quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Chocolate semi amargo

O Sporting obteve uma vitória importante no lançamento da aventura europeia vencendo fora de casa o Zurich. Começar a ganhar, somando pontos e euros e liderar o grupo é uma boa estreia que não deve fazer esquecer as dificuldades exibidas numa exibição que esteve longe de fazer encher o olho.

O jogo de Zurich mais uma vez me convenceu que o Sporting tem boa matéria-prima mas são as ideias para o seu futebol que se opõem a um produto final de qualidade. A um bom começo depressa se seguiu um lento resvalar até à mediania com que terminou o jogo.O facto do jogo parecer ganho desde os primeiros momentos do jogo não deve servir de atenuante. Antes pelo contrário, uma vez que, mais do que o que as dificuldades causadas pelo adversário, foram as opções próprias que obrigaram a equipa a ter que trabalhar mais do que precisaria.

Foi sobretudo a segunda parte que haveria de revelar um Sporting incapaz de gerir a posse da bola, de aproveitar os espaços cedidos, e também incapaz de ligar do principio ao fim um lance de contra-ataque. O que seria praticamente impossível de acontecer, tendo em conta a quantidade de vezes em que os jogadores receberam a bola de costas para o jogo e sem apoios para progredir. No final não contabilizei um lance em que o ponta-de-lança tenha sido bem servido, fosse ele Wolfswinkel ou Rúbio.

Fica a satisfação pelos pontos e pelos contos mas também a certeza que vamos ter ainda muito trabalho e sofrimento pela a frente.
Ficha do jogo:

29 comentários:

  1. (-)

    Falta instinto à equipa para matar o jogo
    Pouca agressividade na defesa e alguns médios

    (+)
    Insua e Rinaudo
    Movimentação do Ricky no segundo golo, à Jardel (fundamental chegarem mais bolas destas aos pontas de lança)

    Ed

    ResponderEliminar
  2. É a sua opinião.
    Eu assisti a um bom jogo, onde o domínio e a vitória do Sporting nunca estiveram em causa.
    Não podemos ser os nossos maiores inimigos.
    Quanto a um mito que se vai instalando na «blogosfera leonina», Rinaudo não é um Douglas, nem um Paulo Sousa, nem um Paulo Bento, nem sequer um Vidigal ou um Oceano. Também não é um Miguel Veloso, nem um André Santos.
    Ver nesta altura em Rinaudo um grande jogador é um profundo exagero, é uma espécie de Bynia, com um bocadinho mais de técnica e de leitura de jogo.
    Revela uma «foçanguice» que não terá guande futuro no futebol europeu, pela maneira física (para não lhe chamer violenta, com a qual aborda muitos lances).
    O futebol não é uma guerra.
    Para sublinhar o que disse antes, recordo o lance do 2-3 do Marítimo em Alvalade.
    Estávamos para lá do tempo regulamentar, o Sporting tentava jogar pela certa, sair num contra ataque consistente (jogávamos com 10); João Pereira tinha a bola dominada junto à extrema direita defensiva, há um jogador do Marítimo que se movimenta em direcção à bola e surge Rinaudo sem necessidade nenhuma a atropelar João Pereira, a empurrar o maritimista e a atirar impetuosamente a bola pela linha de fundo.
    Canto... mais que desnecessário.
    Golo do Marítimo.
    Um precioso ponto perdido.
    Para bem no Sporting e de Rinaudo era muito bom que alguém lhe colocasse a mão no ombro e lhe pedisse calma, muita calma, o futebol não matar nem morrer, é jogar de forma séria e ética e como consequência disso: vencer.
    Jogar à Sporting é cumprir o nosso lema; esforço, dedicação, devoção e glória... está lá tudo, a glória, a vitória como consequência do trabalho, do empenho e da crença.

