terça-feira, 20 de setembro de 2011

O Sporting está (mais ou menos) de volta!

(Foto ESTELA SILVA/LUSA)
Não se pense pelo título que vou incorrer no mesmo erro que cometi após o jogo com a Juventus quando pensei que o bom futebol estava de regresso a Alvalade. Como ainda ontem se viu, isso só acontece a espaços e no restante tempo depressa regressamos ao passado do qual queremos fugir a sete pés. Os sinais são contraditórios porque se parece haver razões para ter esperança numa subida sustentada percebe-se que caminhamos numa linha muito ténue que mal nos separa do sucesso e do fracasso. Foi assim ontem como já havia sido em Paços de Ferreira. A diferença para os jogos iniciais da Liga é que agora conseguimos os resultados mercê da subida da eficácia em frente à baliza adversária. 

Eficácia essa que está longe de se verificar quando chamados a defender. Há quem julgue, como muitas vezes ouvi ontem na bancadas, que o problema está na qualidade individual dos nossos centrais, eu continuo a pensar que o problema está na forma como a equipa defende. Um problema colectivo, que vem sendo sucessivamente muito bem explicado pelo PB, no Lateral Esquerdo, hoje e aqui e aqui. De uma forma sintética, e para lá das referidas explicações e das comparações que se possam fazer, é óbvio que os centrais do Sporting estão muito mais expostos que os seus congéneres nos rivais e por isso, naturalmente, errarão mais. Provavelmente Luisão, Garay, Rolando e Otamendi também sentiriam muitos problemas em travar o jogo ontem em Vila do Conde se jogassem de verde e branco. Já Maicon e Jardel têm demonstrado que, mesmo protegidos, falham em demasia.

Mas então porquê que o Sporting está de volta, perguntarão?

O Sporting está de volta ao campeonato, mercê do único resultado que ontem lhe era conveniente. Cumprindo a obrigação de ganhar em casa, a próxima jornada encurtará mais as distâncias para os que seguem à sua frente. Mas os últimos jogos, apesar terem sido 3 vitórias, deixaram um relance daquilo que será provavelmente toda a presente época. Para nós do céu pouco mais há a esperar do que chuva, todo o resto vai ter que ser arduamente conquistado, esgravatado, subido a pulso.

Está de volta uma legião de adeptos que se havia afastado, apesar de as coisas nem estarem a correr muito bem. Sinal de que há esperança em dias melhores. Esse é um aspecto fundamental e indispensável para um futuro melhor. Ontem, apesar da hora e do dia, o estádio dos Arcos teve um número de adeptos Sportinguistas que há muitos anos não se via. Falta transformar o relvado de Alvalade num local indesejado e temido para os adversários, ao contrário do que vem sucedendo (5 pontos perdidos em 7). A responsabilidade não é apenas da equipa e não foi por acaso que Domingos disse o que disse ontem.

O Sporting está de volta aos golos de canto, e logo 2 no mesmo jogo. Um pormenor digno de registo, uma espécie de regresso a uma normalidade tão ansiada, tendo em conta a importância que devem ter numa equipa com as nossas pretensões os lances deste género.

Tendo estado em Vila do Conde deixo as restantes impressões pessoais que parecem pertinentes:

Dificilmente  o Sporting ganhará muitos jogos com Capel e Carrillo defrontando equipas mais fortes (Braga, Guimarães e os rivais, por exemplo), pelo menos actuando como o fizeram ontem. Ambos participam muito pouco, e muitas vezes mal, nas tarefas defensivas o que contribui para uma inferioridade numérica crónica, sobrecarregando os restantes elementos, dificultando-lhes as tarefas. Carrillo é até um jogador interessante mas que tem ainda um longo caminho a percorrer. Capel, apesar de ter participado de forma decisiva no jogo, pareceu-me acusar algum desgaste. Vai revelando aqui e ali que já percebeu que baixar a cabeça e correr com a bola é capaz de não ser a melhor opção.

Não me espanta o jogo inseguro de Patrício. Parece-me ser ainda cedo para proclamar um mau momento, tendo em conta que não falhou nos jogos anteriores. Mas depois de ter visto o que sucedeu em Paços de Ferreira (foi insultado toda a 2ª parte por vários adeptos pendurados na vedação, encostados a ele e no fim saiu directo para o balneário. Ontem, no final do jogo não passou do meio campo) não me espanta a insegurança, parecendo estar a atingir o seu limite. Isto não explica o 1º golo que resulta de um erro de posicionamento e o deixa mal na fotografia.

