quinta-feira, 6 de março de 2014

O fim do império azul é, para já, um mito

Há já demasiada gente a apressar-se a declarar o fim do império azul e branco. Uma precipitação que está longe de se sustentar em dados objectivos e que pode vir a trazer algumas surpresas provavelmente desagradáveis. 

O que começou sobretudo por um problema de ordem técnica e de liderança - o trabalho de Paulo Fonseca e os respectivos resultados - juntou-se agora também, de forma inevitável, a questão anímica, de que o recente jogo em Guimarães é o melhor exemplo. Porém parece-me ainda cedo para deitar foguetes. A época em curso está longe de se poder considerar perdida. A nível interno, e face ao actual espectro, o segundo lugar no campeonato e a vitória numa ou ambas as taças ainda em disputa podem constituir alivio bastante rápido dores até agora sentidas, especialmente porque, a acontecer, seriam alcançadas à custa dos rivais. Mas, mesmo que a época em curso não traga melhorias de monta - o que é até bem provável - nada há de definitivo que indique que a próxima época se lhe assemelhe. As razões para este meu raciocínio vêm abaixo explanadas e são o motivo do meu post de hoje.
 
Se olharmos para o plantel agora à disposição do novo treinador, Luís Castro, facilmente se constata que há ainda muito valor individual disponível à espera de melhor enquadramento para subir de rendimento. Isto mesmo considerando que a politica de reforços seguida foi algo atípica, o que equivaleu a um plantel com alguns desequilíbrios evidentes. As mexidas do mercado de Janeiro revelam não apenas necessidades urgentes de tesouraria, com o alívio da folha salarial, mas, atendendo ao que vai comentando nos mentideros, também ao saneamento do balneário, face a tensões que Paulo Fonseca e a estrutura que o devia suportar não conseguiram prevenir ou resolver de forma menos fracturante. Porém, são episódios circunstanciais que não têm que significar um estado permanente, basta para tal resolver os problemas criados pela passagem de Paulo Fonseca.

O poder que estendeu de forma tentacular a todos as organizações da pirâmide onde assenta a organização(?) do futebol português permanece intacto. Esse poder começa nas Associações, nas respectivas comissões de arbitragem, onde se promove e faz marcar passo quem interessa, e estende-se aos restantes órgãos nacionais. Nos tempos mais recentes o FCP tem sido obrigado a disputar ombro a ombro alguns bastiões com o SLB, disputa silenciosa que se estende também a nível nacional e onde o Sporting não tem participado. Poder que assenta também num núcleo de clubes amigos que com ele coopera, a que acresce o número daqueles que, por temerem as consequências de represálias, não fazem mais do que falar baixinho sem se lhe opor. É esse poder que o Sporting decidiu finalmente enfrentar. Se a estratégia é a adequada ou não é ainda cedo para se perceber.

Nas razões do sucesso do FCP há que não esquecer o saber constituído e acumulado ao longo dos últimos anos. O FCP de hoje é muito diferente do de há uma ou duas décadas, por exemplo. O domínio azul e branco não teria conhecido a importância que se regista hoje no número de títulos nacionais e internacionais se, além da movimentação nos bastidores, não tivesse um departamento de futebol competente, provavelmente o melhor dos três grandes. 

Ninguém melhor para explicar a forma de trabalhar do FCP que o actual homem forte do futebol, Antero Henrique (dados retirados e compilados de entrevistas recentes quer a órgãos nacionais quer estrangeiros):

A nossa prioridade é o sucesso desportivo e dentro disto há três factores que entendemos como fundamentais: recrutamento, desenvolvimento e rendimento. O recrutamento articula-se com 'scouting', o desenvolvimento com a formação e o rendimento com a produtividade do jogador na equipa principal. 

Não vamos deixar de ter a melhor equipa para ter a melhor formação. (No que é um remoque bem claro para o Sporting).

Podemos ter equipas com muitos jogadores portugueses. Mas queremos é grandes equipas com grande potencial.

Queremos ser o mais competitivos e ter uma boa formação porque o nosso lema é formar campeões até do ponto de vista cultural e sociológico. Não há campeões sem jogadores robustos e aque não falo em jogadores que correm muito e são pesados. Queremos jogadores com determinadas características para uma equipa de elite.

