quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Our Special One (na viagem entre o céu e o inferno)

Rui Patricio de nível mundial


Não tinha nenhum sentimento especial para o jogo que marcaria o regresso dos grandes jogos da Liga dos Campeões a Alvalade mas manda a honestidade que confesse que não esperava uma exibição tão categórica como a que o Sporting realizou na segunda parte do jogo. E, atendendo a que, nesse período, o Sporting estava em desvantagem no marcador, ante uma equipa poderosa como a do Chelsea e contra um treinador como Mourinho, a surpresa é bem maior. Antecipando desde já a conclusão, os três pontos perdidos ontem só serão um completo desperdício se o crescimento ontem revelado tiver sido apenas para inglês ver e não tiver, por isso, repercussão no desempenho doméstico.

Salvos por S. Patrício, um guarda-redes de nível mundial
O Sporting, ao contrário dos jogos anteriores, não entrou bem. Por culpas próprias e de Mourinho, que seguramente estudou bem as debilidades do nosso processo defensivo e foi espetando, logo desde o inicio, o garfo na ferida. Bolas a explorar os espaços entre os centrais e entre estes e os laterais, sobretudo sobre o lado esquerdo, onde Schurle parecia estar a circular nas célebres auto-estradas alemãs sem limites de velocidade, expunham-nos constantemente ao golo. 

Curiosamente este haveria de chegar numa jogada de bola parada e quando a equipa parecia querer estabilizar. Uma falha colectiva mas onde os centrais andavam em parte incerta. Neste naufrágio é absurdo culpar Patrício, a bola cai nos limites da pequena-área, tendo lá chegado a uma velocidade que impossibilitava o seu alcance. Jonathan pouco mais poderia ter feito do que incomodado o salto de Matic, tal a diferença de estatura, mas talvez o suficiente para o sérvio não ter tempo para calcular o cabeceamento com a precisão de um míssil balístico. Não fora o nosso Special One e poderíamos sair dos primeiros quarenta e cinco minutos com amasso muito semelhante ao que levaram os nossos sub-19 durante a tarde em Alcochete. Se não caímos no inferno e o céu pareceu possível até o árbitro dar o jogo por terminado a ele o devemos.

O triangulo das bermudas ou a importância do talento e da falta dele
Há boas noticias neste jogo: 

O Sporting tem um bom treinador, ou a equipa não chegaria ao nível que chegou, ante um dos melhores conjuntos da Premier League. O crescimento da equipa, conseguido contra resultados e classificações nas diversas competições que não favorecem a confiança, é um bom sinal. A segunda parte de ontem pode-se juntar, sem favor, a uma das melhores dos últimos anos em Alvalade. Há qualidade indiscutível no plantel e talento em Patricio, Nani e Carrillo. Talvez não seja em quantidade suficiente.

O reverso da medalha está na distância de alguns titulares e vários segundas linhas. Não é demais lembrar que, facilidades como as concedidas ontem, não costumam ter tão pouco aproveitamento por equipas como a do Chelsea ou até mesmo do Schalke 04. Se nas segundas linhas o caso só será mais sério quando a época estiver mais lá para depois do Ano Novo - ou quando é preciso mexer na equipa, como ontem se notou mais uma vez - no caso dos titulares o problema é mais sério. O caso mais gritante está no centro da defesa e na posição nove. Um triangulo das bermudas onde qualquer bom resultado pode desaparecer num ápice. Sem marcar golos e a poder sofrê-los a qualquer momento, o Sporting estará à mercê de qualquer resultado, o que não é propriamente o ambiente propicio para a estabilização da equipa em patamares mais elevados, como todos pretendemos. É isso que está a afastar a equipa de uma temporada ao nível das melhores dos últimos anos, agrilhoando-a a uma mediania de resultados que podem afastar a equipa do caminho do sucesso.

Perspectivas para um futuro próximo
Apesar do resultado adverso, e por força da combinação com o resultado do outro jogo do grupo, o Sporting mantém intactas as perspectivas de alcançar o objectivo mínimo, a qualificação para a Liga Europa, e mesmo o prestigiante apuramento para a fase seguinte. Aqui é bom lembrar que nenhuma equipa portuguesa o conseguiu nos últimos anos. Contudo, sem resolver o triângulo das bermudas acima descrito, o Sporting continuará a ter que fazer uma navegação de cabotagem, sem segurança para ambicionar águas mais profundas.

Os grandes e o pequeno
Grande ambiente em Alvalade, com os adeptos a elevarem-se ao nível dos melhores. No polo oposto a actuação do árbitro espanhol. Não destoaria ao lado de nenhum dos seus congéneres e nossos "bons amigos" deste lado da fronteira.

