terça-feira, 26 de julho de 2011

O naming do Estádio José de Alvalade

Confesso que não me tinha apercebido que uma das propostas a votação na recente revisão estatutária era o naming do Estádio José de Alvalade. Tendo dela tomado conhecimento no domingo, pelo chumbo que mereceu, não pude deixar de reflectir sobre o assunto. Julgo que não terei sido dos únicos a não estar inteirado desta proposta, pelo que as culpas do meu desconhecimento não devem ser apenas imputadas à minha falta de tempo, desinteresse pelo assunto,  ou preguiça na procura da informação.

Desconfio que, mesmo sabendo o quão importante poderia ser a receita que poderia advir pela cedência do nome do Estádio - fala-se de 5 milhões ano, o que, a ser verdade, significaria cerca de um quinto do actual orçamento do futebol - os Sportinguistas dificilmente permitiriam uma alteração sem que os seus contornos pudessem ser bem explicados. Por isso congratulo-me com a decisão da AG recente, mesmo sem fechar a porta a uma futura discussão sobre as vantagens de tal decisão, imaginando-a como uma ferramenta importante para o equilíbrio das contas do clube, procurando novas receitas, para lá das habituais, cujo crescimento se afigura lento e difícil na actual conjuntura.

O nome atribuído ao estádio é uma homenagem permanente ao elemento que mais se destacou na fundação do nosso clube, não é o nome de um local ou de um bairro, nem uma alusão a uma data cujo significado se perdeu na memória, pelo que a sua mudança terá sempre contornos muito mais dramáticos. Provavelmente será um processo mais pacifico alterar o nome ao estádio dos nosso rivais, por estarem desprovidos de uma carga afectiva e emocional tão importante. 

Sabemos como os Sportinguistas são ciosos dos seus símbolos e creio que isso ainda se  faz sentir com maior intensidade nos períodos em que se ganha menos. Pessoalmente não tenho uma decisão definitiva sobre uma mudança deste teor. Lembro-me que o naming da Academia ter sido cedido à Puma em nada alterou a minha identificação com a instituição propriamente dita nem ao sentimento de pertença ao clube. Sei que a alteração do nome do Estádio, que nunca seria definitivo mas apenas temporário, durante a vigência do contrato de publicidade, é falar de uma coisa diferente. 

Tendo em conta a importância do assunto e o seu carácter excepcional, seria uma matéria própria para a consulta directa a todos os Sportinguistas, ou, pelo menos uma AG dedicada exclusivamente ao tema, até porque, para existir naming do estádio continua a ser necessário alterar os estatutos. 

Se o tempo me permitir voltarei ao tema AG com considerações mais genéricas, mas não menos importantes.

26 comentários:

  1. LdE

    Podia haver sempre uma situação de compromisso onde continuasse a aparecer o nome do fundador.

    Já há 8 anos se tentou alterar, no vulgo, sem qualquer vantagem para o Clube (Alvalade XXI).

    Aí, sim, à revelia, e sem qualquer interesse para o Clube.

    ResponderEliminar
  2. o nome josé Alvalade ficaria sempre, a diferença é que ficaria esse nome+ o nome do patriocinio

    8

    o XXI ficou para ficar a alusão ao ser mais moderno, sempre é melhor que José alvalade 2.0 por exemplo

    ResponderEliminar
  3. Como Sportinguista, quero ver o clube a crescer, a dar vitorias, a triunfar, a passar por cima de outras casas que menos favoreço ;)... quero tudo isso como qualquer um que sente pelo seu clube.

    Mas somos Sportinguistas porquê? Quer dizer, o meu pai era do Sporting, o meu avô (paterno), também o era, sim fui influenciado, mas também fui influenciado pelo outro lado da família. Eu escolhi o Sporting porque acima de tudo me pareceu bem, pareceu-me o correcto. Não tem nada a ver com qual o clube mais corrupto ou que fez isto e aquilo, que ganhou este ou outro titulo, simplesmente vi algo, uma aura por assim dizer, pode parecer ridículo, mas é isto que me traz orgulho em ser Sportinguista, é ver e reconhecer algo que outros não vem, é olhar para a história e para os muitos que aqui passaram e deixaram marcas, não só pelo seu jogo (alguns nem são/foram jogadores) mas pela a sua atitude, algo que mais NENHUM clube em Portugal alguma vez teve, e muito menos terá.