Organizamos o FCP sob um lema: "um plantel, três equipas" porque queremos uma migração natural entre a equipa A, equipa B e sub-19. O ciclo de treino acaba por ser o mesmo para todos os jogadores do plantel, o que permite planteis mais reduzidos e menor desperdício.  

Não se pode dizer que o discurso seja incoerente com a prática e os resultados falam por si. São as suas consequências práticas que permitem a valorização de activos que proporciona retorno financeiro para a cada ano renovar os investimentos. Um amplo reconhecimento no mercado e relações de preferência com os melhores actores ajudam não apenas a escoar os activos, assim como a conseguir o financiamento necessário. 

Por outro lado, quem conhece e acompanha o fenómeno futebolístico de perto sabe que o nível de acompanhamento dispensado aos seus profissionais de qualquer dos escalões, a jogar na casa mãe ou emprestados, supera em muito o que é prática comum nos outros grandes da capital. Associado ao êxito quase permanente, tal torna o clube como um destino apetecido de muitos profissionais.  

Não podia terminar o post sem abordar aquela que é provavelmente a questão crucial: a liderança. Ninguém é eterno e isso é cada vez mais evidente a cada aparição pública de Pinto da Costa. Mesmo antes que a sua influência directa nos destinos do clube cesse, as suas melhores qualidades sofrerão o inexorável declínio. A sua sucessão será um desafio para toda a entourage que o acompanha e forma como ela ocorrer decidirá o futuro próximo.

Contudo, e embora haja aqui e ali já sinais de aparente declínio, é ainda muito pouco para de decretar o final dos tempos para o clube de Pinto da Costa. Como estes parágrafos tentam demonstrar, há razões de sobra para ter como muito pouco provável que o império que construiu se esboroe e esfume num ápice. O poder de que ainda dispõe - o valor dos seus activos, o poder dos bastidores e o saber constituído - ainda lhe asseguram suficiente poder de fogo em qualquer um desses campos que será imprudente menosprezar.

8 comentários:

  1. Vê-se logo que não percebes puto do que dizes:
    1) quando ganha é por trafulhice
    2) quando está em grande é por trafulhice
    3) quando está em perda tem o conhecimento mas não evita as derrotas (e a perda)
    4) quando está mesmo em baixo acreditam que ainda está em cima

    Vives tão afastado do conhecimento - eu posso só falar se o Sporting ou o Benfica jogam bem ou mal e pelo que vejo, não faço ideia o que são por dentro - que pões uns princípios do Antero que não salvaram do fracasso o seu projecto, pessoal, Visão 611, que não rendeu absolutamente nada, logo esses tópicos do Antero são para boi dormir e "enganar" os "encautos", umas merdas de marketing saloio que parecem dar resultado quando se ganha.

    A verdade é que a crise da falta de capacidade da "estrutura" foi apenas disfarçada com os dois últimos campeonatos in extremis e ganhos à custa do saber do treinador VP, que toda a gente, incluindo muitos portistas, achava ser um meco. Havia quem não acarditasse ser possível o Jasus perder 2 campeonatos, mas sem notarem ser quase impossível, fora as provas a eliminar e onde certas opções dos treinadores são altamente discutíveis, ganhar ao FC Porto (daí 3 campeonatos só com uma derrota e como foi com paixão).

    A "estrutura" é uma treta e desta vez aquilo desabou mesmo, é curioso que os rivais se preocupem se será agora que... não, eles são fortes e aquilo não cai já.

    Se o Sporting não desapareceu do mapa achas que o Porto irá desaparecer? Não, continuará, mesmo sem PdC. O Porto comete erros de amador como qualquer outro! Tem acumulado muitos. A crise poderia ter sido bem mais grave, foi apenas amenizada. Mas é grave mesmo, porém só a morte não tem cura.

    Incurável é a tendência para falarem do que não sabem: se a ganhar pouco sabem valorizar, a perder julgam que a responsabilidade das gaffes é facilmente ultrapassada.

    Eu acredito menos nisso, infelizmente, sei o que a casa gasta e nunca poupo os dirigentes bem remunerados para a porcaria que fazem, por acção e/ou omissão.