19 comentários:

  1. Sem dúvida.O Franguício que só jogava por favor do Paulo Bento,é um GR de gabarito.Não espanta que esta Liga dos Campeões seja a montra que o vai levar para um clube de primeiro plano mundial.Com muita pena minha.O Sporting andou muitos anos a oferecer pontos por não ter um GR assim.

    ResponderEliminar
  2. grande jogo do patricio. é de facto incompreensivel o "meltdown" que teve com a alemanha. nao fosse isso e alguem tinha vindo busca-lo por 15M. a defesa da selecao nao é desculpa, que ontem com sarr e mauricio nao era melhor...

    ResponderEliminar
  3. Patrício é há vários anos o melhor guarda-redes Português e tem caminhado gradualmente para estar no 'topo dos topos' mundial.
    Grande Patrício, continua!

    ResponderEliminar
  4. De um modo geral concordo com a análise ao jogo, à super exibição do Patrício, às fragilidades apontadas à defesa e ao ataque (embora me pareça que, apesar de tudo, a posição do número 9 tem as muito melhores soluções dos últimos anos), aos erros do árbitro.

    Enfim, concordo com tudo, mas há uma coisa que não percebo.

    Como é possível não haver "nenhum sentimento especial para o jogo que marcaria o regresso dos grandes jogos da Liga dos Campeões a Alvalade"???

    Há anos que sonhava voltar a ouvir aquele hino em nossa casa.

    Este é o nosso rumo e é aqui que pertencemos.

    ResponderEliminar
  5. Boa crónica...

    O futebol atacante e de combinações do Sporting começa a entusiasmar. Mesmo se, por vezes, continue a existir algum exagero em lances individuais (as fintas de Nani ontem p.e.) e/ou em guardar a bola ao invés de a passar mais rapidamente para colegas desmarcados (William e Adrien). O André Carrillo tem-se revelado, esta época, numa forma excelente o João Mário trouxe mt mais criatividade e presença no 'miolo' do terreno. Slim está ainda desencontrado com o estilo que a equipa desenvolve e não sei se, algum dia, se adaptará totalmente, dadas as suas evidentes lacunas técnicas e de tomada de decisão.

    Mas a defender… é que a porca torce o rabo e não é pouco. Se é certo que a qualidade dos centrais deixa muito a desejar a forma como a equipa defende tb não os favorece e evidencia, ainda mais essa tal falta de qualidade. Sarr chega a dar pena vê-lo a correr quase sempre atrás dos avançados… A diferença de velocidade é… brutal. Com uma defesa tão subida no relvado, é fundamental que os defesas, principalmente os centrais sejam mt mais rápidos que o habitual, não só a intuir com antecedência as intenções dos adversários, mas tb a reagir qd se deparam com essas situações em leno desenvolvimento. Ora, Maurício e mt menos Sarr têm essa capacidade. Já disse que o problema do Sarr, por exemplo, não é apenas a sua inexperiência / ingenuidade que, caso tivesse, poderia a ajudar a atenuar a falta de intuição que apresenta, mas é a velocidade com que se movimenta o problema mais grave. O miúdo é lento. Raciocina e move-se a uma velocidade que não lhe permite jogar (com sucesso) da forma que Marco Silva pretende. Num processo defensivo com a equipa mais recuada, e denso, com menos espaço nas costas, seria mais favorável para ele, apesar de que mesmo assim continuo a achar que não está preparado para a titularidade dum clube como o SCP. Maurício, apesar de tb não apresentar qgd qualidade técnica, reage com outra velocidade e tem uma garra que não vejo em Sarr. Ou seja, apesar das suas limitações tem um conjunto de características que disfarçam, até certo ponto, os seus defeitos…E è neste contexto que Rui Patrício tem sobressaído. Não há jogo em que não tenha que intervir com defesas de elevado grau de dificuldade. Ontem teve que, amiúde, lidar contra avançados que lhe apareceram embalados pela frente e completamente isolados… Mt atenção e, lá está, intuição, mt treino, mt qualidade terá que ter um GR para ganhar todos os (mts) duelos que teve ao longo de um jogo contra avançados / médios com a qualidade técnica que os jogadores do Shelsea apresentam. RP ontem foi um verdadeiro monstro das balizas.

