quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Sporting, um clube em permanente reconstrução

Nota prévia: um adepto decide fazer desaguar na blogosfera um artigo cujo conteúdo é validado por grande parte dos comentadores, sem qualquer contraditório. A indignação é grande, a lógica é profundamente maniqueísta (os insultos e as agressão são bons ou maus consoante quem é o agressor e o agredido) ao ponto de se prometer deixar de pagar quotas, rasgar cartões e ameaças piores. No entanto o único facto irrefutável estava no final: o autor acusa os leões de Lisboa de serem cornudos (seja lá o que isso significa), o que não mereceu qualquer reparo ou indignação. Isto diz muito da qualidade das discussões actuais na blogosfera. Qualquer argumento serve desde que sirva os objectivos pretendidos. Adiante.

Mudar, mudar, sempre mudar
Se há alguma coisa em que o Sporting se especializou ao longo dos últimos anos foi em mudar. Desde a saída de João Rocha, em 1986, o Sporting já vai no nono presidente. Isto dá uma média inferior em 3 anos por presidente, e quando estamos a falar de presidentes temos que considerar a generalidade dos corpos sociais.

Mudar de treinador
Acontece que no futebol se tem mudado até muito mais que na gestão do clube: 31 treinadores em 30 anos, descontando os que ocuparam interinamente a posição. Não há Sportinguista que não sinta com dor a ausência de triunfos mas, olhando para estes números, parece-me que seria difícil fazer muito melhor. 

A escolha do treinador é o momento mais importante no sucesso desportivo de um clube e, mesmo as que parecem ser as melhores escolhas, não são qualquer garantia de sucesso, tantos são os imponderáveis associados. Podemos fazer boas escolhas e ainda assim não obter bons resultados. Pior, podemos escolher bem, ser bons e haver quem seja melhor e, no futebol português, ser melhor não é garantia de nada.

Domingos não foi uma má escolha. Era o melhor treinador português disponível, com resultados que superaram os objectivos em todos os clubes onde passou. Falhou rotundamente, perdeu o pé (como ficou evidente em algumas conferências de imprensa) e a confiança do balneário.

Sá Pinto foi bom quando entrou, falhou quando teve tempo para fazer a diferença mas, ao contrário do seu antecessor, não perdeu o balneário. Não fiquei convencido da inevitabilidade do seu abandono, caso tivesse sido mais respaldado. Cedo na época se percebeu que algo estava a correr mal, disse-o aqui, mas teria mesmo que ter acabado assim?

Atendendo ao desnorte comum a ambos nos piores momentos, é importante perceber se a estrutura que os devia suportar não falhou também. É fácil de perceber que muito era esperado deles, atendendo a que ambos foram a cara da campanha anual de gameboxes. O que aconteceu depois foi apenas da responsabilidade dos treinadores?

Mudar a direcção
A conversa das eleições é recorrente sempre que os resultados não aparecem. Neste mandato em particular, pelas razões que sabemos. Como sócio sujeito-me à vontade da maioria, mesmo quando as decisões são contrárias ao meu sentido de voto, como tem acontecido muitas vezes nos últimos anos. Por isso talvez esta conversa seja prematura, pelo  menos até haver convocatória para o efeito. Mas não sou dos que veêm aí uma solução porque:

- Falta saber se a actual direcção cairia. A avaliar pelo sentido de voto das AG´s parece-me dificil. E, se tal acontecesse e fosse reeleita, tudo não passaria de uma enorme perda de tempo e sobretudo de energia.

- No que tem sido pior na actual gestão, a falta de resultados desportivos, não há ninguém que possa garantir melhores resultados, embora também seja verdade que é difícil obter pior. Nesta altura é também bom lembrar quais eram os candidatos a treinadores apontados pelas outras listas (Van Basten, Zico, Rijkaard), e o qual tem sido o seu percurso.

- Mas há um motivo essencial: evitar os alibis. Se esta direcção cair antes do final do seu mandato, além de se interromperem alguns projectos  importantes em curso - financiamento da SAD, Sporting TV, p.ex.- cuja conclusão se espera para breve, abre-se o caminho para a instalação da maior instituição lusitana: a desculpa. Quem sai sentir-se-à desresponsabilizado porque não acabou o que se propôs e quem entra poderá sempre alegar a herança que encontrou. 

- Acrescentaria apenas que, não fazendo o meu balanço definitivo, e exceptuando o que disse sobre os resultados desportivos, uma má gestão da comunicação, sobretudo interna, dou nota positiva a esta direcção. Isto atendendo ao que foi o ponto de partida, o ambiente muito particular em que foi eleita e ao que eu esperava que poderia vir a fazer.

Mas as direcções dependem de 2 factores muito importantes: os resultados desportivos, que não controla. Mas sobretudo da sua própria acção, a qual depende de si, no essencial. É a conjugação dos dois que ditará a apreciação dos Sportinguistas e a longevidade dos actuais corpos sociais.