    ResponderEliminar
  3. Só vi entre os 20 minutos e os 40 da primeira parte, enquanto esperava por um colega de trabalho, e tive a sorte de ver o lance do segundo golo (golo de Wolfie), poucos instantes depois de entra no café. No resto dos minutos q que assisti vi os jogadores do SCP (Capel principalmente) demasiado agarrados à bola, muito individualistas.... Chegou a ser irritante não soltarem a bola para colegas desmarcados. E apercebi-me ainda de um problema que vem de trás: um certo desnorte no meio campo, sectores e jogadores demasiado afastados, jogo pouco ligado. Qt ao Zurique, sinceramente, pareceu-me uma equipa muito fraquinha. Tecnicamente vi jogadores mesmo muito limitados. O resultado, no entanto é bom. Vencer fora, no início da competição é animador...


    SL

    ResponderEliminar
  4. Sinceramente, só me apraz dizer se o Sr. Pedro oliveira tem visto os mesmos jogos do Sporting que eu... Comparar o Rinaudo ao Bynia, foi o maior atentado que ouvi desde os tempos do Gabriel Alves.

    São opiniões e há que respeitar...

    ResponderEliminar
  5. Comparar Rinauldo ao Bynia, acho que o jogo que eu vi no pc, deve ser diferente do que da tv, não ha comparaçam.

    ResponderEliminar
  6. Caro Sr. Luís Rebelo,

    Assisti a todos os jogos do meu (do nosso, presumo) Sporting em Alvalade e a todos os outros pela televisão.
    Julgo estar munido de muita bagagem crítica (chamemos-lhe assim) para escrever o que escrevi.
    O lance do terceiro golo do Marítimo não foi, exactamente, como o descrevi?
    Longe de mim estar a crucificar o miúdo Rinaudo, não quero é que o transformem num fora-de-série que, ainda, não é.
    Agora é tempo do deixar crescer, do educar, do integrar, de procurar utilizar a impetuosidade, a força, que possui em benefício do colectivo, da equipa.
    Confesso que a comparação com Bynia foi, intencionalmente, provocatória mas tive o cuidado de frisar «com mais técnica» e com melhor «leitura de jogo».
    A e SL (Abraço e Saudações Leoninas)

    ResponderEliminar
  7. Pedro Oliveira,

    O Rinaudo nem foi utilizado contra o Marítimo...

    Mais não digo.

    SL

    ResponderEliminar
  8. ó pedro oliveira vai-te curar pá!
    o rinaudo é violento a jogar????????diz-me um lance só em que ele tenha dado fruta sem tentar jogar a bola!
    compará-lo a binya é gozar com a nossa cara!
    é tão só e de longe o melhor elemento do meio campo defensivo!

    ResponderEliminar
  9. Gnitrops,

    Nem estou em mim.
    Socorri-me do Sporting n.º 3326 (2011.08.31)p.4 e de facto Rinaudo não jogou nesse desafio.
    É certo que os números não se conseguem ver da bancada mas estava convencido que o lance que descrevi fora originado por Rinaudo, 21; quem teria sido então? Santos, 26? Confesso que não sei. Vi o jogo ao vivo e como é óbvio não tive curiosidade em rever imagens dum jogo que perdemos.
    Peço desculpa aos jogadores envolvidos em particular e a todos os sportinguistas em geral... contudo não retiro uma vírgula à apreciação (subjectiva, claro) que efectuei sobre o argentino.
    Queira Deus que ele me obrigue a mudar, rapidamente, de opinião para bem do nosso Sporting.

    SL

    ResponderEliminar
  10. LdA, é amargo ...? põe mais açucar.

    O Sporting ganhou e ganhou bem, na segunda feira temos que ganhar outra vez.

    Não sei se te deste conta dos comentários meios amorfos , eu diria mais... de profundo desgosto, dos gajos da sportv!?

    Talvez isso tenha influenciado muito Spotinguista. O jogo, a mim disse-me que numa competição a pontuar (as exibições não valem pontos) o SPORTING foi buscar 3pontos fora, mai nada.

