terça-feira, 28 de agosto de 2012

Vitualhas... ou a falta delas


 Durante uma parte da minha formação académica convivi com diversas corporações de bombeiros e debati com eles os assuntos relacionados com os incêndios florestais, origem, propagação, combate, meios humanos e mecânicos, rescaldo, etc.. Um dos assuntos que ocupava grande parte das conversas informais era o fogo posto, onde surgiam as histórias mais mirabolantes da boca de quem tinha anos e anos de terreno nas pernas.
É vulgar ouvir, de quem nunca tratou de perto com estes problemas, que caso apanhassem um incendiário o amarravam a uma árvore no meio de um incêndio. Tenho por hábito responder aos meus amigos que me dizem isso, “Cuidado que o incendiário posso ser eu.” Perante o olhar de espanto que normalmente se segue acrescento, “Sabes, eu nunca tive fome, no dia em que tiver vamos ver o que sou capaz de fazer. Se calhar se entre mim e um prato de comida estiver uma floresta e for preciso queimá-la para comer…”
É isto que acho que falta ao Sporting, Fome. A derrota tornou-se um facto confortável, uma coisa que temos pena, que é aborrecido, uma grande chatice. Mas não é Fome, Fome a sério de colar o estômago às costas com dor, capaz de libertar de dentro de nós instintos que no conforto do meinho em que se transformou o futebol do Sporting adormecem embalados.
Se esta equipa tivesse fome de vitórias, de golos, de glória, tinha vencido nas calmas os últimos jogos. Não tem. Não ponho em causa o esforço que os atletas fizeram, nunca desistiram, nunca baixaram os braços, malharam vezes sem conta contra as muralhas que estavam à frente deles, mas, sem fome, sem aquele instinto assassino que faz o nosso corpo chegar primeiro que o do adversário, que torna a pressão sobre o adversário asfixiante, que limpa a cabeça de qualquer dúvida porque só há espaço para uma ideia, ganhar, vencer, roubar a bola, avançar, carregar sobre o adversário, rematar, recuperar, ganhar, vencer.
Já viram uma alcateia a caçar? A caçar quando a fome já aperta? Há alguma manada que se lhe oponha? Agora imaginem que a alcateia tem a refeição garantida, cace ou não cace, que não sintam dentro deles uma tal fome de títulos, de vitórias que se preocupem mais em elaborar discursos sobre levantar a cabeça do que em espetar dez a zero nos Rio Aves deste campeonato.
Este grupo não precisa de levantar a cabeça, precisa de ter vergonha na cara, assumir a imensa qualidade que tem e demonstrar em campo que ninguém quer a vitória final mais do que eles e não é para o jogo de quinta-feira, esse até os juniores num dia mau conseguiam ganhar, é para todos os desafios até ao fim da época.
P.S.- Também não era má ideia interromper a medicação do Sá Pinto no dia anterior ao jogo até à manhã do dia seguinte…

22 comentários:

  1. Sá must go on

    Why?

    Porque os últimos 30 anos mostram-nos que a mudança de treinador é inconsequente.

    Porque Sá Pinto é orgulhoso e quer mostrar que pode ser um bom treinador.

    Porque precisa de aprender, mas afinal quem não precisa? Se os vossos filhos errarem vão expulsá-los de casa?

    Porque Sá Pinto, como símbolo vivo do clube, nunca terá margem para culpar o mesmo pelo seu insucesso.

    Porque Sá Pinto percebe a importância da formação, conhece os jogadores e o corpo técnico da formação e a transição destes jogadores exige estabilidade.

    Porque Sá Pinto é um treinador barato.

    Porque não há alternativas inequivocamente melhores.

    Porque a aposta em treinadores estrangeiros, lá por ter resultado no passado (algumas vezes, poucas), não quer dizer que resulte agora.

    Porque o sucesso desportivo depende de muitos factores além do treinador (que magnífica carreira tiveram o Inácio e o Boloni depois de sairem do Sporting???)

