quarta-feira, 29 de outubro de 2014

O protesto "inadmissível" e mais algumas notas sobre a actualidade

Foto Público/ Ina Fassbender/Reuters 
O inadmissível
Sem surpresa a UEFA rejeitou o protesto apresentado pelo Sporting, relativamente ao jogo com o Schalke 04. Surpresa isso sim, registei na tradução feita pela generalidade dos órgãos de comunicação social, que fizeram, de forma preguiçosa ou reveladora de ignorância, uma transposição literal da palavra inglesa "inadmissible". Ora o protesto do Sporting não foi considerado inadmissível, no sentido de "intolerável" ou "inaceitável" mas sim rejeitado como inválido, o que é bem diferente. Saúde-se a explicação dada pelo Noé Monteiro, ontem na Antena 1. (ouvir neste link)

Questões de semântica à parte, vinco o sentido do anterior post sobre a matéria: o Sporting fez muito bem em protestar. Era, isso sim, inadmissível que não o fizesse. Mas, insisto, é lamentável que o tenha feito nos termos que o fez. O que UEFA veio dizer é que os regulamentos não prevêem quer a repetição do jogo quer a entrega do valor pedido pelo Sporting. Pior é o Sporting aceitar a troca de um principio - a da reposição da justiça - por um valor monetário qualquer que ele seja, quando pede "a repetição ou o dinheiro."

A contratação de Sara Moreira e o atletismo
Acabaram por se confirmar os rumores que já circulavam há alguns dias sobre a possibilidade de o Sporting contratar Sara Moreira. Uma excelente noticia que se junta a outras de abandonos já confirmados e de rumores de mais saídas. Provavelmente será melhor esperar mais algum tempo para se perceber qual o sentido das mudanças numa modalidade que outrora já deu tanto ao clube mas que, face à realidade instalada, requer uma profunda reflexão. É verdade que as verbas despendidas pela modalidade não se assemelham ao que se gasta no futebol, mas não é menos verdade que os tempos em que as camisolas do clube são envergadas pelos atletas da modalidade são escassos.

Já se pode estar preocupado com a formação sem ser acusado ou insultado?
A formação é desde há muito tempo um tema caro neste espaço. Infelizmente, tanto agora como no passado, demonstrar preocupação, discordar de determinadas decisões ou até de avaliações de jogadores, é quase sempre entendido como pretexto oportunista para fazer "oposição". O tempo, como sempre, encarregar-se-á de fazer justiça. 

Acontece que a semana foi mais uma vez marcada pela continuação da instabilidade em Alcochete. A época leva pouco mais de 3 meses e o rodopio de treinadores continua. A demissão de Bento Valente deve ser entendida como um verdadeiro tiro no porta-aviões, se atendermos à forma como o seu regresso havia sido anunciado. A par disso os resultados são os que se sabe, com as humilhações consecutivas a nível internacional a contrastarem com os pergaminhos do clube nestes escalões.  A saída de Lima não ilude a dúvida sobre a qualidade do plantel de júniores, por exemplo. Qualidade que vem sofrendo erosão consecutiva e foi a qualidade, como sempre, que fez a formação do Sporting deter o estatuto que detém. Estatuto que não nasceu ontem, mas que pode acabar amanhã se as decisões certas não forem tomadas. Construir leva tempo, implodir não.

Virgílio é o nome no centro do furacão. Tido pelo presidente como o "o homem que respira futebol" e a quem foi entregue o poder (e o fardo) de tudo decidir em Alcochete, vem acumulando uma série de decisões altamente questionáveis. Despedir treinadores com a época a começar ou com poucas jornadas decorridas é pelo menos sinal de mau planeamento. Tenho também muitas dúvidas que a preferência por nomes de Sportinguismo inquestionável como Barão ou Venâncio, mas sem nada que se recomende no curriculum, sejam as medidas correctas. Aliás, tal como os seus ex-companheiros, além do passado em comum, registam também em comum quase duas décadas de afastamento quase total do futebol, quer profissional quer de formação.

As noticias às pinguinhas sobre a auditoria
Começou por se saber que o clube iria processar ex-dirigentes e profissionais, o que já parece estar em curso. No fim-de-semana "soube-se" que Gomes Pereira gastava muito dinheiro em medicamentos, o que o antigo responsável pelo departamento clínico veio agora desmentir. Não sei a quem interessa este tipo procedimento, o Sporting não ganha nada com tipo de exposição. 

