segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Sá Pinto de equívoco em equívoco até ao inferno

Triste, muito triste o que se passou esta noite em Alvalade. De equívoco em equívoco Sá Pinto conduziu a equipa para um labirinto de onde não conseguiu sair. O Sporting tem alternado o mau com o sofrível nos jogos oficiais e isso deve-se sobretudo ao demérito próprio do que ao mérito do adversário.

Peças mal colocadas e estáticas, completamente entregues aos defesas do Rio Ave, que devem ter tido uma das noites mais fáceis, pese todo o trabalho realizado.

Adrien não é um 10 e, ao po-lo a jogar nessa posição, perde ele e a equipa Para poder fazer uso da sua melhor virtude o jogador não pode ter tão pouca bola nos pés e tão longe do resto da equipa.

Elias é um desperdicio de talento, meio perdido entre a defesa e o ataque, e quase nunca bem num sitio ou noutro.

Embora o problema não seja de cariz individual Carrillo não tomou uma única boa decisão em todo o jogo, permancendo em campo até ao fim.

Wolfswinkel está num momento de forma atroz e é chegada a hora de ser protegido. Quem faria o seu lugar? Pois, um dos maiores equívocos na preparação da época.

Se era para grande parte do nosso jogo passar por centrar bolas sem conta para a molhada não era melhor ter um pinheiro?

Resta dizer que com as substituições realizadas na segunda parte Sá Pinto partiu o que restava da equipa em duas com André Martins recuado e os outros todos lá na frente, completamente desligados.

54 comentários:

  1. mau de mais...e o Sá Pinto diz que a equipa se esforçou e que o resultado não é justo? Tem que começar a mudar o discurso que está a começar a ser repetitivo.

    ResponderEliminar
  2. Eh pá, vou ter de discordar com a tua última frase. Estivemos muito mais perto (e dentro) da grande área e tivemos muito mais jogadas de envolvência com a entrada do André Martins e do Viola. Já o Labyad, a inrtenção até podia ser boa, mas não deu uma para a caixa... O que irrita é a porra dos 45 minutos iniciais a jogar a passo e parado... Adormece os adeptos e acredito que os próprios jogadores. Tira-lhes a concentração e motiva o adversário, que é só dar uma corridinha de vez em quando para pôr a defesa em apuros. O golo deles... Parecia um ferrari a

    ResponderEliminar
  3. Eh pá mas nós roubámos o Rojo aos Lampiões!

    ResponderEliminar
  4. quando sá pinto diz, depois do jogo da semana passada para a UEFA, que o Sporting fez uma grande exibição, está explicado o equívoco.
    com tantos médios e extremos não dá para trocar 2 por 1 ponta de lança?

    ResponderEliminar
  5. Ana,

    bombeamos mais bolas para a área mas isso é a antitese do futebol. Podemos perder a jogar mal mas desta forma é muito triste. Nem um vislumbre do que como se vai sair daqui.

    ResponderEliminar
  6. "...aos defesas do Rio Ave que, devem ter tido uma das noites mais fáceis, pese todo o trabalho realizado."

    ResponderEliminar
  7. Uma equipa quando quer dominar em posse tem que ter jogadores para jogar em posse, o Sporting não tem médios para jogar em posse.
    Ainda bem que falas-te nos cruzamentos porque me faz impressão a quantidade de centros que Cédric faz por jogo quando o único avançado é o Wolf e o seu forte nem é o jogo de cabeça.
    Ainda não percebi porque jogamos com dois laterais adiantados ao mesmo tempo criando desequilíbrios sempre que perdemos a bola.
    Onde está o substituto do Matias, Labyad devem estar a brincar.
    Não há uma única jogada de envolvimento que comece no nosso meio campo em 90 minutos e é o terceiro jogo que vejo do Sporting seguido desde do inicio da época.
    A falta de talento é gritante os últimos 20 minutos foram incríveis, Carrillo a médio?
    Tanto mal se disse dos nossos centrais no passado a verdade que hoje fica bem evidente que as derrotas do passado não eram culpa dos centrais.
    Estou profundamente desiludido com o Sá Pinto, porque teve oportunidade de formar um equipa, mas não teve a capacidade de saber que nunca seria com esta forma de jogar que iria tirar o melhor rendimento do tipo de jogadores que tem.