    ResponderEliminar
  2. Zé Luís,

    Até posso não perceber puto do que digo, mas prefiro isso do que não se perceber o que digo e contradizer-me em cada linha.

    ResponderEliminar
  3. Concordo. Fazer o funeral ao Porto só por causa de uma época má - sendo que o mau ainda pode incluir umas tacitas... - só pode indicar uma tremenda falta de memória de longo prazo. Épocas más, em que ficam fora da luta pelo título relativamente cedo, não são vulgares lá em cima, mas também acontecem - assim de repente, lembro-me de 2009-10, 2004-5 e 2001-2. O que os distingue não é não terem épocas más (que acontecem a todas as equipas) mas sim serem fortíssimos na reação na época seguinte.

    ResponderEliminar
  4. Não tenho grande conhecimento de causa, mas se o "imperio" ruir será quase de certeza pela via financeira

    O porto tem, como se viu nos últimos resultados, um deficit orçamental muito elevado (muito mais do que o do Sporting)

    Tem conseguido comprar barato e vender (muito) caro, mas este ano, não comprou assim tão barato e jogadores como James, Moutinho, Falcão não aparecem todos os anos

    Neste momento olha-se para a equipado do porto e não se vê grandes possibilidades de encaixes volumosos - talvez, Mangala, Jackson e pouco mais, Curioso que esta semana sai uma noticia que refere que Mourinho está interessado no "prodigio" Iturbe

    Não se perspectivando grandes receitas - o porto fará de tudo para não deixar fugir também a presença na Liga dos Campeões e um eventual 3º lugar não chega, porque o play-off será sempre um embate imprevisível.

    Como quem está em 2º é o Sporting - antevejo muitas dificuldades para o que falta do campeonato, mas tenho alguma confiança porque sei que Leonardo e os jogadores farão de tudo para se superar em campo.

    ResponderEliminar
  5. ... Oh meus amigos, é certo que fcp não vai acabar assim muito facilmente, mas que a coisa vai oscilar um bocado vai!

    ... O que mais me intriga é como os sócios e adeptos do fcporto (que os há inteligentes e sérios) não perguntam à "estrutura" onde pára o guito (um balúrdio de guito) que ela tem realizado na venda de jogadores (negócios fabulosos) ... e aqui está o cerne da questão, quando esse dinheirão se acabar a estrutura vai abanar, cair não cai, mas ficará reduzida ao nível regional, perdendo força nas instituições que o apoiam sejam elas desportivas, políticas, regionais ou nacionais!! E então sim veremos um porto ao mesmo nível dos outros clubes, a ser tratado de igual modo, nem mais nem menos!!

    ResponderEliminar
  6. Vamos lá ver é como será o Porto de Marco Silva no próximo ano.
    Esta ano vao novamente fazer lucrar com transferências milionárias e voltarao a ter a capacidade de contratar 2/3 jogadores que podem voltar a pôr aquele clube a jogar á bola como deve ser.

    ResponderEliminar
  7. A maior barreira dessas todas é o 'caso Banif'.
    É um enorme fosso de água como nos 3000 mts obstáculos

    ResponderEliminar
  8. «Vê se pagas é o que deves!»
    Ontem, segundo a imprensa, o presidente da agremiação corrupta terá soltado em jeito de desabafo e dirigindo-se ao presidente do Vitória de Guimarães:
    "Já estou arrependido de ter emprestado dinheiro ao V. Guimarães. Vê se pagas é o que deves!"

    Será este apenas uma ponta do iceberg da enorme teia montada pela agremiação corrupta que subjuga a grande parte dos clubes das duas ligas profissionais aos seus interesses.

    Na mesma semana em que vimos confirmadas as suspeições à volta da ingerência na utilização ou não de determinados jogadores em jogos frente à agremiação corrupta; vemos também confirmada que essa ingerência vai para além dos jogadores, assumindo também a vertente de empréstimo financeiro.

    Que favores foram pagos com este 'empréstimo' ?
    Que favores esperava a agremiação obter com este 'empréstimo' ?

    http://oantilampiao.blogspot.pt/2014/03/ve-se-pagas-e-o-que-deves.html

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (91) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (69) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (43) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (2) play-off (1) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (7) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (4) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)