Teria preferido Polga a Oneyewu - continuo a pensar que os defesas devem ser avaliados primeiro pelo que defendem - mas a verdade é que o americano acabaria por fazer o que o brasileiro poucas vezes fez: marcar um golo decisivo. De condenado a salvador foi uma viagem curta e agora já poucos se lembrarão de dizer que é um jogador lento. Estou certo que continuará a revelar dificuldades em travar jogadores que lhe apareçam lançados  mas isso nada tem a ver com a sua velocidade ou falta dela. Esse é sempre será o problema de todos os centrais. Esse tipo de problemas evitam-se antes e no meio-campo, depois são muito difíceis de solucionar.

Não acho que Pereirinha, outra na linha de tiro, tenha feito um mau jogo embora tenho entrado mal, ficando ligado ao 2º golo. A questão parece-me estar ligado ao momento escolhido por Domingos para entrar. A substituição fazia já sentido ao intervalo mas o treinador optou pela entrada após o golo e num momento que o Rio Ave criava problemas precisamente sobre o lado direito, revelando Pereirinha dificuldades em entrar no ritmo de jogo. Nitidamente afectado após o golo (ficou de cabeça baixa e ombros caídos) foi conseguindo recompor-se paulatinamente.

Não seria nunca muito fácil para Pereirinha ou outro integrar-se ao lado de João Pereira que vem revelando enormes dificuldades quer a defender quer a atacar, embora não se lhe possa atacar o empenhamento. É um dos que só pode melhorar.

Rinaudo tem sido fundamental nos últimos jogos no que diz respeito à recuperação da bola e quando e se conseguir o mesmo a pô-la a jogar será jogador para ficar pouco tempo no Sporting.

Pode-se avaliar um avançado recorrendo aos mais variados parâmetros mas quando ele marca em todos os jogos em que participa e ainda por cima golos decisivos who cares, não é Van Wolfswinkel?

Houve um árbitro na primeira parte e outro na segunda, embora o nome fosse exactamente o mesmo. A dada altura cheguei a temer o pior mas no final fiquei na dúvida se teria havido algo de intencional ou apenas falta de categoria.

30 comentários:

  1. Muito obrigado pelas referências. É esperar um empate no clássico e teremos o Sporting a um jogo de distância do primeiro lugar. Ao minuto 70 em Paços de Ferreira, quem diria?

    ResponderEliminar
  2. PB,

    as referências são mais que justas, pela qualidade do trabalho realizado.

    Quanto à última frase "Ao minuto 70 em Paços de Ferreira, quem diria?"
    Pois...

    Vi ambos os jogos ao vivo e se em Paços me pareceu sempre que faltava 1 golo para dar a volta ao jogo ontem, mesmo depois dos 2-0 e sobretudo após os primeiros 30m sempre me pareceu que se sofrêssemos um golo abanávamos.

    Notam-se ténues progressos na capacidade ofensiva e sobretudo na eficácia mas continuamos a revelar uma fragilidade defensiva atroz e que se sentiu ontem mesmo enquanto estávamos por cima do jogo.

    Não deixa de ser estranho para mim, eu que pensava que com Domingos iríamos começar por aí.

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Não concordo que o João Pereira tenha dificuldades em atacar. Ele tem alguma dificuldade em defender e em recuperar quando ataca, mas é um optimo apoio quando ataca.

    Aquilo que dizes sobre os defesas terem que travar jogadores que vêm lançados de trás é bem verdade. Como dizia o Guardiola, nem sequer o Bolt conseguiria ter apanhado o Pato naquela fantastica arrancada. Continua a haver muito espaço entre a defesa e o meio-campo, o que permite que os defesas adversários consigam fazer passes directamente para as costas do Rinaudo, não havendo ninguem a pressioná-los.

    ResponderEliminar
  4. Mike, o JP ataca muito mas normalmente mal, em especial na definição do último toque.

    ResponderEliminar
  5. LdA,
    se há coisa pela qual não te tenho é por ingénuo, daí que entenda onde queres chegar com o último parágrafo.
    Não nos convençamos que a animosidade com esses senhores foi ultrapassada, bem pelo contrário, e este jogo foi só mais um que nos veio dizer isso mesmo.