    ResponderEliminar
  8. Não foram só bolas bombeadas, entrou-se lá dentro em jogo corrido, em tabelinhas. Houve mais remates. Faltou mesmo foi (como sempre...) finalização.

    ResponderEliminar
  9. O Sporting, como muitas vezes dito aqui, é um clube com imenso futuro...para quando um clube de presente. É que há 25 anos que ouço esses argumentos, e esse futuro que não chega nunca.

    ResponderEliminar
  10. "Resta dizer que com as substituições realizadas na segunda parte Sá Pinto partiu o que restava da equipa em duas com André Martins recuado e os outros todos lá na frente, completamente desligados"

    Está aqui, nesta frase, explicada a miséria de segunda-parte realizada pelo SCP. Há que apontar o culpado: Sá Pinto mexeu mal e partiu completamente a equipa. Se na primeira ainda se via o Adrien na zona central do terreno, dps da saída deste e do Elias ao intervalo e lançar dois putos (um dos quais ainda à procura de se integrar na equipa) borrou completamente a pintura e perdemos completamente presença em zonas do terreno cruciais para poder ultrapassar o autocarro do Rio Ave. A equipa vila-condense fez hj história e o SCP é das raras equipas qie nesta edição na liga ainda ñ conseguiu marcar um único golo...

    Sá Pinto pode estar cheio de boas intenções e boas ideias, mas a realidade está à mostra de todos: não tem conseguido concretizá-las dentro do rectângulo de jogo.

    ResponderEliminar
  11. Terrível este jogo, mais uma vez a deixar a nu as limitações da equipa e os equívocos do treinador. Com este equipa e este treinador- a menos que muita coiisa mude - o Sporting dificilmente poderá lutar por um dos três primeiros lugares. A opção por Gelson Fernandes, num jogo com estas características, revela falta de noção das forças em presença e das necessidades da equipa. Concordo com a análise relativa ao Adrien e ao Elias. Faz muita confusão que não seja possível montar um meio-campo em que o enorme potencial dos seus jogadores, destes dois em particular, possa libertar-se em prol da equipa. Fiquei horrorizado com a saída dos dois ao intervalo. Carrilo não jogou nada e o que fez foi sempre numa base individual que descaracterizou o jogo colectivo e facilitava a vida ao Rio Ave.
    Os reforços - Labyad e Viola - não vieram acrescentar nada e a entrada de André Martins para jogar numa posição muito recuada do meio-campo não acrescentou nada à equipa. No jogo aéreo na área adversária não ganhámos um único lance.
    Gastar 4 milhões de euros em Viola e não ter adquirido um segundo ponta de lança revela que a época não foi bem preparada. O holandês está numa forma miserável.
    Começa a ser legítima a pergunta: quais os fundamentos para afirmar que este plantel é superior ao da época passada?

    ResponderEliminar
  12. Só vejo um equivoco neste Sporting ........Sá Pinto!!!!!

    ResponderEliminar
  13. Chego de Alvalade completamente desiludido. Não é por falta de qualidade a nível de plantel que o SCP tem obtido estes resultados.

    Jorge Plácido,

    "O Sporting, como muitas vezes dito aqui, é um clube com imenso futuro...para quando um clube de presente"

    Nem mais.

    ResponderEliminar
  14. Estou 100% de acordo com a Ana: "Não foram só bolas bombeadas, entrou-se lá dentro em jogo corrido, em tabelinhas. Houve mais remates. Faltou mesmo foi (como sempre...) finalização."

    Falta poder de finalização porque estamos à espera que o Wolfswinkel se torne o ponta de lança que claramente ainda não é. E se queremos ganhar jogos hoje temos de ter um ponta de lança hoje e não um ponta de lança que daqui a 2 ou 3 anos pode servir para o Sporting.