    Neste sentido, orgulho-me da decisão tomada, sem duvida que esses ditos 5 milhões dariam jeito, mas ainda assim há algo que está acima dos resultados desportivos imediatos, estes serão construídos com o tempo e as pessoas certas, não com esses ditos 5 milhões.

    -joaof (o Anónimo (das 20:49h))

    ResponderEliminar
  4. O estádio chama-se José Alvalade.

    O Complexo "imobiliário"(estádio, clínica, pav. multidesportivo e C.C. Alvaláxia) é que se chama Alvalade XXI.

    ResponderEliminar
  5. José Alfredo Holtreman Roquette , mais conhecido por, José Alvalade (10 de Outubro de 1885 - 19 de Outubro de 1918) foi o fundador e primeiro sócio do Sporting Clube de Portugal no início do século XX, juntamente com os irmãos Stromp, Henrique de Almeida Leite Júnior e os irmãos Gavazzo. Daí o nome de Estádio José Alvalade e não Estádio de Alvalade como erradamente muita da nossa CS levianamente chama.

    ResponderEliminar
  6. Parece-me um óptimo tema para a primeira AGS "referendária", ou por outras palavras, com a possibilidade de votação estendida aos Sportinguistas a nível nacional.

    Pela minha parte não tenho nada a opor, nem me choca a alteração do nome do estádio.

    Gostava de ver a praça ao cimo da escadaria melhor aproveitada nesse perpetuar da memória colectiva Sportinguista, existiram propostas nesse sentido durante a campanha vamos ver no que resultam. Essa execução e a colocação de José Alvalade em destaque (p.ex. uma estátua) pode ajudar os Sportinguistas a deixar libertar o nome do estádio para um fim mais comercial.

    ResponderEliminar
  7. Não percebo porque não aprovaram a mudança do nome do Estádio, se até o emblema do clube já foi mudado para uma aberração que não se parece com nada. Pelo menos sempre se ganhava algum.

    ResponderEliminar
  8. Caro Leão de Alvalade:

    A proposta escapou-lhe por manifesta falta de atenção, até porque era o primeiro artigo de todos a ser colocado a votação: o artigo 4º.

    Deve contudo ser salientado que aquilo que não passou na AG não foi a alteração ao nome do estádio, porque essa não estava em discussão.

    Aquilo que não passou foi tão somente uma proposta de disposição transitória que permitiria ao Conselho Directivo acrescentar ao nome do fundador o nome do patrocinador.

    E não passou por uma razão muito simples: porque o sócio Bruno de Carvalho decidiu dividir para reinar. Ele propôs uma ligeiríssima alteração à proposta do Conselho Leonino e que passava por obrigar a AG a validar a escolha do patrocinador pelo Conselho Directivo.

    Ora como é fácil perceber, nenhum patrocinador aceitará negociar com o SCP se os termos do negócio forem condicionados a uma aprovação em AG, como bem explicou Carlos Barbosa.

    Neste quadro, em que ambos o Conselho Leonino e Bruno de Carvalho concordavam, divergindo apenas neste ponto, ambas as propostas foram votadas favoravelmente, ou seja, tiveram mais votos a favor que contra.

    Mas como é óbvio, nenhuma obteve os 75% necessários.

    E foi só por isso que esta alteração não passou.

    ResponderEliminar
  9. Aproveito para acrescentar que o rival da 2ª circular de nome impronunciável acaba de celebrar 2 contratos a 5 anos para o naming do seu estádio e para as camisolas por 50 (!!!) milhões.

    É esta crónica incapacidade do Sporting se modernizar e a autofagia constante nas clivagens dentro do Clube que continua a cavar o fosso existente para os nossos adversários.

