quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Flores para o sr. Coluna

Eu era miúdo e o futebol não me dizia muito mais que as vozes que saiam em quase permanente emergência do rádio da minha tia. Uma delas viria mais tarde a reconhecer como a do Grande Artur Agostinho,  um dos que nos desenhava na imaginação as jogadas riscadas no relvado, e que dava corpo ao vigor, ao drama, à derrota e à glória.  

Um dia, a habitual pacatez do lugar seria substituída pelo frenesim causado pela notícia da visita do Benfica. O grande Benfica dos anos 60 ia descer dos céus da Europa e encarnar naquela terrinha do interior. A equipa local não era mais que grupo de alguns homens solteiros e outros casados que se juntavam num pelado nos poucos momentos que lhe sobravam da lavoura. Ou para fugir dela que, naquela altura, era tão pesada e dura como o granito que pontuava a paisagem. Trazia com ela a dureza austera de quem se levantava antes do sol e se deitava depois dele para amanhar campos e gado. Seria a primeira vez que o futebol sairia da sua dimensão etérea para se tornar de carne e osso e me arrastar em definitivo com ele.

Os dias pareceram ter ficado ainda mais parados do que era hábito até que o grande dia chegou. Porém, com ele não desceram os deuses anunciados, antes sim os que aspiravam a um dia serem como eles. O misto de reservas e júniores, dos quais não me ficou nenhum registo individual gravado, entraram apressados por entre o pó e o bruá da multidão, aplicaram uma tosquia futebolística com o mesmo rigor que os anfitriões dedicavam às suas ovelhas  e com a mesma pressa, enfiaram-se na camioneta que se evaporaria na primeira curva. 

Cumpri com afã as ordens da minha tia, equipado a rigor.

- "Entregas o ramo ao Sr. Coluna, este que está aqui no calendário, com a braçadeira de capitão. Vês, é este sr. de côr, forte, com a braçadeira de capitão. 

Porém não o fiz sem dificuldade. Entre a floresta de pernas musculadas que suportavam corpos enormes para os meus rechonchudos 5 anos pouco se via. Alguém me deve ter guiado e o ramo deve ter ganhado vontade própria, desaparecendo lá no alto. 

Soube mais tarde pelas caras de desânimo e despeito mal disfarçado que não pude cumprir as ordens recebidas. O Sr. Coluna não chegaria a cheirar sequer as flores mais carnudas e garridas que havia no jardim. Não as haveria mais bonitas na capital, mas os feitiços de Lisboa certamente que chamavam com urgência. Seriam eles que certamente tinham retido o sr. Coluna, o "endiabrado" Eusébio, o Torres e outros. Nas conversas de então desculpou-se a desfeita com o cansaço provocado por uma deslocação recente ao estrangeiro.

Só voltaria a ver o Sr. Coluna na voz do Artur Agostinho  - que interessa o rigor a esta hora, podia até não ser, mas eu gosto do Artur Agostinho  - a dar aulas de geometria no rigor dos seus passes, a fintar as leis da física, abrindo túneis maiores que o do Marão, que ainda está por construir. E, no entanto, na sua importância, era invisível, a invisibilidade que só alguns eleitos detêm.

É esta a minha homenagem a esse grande jogador que cresci a ouvir a elogiar e a quem me habituei a respeitar. Respeito que a rivalidade não desmerece, bem antes pelo contrário. A história do Sporting construiu-se com glória, mesmo no tempo de hegemonia do seu rival. As melhores equipas de sempre do S. L. Benfica, que marcaram o futebol durante cerca de duas décadas, encontraram sempre grande oposição  das nossas cores, não evitando os nossos 5 títulos nacionais, outras tantas Taças de Portugal e a maior conquista europeia. 

Foi desse ombro a ombro que se refinou a rivalidade já antiga e o desejo, necessidade e obrigação de querer ser melhor que puseram Portugal definitivamente no mapa do futebol Mundial, consolidando os caminhos antes desbravados pelo Zé da Europa e Peyroteo.