    ResponderEliminar
  15. Mas o plantel não é superior, os dois centrais são bons com a bola nos pés, mas a defender não são tão bons quanto isso e ainda não jogamos contra equipas fortes.
    O Cédric ainda está muito longe do João Pereira, embora leia opiniões bem diferentes de muitos Sportinguistas.
    Ficámos sem o Matias, o Labyad nunca terá metade da qualidade do Matias por mais que progrida.
    Temos um plantel completamente desequilibrado com médios a mais, com características idênticas. Falta uma alternativa ao Wolf.

    ResponderEliminar
  16. Já te tinha dito a outra semana no twitter... Passamos os jogos a cruzar quando não temos um único jogador que saiba cabecear...é de doidos!!!! Não criamos nada de nada na zona central do campo...
    DavidManta08

    ResponderEliminar
  17. Julgo que importa salientar um aspecto que nos preocupa ainda mais a todos: o Sporting, até agora, jogou contra adversários muito fracos. O Guimarães é uma das equipas mais fracas do campeonato - foi esmagado pelo Porto - e este Rio Ave também não irá muito longe. Acresce os fraquíssimos dinamarqueses.

    ResponderEliminar
  18. Por este andar não marcamos golos a ninguém,pois o problema não está nos jogadores,mas sim no sistema(ou falta dele)de jogo adoptado.Dois médios defensivos e sempre a esconderem-se do jogo,a jogar(?)em posse de bola sem o saberem fazer;sistemáticamente a rodopiar e a lateralizar como se de um meiinho se tratasse;a falhar passes constantemente que deixam a equipe desequilibrada;apostando na lentidão e no bombear bolas para a área contrária,que se espera?!?Isto é um equivoco total e nada de bom nos espera.Pague-se a um bom treinador estrangeiro e ver-se-á como com estes mesmos jogadores o futebol será diferente,e para melhor!

    ResponderEliminar
  19. As declarações do Sá Pinto após o jogo dão ideia do que se vai passar. Um Sporting sem ambição, com desculpas absurdas sobre a sorte e o azar, satisfeito com vitórias morais não é candidato a nada. Ir jogar com o Rio Ave com uma equipa defensiva!!! Muitos remates? Mas que remates? Francamente Sá Pinto. 30.000 em Alvalade e é isto que tens para oferecer, tentar ganhar à tangente com o Rio Ave. Já chega!!!

    ResponderEliminar
  20. Antes de comprarem as gameboxes deviam ter esperado pelo começo dos jogos à sério. Mas não, as osguitas ficaram todas contentes quando os pernetas chegavam a dizer que preferiam ir jogar num clube do playoff da Europa League a ir para um clube já na fase de grupos da campinos.

    ResponderEliminar
  21. O Treinador é um adepto, fervoroso como todos nós, com um mestrado em gestão desportiva!

    ResponderEliminar
  22. Eu peço desculpa a todos aqueles que defendem que Sá Pinto tem qualidade para ser treinador do Nosso clube. Eu não lhe reconheço essa qualidade e não é de hoje.

    Na época passada a equipa nunca conseguiu assumir a responsabilidade dos jogos. O Sporting de Sá Pinto jogava, a grande maioria dos jogos,como o Rio Ave jogou hoje em Alvalade, como uma equipa pequena. Quando teve que assumir o jogo perdeu. Perdeu pontos com Setubal, Leiria e... perdeu a final da Taça de Portugal e inventou em Bilbao.

    Não esqueço, também, a primeira parte do jogo com o Metalist, muito parecido com o desta noite. Foi um jogo em que me senti envergonhado, como hoje.

    Este treinador, que bate muitas palmas aos jogadores, devia ser mais exigente com eles e devia corrigir os erros dos jogadores mais jovens. Bater palmas aos jogadores não resolve os problemas a um clube que tem nos adeptos os únicos que têm feito o seu trabalho de casa: marcam presença e não se inibem de aplaudir os atletas mesmo num jogo que teve uma primeira parte vergonhosa.

    Para mim Sá Pinto não tem unhas para orientar os jogadores que colocaram à sua disposição, acho que a sua substituição devia acontecer antes que seja tarde de mais.