    ResponderEliminar
  6. É quase doentia a defesa do Pereirinha. É pai dele?
    A forma como crucifixa o Capel, que faz duas assistências, e a forma como defende o Pereirinha, que tem MUITAS culpas no lance do 2º golo, não se entende. Não consigo justificar aquela apatia, aquele abrandamento, aquela desistência do lance precisamente quando era preciso dar tudo para evitar o cruzamento. O homem ABRANDA, desiste de um lance que tinha tudo para ser dele, ou pelo menos em que deveria ter tentado. Isso não se justifica com o momento da entrada do jogador em campo ou o que quiser inventar.
    No aspecto ofensivo é.. inofensivo. A única coisa boa que vejo no rapaz, e que pode ter dado muito jeito ontem é que sabe segurar a bola. Sabe controlar a posse, e isso pode ser importante, daí eu defender que ele deve ficar no plantel. Mas falta-lhe o resto. E o resto é muito.

    ResponderEliminar
  7. PedroS, doentia é a sua forma de comentar. Olhe que não sou seu pai. Leia lá outra vez o que escrevi sobre ambos.

    ResponderEliminar
  8. Visigordo,
    Como digo cheguei a temer o pior e disse-o ainda no estádio aos amigos com quem estava. Muitas faltas ao contrário parecendo a dado momento que era um discípulo do Martins dos Santos.

    ResponderEliminar
  9. Do Capel diz que é uma nulidade a defender, que está desgastado e que a única coisa que faz é correr com a cabeça para baixo, embora neste último caso já antevê que ele perceba que não pode ser só assim o jogo.
    Do Pereirinha diz-me basicamente que a culpa daquela miserável atitude é do Domingos.
    Não quero estar aqui a esgrimir argumentos, nem quero parecer doentio a comentar. Eu até gosto do rapaz, já lhe tinha dito. Agora denoto aqui um facciosismo que não me parece saudável, só isso. Apenas reclamo uma análise objectiva, como a que faz, e muito bem, de resto, ao jogo e ao resto das actuações dos jogadores.
    Na senda de Postiga, Djalo e Evaldo, temos aqui um caso que parece anestesiar alguns Sportinguistas que se recusam a ver o obvio. E atenção, mais uma vez, gosto mais do Pereirinha do que qualquer um dos outros três. Mas de longe..

    ResponderEliminar
  10. Ontem no post sobre o jogo não quis abordar questões mais técnicas mas vamos a elas. Onyewu falhou várias vezes o tempo de entrada à bola fazendo faltas desnecessárias, é vulgar isso acontecer com defesas centrais vindos do futebol sul americano ainda não sei se é defeito ou feitio dados os poucos jogos que tem.

    Este aspecto (antecipação) é aquele em que Polga é mais forte, limpando muito jogo ao adversário, é só por esta característica do Polga que apostaria na dupla Polga/Rodriguez ou até Onyewu/Polga porque Rodriguez não tem desculpas para a fraca exibição que fez.

    As saídas de bola são um perigo seja lá nos pés de quem for pelo corredor central (Onyewu/Rodriguez/Rinaudo) há poucos apoios para quem tem a bola e várias vezes acabou por ficar "cercado" por adversários perdendo a bola. Alô Domingos!

    Uma das piores coisas que aconteceu foi a lesão de João Tomás. Com ele o Rio Ave teria uma táctica de "árvore de natal" e não sendo ele já um jogador veloz seria presa fácil para os nossos centrais. Com a sua lesão o Rio Ave passou a ter um tridente atacante muito rápido e habilidoso (Kelvin/Yazalde/Christian) que "colaram" na nossa defesa criando desequilíbrios constantes.

    Os desequilíbrios não foram só ofensivos, quando não tinha a bola estes jogadores criavam no meio campo do Sporting uma superioridade tal de elementos que dificultou bastante a fluidez do nosso jogo. Esperava que Domingos tivesse reagido a este desiquilibrio de elementos mais cedo, sacrificando Carrillo e apostando em André Santos. A equipa ficaria coxa mas julgo que ganharia o controlo da bola e consequentemente do jogo, não deixando a sua defesa passar por dificuldades e algumas vergonhas.

    ResponderEliminar
  11. PedroS,
    Escrevo a minha opinião e respeito a dos demais.

    Do Capel digo que teve influencia decisiva no jogo: é pouco?

    Mas creio que pode render muito mais quando corrigir esses defeitos que até parece estar em vias de o conseguir.