    ResponderEliminar
  10. E já agora permitam-me que fale noutro ponto da AG que foi reprovado por uma razão sem sentido: o artigo 32º que obrigava qualquer Conselho Directivo a apresentar contas consolidadas.

    Bruno de Carvalho propôs que também fosse obrigatório consolidar empresas detidas onde a participação do SCP fosse minoritária.

    Ora isso é não é possível, como eu próprio e outro colega do Conselho Fiscal tivemos oportunidade de explicar à AG. Nenhum plano oficial de contas deste país ou de qualquer outro país europeu permite incluir no perímetro de consolidação empresas onde não se detenha a maioria do capital ou dos direitos de voto (pese embora a boa vontade de João Mineiro em tentar contornar o problema com recurso à redacção da proposta).

    Depois do esclarecimento o PMAG perguntou a Bruno de Carvalho se retirava uma proposta que seria impraticável. Este não aceitou.

    Ora o resultado está à vista: ambas as propostas tiveram mais votos a favor do que contra, mas como eram duas, nenhuma reuniu mais de 75% e a alteração foi rejeitada. E assim se inviabilizou uma alteração onde todos, quer o Conselho Leonino, quer o Conselho Directivo, quer Bruno de Carvalho, quer os sócios, estavam de acordo.

    Este tipo de revisões estatutárias tem destas coisas.

    ResponderEliminar
  11. "O nome atribuído ao estádio é uma homenagem permanente ao elemento que mais se destacou na fundação do nosso clube, não é o nome de um local ou de um bairro."
    O 'problema' é este. O Estádio já teve 'naming' permanente, ou perpétuo. Em 1918. Pode alterar-se, via alteração estatutária, mas tal não seria uma opção sequer duvidosa com prós e contras: seria de mau gosto, puro e simples. Como em tudo ... mexer (só) para melhor, nunca para pior: "Estádio do Sporting" poderia naturalmente evaporar-se e dar lugar a um nome que comercialmente trouxesse ao clube contrapartidas; é um nome sem especial significado e que a ninguém alude. Não é o caso de "Estádio José Alvalade", em alusão ao fundador. Como é que explicariam a mudança?, quando o fundador não está cá para escutá-la (a explicação).

    As coisas mudam, por natureza. Errado, muitas delas não mudam por natureza. Dizemo-lo para justificar opções; as coisas mudam porque gente decide sobre a mudança: durante muitas décadas os bólides da Scuderia de Maranello corriam sem publicidade no corpo. A partir de certa altura, tal mudou. Os Ferrari não deixaram de ser Ferrari, óbvio, mas não é a mesma coisa, óbvio também. E qualquer apaixonado pela equipa do "Cavalo Rampante" dir-vos-á isso mesmo.

    Vale a pena este tipo de mudança? Não. São erros. Erros do tipo da combinação de côres das cadeiras do Estádio, ou do azul nas camisolas do Sporting, sendo que o azul até poderíamos (em vão) justificá-lo com a azul que equipava as camisolas do Sporting Clube de Belas.
    O Sporting não tem a 'sorte' do Bayer 04 Leverkusen que vê o seu estádio chamar-se BayArena - estádio ou qualquer elemento DO Bayer - que pode aludir a produtos DA Bayer.

    Quaisquer alterações aos elementos simbólicos do clube são violações ao próprio clube. Isto parece-me claro. Levadas a cabo, que sejam ao menos reconhecidas por quem as engendre. Este tipo de 'conversa' é sempre o mesmo:
    É do mesmo tipo que este, sem tirar nem pôr.

    Voltando aos elementos de rentabilização: seria talvez aconselhável (caso possível, não faço ideia se é ou não) explorar outros: o espaço das bancadas, como exemplo. À semelhança do estádio da Luz. Desde que os patrocinadores fossem "verdes", claro: Carlsberg, BP, ou Starbucks, não faço ideia. Existirá muita marca que equipe de verde.

