segunda-feira, 22 de outubro de 2012

E depois do adeus (à Taça)?

Estive ontem em Moreira de Cónegos e não fiquei surpreendido com o resultado. Nem com a exibição. Surpresa seria se, face ao que a equipa vinha produzindo, fizéssemos uma exibição de encher os olhos. 

Agora importa pouco falar sobre a justeza do resultado, o facto, incontestável e doloroso, é que estamos apeados da Taça de Portugal na primeira eliminatória e ante um adversário perfeitamente ao nosso alcance.  Naturalmente são muitos hoje os diagnósticos, que vão da qualidade do plantel até às responsabilidades da SAD.

As dúvidas sobre a qualidade do plantel são naturais quando se acumulam resultados negativos ainda por cima com adversários do calibre do Moreirense ou Rio Ave. Mas, por muitas que sejam essas dúvidas, e por mais legítimas que possam ser, não me parece que o problema esteja aí. Neste momento quase nenhum dos jogadores do plantel joga a mais de 30% (valor meramente abstrato, sem rigor) do que é capaz e isso faz parecer que qualquer jogador adversário teria lugar no Sporting. Este equívoco já nos foi fatal no passado, quer na hora de dispensar quer na hora de contratar.

Serei dos poucos que, pelo menos até ontem, cria que o nosso principal problema tem origem em questões técnicas, relativas à concepção do modelo de jogo e muito provavelmente no treino e respectiva operacionalização. Problemas que se arrastam desde o inicio de época, que redundaram na saída de Sá Pinto e não era crível que Oceano os resolvesse em duas semanas. Depois do jogo de ontem visto in loco, parece-me claro que a questão psicológica é um factor a ser também trabalhado. É nítida, e também compreensível, a falta de confiança dos jogadores na hora de decidir, e que os leva a valer muito menos do que podem.

E seria inevitável não ver posto em causa o trabalho da SAD. Não foi por acaso que a frase mais ouvida ontem na bancadas fosse "tiveram 15 dias para contratar um treinador e nada". Isto dentro das que são publicáveis, obviamente. Sobre isso pronunciei-me no post anterior a que se seguiu um silêncio voluntário. Hoje ainda mais sentido me parece apontar a indecisão da substituição do treinador como erro grave e  aos mais variados níveis.

É sobretudo um erro estratégico que desde o inicio desprezou todas as variantes possíveis, entre as quais se deveria incluir o que sucederia após o jogo de ontem. Não há nenhuma garantia de que um novo treinador garantiria outro resultado mas pelo menos os Sportinguistas teriam ficado com a ideia de que se tinha feito algo. 

A sensação que foi apreendida pela maioria - que é a conta - é que a SAD e o presidente não tinham uma ideia para o dia seguinte à tomada de decisão de despedir Sá Pinto  e por isso o controlo do que vai suceder a seguir pode já estar fora seu alcance. À imagem de desnorte fica associada a de orfandade da equipa num momento particularmente sensível. Ontem, quando o autocarro da equipa abandonou o estádio, não se avistam responsáveis da SAD, já a caminho de Lisboa há algum tempo. Não surpreende por isso que já decorra há alguns dias recolha de assinaturas para convocação e uma AG com vista à convocação de eleições. Veremos o que vai acontecer mas ao escolher o presente caminho não duvido que GL alienou não só muitos indecisos como também muitos apoios.

Devo ser dos poucos que não vejo nas eleições como a solução para os problemas que afectam neste momento, e de há anos para cá, o nosso futebol e que se repercutem em cascata, ou circulo vicioso se preferirem, por todo o clube. E porquê?

Não é de agora, é já de há muitos anos, que não emerge no Sporting uma liderança forte e carismática, o que contribui para uma pulverização de grupos, de ideias mais ou menos dispersas, ao som do momento e muito em função dos resultados. Não há quem personifique no Sporting um discurso inspirador e uma figura aglutinadora. Se da SAD estamos conversados o que dizer da figura patética de um PMAG, simultâneamente paineleiro, colunista e sei lá que mais, anunciar que "vai apertar o Godinho", proclamar publicamente a iminente extinção do clube e que convoca um Conselho Leonino onde nem sequer estará presente? Esta é um pouco a imagem do Sporting actual: muita gente disposta a falar e poucos com vontade de contribuir para um momento melhor.

Julgo que o ambiente vivido nas anteriores eleições nos devia ter ensinado algo. É muito provável que assistamos à mesma profusão de candidaturas e no final, com resultados mais ou menos próximos, se construa a mesma suspeição e, no final de contas, estejamos mais ou menos no mesmo ponto onde estamos hoje. Mas, como sempre, serão os sócios a tomar as decisões. E é cada vez maior o número dos que acham que está na altura de baralhar de dar de novo.

48 comentários:

  1. Acho que falar de um novo treinador é uma etiqueta genérica e vazia de significado, para lá do efeito mudança.

    O problema, que só aumenta o impacto da demissao do Sá Pinto, é que é mais do que possível encontrar um treinador em 15 dias mas, aplicando os critérios que parece que se querem aplicar (alguém mais experiente, fora do contexto português, com palmarés, etc), se calhar nem 15 dias nem 30 nem 6 meses sao suficientes.

    Esperar pode passar por confiar que contra adversários teoricamente mais acessíveis que o FCP e sendo difícil fazer pior do que contra o Videoton, o futuro treinador nao só receberia uma equipa mais estável (o que é um bom argumento negocial) como o Sporting ganharia tempo e transformaria a demora (vê demora quem sente urgência) em tempo útil para negociar melhor e até aumentar o leque de possibilidades.

    Se essa é a ideia, e digo isto sem ilusoes em relaçao às possibilidades do Sporting no mercado de treinadores (já todos lemos pessoas a falar a sério e a proporem nomes como Van Gaal ou Guardiola), acho que vale a pena esperar um pouco mais. Se este tempo se deve a negociaçoes falhadas quando havia (e circulam informaçoes teoricamente fiáveis que esse plano B havia e que o treinador estava identificado antes da Hungria) alternativa pensada, o caso pode ser pior do que se pensavañ. O que infelizmente nao é surpresa, a vários níveis, no Sporting.

    saudaçoes leoninas,
    tiago

    ResponderEliminar
  2. Dois curtos apontamentos: Primeiro, ontem pareceu-me que o resultado foi muito pior do que a exibição. Depois das deprimentes exibições anteriores, ontem achei que nos faltou alguma sorte e que a equipa em grande parte do jogo esteve muitos furos acima do que vinha produzindo. Claro que houve erros, a inclusão da nulidade Jéfren, as hesitações da defesa nos 2º e 3º golos do Moreirense, por exemplo, mas já se viu o meio campo a funcionar, maior ligação entre sectores, um Rinaudo a tirar as dúvidas sobre a sua imprescindibilidade naquela equipa. Lembrem-se de que, tivesse o boi negro assinalado o penalti a nosso favor aos 89 minutos e talvez a história tivesse sido outra...
    Segundo apontamento, o senhor Barroso. Começa a ser insuportável levar com o cavalheiro. Pelo menos para mim, é o tipo de sportinguista que ajudava muito mais longe e caladinho. Pelo menos sobre o Sporting!...