    Quanto ao defender parece-me um facto incontestável e estar desgastado não é apontar um defeito é identificar um estado. Pelos vistos Domingos concordou comigo e retirou-o mais cedo.

    A leitura que faço da participação do Pereirinha não o isenta de culpas no golo, que são repartidas com JPereira. A observação que faço relativamente ao timing de entrada e a resposta dada pelo jogador parece-me correcta e não pretende desculpabilizá-lo. Não disse o que disse por ser o Pereirinha, diria o mesmo fosse quem fosse.

    ResponderEliminar
  12. O João Pereira precisa do velho tratamento,aka...banco.
    Patrício tb.
    Não está em causa a qualidade dos jogadores,mas estão numa má fase.Acontece.

    ResponderEliminar
  13. LdA, muito bom!!

    É uma óptima análise, justa e realista!

    Um comentário apenas sobre Pereirinha. Continuamente aparecem aqui os perseguidores do costume, incapazes de fazer análises justas e sérias a alguns jogadores. Depois de Djaló e Postiga, agora segue-se Pereirinha e Patrício. Sorte de Carriço e Polga que não têm jogado. Pereirinho noutro jogo recente esteve muito bem mas agora já não vale um caracol. Serão concerteza os mesmos que crucificavam constantemente Nani e que não percebem o futebol na sua globalidade e particularidade.

    Só tenho que dar-te os parabéns pela pachorra em responder e comentar esses comentários, é preciso ter paciência para dar tanta importancia a esta mediocridade. Eu não daria, nem dou, tenho mais que fazer. Pela positiva e constructivamente sempre em prol do Sporting. E tens muita razão em relação ao Patrício, em Paços de Ferreira foi vergonhoso e serão concerteza do mesmo saco os que aqui o perseguem. Quando não estiverem no Sporting nenhuns dos perseguidos será uma maravilha para eles, será tudo perfeito e seremos campeões da europa e do mundo pois não existirão falhas, nem empates, nem derrotas, nem golos sofridos.

    LdA, muitos parabéns por tudo!

    SL

    ResponderEliminar
  14. LdA:

    Estou como o Pedro, gabo-te o tempo e a paciência para dar atenção a mentecaptos mal-educados. Comigo ficam a falar sozinhos.
    De resto de acordo com a tua análise e tb com a do do LMGM.

    O Pereirinha já foi nesta época o melhor jogador do SCP em 1 ou 2 jogos. O Carrillo não me está a decepcionar, mas qd entrava esporadicamente dava sinais que a titular não vem confirmando. De qlq forma é mt novo e tem tempo (e tb arte... e físico) para aprender e melhorar. O Capel, já o disse anteriormente, abusa na retenção da bola, mas ontem já apareceu a soltá-la mais cedo... Defender? Não é com ele...

    O meio campo continua mal posicionado no terreno de jogo. É daqui a origem da permanente sensação de falta de consistência da equipa e o permanente "credo" de que o LMGM ontem dava conta.

    Poucos comentaram a exibição de Elias (principlamente na primeira parte), mas para mim este é mesmo como o teste do algodão: não engana. Enquanto teve pernas foi sempre o jogador mais esclarecido do SCP. E tecnicamente é mt valoroso!

    Mais uma arbitragem de merda... com faltinhas de merda... Depois, há certos lances dentro de área que só dão penalty para quem equipa com uma camisola de determinada cor berrante e tem por emblema um peru montado numa roda de bicicleta... É assim em Portugal. Ponto final, parágrafo.

    Por fim, queria responder ao colega 'nortenha' 8... É que ontem já não tive oportunidade. Sim amigo, trocava o Polga pelo Goosh, apenas e só pq marcou um golo decisivo na conquista dos três pontos... Coisas que só à posteriori se pode saber. Mas mantenho que prefiro Polga ao 'amaricano'. E mantenho que de todas as performances que vi aos centrais leoninos durante o que levamos de época, nenhuma superou algumas das exibições do Polga.

    SL

    ResponderEliminar
  15. Há que ver o copo meio cheio.

    Apesar de não ser muito interventivo durante o jogo, o Domingos já tem conseguido fazer a evoluir a equipa nos treinos.

    Lição desta semana: resguardar o sector defensivo. O Elias e o Schaars que combinem à vez, que tirem senhas, ou que façam par-ou-impar, mas alguém tem que ir cobrir o espaço ao lado do Rinaudo.
    E já agora tenham calma com as cavalgadas para o ataque e assegurem linhas de passe, de novo no apoio ao argentino e aos defesas.