Sobre este tema chamaria à atenção o que se vem passando no Barcelona, cujas feridas das acções intentadas contra ex-dirigentes dividiram profundamente o clube e custarão muito mais do que este alguma vez receberá. Isto se alguma vez receber alguma coisa, uma vez que as acções movidas a ex-dirigentes foram recentemente rejeitadas judicialmente, mas as suas consequências ainda permanecerão por tempo indeterminado.

A propósito deste tema dizia ontem o conhecido jornalista espanhol Martin Perenau:

1.- Sandro Rosell, el más votado de la historia, pudo ser el presidente de la concordia en el Barça, pero eligió gobernar desde el rencor.


2.- Rosell heredó el mejor equipo de siempre, un gran entrenador, una Masia bien dirigida y una metodología y modelo de juego irrefutables.


3.- Rosell también recibió una herencia mala. Heredó problemas de gestión, carencias, errores y defectos.


4.- Rosell pudo ser magnánimo: perfeccionar la herencia buena, hacerla suya y aprovechar los réditos. Y limpiar y corregir la herencia mala.


5.- Sandro Rosell optó por el rencor como guía y norte de su mandato. Hoy, es un fantasma errante porque el rencor nunca construye nada.

Quem sabe nós pudéssemos aprender alguma coisa com isto.    

Duas notas adicionais ao post inicialmente editado:

O aumento de Slimani
O clube decidiu dobrar o salário de Slimani, colocando-o entre os que melhor pagos do plantel. Era conhecida a insatisfação do ponta-de-lança,  o que terá originado o seu afastamento, conhecido de todos, no inicio da época. Ao que se foi dizendo, o Sporting não acedeu aos seus pedidos de aceitação de propostas de clubes estrangeiros, propostas essas que, pelos vistos, eram mais aliciantes para o jogador que para o clube. O aumento é uma medida justa e acertada, o jogador não viu as suas pretensões inteiramente satisfeitas, mas vê a sua importância reconhecida.

As eleições na Liga
A primeira nota para a representação do Sporting. Esta esteve a cargo do presidente da nossa delegação na Invicta, o Solar do Norte, Carlos Miguel. Independentemente do posicionamento do clube relativamente ao organismo, não me parece uma medida que mereça qualquer reparo. A sede da Liga é no Porto, o Solar do Norte é, como delegação do clube, um digno representante para um acto desta natureza. Eu, que sou amigo e sobretudo particular admirador do empenho e dedicação à causa Sportinguista dos dirigentes e habituais frequentadores do Solar do Norte, até acho que é uma honra e um prémio inteiramente merecidos.

Já quanto à estratégia, não me parece a que mais favoreça os interesses do Sporting. Não se fazem revoluções sozinho,não se lidera ou inspira a mudança a partir do isolamento. O Sporting devia fazer isso mesmo, liderar e, para isso, tem que estar na linha da frente e acompanhado. Acredito que não é fácil, mas ninguém nos virá buscar a Alvalade. 

17 comentários:

  1. LdA...Lúcido como sempre apesar de continuar a haver quem prefira o caminho fácil e veja no que escreves mais um ataque à actual direcção...como se esta fosse intocável e não pudesse ser criticada. Há quem continue a confundir opinião própria e capacidade de pensar e analisar com oposição mas espero que, como até agora, isso não te desanime.
    Escusado será dizer que concordo com cada palavra que escreveste...( sintam-se à vontade os que quiserem dizer que isso é porque sou mulher e não percebo nada disto...:) não me sentirei atacada nem deprimida)
    SL

    ResponderEliminar
  2. LdA,

    Só esclarecer, pelo que me foi dado a ler, Bento Valente afirma ao Jornal A Bola ter sido por motivos pessoais e familiares, e não em divergência com a Direcção. Aliás, ele faz questão até de elogiar a Direcção.

    ResponderEliminar
  3. Dina,
    Obrigado!