    ResponderEliminar
  3. A mim também me parece que eleições é a última coisa que precisamos. Principalmente pelas coisas que estão a ser feitas para além do futebol e que me parecem muito mais importantes.

    ResponderEliminar
  4. Eleições?? O problema do SCP são os sócios e adeptos, claramente. Um PAG que, para além da vergonhosa presença semanal num programa de televisão, onde parece um pavão comido por todos, faz as declarações que fez antes deste jogo??? Que antes de começar a época já questionava tudo e todos? Eleições, querem piorar a situação??

    ResponderEliminar
  5. Excelente post,como é habitual.
    Três ideias:

    -Não adicionar instabilidade directiva desportiva

    -Houve algumas melhorias em relação a jogos anteriores,mas claramente insuficiente

    -Nova arbitragem desastrosa contra nós(não foi só por isso,mas ajudou)

    Acho as declarações de EB inadmissíveis.
    Acho o não acompanhamento da equipa por GL e seus colegas completamente lamentável!!!

    ResponderEliminar
  6. Do jogo de ontem não me apetece falar. Do anormal do PMAG tb não... É sintoma de falta de classe, mas soltar umas ‘caralhadas’ à hora do almoço, ainda é pior... Siga com o resto.

    Oceano:
    Pelas 15:20H de 6 de Outubro disse isto: “Neste momento o único com que me preocupo é com o Oceano. Não lhe façam a maldade de o lançar às feras (queimar é o termo mais em voga). Espero que o 'interino' não dê lugar ao 'permanente'... “
    Aqui: http://anortedealvalade.blogspot.pt/2012/10/os-tais-10-treinadores-que-o-sporting.html?showComment=1349533254026#c6351829694228068901

    Não, oxalá fosse, mas ñ sou bruxo…. Para nossa infelicidade, o futebol “profissional” do SCP é q é demasiado previsível…

    Momento actual:
    Cd vez mais estou como o outro gajo que proclamava alto e bom som que: só sei que nada sei... No SCP td parece dar errado de uma forma impressionante. É a p*t* da sorte q nd quer connosco; é a arbitragem que tb não lhes agrada o cor-de-laranja (vá, não nos queixemos q já ñ é só o verde-e-branco...); são os erros tremendos da própria equipa; é a porcaria da SAD e é a gosma dirigente do clube... No futebol profissional, nada funciona. E nada funciona correctamente à uma porradona de anos. Nem os sócios e adeptos já funcionam com um pingo de racionalidade. Dito isto, tb posso deitar a minha acha prá fogueira? Cá vai... Para mim era dar um chuto no cu gordo do Duque. O que é q este gajo faz na SAD? O CF sei q contrata jogadores, o presidente GL sei q manda uns bitaites contraditórios e mostra as suas fragilidades para a CS, ou seja, para tds nós... E este marmelo obeso, o q fez em ano e meio? Deu uma entrevista a dar graxa aos... árbitros e ocupa um terço do banco de suplentes com cara de enfado peidoquento. Que se nota, ñ faz mais nada... E Pronto. Agora que já aliviei a frustração no meu (antigo) ódio de estimação, já posso descansar até ao próximo jogo. Venham de lá os belgas... De coração já não devo morrer. Tenho o sopro cardíaco curado. Obrigado Sporting.

    Modalidadee:
    Enfim, nem td é mau. No Hóquei lá ganhamos. No futsal lideramos e as miúdas do basket é que nos tem dado umas valentes alegrias... Dão com cd surra! :)

    ResponderEliminar
  7. Sporting: equipa insultada (e Godinho Lopes, onde estava?)

    Tal como à chegada, um grupo de adeptos do Sporting insultou a equipa após a derrota em Moreira de Cónegos. 100 pessoas saíram da bancada e esperaram pacientemente a partida do autocarro leonino.

    Assim que a viatura saiu do parque de estacionamento, escoltada por um aparato policial incomum, choveram protestos e insultos. A grande parte deles direcionados para Godinho Lopes que, contudo, já lá não estava.

    A maior parte das pessoas não se apercebeu, mas o presidente do Sporting abandonou o estádio logo após o final da partida num carro particular. O curioso é que Godinho Lopes tinha estado sempre com a equipa e chegou a Moreira de Cónegos dentro do autocarro.

    O máximo dirigente leonino terá entendido ser melhor rumar a Lisboa de forma mais privada.

    http://www.maisfutebol.iol.pt/sporting/sporting-moreirense-godinho-lopes/1385587-1457.html


    O discurso de Godinho não bate certo com as suas acções. Gosta de dizer que veio para o Sporting para vencer, que está a garantir condições de sustentabilidade para o novo treinador ter sucesso e que não foge às suas responsabilidades, mas depois à mínima contrariedade comporta-se como um rato e desaparece deixando treinadores e jogadores entregues à sua sorte. Que imagem é que isto dá? A de um presidente fraco, sem ideias e nada convicto do que está a fazer. A de um clube à deriva sem uma estrutura sólida.

    Mas isto não é novidade nenhuma para quem anda minimamente atento. O Godinho já disse tanta coisa para depois fazer precisamente o contrário. Não passa de um mentiroso que envergonha todos os dias os sportinguistas.

    ResponderEliminar
  8. Esse texto do maisfutebol é elucidativo também de outra coisa: temos memória de que esse meio de comunicaçao, por exemplo, interpele assim um presidente de um clube, com uma pergunta e num título de um artigo. Se calhar sim e é distraçao minha mas parece-me que, uma vez mais, entre adeptos e imprensa, há um circuito que se retroalimenta à base de amplificar dramas do Sporting.

    saudaçoes leoninas,
    tiago

    ResponderEliminar
  9. Quando a exigência é pouca, o resultado só pode ser derrota atrás de derrota.

    ResponderEliminar
  10. Gostaria de perguntar primeiro duas questões a dois comentários já aqui colocados.

    - Qual é são as grandes "coisas" mais importantes que o futebol que estão a ser feitas?
    - O que é não adicionar mais instabilidade directiva?

    Eu gostaria de tal como vcs de ser positivo e acreditar que depois desta tormenta a situação melhoraria. Mas já se viu que este Sporting esta desgovernado e á deriva. O presidente é perigosamente fraco e apoia-se em duas pessoas que apenas dão despesa ao clube.
    Clube esse que com um exercício negativo de 40 e tal milhões e com percentagens dos passes diminutas tem cada vez menos hipóteses de sair do buraco em que se meteu pela mão desta linhagem fantástica e dinastia sem fim.

