como os maiores da Europa! Afinal temos acumulado lucros sucessivamente, e só nos últimos anos foram + de 90 Milhões! Porque não os aplicamos em reforços a sério ??

    http://goalpoint.pt/blog/httpgoalpoint-pt/mercado-1415-grandes-contratam-32-estrangeiros_10665

    ResponderEliminar
  32. Gosto particularmente do apelo (do Bruno) ao "respeito pelo pensamento dos outros". Principalmente, porque nele se conclui que quem pensa de modo diferente é jihadista, desequilibrado e curto de inteligência.
    É possível ser-se mais incendiário que isto??

    Quanto ao post, não me venham com histórias. O texto é todo ele uma crítica velada à actuação do Sporting neste mercado, empolando o que de menos bem correu e omitindo o inequívoco upgrade de qualidade e de aposta na formação que dele decorreu.

    O título é, também ele, enganador, pois €18M é um investimento bem pequeno para uma equipa da dimensão do Sporting e representa menos de metade dos investimentos dos nosso rivais.

    Não quero com isto dizer que estou de acordo com tudo o que foi feito. Bem pelo contrário, acho que teria sido preferível contratar 5/6 jogadores, num misto de "aposta de futuro" e de "jogadores consagrados", embora isso envolvesse um esforço financeiro acrescido ao nível de salários que não sei se estaríamos em condições de suportar (pois não há jogador consagrado que aceite receber abaixo do atual teto salarial).

    Não me sinto ainda em condições de fazer uma análise à real mais-valia dos jogadores contratados, mas acho que há um aspecto que deve ser enaltecido: pode-se não concordar com os resultados, mas tem que se reconhecer que, por trás da política de contratações, esteve um gigantesco trabalho de casa que envolveu a prospecção de jogadores a jogar no Japão, na Bulgária, no Egipto ou nos Estados Unidos.

    Se esse trabalho produziu ou não resultados é algo que ainda está por demonstrar. Daí que me parecça que este post (à 3ª jornada) é, no mínimo, precipitado.

    Para já, o que se pode dizer é que houve muito trabalho envolvido.

    ResponderEliminar
  33. Comentários com insultos entre comentadores não serão tolerados

    (...) Depois temos os jihadistas do Bruno, como o esse Chirola e o EB, incapazes de reconhecer o direito à opinião, eles que têm opinião sobre tudo e todos estendendo-se até ao direito de achar quem é que pode ser ou não ser sportinguista muitas vezes. Infelizmente grande parte dos seus comentários revelam pessoas desequilibradas e curtas de inteligência.(...)

    Coerência acima de tudo.

    ResponderEliminar
  34. Jô,
    não há qualquer critica velada no meu post. Quando digo que

    "pouca felicidade e acerto nas aquisições

    Não pode deixar de se assinalar o pelo menos até agora aparente desvio da ideia defendida por BdC: a aposta em jogadores nacionais, de preferência da casa, e opção por jogadores estrangeiros que constituíssem uma mais-valia clara.

    a procura feita com base na quantidade que me parece não ter justificação plausível quando a qualidade é que "faz a diferença".

    estou a assumir a critica com frontalidade. A apreciação de "empolando" e "omitindo" não faz qualquer sentido. Se o fizesse o texto seria bem diferente.

    O argumento da escassez de recursos (dinheiro) colide com o número elevado de jogadores sob contrato, e aquisição de jogadores para posições para os quais o clube tinha soluções.

    ResponderEliminar
  35. Um exemplo concreto:

    A aquisição de Geraldes (1M) e de Jonatham (2,9M) não foi mais dispendiosa do que pagar ao Miguel Lopes?

    Acontece que gastamos mal o dinheiro no 1º, não sabemos o valor do 2º e, para já pagamos ao 3º, que até é internacional português.

    A questão dos fundos e partilha de passes foi aqui também aflorada. Convém lembrar que 20% do Rábia não são nossos como creio que 30% do Slimani. Não vejo nenhum problema nisso. Quem vê é que devia explicar porque entende que isso é um problema.

    ResponderEliminar
  36. Talvez falte um central de referência (que Dier não mostrou ser no ano passado, tanto na equipa A como na equipa B, em que jogou várias vezes ao lado de Ruben Semedo). Sarr dá boas indicações mas é inexperiente e talvez precise de um companheiro com outro nível (apesar de Maurício ser minimamente competente).
    O LMGM diz que Evandro, Sami, Derley e Rafael Martins davam outro peso ao plantel? Li bem? Nenhum deles é jogador para mais do que Estoril, Marítimo ou Setúbal. Nenhum deles sequer faria melhor que o Heldon...

