sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Cedric e Nuno Reis no processo Hansel & Gretel

Foto retirada do blogue Sporting Visto por Nós
Cedric e Nuno Reis foram peças importantes na recente campanha que levou a selecção sub-20 à inesperada medalha de prata no Mundial. Cedric já conhecia de ver jogar o ano passado em Braga, onde realizou uma exibição seguríssima, apesar das dificuldades que Domingos lhe tentou criar. Lembro-me perfeitamente de ter comentado alto que estava ali um bom jogador e de me terem logo respondido que ainda estava verde, atacava pouco. Deixei cair a argumentação. Porque não haveria de estar verde com a idade que tinha? E como poderia ele atacar se tinha as linhas bem cortadas por dois jogadores adversários à sua frente? E, ao contrário do que parece ser hoje muito popular, para mim a primeira missão do defesa lateral deve ser defender bem, sabendo depois explorar o que o jogo der. O efeito de um lateral menos ofensivo é mais facilmente superado pelo colectivo que um lateral que defende mal. Adiante.

Nunca vi Nuno Reis jogar ao vivo, que é a única forma para perceber a totalidade das movimentações de um jogador e logo a sua percepção do jogo, mas as suas exibições no recente Mundial catapultaram-no para a ribalta. Mais do que o seu companheiro do lado direito e cuja atenção dediquei no parágrafo anterior, é nele que se concentram as atenções de muitos Sportinguistas como não podia deixar de ser porque está em causa a qualidade dos nossos centrais. Para quem está atento há mais anos à progressão dos atletas da formação certamente que se lembrarão que o que se projecta hoje para Nuno Reis é muito semelhante, talvez até menos, do que se dizia antes de Carriço. O trajecto deste em todos escalões augurava-lhe o melhor e levaram muitos dos que hoje o arrasam a tecer loas às suas capacidades técnicas e de liderança (Carriço foi capitão em todos os escalões e também nas selecções).

Diz-se que Carriço estagnou, não evoluiu. O mesmo se diz de Djaló. E responsabilizam-se os jogadores por isso e pelos maus resultados. Poucos se questionam do que foram as condições que a generalidade dos atletas teve no Sporting para poderem ser melhores e evoluírem. O que foi o Sporting dos últimos anos com vários treinadores por época e resultados miseráveis. Poucos são capazes de fazer o paralelismo com as suas próprias vidas e descortinar como poderiam ser se fosse com eles. Quase todos os jogadores vindos de fora ou da casa se afundaram como afinal se afundou o Sporting, por muito que isso doa reconhecer.

Infelizmente a grande maioria dos adeptos relaciona-se com o clube ao sabor dos resultados, de forma pavloviana. Este ano, no dia da apresentação cantou-se em Alvalade “somos campeões”. Quando o jogo acabou e num ambiente que se prolongou com os maus resultados, está agora tudo mal, talvez pior ainda do que nunca. 

No que aos jogadores da formação diz respeito, que é o foco deste post, os que virão, como Nuno Reis, serão sempre melhores do que os estão. São agora mimados e engordados para, assim que forem lançados, depressa serem cozidos no caldeirão emocional onde os outros já foram cozinhados, num processo em todo semelhante à história de Hansel e Gretel. A bruxa má são todos os histéricos, obviamente, que antes  já haviam tentado comer Figo, Nani, Moutinho, Ronaldo, Quaresma e todos os outros. Não por acaso e de forma mais ou menos traumática para nós, e fazendo jus à história colectada pelos Irmãos Grimi, quase todos eles se viram obrigados a deitar a bruxa má ao caldeirão para continuarem com as suas vidas. Não é por acaso que a formação do Sporting produz os melhores jogadores e quase todos eles vêem o seu valor reconhecido excepto em Alvalade, onde continuam malquistos. 

Compare-se o caso de Jeffren ou Capel com o de Yanick. Os espanhóis tiveram direito a despedida e palavras elogiosas na hora da saída que, tal como Yanick, também não foi feita em ascensão. O nosso ex-jogador esteve no Sporting 14 anos dos seus 25 de vida e à sua despedida nem foguetes devem ter faltado. É apenas mais um numa longa lista. 

Há algo de profundamente errado em tudo isto, não posso deixar de o constatar. Quem achar que isto não é sentido com particular apreensão nos que pensam em projectar-se no Sporting e que o clube é que mais perde com tudo isto é capaz de andar muito distraído.