    Mauro,
    ainda que assim seja (os "problemas pessoais e familiares" dão para qualquer coisa) a redacção continua a fazer sentido: da forma como foi anunciado regresso, a saída de Valente só pode ser entendida como uma perda. E fosse apenas isso e os problemas mais do que evidentes seriam coisa de somenos.
    SL

    ResponderEliminar
  4. LdA,

    Se me leste com certeza saberás que partilho de grande parte das tuas preocupações em relação a esta matéria. No entanto, em relação a Bento Valente, que não conheço pessoalmente, devo dizer que o seu trabalho, sempre tão aclamado, não é tão bom assim. Falhou da primeira vez, tinha proposta do City que depois desistiu dele, voltou a exercer a sua profissão de professor e voltou agora.... para não ter sucesso novamente. Para quem é suspostamente tão bom, não deixa de ser estranho...

    Claro que as pessoas dão as justificações que querem dar, mas sendo discurso directo do mesmo é de levar em conta, pelo menos. Chegou a dizer-se - eu inclusivé- que ele teria sido por não aceitar o despedimento de José Lima, o que pelos vistos não se confirma, portanto convinha fazer essa ressalva, da minha parte.

    Virgílio Lopes parece-me não só no centro da decisão como no centro do problema, não sendo ele o único mal ali no meio. Ou seja, tivémos Direcções sucessivas que achavam que a bandeira da aposta na formação se fazia por fazer o que fazemos desde há algumas décadas: investir monetariamente nela. E só isso, esquecendo (literalmente) muitas vezes que a formação existia e que poderia ser usada em benefício do Clube, despediram-se dezenas de funcionários e colaboradores, entre técnico, olheiros e etc. ainada na vigência de Godinho Lopes e, portanto, quando se fala que a rede de prospecção é curta e pouco eficiente é preciso relembrar isto também.

    Dito isto, também considero que a abordagem deficiente ao(s) problema(s) tem estado a atrasar o regresso ao normal funcionamento da Academia e de toda a Formação de Futebol. Já vai sendo tempo de cimentar uma estrutura e rentabilizá-la, com pessoas certas nos lugares certos.

    ResponderEliminar
  5. “O Inadmissível”

    O protesto não está em causa. Mas temos de convir que houve, na forma como foi apresentado, falta de bom senso e de elegância… Ainda assim e como é habitual, a nossa querida e estimável (irony mode) imprensa resolveu apimentar a coisa…


    “Sara Moreira”

    Gde aquisição, sem ponta de dúvida! Um oásis no Oceano de má gestão da secção…
    Carlos Lopes atleta, mt superior ao Carlos Lopes dirigente? Os críticos de Manuel Fernandes que avaliem….


    “Formação”

    A Dina já disse tudo…e subscrevo-a na integra! Aliás, só para acumular mais um estrangeirismo, dando seguimento ao post linkado sobre o qual não pude emitir comentário por falta de disponibilidade, I agrre “one hundred percent” with you! 

    O Virgílio Lopes andou a acumular mts conhecimentos ao longo dos últimos anos, não duvido disso, mas não foram de futebol profissional, mt menos de futebol de formação…

    Por fim, já vi a equipa de juniores jogar na nossa tv e o que mais impressiona nem é a evidente falta de qualidade da enorme maioria dos jogadores que a compõem, é a falta de garra e vontade. Ao observar a atitude destes meninos, não posso deixar de pensar que algo de mt grave se passa, por estes dias na Academia! Para já e em forma de sugestão, propunha que se cumprissem algumas promessas eleitorais: O fim do “amiguismo” no SCP…


    “Auditoria”

    Uma pergunta apenas: alguém acredita que se se tivesse descoberto algo de realmente grave as notícias saíam à pinguinhas? Aquilo, até ver, deu em nada… E nada vai dar em tribunal: que eu saiba incompetência não é crime. Sobre o que irá resulta disto só o futuro dirá. Realmente, em Barcelona, não resultou nada de bom para o clube ( que é o que me interessa e não as guerrinhas pessoais entre actuais e ex-dirigentes do SCP, que só servem para alimentar ódios internos e dividir ainda mais o clube).

    Qd e se se encontar algo de grave, então que se informe os sócios com clareza e transparência!


    “Slimani”

    JUSTÍSSIMO!



    “Liga”

    Eh pah! Eu acho que o SCP esteve melhor represntado do que fosse o próprio BdC… Mas a minha opinião é suspeita… LOL!