    Porque entre um treinador incompetente que se está a cagar pró Sporting e outro igualmente incompetente que sente a camisola prefiro, obviamente, o último.

    Porque a estabilidade é um factor importante que apenas dá frutos a médio prazo.

    Porque Sá Pinto reconhece e respeita o sportinguismo.

    Porque jamais me tirarão o sportinguismo do corpo.

    ResponderEliminar
  2. LMGM,

    Não creio que passe por aí.

    Não creio que a equipa perca por falta de vontade, mas por não conseguir fazer mais e melhor. A equipa não precisa de correr mais precisa de correr melhor, não de passar mais mas de passar melhor, não de rematar mais mas de rematar melhor.

    O Sporting não perde por falta de força mas de inteligência. Se preferires a analogia o Sporting é um leão a dar os primeiros passos na caça e, ao contrário dos mais velhos, tem força mas não morde no sitio certo de forma a matar rapidamente a presa. Por isso ela escapa e, como ontem esta ainda lhe deixa feridas bem visíveis.

    No fundo falta inteligência colectiva e não força, fome ou vontade de matar.

    ResponderEliminar
  3. LdA, não é fácil transmitir o sentimento de Fome por palavras. Há quem lhe chame muita coisa, atitude, garra, querer, etc..

    O que quero transmitir é que se este Leão não mata, não é por falta de esforço nas caçadas ou por não saber caçar, ele não caça porque lhe é indiferente o resultado da caça, não tem fome para saborear a presa e o acto de subjugar a presa à sua vontade e soberania.

    Este Leão não quer ser o Rei da Selva, ter todos os adversários debaixo da pata dele, não sente essa necessidade no seu intimo.

    Perdeu. Foi humilhado. Vai levantar a cabeça...

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Eishh aos anos que não jogo MTG...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo, nem eu... Escolhi esta carta por diversas razões, a principal a última frase:

    "Otto, o caçador, estava cheio de ambições. A cobra estava cheia somente com Otto."

    Aplicando ao que deveria ter sido o jogo de ontem:

    "Rio Ave, a equipa de Vila do Conde, estavam cheios de ambições. O Sporting estava cheio somente com o Rio Ave."

    Também tem lá outro pormenor que diz "... ganha atropelar até ao fim do turno."

    É isso que se faz quando se tem fome. Atropelar quem nos aparecer pela frente cheio de ambições.

    ResponderEliminar
  7. Ok divaleonino então o Sá Pinto que vá aprender para outro lado , depois que prove que pode ser bom treinador e então , se conseguir isso tudo, que venha para o Sporting.

    Adorei principalmente essa do simbolo vivo do clube.....eheheh . Então e diga lá , ele passou a simbolo vivo antes ou depois da entrevista em San Sebastian em que dizia que nunca foi do Sporting e que quem o conhecia sabia que era do Porto ....onde estava , e que cores vestia o Sá Pinto quando o Porto foi á final de gelsenkirchen? de verde e branco é que não estava ( o Cardinal foi despedido pelo mesmo).

    ResponderEliminar
  8. Grande post, LMGM. Tu chamas-lhe fome, ainda ontem eu lhe chamei garra, falta de garra. A equipa está meio amorfa. Falta-lhe sangue na guelra, agressividade. A tal agressividade característica do Sá Pinto e que este não consegue transmitir aos jogadores por causa dos tais do comprimidos que dizes que ele toma... Houvesse alguém que lhos roubasse...

    ResponderEliminar
  9. Why is about time to invest in a great coach!

    Porque os últimos 30 anos mostram-nos que a mudança de treinador é inconsequente.

    Pq essas ecolhas eram feitas de uma forma extemporanea e de um amadorismo gritante (Inacio substitui o Materazzi e...).

    Porque precisa de aprender, mas afinal quem não precisa? Se os vossos filhos errarem vão expulsá-los de casa?