    ResponderEliminar
  11. Como já foi dito aqui, também me tenho como alguém com bagagem crítica e também fui a todas em alvalade, mas com a ressalva de ver a repetição de lances dos jogos que perdemos. É um sportinguismo descontrolado, para o bom e para o mau. Acho que este texto do LA, que respeito, define muito daquilo em que nos tornámos. Não pode ser. Nas reticências temos de meter pontos de exclamação, se houver motivos para isso. Creio que há. Temos de nos entusiasmar, mesmo que apoiados em apenas dois golos fora que resultam em vitória numa competição europeia contra o campeão suiço (alguém se lembra do grashopper?). Temos que valorizar o que foi bom e isso deixar-nos com força - não com mais dúvidas, raios. É mais do que sabido aquilo que está mal: os sectores continuam longe uns dos outros; falta pelo menos um médio talentoso que os ligue, que sirva de placa giratória, farol, meio, recheio; a defesa é lenta e pouco agressiva ao centro; o nosso jogo aéreo é fraco; tudo o que é tropeço na bola dá livre indirecto contra nós; patati patata, falta garra. Mas e o que melhorou? É que melhorámos – pouco, mas algo.

    LA, como é isso de o wolfs não ter tido nenhuma bola decente? E a sobremesa servida no segundo golo em bandeja pelo insua, o melhor lateral esquerdo que temos desde o rui jorge? E valorizar o movimento à ponta de lança dele, à jardel? Como é isso de o rubio não ter tido nenhuma bola decente se o vi duas vezes em frente ao redes, numa delas fugindo da baliza e rematando ao lado e noutra não chutando com o pé esquerdo e cortando para dentro, tendo sofrido penálti? É pouco? Sim, mas é algo: já não me lembrava da última vez que vi um golo como aquele segundo, uma jogada de envolvimento imaculada.

    E como é que se compara o rinaudo ao bynia - como se compara um general duro mas leal e bom de bola, sem ser um estratega, a um tijolo com pernas como o ex-lampião? Como se lança isso aqui na net, que é coisa que ainda pega, se todos os nosso rivais nos invejam por termos um patrão como aquele? Vamos ser nós a inventar coisas para o criticar, a lançar este boato de que o rinaudo é o nosso bynia? o nosso bynia??

    Com a prudência necessária, por terem sido conquistadas sem brilho, duas vitórias seguidas fora de casa devem contudo dar-nos força para o que aí vem, e com o nosso entusiasmo criarmos a onda necessária para termos sucesso... também em casa. Porque será que fora de casa conseguimos prestações condizentes com o que de nós se espera? Porque somos inofensivos em casa quando os nossos rivais fazem disso a sua grande força?

    Há muito para trabalhar mas é preciso algum exagero, mais paixão, gostar de gostar do que é nosso, ter mais vida! A onda da pré-época era baseada em pouco e com o valência resultou em depressão. Mas agora temos jogadores para sustentar as nossas ambições. Assim tenhamos equipa e adeptos.

    SL

    ResponderEliminar
  12. rui coelho,
    O comentário que cita faz parte do parágrafo reservado à apreciação da 2ª parte. Pode ser que não resulte muito claro para si, mas a referência é a esse período. Obviamente que não podia ser ao jogo todo, pelo lance do golo marcado mas , tirando esse, quase que se poderia aplicar aos 90m.

    E como digo no artigo não me parece que faltem médios, até pode ser, o problema está na ideia para o jogo. Aliás eu digo isso precisamente no post:

    "O jogo de Zurich mais uma vez me convenceu que o Sporting tem boa matéria-prima mas são as ideias para o seu futebol que se opõem a um produto final de qualidade."

    Não me parece que me sirva a acusação de sportinguismo descontrolado, basta que leia os posts anteriores. Parece-me é que tem de haver sinais de evolução, que vêm tardando, que não podem ser confundidos com os resultados.