    ResponderEliminar
  37. Acho que nunca se deveria ter assumido candidatura ao título e depois apresentar como centrais do plantel o Maurício, um francês de 20 anos, o Paulo Oliveira e um egípcio.

    Posto isto, estou desiludido com a direcção. Espero enganar-me mas não vejo o Sporting com qualquer hipótese de lutar pelo título.

    Não vejo também como poderá correr bem a experiência na Champions, mesmo com o grupo acessível que nos calhou. Mais uma vez, espero estar enganado.

    Lutaremos pelo segundo lugar e por chegar o mais longe possível nas outras competições. Estes deviam ter sido os objectivos definidos. E as contratações deveriam ter ficado reduzidas ao regresso de João Mário, Rossel, Jonathan Silva, Gauld e Paulo Oliveira. Além disto a contratação mais importante deveria ter sido feita e não foi: um central de inegável qualidade, para ser titular e uma verdadeira mais valia.
    Capel e Heldon deveriam ter feito as malas.

    ResponderEliminar
  38. Nem uma única palavra sobre o balanço final entre compras e vendas: 16M (e não 18) em compras com 23M em vendas. Basta ler os jornais de hoje para o confrmar.
    Ou seja: lucro aproximado de 7M, segundo ano consecutivo em que as vendas superam as compras, um plantel que não perdeu nenhum jogador influente (excepto Rojo) mas reforçado no 11 inicial, por enquanto, com Nani e Sarr (que para já em nada fica atrás do argentino) e com muito mais soluções no banco do que tinha na época passada.
    Há quem goste de, propositadamente, ocultar aquilo que qualquer cego vê.
    Estarão desnorteados? lá agora... é só uma agenda frustrada nos seus propósitos, mas que me dá imenso gozo ler, para me rir dos "ressabiados" e vê-los agarrados ao mastro de um barquinho à vela, afundado em Março de 2013 pelo ódio de estimação (BdC) deste pobre coitado, o chamado "desnorteado de Alvalade" :)
    continue a fazer rir, porque nisso, pelo menos, leva jeito.
    e muito gelo, claro.

    ResponderEliminar
  39. Peyroteo, leste muito bem! E a direcção da Sporting SAD parece ter pensado como eu, apenas por as contratações destes jogadores terem falhado (as razões foram diversas) avançamos para outros jogadores, por exemplo, Slachev, Tanaka, Sacko ou Gould.

    Há aqui uma diferença obvia, os primeiros já os conhecemos o que permite que tu e eu mandemos os nossos bitaites sobre a sua eventual mais valia para o Sporting, os que o Sporting se viu obrigado a comprar são desconhecidos, com necessidade de se adaptarem ao país, ao clube, ao nosso futebol etc.. Tudo isso são opções que levam a questões, porque falharam as nossas primeiras opções? Houve trabalho de prospeção ou apenas trocamos de interlocutores em termos de agenciamento? O excesso de jogadores sem colocação é casual ou uma resposta do "mercado" ao nosso ataque? Na perda de jogadores chave, como eram Dier ou Rojo, a sua substituição deve ser feita por "jovens lobos" (de fora ou da academia) ou por jogadores mais experientes?

    Suponho que cada um de nós terá a sua resposta para estas perguntas, a acção é da responsabilidade da Direcção do clube e o seu julgamento será feito pelos resultados alcançados, se forem bons ninguém se lembra dos flops, se forem maus é tudo flops, até os bons.

    Estou a gostar principalmente da desvalorização do Dier desde que saiu, realmente era um jogador perfeitamente desconhecido para nós... tão desconhecido que até se preparava par ater um papel fundamental na equipa nesta época (facto reconhecido por treinador e Presidente). É uma perda de vulto na preparação da época e foi rapidamente corrigida com um jogador de características diferentes mas currículo similar, o problema do Sarr é não ser criado na Academia Sporting desde os 12 anos, não foi capitão das equipas de formação do Sporting nos diversos escalões, é tudo novidade, e talvez como estamos a falar da melhor Academia mundial isso tenha algum peso.

    ResponderEliminar
  40. Deixo para reflexão a questão da aposta ou não na formação (os "extremistas falam mesmo em destruição da formação):

    Quem substitui o Cédric!? Esgaio e tinhamos nós o Geraldes e o Miguel Lopes! Fosse verdade o que alguns sustentam e a opção não poderia ser a que foi.