39 comentários:

  1. o que depreendo é que na vida não temos a certeza de nada portanto o melhor é nada fazermos ou seja nada garante que quem venha faça melhor, ok mas isso não me impede de tentar. Eu tambem desejo estabilidade mas não com estes, os que não estabilizam a equipa ou não foi esta direcção e os iluminados do Duque e Freitas que já despediram Domingo (bandeira eleitoral) e Sá Pinto sem que caiessem também. Para acabar, eu tambem aceito a decisão da maioria mas a maioria no sporting foi derrotada, nunca se esqueçam disso quem ganhou foram idosos com montanhas de votos. Saudações Leoninas e acho preponderante essa capacidade de analise tranquila e lucida mas às vezes um pouco de sangue na gelra não faz mal nenhum.

    ResponderEliminar
  2. A propósito: O benfas em 10 anos teve 12 treinadores ?!?!?! e o burro sou eu ?!?!?!
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_treinadores_do_Sport_Lisboa_e_Benfica

    ResponderEliminar
  3. pois é meu caro, há uma coisa que muitos adeptos(finalmente) descobriram hoje, o teu querido e de muitos saloios, sa pintas é tão sporinguista como eu do carcalheira, afinal o menino recusa um emprego no clube "do seu coração" e o que faz? recusa, e dá cá mas é o carcanhol, que eu comprei um ferrari à pala dos burros que me idolatram! puta que pariu essa pessoazinha baixa, com outra direcção de verdadeiros sportinguistas nunca mais ele põe os pés em alvalade ou no sporting, já não falta assim tanto! ele que faça bom proveito do dinheiro (espero que se espete com o ferrari) e bata com a mão no peito, como tanto gosta o hipocrita.
    Saudações Leoninas
    Liedshow

    ResponderEliminar
  4. ó blogger, já agora, e falando muito sinceramente, acho que devias tirar aquela fotografia ridicula deste blog que ridiculamente diz "sá pinto o novo Guardiola do Sporting

    ResponderEliminar
  5. Que é que a foto tem a ver com o assunto do post ???
    Haja paciência!!!
    SL

    ResponderEliminar
  6. Nos ultimos tempos só se houvem falácias, mentiras bem grandes ditas por sportinguistas e por não sportinguistas.

    Não votei em Godinho Lopes nem sou adepto do Bruno de Carvalho. Sou do Sporting.

    Por isso quando vejo a questão "O Sporting não tem um projeto?" ficou abismado.

    Para o futebol, esta direcção não planeou um projeto a 3 anos, sendo que apenas no ultimo se assume verdadeiramente como candidata ao titulo.

    Não está em andamento o pavilhão, que tanta gente queria e só agora nos parece uma realidade.

    Não vem aí a Sporting TV?

    Não temos uma sala de sócios finalmente com diginidade?

    etc....

    Então não temos um projeto? Ele poderá falhar, podemos não ganhar no futebol - como todos desejamos ardentemente - mas daí até afirmar A falta dum projeto, vai muito.

    Quando acabar este mandato cá estaremos parfa o julgar. Eu mt provavelmente continuarei a não os apoiar. Mas até lá está em primeiro lugar o Sporting. O meu sporting. O nosso SPORTING.

    O problema é que nos falta discernimento, paciência e sobretudo protegermos o nosso clube.

    É PRECISO DESDE JÁ PROTEGERMOS O NOSSO CLUBE.

    Ed

    ResponderEliminar
  7. Concordo com o post,aliás acho as análises do LdA muito racionais,rigorosas e serenas.
    Nos clubes que não ganham,há sempre muito ruído de fundo.Nos grandes é pior.Assim o que nasceu primeiro,a galinha ou o ovo.Somos um clube geneticamente assim ou é fruto do insucesso?
    Nem vou tentar dar a resposta,deixo isso para outros.Agora é óbvio que a instabilidade permanente ,diretiva e/ou desportiva conduz sempre à derrota.
    Também acho que o clube tem de vir acima de tudo,direções,treinadores,etc.
    Todos passam mas o clube fica.
    Gostava que os" projectos importantes em curso - financiamento da SAD..." fosse verdade.A situação financeira é que pode conduzir ao fim do Sporting como o conhecemos.