    Quanto às comparações só sou responsável pelas minhas.

    Paulo Reixa,
    Os comentários da Sporttv até foram suaves e contidos face ao que se viu e ao que é habitual.

    ResponderEliminar
  13. É raro mas desta vez concordo absolutamente com o LDA na sua apreciação ao jogo.

    Mas nesta altura já me dou por muito contente por vencer,o bom futebol pode esperar é preciso é resultados para não cairmos numa situação dramática.

    Destaco também o bom sentido de humor de Domingos na forma como colocou Pereirinha em campo.

    SL

    ResponderEliminar
  14. Eu sugiro o seguinte.

    Desliguem o som da tv e dos comentadores. Limitem-se a ver os jogadores em campo. Coloquem música clássica, se gostarem, ou outra qualquer, se preferirem.

    Agora vejam e observem.

    Eu vi várias jogadas a meio campo, passes para desmarcações, nem sempre bem sucedidas, por vezes interceptados, mas existiram. São anos-luz de épocas passadas onde ninguém tinha ideias acerca de como passar do meio campo sem ser com balões.

    Eu vi cruzamentos para o ponta de lança que deram em golo. Eu vi livres ofensivos com ideias e objectivo e golo como não via há anos no Sporting.

    Eu vi Rinaudo a passear classe e garra no meio campo. Ao seu lado, um Schaars sempre competente e que marca livres que dão em golo.

    Eu vi Capel a levar a equipa para a frente. E do outro lado Carrilho, a querer integrar esta equipa.

    Eu vi Pereirinha que está feito um homem e ainda com potencial para melhorar, ele que era extremo direito, passou a lateral direito e ontem foi, interior direito...

    Eu vi uma linha defensiva que não dormiu na formatura.

    Eu vi Patrício que, salvo mais um lance onde os apitadores viram atraso, esteve impecável.

    Eu vi um Sporting muito melhor que os Sportingues de anos anteriores.

    Vocês?

    Vocês viram o que os funcionários ao serviço das empresas patrocionadoras do Benfica vos disseram que viram.

    E nem precisei de meter música. Bastou-me espírito crítico.

    ResponderEliminar
  15. P.S.: E vi, finalmente, um ponta de lança que marca golos.

    Eu andava um bocado farto de avançados de excelentes apontamentos técnicos, especializados em caras de "falhei por pouco", mas sempre louvados pelos comentadores.

    Curioso que não são tão rápidos a elogiar um ponta de lança que... marca golos. Bem pelo contrário. Parece que é lento e tem pouca técnica, não presta, segundo eles...

    ResponderEliminar
  16. Para mim o pouco brilhantismo da vitória prende-se essencialmente com a pouca dinâmica da equipa, e a falta de um 10 de qualidade, que verticalize o nosso futebol, e não o torne tão previsivel.

    Quero acreditar que esse 10 será Matias, e que até ver, Elias disfarçará a situação até melhor que Izmailov. (Luis Aguiar poderá tb ser melhor que Pereirinha, Marat ou Schaars).

    Reconheço no entanto que ontem tive pena que Martins não jogasse, pois acredito que teria estado melhor que Pereirinha, pelo menos a 10 (e podia pelo menos ter sido opção na 2ªparte...).

    Não jogamos nadinha de especial, e acima de tudo não capitalizamos o facto de termos marcado 2 golos nos 2 primeiros remates, em 20min, mas vencemos bem, e demos passo de gigante para uma fase de grupos descansada. Atrevo-me quase a dizer que vencendo a Lázio em casa, temos o 1º lugar à nossa mercê...