    E chegada a hora de acabar com o "in job training" no Sporting, pois nao podemos ser
    laboratorio ou cobaia de ninguem. Eu nao daria ao meu filho o meu carro para comduzir se eu nao tivesse total confianca na sua capacidade de manobra e responsabelidade para manusear tao presiosa joia.


    Porque Sá Pinto é orgulhoso e quer mostrar que pode ser um bom treinador.

    Orgulho nao e sinonimo de competencia e no caso do Sa Pinto, acaba por tornar-se um defeito, pois e exacebado.

    Porque Sá Pinto, como símbolo vivo do clube, nunca terá margem para culpar o mesmo pelo seu insucesso.
    Uh???

    Porque Sá Pinto percebe a importância da formação, conhece os jogadores e o corpo técnico da formação e a transição destes jogadores exige estabilidade.
    Mais algumas razoes para que ele continuasse nos juniores e este ano daria o salto para a equipa B.

    Porque Sá Pinto é um treinador barato.
    Os produtos chineses tb sao baratos, mas...
    Ja chega de tentar popar onde nao se deve. Quando se quer qualidade deve-se investir e bem.

    Porque não há alternativas inequivocamente melhores.
    Are you serious, my dear?

    Porque a aposta em treinadores estrangeiros, lá por ter resultado no passado (algumas vezes, poucas), não quer dizer que resulte agora.

    Sabes qdo e a definicao de loucura?
    Fazer a mesma coisa vezes sem conta e esperar-se resultados diferentes. Continuamos a investir em treinadores baratos e resultados, nem ve-los.

    Porque o sucesso desportivo depende de muitos factores além do treinador (que magnífica carreira tiveram o Inácio e o Boloni depois de sairem do Sporting???)

    Mas o treinador e uma parte significativa, pois e onde se comeca a criar uma grande equipa.


    Porque entre um treinador incompetente que se está a cagar pró Sporting e outro igualmente incompetente que sente a camisola prefiro, obviamente, o último.

    Isto faz-me lembrar de mulheres que sao victimas da violencia domestica; ele so faz isso qdo esta bebado ou chateado, mas ele me ama. A que pontos chegamos! Que espirito derrotista e esse, my dear? Se a escolha for feita de uma forma criteriosa as chances de insucesso sao infimas.

    Porque a estabilidade é um factor importante que apenas dá frutos a médio prazo
    Isto e um paradoxo. Estabelidade da frutos duradoiros. Casamento estavel, does it ringa a bell, my dear?

    Porque Sá Pinto reconhece e respeita o sportinguismo.
    E sempre bom louvar e respeitar o homem, Sa Pinto, mas amor, respeito e reconhecimento nao devia ser condicoes sine qua non para se desempenhar o cargo de treinador do Sporting!

    Porque jamais me tirarão o sportinguismo do corpo.
    E mto bom saber que gosta e ama o Sporting. nao nos tirarao o sportinguismo de dentro de nos e continuaremos a infectar outros com essa salutar doenca. Nao devemos, porem deixar que esse sportinguismo ofusque a nossa razao, caso contrario seriamos uma aves histericas. Amemos e respeitemos o nosso Sporting Clube de Portugal.

    Um abraco a todos os sportinguistas desde os EUA deste vosso irmao Caboverdiano.

    Saudacoes leoninas.


    ResponderEliminar
  10. LMGM:

    Já nem sei o que dizer... Qd as coisas teimam em correr mal.... mas aposto que com essa fome toda ainda nos aparecia uma besta qlq de negro a matar os leões famintos (leia-se expulsar jogadores do SCP...).

    SL

    ResponderEliminar
  11. Decididamente Sá Pinto caiu no goto

    ResponderEliminar
  12. Ao ver o Braga a garantir o apuramento em Itália, com justiça e naturalidade e pensar no que vi ontem... A conversa das opções e sistemas parece-me tudo cá de um ridículo!

