quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Porto em 1º lugar, Benfica a querer o lugar do Sporting. Onde ficará o Sporting?

A quinze dias do inicio do campeonato quem parece estar melhor colocado para o pontapé de saída? 

Que possibilidades e responsabilidades têm cada um dos grandes, em função do que decorre do resultado do trabalho realizado na preparação da temporada é essa a proposta de análise superficial deste post. Superficial porque se refere às primeiras impressões deixadas pelas três equipas, onde o conhecimento de causa é obviamente maior no que ao Sporting se refere. E a análise limita-se ao campeonato, por ser a competição mais apetecida e também porque não faz qualquer sentido estendê-la às restantes competições quando estas

Futebol Clube do Porto
O mercado ainda não fechou e o clube da Invicta já despendeu mais de 28 milhões de euros em compras. Este valor é apenas uma parte visível do grande investimento feito, a que se deve adicionar uma subida vertiginosa dos encargos mensais com salários. Já lá vão os tempos em que se ia a Espanha comprar azeite e caramelos a bom preço. Ora quem compra como o FCP tem comprado, não apenas anuncia as suas ambições à candidatura ao titulo, contrai também grandes responsabilidades. Responsabilidades que saem ainda acrescidas pelo facto de os seus oponentes e rivais serem ou mais cautelosos (Sporting) ou estarem num acelerado e aparentemente descontrolado processo de desinvestimento (Benfica).

As grandes dúvidas que se colocam incidem sobre o trabalho do treinador, o recém-chegado Lopetegui, mais particularmente se esse trabalho conseguirá representar a cola necessária para fixar todos os "cromos" recém-chegados aos que já residentes na caderneta azul e branca. O treinador espanhol dificilmente terá atenuantes em caso ausência de resultados porque o esforço financeiro é de monta. Soará a desculpa invocar o elevado número de jogadores a integrar: essa foi a sua opção e é também por ela que terá que ser responsabilizado, assim como serão dele os louros em caso de sucesso. Não se pode negar que Lopetegui pôs muitas fichas no pano verde, porque é muito duvidoso que alguns jogadores dispensados, como, Ghilas e Josué, por exemplo, não significassem mais ou menos o mesmo que alguns forasteiros, e aqueles já nem de adaptação necessitavam.

O impacto dos primeiros resultados será determinante, o futebol raras vezes consegue segundas oportunidades. Basta lembrar o passado no Dragão para o constatar: os que ficaram e fizeram história ganharam sempre à primeira. A profunda impressão causada com a chegada de Mourinho ou Vilas Boas são ainda muito recentes na memória dos portistas e dois passes transviados num resultado a zero despertam de imediato os assobios no Dragão.

Sport Lisboa e Benfica
O já acima referido desmantelar da equipa campeã abriu o espaço à cautela, aqui e ali ao pânico, dos adeptos benfiquistas. O discurso, habitualmente pontuado pela grandiloquência, é agora substituído pela moderação, como que a querer remeter o clube vermelho ao papel de outsider, estatuto de que beneficiamos na época passada.  A poucos dias do inicio de campeonato não seria de todo surpreendente que se lhes fosse entregue a possibilidade de assegurar desde já também o que foi o nosso lugar na tabela classificativa na época transacta ouvíssemos de imediato um sonoro e aliviado: Compro!

Convém porém não esquecer a importância da continuidade de Jorge Jesus, treinador residente desde 2009. O discurso do "pobrezinho" também dificilmente se adequa: o SLB tem no seu plantel jogadores como Jara (5,5 milhões) Sidnei (5,5+2 milhões) Ola John (9 milhões) Lima (5 milhões), valores que pagariam o orçamento de um ano da SAD do Sporting. Quatro exemplos ao acaso, mas que ilustram que, só por amnésia, se pode pretender que todo o valor se sumiu.