    MF

    ResponderEliminar
  8. LdA,
    antes de mais, o cumprimento pelo excelente post.
    Mas também a crítica à permissividade como estes arruaceiros entram dentro da tua casa e dizem os maiores disparates que a ignorância lhes permite sem serem censurados.
    Acho que nesta casa lhes devia ser mostrado que isto não é a casa da sogra.
    Liedshow, uma casa que não é a tua, é para ser tratada com respeito. Uma casa onde o civismo, cordialidade, mesmo em desacordo, e tratamento entre iguais como esta, não tem de aturar a verborreia com que entras por aqui a dentro, como se estivesses entre o teu grupo de amigos.
    Mas acabo por compreender. Tu afinal vens a um site que, afinal, não é o do teu clube.
    Eu gostava muito de ter alguma informação sobre o carcalheira para trocar umas ideias contigo, mas, infelizmente, não tenho.
    O Sá Pinto faz parte da história do Sporting. Espero que consigas o mesmo com o teu carcalheira.
    Com esta, ou com qualquer outra direcção, mesmo que venha de lá um gajo maluco do carcalheira e concorra, o Sá Pinto continuará a ser um dos meus. E um dos meus significa que defenderei o Sporting até à morte.
    Se no carcalheira se cospe na sopa, não sei, mas este clube trata com dignidade quem o representa e representou. Se isso te é um conceito estranho, estás no site errado, à hora errada, na realidade errada. Desviaste-te no Matrix e tivemos azar de te ler.
    Seja como for, respeitando a de quem andas a mando, e salvaguardando as devidas distâncias, bardamerda!

    ResponderEliminar
  9. Quanto ao post...
    LdA, o Sá foi uma fuga, assim como agora vemos o 5 de Outubro ser celebrado à porta fechada.
    Começa a ser recorrente esta figura do treinador que tem de dar a cara por tudo o que se passa no, ou contra o clube.
    Esta direcção tem olhado mais para si própria do que para o clube. Com o fracasso do seu treinador, amenizou as hostes ao nos apresentar Sá Pinto como treinador da equipa principal. Sá Pinto. Um treinador que estava nos júniores, sem qualquer saber do lidar com uma equipa que aspira a ser de topo.
    Este foi um erro. Mas um erro que protegia a direcção. Se o entendo pelo escasso tempo que tinham para alavancar o seu projecto, não perceberei agora se me quiserem meter na mesa mais um treinador ao serviço da direcção e não do Sporting.
    Não admitirei de forma nenhuma treinadores como Scolaris, Jesualdos, e etc.
    Talvez pudéssemos ir pelo consenso (não meu de todo na sua plenitude) e ir então para o Valverde, não?

    ResponderEliminar
  10. Fazendo uma análise rápida ao actual momento do Sporting: POSITIVO: vejo que a direcção tem dado condições aos treinadores (jogadores de qualidade); Aproximação aos sportinguistas (núcleos e adeptos); internacionalização da marca Sporting; projecto do novo pavilhão; protocolo com a CMOdivelas e aumento das modalidades (34), Aliás, quem leia o jornal do Clube nota que o Sporting, quase todas as semanas ganha títulos nas modalidades e o Sporting não é só Futebol sénior! NEGATIVO: adeptos (não sei se são sócios) que invectivaram o pres, do Clube no Solar do Norte, por muita razão que pensem ter à que saber receber! Ainda mais incompreensível é sportinguistas a agredir outros sportinguistas! Irmãos contra irmãos, impensável e de ir ás lágrimas!!! Uma posição que não entendo: P.Bento (dado como lampião) defendeu sempre o Sporting, nas C. Imprensa e em todos os lados, diria quase até à morte. Quando saiu do Sporting fez-se pagar só até ao último dia que trabalhou no Sporting. S.Pinto(dado como sportinguista, se bem que muitos lhe apontem muitas costelas portistas, assim como inácio) continua a receber sem trabalhar e pelos vistos sem problemas. Não se percebe.

    P.S.- O Fórum "sportinguista"(não oficial) mais importante da blogosfera, realizou uma sondagem sobre quantos dos seu participantes eram sócios do Sporting. Resultado: 70% NÃO SÃO SÓCIOS. E são os mais exigentes e reivindicativos! Agora ajudar o Clube, pagar quotas, ( o mínimo exigível)está quieto! Uma miséria! S.L.

    ResponderEliminar
  11. Visigordo,

    Obrigado pela defesa aqui do pedaço.

    A caixa de comentários deste espaço também serve como registo para a posteridade. Tenho sempre grande dificuldade em exercer o papel de censor.

    Quanto à análise que fazes no segundo post, não tenho nada a acrescentar, a minha análise é semelhante.

    Obrigado mais 1 vez

    ResponderEliminar
  12. http://www.lusofans.com/portugal/liga-zon-sagres/sporting/o-sporting-esta-de-volta-7295

    ResponderEliminar
  13. LDA

    Eu compreendo que no momento conturbado prefiras não fazer mais ondas do que o mar revolto em que já navega esta direcção. Mas há coisas que não posso concordar. Cingindo-me ao futebol e tendo esta direcção optado pelos do costume para o dirigir é de todo correcto que se peçam explicações e se exiga resultados. Eu já nem vou pelos resultados mas pelo menos trabalho e um futebol condigno. Mas a cada escolha o caminho torna-se ainda mais sinuoso e afasta o clube da recuperação. Uma direcção que tu dizes que apenas prometeu o título no 3 ano despede 2 nem em ano e meio de mandato denota uma falta de rumo por um lado e se cede ao ruído feito pelos adeptos é uma liderança fraca e desgovernada.