    No entanto é verdade que o SCP ao comprar jogadores jovens internacionais pelos seus paises, muitas vezes ainda sem experiencia de 1ª Liga, assombra os jogadores mais novos que se encontram na equipa B.
    O equilibrio é muito ténue e será ainda mais dificil de manter. Este será/é o grande desafio já hoje!

    Quanto aos jogadores que sairam da equipa B alguns a titulo definitivo outros por empréstimo, acho normalissimo que aconteça, veja-se a idade deles vs a evolução que teriam numa 2ª liga, ou mesmo o seu valor atual, a ressalva aqui será o Matheus, mas ai as pretensões do jogador (tem todo direito de as ter) esbarram no plano defiinido para as equipas de futebol profissional já aqui muito debatido.

    SL,

    ResponderEliminar
  41. Coitadinho do Chirola... Cada comentário que faz é um ataque pessoal... Qd vê o retorno na mesma moeda, olha, faz queixinhas... Mas que grande lata!

    É favor do menino escrever 100 vezes no quadro, para castigo:

    "Não fazer aos outros aquilo que não gosto que me façam a mim"

    Trata-te ou desopila o ambiente, puto.

    ResponderEliminar
  42. O desnorte que aqui se vive é muito e para textos fundamentalistas e ridículos como este apenas basta uma palavra: garotices.

    Jorge Lopes

    ResponderEliminar
  43. Anonimo das 11:50

    Não sou eu que ando desnorteado nem a precisar de por gêlo. Acho até curiosas as expressões usadas, muito semelhantes entre vários comentadores. Provavelmente a escola é a mesma.

    O post é essencialmente uma apreciação ao valor dos jogadores, o balanço contabilístico far-se-á, a seu tempo e se o tiver, quando haja números oficiais, outra coisa não fazia sentido. Mas o engraçado é que o meu caro queria que eu fizesse referência aos números que vêm hoje nos jornais, quando o post foi escrito ontem!!!

    Isto está em linha com as criticas do chirola - tadito, ficou triste com o insulto "jihadista" quando os seus comentários são particularmente ofensivos e insultuosos - e EB e outros.

    O que discordam na minha opinião é "é tendencioso e só vê um lado da moeda" uma agenda contra a direcção etc, etc. O que concordam não tinha outro remédio senão fazê-lo.

    Para quê perder tempo com este nível zero?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não quer perder tempo, feche o blog! Você que vem de uma linhagem bem clara e que parecem beber todos da mesma cartilha pode escrever as tolices que quer e quando lhe respondem à letra (já que sempre que alguém vos contraria não recebe resposta, apenas insultos), faz-se de coitadinho... O tempo da linhagem já acabou, a monarquia também!!! Se não gosta do Sporting sem comissões e comissionistas, tem bom remédio mude de cor!
      Quando queremos ser respeitados temos de nos dar ao respeito!! Ou então somos garotos como você se torna quando se arma em ofendida.

      Jorge Lopes

      Eliminar
  44. LMGM, até posso concordar que esses jogadores não precisariam de adaptação (ainda que jogar no Sporting não seja o mesmo que jogar no Estoril ou no Marítimo, também aí requer alguma adaptação). Eu também preferia jogadores consagrados, para entrar de caras na equipa mas com os salários que o Sporting pratica actualmente, isso parece-me muito complicado.
    Mas ainda assim prefiro estes novos jogadores a Evandros e Samis, uma vez que desses tenho a certeza que não acrescentariam nada. Dos novos ainda não sei. Pior não ficamos

    Quanto ao Dier, pelo menos da minha parte, não se trata de desvalorizar. É apenas a minha avaliação do que ele produziu em época e meia de equipa principal. Parecia melhor no início desta época. Espero que consiga mostrar em Inglaterra o potencial que lhe reconhecem.

    ResponderEliminar
  45. Realmente...gabo-lhe a paciência e a dedicação.

    Isto de pensar pela nossa cabeça incomoda muita gente.

    Parabens pelo blog e pela lucidez dos textos.

    ResponderEliminar
  46. Alerta! A UEFA está minada de "jihadistas do Bruno" e " pessoas desequilibradas e curtas de inteligência"!

    http://www.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2141144.html#rejuvenated+sporting+look+future

    Não sei o que será mais engraçado, se os 18M€ atirados à parede a ver se colam, se sentenciar os reforços como de qualidade insuficiente no início de Setembro e com 3 partidas oficiais jogadas.