    Finalizava com os seguintes pensamentos. Elias, ricky e jeffren juntinhos custaram 20M ao Sporting. E bem coladinhos não fazem um jogador de jeito. As pessoas deviam pensar um pouco e questionar como é possível fazer-se um trabalho tão lesa-Sporting e continuar de cabeça erguida e sem vergonha na cara. Não temo novas eleições , temo sim que o clube não chegue as próximas caso esta direcção se julgue no autismo de cumprir-lo até ao fim.

    SL

    ResponderEliminar
  11. Comecei a pensar um pouco e a primeira conclusao a que cheguei foi que Elias, Ricky e Jeffren NAO custaram 20M€ ao Sporting.

    Elias custou 8.85M€ ( http://economico.sapo.pt/noticias/elias-no-sporting-por-885-milhoes-de-euros_125550.html ) e posteriormente 50% do passe foi vendido por 3.85M€ ( http://www.maisfutebol.iol.pt/sporting/elias-sporting-van-wolfswinkel-cmvm-maisfutebol/1280622-1457.html ) dando um total de 5M€.

    Jeffren custou 3.75M€ ( http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR35062.pdf ) e depois 25% do passe foi alienado por 1.375M€ ( http://www.sporting.pt/incscp/pdf/investor_relations/ir_relatorioecontassad20112012anual.PDF ), dando um total de 2.375M€.

    Ricky custou finalmente 5.075M€ e posteriormente 50% do passe foi vendido por 2.537M€ ( http://www.maisfutebol.iol.pt/sporting/elias-sporting-van-wolfswinkel-cmvm-maisfutebol/1280622-1457.html ) dando um total de 2.538M€.

    Portanto temos 5+2.375+2.538 = 9.913M€

    Aqui está também o relatório de contas para quem quiser comprovar, talvez me tenha enganado.

    Se foram bons negócios ou nao ou se se mantem o argumento, isso é outra conversa. Mas ao menos desmontamos uma imprecisao que duplicava um valor para criticar a gestao com base nisso.

    saudaçoes leoninas,
    tiago

    ResponderEliminar
  12. Quando ganharmos ao SLB a crise passa e ersquecemos tudo...

    ResponderEliminar
  13. LdA, como disseste, e bem, o problema do Sporting é a falta de liderança e estratégia.

    Logo, as eleições não serão positivas caso daí não surja uma liderança forte, mas, pelas mesmas razões, podem ser decisivas para o clube se essa for a única forma de surgir uma liderança mais forte do que a actual.

    Sinceramente não vejo nenhum nome incontornável, mas isso poder ser uma vantagem, pois de falsas expectativas já estamos fartos. Recordo que ninguém sabia quem era Pinto da Costa antes de ser dirigente do FCP ou Salvador antes de ser Presidente do Braga.

    Um líder carismático faz-se com a estratégia que implementa e com os frutos que colhe.

    Para o actual momento do Sporting apostaria, sem qualquer dúvidas, em alguém que, independentemente dos resultados imediatos, apostasse na seguinte estratégia:

    - Assumir que, fruto de uma série de resultados menos bons, estamos atrás de SLB, FCP e SCB. Sem vergonhas, sem rodeios. Baixar as expectativas é, numa primeira fase, fundamental.

    - Reduzir o orçamento da equipa de futebol de modo a equilibrar as contas.

    - Vender os principais activos estrangeiros à medida que os mesmos possam ser substituídos por activos portugueses, preferencialmente da Academia.

    - Afirmar o Sporting como clube de PORTUGAL. Romper definitivamente com o Sporting Lisbon. Não ter vergonha de afirmar que o SLB é de Lisboa, que o FCP é do Porto, que o SCB é de Braga, etc. etc, mas nós somos DIFERENTES - SOMOS DE PORTUGAL! Muita gente se esquece de uma coisa básica: se os nossos fundadores escolheram esse nome por alguma coisa foi. Antes de ser da minha terra sou português com orgulho. Além disso esta é uma forma muito inteligente de combater bairrismos populistas, que têm sido a força de outros clubes.

    - Denunciar a clara bipolarização que querem fazer do futebol português. Muita gente ainda não se apercebeu mas o Braga apenas está a servir de bode expiatório de modo a que o pódio passe a ter apenas dois emblemas e não três ou quatro, ou até cinco. É a tentativa de repetição do modelo do país vizinho. Reparem a simpatia dos adeptos do FCP pelo FCB e do SLB pelo RM. É incontornável.

    - Jamais fazer qualquer aliança estratégica com outro clube e romper as relações ao primeiro sinal de desrespeito. Nesse caso recusar ir para a Tribuna de qualquer estádio e ir com a equipa para o banco (sei que isto é uma cópia do que fez PdC, mas as coisas têm que ser mesmo assim)

    - Apostar nas modalidades (aqui tenho que dar mérito a esta Direcção que aos poucos tem dinamizado modalidades que estavam extintas)

    - Construir um pavilhão próprio, com mística, onde os adversários tenham medo de jogar.

    - Criar rapidamente o canal Sporting para que os sócios e adeptos que não têm a possibilidade de ir a Alvalade acompanhem o clube, sem ruído dos media ditos "independentes". Ser muito afirmativo sobre o que foi, é, e será o Sporting, sem papas na língua, sem discursos politicamente correctos.

    - Apostar no apoio de marcas alternativas. Por exemplo a Coca-Cola deixou de patrocinar o Sporting e continuou a apoiar os outros dois. A PEPSI já devia estar espalhada por tudo que é canto em Alvalade...

    - Desenvolver uma campanha de orgulho sportinguista - contra tudo e contra todos, vamos reerguer o Sporting! Há que afirmá-lo, vezes sem conta! Temos que evidenciar que há interesse generalizado em diminuir a nossa instituição. Temos que ser uma família e reagir (com inteligência) sempre que nos batem.

    Isto é uma guerra estratégica. O futebol é um mercado, que vive de resultados e emoções. Temos que trabalhar as duas dimensões em simultâneo, mas se a segunda falhar sistematicamente jamais teremos a primeira. Temos pois que trabalhar muito bem o campo das emoções para voltarmos a ser bem sucedidos.

    O Sporting tem que deixar de ser o "nobre" que ainda não se apercebeu que o seu império está todo hipotecado, para passar a ser o Robin Hood, o "pobre", que com baixo orçamento mas um orgulho enorme, com uma equipa recheada de portugueses, consegue combater e ganhar títulos aos Sheriffs of Nottingham deste país.