    SL

    ResponderEliminar
  16. Oi Leão de Alvalade, tudo bom ? espero k sim. Concordo praticamente a 100 % com o teu post, apenas te digo que já tinha saudades de ver alguem voar por cima dos centrais, como Onyewu ontem fez, que alegria que aquele gigante ontem nos deu. Vamos recuperando de trás para a frente e vamos ganhando uma equipa. Abraços para todos voçes.

    SL

    aleixo

    http://ideaisleoninos.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  17. Bom post.

    Eu, sinceramente, considero que a defesa nem esteve mal. A organização defensiva... essa sim, esteve muito mal. É engraçado recordar que nos primeiros jogos, fomos muito mais coesos e permitimos raríssimas oportunidades de golo das equipas adversárias. O problema era mesmo a organização ofensiva com criticas em relação à falta de imaginação, criatividade, etc. Agora isto inverte-se: a organização ofensiva e eficácia aparentemente melhorou (8 golos nos últimos 3 jogos), mas a equipa a defender... credo!

    A culpa não me parece ser dos centrais. Aliás, penso que os 2 estiveram bastante razoáveis. É obviamente muito difícil para eles travar avançados que se deparam de frente, lançados, sem oposição/ pressão. E isso sim está mal, e muito mal, e tem urgentemente de ser resolvido. Como é possível! Os extremos, Schaar e Elias lá vão para o ataque (Schaars surgiu inúmeras vezes na área adversária) mas descer rapidamente para acompanhar o adversário... está quieto! O que falha? A falta de compensações por parte dos colegas? Entrosamento ainda deficiente? A subida conjunta de Schaar e Elias afastando-se ambos de Rinaudo? Os extremos que não ajudam?
    O que é certo é que sobra uma faixa enorme de terreno onde os adversários tem tempo e espaço, pelo chão ou pelo ar para receber, dominar e avançar de frente, em corrida, para os nossos defesas! Assim é complicado para os centrais... sejam eles centrais altos ou baixos, gordos ou magros, rápidos ou lentos!

    A equipa parte-se em duas metades com um espaço vazio (de jogadores do scp) enorme entre elas (metade recuada composta por centrais mais trinco e metade avançada composta por Elias, Schaars, extremos e WV)

    Oh Domingos, será que não dá para ter boa organização defensiva e ofensiva simultaneamente? É que parece que se melhora de um lado, mas se piora do outro! Arranja lá maneira, rapidamente, para evitar sofrimentos destes!

    ResponderEliminar
  18. A pedido do Bruno Martins,

    LdA,
    Boa análise, tocando em alguns pontos importantes. Não estive no estádio mas vi que estava mais gente do que tem estado. Temos andado numa fase - de anos - em que facilmente estala o verniz entre os adeptos, em que as posições se extremam com muita facilidade. Se a verdade que, lamentavelmente, ser sportinguista tem sido sinónimo de sofrer, também é verdade que, passo a passo, fomos entrando num dos piores ciclos da nossa história futebolística, e isso provoca danos colaterais.
    Para impedir que estes danos se tornem irreversíveis, há dois caminhos, que não são mutuamente excludentes: ou se ganha regularmente, ou se mantém determinados princípios de competência que provoquem identificação colectiva. Estamos há anos sem uma solução nem outra, por isso estamos onde estamos. Este ano há sinais de melhoria, por isso espera-se que com o tempo eles acabem por se solidificar.

    Abraço

    ResponderEliminar
  19. Quando se prefere Polga a qualquer outro central não há muito a discutir...

    Ainda assim devo acrescentar que não entendo como é que o Pereirinha não fez um mau jogo se a única intervenção que teve foi no golo que sofremos... já agora ele entrou para defender ou para atacar?? é que não fez nem uma coisa nem outra.

    O facto de ter sido, para mim, o melhor jogador do Sporting na primeira parte com o Paços e mesmo contra a Juventus já o tinha sido, não o deixa imune à crítica.

    Do mesmo modo que Patrício e João Pereira têm tido actuações muito fracas e toda a gente vê isso... e é bom que atinem e melhorem a sua performance.