    Eu gostava que o Sporting com esta ou outra direcção volta-se a ser forte nos actos e dentro do campo mas ao invés ficamos sempre por muitas palavras mas pouca concretização.....

    SL

    ResponderEliminar
  14. Como diz a minha mãe, "Deviam era comprar um guarda-redes que defenda os remates todos.", acrescento eu e um avançado que não falhe golos.

    Saí de Alvalade no jogo com o Estoril perfeitamente desolado, não apenas pelo resultado mas principalmente pela minha incapacidade de entender ou adivinhar, as causas dos problemas e as suas eventuais soluções.

    Pior fiquei quando antevi a solução normal, muda tudo.

    Neste momento a direcção vai nua e as suas opções na escolha do treinador serão fundamentais para o seu futuro.

    Sá Pinto cai por uma sucessão de resultados negativos, se o resultado da Hungria fosse um caso isolado duvido que a opção fosse a rescisão.

    Neste momento já considerava um resultado positivo o futuro treinador aguentar até ao final da época, mas cada vez mais me parece que a solução é aquela que avançava num post cómico antes da eleição de JEB.

    Contratar 3 treinadores de uma acentada, na tesouraria é isso que vamos ter agora, e irem rodando no comando técnico conforme os resultados.

    ResponderEliminar
  15. LMGM

    Subscrevo e ressalvo que senti a mesma frustração no final desse jogo. E levei o caminho todo para casa a perscrutar na minha cabeça o porquê de tanto fracasso.

    Só no Sporting o culpado é sempre o treinador.....ou é a Logica do futebol?

    SL

    ResponderEliminar
  16. Mudar de direcção? Temos a mesma há 17 anos. Falta de estabilidade não é problema seguramente. Já a incompetência...

    ResponderEliminar
  17. Já está a enjoar esta coisa dos 16 anos.
    Eu compreendo,é a dinastia Roquete mas nós não ganhávamos há muito tempo quando a suposta dinastia começou .
    Pedro Santana Lopes terá sido o 1º em 1995-1996 mas não ganhávamos nada desde 81-82,havia 14 anos,pior que agora,sendo que vencemos, desde 95, 2 campeonatos,4 Taças de Portugal e 5 Supertaças.
    E começámos a ganhar uma Taça de Portugal e uma Supertaça já PSL era presidente(94/95).
    O problema é mais geral,vencemos 3 campeonatos nos últimos 32 anos com esta e outras dinastias.
    Lembram-se de Jorge Gonçalves?

    Os problemas desta dinastia:

    -Aposta totalmente errada no projecto imobiliário com consequente endividamento do clube e posterior má venda do mesmo.

    -Afastamento dos sócios e adeptos,com consequentes aspectos catastróficos no envolvimento destes no clube(meu exemplo:fiz 25 anos de sócio(comecei em pequeno,não sou assim tão velho..) e nem uma cartinha recebi.Até o funcionário da secretaria se espantou).

    Concluindo:uma dinastia de tecnocratas,com um projecto falhado.Mas o nosso problema é mais profundo que a "dinastia".

    MF

    PS: em http://pt.wikipedia.org/wiki/Sporting_Clube_de_Portugal podem encontrar muitos destes dados.

    ResponderEliminar
  18. MF

    Tecnicamente essa primeira taça pertence a Sousa Cintra....

    Quanto ao problema mais profundo. Compara a divida e património antes e depois da dinastia como chamas.

    SL

    ResponderEliminar
  19. LdA,

    Desde João Rocha que os sportinguistas escolhem presidentes que se revelam na sua maioria verdadeiros incompetentes para o lugar a ocupar, normalmente demagogos ou populista, etndo pelo meio pitadas de gente sem ambição...

    Atente-se nessa lista de 9 presidentes e digamos que quase nenhum deixa saudades enquanto gestor do nosso grande clube:

    1986–1988 Amado de Freitas
    1988–1989 Jorge Gonçalves
    1989–1995 Sousa Cintra
    1995–1996 Santana Lopes
    1996–2000 José Roquette
    2000–2005 Dias da Cunha
    2005–2009 Filipe Soares Franco
    2009–2011 José Bettencourt
    2011- Godinho Lopes

    Quantos destes nos deixam saudades?

    Com todos os seus defeitos apenas destacaria Sousa Cintra pela ambição que devolveu ao Sporting e sportinguistas na altura.

    Dos restantes acho que nem vale a pena falar...

    SL
    José

    ResponderEliminar
  20. É verdade que o Sporting tem problemas que começaram muito antes da dinastia Roquette. Basta comparar o número de campeonatos ganhos antes e depois de 1960. E claro que os períodos de hegemonia primeiro do benfica e, mais tarde, do porto vieram agravar esse cenário. A questão não é essa. A questão é a sobrevivência do Sporting enquanto clube candidato ao título e até enquanto clube independente. Isso está-se a perder desde 1995.