    ResponderEliminar
  14. Totalmente de acordo com o Miguel Damas, e este blog começa a enervar pareçe que andam com duas palas nos olhos. Então voçês falam de não destabilizar, mas o que é que há mais para destabilizar (2 vitórias a epoca toda). Falam de projectos fora futebol, quais projectos? Os unicos projectos a andar são independentes (modalidades a regressar). Acordem, estes gajos só querem o bem deles e se isso for o mal do Sporting paciência. Duque, Freitas, Domingos as caras da campanha de Godinho, um já lá não está, os outros se lá andam a gente não sabe a fazer o quê. Fora Cristovãos trazidos para a sua lista para diminuir a oposição. Um bom lider não teme a oposição porque acredita em si e no seu trabalho só estes vigaristas é que têm receio. Saudações Leoninas.

    ResponderEliminar
  15. Tiago

    Essas continhas de sumir tão assumidamente imagem de marca desta e outras direcções é uma das coisas mais fantásticas do futebol. No caso do futebol Leonino deveria até ser case-study. Portanto esta gerência feita tipo mercearia é uma coisa do outro mundo e comprovadamente para ser seguido pelo mundo de futebol....Não há mais valias nem nada....vende-se percentagens e já está!!!eu admiro-me até como é que temos exercícios negativos....

    Haja paciência

    SL

    ResponderEliminar
  16. Instabilidade directiva seria a saída da direção eleita.

    O presidente e a sua direção só devem ser demitidos em assembleia geral em duas circunstancias(não é uma apreciação dos estatutos,para isso,ver os documentos respectivos)):

    1.Rotura de tesouraria(não pagamento generalizado de salários,do serviço da dívida,etc)

    2.Suspeita fundamentada de actividade criminosa

    A remodelação da SAD, em qualquer forma, não pode estar incluída,dado ser o clube o maior acionista da mesma.
    O presidente da SAD e do clube são os mesmos,mas isso é uma originalidade das SAD dos clubes.

    Em particular,a direção não deve ser demitida por maus resultados desportivos( e das(más) decisões que terão concorrido para eles).
    Desse modo poucos presidentes resistiriam.A direção pode,também,se achar que não tem condições,demitir-se.

    Claro que acho que acho que GL tem cometido muitos erros e tem havido uma péssima comunicação,mas deve-lhe ser permitido tomar as medidas necessárias para mudar o rumo e cumprir o mandato.
    E se, sobretudo, o pressuposto enunciado em 1. se mantiver,cá estaremos para ver e votar.
    Se não,temos que os mandar embora.

    ResponderEliminar
  17. Tiago,

    tive exactamente essa discussão com o Miguel Damas aqui há umas semanas. Digo isto porque era exactamente a mesma: procurei apenas rebater o argumento com factos, não para demonstrar que o argumento era falacioso (que seria também), mas para mostrar que era errado. Mas isso dos "factos"...

    Adolfo Sapinho,

    Dou-lhe os meus parabéns pelas sugestões que deixa (sinceramente). Nesse sentido, está a demarcar-se pela positiva de muitos na blogosfera do Sporting, propondo soluções para o futuro. Aliás, o que sugere está próximo do que era a minha opinião há uns tempos atrás.

    Deixo-lhe apenas uma pergunta (que foi a que me fez mudar de opinião): quanto sobraria para amortizar dívida se o Sporting reduzisse substancialmente as suas despesas com o plantel principal? Ou colocando a questão de outra forma, em que medida essas medidas seriam um obstáculo à manutenção das receitas actuais e/ou como estimaria fazer essas receitas crescer (ou como impediria que elas diminuíssem)?

    Um exemplo: a SAD do SCBraga tem um orçamento de cerca de EUR 17M. A SAD do Sporting tem um orçamento de cerca de EUR 4/5M, só para a formação. Manteria esse orçamento? Reduziria custos transversalmente? E como afectaria essa redução dos custos a competitividade do clube no curto e no médio prazo? E/ou a sua capacidade de angariar talento, de conservar os melhores talentos?

    Para compreender o ponto de partida do Godinho Lopes é preciso lembrar a herança deixada pelo JEB: receitas antecipadas (zero na tesouraria), um plantel fraquíssimo e a média da equipa titular nos 29 anos...

    Sinceramente, acho que intervenções como a sua são o ponto de partida para um debate que faria sentido ter.

    ResponderEliminar
  18. Miguel Damas,

    Espero apenas que trates as "continhas" que te apresentei como aquilo que elas sao: uma rectificaçao às "continhas" de mentira que aqui metestes e que algum incauto sem paciência para ir contrastar os dados pode, por erro, considerar verdadeiras.

    saudaçoes leoninas,
    tiago

    ResponderEliminar
  19. Continhas de mentir? Lol
    Entao eles não custaram o que custaram? Vens defender depois com as continhas de sumir que vêem no relatório de contas apenas e só porque foram vendidas percentagens e tal. Mas a alma do negocio do futebol não é as mais valias? Quanto fará o Sporting com a venda destes 3 fabulosos jogadores?

    Estou certo que para ti tudo esta bem e que afinal a eliminação da taça e o 12 lugar no campeonato é tb uma mentira pegada. Já agora e para finalizar acrescenta ai o que pagas a estes 3 e o dividendo desportivo que deles retiras....

    SL

    ResponderEliminar
  20. Desculpem intrometer-me numa conversa provavelmente de amigos.
    As contas do participante Tiago estão correctas.
    Se quiseram consultas as informações dos clubes à CMVM:

    -O nosso:

    http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/emit_fact.cfm?num_ent=%25%23%24C%5D%23%3D8%20%0A

    -Ver as dos rivais:

    porto:

    http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/emit_fact.cfm?num_ent=%25%23%24CZ%22%5DX%20%0A

    benfica:

    http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/emit_fact.cfm?num_ent=%25%23TKY%22%3DT%20

    ResponderEliminar
  21. Bom Post, que no geral vai de encontro ao que penso.

    No entanto quando referes que há muito tempo, não surge uma figura carismática dentro do clube - tenho que discordar.

    Goste-se ou não, Bruno de Carvalho é essa figura Se daria um bom presidente, não sei - na altura votei nele, embora achasse que estava pouco apoiado - Gl, como se viu estava (mal) acompanhado demais

    No entanto é uma figura que não deixa ninguem indiferente e chegou em pouquissimo tempo, do zero a canditato mais votado (com mais socios a votar nele)

    Será a solução ? Não sei - mas tenho a certeza que com ele não estariamos, por exemplo há 18 dias sem treinador principal, nem me parece que fosse pessoa para deixar de responder a todos os imbecis que diariamente atacam o nosso clube.

    Mesmo assim acho que esta direcção ainda tem uma ultima palavra - arrume-se a casa, saia quem tiver que sair, defina-se a questão do treinador e voltarei a ser mais um militante acérrimo desta direcção e do cumprimento do mandato até ao fim.

    Mas temos de sair desta morte lenta

    JPinto

    ResponderEliminar
  22. O Sporting não tem treinador desde a saida do Domingos.