    Quanto à estratégia. Se houve, falhou completamente. Jamais conseguiremos mudar os pores do futebol actuando por fora e isolados. Quantas mais décadas terão que passar para se perceber isto? Urge reposicionarmo-nos e definir nova estratégia…

    Abç!

    ResponderEliminar
  6. Caro Mauro Silva,

    "em relação a Bento Valente, que não conheço pessoalmente, devo dizer que o seu trabalho, sempre tão aclamado, não é tão bom assim. Falhou da primeira vez, tinha proposta do City que depois desistiu dele, voltou a exercer a sua profissão de professor e voltou agora.... para não ter sucesso novamente. Para quem é suspostamente tão bom, não deixa de ser estranho..."

    1 - O Manchester City não desistiu dele. O Sporting na altura tinha uma parceria com o Man City e Bento Valente tinha saído (por sua própria vontade) do Sporting e ia para o City, mas, antes de ir deu uma entrevista (conduzida por mim) em que teceu várias críticas à formação do Sporting. Posteriormente, um dirigente do Sporting fez pressão junto do City para rescindirem a proposta de trabalho a Bento Valente, essencialmente como vingança pela entrevista, tiraram-lhe o emprego.

    2 - Não teve sucesso na sua 2ª passagem pelo Sporting ou não teve condições para ter sucesso? Antes de mais, ele desta vez ocupou um cargo diferente (Coordenador Técnico) do que da 1ª vez (Scouting), mas, o BV não manda(va) nada em Alcochete, só podia fazer o que o deixassem fazer e tinha que obedecer ao seu superior hierárquico, o Director Geral da Formação, Virgílio Lopes.

    Como é que se explica que um treinador com 15 meses de experiência prática (e que não foi campeão de Juniores com um grande plantel) lhe seja confiado o Sporting B como fizeram com Abel em 2013?

    Como é que se explica que Francisco Barão em 15 meses já tenha sido: 1) Adjunto do Sporting B, 2) Treinador Principal do Sporting B, 3) Outra vez adjunto do Sporting B? Há uns que são despedidos, outros simplesmente mudam de cargos.

    Como é que se explica que um Clube que tinha nos seus quadros treinadores competentes e experientes como Pedro Gonçalves, Tiago Capaz, Bruno Freitas, Nuno Lourenço, Pedro Pontes, etc tenha confiado os Iniciados A a Pedro Venâncio que esteve sem treinar entre 2000 e 2012, e em 2013 foi adjunto na UDL que desceu de divisão? Já para não falar nas opções que existia no mercado como Luís Gonçalves, João Couto, etc.

    Como é que explica que se substitua um treinador com 15 anos de experiência (e 4 títulos nacionais em Sub-19) como José Lima por um treinador (Luís Boa Morte) que tem 1 ano de experiência a treinar os Infantis do Fulham?

    Se estas decisões obedecem a alguma espécie de meritocracia em vez de "compadrios", confesso que me escapa essa lógica meritocrática.

    SL.


    André Carreira de Figueiredo (A.C.F.)

    ResponderEliminar
  7. As imperfeições nas interpretação dão um sentido enviesado a certas conclusões.
    Eu acho que a questão é sempre a mesma neste espaço, repetida de maneiras diferentes.
    Senão vejamos: como se pode fazer uma conotação com o Barcelona e depois acabar por dizer oxalá pudessemos aprender algo disto.
    Como se pudesse sequer comparar a herança positiva que recebeu Rosell com a que recebeu Bruno de Carvalho. Quer dizer, eu até questiono se recebeu algo de positivo nessa altura. No entanto, tudo o que recebeu de negativo está bem identificado. 2 épocas com um prejuizo acumulado de 90 milhões, um sétimo lugar fora das competições europeis, um plantel desvalorizado e com a maior parte dos passes com os famosos fundos.
    Só no nosso país é que se pensa que se pode fazer tudo isso e ainda pensar que epá, pronto, foi azar...sem qualquer tipo de rancor!!!

    ResponderEliminar
  8. André, de ti não seria de esperar outra coisa.

    Faºo-te apenas uma pergunta: em que é que eu contradigo o que tu acabaste de dizer? Eu só vim corrigir (nem é bem corrigir) alguma da informação do LdA, pura e simplesmente.