    Ganhámos 2 campeonatos que há muito não ganhávamos. Até conseguimos uma dobradinha em 2002. Mas eu pergunto à custa de quê? À custa de um endividamento brutal que não trouxe depois retorno financeiro. As equipas campeãs foram todas desfeitas com prejuízo nas vendas e sem que depois houvesse continuidade no projecto desportivo. Pior, continuámos a gastar muito dinheiro em jogadores duvidosos para depois não ganhar mais nada quer em termos desportivos quer em termos financeiros. Solução foi vender património e depender da academia para constituir a base do plantel e fazer mais-valias. Foi assim até há pouco tempo e com pouco sucesso. Entretanto, o passivo continuou a aumentar e o serviço da dívida continuou a limitar fortemente a capacidade de investimento na equipa de futebol.

    Agora mudamos novamente de estratégia e passamos a contar com fundos para financiar a equipa. Nada contra. Mas quando se faz isto de forma indiscriminada com jogadores de baixo custo ou até jogadores que já faziam parte do plantel ou até jogadores da formação apenas para pagar despesas correntes, eu pergunto estamos no bom caminho para sair disto? Acho que não. Desde que esta direcção entrou, aumentou o passivo em mais 100 milhões, alienou percentagens de quase todos os jogadores e conseguiu despedir 2 treinadores no espaço de pouco mais de um ano ficando em 4º lugar na primeira época, a chamada época 0. No início da segunda época estamos já a 8 pontos do 1º à sexta jornada e sem treinador. Tivemos ainda vários casos de vices e administradores da SAD que ou se demitiram ou estiveram envolvidos em processos judiciais, o que compromete claramente a imagem do clube.

    Perante isto é óbvio que existe um Sporting antes de 1995 e um Sporting bem diferente depois de 1995. Não estou a dizer que o Sporting antes de 1995 era perfeito porque não era. Longe disso. Mas pelo menos tinha identidade, independência e a cada época que se iniciava os adeptos acreditavam no título.

    ResponderEliminar
  21. Caixinha ou Jaime Pacheco.
    Algum destes nomes vos agradaria?

    ResponderEliminar
  22. "va de retro!" ou "tás-te a passar!", alguma destas reacções te agrada? :P

    ResponderEliminar
  23. Parece que o novo treinador só irá entrar depois de se garantir que não tem a chatice de ter que disputar a Taça de Portugal...

    ResponderEliminar
  24. SportingSempre,

    Apenas uma pergunta, caso possas responder, qual a diferença entre João Rocha e os presidentes "que se revelam na sua maioria verdadeiros incompetentes"?

    Deixo apenas 2 considerações:

    1- Não vale referir a forma como conseguiu que o nosso melhor jogador, e da casa, foi parar ao FCP.

    2- Não vale referir o despedimento do treinador campeão.

    SL

    ResponderEliminar
  25. Caro RG,

    1 - O nome Futre explica muita coisa, sempre gostou mais de dinheiro do que do Sporting. Basta o meu caro lembrar-se do seu regresso a Portugal e como nos voltou a trocar, dessa vez pelo Benfica...

    2 - Despedimentos de treinadores campeões é algo que no nosso clube e nos rivais sempre aconteceu. Depois de JR até já conseguimos despedir treinadores que iam em 1º lugar...

    Mas as questões que o meu caro colocou são apenas sobre gestão futebolistica e uma coisa que JR nos deixou foi um clube financeiramente são e com património.
    Aliado a isso recorde-se um dos melhores momentos de sempre em resultados desportivos por todas as modalidades (hóquei, futebol, andebol, basquetebol, atletismo, etc.).

    SL
    José

    ResponderEliminar
  26. anonimo das 09:37, estou de acordo. O Sporting começou por perder a independencia internamente. Interesses pessoais, gestao de facções internas à custa de boas decisoes para o clube e equipa... A subjugação externa é apenas uma consequencia óbvia e inevitável.
    Associo o inicio dessa Era de 95 com a entrada de um presidente que dizia na altura que não é preciso conhecer-se o futebol para gerir uma clube de futebol. A partir daqui só vês o abismo.

    ResponderEliminar
  27. Fizeram a folha ao Sá mas pelo menos agora seguem as recomendações dele. Muita serenidade!

    ResponderEliminar
  28. Caro SportingSempre,

    Antes de falar do Futre, tem de se informar de ambas as situações, porque ditar a verborreia que dita não chega.

    Quanto ao treinador tem razão, mas mostra primeiramente que João Rocha não era assim tão grande entendedor de futebol, que como sabe é o núcleo do Sporting.