    Só queria que os gestores de topo que não concordam com esta "política de contratações" indicassem os tais 3 ou 4 reforços indiscutíveis e para entrar de caras na equipa (para sentar o André Martins, o Adrien, o Cédric ou o Carrillo...) gastando uma dúzia de milhões de €uros e não fazendo explodir a massa salarial?

    Lembro só que um Kostic, em que estivemos interessados, acabou por sair por 8M€. E pelo que vi na pré-eliminatória da liga europa pela sua ex-equipa (exibição fraquíssima...) não tirava o lugar ao Heldon. Ou um Talisca que custou 4M€, um César que veio da 2ª por 3M€....

    Em relação à % de passes de jogadores, creio que ainda não comprámos nenhum em que tivéssemos menos de 80% do passe. De muitos temos mesmo os 100%. Do Jefferson ao princípio tínhamos 60% entretanto adquirimos mais 20%...

    Isto não é uma questão menor! É tomar as rédeas do nosso futuro.

    Graças a Deus já lá vai o tempo em que se empenhava nunca menos de 50% dos passes dos jovens da academia a eito e por ninharias para pagar (as contratações a "custo zero" + comissões + prémios + ordenados + rescisões...) de titulares de caras e tipos de qualidade inquestionável como o Jeffren, Schaars, Elias, Labyad, Boularhouz, etc e tal.

    SL

    ResponderEliminar
  47. Ainda hoje li a entrevista do Gauld e dá para perceber que acredita mais em Alcochete que a direcção. Só a maior contratação para a B de sempre, portanto mais uma grande aposta na formação! O Sacko também é só o penúltimo Henry francês. O 1º foi um nome ainda hoje muito repetido na blogosfera leonina, Pongolle! Vá-se lá saber porquê depois da saída do Shikabala. Não há só muitos Mini-Mesis mas já começam a ser muitos flops para um clube sem dinheiro.

    ResponderEliminar
  48. A minha opinião situa-se no meio de muitas das opiniões extremadas que vou lendo (no meio é que está a virtude!).

    Concordo com algumas contratações feitas por esta direção, não posso obviamente concordar com o número das mesmas. Acho fundamental continuar se a gastar muito menos do que os nossos rivais (compras de 16M, segundo o Record).

    Gostei da vinda de Rosell, Gauld, Tanaka, Paulo Oliveira, Jonathan e Rabia mas não posso concordar com Geraldes, Slachev, Heldon ou Shikabala. Reforços para a B só se vierem acrescentar algo que a nossa formação não tenha, o que Sambinhas e Enoh ou Hugo Sousa manifestamente não fazem.

    Isto resulta em planteis muitos extensos na A e na B. E no menor número de oportunidades para os miúdos da formação (o Sporting é o ÚNICO grande que aposta verdadeiramente na formação, isso não está em causa).

    2 exemplos: Esgaio (jogador que gosto bastante!) não foi apresentado este ano na A...e só foi aposta porque Geraldes não justificou a aposta, caso contrário não estava na A. Iuri podia ter as oportunidades que Heldon e Capel vão tendo...e já todos percebemos que os 2 não vão crescer mais do que o temos visto.

    ResponderEliminar
  49. Boa tarde,

    Em relação ao conteúdo do post, gostaria de fazer a minha análise aos reforços que chegaram, embora ache que à 3ª jornada ainda é um pouco prematuro fazer uma análise correta ao desempenho dos jogadores, até porque a maioria deles praticamente ainda nem jogou.

    Geraldes – Um erro de casting, pelo que vi na pré época não tem capacidade para jogar no Sporting, gastar um milhão de euros neste jogador, quando havia Miguel Lopes e Esgaio, foi um péssimo negócio.

    Rabia – Vi-o jogar no jogo com o Aves (que acompanhei na Sporting TV), teve um erro grave no lance que originou o penalty, de resto fez uma exibição tranquila e sem grandes falhas. Mas 1 jogo é pouco para poder fazer uma apreciação correta.

    Paulo Oliveira – Fez uma excelente época 2013/14 no Guimarães, é titular da seleção sub21, um jogador com valor, que poderá estar a ter alguns problemas de adaptação. Nos jogos de pré época mostrou-se algo nervoso, mas acredito que no futuro pode vir a ser um excelente defesa central.

    Sarr – Chegou e devido às saídas de Rojo e Dier, pegou de estaca no onze. É jovem, mas tem potencial. Sinceramente tenho gostado de o ver jogar e não concordei com a opinião do LdA, como comentei no post anterior. Penso que foi uma excelente aquisição. A ver vamos se o futuro me vai dar razão.