    O Sporting não vê futebol desde a saida de Peseiro

    O Sporting não tem um treinador de categoria Mundial desde que saiu Sir Bobby Robson.

    O Sporting não tem uma politica desportiva em toda a linha desde João Rocha.
    Voltou a ter modalidade pela "carolice" de alguns sócios.

    Um clube refem de uns interesses instalados na banca (BES/BCP) que querem lá alguém que pague os juros.

    Enquanto não houver uma verdadeira revolução, com sangue, não vamos lá.
    A noite eleitoral/afinação foi um prego muito grande no caixão do clube.

    ResponderEliminar
  23. MF

    O Tiago ñ é meu amigo nem sequer tem culpa da minha "raiva" para com a actual situação do Sporting. Eu vejo apenas logro e desilusão onde outros vêem bons negócios. A minha visão de gerência não tem nada a ver com isto e não vale a pena ficar neste dialogo de surdos e tentar ver quem tem razão.

    SL

    ResponderEliminar
  24. Miguel (e já agora MF)

    "Estou certo que para ti tudo esta bem e que afinal a eliminação da taça e o 12 lugar no campeonato é tb uma mentira pegada. Já agora e para finalizar acrescenta ai o que pagas a estes 3 e o dividendo desportivo que deles retiras...."

    Tens tantas certezas sobre tantas coisas que entre elas até achas que sabes o que penso. Nao sou eu que te vou desmentir, santa paciência.

    O que tenho que desmentir sao afirmaçoes como "Elias, Jeffren e Ricky custaram 20M€" porque pura e simplesmente é falso.

    Podemos discutir se custaram mais ou menos do que achamos que valem e mais ou menos do que poderemos rentabilizar. O que nao sao discutíveis sao os factos e enquanto nao admitires isso, descrdibilizas-te a ti próprio talvez mais do que aqueles que achas que criticas.

    saudaçoes leoninas
    tiago

    ps.: MF, nao é conversa nem é de amigos (mas também nao é de inimigos. espero). :-)

    ResponderEliminar
  25. MF disse

    "O presidente e a sua direção só devem ser demitidos em assembleia geral em duas circunstancias(não é uma apreciação dos estatutos,para isso,ver os documentos respectivos)):

    1.Rotura de tesouraria(não pagamento generalizado de salários,do serviço da dívida,etc)

    2.Suspeita fundamentada de actividade criminosa"


    Se os estatutos prevêem que os sócios possam pedir a convocação de uma AGE para votar a destituição dos órgãos sociais sem especificar, como é óbvio, os critérios subjacentes a tal decisão, então dizer que só devem ser demitidos nessas circunstâncias é no mínimo abusivo.

    O poder do clube é dos sócios. E os sócios devem estar informados sobre o passado e o presente do clube no que a actos de gestão diz respeito e não apenas pensar em termos de vitórias e derrotas. E se a maioria chegar à conclusão que o caminho trilhado não serve e se não confia nos dirigentes que tem por serem incompetentes ou aldrabões, então só têm de convocar a AGE e demitir os órgãos sociais.

    ResponderEliminar
  26. Tiago

    Fiz as contas por alto e não tenho paciência para ler os relatórios de contas pois para negativo já bastam os resultados desportivos.
    9+5+4 davam efectivamente aproximadamente 20M. Para mim são essas as contas pois tdo aquilo que se fez depois(as vendas de percentagens) é algo que não concebo no futebol e que sinceramente não é mais que hipotecar o futuro lucro e tapar o sol com uma peneira no presente. Será sempre um caso de copo meio cheio ou meio vazio.

    E apesar de me irritar com isto (diga-se Sporting) não o tenho como inimigo apesar de não haver amizade

    SL

    ResponderEliminar
  27. Miguel,

    Também nao tenho, claro. Confesso que também nao leio a fundo os relatórios de contas (por ignorância interpretativa e por falta de tempo para colmatar essa lacuna) mas também por isso tento nao basear os meus argumentos nas contas que constam nesses relatórios.

    Sobre vendas de percentagens, é uma questao de posicionamento. O meu foi variando ao longo dos anos mas de uma coisa tenho a certeza: é impossível dizer que o Sporting perdeu dinheiro se ainda nao houve vendas para comprovar se isso aconteceu ou nao. E uma percentagem é um valor relativo cuja avaliaçao real depende sempre dessa futura venda.

    saudaçoes leoninas,
    tiago

    ResponderEliminar
  28. "O poder do clube é dos sócios. E os sócios devem estar informados sobre o passado e o presente do clube no que a actos de gestão diz respeito e não apenas pensar em termos de vitórias e derrotas. E se a maioria chegar à conclusão que o caminho trilhado não serve e se não confia nos dirigentes que tem por serem incompetentes ou aldrabões, então só têm de convocar a AGE e demitir os órgãos sociais."

    Completamente cristalino. E para convocar a AGE, posts ou comentários em blogues nao valem.

    saudaçoes leoninas,
    tiago

    ResponderEliminar
  29. Anónimo das 17:30

    O que eu disse é a minha opinião.Está lá escrito que não é uma leitura dos estatutos.
    O meu argumento é que conduziria a uma instabilidade permanente.
    A sua opinião é diferente da minha.

    SL

    ResponderEliminar
  30. Pedro,

    o seu comentário só pode ser uma promoção ao arroz de cabidela. É que não estou a ver o que Sporting lucraria com outro tipo de sangria.

    ResponderEliminar
  31. tiago disse

    "E para convocar a AGE, posts ou comentários em blogues não valem."

    Se quem lê o blog e a mensagem em questão não estiver para se chatear com coisas "aborrecidas" como o estado do clube e quais as suas causas, então sim concordo que é inútil.

    ResponderEliminar
  32. PLF, esse é precisamente o ponto.

    O que nós temos de meter na cabeça é que se o SCB monta uma equipa competitiva por 17M€, nós também o temos de fazer!!! Em vez de gastar os 40M€ actualmente, sem qualquer preservação da identidade.

    Devemos deixar de ser parolos e admitir que o Braga pode ser um óptimo benchmark a este nível, sendo que nós, fruto da popularidade, teremos sempre mais capacidade de angariar receitas correntes extra resultados desportivos / alienação de passes, designadamente publicidade, quotização, merchandising, venda lugares, etc.

    Caro PLF, acredito mesmo nisso, e acho que segredo para a não extinção da SAD terá que passar necessariamente por aí.

    Pode existir muita sofisticação financeira, mas no final, o que conta são as contas de merceeiro:

    - Reduzir custos c/ pessoal de 40M€ para 20M€, mantendo equipa competitiva para lutar pela Champions (esquecer o título! - sim, é isso mesmo!)
    - Manter custos c/ Academia, de modo a alimentar a equipa principal com qualidade.