    ResponderEliminar
  9. Concordo com tudo, mesmo tudo - menos a vitimização de que é insultado por emitir a propria opinião

    Eu acho que há uma certa intolerancia no seio da nossa familia, mas isso não é só de quem normalmente vê mais coisas positivas do que negativas no trabalho de BC

    Tem o LDA todo o direito de criticar a direcção, tem um leitor todo o direito de criticar o discurso do LDA ou do Virgilio - não levem tão a peito as criticas à vossa forma de viver e sentir o Sporting, porque não têm de ser forçosamente as mesmas que os demais Sportinguistas que aqui passam

    Volto a repetir, concordo com tudo o resto que foi escrito e estou bastante preocupado com a nossa formação

    ResponderEliminar
  10. o ACF já disse tudo e como ele já sabe subscrevo completamente.

    ao ler essas passagens sobre o Barcelona e o que lhe aconteceu, qualquer semelhança com o que está a acontecer no Sporting é pura coincidencia

    ResponderEliminar
  11. Jorge Alemão,

    há uma diferença entre discordar e insultar. Eu pelo menos percebo-a bem e alguns dos comentários aqui deixados e MUITOS dos que aqui não chegam são insultos primários e grosseiros. Eu posso bem com a diferença de opinião.

    ResponderEliminar
  12. Jorge Alemão;

    Eu levo a peito diferença de opinião? Nem os insultos, qt mais...! Passam-me completamente ao lado. Às vezes caio é na tentação de gozar com a situação... Qd tenho mais tempo para matar e disposição para uma "troca de ideias" aparvalhada... Aliás acho incrível, como alguém perde tempo a insultar pessoas que nem sequer conhece. Quem julga que isso produz algum efeito ou que faz mudar de opinião só tem duas caracterizações possíveis: ou o faz gratuitamente e é uma pessoa reles e cobarde, porque se escudam no anonimato, ou é pura e simplesmente estúpida.

    Quem me conhece sabe que eu gosto (muito) de uma boa rixa e troca de argumentos. Mas é com quem apresenta a sua opinião de forma decente e com um pingo de inteligência. Abç

    ResponderEliminar
  13. “O Inadmissível”

    Sobre este "caso" apenas fiquei com um reparo na cabeça, porque raio não incluímos na lista de reparações o ponto que nos foi roubado na Alemanha? Sabendo de antemão que as probabilidades de sucesso neste caso eram escassas não terá sido esse o maior prejuízo? E ao mesmo tempo o maior lucro da equipa alemã (3 pontos)? Não me parece que a verba perdida seja significativa (€ 500.000,00), mas a verba relativa à passagem da fase de grupos já é... Vai ser a diferença de pontos que nos vai condicionar o próximo jogo em Alvalade, não o dinheiro que nos foi surripiado.

    “Sara Moreira”

    Contratar atletas de topo é sempre positivo, mas num momento em que as dificuldades em fazer desporto em Portugal são homéricas estou mais interessado em saber do Sporting, maior potência desportiva nacional qual a viabilidade actual de quem como nós faz desporto. Ir ali à loja comprar um anel de diamantes não é desporto, é comércio. É incontornável que o Sporting exija dos diferentes actores do desporto nacional, se ainda é possível trabalhar em desporto ou se estamos reduzidos a comerciantes de atletas.

    “Formação”

    E idem, idem, aspas, aspas, para a formação. Um gigante como o Sporting não se contenta em ser o grande produtor de atletas de futebol a nível nacional, como atestam os resultados recentemente publicados, inclusivamente pode ser contraproducente. Um exemplo para reflexão, o que é mais rentável "criar" Dier desde os 12 anos e vê-lo sair por 5M€, com tudo o que implicou essa formação (equipas, treinadores, equipamentos, estruturas, salários...) ou comprar Paulo Oliveira já formado e testado ao mais alto nível nacional?