37 comentários:

  1. Caro LdA,

    Tudo isto é muito triste. Onde estão os valores do SCP e do Sportinguismo ? Onde está a outrora considerada melhor massa adepta do mundo ? Que pensam estas pessoas sobre o desporto e sobre a inevitabilidade de no fim apenas poder haver um vencedor ? Tudo isto para dizer que ando profundamente desencantado com o Sporting de hoje e qualquer dia já nem consigo ir a Alvalade tal o asco que me dá ver as bancadas povoadas de mentecaptos sem respeito por ninguém e em última instância pelo próprio clube. É que nos blogs eu ainda consigo lidar com a crítica gratuita e rasca porque é fácil evitá-los bastanto para isso não frequentar antros de retardados e acéfalos cujos nomes me recuso sequer a escrever, mas no estádio é outra história pois se já nem em Alvalade posso assistir a uma manifestação genuína de Sportinguismo resta perguntar "que fazer?". É que esta gente não é só sportinguista, é também portuguesa, são os nossos vizinhos, os nossos filhos, os seus professores, são em suma os nossos "patrícios" e isso é o melhor sinal do tempos que vivemos; a era do imediatismo e do egocentrismo selvagem onde só "a minha opinião conta e nada me obriga a fundamentá-la". Esta espiral perigosa há já muito que assentou arraiais em Alvalade. Todos sabem tudo sobre todos os assuntos mesmo que não sejam sócios, não participem activa ou passivamente na vida do clube, mesmo que não assistam ao vivo a qualquer jogo, mesmo que não conheçam a história do SCP e toda a sua glória - sim, porque as derrotas e os momentos de frustração colectiva conhecem-nos bem e gostam de lançar mão deles ao melhor estilo lampião. Ou seja, têm o dom da omnisciência e só não são Jesus porque não nasceram a 25 de Dezembro.
    Eh pá poupem-nos a moleirinha e fundem outro clube.

    SL

    ResponderEliminar
  2. Caro LdA,

    Parabéns pela lucidez, uma vez mais. Concordo em absoluto, mas gostaria de acrescentar um aspecto que me parece relavante para a análise.

    Esta autofagia leonina (que me parece ser genética, lembro-me bem em miúdo de ver a bancada vibrar quando o Futre então com 18 anos ia aquecer, e desatar a chamar-lhe nomes assim que falhava a primeira finta) foi potenciada até limites quase impensáveis pela muita incompetência que passou por Alvalade nos últimos anos. Jogadores como o Yannick, o Carriço, o Pereirinha, o Patrício, o André Marques, o Adrien, como antes o Veloso, o Moutinho, o Custódio, tantos outros, foram extremamente mal integrados, mal protegidos e mal geridos, foram-lhes dadas responsabilidades em circunstâncias extremas, foi -lhes pedido que fossem pilares quando os pilares desapareceram.

    Parece-me que a única solução passa por enquadrá-los devidamente, construir uma equipa sólida onde se possam integrar sem dramatismos, proporcionar-lhes um plano de carreira que os valorize em vez de os consumir, incluindo aqui também os jovens estrangeiros que acabaram de chegar. O Andre´Santos configura a meu ver um dos poucos bons exemplos dos tempos recentes, talvez juntamente com o João Gonçalves.
    Julgo que a estrutura percebeu que isto era essencial e vejo passos positivos na planificação desta época. Vamos ver ...

    Saudações leoninas,
    MTP

    ResponderEliminar
  3. Djaló e Carriço não evoluiram pq já estão no máximo das suas capacidades,já não dão muito mais que isto,chegaram ali ao ponto e pronto.
    São bons jogadores? Sim são.Bons o suficiente para a meu ver fazer do SCP uma equipa vencedora? Não.
    Mas tb não gosto de ver o meu SCP cada vez menos português no que ao plantel diz respeito.
    Acho que pelo menos Nuno Reis devia estar no plantel.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo, obrigado por vir reforçar a ideia subjacente ao post.

    LSE, o Virgilio dizia e muito bem aqui há dias que estávamos a ser mentalmente colonizados pelas histéricas de vermelho e cada vez concordo mais com ele.

    MTP, esse acrescento é extremamente importante. Tanta coisa que falhou nos últimos anos e mesmo assim...
    Continuo a temer que haja muita vontade de atirar a criança recém-nascida esta época juntamente com a água do banho.

    ResponderEliminar
  5. "Irmaos *Grimi*" foi de proposito? Concordo a 100%. Tambem eu tenho a opiniao que o mais importante problema do Sporting nao e' falta de talento mas sim mais do foro emocional.

    ResponderEliminar
  6. Frase do dia:

    "Jogadores como o Yannick, o Carriço, o Pereirinha, o Patrício, o André Marques, o Adrien, como antes o Veloso, o Moutinho, o Custódio, tantos outros, foram extremamente mal integrados, mal protegidos e mal geridos, foram-lhes dadas responsabilidades em circunstâncias extremas, foi -lhes pedido que fossem pilares quando os pilares desapareceram"

    Parabéns MTP

    ResponderEliminar
  7. LdA:

    Acautela-te... Pq ainda é capaz de aparecer por aí algum anódino... perdão, anónimo, a acusar-te com direito a cadeia... Como é que ousaste comparar Nani, Figo, Ronaldo e Quaresma com o Yannick e o Carriço! Hum?