    Acima li comparações entre Rinaudo e Bynia. Já não me lembro do Bynia, embora tenha a ideia de que gostava muito dele...como jogador do benfica!!! Já não me esqueço do Fito Rinaudo. Quero lá saber se é o novo Douglas (mas gosto do estilaço dougliano!), sei é que é a alma da equipa, e que joga com a virilidade e querer que todos deviam jogar.Vai levar muitos amarelos e ser expulso de quando em vez? Talvez, mas se toda a nossa equipa tivesse a garra e a determinação dele, seriamos campeões com uma limpeza assinalável... ontem foi de longe o melhor, pese embora o registo agradável do 'novo Grimi', que marcou um golo e conseguiu uma bela assistência!

    @pedro oliveira
    aparte da fiçcão no jogo contra o Marítimo (Lol), a sua descrição sobre a culpa no golo sofrido é divertida. Numa postura (global) daquelas aquando da marcação do canto, injectivar que o responsável pelo golo sofrido foi o jogador que eventualmente se terá precipitado no corte pela linha de fundo chega a ter contornos macabros.

    Alinhando pela mesma lógica, ontem o nosso primeiro golo foi culpa clara do desgraçado que cometeu uma falta 'desnecessária' a meio-campo, numa jogada sem perigo, e não de 7/8 jogadores que adormeceram na marcação do livre e deixarasm o Emiliano cabecear sem ninguém num raio de 2metros. Parece-me bem.

    ResponderEliminar
  17. Que grande confusão ! RINAUDO não jogou esse jogo.
    Equipas:

    Sporting: Rui Patrício, João Pereira, Polga, Carriço, Evaldo, André Santos, Izmailov, Schaars, Yannick Djaló, Capel e Hélder Postiga.

    Suplentes: Marcelo, Onyewu, Jeffren, Carrillo, Wolfswinkel, Bojinov e Rinaudo

    Marítimo: Peçanha, Briguel, Robson, Roberge, Ruben Ferreira, Roberto Sousa, Rafael Miranda, Olberdam, Héldon, Sami e Danilo Dias.

    Suplentes: Ricardo, João Guilherme, Luís Olim, Marquinho, Ibrahim, Adilson e Baba

    ResponderEliminar
  18. Não me posso pronunciar sobre a SportTV ou outros comentadores, porque não os ouço. Mas infelizmente, quando não vejo a bola sozinho, por vezes lá coloco o som, ou lá levo com o som que alguém coloca. E aí tento apenas divertir-me, como aconteceu em Paços, ouvindo o homónino do Valdemar a dizer 7 vezes durante 45min 'o Izmailov é de longe o melhor jogador do Sporting!', ou ouvindo o comentador rebater que Patricio, em caso de dúvida, devia ter jogado a bola com o pé, e admitindo que ele próprio ficou com dúvidas no 'atraso de canela' do Mudo.

    Mas o que é que se pode fazer? Matá-los, um a um, num dia de chuva?

    ResponderEliminar
  19. Pessoalmente gostei do jogo e mais ainda da vitória. E pensar que o fizemos sem Elias, jeffren, Isma ou Matias ainda me deixa mais esperançado em relação ao nosso futuro imediato.

    Em relação á partida duas notas:

    1- Comunicar urgentemente ao Rui Patrício as regras do jogo, nomeadamente o facto do GR não poder agarrar a bola com as mãos quando a mesma bate (pelo sim pelo não é melhor dizer assim embora as regras não sejam tão rígidas) num jogador da mesma equipa.

    2 – A importância de ter bons defesas laterais numa equipa. Ontem Pereira mais uma vez não comprometeu e Ínsua fez um golo e uma assistência (Se fosse Evaldo estávamos F-didos).

    Jogadores mais: Rinaudo (que jogador, digam o que dizerem este homem é patrão) + Ínsua (revolve um problema com 10 anos de existência, a falta que tínhamos de um bom DE)

    Jogadores menos: Pereirinha (Primeiro como médio interior e depois como extremo, nunca conseguiu jogar com garra e convicção) + Patrício (o mesmo erro infantil que desta vez resultou numa bola no poste)

    SL E VIVA O GRANDE SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

    ResponderEliminar
  20. Pedro Oliveira, quanto muito poderia dizer que um golo como o do Sami (o segundo do Marítimo) nunca teria existido com Rinaudo em campo. Após o passe falhado do João Pereira, o Rinaudo teria parado o lance, fosse como fosse...