    Jonathan Silva – O que disse de Rabia aplica-se a Jonathan (apenas o vi jogar uma vez). Marcou um grande golo, mas de resto não se destacou por aí além.

    Rossel – Um bom reforço, temos aquilo que não tínhamos na época passada: uma alternativa a William. Jogador com escola, com qualidade, apesar de não equilibrar a equipa tão bem como faz William.

    Slavchev – Vinha rotulado como um médio com excelente visão de jogo e goleador. Confesso que tinha esperanças nele, mas até agora nada mostrou. A sua exibição contra o Aves foi deprimente.

    Gauld – Continuo a dizer o que sempre disse: deposito grandes esperanças neste miúdo, mas penso que o Sporting não está a fazer a melhor gestão do processo de adaptação do jogador. Gauld é um 10 puro, com muita técnica e um belíssimo pé esquerdo, só que jogar na II liga, onde o futebol é mais físico e menos técnico (falo, porque acompanho alguns jogos da II liga, devido ao Sp. da Covilhã), não contribui, na minha opinião, para a evolução de Gauld. Aliás, ele pouco se tem destacado na equipa B.

    Nani – Nada a dizer. A melhor aquisição do Sporting.

    Tanaka – Jogador interessante. Fez golos na pré época, foi determinante no lance do golo ao Arouca e é uma alternativa válida a Montero e Slimani.

    Sacko – Ainda não o vi jogar, logo não posso fazer comentários.

    Em relação ao investimento feito, sejam 14,15, 17 ou 18 milhões, foi sempre um investimento muito inferior ao que foi feito pelos rivais. O Sporting não tem capacidade financeira para contratar jogadores por 10 ou 12 milhões, que entrem de caras no onze, logo tem de fazer prospeção em mercados mais acessíveis financeiramente.
    Mas no geral, penso que estamos mais fortes do que na época passada, porque temos alternativas válidas aos habituais titulares.
    No entanto concordo inteiramente com o Virgílio, quando diz que na luta pelo título vamos correr por fora. Claro que com o investimento, o orçamento e as individualidades que benfica e porto têm, eles são os grandes candidatos.

    Em relação à aposta na formação, penso não existirem dúvidas que, em Portugal, o Sporting é o clube que mais aposta na formação. Vejamos, no último jogo jogaram de início 6 jogadores oriundos da formação (Patrício, Esgaio, William, Adrien, A. Marins e Nani). Mané entrou na 2ª parte.
    Mas apostar na formação não invalida que se faça prospeção de jovens talentos noutros mercados, para depois serem trabalhados e evoluírem no Sporting.
    Vejam o caso do Ajax, o clube que talvez mais aposte na formação no futebol europeu. Apesar da aposta forte que faz na formação, faz prospeção e descobre jovens talentos estrangeiros noutros mercados para depois os potenciar (Ibrahimovic ou Litmanen, por exemplo).

    SL
    Emanuel Silveira

    ResponderEliminar

  50. Na 2ª época do mandato e depois de cerca de 30 contratações quantas é que afinal já valeram mesmo a pena? Valia a pena ter contratado menos ou vale a pena continuar a contratar ao mesmo ritmo?

    ResponderEliminar
  51. Acho lamentavel continuar a haver trocas de insultos entre Sportinguistas

    È perfeitamente legitimo questionar a direcção sobre a politica de contratações - o que se está a fazer não é o prometido, mas também acho natural poder haver alguns desvios de rota

    No fim o que importa mesmo são os resultados (desportivos e financeiros) seja a politica esta ou outra qualquer

    Gastaram-se cerca de 16M (vá) e comprou-se 10 ou 11 jogadores

    Se a estrategia fosse comprar poucos mas bons, quantos se contratavam com esse valor ? nunca mais que 2 ou 3 e tinhamos necessidade para mais, porque dificilmente iriamos à B buscar 2 DC, 1 DE, 1 Mdef, 1 M. Ofen. 1 Ext. e 1 Avan.

    Já as posições de DD (Geraldes) ou MC (Slavchev) me parecem agora desnecessarias de ver reforçadas

    Em suma eu acho que precisavamos de quantidade - precisavamos de 7 ou 8 jogadores e quanto a mim seria expectavel que desses jogadores, 3 ou 4 fossem titulares e neste momento são 2 - o que ficou a faltar na minha opinião foi um DC com mas experiencia e alguem para tirar A Martins do "11", embora tenha confiança que a medio prazo, jogadores como Rabia, Paulo Oliveira, Mané ou Guald, se possam impor com regularidade no "11"

    ResponderEliminar
  52. Se ainda só conseguiram meter 5 ou 6 na equipa principal e até já há quem comece a duvidar das qualidades do Xerife - ainda acaba como o Deus Rinaudo - deviam no mínimo manter o ritmo para ver se fazem uma equipa antes do fim do mandato.