    Quanto ao património e as finanças, é outra situação onde tem de se informar e entender melhor o que se passou nessa altura. Uma coisa é deixar um clube com campos de treinos sem qualquer tipo de condições, dormitórios por baixo das bancadas e um estádio que já vinham de anteriores direcções....outra coisa é criar condições para se ter um centro de estágio e um estádio novo capaz de fornecer condições ao contrário de um que já tinha bastantes limitações para a época. Será que dentro de muitos anos quando ao que se pediu aos bancos estiver pago, e entrar um novo presidente também se vai dizer que esse presidente criou e deixou património?
    O que JR fez ao nível de património tem haver cm uma bancada, um pavilhão e uma pista de tartan. Sabe como foram realizados todos estes projectos? Se sabe, então terá perfeita noção de que algo assim é impossível nos dias que correm, e que para se construir ou ter algo palpável hoje em dia, é necessário dinheiro pessoal ou através de empréstimo!
    Quanto à parte da sanidade financeira, acredita mesmo no que diz? Achas que os problemas que forma detectados e aconteceram com Amado de Freitas, Jorge Gonçalves e Sousa Cintra foram apenas única e exclusivamente da responsabilidade destes presidentes? Isso é um pouco como dizer que a culpa da crise em Portugal é exclusiva do governo do Sócrates...é irreal!!

    Ao nível de futebol acho que nem existe grande possibilidade de falar pois não? Em 13 anos de mandato vencer ( segundo a forma técnica de contar aqui do amigo Miguel Damas) venceu 2 campeonatos,2 taças Portugal e 2 supertaças é manifestamente muito pouco.

    De facto onde se deve tirar o chapéu ao presidente João Rocha é na parte destinada aos sócios e nas modalidades. Nos sócios por ter conseguido atingir um numero muito bom, e que devia ser alvo de case study de forma a voltarmos a conseguir, e nas modalidades por serem muitas e vencedoras. No entanto deixo-lhe a pergunta acha que hoje em dia isso seria possível? Acha que hoje em dias os atletas jogam, como na altura, por amor à camisola e puro amadorismo? Ou acha que o Sporting Clube é um clube capaz de profissionalizar todas as secções e pagar salários dignos de jogador de futebol a alguns atletas destas modalidades?Obviamente que não...basta ver como os rivais vão abrindo o buraco financeiro(uns) e terminando com modalidades ( outros). Reparou como estão a ser geridas, e bem, as secções de hóquei e basquetebol? E garanto-lhe e com calma darão frutos e menos despesa ao clube, sendo dentro de uns anos exemplo, até para sim, de como algo foi bem feito.

    Outra questão é falar em que nessa altura venciam....muito.
    Mas está ao corrente que foi com estas direcções ( a que mts gostam de chamar lambuças, corja, etc) que o andebol voltou aos títulos? Sabe que foi com esta direcção que o futsal teve a melhor fase pós profissionalismo? Sabe que foi com estas direcções que o atletismo conseguiu uma serie de 16 anos sempre a vencer? Isto para não falar na natação, ping pong, entre outras centenas de modalidades que continuam vencer e não têm destaque que merecem.

    Uma mentira repetida muitas vezes não pode chegar a ser verdade ;)

    E começa estar na altura de não de algumas pessoas um qualquer tipo de Deus, quando as coisas não foram bem assim.

    SL

    ResponderEliminar
  29. RG,

    Pareces ter alguma dificuldade em dizer o meu nick correctamente, mas aproveito para te dizer que o meu nome é José.

    Se a minha conversa é verborreia como a consideras, escusavas de te dirigir a mim pois é uma perda de tempo para gente com as tua qualidade de discurso...

    Quanto a João Rocha, dizes que após a sua saída nos deixou apenas "campos de treinos sem qualquer tipo de condições, dormitórios por baixo das bancadas e um estádio que já vinham de anteriores direcções....".

    Curioso que tão más condições tenham permitido criar tantos talentos como dois dos melhores jogadores de sempre, só para falar destes.

    Curioso que tão más condições tenham permitido ao clube ganhar sob a presiência de JR (1973-1986) "apenas" estes títulos:
    - Futebol (3 títulos, 3 taças e 1 supertaça);
    - Hóquei (5 campeonatos, 1 Taça dos Campeões Europeus, 2 Taças das Taças e uma Taça CERS);
    - Andebol (6 campeonatos e 3 taças);
    - Basquetebol (4 campeonatos e 4 taças)
    - O atletismo já ganhava antes de JR, continuou a ganhar com JR e depois de JR, mas foi curiosamente com JR que se produziram alguns dos nossos melhores atletas de sempre (Lopes, Mamede, gémeos Castro, etc).

    "Durante os seus mandatos, os leões conquistaram 1.210 Campeonatos Nacionais, 52 Taças de Portugal e 8 Taças Europeias em várias modalidades, que nessa altura eram 22 e que movimentavam 15.000 praticantes."

    Como eu gostava que o actual Sporting pudesse lutar e conquistar títulos como o de JR conquistou...