    ;)


    P.S. - Sinceramente, acho que andas a perder tempo. Qd até outrora malta que racionalizava minimamente sp o tema versava futebol e SCP, passaram a defender o "tribunal" de Alvalade, acho que a margem para a esperança na mudança de atitude por parte do 'povo' verde-branco se esvai completamente. Das duas, uma: ou esta janela de oportunidade concedida pelo jogo de hoje da selecção é aproveitada ao máximo e o ambiente melhora significativamente ou o tribunal vai continuar a funcionar a plenos pulmões no sentido dos Polgas, dos Carriços, dos Patrícios, dos Andrés, Santos ou Martins, que se mantêm no plantel. Confesso que já estou conformado e ‘concentradíssimo’ no que aí vem...

    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. ahhh!

    Obrigado Yannick. Obrigado Postiga.

    Que tenham muito sucesso, pq merecem. Com a(s) eventual(ais) excepção(ões) do(s) caso(s) em que defrontarem o SCP, evidentemente!

    ResponderEliminar
  9. Como já disse anteriormente:

    Medo da belenização do Sporting? não tenho. Ainda somos muitos e, em grande percentagem, bons.

    Mas que estamos a ser contaminados pelo virus da lampionite, lá isso é verdade. E, cuidado: é um virus, espalha-se muito depressa e estraga o nivel ético e desportivo de tudo o que toca...

    ResponderEliminar
  10. O virgilio pensa que é cómico,coitado...
    Por norma tenta justificar os seus delirios pelo sarcasmo de meia-tigela e digno de curral de moinas.
    Começa a ser rídiculo.
    Alguém próximo que o avise.

    ResponderEliminar
  11. LdA,
    Sempre tivemos bons jogadores oriundos das nossas escolas e os exemplos apresentados são apenas alguns, talvez os mais famosos ou os que resultam de algum recentismo.
    A grande diferença sobre o que encontrávamos num Sporting mais antigo e as actuais equipas tem provavelmente a ver com uma inflexão estratégica do Clube, que em determinada altura pôs sobre os ombros de jogadores não totalmente formados a responsabilidade de actuarem como se já fossem seniores de muitos anos. Acresce que estes jogadores encontraram também uma CS muito alargada, que rapidamente os transformavam em Deuses que claramente não eram ou os destruíam quando claramente o não mereciam.
    Antes desta doutrina, os jogadores eram introduzidos de forma ponderada e nunca em catadupa, como se procurou fazer recentemente. Talvez a grande excepção tenha sido o saudoso Vitor Damas, mas esse também era um caso verdadeiramente excepcional.
    Essa estratégia protegia os jogadores mais novos e tinha, também, a virtude de permitir avaliar de uma forma clara as reais valias dos jogadores. De facto, a evolução de alguém a quem se interrompe um processo de evolução apresenta sempre riscos acrescidos de falhanço.
    Esta estratégia transformou também a massa adepta, que começou a exigir aos jogadores mais novos aquilo que não poderia nem deveria exigir, pela simples razão que os mesmos não têm ainda o seu processo formativo totalmente concluído.
    Esta estratégia conduz mais à destruição de talentos que a um fomento dos mesmos.
    Quanto à própria valia dos jogadores, se alguns confirmaram e até excederam as expectativas outros ficaram muito aquém daquilo que se previa vir a ser o seu futuro. Basta nos lembrarmos daquilo que se esperava de um Emílio Peixe (melhor jogador do mundial de 1991) e do Luís Figo (3º ou 4º jogador nessa altura) ou de até de um dos mais espantosos casos: o Litos.
    Nunca saberemos se o caso do YD se enquadra naqueles que foram vítimas de uma incorporação a destempo numa equipa principal ou se estamos perante um caso de um jogador que como profissional não confirmou o potencial que tinha nas camadas jovens. De todos os modos o YD, independentemente dos motivos, actualmente não mostrava índices compatíveis com aquilo que se deve exigir a um jogador titular da 1ª equipa do Sporting, sendo que o mesmo se aplica ao DC,
    Esperemos que para o Cedric e o Nuno Reis os processos formativos sejam levados até ao fim e que, cumulativamente, estes venham a confirmar o seu potencial. Esperemos que o Sporting tenha aprendido com este tipo de erros e que adopte uma verdadeira estratégia de potenciamento dos valores que cria na sua academia
    Ab
    António

    ResponderEliminar
  12. Virgílio joga no euromilhões hoje sem falta!

    ResponderEliminar
  13. Ai está o primeiro anódino, apareceu às 15:24H.

    Obrigado por comentar e dar importância aos meu ‘supostos’ delírios. Eu não faria o mesmo sobre os seus.

    Bons assobios, apupos e insultos...

    ResponderEliminar
  14. Acho que se está a empolar demasiado quer as criticas que se vão lendo por aí quer os assobios que se ouvem em Alvalade.
    Há que saber separar o trigo do joio, como em tudo na vida.
    Se quem dirige tem uma estratégia bem montada e definida nunca poderá andar ao sabor de comentários ou assobios senão estamos muito mal.