Ainda falta ver o que o mercado trará até ao seu encerramento. Se as saídas de Enzo, Gaitan e Sálvio se confirmarem dificilmente as entradas poderão compensar os efeitos que a despressurização causada pela fuga do talento inevitavelmente provocará. Mas, os exemplos como os dados acima, ainda que de forma aleatória, demonstram que não é pelo que resta do muito dinheiro gasto nos últimos anos que o plantel ficou enxuto de qualidade. Ou então que se gastou em farelo o dinheiro que devia ser para comprar a farinha, uma avaliação que cabe sobretudo aos adeptos benfiquistas fazer.

Nós, o Sporting Clube de Portugal
Pelo orçamento não poderíamos almejar mais do que o terceiro lugar, algo que esta época que passou, e em várias outras épocas anteriores, nos encarregamos de desmentir. O grande desafio para Marco Silva é superar a eficácia da equipa de Jardim, uma vez que a sua proposta de jogo é agradável a quem vê e, na minha opinião, mais de próximo do que são as qualidades dos jogadores que tem à mão e mesmo do que era a escola na formação. Mas é um desafio de monta, muito mais difícil de dizer do que fazer, até porque, pelo se pode observar até ao momento, a vida do jovem técnico não está a ser facilitada.

Julgo estar muito próximo da consensualidade afirmar que o Sporting hoje, em comparação com a época transacta, tem uma melhor segunda linha, mas não logrou aportar a qualidade necessária para dar um grande salto qualitativo que o aproximasse dos seus rivais. Essa parece ser também a opinião tácita de Marco Silva, quando oferece a titularidade absoluta aos jogadores do ano passado. Se o Sporting parece estar mais próximo, como parece, do SLB, tal deve-se sobretudo por decréscimo deste. Fica ainda por saber o que representará a capacidade colectiva do FCP, porque quanto às individualidades estamos conversados. Este é um ponto que terá de ser determinante no momento de avaliar o trabalho do treinador. A manter-se como está o plantel, terá que ser a força colectiva a superar o que talento individual não permite. Mas é este que tende a fazer a diferença, especialmente em jogos onde impera o equilíbrio táctico.

A dúvida que está em cima da mesa é saber quem ainda poderá sair e se a essas saídas corresponderá a entrada de capital necessária para fechar o plantel com qualidade que acrescente às existências, não descurando a importância de pelo menos igualar quem saia. Tendo em conta os jogadores que despertam maior apetite a quem nos observa do exterior, a saída de Slimani e Rojo só seriam problemáticas se quem chegasse não os fizesse esquecer, o que não se me afigura tão difícil de satisfazer como perder William.

12 comentários:

  1. Boa análise! Concordo em absoluto.

    Fazendo um exercício de futurologia, diria que:
    - o Sporting tem tudo para entrar melhor no campeonato por ser o único que mantém (até ver) a base do ano passado;
    - o benfica e o porto tenderão a melhorar bastante à medida que forem conseguindo (e na medida em que conseguirem) fixar um onze base e criar rotinas de jogo;
    - por força da qualidade dos seus planteis é provável que acabem mais fortes que o Sporting.

    Tudo isto em teoria, claro.
    De todo o modo, penso que o Sporting terá que entrar a todo o gás no campeonato e amealhar o máximo de pontos possível sem olhar para a tabela, pois ela pode ser bem enganosa.

    ResponderEliminar
  2. Começar pelo Sporting , onde concordo inteiramente com a analise ao futebol , este estilo de jogo é o mais apropriado aos jovens formandos de Alcochete , principalmente os médios , com Jardim jogavam futebol de transições mas não sendo médios de alta rotação, e não tendo caixa nem pernas para isso , rapidamente estoiravam , já para não falar na forma como o Sporting fazia pressão alta , hoje temos um futebol mais possessivo e posicional , e uma equipa que sobe as linhas de forma compacta e quase em infantaria para pressionar.

    Reparem no Carrillo , sabemos que tem um problema de concentração , e agora neste futebol , os extremos do Sporting baixam sempre para vir construir para o Sporting poder sair para o desdobramento ofensivo sempre em superioridade , e isto como acontece constantemente , impede que se desligue do jogo , pois está sempre obrigado a participar. Este é outro que vai beneficiar deste futebol.