    ResponderEliminar
  12. Sinceramente não tenho opinião definitiva sobre o assunto do naming.

    Por um lado, termos receita fixa de 4 ou 5 milhoes todos os anos é muito aliciante.

    Por outro iria custar-me muito ouvir os comentadores falarem no Estadio PT ou Estadio EDP (como fazem com o Estadio do Braga...passou a ser Estadio Axa).

    Houve inclusive um socio que subiu ao palanque e deu o exemplo engraçado do Estadio Santiago Barnabeu, passar a chamar-se Estadio dos Caramillos...mas tambem esqueceu-se que nós não temos um CR para vender milhares de camisolas.

    Em relação ao que foi votado sobre os estatutos, a ideia com que fiquei foi que iriamos dar poder ao CD para vender o nome do estadio sem autorização previa dos sócios, apenas a prorrogação do contrato é que seria votada na AG, o que foi chumbado.

    A proposta que sugeria vender o nome, do tipo: "Estadio José Alvalade Puma" por exemplo, não me parece muito aliciante para os futuros patrocinadores.

    Tambem achei descabida a proposta do BdC.

    Gostei da ideia do LMGM, poderia ser um tema para referendar.

    SL

    ResponderEliminar
  13. Caro JPS,

    Soube por terceiros o sucedido na AG relativamente ao sucedido por ocasião da votação relativamente ao naming do estádio.

    Sabendo o que sei sobre as Ag´s do Sporting mais sentido me parecem fazer as observações no post. Só há uma forma de evitar manobras oportunistas ou votos contra porque sim: tornar as coisas claras, não tentar fazer uma proposta com as implicações emocionais como esta no meio de muitas outras.

    Sei que a proposta não é do CD mas sim do CL mas se aquele considera de vital importância a sua aprovação no sentido de dotar o Sporting de outros meios que agora lhe estão vedados e podem ser de valor substancial deve-se bater por isso de forma aberta não evitando uma discussão que é incontornável.

    No final todos ganharemos, ganhará o Sporting e evitam-se feridas e fracturas desnecessárias, pois as que temos já são bastantes.

    ResponderEliminar
  14. Dezperado,

    A ideia da consulta por referendo está implicita no post quando refiro que "seria matéria para consulta directa".

    ResponderEliminar
  15. Quando no futuro alguém vier para aqui dizer que o problema do SCP é a falta de dinheiro, lembrem-se que acabaram de rejeitar uma forma de financiar o Clube.
    para os verdadeiros Sportinguistas o estádio será sempre "José Alvalade". O nome do "zé da esquina" empresas que iria contribuir com os euros para termos equipas competitivas seria indiferente.
    este será sempre um dos problemas deste Clube.
    PSRS

    ResponderEliminar
  16. Chamem-me antiquado, bota-de-elástico o diabo a a quatro, estou-me a cagar, mas se dependesse de mim o nome do estádio do Sporting jamais seria alterado... nem com mais ou menos uma letra que fosse.

    Fica a questão: e vendermos a alma ao diabo, qts milhões irá render? Há coisas que não se vendem.



    Estou com o joãof (ainda bem q deixou de ser anónimo, caro joão) sou do SCP pq é um clube que defende os seus princípios e que tem uma ALMA ENORME!

    He páh deslarguem o Bruno de Carvalho, porra! Já mete impressão darem-lhe tanto protagonismo. Foi só o BdC que fez propostas alternativas? O BdC é só mais um sócio com direito a fazer as suas propostas (msm se descabidas). Não é nenhum mauzão nem nenhum mártir, nem a porra de um herói ou anti-heroi... não é nem mais, nem menos que os outros sócios.

    PSRS:

    O problema deste clube tem sido a falta de competência e não a falta de dinheiro... Qts milhões esbanjou JEB, p.e.? E FSF? E...etc, etc, etc...

    SL

    ResponderEliminar
  17. É muito bonito manter o nome original, homenagem ao fundador e não se vender como dizem.

    Mas depois não se queixem da diferença de valores competitivos em relação aos porcos e aos corruptos.