    Repara que nas últimas épocas temos lutado apenas pelo 3º lugar, mesmo tendo um orçamento bem superior. Ora, mesmo que se reduza para metade, continuamos com um orçamento bem superior à generalidade das outras equipas, e portanto sem desculpas para não continuar a lutar por esse objectivo.

    No fundo nós temos que fazer, no curto prazo, um downsizing do orçamento de modo a que ele se aproxime daquilo porque realmente lutamos.

    Só depois podemos arriscar, novamente, o crescimento.

    Parece cruel, mas é, simplesmente, gestão. Aparentemente básica, mas que exige muito, mas mesmo muito, músculo.

    O nosso maior problema é o seguinte: haverá alguém com tomates para a implementar?

    ResponderEliminar
  33. Anónimo,

    Obviamente referia-me à validade prática e também ao desfasamento entre a aparente mobilizaçao na internet e a mobilizaçao nas vias previstas para as mudanças que apontou o MF.

    Se fosse para descredibilizar completamente os blogs e os comentários, nem vinha aqui, nao é?

    saudaçoes leoninas,
    tiago

    ResponderEliminar
  34. Adolfo Sapinho

    Há anos que defendo o mesmo.....e duvido que haja (tomates)......é mais nabos....

    SL

    ResponderEliminar
  35. Fomos eliminados da Taça de Portugal na primeira eliminatória e estamos a discutir relatórios de contas e processos eleitorais...

    E daqui sai a minha conclusão, falta ao Sporting desporto, muito desporto. Há finaceiros, contabilistas, espiões, médicos, engenheiros, mas não há desporto. Deixo um pequeno texto de um anónimo em que tropecei ontem e onde afoguei as minhas "dores" desportivas. Retratam aquilo que já senti enquanto atleta de rugby e que sinto falta no Sporting.

    "Eu joguei Rugby……….

    Do Rugby aprendi uma preciosa lição, útil para o resto da vida quotidiana.

    Aprendi que 15 empurram mais que 1, mas se 1 não empurra, os outros notam-no.

    Aprendi a calar, a baixar a cabeça com respeito, sem me sentir menos que alguém.

    A ser honesto e a “esvaziar-me” para me sentir “completo”.

    A compreender que pelo simples facto de formar um circulo abraçando os teus companheiros e repetindo a palavra humildade, humildade uma e outra vez, já venceste, independentemente de que fiques a zero ou não.

    Aprendi que os “corredores” são importantes, sobretudo quando ganhaste e deves valorizar e recompensar o esforço da outra equipa.

    Eu que joguei Rugby, aprendi a saber aceitar sem reclamar; a não me resignar; a trabalhar para saber o que custa ganhar 1 metro em silêncio, e o fácil que é perder 10 por não saber estar calado.

    A respeitar as decisões de uma forma férrea, a aplaudir os erros dos meus companheiros , que também são os meus e sobretudo a levantar-me 100 vezes.

    Este desporto de rufias praticado por cavalheiros, ensinou-me valiosas lições. Muitas incompreendidas aos olhos dos que nunca o jogaram. No dia seguinte, cheio de dores de de nódoas negras, feliz e realizado pela entrega, o compromisso e muitas outras coisas que a minha Mãe nunca entendeu.

    Entre as quais, o valor de uma áspera camisola ás listas feita de valor e de dever. A importância de um 3º tempo, onde tudo se resume a abraços, companheirismo, rigor e um até á próxima.

    Se alguma vez jogaste Rugby, sempre serás membro de uma família sem fronteiras, com uma língua, um pensamento e uma visão comum. O País? É igual o lugar do mundo, já não existem barreiras. Mesmo quando o deixes de jogar, as “listas” perseguir-te-ão, reconhecerás uma camisola nalgum desconhecido, e se lhe perguntares. Jogaste Rugby? Quanto menos esperas, estás a partilhar uma cerveja. E…….talvez deixes de ser muitas coisas, mas serás sempre jogador de rugby a enfrentar a vida."

    Autor Anónimo

    ResponderEliminar
  36. O Sporting tem um claro problema de liderança. Liderança no clube com destaque, pela negativa, para o Presidente que revela uma completa falta de noção da realidade. Liderança igualmente na equipa de futebol. Sem treinador não há equipa nenhuma, por muitos milhões que custe, que consiga jogar bem e obter resultados. Oceano, tal como Sá Pinto, pode vir a ser um bom treinador e o trabalho que estava a desenvolver na equipa B ia certamente contribuir para isso, mas não é um treinador capaz de liderar uma equipa como o Sporting nesta fase da sua carreira. O Sporting teve 15 dias para contratar um treinador. Não os aproveitou. Podia ter optado por uma solução nacional capaz de introduzir liderança e responsabilidade e colocar a equipa a jogar. Optou-se por hipóteses mirabolantes insuportáveis para as finanças do clube e perdeu-se este precioso tempo. Temo o pior. Um grande clube com um potencial desportivo elevado - falo do plantel actual - com uma formação a libertar futuros excelentes jogadores, arrastado para uma espiral destrutiva em que os resultados desportivos agudizam a periclitante situação financeira. A bancarrota pode estar perto. Como se resolve? Começando pelo príncipio: contratando urgentemente um treinador capaz de colocar o clube no primeiro terço da tabela e a prosseguir na Liga Europa. Eu proponho um nome neste contexto: Manuel José. A gerontocracia que manda no Sporting não o deve gramar. Eu também não gosto deles mas lá por isso não imagino que ocorram, nesta altura, eleições antecipadas.

    ResponderEliminar
  37. Chega uma altura em que não entendo os adeptos do Sporting passam mais tempo a falar de dirigentes, eleições etc do que de futebol.
    Depois parece que o Sporting precisa de um presidente milagreiro e de um treinador milagreiro.
    O problema desta direção foi querer chegar depressa demais aos lugares cimeiros, quando o importante era perceber que a mudança se faz passo a passo e não com revoluções.
    Não interessa deitar o trabalho de anos e anos pela borda fora.
    Se alguns sportinguistas querem eleições para começarem uma nova revolução podem acreditar que mais insucesso virá.
    Fala-se de um plano sustentado, o Sporting já o teve com Paulo Bento aposta na formação, o 2.º lugar nunca foi aceite, era preciso mais, no entanto fomos vencendo troféus, e se calhar se o futebol português não fosse o que fosse também teríamos ganho o campeonato.
    Não há jogadores que possam render ao seu máximo nível, quando em pouco mais de ano tiveram 3 técnicos com metodologias completamente diferentes.
    Ontem pela primeira vez esta época vi algumas ideias de futebol, boas jogadas de envolvimento, mas é óbvio que a equipa não tem os índices de confiança elevados quando perde a maior parte dos jogos.
    Fico triste pelo Sporting perder, mas também pelas guerras de poder que há vários anos minam o Sporting. Somos um clube de várias fações em que todos querem um pouco do poder para si.