    Parece que todo o mal está nos assobios e nas críticas como se alguma vez o Yannick, apenas e só por ser assobiado não tenha sido vendido por 25 milhões para um Man United tal como Nani, precisamente da mesma geração.

    O Sporting é de longe o clube que melhor forma em Portugal e não apenas jogadores de topo mas de nível médio no nosso país, agora não se queira fazer de jogadores medianos estrelas à força só porque são formados no clube.

    O problema foi nos últimos anos não termos aproveitado (quer desportiva quer financeiramente) aqueles que na verdade estavam num patamar acima da média e esses não são seguramente Carriço e Yannick.

    Ainda a propósito de palpites sobre miúdos que saltam dos juniores lembro-me sempre de 2 casos sintomáticos.
    João Oliveira Pinto, durante os anos em que jogou com Figo sempre foi considerado o menino de ouro daquela geração, comparem as carreiras dos 2.
    Mais recentemente João Paiva, um dos melhores marcadores de sempre das nossas camadas jovens e que quando foi dispensado pelos nossos responsáveis toda a gente se apressou a contestar tal decisão, vejam o seu percurso a partir daí.
    Também existem casos inversos, felizmente em menor escala.


    SL

    ResponderEliminar
  15. Este video retrata muito bem um modo de estar benfiquista, entre eles podem dizer as maiores barbaridades e os maiores insultos aos seus jogadores. Mas se alguém fora da pandilha o fizer de imediato se unem para defender, sei lá, o Roberto.

    http://www.youtube.com/watch?v=KpVSC2KzsNI&feature=related

    Os exemplos são imensos, ainda agora sobre Yannick, isto "Yannick é bom com a bola, rápido, explosivo, e pode jogar em qualquer um dos três postos do nosso ataque", é tão verdade como isto "O Djaló é profissional há quase 10 anos,sim leram bem,10 anos,o rapaz tem dificuldades claras na recepção e domínio de bola que são inaceitáveis para um júnior qt mais para um sénior do SCP."

    Não sei se é muito difícil perceber qual das duas devo repetir para o exterior em beneficio do Sporting. Sim do Sporting que eu quero que o D'jálo agora que é jogador do Nice tenha Viktórias a nascer-lhe na barriga das pernas. Não me interessa sequer.

    Interessa-me o Wilson Eduardo que é a imagem cuspida e escarrada do D´jálo e pode um dia vir a jogar no Sporting e tudo estranhar ele não marcar golos como o que nos marcou recentemente.
    São jogadores muito úteis para jogar em contra-ataque mas que têm limitações quando se joga em ataque continuado, com as bancadas a assobiar a cada toque de bola pior.

    P.S.- Porque será que as melhores memórias de D'jálo (leia-se golos) estão associadas a jogos contra slb e fcp e não contra navais, feirenses ou olhanenses...

    ResponderEliminar
  16. Só mais um pormenor, não percebo o porquê de ver aqui demonstrações de agradecimentos a Postiga.

    Postiga sempre foi pago a tempo e horas para servir o Sporting e mais não fazia do que, desculpem-me a expressão, Merda dentro de campo.

    Um tipo formado pelo porto, a quem tivemos de pagar 2,5 milhões de € mais meio milhão agora, ganhava quase 10 vezes mais que Saleiro, com rendimento desportivo muito semelhante ao deste.
    Quando Saleiro saíu não o vi a agradecer os seus 10 anos de SCP.

    Se isto é defender a nossa formação...

    ResponderEliminar
  17. "Porque será que as melhores memórias de D'jálo (leia-se golos) estão associadas a jogos contra slb e fcp e não contra navais, feirenses ou olhanenses..."

    LMGM:

    Hummmm, boa pergunta.

    Vou arriscar uma resposta: pq nesses jogos nc foi assobiado... será?

    :)

    ResponderEliminar
  18. Caro LDA,

    Se interpretar o que escrevi à luz deste seu novo post, talvez mude um pouco a sua opinião quanto ao que terá concluído da minha. Não defendo que se deva dirigir para a bancada, nem acredito que se estaja a dirigir para a bancada. Porém, face ao estado de alma de muitos Sportinguistas e ao comportamento que se tem visto em Alvalade, continuo a sustentar que cabe a Domingos saber levar o efeito bancada em consideração. Jogar contra o Marítimo, em casa, com 9 jogadores que transitam da época passada foi um risco. Os apupos e o ambiente hostil têm um efeito destrutivo na maior parte dos jogadores, o que se reflecte no rendimento individual e colectivo. Somente um reduzido número de atletas aguenta esse tipo de pressão e consegue superar este constrangimento. Porém, não será a direcção, o LDA, eu ou outros que conseguirão gerir em campo esta realidade. Cabe ao treinador defender o seu grupo. Fazer alinhar os melhor preparados num dado momento e esquecer a bancada e o efeito que os apupos produzem é tonto - e não me parece que Domingos seja tonto. E era isto. Continuo a achar que Domingos não foi prudente.