    Que raio de ambição, de brio! Alguém que eleve a merda da fasquia se faz favor!!

    ResponderEliminar
  13. Bom post.

    Apenas uma pergunta porque é que continua a haver quem defende tudo ate ao fim mesmo que a mediocridade esteja a evidencia?

    Mudar não pode ser um estigma. Estigma tem sido a péssima escolha de treinadores por quem gere o clube.

    SL

    Miguel Damas

    ResponderEliminar
  14. Melhor do que eu o Braga acabou de demonstrar aquilo que quero dizer. Queremos ir à champions no próximo ano? Temos de ter mais fome que eles!

    No final do jogo de ontem, alguns jogadores começaram a perder a cabeça e a distribuir fruta pelos jogadores do Rio Ave. Aquilo não é fome, é birra de meninos mimados a quem não dão a prenda que desejam.

    ResponderEliminar
  15. LMGM,
    A ideia que transparece do texto é que, embora esforçando-se e querendo ganhar, a equipa acaba por se comportar como um Golias enquanto que os nossos adversários "autocarrianos" se comportam todos como uns Davides. Na minha modestíssima opinião, o problema não está aí.
    Não vejo ninguém naquele plantel que não tenha ambição de ganhar títulos. O problema é que para o "instinto assassino" se revelar letal a equipa tinha de ter um entrosamento e experiência que esta (ainda) não tem.
    O caleidoscópio de jogadores de várias nacionalidades e de diversas escolas não facilita, a "verdura" da equipa técnica também não (mas isso logo desde o início que sabíamos que era assim, por isso não pode servir de desculpa), o que é certo é que temos e teremos muitos problemas pela frente, pouco tempo para os resolver e muitos sócios e adeptos de pavio curto.

    Temos de ter a consciência que tem de haver uma época para pôr a máquina em movimento, como dizia o poeta "caminante, no hay camino, se hace camino al andar", mas para atrair os sócios e adeptos colocou-se a fasquia no mais alto lugar do pódio. Isso, do meu ponto de vista, é uma verdadeira armadilha mortal, pois qualquer fagulha fará arder a floresta que tem vindo a ser plantada.

    SL

    ResponderEliminar
  16. Nós estamos sempre a pedir mudanças quando as coisas não nos agradam. E, de mudança em mudança lá vamos piorando, rumo ao abismo.

    Porque não mudamos de clube, já agora? Se calhar era mais racional, não?

    Deixem-se de utopias. Admitamos que somos péssimos gestores de expectativas, fruto de um passado glorioso que teimamos em querer recuperar demasiado rápido.

    O Sporting tem que cair na realidade, senão ainda seremos também ultrapassados como 3º maior clube de futebol português...

    E falando do Braga, ficou hoje bem patente porque eles chegam mais longe do que nós - correcta gestão de expectativas.

    Ainda no ano passado o Braga começou de forma medíocre, mas ninguém questionou o Leonardo Jardim, o qual passado uns meses foi responsável pela maior série consecutiva sem perder da história do Braga.

    Por muito que queiram encontrar outras razões, a principal razão do nosso falhanço está na excessiva pressão que passamos para uma equipa que, olhando friamente, não é muito superior ao Braga, podendo até ser inferior (já nem falo do FCP nem do SLB).

    Esta é uma armadilha que os media nos criam ano após ano e que nós caímos que nem patinhos, fruto também de dirigentes que apenas querem saber da sua popularidade imediata e não têm coragem para assumir que o Sporting terá que trilhar um caminho próprio até ao sucesso, certamente mais longo do que os adeptos anseiam.

    É por isso que digo e repito - Sá must go on. The coach is not the problem. Nem o Guardiola, nem o Mourinho saberiam lidar com esta pressão muito própria que tem o Sporting em Portugal.