    ResponderEliminar
  53. Jorge Alemão:

    Inteiramente de acordo consigo. Podemos concordar ou discordar uns dos outros, mas temos todos uma coisa em comum: O Sportinguismo!
    Os insultos entre sportinguistas são dispensáveis.
    Em relação ao plantel, tb acho que falta um defesa central de maior qualidade.
    Em relação ao André Martins, considero-o um jogador aguerrido, pressionante, lutador, intenso, mas na posição que ocupa teria de ter um maior poder de decisão, maior capacidade de drible e de remate. Talvez Carlos Mané, João Mário ou até mesmo Montero possam vir a fazer essa posição.
    Ryan Gauld (hoje deu uma excelente entrevista na Escócia, em que abordou diversos assuntos referentes à sua adaptação a Portugal e ao futebol português), que é um 10 puro continua a amadurecer na equipa B.

    SL
    Emanuel Silveira

    ResponderEliminar
  54. Peyroteo, a questão é exatamente, dados os poucos recursos que temos o porquê de fazer um numero alto de contratações, algumas para posições onde temos alternativas equiparáveis na Academia. E isto tem sido um facto comum a diversas direções.

    Sarr não é um problema, nem adquirir o central titular da selecção de sub-21 francesa é um problema. O problema é o Tobias Figueiredo, central da casa, com sinais muito positivos no Sporting e nas selecções, que vê entrarem 3 novos jogadores para a sua posição com currículo similar ao dele.

    O mesmo se aplica a Esgaio, Chaby, Iuri, que sentem perder o seu espaço em favor de reforços... desconhecidos.

    Pior, no final, quando a coisa aperta, é a esses jovens que recorremos, ou seja, a sua oportunidade só surge realmente quando tudo corre mal ou os adquiridos se lesionam.

    E não estou a pensar que o Sporting deixou de apostar nos novos talentos, ninguém aposta mais do que nós, apenas em gestão de recursos financeiros.

    Há algo que Helton, Sami ou Sacko, façam que Wilson Eduardo, Iuri, Gelson ou Mané não façam igual ou melhor?

    Há algo que Sarr, Rabia ou Paulo Oliveira, façam que Tobias ou Dier não façam igual ou melhor?

    No final, justifica-se em termos de melhorias da qualidade do plantel o numero de atletas contratados e a verba despendida?

    Este ano temos mais jogos e ainda a CAN pelo meio que vai roubar mais uma série de jogadores (Slimani, Helton, Rabia...), é essa a justificação?

    Estamos a fazer uma limpeza de atletas jovens que estavam empenhados a fundos "esquisitos", é essa a justificação?

    É que não tem lógica nenhuma (técnica) as contratações, quer em qualidade, quer em quantidade, para algumas das posições, apenas podem ter justificações financeiras, oportunidade de negócio e investimento, ou politicas, dar ou não dar preferência a um ou uns grupo de agentes/mercados.

    ResponderEliminar
  55. LMGM,

    Permita-me que o corrija.
    Não é Helton é Heldon.
    Sami? Sami foi contratado pelo porto e emprestado ao braga.

    SL
    Emanuel Silveira

    ResponderEliminar
  56. Independentemente da aposta na formação para inglês ver e da autêntica tragédia de mais de 80% das contratações o golpe de asa tinha que vir sempre do treinador. Com uma estrutura destas mais preocupada com a comunicação do que com outra coisa qualquer ainda mais e quanto mais depressa meter o Nani como interior direito a fazer o que o Ronaldo fazia nos primeiros tempos em Manchester melhor.

    ResponderEliminar
  57. Emanuel, pode corrigir sempre, isto de escrever comentários no meio do trabalho por vezes dá longas horas entre o início e o fim do comentário sem tempo para rever.

    ResponderEliminar
  58. O Sami está como exemplo do tipo de jogador em que a SAD esteve interessada. Admito eu que não comprem jogadores por atacado mas segundo um perfil definido e nesse sentido qual a diferença entre esse outros que se compraram e os putos da academia?