    Virgílio - irrito-me profundamente com o tribunal de Alvalade, o que já me valeu alguma antipatia de companheiros de bancada. Não gosto do "tribunal" de Alvalade. Nunca me ocorreu ir para trás de alguém que trabalhe comigo assobiar essa pessoa, insultá-la ou entoar cânticos que a parodiem, na expectativa que, dessa forma, faça melhor o seu trabalho. Feitios... Contudo, face à realidade histórica do ambiente que de vez em quando se vive em Alvalade, face a alguns actuais estados de espírito, espero (acredito) ver Domingos a defender os seus jogadores. Espero (acredito) que Domingos saiba treinar, também, com o efeito bancada. Juntar a fome à vontade de comer tem dado, quase sempre, mau resultado. Pensava estar a constatar o óbvio...

    De forma modesta e amigável, pediria aos que nos lêm e que concordem com o facto de o ambiente hostil ser nocivo à equipa procurem contribuir para alterar este ambiente. Não tenho nenhuma sugestão especial para tanto. No meu caso, costumo perguntar a quem sucessivamente assobia e insulta os nossos jogadores, com a maior calma que consigo encontrar, se trabalhariam melhor nos respectivos locais de trabalho caso uns quantos milhares de pessoas lhes fizessem o mesmo. às vezes resulta... Quando era mais novo, estupidamente, irritava-me mais.

    Apesar de HP e YD serem dos principais visados pelos adeptos, não creio que a venda de ambos tenha que ver com assobios. A resposta estará, creio, no rendimento destes jogadores, no rendimento esperado dos reforços e jogadores que transitam (3 pontas de lança e 5 jogadores para as alas), no custo/benefício de renovar com HP e YD (prémios de renovação e salários - não creio que quisessem passar a ganhar menos), expectável perda de protagonismo na equipa, abertura de oportunidades a jogadores da formação, custos actuais com salários, enfim...

    Quem considere que HP e YD, mais do que residualmente úteis, poderiam ser, de facto, elementos diferenciadores, estará decepcionado com as vendas - é um direito que lhes assiste. Os descontentes estruturais estarão sempre descontentes, sendo irrelevantes os motivos desse descontentamento. No meu caso, não creio que HP ou YD fossem elementos diferenciadores que justificassem as respectivas manutenções. Acredito nos jogadores que entraram e quero ver a médio prazo outros jogadores da formação a serem integrados.

    Concordo que os maus treinadores, as más equipas, o desequilíbrio na formação dos planteis foram factores de grande injustiça para o desenvolvimento de YD e para o rendimento de YD e de HP. Contudo, é muito difícil ter as uvas e o vinho. Podemos ser "justos" para jogadores prejudicados no passado, tentando recuperar o tempo de formação perdido, ou podemos trabalhar para ganhar...

    Abraços

    ResponderEliminar
  19. BAR:

    É completamente inócua a minha opinião ou a tua sobre estas saídas e as razões que levaram a que sucedesse. Como é, igualmente, um bocado irrelevante os reais motivos que levaram à saída de Yannick (como ele sp pediu que o tratassem) e Postiga.

    Nas circunstância em que ambos acabaram por sair, o ‘tribunal’ vai com toda a certeza interpretar que os seus assobios, apupos e insultos deram um 'resultadão'. Por isso, qd as coisas correrem mal, prepara novamente os ouvidos… pq o ‘tribunal’ estará de volta… Depois deste episódio então, não falha.

    Para concluir este assunto quero deixar uma coisa bem clara: a minha incompreensão perante a reacção absurda ao desempenho de determinados jogadores-alvo dentro de campo e ao longo de 90 minutos que dura um desafio de futebol, nc pretendeu (exclusivamente) a defesa de Yannick ou Postiga. O que estava em causa era (e é) a defesa de tds os jogadores do plantel. Se foram escolhidos é pq quem os escolheu lhes reconhece utilidade em alcançar os objectivos da equipa (mais a uns do que a outros, obviamente). Mas se ontem foram Yannick e Postiga os visados, amanhã serão outros pelo que o que a minha ‘luta’ ambicionava era que, de uma vez por tds, metêssemos na cabeça que esta maneira de agir não beneficia nada nem ng, antes o contrário, só produz efeitos nefastos no SCP.

    Agora, cabe a cada sportinguista reflectir no que se tem passado neste inicio de época e noutros períodos semelhantes do passado (http://anortedealvalade.blogspot.com/2010/01/os-assobios-da-desarmonia.html) e tomar a atitude que julgue que mais ajudará o seu clube no futuro. Eu por mim, já começo a descrer que alguma vez haja maioria de razão no famososo "tribunal de Alvalade".