    ResponderEliminar
  21. Grande jogo do rinaudo, mosta que é fundamental.
    Quanto ao resto, equipa mostra mais confiança, agora espero ganhar em rio ave.

    ResponderEliminar
  22. Nem éramos assim tão maus quando perdíamos, nem somos assim tão bons agora que temos ganho. A verdade é que para construir uma equipa a sério é preciso tempo, confiança, tranquilidade e qualidade. Só não entende isto quem não quer.

    Vão-se vendo muitas diferenças no futebol da equipa, principalmente agora que a equipa vem reganhando alguma confiança, individual e colectiva, aliado ao facto de os focos de depressão anímica (queira-se ou não, era o caso) terem saído do clube (como Yannick ou Postiga) ou estarem de sabática (como Carriço ou Polga), e de terem chegado jogadores claramente motivados e sem teias-de-aranha mentais (como Elias e Ínsua). Não tenho dúvidas de que a questão psicológica é fundamental aqui, porque nem julgo que quem está seja assim tão melhor do que quem partiu ou se sentou. Agora que esta revolução de mentalidades era essencial, até para a sanidade de Domingos que já parecia o mais desesperado de todos, não tenho dúvidas.

    Para onde caminhamos? Esperamos que consistentemente para um patamar superior, mas não acreditem em facilidades nem em sequências infindáveis de vitórias. Há alguma qualidade mas de facto o modelo de jogo está perro. A transição defensiva ainda é assustadora, jogue quem jogue, quando o pressing bem alto não tem eficácia; os erros de posicionamento defensivos são bem evidentes (não falo de Ínsua, que ainda agora chegou, mas há extensas avenidas entre os centrais e laterais, e ainda gostava de saber o que diriam os mais populistas do Oguchi de ontem caso tivésssemos levado os 3 golos que tiveram perto de acontecer); a contenção a meio-campo é muito deficiente e deixa invariavelmente espaços entre-linhas que todos os adversários que vimos defrontando têm conseguido aproveitar.

    Agora, sinceramente, estas questões defensivas resolvem-se com treino. Domingos é competente para tal e os jogadores também, claramente.

    O problema maior é o processo ofensivo. Aí, as ideias são mais difusas. Há um aproveitamento dos corredores que é interessante, boas saídas em transição, mas não há no nosso meio-campo capacidade e talento para enfrentar o jogo. Elias disfarçou um pouco em Paços, Schaars nas bolas paradas, Rinaudo por vezes consegue carregar o fardo (mas arriscando a perda de bola que com o nosso posicionamento defensivo é um sério problema), Izmailov está sem nenhum ritmo competitivo e apesar da sua enorme qualidade não é claro que possamos contar muito com ele, Pereirinha a interior é um erro grave do treinador que pode ajudar a atrofiar de vez um jogador que não precisa que experimentem mais nada com ele, enfim ... É verdade que não há Matías nem Aguiar, que talvez o Marat melhore, mas neste contexto entendo mal a não utilização do André Martins. Não sei o que vai na cabeça de Domingos, mas temo que neste particular ainda não se tenha feito luz.

    De qualquer modo, no entretanto, cada vitória mesmo que suada é um pequeno passo para a consolidação da equipa. Que venham bastantes, para ir alegrando as hostes mais sedentas, porque futebol bem jogado durante 90 minutos ainda vai demorar.

    SL,
    MTP

    ResponderEliminar
  23. Pequenos apontamentos.

    O melhor jogo que vi do Sporting este ano continua a ser o com o Olhanenses onde falhou aquilo que existiu ontem. Eficácia.