    Depois não deixem de ir ao estádio, de comprar os lugares anuais e de se empolgar com Paulos Sérgios..

    Enfim, acho que não faz sentido nenhum abdicar de um financiamento destes. O fosso para os rivais vai abrindo cada vez mais e depois corremos o risco de orgulhosamente sermos apenas um grande do passado.

    Concordo a 100% com a ideia de LMGM. também me orgulho muito do fundador e seria uma excelente homenagem.

    Aliás custa-me que não tenha sido erguido no estádio uma entrada nobre, emblemática. Acho vergonhoso! Isso e o pavimento vermelho à volta do estádio quando podia ser verde, é só uma questão de escolher a pigmentação daqueles pavimentos.

    Prefiro um estádio PUMA e um Sporting competitivo desportivamente e económicamente do que um estádio José de Alvalde às moscas com uma equipa para lutar pelo 3-4 lugar.

    Claro que custa mas prefiro isso à pobreza!

    ResponderEliminar
  18. Pedro:

    Não sei se é bonito ou feio, o q sei é que o SCP é gde pq tem respeitado os seus valores... Há mt maneira de fazer dinheiro: gerir o clube em condições e com competência, por exemplo... Tivesse o património que em tempos possuímos sido gerido com acerto e não andávamos hj a pensar em 'namings' pró Estádio JOSÉ DE ALVALADE...

    Qt ao 50M€... não te preocupes... Os lamps e os tripas depressa estoiram isso em 3 ou 4 brasucas ou argentinos que disputam nos leilões que protagonizam... Quem se ri são os 'peixes' os 'corinthianos', os mengões, os 'milionários' e os 'bosteros' desta vida...

    SL

    ResponderEliminar
  19. Mas tal como na Academia, o nome do Estádio não vai ser mudado completamente apenas se vai acrescentar o nome do patrocinador, portanto o "José de Alvalade" vai sempre continuar.

    Penso que seria uma excelente forma de conseguirmos mais uma fonte de receita, e como foi dito no post, isto é sempre temporário portanto a longo prazo podemos sempre recuar na decisão

    ResponderEliminar
  20. Estive presente na AG e pelo que vi facilmente cheguei a uma conclusão: o Sporting livrou-se de boa e por um triz de não ter como presidente um individuo sem qualquer dimensão para o cargo.

    Estou à vontade para o dizer pois entreguei-lhe os meus votos. Este individuo durante a AG pensou essencialmente no seu futuro como possível candidato à presidência do sporting e nunca ou quase nunca no interesse do clube.

    O seu comportamento na questão das contas consolidadas diz tudo sobre a sua impreparação e falta de carácter.

    E na questão do naming do estádio chegou ao ridiculo.

    E já nem falo na sua posição arrogante como se tivesse sido mandatado ou fosse procurador dos sócios.

    A mim não me engana mais. Livramo-nos de boa.

    JP

    ResponderEliminar
  21. Falo do Bruno de Carvalho para que nao restem dúvidas.
    JP

    ResponderEliminar
  22. Para mim a questão do naming não foi tão publicitada como as questões dos votos e dos sócios.

    Embora para mim seja uma enorme perda a reprovação do naming do estádio, não podemos querer tudo só de uma vez.

    Concordo também com as declarações de Dias Ferreira, quando disse que com um PMAG com capacidade de negociação e abertura para resolver situações, esse tema teria sido aprovado,visto haver propostas muito semelhantes, tal como outros que poderiam ser importantes para a modernização do clube.

    A figura José de Alvalade nunca será esquecida pelos Sportinguistas, também não foi por ser chamado Alvalade XXI que deixou de ser José de Alvalade (e até XXI!!), portanto o naming a meu ver é imperativo porque nos permite obter mais receitas, e recusá-las nesta fase é um luxo que não nos podemos submeter (não querendo dizer que nos podemos vender a qualquer custo).