    Sinceramente não sei qual a melhor forma de lhes voltar a dar confiança, mas certamente não será a branquear as suas actuações ou agora vamos fazer como a comunicação social que nem um soco na pança consegue ver e que acha normal um vermelho directo dar apenas 1 jogo de suspensão??

    ResponderEliminar
  20. De uma coisa estou certo: a melhor maneira de devolver a confiança a Patrício não é assobiá-lo cada vez que toca na bola ou insultá-lo cada vez que se aproxima da rede onde estão os adeptos ou o seu nome é anunciado no estádio.

    De outra coisa eu também estou certo: Patrício e Pereirinha terão o destino da maioria dos jogadores formados em Alvalade nos últimos anos. Serão insultados, assobiados e humilhados até irem brilhar para outro clube qualquer, cá ou fora do país. Caminho esse onde já se encontra aliás Carriço.

    Já ouvi alguém dizer: o problema do Sporting são os sportinguistas. Às vezes, apetece concordar.

    ResponderEliminar
  21. Virgílio,
    Serviu-me a carapuça, pois era a mim que o LdA estava a responder. Não creio ter sido mal educado, mas se o fui peço desculpa. Quanto a ser mentecapto, não me apetece responder-lhe ao insulto. Mas digo-lhe que não devia tomar a atitude de "comigo ficam a falar sozinhos", é falta de educação e decência.

    Questiono apenas algumas afirmações que aqui se fazem. Afirmações essas que muitas vezes se transformam em campanhas em prol de jogador A ou B nas quais não vejo lógica, e portanto me parecem ser consequência já de uma discussão prolongada, orgulhosa e por vezes irracional. Eu também sou assim, confesso. Gero muitas discussões no estádio, porque normalmente sou do contra.
    Sempre apoiei o Paulo Bento, e continuo.
    Sempre apoiei o Rui Patrício, e continuo.
    Sempre apoiei o Djaló, até que chegou a um ponto em que percebi que estava enganado, e tive de reconhecer.
    Sempre apoiei o Polga, e aqui ainda continuo a apoiar, embora saiba que é um jogador mentalmente miserável, capaz do melhor e do pior.
    Lembro-me de criticar o Acosta, e depois ajoelhei-me.
    Lembro-me de criticar o Tello, e depois gostar dele.
    Continuo a apoiar o Carriço e a acreditar nele, e penso que o nosso treinador está a fazer uma boa gestão desta situação que é bem delicada. Mas também sei que o Carriço não é nem será o que eu achava que ele ia ser, um central de nível Europeu.
    Isto não é pessoal, é observar a qualidade e utilidade dos jogadores. E dizer-me que o Pereirinha foi o melhor jogador em 1 ou 2 jogos do Sporting esta época, é para mim tão descabido que parece-me mais que vem do seu orgulho do que da sua analise objectiva da prestação do jogador. E claro, pode argumentar que eu não percebo nada de futebol. Mas penso que compreendo minimamente o jogo, tantas horas por semana que perco a jogá-lo e mais outras quantas a vê-lo.

    Já disse e volto a dizê-lo, gosto bastante do Pereirinha. Agora sei que o máximo de rendimento que ele pode dar é o de um Ruben Amorim (e gosto muito do Ruben também). Mas não é craque, não é o tipo de titular que queremos para um Sporting campeão, tal como não eram Evaldo, Postiga e Djaló. Mas é um jogador que pode ser útil à equipa (mais do que aqueles três) a tapar buracos do lado direito e a ajudar na posse.

    Se queremos realmente ser campeões, temos de ter um nível de exigência maior, temos de perceber que não há milagres e que só o seremos com boas equipas recheadas de bons jogadores, e com um bom treinador. Penso que estamos mais próximos disso, falta pôr a equipa com ambição a jogar 90 minutos.

    Peço desculpa por este post "off-topic" mas tinha de responder. Prometo não voltar a importunar ninguém acerca do Pereirinha, do Evaldo, do Postiga e do Djaló.

    E todos a Alvalade no sábado.

    ResponderEliminar
  22. Não percebo esta coisa de se achar que qualquer jogador do Sporting, ou por atravessar um mau período, ou por qualquer outro motivo, em caso de não ser opção do treinador para determinado, ou determinados jogos, seja logo um jogador que se encontra no mercado.
    O Sporting não é propriamente um clube de Raínhas de Inglaterra e por isso, como em qualquer outro clube do mundo, se o treinador opta por Marcelo em vez de Patricío, se opta por Rodriguez em vez Carriço, ou se opta seja lá por quem for, quem não é titular tem mais é de trabalhar para voltar a agarrar uma oportunidade de voltar ao onze.