    Quanto ao património que os seus sucessores se encarregaram de desabaratar não incluia apenas campos de treino mas incluia sobretudo terrenos de valor elevado, um estádio pago e que incluia a bancada nova e a Nave de Alvalade com 4 recintos de jogo, 20 ginásios e 30 balneários.

    O centro de estágio e o estádio novo que também eu gostei que fossem construídos e que são obra de Roquette, infelizmente continuaremos a pagá-lo hoje e com um preço que nos compromete o futuro.

    Talvez te devas informar sobre o peso que têm hoje em dia para o Sporting os empréstimos contraídos para construção de ambos.

    Talvez devas reflectir sobre a forte possibilidade de o Sporting poder vir a não conseguir pagar a dívida contraída para construção dessas infraestruturas, significando isso que o nosso clube se venha a ter de desfazer das últimas partes do seu património.

    Mais uma vez te digo que JR deixou um clube são finaceiramente, com património e com futuro.

    Um legado bem melhor que aquele que se nos apresneta para os próximos anos.

    Quanto às secções de hóquei e basquetebol sei perfeitamente como estão a ser geridas, ou seja, sem apoio do clube e fruto de muita carolice e amor ao clube de meia dúzia de sportinguistas.
    Pelo que leio das suas palavras, está convencido que o clube suporta estas 2 modalidades.
    É melhor informar-se...

    Não sei o que é essa coisa de mentira repetida muitas vezes, apenas sei de factos e os factos revelam um futuro negro e uma actualidade em que deixámos de ser um dos grandes.

    SL
    José

    ResponderEliminar
  30. Não me quero meter nesta discussão acerca do legado de João Rocha,gostaria apenas de,mais uma vez,contestar esta ideia que não somos grandes.Tenho a certeza que JR,se escrevesse aqui,também não concordaria.
    O Sporting é grande devido:

    1.À sua implantação social.
    2.Ao seu nº de sócios.
    3.As assistências no seu estádio.
    4.Ao seu histórico.
    5.E a muitas outra coisas mais.

    Os nossos pares são porto e benfica(somos muito melhores,está claro) e não braga ou guimarães ou ridiculamente,o belenenses.
    JR foi,na minha opinião,,um grande presidente.Em particular tinha a perfeita noção de que geria um clube desportivo.Os sportinguistas tinham orgulho de o ser.
    Falhou num aspecto:considerava que o benfica tinha-nos ultrapassado no futebol e que deveríamos compensar através do nosso ecletismo.
    O porto(e PC) provou-lhe o contrário.Partindo com menos 1 milhão de adeptos que nós(éramos largamente o 2º clube mais popular em Portugal) ultrapassou-nos e ao benfica chegando-se á situação actual.Mas nenhum presidente é perfeito e devemos ter respeito pela nossa história.

    MF

    ResponderEliminar
  31. Alguém me sabe dizer o que faz o Luís Duque no Sporting?

    Obrigado.

    ResponderEliminar
  32. Lá gordinho está ele...

    O Presidente bem ou bem terá sido eleito, o Freitas faz negócios e ganha comissões mas e o Duque? Dá abraços da morte e mais o quê?

    ResponderEliminar
  33. O presidente do Sporting, Godinho Lopes, voltou, este domingo, a falar sobre a atualidade desportiva do clube, num almoço do núcleo leonino de Vendas Novas.

    "É evidente que o treinador é uma pedra importante e toda a gente está ansiosa por saber o seu nome. Mas eu estou mais preocupado com os resultados e em criar condições de sustentabilidade para o futuro. Essas, sim, são prioritárias", afirmou o dirigente, que acrescentou que o Sporting não pode ser um "viveiro de treinadores queimados".

    Para Godinho Lopes, é inegável que existiram objetivos que não foram cumpridos: "Mentiria se dissesse que não tinha objetivos importantes para o campeonato, independentemente de haver a Taça da Liga, a Taça de Portugal ou a Liga Europa. Temos de ser claros e pragmáticos: O Sporting tem de estar na Champions e temos de preparar, com sustentabilidade, essa presença".

    Em relação aos futuros objetivos do clube, o presidente dos leões reafirmou a ideia de que passa pela presença, assídua, na Liga dos Campeões e que esse é um processo que não pode ser feito "à pressa e deve ser feito de forma correta".

    in Record


    Mas que palhaçada vem a ser esta? Esta espécie de presidente anda a gozar com os adeptos.

    Só agora, depois de despedir 2 treinadores no espaço de alguns meses (cada um não aguentou mais de 30 e poucos jogos à frente da equipa), é que percebeu que o clube não pode ser um "viveiro de treinadores queimados"?!

    Só agora é que percebeu que o treinador é uma "pedra importante"?!

    Só agora é que percebeu que "o Sporting tem de estar na Champions"?!

    Diz que está "preocupado com os resultados e em criar condições de sustentabilidade para o futuro". Após ano e meio de mandato ainda anda a criar as condições de sustentabilidade?!