    SL

    ResponderEliminar
  23. Só para acrescentar mais um ponto, finalmente vê-se movimentação da parte de uma direcção no sentido de melhorar a coluna das receitas e não tratar o nosso deficit unicamente pela coluna da despesa.

    Pareceu durante muitos anos que nada havia a fazer para aumentar as nossas receitas, pelos vistos sim, sejam matérias como esta que são mais difíceis de digerir e aceitar (mas também oferecem uma receita maior) seja algo tão simples como promover a aquisição de gamebox e novos sócios numa actitude pró-activa e não somente via campanha publicitaria.

    Nestes assuntos, eu ainda hoje não gosto de publicidade nas camisolas e todas as que tenho são sem publicidade, o fundamental é estabelecer limites temporais. Permitir explorar o nome do estádio durante X anos, p.ex. 5 anos e posteriormente reavaliar essa situação.

    Outra questão a ser explorada seria afectar essa receita a determinado fim, de novo um exemplo, as verbas a receber pela exploração do futuro pavilhão, nome, actividades, etc., devia reverter em exclusivo para sustentação, desenvolvimento e expansão das modalidades.

    No post anterior que o LdA dedicou a esse nosso monstro de seu nome Joaquim Agostinho, fiquei a reflectir no que representava na sua época ser do Sporting e no que representa hoje.

    O desaparecimento do Sporting de diversas modalidades de alta competição é um claro prejuízo social, felizmente a maioria das ligas "armadas" em profissionais estão a falir, mas hoje não é necessário nenhum projecto megalómano para ser competitivo no hóquei, basquetebol ou voleibol.

    Basta o Sporting fazer aquilo que sabe melhor, desporto de elite, e logo nasceram, Agostinhos, Ronaldos, Livramentos, Lopes e tantos tantos atletas de excelência que nós nos habituamos a venerar por serem estandartes vivos do nosso lema.

    ResponderEliminar
  24. Eheheh, acho que acrescentei mais do que um ponto...

    ResponderEliminar
  25. LMGM:

    Muito bem visto o seu ponto. E acrescento, com conhecimento de causa, que as receitas do naming do estádio pagariam sozinhas todas as modalidades, sobrando ainda algum dinheiro para o futebol.

    Aqueles que dizem que o dinheiro não é tudo não têm provavelmente ideia do que estamos a falar. Acrescido ao facto de que, como disse inicialmente, não estar sequer em causa a presença do nome do fundador.

    ResponderEliminar
  26. JP:

    Como tu, tb sou insuspeito para falar de BdC. Concordo que BdC demonstrou que não tinha (e provavelmente ainda não terá) estrutura, maturidade e preparação suficientes para ser presidente do SCP.

    Aliás, essa impressão foi fácil de constatar através de várias atitudes reprováveis que teve após ter perdido as eleições. Já durante os debates mostrou imaturidade, como na altura frisei... Apesar disso votei nele, pq me pareceu o menos mau dos candidatos. Mão me arrependi do meu sentido de voto que voltaria a repetir se as circunstâncias então existentes se repetissem. Isso não me impede, no entanto, de considera que me terei enganado... GL tb fez uma campanha muito, mas mesmo mt fraquinha, é certo que se apresentava numa l situação bastante difícil, mas isso não justifica tudo. Passado este tempo, julgo que os nossos actuais dirigentes (CD e SAD) têm feito um trabalho meritório e nota-se que trabalham enquanto equipa. Equipa que apresenta dicisões que fazem sentido e denotam estratégia. Agora daí até BdC servir de bode expiatório para todo o 'mal' que sucede ou venha a suceder ao SCP, ou servir de desculpas para td aquilo que seja negativo é que, santa paciência, não encaixa...

    Engraçada a visão do LMGM… Nesta questão em particular (naming) li várias acusações aos adeptos que são contra essa solução do tipo “depois não se quixem da falta de dinheiro”… A verdade é que nc foram os sócios e/ou adeptos a queixarem-se da falta de dinheiro, nates o contrário: serviu de desculpa à incompetência dos dirigentes…

    SL!

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)