    È realmente uma pena, não termos uma dupla de centrais com outra categoria. Se tivéssemos, com mais uns acertos colectivos no processo defensivo e esta equipa do Sporting era um caso sério. Assim é esperar que, na maioria dos jogos, se consiga marcar mais golos que aqueles que iremos inevitavelmente continuar a sofrer. O saldo, no que aos resultados diz respeito é, para já, este: em 8 jogos oficiais temos duas vitórias, uma das quais surgiu quase que por milagre e ao soar do gongo (Arouca). E são mais os pontos perdidos (5 na CL + 8 na Liga = 13 pontos) que os conquistados (1 na CL + 10 na Liga = 11 pontos). Um desperdício! A continuar assim, não há exibições nem futebol de ataque que resista… E, note-se, só não tem sido pior pq… RP tem sido um autentico gigante!!! É a nossa sorte grande contra os”azares” defensivos…

    ResponderEliminar
  6. Centrais, centrais, centrais. E a 1ª parte miserável do Cédric ?

    ResponderEliminar
  7. jô,

    quando digo "nenhum sentimento especial" estou-me a referir ao desfecho do jogo, ao resultado uma vez que uns temiam uma goleada outros esperavam um grande feito. Eu não tinha nenhum sentimento definido relativamente a isso, nenhum feeling que me permitisse fazer um vaticínio.

    ResponderEliminar
  8. A segunda parte foi muito muito boa. Faltou um golo mas não foi por a equipa não o ter procurado com muita qualidade. Concordo que o jogo de ontem -a segunda parte, mais exactamente - atesta da qualidade do treinador e da qualidade individual de muitos jogadores. Os centrais - o problema repisado em quase todos os jogos - podiam ter deitado tudo a perder. Em Sar o que sobressai é a lentidão e o mau posicionamento. Maurício compensa com a capacidade de reacção e a garra insuperável. Realce para o bom desempenho do Paulo Oliveira que mostrou uma superior leitura do jogo e apareceu a cortar lances perigosos longe do seu local de acção mercê dessa qualidade. Na frente temos muita qualidade, potenciada por Nani e por João Mário e por um cada vez melhor Carrilho. Falta apenas dar mais tempo ao Montero que ontem mostrou uma maior alegria e tem argumentos técnicos que acrescentam - julgo eu - muito à equipa. Montero e Slimani podem ser uma dupla muito útil e complementar. Isso implicará um outro padrão de utilização. Patrício ontem foi apenas o one man show, um dos melhores do mundo com os níveis de confiança actuais.

    ResponderEliminar
  9. Como disse ontem, não vi o jogo em directo, apenas os 13 minutos iniciais, vi depois a gravação do jogo já noite dentro. Algumas curiosidades, quando me disseram o resultado final imaginei logo que o golo teria vindo de uma bola parada... e os poucos minutos que vi do jogo só anteviam golos de bola corrida com disputas 1x1 de avançados do Chelsea versus Patrício.

    O Patrício mandou uma enorme abada aos avançados!!!!

    Quando vi o jogo em diferido (já com o resultado final sabido e interiorizado) não deixei de sofrer com cada lance da segunda parte, continuei a dizer para rematarem, passarem, desmarcarem como se o tempo pudesse voltar atrás. Pior, o sono lá desapareceu como já tinha acontecido após o jogo contra o Belenenses.

    Urge resolver o problema Sarr, ontem o Maurício fez de tudo naquela defesa e ele também tem as suas limitações e direito a falhar, principalmente quando há tantos a falhar à sua volta. Houve jogadas, dentro da grande área onde Maurício, antecipou, cortou, posicionou-se, cortou de novo, voltou à posição enquanto Sarr esteve quieto como uma estaca a observar o companheiro (e o mundo ao seu redor) a movimentar-se... como os relógios parados por breves momentos esteve no lugar certo.

    O golo parece daqueles que o Costinha marcava quando era treinado pelo Mourinho. Eu sei que eu não percebo nada de bola, mas com tanto especialista na matéria espalhado pelo mundo será que não era possível reproduzir aquilo em Alvalade e passarmos a ter algum lucro das bolas paradas? Seja cantos ou livres laterais? Como é que se faz para conseguir aparecer um gajo ao segundo poste soltinho?

    Em tempos era o livre lateral do Camacho que terminava com um remate frontal, e o Mourinho rapidamente o replicou, será que com tanto analista, observador e treinador só o Mourinho consegue explorar estes pormenores?