    Diz que o apuramento sistemático para a champions não pode ser "à pressa e deve ser feito de forma correta". Então e a "forma correcta" é acabar o primeiro ano em 4º e no segundo ter já 8 pontos para o 1º à sexta jornada?! Então e a "forma correcta" é demitir o Sá Pinto imediatamente antes do jogo com o porto e não ter até à data um substituto para preparar a equipa aproveitando a paragem no campeonato?! Realmente não tenha pressa "senhor presidente"!

    Quem ainda apoia este fantoche ex-arguido dos paquetes, que só está no cargo que está devido a umas eleições "afinadas" e para servir os interesses do BES e companhia, não é sportinguista, não pode ser!

    RUA COM ESTA CANALHA QUE ANDA A DESTRUIR O SPORTING!

    ELEIÇÕES ANTECIPADAS JÁ!

    ResponderEliminar
  34. O presidente do Sporting esteve presente nos festejos do 12.º aniversário do Núcleo de Vendas Novas, onde abordou vários temas da atualidade do clube.

    «Estavam à espera que anunciasse o treinador quando vim da Rússia mas as informações saem no momento certo. O Sporting tem outras questões para resolver, importantes e fundamentais para o futuro do clube. O objetivo do triénio tinha três desígnios: O primeiro ano era criar esta vitalidade do Sporting no país; o segundo ano seria de restruturação, criando estabilidade. O treinador é uma peça importante e todos estão ansiosos por conhecer o seu nome, eu estou preocupado com isso e com resultados, mas estou mais preocupado em criar condições de sustentabilidade para o futuro, e essas são prioritárias; o terceiro ano, seria então um ano desportivo», disse Godinho Lopes, definindo os objetivos para a temporada 2012/13.

    in Record


    Isto realmente ultrapassa todos os limites da decência e dignidade que deveriam reger a conduta de um Presidente do Sporting Clube de Portugal. Isto pura e simplesmente é atirar areia para a cara dos adeptos. Isto pura e simplesmente é enganar aqueles que amam este grande clube. Isto pura e simplesmente é vender banha da cobra.

    "Estavam à espera que anunciasse o treinador quando vim da Rússia mas as informações saem no momento certo. O Sporting tem outras questões para resolver, importantes e fundamentais para o futuro do clube."

    Pois é, ninguém percebeu muito bem o que foste fazer à Rússia quando o clube atravessa mais um momento desportivo muito mau com a época a poder ficar já comprometida em várias frentes. Se calhar foste passear como fez o JEB quando foi ao Brasil enquanto a equipa definhava.

    Mas não te ficaste por aqui:

    "O objetivo do triénio tinha três desígnios: O primeiro ano era criar esta vitalidade do Sporting no país"

    Vitalidade?! Deves andar a tomar algo só pode. Mas qual vitalidade?! Só se for a das derrotas e a do conformismo perante os maus resultados. Aliás basta ver que os adeptos andam todos contentíssimos com a prestação da equipa, não haja dúvida...

    Depois ainda tiveste coragem de dizer o seguinte:

    "o segundo ano seria de restruturação, criando estabilidade"

    Mas qual estabilidade?! Mas alguma vez pode haver estabilidade no futebol com derrotas?! Só se for no teu sporting burguês acomodado. Porque no meu Sporting e no Sporting da grande maioria dos adeptos só as vitórias trazem estabilidade.

    Mas como se ainda não fosse suficiente, tiveste a coragem de largar a seguinte pérola:

    "O treinador é uma peça importante e todos estão ansiosos por conhecer o seu nome, eu estou preocupado com isso e com resultados, mas estou mais preocupado em criar condições de sustentabilidade para o futuro, e essas são prioritárias"

    Mas quais condições de sustentabilidade se o ano passado apresentaste o Domingos como o rosto do projecto e agora vens dizer que há coisas mais prioritárias?! Mas achas que alguém ainda acredita nas tuas mentiras?! Achas que ter uma equipa com um treinador a prazo é dar condições de sustentabilidade?! A menos que o Oceano seja para ficar até ao fim da época!

    Finalmente, mandaste a posta do costume que implica sempre adiar os resultados positivos que nunca conseguirás apresentar porque és manifestamente incompetente:

    "o terceiro ano, seria então um ano desportivo"

    Sim o terceiro ano vai ser tanto desportivo como as receitas vão crescer acima das despesas como Portugal vai sair da crise...

    Godinho, o que tu andas a fazer é ganhar tempo até ao final do mandato para levares por diante o teu projecto de venda da SAD e assim retirar poder decisório aos sócios. De resto estás-te a marimbar para o sucesso do clube! És a vergonha dos sportinguistas. DEMITE-TE!

    ELEIÇÕES ANTECIPADAS JÁ!

    ResponderEliminar
  35. Não podemos estar sempre a mudar de direção com
    as incidências do futebol.E se não corresse bem à seguinte?Saía também?
    Era de loucos.Não há nenhum clube do mundo gerido assim.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (6) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)