    ResponderEliminar
  38. LMGM:

    De acordo. Faz mais sentido analisar a componente desportiva, até pq nem sequer me sinto preparado para fazer uma análise actual à situação financeira, a não ser aquela que tds assumimos: que é má e continua mt perigosa… Mas isso não é GL exclusivamente responsável, dada a tremendamente difícil herança recebida.


    Desportivamente, o que é q tem falhado no mandato de GL?

    O futebol profissional. No resto tem cumprido. Vejamos resumidamente e em traços gerais. O Complexo Desportivo de Odivelas é uma realidade. As modalidades, apesar de mts dificuldades estão em crescendo (em qtdd e qldd), o dossier pavilhão (aparentemente) vai evoluindo, SportingTV, segundo as ultimas notícias, avança em 2013... Basket de formação e sénior feminino, com mts obstáculos pelo meio, lá arrancou, o Rugby tb. O futsal segue de vento em popa e o andebol atravessa bom momento (pena a derrota no derby...). O Hóquei está em festa e dá os primeiros passos de regresso à 1.ª divisão, apesar do tremendo percalço pelo meio. Não se pode dizer que não haja estratégia com intuito de melhorar as condições desportivas do clube… O problema é q td isto esbarra com o péssimo momento no futebol profissional.

    A SAD é um pedragulho no sapato… Tem dado barraca atrás de barraca, de modo que é aqui, que GL tem que AGIR e agir de forma mt rápida e consequente. A imagem que SCP transparece para a sociedade, resulta do triste espectáculo que o seu futebol vem proporcionando. Td o resto como que se ‘desvanece’ e estar bem no futebol é fundamental.

    De modo que se GL quer continuar com o seu projecto terá, forçosamente de agir mt rapidamente de forma a colocar o futebol do SCP nos eixos. Já não digo no trilho da conquista de títulos (a Taça voou e a Liga é pc mais que uma miragem, neste momento), mas na reposição da ‘normalidade’. E, para mim, a reposição dessa normalidade passa por resolver a contento o dossier “treinador”. Mt rapidamente. Nem que para isso tenha que tomar medidas mais drásticas, como demitir dirigentes e/ou funcionários da SAD. Se, como ‘consta’, não está de acordo com a política q a SAD segue ou pretende seguir, ele enquanto presidente do clube e da SAD, terá que assumir-se e impor a sua vontade e acartar com as consequências dos respectivos resultados que vier a alcançar, para o bem ou para o mal. Requer coragem, mas está nas mãos dele. Se LD não serve ou não aceita, fora. Se CF tb não servir ou não aceitar, fora. Numa altura destas ng pode estar refém de ng. A verdade é só uma: este CD tem na resolução desta crise profundamente instalada no futebol, a sua última oportunidade. E convenhamos, que somente a vontade de Oceano, não chega. Gosto muito do Oceano, um ídolo para mim enquanto capitão. Já disse por varias vezes que reconheço 3 gds e marcantes capitães do SCP em 3 diferentes momentos da minha vida: Manuel Fernandes, durante a infância e adolescência, Oceano enquanto jovem e Pedro Barbosa (a que se somava a valia técnica) já em adulto… Daí se pode perceber a admiração que tenho por ele, mas não é o Oceano (a treinador principal) que nesta altura a equipa de futebol necessita. Acho inclusivamente injusto estar a colocar em risco a precoce carreira de treinador do OC. Ele aceita, claro, por Amor ao clube.

    E é isto…

    ResponderEliminar
  39. Isto é tão simples.

    Aquele penalty se fosse a favor do Porto aos 90 minutos não teria sido marcado?
    Claro que sim.

    Esta é a grande diferença entre o Sporting e os outros. O resto é igual. Passivos iguais (afinal quando os outros até vendem mais), condições de treino iguais, qualidade dos jogadores quase iguais (este ano até temos o melhor plantel dos ultimos anos), treinador, etc.

    Andamos em guerras internas quando o adversário está lá fora. Os anteriores não fizeram melhor. O atual tb não. O Bruno de Carvalho (até era por ele nas ultimas eleições), Dias Ferreira ou outros farão melhor que o Godinho. Claro que não.

    Dias da Cunha tinha mt razão mas não tinha quem o acompanhava. O sistema tem rosto e ele disse-o.

    A esta hora eles riem-se de nós às turras uns com os outros.

    ResponderEliminar
  40. "Aquele penalty se fosse a favor do Porto aos 90 minutos não teria sido marcado?
    Claro que sim."


    É verdade? Sim, é...

    Mas enfim, para explicar o jogo de ontem, chega. Já para explicar as 2 ou 3 (caso o penalty de ontem fosse concretizado) vitórias em 11 jogos oficiais, não chega.

    SL

    ResponderEliminar
  41. Adolfo Sapinho,

    Quando penso em estratégias desportivas, penso também nos nomes que as acompanham para serem implementadas. Não basta querer reduzir o orçamento ou viver à conta da formação, é preciso fazê-lo de acordo com o que o Sporting poderia implementar. Pois o Sporting não parte do zero, tinha de partir do Maniche e do Pedro Mendes, do Evaldo, do NAC, do Grimi, do Caneira. Quantos deles titulares?

    Se a sua opção estratégica se reporta às condições encontradas em 2010, era com isto que tinha de se desenvencilhar. E olhe que não era por serem do Sporting que era mais fácil "reduzi-los", era precisamente o contrário. Hoje é mais fácil olhar para o futuro e prever que o Sporting possa reduzir esse orçamento com base nos jogadores da formação, mas um Bruma há 2 épocas tinha 15/16 anos, um João Mário era júnior de 1º ano, um Chaby era juvenil e assim sucessivamente.

    É precisamente porque sou um enorme adepto da formação do Sporting que entendo que é preciso dar-lhes condições para triunfar, aprender com os excepcionais jogadores que o Sporting tem neste momento, ir entrando paulatinamente para não terem de carregar às costas a responsabilidade - que é grande - de levar o leão ao peito. Já fizemos isso no passado e com resultados acima do que era esperado obter.

    Como lhe digo, há tempos argumentei por uma estratégia semelhante e outra compromissória, que faria uma transição mais suave face à que foi realizada. Um interlocutor bem mais capaz do que eu disse-me nem o contexto cultural o permitiria, nem os sportinguistas. E acho sinceramente - actualmente, e basta verificar as reacções por todo o lado, de há muito tempo a esta parte - que com toda a razão: tudo o que é receita cairia a pique se o Sporting decidisse desinvestir fortemente, entre quotizações, receitas publicitárias e qualquer interesse que a marca poderia suscitar no exterior. Se tem dúvidas, veja a progressão das receitas do Sporting e mesmo nos anos em que se venderam mais GBs. Não tenho os dados à mão, mas estou convencido que o ano de maior receita foi o da final da Taça UEFA - i.e., o último de Dias da Cunha - e a partir daí foi a descer drasticamente... até à temporada passada. Não tenho os dados à mão, mas um clube amplamente dividido sobre a estratégia (porque muitos haveria que não estariam de acordo), a definhar pontos, jogadores e receitas, pouco interesse teria e pouca capacidade teria para aumentar as receitas ordinárias (e nenhuma para as extraordinárias).