    SL

    ResponderEliminar
  20. Para mim tudo isto deve-se a existência de blogs que estão toda a hora a crucificar os nossos jogadores e há adeptos a fazerem posts a partir de Alvalade...enfim, lembro-me de ver o 1o jogo de Tonel e ele a falhar um passe contra o Belenenses e o pessoal em Alvalade aplaudiu...mas o Oguchi foi apupado no seu 1o jogo...cadê os que apoiavam a integração de novos jogadores como se fez com o Tonel??

    Sinceramente, eu gostava de ver Djaló no Sporting e não o Postiga por toooodas as razões conhecidas e, sinceramente, ele ainda nos provará que todos estavamos enganados em relação à ele.

    um abraço a partir de Jeddah, Arábia Saudita.

    ResponderEliminar
  21. Amigo Virgílio

    Muito sinceramente, acho que as pessoas dificilmente mudarão. Para mudarem temos de ganhar, uma e outra vez. Para ganharmos, temos de resistir, fazer um bom trabalho, percorrer um caminho difícil, que não vai ser feito de um dia para o outro. Sei que quem lá está sabe disso, sabe quão difícil é a sua tarefa, está motivado e está a fazer um trabalho substancialmente melhor do que o que havia sendo feito. Até lá, creio, só temos uma hipótese quanto à "bancada, "tribunal" ou lá o que se queira chamar ao disparate das vaias motivacionais. Proteger os jogadores, continuar a fazer o melhor que cada um de nós pode e sabe e, eventualmente, tentar convencer porque é que alguém a quem se chama fdp, ch... e por aí fora, sempre que não se está ocupado a assobiar, não vai passar com isso a fazer melhor do que o que sabe. Assobiar um tipo que esteja a dormir, para o acordar é uma coisa e o mundo não acaba por isso. Assobiar constantemente quem procura o rasgo, quem arrisca o drible, quem tenta desequilibrar (mesmo que por vezes abuse um pouco do individualismo) recordo-me do Nani, é um disparate. Nós adeptos temos de aprender a apoiar melhor. Até que isso aconteça, o Domingos tem de aprender a viver com isto e procurar invertê-lo - porque é o que há.

    Abraço

    ResponderEliminar
  22. Apesar de compreender o seu raciocínio, há aí premissas que o fragilizam. Como é hábito dos relatores deste blog acusam-se os adeptos de alvalade como os principais responsáveis pelos fracassos do nosso futebol sénior.

    Primeiro, comparar o casa de Djaló com o de Nani, Ronaldo, Quaresma ou Figo? Desculpe, mas não faz sentido. Primeiro pode começar por comparar o nº de jogos que os primeiros quatro fizeram pelo Sporting, com os que fez Yannick, o que representa o nº de oportunidades que uns e outros tiveram. Quanto à contestação, Quaresma não me recordo, de todo. Ronaldo se o foi, foi na primeira época e talvez precisasse e lhe tenha feito bem dada a atitude que por vezes demonstrava. Nani? A única coisa que vi foi um dos conformados da central dizer "este nharro não pode jogar na minha equipa" depois de o Nani perder uma bola. Existia muito pouca contestação ao Nani, e apenas por acéfalos que não percebiam de bola. Não era um sentimento obvio e generalizado como no caso de Postiga/Djalo. Figo? Eu era muito jovem na altura não me recordo do que se dizia. Mas já na altura eu gostava do Figo, e o Figo era titular da selecção nacional. Não vejo como se pode comparar.

    Segundo, comparar Djalo com Jeffrén/Capel? Jeffrén é tapado por Ronaldinho, Messi, Henry, Pedro, etc, etc. Parece-me mais facil de explicar a sua não explosão na melhor equipa de sempre. Raciocínio errado também aqui. Capel? Jogador titular e dos mais influente da equipa bi campeã da taça UEFA. Está em fase descendente? Sim, como toda a estrutura e equipa do Sevilha. Como pode comparar com um jogador que nunca fez mais do que marcar uns golos bonitos no meio de exibições asquerosas, ano após ano? Argumento inválido, a meu ver.

    É impossível para si (vocês) admitir que Djaló não é afinal o que um dia se pensou que poderia ser?
    Se há uma contestação tão grande, apesar de não ser muito abonatória (principalmente quando manifestada a meio do jogo), consegue entender que toda a gente está enganada?

    ResponderEliminar
  23. Eu penso que fazendo uma auto-análise como adepto se pode perceber o meu ponto de vista(e talvez de muitos Sportinguistas). Eu não assobio os jogadores do Sporting. Aliás não sei assobiar de forma audível, mas quando um qualquer senhor de preto nos anula golos emito um "buu" com todas as forças que tiver. Mas aos jogadores nunca o faço. Assobio a equipa no final do jogo quando me fazem arrepender de ter perdido aquelas 2h da minha vida, mais tempo de deslocações, a olhar para eles a correr apáticos e sem respeito por mim. Assobio os Dirigentes, sempre que há oportunidade. Pois eles são os responsáveis.