5 comentários:

  1. Também eu comecei a apreciar as pinturas do futebol pela voz desse monstro, já também desaparecido, Artur Agostinho que através dos relatos pela "telefonia" nos mostrava as jogadas, os golos e nos levava às sensações de quem via os jogos ao vivo.
    Era este o futebol real, verdadeiro, sem invejas ou violência. Que nos ensinaram a sentir e a gostar, os atletas de eleição, os dirigentes respeitadores e sobretudo uma Comunicação Social (será que nesse tempo se pode chamar assim?!) para quem apenas o jogo contava e as tricas eram relevadas para planos de insignificância! E neste particular, o Sr. Artur Agostinho foi quiçá o expoente máximo.
    Vão desaparecendo as nossas referências e os valores estão em declínio vertiginoso!
    Comovi-me ao ler este post, pois trouxe-me à memória outros tempos e as nossas glórias de então!
    Vi o Sr. Mário Coluna jogar! Pouco tempo mas tive esse privilégio! E o primeiro jogo que vi, foi logo um sempre palpitante Benfica - Sporting (2-2 com golos de Figueiredo, Lourenço e Eusébio)! Vibrei com o Mundial de 1966. Coluna, o nosso Capitão, foi grande! Respeitou e foi respeitado, como disse o grande jogador Hilário!
    E sempre que vejo a fotografia do cumprimento dos Capitães Coluna pelo Benfica e Maldini pelo Milão sinto o quão era respeitado! Maldini curvou-se perante Coluna num tributo de respeito e admiração. Na década de 60 um branco fazer uma vénia a um preto quer dizer muito! Pelo que deu ao Benfica - meu clube de coração - mas também a Portugal só lhe posso dizer, obrigado!
    Descansa em paz Campeão!

    ResponderEliminar
  2. A honra, é sentimento intrínseco ao sentir do Leão.

    Honorável post, digno e espelho/reflexo de um Sportinguista, com memória da História e com algumas estórias para contar.

    Sporting Sempre; sempre também Sr. Mário na memória da nossa infância.

    SL

    ResponderEliminar
  3. Adoro... estas estórias do antigamente... Logo eu um nostálgico incurável.

    O Coluna merece a homenagem. Nunca o vi jogar (a não ser através de imagens esporádicas), nem sequer ouvi relatos, mas apesar do pouco que vi, isso não me impediu de concordar que Mário Coluna, como jogador era excelente: sóbrio, líder, estratega, inteligente. Não é preciso um conhecimento exaustivo para nos apercebermos do talento... Mais un "monstro" que parte...

    Que descanse em paz.

    ResponderEliminar
  4. Revejo-me totalmente na homenagem e no espírito de fair-play que caracteriza o post e que corresponde à nossa forma de estar no desporto. É também por isso que sou sportinguista, foi isso que o meu avô me ensinou. Infelizmente há muita maralha no nosso clube que não bebeu da mesma fonte, o que nos torna mais parecidos com o resto da maralha caso não tenham reparado.
    JP

    ResponderEliminar
  5. Mário Coluna traz-me poucas memórias, mas as que tenho são boas, principalmente nunca precisou de se pôr em bicos de pés ou desrespeitar ninguém para ser grande. Resumindo, era um Capitão e comandava pelo exemplo.

    A primeira memória é uma reportagem sobre o Manchester United que venceu a final da Taça dos Campeões em 1968 - http://www.youtube.com/watch?v=BCXQaGGHB4I - um dos jogadores ingleses que falou, já não me recordo quem, só falava do Coluna, contava ele que o treinador os instrui-o a não se preocuparem muito com o Eusébio mas sim com o Coluna, o Eusébio é genial e impossível de parar individualmente, mas se anulassem o Coluna anulavam o jogo do Benfica e por consequência do Eusébio. Foi a chave dessa vitória nas palavras dele.

    A segunda memória vem muito mais tarde, quando o futebol se abastarda para aquilo que é hoje, o fim de um desporto de massas para um negócio de ma$$a$. Na luz tinham substituído recentemente no controlo de entradas os porteiros por uma empresa de segurança, era um jogo normal de campeonato, ainda ao domingo à tarde e Mário Coluna deslocava-se para ver o seu clube de sempre no meio dos adeptos. Para entrar levava aquilo que sempre levou, o normal cartão de atleta do clube, surpresa das surpresas a entrada é-lhe barrada, com aquelas prepotências normais e quadradas dos serviços contratados a terceiros e sem qualquer lampejo ou respeito pela identidade do seu cliente.

    Surpreso Mário Coluna preparasse para abandonar a tentativa de entrar na sua casa quando é reconhecido por um grupo de sócios, gerou-se um mini revolta e os sócios bloquearam a entrada, se Mário Coluna não tinha direito a entrar na luz, ninguém tinha. Felizmente o caso chegou a alguém da direcção do estádio e tudo se resolveu.

    Maldito futebol moderno.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (93) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (3) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (1) arbitragem (90) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (69) Batota (17) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) djaló (10) Domingos (29) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (11) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (13) Francis Obikwelu (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (22) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (2) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (42) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (11) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (40) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (10) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) play-off (1) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (1) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (3) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (97) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)