    Adiante, Marco Silva, gostei que tivesse jogado sem grandes alterações de filosofia de jogo, eu teria feito diferente e metia ferrolhos à la Mota e provavelmente perdia na mesma, talvez até com um resultado mais desnivelado. Eu estaria errado em mudar a filosofia da equipa, mesmo que tivesse algum lucro (empate ou vitória) uma equipa grande tem de jogar sempre como grande! Foi essa a característica que Marco colocou em acção no Estoril e o trouxe até nós. Se é para perder, perdemos a atacar. Este arrojo pode trazer-nos dissabores contra equipas fortes, mas no campeonato nacional contam-se por metade dos dedos da mão de um maneta as equipas que aguentem o Sporting de ontem, com Sarr, com Cedric, com Maurício seja lá com quem for, o futebol de ontem, jogado áquela intensidade nos jogos nacionais garantem-nos presenças contínuas na Champions, a jogar contra equipas onde a nossa probabilidade de vencer é menor, onde os erros por mais ínfimos que sejam se pagam caro e só neste nível de exigência é possível crescer para o patamar que nos permite encarar jogos contra o Belenenses com maturidade e intensidade suficiente para ganhar sem espinhas.

    Venha lá o Penafiel para demonstrar em campo tudo o que aprendemos nos últimos jogos.

    ResponderEliminar
  10. LdA, bem me queria parecer que havia um erro de interpretação da minha parte.
    Só podia.

    ResponderEliminar
  11. Jô, admito sem nenhum favor que a interpretação dada era possível. Quem escreve sabe o que lhe vai na cabeça mas nem sempre, como parece ter sido o caso, consegue transmiti-lo com clareza.

    ResponderEliminar
  12. Que achaste do paulo oliveira ontem? Pareceu-me dar muito melhores indicações do que aquelas da pré-época. E parece-me a mim que está na altura de trocar sarr por oliveira, é que se não, arriscamos a ter uma época miserável com esta dupla de centrais, ainda por cima com o resto da equipa a jogar razoavelmente bem e a não merecer tamanha falta de qualidade na defesa.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  13. Relativamente ao Paulo Oliveira acho que é melhor do que qualquer um dos titulares. Acrescento que há trabalho ainda por fazer da parte de Marco Silva, o sucesso da defesa é da responsabilidade dele e de toda a equipa.

    ResponderEliminar
  14. "Centrais, centrais, centrais. E a 1ª parte miserável do Cédric ?"

    Caro Leão Sr. Engrácia,

    Vale a pena bater no ceguinho?

    Na minha opinião vale, enquanto as 'roscas' continuarem, no centro da defesa. Pq qd os “azares” se somam, repetidamente, uns após outros é porque se calhar não é só…azar. Digo e repito, o problema de Sarr, mais até do que Maurício que tb nunca entusiasmou por aí além, é ser angustiosamente lento. É lento a pensar, é lento a executar e é lento a reagir. A 'rosca' é azar e é… lentidão. O posicionamento até pode ser corrigido, com mais experiência e outra maturidade, mas ou o Sarr começa a pensar e a agir com outra velocidade, ou nunca dará central de categoria. Não serve para o que o SCP necessita e, claramente, não está preparado... Lamento. AH! E repara que os lances com avançados isolados são tds pelo centro... Daí que malhar em Cedric e ou Jonathan nesses casos, livrando a cara aos centrais é... como dizer, esquisito. Ainda assim: Cedric? A primeira parte até foi o Jonathan Silva que andou mais atrapalhado... A maioria dos ataques do Shelsea foi pela direita (flanco esquerdo da nossa defesa)...

    ---

    LMGM:

    Tens razão! Há outra maneira de evitar sofrer (mts) golos: manter uma posse de bola com qualidade. Temos médios e atacantes para isso. Se tivermos a posse de bola e se passarmos o tempo a atacar, mais dificilmente sofreremos golos. É preciso é que o adversário passe o jogo a cheirar a bola e, qd a conquistar, não acerte no contra -ataque. Tb se acertarem, está lá o Patricio! :) Exemplo? Veja-se o jogo de Barcelos.

    ---

    JG: o Paulo Oliveira esteve muito bem... Entrou com outra atitude e mt mais confiante. Gostei. É uma pena não se adaptar como central do lado esquerdo...

    SL!

    ResponderEliminar
  15. A crónica está muito boa e o título é excelente.

    Para não andar a repetir elementos, destaco esta parte:

    "O caso mais gritante está no centro da defesa e na posição nove. Um triangulo das bermudas onde qualquer bom resultado pode desaparecer num ápice. Sem marcar golos e a poder sofrê-los a qualquer momento, o Sporting estará à mercê de qualquer resultado, o que não é propriamente o ambiente propicio para a estabilização da equipa em patamares mais elevados, como todos pretendemos."

    É isto que tem vindo a ser discutido e alertado. Este Sporting, com este conjunto de jogadores (Patrício, William, Adrien, J.Mario, Nani e Carrillo) não pode passar ao lado de uma grande época. Mas está sempre mais perto de não vencer do que vencer.