    Também a transição defensiva sai a ganhar , até porque a equipa é forte na recuperação de bola , e parece uma infantaria a pressionar , ou seja para o Sporting ser apanhado em contra-pé... o contragolpe adversário tem de sair sempre pelas alas - e aqui vem a minha preocupação , pois não confio nos laterais do Sporting no toca a função a defensiva.

    O Sporting tem muita qualidade a trocar a bola , isso é um facto , porque temos até momentos de tiki taka neste jogo , a equipa mexe-se em campo para proporcionar sempre 2 opções de passe ao portador da bola.

    Claro que há coisas que não se podem mexer nem com sistemas , falo do ultimo terço do terreno do Sporting , que define mal , é inconsequente nas suas acções ofensivas , tem muita dificuldade para criar desequilíbrios , muito fracos no ultimo e no penúltimo passe , fora o factor da irregularidade. Penso que não tenho de dizer após esta descrição quais os elementos a que me refiro, aqui é preciso qualidade individual , e isso está a faltar ao Sporting , e na minha opinião , é isto que impede que a equipa do Sporting , de o salto competitivo para ao pé dos seus rivais.

    Quanto ao FCP , espero que Lopetegui seja flop e não tenha mãos.

    Quanto ao SLB , espero que Gaitan saia e Enzo idem.

    ResponderEliminar
  3. Excelente análise de início da época
    Gostaria no entanto de comentar o seguinte:
    - Julgar o valor das equipas, pelo valor dos respectivos orçamentos e acima de tudo pelo valor das compras dos passes dos jogadores é algo que me soa demasiado estranho. Uma equipa de futebol não é apenas uma soma de jogadores e nunca será a soma do valor dos seus passes, que também por sua vez não são obrigatoriamente o reflexo do seu valor, ou não haveriam maus negócios. Nesta equação onde ficariam os jogadores provenientes da formação? Não teriam qualquer valor, por isso dificilmente poderiam ser aposta. Será por essa lógica que se movem a maior parte dos dirigentes do futebol nacional?
    -Em relação ao Sporting ter ou não feito este ano boas aquisições, tenho visto muita gente comentar que os “reforços” não tem capacidade para serem titulares e que Marco Silva é obrigado a apostar de início na equipa do ano passado. Seria bom sinal que entrassem imediatamente 3 ou 4 elementos novos? Não estaria nesse caso o treinador a pôr em causa uma equipa que até funcionou muito bem o ano passado? Não é de bom futebolês dizer que em equipa que ganha não se mexe? Os novos elementos vêm na minha opinião para reforçar a equipa naquilo que lhe faltava o ano passado, alternativas. Se serão válidas ou não, o decorrer da época o dirá. Alias o mesmo se passou o ano passado com alguns jogadores, quem apostaria forte em Montero, e em Slimani ?
    Por isso e apesar de ter o menor orçamento, de ainda poder vir a sofrer algumas baixas importantes no plantel até ao fim do mercado, o Sporting parece ser aquele que parte numa posição mais confortável, pois tem a equipa formada, apresentando já alguns apontamentos de bom futebol, e ao contrário do que se houve por aí, parece-me ter contratado alguns jogadores que podem vir a ser muito interessantes. Tendo feito o seu trabalho a tempo e horas dentro das suas contingências financeiras, o que não era muito hábito no futebol do SCP.

    ResponderEliminar
  4. Com o plantel que o porto tem só um incompetente não será campeão. Aliás o ano passado só se Jorge Jesus fosse muito incomopetente com o plantel que tinha não e que não seria campeão. A nos resta nos esperar um milagre pois mesmo onze titular tem jogadores que não dão garantias para enfrentar um campeonato em que já não teremos como o ano passado quase sempre uma semana para preparar os jogos.