    ResponderEliminar
  59. LMGM:

    Eu concordo que o Sporting deve apostar na formação, e não tenho dúvidas que, em Portugal é o clube que mais aposta na formação. Como já referi num comentário anterior, o Sporting na última jornada jogou de ínicio com 6 jogadores oriundos da formação, e mais 1 entrou no decorrer do jogo. Se isto não é apostar na formação, o que será?
    Em relação aos jogadores contratados, tb já fiz a minha apreciação neste espaço, embora considere prematuro estarmos já a avaliar o desempenho dos jogadores apenas com 3 jornadas decorridas.
    Em relação aos miúdos da academia, eu tenho acompanhado, graças à Sporting TV, os jogos da equipa B, e sinceramente neste momento não considero que nenhum jogador possa ser a curto prazo uma mais valia para a equipa principal (excetuando Tobias Figueiredo, que de longe tem sido o melhor elemento da equipa B e merecia uma oportunidade na equipa principal).
    Iuri, de quem eu esperava muito, tem dececionado, aliás nem na equipa B é titular. Se ele não mudar a sua mentalidade, corre o risco de passar ao lado de uma grande carreira, como já aconteceu com outros miúdos, assim de repente lembro-me de Paím.
    Chaby, outra grande promessa, tb não é titular. Wallysson e Podence têm estado regulares. Quanto aos outros (Riquicho, Mica, Fokobo, Dramé e Enoh) ainda têm de evoluir muito.
    Gelson tem jogado a espaços, mas vê-se que está ali um talento que deve ser aproveitado.
    Quanto ao Heldon concordo que o Mané é muito melhor. Em relação a Sami não sei se o interesse do Sporting foi real, ou se não passou de mais um nome, entre tantos outros, que foi ventilado pela imprensa.
    Em relação a Wilson, considero tratar-se de um jogador voluntarioso mas fraco no 1x1 e com pouca técnica, não era jogador para o Sporting.
    Dos reforços tenho gostado muito de Sarr, tenho um feeling que temos ali um grande central, espero que o futuro me dê razão.
    Paulo Oliveira fez uma grande época no Guimarães, é titular da seleção sub21 e tem tudo para vir a ser um bom central. Se é melhor ou pior que Tobias, o futuro o dirá.
    Em relação a Rabia, Jonathan e Sacko, praticamente ainda não os vi jogar, por isso não vou fazer apreciações. Fico a aguardar pelas suas exibições para depois poder fazer uma análise de uma forma mais sustentada.
    Por fim gostaria de falar de Esgaio. Fez uma boa exibição na luz e provou que há muito deveria ter tido oportuniddades na equipa principal. Espero que possa vir a ser uma aposta mais regular.

    SL
    Emanuel Silveira


    ResponderEliminar
  60. Nem vale a pena comparar as nossas compras com as dos nossos adversarios ou muito menos com o que se fez no passado recente

    Para mim o que é necessario é contratar quando não se tem (para já pelo menos) soluções capazes na academia

    Assim

    Geraldes e Slavshev quanto a mim não acrescentam nada a Esgaio e Wallyson e são até ver contratações falhadas

    Já:

    - Rabia, Sarr e Paulo Oliveira estão todos um patamar acima de Semedo ou tobias
    - Jonathan é superior a Mica
    - Rossel é superior a Fokobo
    - Guald tem mais potencial que Chaby, embora seja sem duvida uma contratação de risco
    - Tanaka é mais decisivo que Betinho
    - Nani é superior a Ponde, Dramé ou Iuri

    Sobre Sakho não sei que nunca vi jogar

    ResponderEliminar
  61. Jorge Alemão

    Bom comentário. Mais uma vez totalmente de acordo consigo.
    SL
    Emanuel Silveira

    ResponderEliminar
  62. Eu percebo o que o Jorge Lopes quer. Calar as vozes discordantes ao trabalho do presidente sem medo

    ResponderEliminar
  63. E que tal o Jorge Lopes deixar de se incomodar com leituras que não aprecia?

    Se calhar era mais inteligente e não ficada dependente que terceiros lhes resolvesse os seus problemas. Isso sim! Era de homem! E não a garotice de entrar na "casa" dos outros a queixar-se das conversas que estes têm, ou deixam de ter, dentro da sua própria casa.

    Os tempos qde hoje, não sei se têm ou não "linhagem", mas de certeza não têm agentes pidescos a controlar as conversas alheias.

    ResponderEliminar
  64. Estou em pulgas para o próximo "post" sobre o Shikabala!
    BdC assim está a dar abébias a este blog...
    Abram alas...vai ser cáustico.