    Será que a excelência da formação não passará por ter um livro de cheques mais gordo e assim conquistar os jovens mais talentosos para os nossos quadros durante a formação? Sabendo que a grossa maioria dos bons jogadores da formação se "perde" quando se dá o salto para o nível profissional ou em caso de sucesso o Sporting não tem condições para os manter nos seus quadros e competir com os adversários, a nossa estratégia de formação está correcta? Qual o real aproveitamento desportivo que temos tido dos melhores que formámos? Se Moutinho tivesse "nascido" nas escolas, por exemplo, do Vitória, poderia ter aspirado à carreira que tem hoje? E se tivesse sido contratado apenas com 21 anos para Alvalade, sem o desgaste e visibilidade que teve desde os 17, chegando ao absurdo de ser capitão quando ainda nem sabia mandar o Liedson apertar os atacadores?

    Muitas questões com que o Sporting se confronta, principalmente porque é a referência a nível de trabalho e custo, mas não o é de rendimento e lucro.

    “Auditoria”

    Imagino quando aparecer o primeiro crime. Não tenho dúvidas que vá aparecer, basta para quem esteve minimamente atento durante estes anos e não aprovou relatórios de contas de cruz, pensar no caso da transferência de João Pinto, ou na quantidade de empresas de agenciamento de jogadores que nasceram de dirigentes do Sporting após a sua eleição. Alguém se lembra da descrição do funcionamento interno do clube feita por Manuel Fernandes a quando da sua passagem por Alvalade? Os problemas por ele referidos estão resolvidos ou apenas mudaram de actores? Má gestão infelizmente não é crime e se nós temos tido um verdadeiro corrupio de direcções não terá sido por terem feito um trabalho exemplar. O Presidente actual tem um conquista imensurável uma direcção estável, que utilize as auditorias para perfeita noção da enormidade de erros que foram feitos, para caça as bruxas estamos cá nós, atentos e sem medo de trocar de órgãos sociais como quem muda de camisa.

    “Slimani”

    Premiar quem corresponde é sempre correcto.

    “Liga”

    Eu mandava lá o Vasco Lourenço...

    ResponderEliminar
  14. “Liga”

    Eu mandava lá o Vasco Lourenço...


    LOL! Que até é um gde sportinguista e meu conterrâneo!

    ResponderEliminar
  15. Caro LdA,

    Comento somente a questão do protesto.

    Discordo completamente este ser sido submetido, e pior ainda, nos termos em que foi. Como já terá tido ocasião de ler no meu blogue, pela ausência de erro TÉCNICO por parte do árbitro, a queixa do Sporting nunca podia e não foi sequer deliberada. Daí o notório "inadmissível", traduzido à letra cá no burgo. Pela falta de validade, o processo foi prontamente posto de parte pelos elementos do Comité.

    Acho que fizemos figura de amadores e o pedido para o pagamento de 500 mil euros até nem vale a pena comentar, tão disparatado que é. Sobretudo, não exercemos pressão sobre a UEFA para esta sentir a obrigação de conduzir uma investigação sobre a conduta da equipa de arbitragem.

    O que devia ter sido feito era uma exposição, com o máximo de cobertura mediática, sublinhando tudo o que decorreu no jogo e não apenas a grande penalidade, dado que esta não se assenta em um erro técnico mas sim em uma decisão factual, errada que tivesse sido.

    Um abraço,

    Rui Gomes

    ResponderEliminar
  16. O comentario do LMGM sobre a formação é de facto pertinente

    Faz sentido formar um jogador desde os 12, 10, 8 anos para aos 18 (ou até antes) estarmos a regatea-lo em igualdade de circunstancias com com outros clubes europeus ?

    A aposta na formação só faz sentido se podermos ter reais vantagens da mesma e acho que deveria haver maior protecção aos clubes formadores - não digo a impossibilidade de se transferirem antes de determinada idade (21 seria o ideal), mas pelo menos, mais compensações pelas suas saidas

    ResponderEliminar
  17. O protesto à UEFA não foi disparatado, foi de certo modo inédito, deu nas vistas, ou seja tornou-se um pouquinho mais difícil voltar a prejudicar o Sporting daquela forma sem dar ao mesmo tempo muita bandeira. Essa estória de que o Sporting foi ridicularizado na imprensa internacional por causa do seu protesto é conversa dos inimigos do Sporting. Vejam por vocês mesmos, pesquisem. Não há ridículo nenhum, Ridiculos são os lampiões e tripeiros (dramipões) e a sua aliança anti-Sporting.

    JRamos

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (91) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (69) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (43) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (2) play-off (1) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (7) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (4) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)