    ResponderEliminar
  5. "A nos resta nos esperar um milagre"

    Daí o slogan "Tu és a nossa fé", porque quanto ao resto, é preciso uma pessoa não perceber nada de futebol para ter uma confiança assolapada nesta equipa do Sporting com visual Bursapor/Naval.

    Para o Sporting ganhar o campeonato é preciso que este seja um campeonato nivelado por baixo, como o de 2004/2005 foi. Caso contrário, não vejo como. Temos de ver qual será o potencial das equipas. A nossa pré-época tem sido disputada contra equipas médias e pequenas (com excepção do beifica, que nesta altura está de pantanas), para que a equipa vá ganhando, por isso o Sporting ainda não foi testado a sério. Qual teria sido o resultado do Sporting contra o Arsenal, ou contra o Valência, por exemplo? Pois.

    Os jogos oficiais é que interessam. Já por demasiadas vezes vi o Sporting fazer grandes pré-épocas e depois no campeonato começar logo a achar. E com os outros muitas vezes é ao contrário. E à 3.ª jornada o nosso anfitrião sabe que se nos bater é como se a crise que vive actualmente nunca tivesse acontecido. Já perdi as vezes que os lampiões ganhando ao Sporting embalam. O contrário é que tenho dificuldade em me lembrar. E isto não acontece por haver mais ou menos apoio no estádio, mais ou menos fé. Isto acontece porque eles têm mais vezes melhores JOGADORES do que nós.

    ResponderEliminar
  6. LdA:
    Dizes a propósito do FCP: "Este valor é apenas uma parte visível do grande investimento feito, a que se deve adicionar uma subida vertiginosa dos encargos mensais com salários. Já lá vão os tempos em que se ia a Espanha comprar azeite e caramelos a bom preço."

    Eu acrescentaria que não é "só" o facto do porto comprar no mercado super inflacionado de Espanha. É o facto de comprar aos 3 grandes de Espanha!!! (Atlético Madrid, Real Madrid e Barcelona). Imagino os ordenados daquela "armada espanhola"!

    Das duas três... ou aquilo corre muito bem e são campeões (na teoria serão pois têm as melhores individualidades... vamos ver na prática). Ou aquilo não desenrola como esperado, os jogadores demoram um pouco mais a entrosar do que é suposto, se o Lopetegui não corresponder às expectativas... e é o descalabro. E esse descalabro pode estar já ali ao virar da esquina, se o porto não ultrapassa o play-off de acesso à Champions. Esse acesso é crucial para toda a época do porto, "penso eu de que"...

    ResponderEliminar
  7. Bom post. Nas diversas reuniões e fóruns que durante a época decorrem há sempre uma questão abordada pelos técnicos, a estupidez de os campeonatos iniciarem sem as janelas de transferências estarem definitivamente encerradas. Daqui até 31 de Agosto, agora ainda mais uns dias em virtude do mercado russo, ninguém sabe na realidade com que grupo é que vai contar.

    O trabalho de pré-época, que para mim é fundamental para o sucesso futuro, pode ser pulverizado nas ultimas horas de fecho de mercado, o Sporting particularmente está numa destas encruzilhadas, neste momento Marco Silva beneficia da estabilidade do grupo que recebeu da época passada mas há um lote alargado de atletas chave que a qualquer momento podem abandonar o clube dificultando inclusive a sua substituição quer qualitativa, quer quantitativa. Há ainda demasiadas interrogações relativamente ao Sporting para eu conseguir perspetivar as nossas hipóteses futuras.

    Mas a fasquia subiu, fruto da fantástica prestação da época passada, o podium já é um mínimo exigível, sendo que por mim continuaria a não pensar em posições na tabela e focado na conquista de pontos, de 70 no ano passado para 82 este ano. E aqui sim, independentemente dos movimentos que ainda possam surgir vejo um grupo perfeitamente capaz de conquistar esse "titulo" - 82 pontos.

    Nos rivais há condições inversas, muita qualidade individual no norte mas um timoneiro a estrear, e do lado errado da 2ª circular o mestre da táctica a liderar a revolução das papoilas, a melhor coisa a fazer é deixar que eles se combatam livremente e concentrarmo-nos no nosso trabalhinho e minorar os nossos handicaps.