    Noddy

    ResponderEliminar
  65. Bem, a questão dos 18M€ vai ser esclarecida quando, talvez na próxima edição do jornal Sporting, o Sporting apresentar, tal como apresentou no ano passado de forma INÉDITA, os custos e proveitos do mercado de Verão. Veremos...

    11 jogadores e 18 (?) M€ depois este é o nosso plantel:

    Patrício/Boeck
    Cédric/Esgaio;
    Maurício/Rabia;
    Sarr/Paulo Oliveira
    Jefferson/Jonathan
    William/Rosell
    Adrien/André Martins
    Carlos Mané/Montero
    Carrillo/Héldon
    Nani/Capel
    Slimani/Tanaka

    Aposto num 4231

    Patrício
    Cédric; Maurício; Sarr; Jefferson
    William; Adrien
    Carrillo; Carlos Mané; Nani
    Slimani

    22 + Slavchev; João Mário; Gauld; Iuri; Geraldes; Wallyson; Rabia; Sacko e Tobias como opções. Posso acreditar que destes 9 e da restante malta da B surja um Slimani ou um Carlos Mané como no ano passado? Ou à terceira jornada vai tudo corrido a barrete?

    Patrício
    Cédric; Maurício; Sarr; Jefferson
    William; Adrien
    Carrillo; Carlos Mané; Nani
    Slimani

    Desafio os que legitimamente não concordam com esta política de contratações a arranjarem 3 contratações por 18(?)M€ que entrassem de caras e sentassem 3 jogadores deste onze.

    Pode ser assim, neste mercado o jogador X foi transferido para o Clube Y por Z e no Sporting entrava de caras e sentava o titular M.

    ResponderEliminar
  66. O reforço da equipa principal (partindo do princípio que 'deixam' que os jogadores formados no Sporting sejam do Sporting e não da escumalha ex-BES). Aqui fica o 11 base do Sporting:

    Patrício
    Cedric (titular desde a última época
    Mauricio (contratado na última época)
    Sarr (esta época)
    Jefferson (última época)
    Carvalho (titular última época)
    Adrien e Martins (titulares indiscutíveis última época)
    Carrilho
    Nani (esta época)
    Slimani (última época)

    Se juntarmos a isto o facto de a diferença dos valores relativos ao mercado de transferências estarem por dois anos no verde e ao facto de na época passada termos feito o melhor campeonato em quase 10 anos, além de neste termos esperanças de pelo menos repetimos resultados idênticos. Acho que se pode dizer, sem grande 'desnorte' que o Sporting e a sua equipa de futebol está mais forte e reforçada, o resto são palavras que como outras há cerca de um ano foram engolidas e esquecidas... Ou não se recordam do 'desnorte' que se anunciava para o nosso clube nos mesmos lugares de sempre ainda há um ano?

    Jorge Lopes

    ResponderEliminar
  67. Este Sar é um jovem de palavra.

    http://anortedealvalade.blogspot.de/2014/07/a-gala-honoris-sporting-transmissao-e.html

    Eric Dier, Tiago Ilori, Tobias Figueiredo, Nuno Reis, Ruben Semedo e Domingos Duarte são melhores do que os trauliteiros que o Sporting tem no centro da defesa. E nem era preciso gastar os 18 milhões...

    Como não era preciso gastar outros milhões em Slavchevs, Gaulds, Tanakas, Rosells, Rabias, Oliveiras, Sackos, Geraldes e afins, quando havia o Iuri Medeiros, o Filipe Chaby, o Podence, o Cristian Ponde, o Palhinha, o Esgaio, o Riquicho, o João Mário, o Betinho, etc.

    Não sei se vos dizem isso no call center, mas se é para gastar para comprar pior do que já havia é melhor entregar directamente ao Banco. Ou então pôr de lado, não vá a factura da diatribe com a Doyen chegar mais cedo do que o previsto...

    ResponderEliminar
  68. Leão de Alvalade,

    Porque é que sempre que tento responder às insinuações baixas, aos insultos e às difamações do "geometria variável" a publicação dos comentários leva horas, senão dias?

    ResponderEliminar
  69. Sar,

    não há qualquer insulto, insinuação ou difamação a registar no que foi dito pelo Geometria variável.

    ResponderEliminar
  70. Portanto, acusar-me sem qualquer prova (não é a primeira vez) de trabalhar num call center (com óbvia conotação negativa) não é uma insinuação nem difamação?

    A sério Leão de Alvalade? É isso que lhe dizem no call center da Cunha&Vaz? (perdão pela insinuação(?) mas é apenas para provar um ponto...).

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (103) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (5) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (4) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)