    O facto de nunca ter assobiado Djaló ou Postiga ou Farnerud ou Hugo ou outro qualquer, não me leva a desejar que jogadores desta qualidade se mantenham na minha equipa. Eu quero um Sporting mais forte, e é preciso sermos nós às vezes a pensar nisso e utilizarmos os meios de que dispomos. Postiga quando chegou já não o queria, pois já sabia o que podia dar. Djaló a princípio acreditei nele, depois dei-lhe o benefício da dúvida, e por fim desde há um ano para cá concluí que não tem qualidade para a nossa equipa.

    Penso que não é uma embirração ou um ódio de estimação como querem fazer ver por aqui... Sinto algumas dificuldades em perceber os vossos argumentos, tal como sinto dificuldades em entender aqueles adeptos que assobiam a torto e a direito.

    SL

    ResponderEliminar
  24. Há mt lampião disfarçado de sportinguista aqui...
    Só alguém que quer o mal do clube é que insiste em nomes que nem no plantel(qt mais no 11)cabiam nos nossos directos adversários.
    São tão bons tão bons que um transferiu-se para o 17º classificado françês e o outro para para um clube que luta para não descer.
    Era isto que estes supostos sportinguistas queriam no 11 titular do SCP...dois jogadores medianos típicos de clubes fundo da tabela.
    Vão de retro...

    ResponderEliminar
  25. BAR,

    Não posso concordar hoje como não concordei então. Se ao treinador se pede para ganhar e se ele põe a jogar os que lhe parecem estar em melhores condições para o fazer deveria haver uma maior tolerância. Até porque nunca é demais lembrar que se houvesse alguma equidade o Sporting teria ganho o primeiro jogo, Postiga teria desde logo um golo e estaríamos a falar de algo completamente diferente. Não me parece que isto possa ser negligenciável. De igual modo não pode ser esquecido que,por força das lesões e falta de forma as opções de Domingos dificilmente poderiam ter sido outras

    Mas a realidade em particular a de Alvalade é a que é, talvez Domingos a devesse ter em consideração e com isso alinhar com os jogadores que lhe ofereciam menos garantias. É-me difícil conceber isto na cabeça de um treinador, especialmente se os resultados fossem os mesmos que conseguimos. E hoje não estaríamos falar de Djaló e Postiga mas provavelmente de Wolfswinkel, Carrillo ou outro qualquer.

    ResponderEliminar
  26. PedroS

    não abordei questões relacionadas com o valor dos jogadores e muito menos os comparei entre si.

    Rui,
    Não posso fazer por ti o que os que te educaram não fizeram.

    ResponderEliminar
  27. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  28. Há algo que acho curioso e que neste blog tem sido debatido demasiadas vezes(já começa a cansar alias...).

    Eu tenho 31 anos e desde os 5 ou 6 anos comecei a ir a Alvalade ver jogos,e tirando as belas casas de outrora a forma de estar dos adeptos no estádio não é muito diferente agora do que era quando comecei a ir a bola.

    Portanto a não ser que algumas pessoas aqui tenham 50 ou 60 anos(talvez nessa altura a postura dos adeptos fosse diferente...)não sei que diferenças falam.

    Para dizer a verdade se calhar a postura de muitos adeptos era pior há uns anos atrás!Muito antes de haver internets para mandar postas de pescada os adeptos mostravam o seu descontentamento de uma forma bastante mais violenta(alguém aqui se lembra das inumeras noites das facas longas em frente a 10A?).Antigamente jogadores e dirigentes por vezes ficavam muito perto de sentir na pele a ira dos adeptos.

    Muito mudou desde essa altura,mas o "tribunal" de Alavalde permanece intacto.

    Não somos melhores nem piores que os outros,a melhor massa adepta do mundo é um chavão como muitos outros que povoam o futebol.
    A nossa única diferença para os adeptos de outros clube Portugueses será talvez a nossa persistencia(ou masoquismo :) ).

    SL

    ResponderEliminar
  29. LDA,

    Fazia-me o favor de colocar a questão que segue na caixa de comentários no blog Bancada Nova ?


    PLF,

    Seria possível que me enviasse o convite de forma a poder ler o seu blog ?

    Se tal for possível, aqui fica o e-mail: g_bcorreia@hotmail.com

    SL

    ResponderEliminar
  30. Vasco,

    Se cansa não parece que o canse o suficiente. Quem não gosta ou está cansado pode sempre passar ao lado ou nem passar.

    Lembro-lhe que não escrevo para ser popular ou para entreter uma plateia. Publico o que penso, deixo aberta a caixa de comentários para quem quiser debater os artigos, mesmo que com ideias opostas às minhas, desde que esse debate se circunscreva às ideias e não às pessoas.