    ResponderEliminar
  23. O Pereirinha há de brilhar tanto como brilhou em Guimarães ou no Kavala...

    Quanto ao Patrício que se esfole e trabalhe para deixar de ter paragens cerebrais que deixa logo de ser assobiado.

    Ao contrário de outros julgo que os sportinguistas, pelo menos a sua grande maioria, sabe ver futebol, aprecia bom futebol e mais, tem orgulho na sua formação. Agora isso não impede de fazer juízos de valor em relação aos nossos atletas.

    SL

    ResponderEliminar
  24. boas,

    gostei do titulo do artigo, do qual se encaixa na perfeição do atual momento do Sporting Clube de Portugal.

    OBS: deixo o link da pagina do Super Sporting
    http://www.supersporting.net

    ResponderEliminar
  25. Raf, em que é que os assobios o vão ajudar a ele, seja a jogar, seja a esfolar, a trabalhar, a deixar de ter paragens cerebrais, ou ao Sporting?
    Uma coisa é confiarmos, nós adeptos, no trabalho do treinador e acreditar que os elementos de que ele dispôe são muito mais que os nossos para avaliar quem está apto e nas melhores condições para ser titular da nossa baliza.
    Outra coisa é serem os adeptos a empurrar os jogadores para fora da equipa através de manifestações que não nos ajudam em nada.
    A grande diferença entre estas duas situações é que no caso da primeira, o jogador, se for profissional, acata, senta no banco, e na próxima semana dá o litro para que possa recuperar uma posição da qual já foi titular, não se perdendo nada desportiva e financeiramente, e na segunda, o que ele vai fazer é arranjar forma de se por a andar dali para fora, pressionando a venda do passe e acarretando custos enormes, tanto desportiva como financeiramente.
    Poderá parecer que não, mas os assobios, essa forma tão democrática de exercer a cidadania sportinguista, têm tido um custo enorme.

    ResponderEliminar
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  27. "Quanto ao Patrício que se esfole e trabalhe para deixar de ter paragens cerebrais que deixa logo de ser ASSOBIADO."

    "Mas quem é que falou em ASSOBIOS?"

    Escrito pela msm pessoa num intervalo de menos de três horas...

    Qd estas criaturas nem sequer sabem o que elas próprias escrevem, como é que podem almejar interpretar o que escrevem os outros?

    Pedro S:

    Dps de lhe ler tanta justificação, ainda por cima cheias de contradições, fico com a impressão de que não foi só a carapuça que lhe assentou, foi tb a sua consciência que lhe pesou...

    Qt à falta de educação e decência são bons adjectivos para classificar quem manipula e deturpa o que outra pessoa escreve. Já deixar de 'comunicar' com quem reiteradamente assim procede, não me parece que o seja.

    Passe bem.

    ResponderEliminar
  28. Está-se a confundir jogadores maus com jogadores que estão num mau momento.
    Esta poeira não é inocente,serve para disfarçar a azia de alguns aqui,sim pq existe aqui quem gostasse que Postigas,Djalos e Evaldos continuassem a sua demanda de mediocridade no SCP.
    Não se compare jogadores como Patricio,Joao Pereira ou até Carriço com os trambolhos que estão agora por terras de Aragão ou Nice.
    Patricio esta numa fase menos boa e Joao Pereira tb,são situações que acontecem e cabe ao treinador agir como acha melhor,digo apenas que é por algum motivo que os planteis têm mais de 20 jogadores.
    Carriço vem numa curva descendente desde o ano passado,o banco irá fazer-lhe bem.É um bom jogador embora não seja (e não irá ser) aquilo que se chegou a pensar,mas é bom e cabe perfeitamente no plantel.
    Pereirinha é um bom miudo,por isso é que toda a gente gosta dele,eu inclusivé.Mas tem um problema,não tem mentalidade para estas andanças,a qualidade técnica está lá mas o resto não.

    ResponderEliminar
  29. Raf, eu não falei. Tu falaste?

    O Rui veio meter o dedo na ferida em relação ao Pereirinha: mentalidade. Falta-lhe, pior, falta-lhe em magotes.
    Tem o dom, mas falta-lhe arcaboiço e pelo na venta. E o pelo na venta só se consegue lá dentro daquela cabecinha.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)