    P.S.- O regresso dos golos sofridos em cantos já me está a chatear...

    P.S.2- m1950, os laterais de uma equipa grande, devem ter sempre um maior pendor ofensivo, a resolução dos problemas que isso cria não é de qualidade individual (maior ou menor), mas tático, principalmente de como são construídas as coberturas das subidas dos laterais aos contra-ataques.

    ResponderEliminar
  8. Alma, se os cor-de-rosas não passam qualquer das equipas (sim, Bilbao incluído) que lhes saiu no sorteio...

    ResponderEliminar
  9. LMGM,
    A esperança é sempre a última a morrer.... ;)

    ResponderEliminar
  10. Mais um toquezinho para discussão:
    O que dizer da gestão do Benfica... nem sei como interpretar a pré-época do eterno rival.
    Saídas de Cancelo, Ivan Cavaleiro, Bernardo Silva e, agora, li que 2 da equipa de juniores foram vendidos a titulo definitivo, depois de terem renovado contracto em Maio.
    Que raio de gestão da formação!
    Algo de muito estranho se passa naquela casa! Estas vendas sugerem autêntico desespero financeiro!
    Acho que neste momento, o Benfica não tem qualquer controlo sobre o futuro dos seus atletas! Está tudo vendido ao Jorge Mendes naquela casa??

    ResponderEliminar
  11. Excelente reflexão, colocando ordem e dando um pontapé de saída para o que vai começar no próximo fim-de-semana.

    Acrescento aqui as equipas-base que, neste momento, é possível fazer nos 3 "grandes". Um exercício puro, sem considerações de momentos, motivações ou provas a disputar (sabemos que 11 ou 13 jogadores, para 4 competições, não chegam). Veremos se as equipas estão assim tão equilibradas, ou se há quem se destaque:

    Benfica (2 portugueses; 1 da formação)

    Artur
    Maxi; Luisão; Jardel; Eliseu
    Amorim; Enzo;
    Ola John; Gaitan; Salvio
    Lima


    Porto (0 portugueses; 0 da formação)

    Fernandez
    Danilo; Maicon; Indi; Alex Sandro
    Casemiro
    Herrera; Óliver
    Adrian; Jackson; Tello


    Sporting (6 portugueses; 6 da formação)

    Patrício
    Cédric; Maurício; Rojo; Jefferson
    William;
    Martins; Adrien
    Carrillo; Mané
    Montero

    Os 11 são bons. O 11 do Porto é muito forte (e ainda há Fabiano, Evandro, Quaresma, Ghilas, Angel, Quintero, Brahimi, como jogadores muito bons). É o principal candidato. Soluções não faltam e o treinador é bom. Um calendário inicial acessível até a "máquina olear" é um clássico para aqueles lados, que nem Mourinho e Villas-Boas abdicaram. O investimento demonstra que é o "tudo ao nada".

    O 11 do Benfica é melhor que do Sporting. Na defesa há experiência e do meio para frente é tudo muito bom. Chega? Se não sair ninguém... Ainda há Talisca, Sílvio, Almeida, Suljemani, Lisandro Lopez, Teixeira, Derley, Pizzi e Bebé como opções muito válidas.

    O 11 do Sporting é o menos forte, em termos de nomes. A rotina, o modelo de jogo e a óbvia vontade de vencer pode elevar a equipa. Ainda assim, é o que tem menos opções válidas no resto do plantel. Há Boeck, João Mário, Rossel, Tanaka, Capel(...) e Slimani. Faltam, claramente, opções na defesa e alas.

    "Let the games begin!"

    ResponderEliminar
  12. O 11 do benfica e melhor k o do Sporting?? Ora vejams: artur vs rui patricio; jardel vs rojo; eliseu vs jefferson; amorim vs adrien; ola john??? Um gajo k oa prorpios bostas xamam d coxo!!!

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (5) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (4) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)