    ResponderEliminar
  31. Meu Caro Leão de Alavalade,apenas não resisti comentar uma falácia que muitas vezes é escrita aqui.Alias ate expliquei o porque dessa razão (e quem for do meu tempo sabe bem que o que disse era uma realidade).

    Não faltei ao respeito a ninguém ao o fazer
    Nem nunca faltei a respeito a ninguém neste espaço, pelo contrário outros fazem no aqui ao apelidar de lampiões colegas sportinguistas (neste mesmo tópico podemos assistir a essa nova "moda" demasiada infeliz para a classificar)ao o fazer.

    É verdade que temos visões diferentes do Sporting,raramente partilho da sua opinião sobre assuntos do nosso clube.Mas por essa mesma razão é que só um leitor deste espaço.

    A mim não me interessa ler espaços em que as opiniões dos intervenientes são identicas a minha.Interessa me sim ler visões distintas da minha(é muito mais interessante).

    Se calhar por essa razão é que não possuo um blog como muitos dos leitores deste espaço,a mim não me interessa minimamente que as pessoas digam sempre amen a tudo o que digo.O meu ego dispensa tal.
    Não é uma crítica ,é apenas um modo de estar.

    Por isso não leve a mal o facto de não concordar muitas vezes consigo,temos visões demasiado diferentes para que isso aconteça.
    Contudo aprecio ler o que escreve ,caso contrário não seria um leitor deste espaço.

    SL

    ResponderEliminar
  32. Vasco,

    2 notas:

    O segundo parágrafo era genérico e não apenas destinado a si.

    È muito diferente dizer

    "Mas que estamos a ser contaminados pelo virus da lampionite, lá isso é verdade. E, cuidado: é um virus, espalha-se muito depressa e estraga o nivel ético e desportivo de tudo o que toca..."

    ou

    "Há mt lampião disfarçado de sportinguista aqui..."

    Pelo menos para mim

    ResponderEliminar
  33. Não li todos os comentários, mas vi por ai o sr.Pedro S. dizer que o Nani foi muito pouco contestado em Alvalade, e isto chegou-me. Não devemos estar a falar do mesmo estádio de Alvalade.

    ResponderEliminar
  34. lda

    tal como o gonaçalo fez em cima, se nao causar-se muito incomodo, podia fazer o mesmo pedido ao plf, ou entao forncer-me o contacro do bancada nova para eu entrar directamente em contacto com o PLF

    Ps o meu mail é riga_boss_@hotmail.com

    ResponderEliminar
  35. Leão da Verdade,


    Não vale a pena por panos quentes,é uma tendencia infeliz neste espaço que tem vindo a acontecer demasiadas vezes(um dos próprios redactores a cometeu uma vez e depois de eu o confrontar com tal teve hombridade de admitir o erro).

    Não vale a pena ofender colegas Sportinguistas pelo simples facto de não concordar-mos com eles.Quem o faz acaba por fazer pior do que as atitudes que não concorda e condena.

    A plateia de Alavalde sempre foi assim , impiedosa com aqueles que não gosta.Os assobios a jogadores ou técnicos são algo que perdura pelo menos desde que era gaiato e comecei a ir a bola(como disse a não ser que haja leitores que tenham 50 ou 60 anos não sei que tipo de postura se referem por vezes).

    Eu não assobio ninguém no estádio(lanço quanto muito uns impropérios as equipas de arbitragem ,é mais que forte que eu as vezes ;) ).Primeiro porque não sei assobiar,e segundo porque sempre mostrei o meu descontentamento de outras formas.

    É um modo de estar meu,mas não condeno quem o faça atenção!Acho que estão totalmente não seu direito.Condenava sim as atitudes que se tinha há uns anos atrás(as tais noites de facas longas que já referi).A pressão em forma de violencia é sempre condenável.

    Ai sim muitas vezes o clube e dirigentes andavam ao sabor das pressões de certos individuos(eu sei porque presenciei alguns acontecimentos desses, de dirigentes a tomarem decisões com medo da sua integridade física ser posta em causa).


    Como disse não acho que somos a melhor massa associativa do mundo,isso são meros chavões que povoam o futebol.
    Mas somos sem dúvida uma massa associativa apaixonada(e bastante persistente).Por vezes as paixões toldam a razão(e não é só no estádio...).

    Mas no fim acabou por ser essa forma apaixonada como os adeptos vivem o jogo sobretudo nas bancadas que me fez apaixonar pelo Sporting(eu nem ligava a futebol antes de ir ao estádio).

    Agora andar-mos nos a ofender uns aos outros é lamentável,e nem sequer deveremos encobrir esses comportamentos.É feio,devemos ser melhores que isso.


    SL

    ResponderEliminar
  36. http://um-para-um.blogspot.com/2011/09/cr7-e-cr9-parte-1.html

    Comentem sobre o vosso prodigio!

    Abraço

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (6) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)