    Esta moda de resolver os jogos antes de eu os conseguir começar a ver agrada-me, podem continuar e praticar.

    Foi um jogo de gestão, resolvido em 20 min., ainda deu para umas experiências, rodar jogadores e dar confiança.

    Bom resultado, venha o próximo.

    ResponderEliminar
  24. Meu caro Pedro Oliveira,
    Se me permite, agora sou eu que digo que é a sua opinião.
    Dos jogadores que mencionou e todos eles me merecem o maior respeito e admiração por terem sido grandes profissionais do Sporting, efectivamente não pode comparar Rinaudo com alguns deles mas não (nalguns casos) pelas razões que evoca, e passo a mencionar.

    Paulo Sousa - É na minha opinião o melhor jogador português de sempre (ao que dizem juntamente com Coluna, que não vi jogar) na citada posição e um dos melhores do mundo, logo não há comparação possível.

    Douglas - Efectivamente não tem comparação, prefiro de longe Rinaudo. É um facto que Douglas jogava com elegância mas devagar, devagarinho, só lhe faltava uma cadeira para se sentar no meio-campo.

    Paulo Bento - Excelente jogador, num estilo diferente de Rinaudo, por isso mesmo apenas comparável dado a categoria de ambos.

    Dizer que não é sequer um Vidigal ou Oceano estou de acordo pois apesar da minha admiração por estes 2 jogadores, nunca os vi por exemplo a colocar a bola à distância como vejo Rinaudo fazer nem a forma cirurgica como consegue alguns desarmes. Mas estes são apenas pequenos pormaiores que na minha modesta opinião coloca efectivamente Rinaudo num patamar acima.

    Relativamente à comparação com Bynia nem sequer me pronuncio, de tão ridícula que é.

    Por último e como já deu para perceber que é um espectador muito atento, queria apenas recordar que o Rinaudo não foi sequer utilizado no jogo com o Marítimo.
    Mas pode sempre ter atropelado o J. Pereira com os olhos. Já tem acontecido.

    Saudações leoninas

    ResponderEliminar
  25. Só registar que estamos a discutir, quão bons são os reforços e não quão maus. Pormenores...

    P.S. - O mesmo se aplica à crónica do LdA, ele não diz que foi má, diz que podia ser melhor.

    ResponderEliminar
  26. MTP e LMGM,

    Julgo que perceberam bem o que quis dizer, ao contrário de outros.

    Não fiquei triste pelo Sporting ter ganho, os resultados são imprescindíveis para a consolidação da equipa e para o apoio que ela necessita.

    Não deixa de ser curioso que enquanto a equipa perdia ou empatava andava eu aqui a proclamar a minha esperança em dias melhores. Curiosamente então, apesar dos resultados, até jogámos melhor em muitas ocasiões, como lembra o LMGM. De facto o jogo do Olhanense foi o que gostei mais.

    Agora que os resultados aparecem sou "um sportinguista descontrolado" porque me parece que estamos a crescer pouco e com opções muito questionáveis relativamente a situações cruciais tais como o posicionamento dos sectores, a posse e circulação de bola e a construção do jogo ofensivo.

    ResponderEliminar
  27. O que eu vi: Um bom jogo do Sporting, não se esqueçam que a equipa está em construção. Rinaudo é extraórdinário! Tem tudo o que um excelente jogador de futebol precisa de ter:Habilidade, visão de jogo (lembram-se do passe para o golo do Elias) e Toneladas de Raça!Penso até que o facto de ele não ter jogado contra o Marítimo, foi decisivo para a nossa derrota derrota! Insua excelente e (mais uma vez ) Schaars banalissímo, para trás e para o lado com passes de 5 metros. S. Leoninas.

    ResponderEliminar
  28. Mudando completamente de assunto, fui só eu a achar estranho o modo de festejar o golo do Ricky?
    Será que ele é como o Cadete?

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)