    Esta é a minha convicção. Por exemplo, que se o Sporting quisesse continuar a ser grande, que teria de manter o investimento na formação (mas a cenoura de jogar na equipa principal já não seria tão boa). E para pagar o serviço da dívida e ao mesmo tempo reduzir o passivo, precisava de ter um orçamento que actualmente não chegaria para pagar 5 ou 6 dos principais jogadores (entre os quais, por exemplo, o Rui Patrício).

    Acho que há ideias muito erradas da dívida e do passivo. Uma delas é esta (aliás, Dias Ferreira dixit): a EUR 350M ou a EUR 450M, com o nível actual (ou decrescente) de receitas, a dívida já passou a ser mais um problema dos Bancos do que do Sporting. Sporting haverá sempre, ao contrário do que alguns profetas da desgraça teimam em insistir, e não foi porque o Soares Franco reduziu o passivo que o Sporting se aproximou das vitórias. Pelo contrário. E porquê? Porque o passivo não joga à bola.

    ResponderEliminar
  42. Virgilio, os problemas financeiros/económicos do Sporting são idênticos aos de todos os clubes e só se resolvem de uma forma, sucesso desportivo, gastar ou pagar 50 milhões de euros qualquer palerma da banca consegue fazer e custa menos em ordenados do que um defesa direito.

    As equipas não se fazem com cifrões, são uma componente importante mas não são a única.

    Como e quem monta um plantel?

    Como e quem protege um plantel?

    Como e quem faz crescer e rentabilizar um plantel?

    Estas deveriam ser as preocupações fundamentais do Sporting, os problemas financeiros não se resolvem na praça publica mas num gabinete longe de holofotes.

    O maior activo do Sporting somos nós, os milhões de Sportinguistas e a única forma de todos remarem para o mesmo lado é a bola em vez de bater no poste entrar na baliza.

    Para tal há regras sagradas a cumprir em qualquer projecto, já foram todas quebradas temos de re-re-re-reiniciar, tem a palavra o presidente a opção por não se precipitar de novo na escolha de um treinador avulso parece-me inteligente mas já passou tempo mais que razoavel. As criticas têm de ser aceites e compreendidas, mas é urgente por ordem na estrutura e definir de uma vez por todas se esta direcção, que está muito fragilizada pelas demissões que existiram, tem capacidade para se reinventar e liderar o clube para uma vertente desportiva forte.

    É necessário vir a terreiro defender o Sporting enquanto instituição desportiva.

    ResponderEliminar
  43. LMGM:

    Sucesso desportivo. E o que fazer neste momento para tentar alcança-lo? Não será proporcionar aquele plantel um treinador (minimamente) conceituado? Qts dias mais precisa a SAD para garantir isso? Ou vão repetir o tiro no escuro como fizeram com SP? Again?

    Há malta que afirma q viu evolução no jogo da equipa e eu até concordo... Mas foi um jogo, camaradas. Um. Contra o Moreira de Cónegos... Não chega para acreditar em OC nem sequer dá para perceber alguma tendência, a não ser esta: 2J = 2D. Pode parecer cruel, mas é apenas a realidade. Venha um Treinador. Oceano devia, na minha opinião, regressar para o trabalho que tão bem vinha desempenhando. Deem-lhe tempo para crescer enquanto treinador.

    Abç.

    ResponderEliminar
  44. A culpa é de todos nós. Todos!

    Não protegemos nem damos estabilidade suficiente ao clube, assim como somos demasiado débeis ao mínimo ataque ao nosso clube, a uma derrota,etc, contangiando de forma depressiva a maioria de todos.

    Aliás é comum ouvir dizer que nós Sportinguistas nascemos para sofrer. E então é habitual os extremos: ou a resignação de alguns ou a indignação imediata de outros. Falta discernimento a muitos de nós.

    O tanas. Nascemos para ganhar. Assim o diz a nossa história.

    O FUTURO DO SPORTING ESTÁ DENTRO DA NOSSA ÁREA DE INFLUÊNCIA.

    Ed

    ResponderEliminar
  45. Um paineleiro deste fórum afirma que Godinho Lopes tem falhado no futebol profissional, mas no resto tem cumprido. Mas qual é o resto?
    O Complexo Desportivo de Odivelas é uma realidade - Construído pela C.M. Odivelas;
    As modalidades, apesar de mts dificuldades estão em crescendo - iniciativas privadas de sócios;
    O dossier pavilhão (aparentemente) vai evoluindo - Onde? Quando? Como?
    SportingTV, segundo as ultimas notícias, avança em 2013 - Quando? Como?
    Mas o que cumpriu? Qual a estratégia? Qual o rumo para o futuro? A que custo?
    Neste momento, Godinho e sus muchachos têm só uma preocupação: a sobrevivência! E não hesitarão em queimar mais um treinador, seja ele quem for. Até quando vamos permitir isto?

    ResponderEliminar
  46. Os ratos começam a abandonar o barco: Carlos Freitas e Luís Duque abandonam Sporting.

    ResponderEliminar
  47. O coitado do Godinho anda com azar! a mim me parece que a intencao era ganhar estes dois jogos que seriam mais ou menos assessiveis e depois vir com a conversa do "Oceano estar a fazer um bom trabalho e tal, merece ficar ate ao final da epoca,etc." Estou em crer que ele nao faz ideia nenhuma de treinadores ou possiveis treinadores e estava so a tentar ganhar tempo. como perdeu, ha que despedir o Duque e o Freitas para desviar mais uma vez atencoes...E preciso em Dezembro vender alguns dos jogadores para diminuir o orcamento (Patricio, Ismailov, Jeffren,etc), apostar nos jovens da B e esperar pelo ano que vem para tentarmos de novo (desta feita com dois ou tres pontas de lanca em vez de so um!)
    Nota final para o Oceano no jogo de ontem...A aposta no Patricio num jogo da taca desmoraliza completamente o Marcelo (quantos golos mais tem que sofrer o Pateiro para se dar hipoteses a outros - nao e so os golos, e a falta de lideranca, a confianca que os defesas nao teem!). Com a entrada do Viola percebeu-se como seria um sporting com dois pontas de lanca e como poderiamos ser dominadores num jogo com uma equipa inferior!

    Abracos a todos

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (6) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)