    ResponderEliminar
  17. Caro divaleonino,

    30 anos de mudança inconsequente de treinador? Terei lido bem? 30 anos? Será que o efeito da medicação do orientador, visível no discurso, e que já afecta, segundo alguns, a velocidade do jogo do Sporting, também já afecta a clarividência de alguns adeptos...parece que sim!
    Quanto a essa conversa de o orientador ser um símbolo vivo do clube, talvez o melhor seja transferi-lo para o museu do SCP com 2 benefícios imediatos:
    1. Toda a prol de apreciadores, nos quais pelos vistos também se inclui, o poderiam admirar a tempo inteiro e à sua extensa obra futebolística enquanto orientador, com destaque para a vitória esmagadora na final da TP em Maio último;
    2. O museu ficaria enriquecido com essa transferência pois ganharia uma dimensão interactiva adicional que só um símbolo vivo pode dar.
    Pense nisso! Certamente que ele ficará lindamente ao pé das medalhas e dos troféus. Caso não agrade, porque não uma sala exclusiva para tal figura.
    Agora sim uma ideia à altura dum símbolo vivo. Estou ansioso pela estreia.
    Depois avise-me.
    SLeoninas ao autor do post e restantes comentadores

    ResponderEliminar
  18. Este tipo de raciocínios são muito populares numa determinada franja de adeptos quiçá a mais numerosa mas esbarra na realidade e é a negação da importância da táctica e do talento individual.

    Se fosse como o autor diz bastava por uns gajos a correr muito que nem tresloucados e no final os jogos estariam sempre ganhos.

    Isto é afirmar que no futebol ganham os que têm mais vontade, uma forma demasiado simplista para analisar a questão. A vontade é apenas uma das muitas componentes necessárias para chegar à vitória. Mas, p.ex., por muita vontade que o clube da minha terra tenha e por mais displicentes que sejam os Reais e os Barças nunca lhe conseguiriam ganhar.

    ResponderEliminar
  19. Vitor Ribeiro, não é disso que falo, julguei ter deixado claro nesta frase, "Não ponho em causa o esforço que os atletas fizeram, nunca desistiram, nunca baixaram os braços, malharam vezes sem conta contra as muralhas que estavam à frente deles".

    Este jogo é um bom exemplo daquilo que quero transmitir, http://www.youtube.com/watch?v=ciIUyVxckrY&feature=related vinhamos de uma derrota pesada na antas 5-2, os atletas devem ter corrido o mesmo nos dois jogos, entraram de certeza para vencer, mas... neste houve fome praticamente o mesmo grupo de atletas, o mesmo treinador, provavelmente o mesmo esforço e a mesma táctica, mas neste dia no intimo daquele grupo nada nem ninguém o separava da vitória.

    Quem consegue manter esta fome durante todos os altos e baixos de uma época, normalmente é campeão.

    Um outro pormenor, o grupo estava tão comprometido com o resultado do jogo que coloquei como exemplo que ao intervalo ficou unido no relvado e foi o último a sair para os balneários não fossem acontecer algo mirabolante que lhes tirasse a fome.

    Não fiz esta critica ao primeiro azar. Estamos no terceiro jogo consecutivo com um resultado muito abaixo o real valor da equipa e da qualidade de jogo apresentado. Este facto tem de revoltar o grupo como profissionais, não foi isso que vi no fim do jogo, foi o aceitar de uma fatalidade, repito, pela terceira vez consecutiva.

    P.S.- Vi a caracteristica que quero ilustrar num atleta... Vou deixar o post sobre ele para outras nupcias, é um campeão, tem fome, vamos ver se não terá de sair para a saciar.

    ResponderEliminar
  20. Divaleonino, é por essa mentalidade pequenina que estamos onde estamos.

    O Sá Pinto é mau. Não tem discussão, está à vista de quem quiser ver.
    E essa do simbolo vivo também tem que se lhe diga... Pela minha parte nunca percebi porquê. Só o vi a fazer-nos passar por vergonhas e fazer-nos perder dinheiro.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (5) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)