    Não vou falar mais nos centrais (principalmente daquele que ontem não se lesionou - aposto que nunca teria aquela atitude altruista de ir ao Diego Costa, correndo o risco de se lesionar e/ou ser expulso). O que tem estado à vista serve bem para ver que os insultos recebidos aqui e em outros locais nunca tiveram razão de ser (bem, insultos nunca têm razão de ser, mas enfim...).
    Slimani (que ontem fez os melhores 45m desta época - a 2ª parte do jogo) não é o avançado de Nani, Carrillo, William e João Mário.

    A equipa esteve muito nervosa e Patrício foi o calmante de serviço. Enorme (aliás, como sempre).

    Como pediu ontem o LMGM, era preciso sair vivo deste jogo. Conseguiu-se. Agora é dar continuidade (com vitória) em Penafiel. Depois vem a selecção e o foco tem de sair de nós.

    Somos a única equipa que, esta época, já jogou com 3 equipas do Pote 1 da Champions. Só perdemos uma vez e nunca sofremos mais de um golo. E tinha preferido a vitória do Schalke ao empate.

    ResponderEliminar
  16. Realmente urge resolver a questão central

    Paulo Oliveira tem de ser o Central do lado direito e pronto ! Depois adapte-se o Mauricio (pelas caracteristicas que tem, terá um desempenho assin tão diferente ??) ou jogue o Sarr ou o Rabia ou o Tobias - para mim neste momento é secundário, mas para já é fixar o Paulo no "11"

    Provavelmente MS terá tarefa facilitada, já que mauricio pode estar lesionado

    LMGM - não é por nada, mas podias ter visto 14 min - não quero dizer que a culpa da derrota foi tua, mas com essas coisa é melhor não facilitar :)

    ResponderEliminar
  17. possivelmente terei má vontade, mas o que eu tenho visto:

    os erros que foram mais que visiveis contra o fcp, voltaram a repetir-se agora de forma ainda mais evidente, a equipa tem o processo defensivo horrivelmente trabalhado, quantas vezes, ontem houve situações de 1x0 (avançado em frente ao Patrício)? 4, 5 6 vezes? inadmissivel, quantos metros vão das costas dos médios até à linha defensiva?

    Ok, estou a ter má vontade, se calhar, mas com mais aplausos, menos aplausos, exijo uma equipa muito mais bem trabalhada, independentemente da avaliação individual que possamos fazer e aí haveria muito para falar, mas não é por ser o chelsea e os milhões do abramovich que entrarei no discurso romantico, dos pequenos herois que lutaram contra gigantes e das palmas recebidas no final.
    Para mim, essa ideia é discurso de clube pequeno no qual não me revejo - quero mais e exijo mais e mais uma vez ontem, não gostei!

    Não quero falar de nenhum jogador em particular, mas aconselho que vejam com muita atenção os tais 20 min de gloria do Paulo Oliveira, mas ver com olhos de ver, observem as suas acções do principio ao fim de cada lance em que ele participou, não consigo tirar quase nada que me faça querer que está ali um central para a dimensão do Sporting. Acredito que a incompetente gestão no reforço defensivo que nos levou aos recursos que temos nos levem a este fenomeno tão sebastianista de vermos em qualquer um, o salvador do eixo defensivo, mas Dier e Rojo partiram há muito (esta é a realidade pura e dura)...

    desculpem lá, mas este é o meu estado de espírito.

    ResponderEliminar
  18. Pedro O,
    No essencial concordo, embora me pareça que neste momento jogam os piores. Mas nada que garanta a qualidade que precisamos.

    ResponderEliminar
  19. Eu sinceramente não consigo perceber tamanha euforia pelo facto do guarda-redes ter evitado uma goleada de proporções épicas, assim como não consigo perceber como conseguem estar tão felizes por verem com os próprios olhos aquela avenida pela qual a cada momento aparecia um jogador do Chelsea completamente livre...

    Na 1ª parte, foram 4 ou vezes, sem contar com o golo...

    E na 2ª parte, que dizem que foi "equilibrada" eu vi Oscar, Diego Costa, Schurle e Filipe Luís cara-a-cara com Patrício, enquanto que o Sporting pode contar com duas chances não tão clristalinas como as do Chelsea: Slimani na 1ª parte e Nani na 2ª parte...

    mas Patrício é que é, é de top, é o MVP, Mourinho foi cumprimentá-lo, etc etc etc...quando se fica contente por empatar com o Porto e perder só por 1 x 0 com o Chelsea, algo está mal...

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (13) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (94) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (71) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (9) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (68) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (8) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (3) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (2) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)