    JJR

    ResponderEliminar
  23. Ora bem, há aqui algumas considerações individuais e colectivas que quero fazer. Primeiro as individuais:

    - Rojo e Cedric provaram-me neste jogo que merecem ser titulares no SCP. Muito bons, apesar dos excessivos cruzamentos, mas isso acredito que foi algo que lhe pediram para fazer;
    - Elias, para mim, é um jogador que só irá funcionar bem a jogar em terrenos recuados. Quando está mais à frente esconde-se muito do jogo e dá-se muito à marcação não criando linhas de passe para os colegas. Isto já venho vendo da época passada;
    - Adrien não pode estar tão avançado no terreno. Mal toca na bola e a sua qualidade não fica visivel;
    - André Martins mostrou que está a melhorar o seu momento de forma e talvez mereça a titularidade;
    - Labyad precisa de se entrosar com os colegas. Tantas tentativas de remate de fora de área não lhe ficam bem. Precisa de perceber melhor os movimentos da equipa, mas temos jogador ali;
    - Viola: pouco tempo em campo e já no desespero do jogo portanto não dá para perceber muito, mas deu para ver que se sabe mexer dentro da área, apesar de não ser um avançado de raiz;

    Em relação ao colectivo:
    - hoje vi um sem numero de vezes, tabelas entre jogadores completamente erradas e passo a explicar. 1 jogador a correr na direção da baliza passa a outro que serve de tabela, mas a tabela em vez de ser feita para o espaço à frente, foi feita para trás, o que obrigou o jogador que vinha a correr a travar e correr para trás. Assim não dá;
    - o nosso jogo de posse está dependente de ter sempre linhas de passes abertas. O que vi na 1ª parte foram jogadores estáticos em campo a deixarem os jogadores do Rio Ave marcá-los em cima. Melhorou na 2ª parte, mas há ainda muito trabalho pela frente se querem criar desequilibrios no centro do adversário;
    - durante todo o 1º tempo e grande parte do 2º a equipa ainda está a jogar muito devagar. Só aceleraram nos primeiros 10m do 2º tempo e iam marcando, mas depois voltaram a jogar a passo;
    - Carrillo é um jogador de risco. O que faz pode sair bem tal como pode sair mal, mas precisamos deste tipo de jogadores. O que é preciso é haver proteção quando as coisas não lhe saem bem. Não é fazer como hoje que quando ele perdia uma bola não estava ninguém do SCP para recuperar ou sequer para pressionar o jogador do Rio Ave que ficava com a bola;

    ResponderEliminar
  24. Sá pinto, muito obrigado por tudo que fizestes pelo nosso Sporting como jogador mas infelizmente não tens cabedal para ser o nosso treinador, o que se viu hoje em alvalade novamente foi uma equiapa sem ambição alguma.

    ResponderEliminar
  25. Não temos futebol ofensivo suficiente para criar lances na area ..... nem podemos pôr as culpas no arbitro , é que nem conseguimos chegar á area.

    Temos jogadores mas falta treinador ....4º jogo oficial sem ganhar e com 1 golo apenas.

    Não entendo toda está euforia de alguns adeptos com o Sá Pinto, chegam ao ponto de assobiar os jogadores e aplaudir o sÁ Pinto no final do jogo ...... se calhar temos o futebol que alguns adeptos merecem

    ResponderEliminar
  26. Com o capitão América o Sporting tinha marcado pelo menos um golo. Andaram uma época a ganhar altura e agora têm uma equipa de futsal.

    ResponderEliminar
  27. Com as declarações do Sá após o jogo e com a tirada de que "não estamos fortes,estamos muito fortes"até tremo para o jogo com os dinamarqueses!
    O pior cego é aquele que não quer ver!...

    ResponderEliminar
  28. Eu tive no estádio e vi um jogo diferente de muitos vocês...

    Jogo corrido?Jogo corrido fez um Rio Ave no golo!Uma jogada de colectivo muito bem executada,algo que o Sporting não fez em 90 mins.

    A culpa não é dos jogadores,é do mau planeamento de plantel(não é só um Pl que nos falta!Um 10 faz no tanta ou mais falta!)e num treinador completamente desorientado desde uma final da taça de Portugal...

    Assim é mais uma época igual a outras tantas,ou seja o mesmo filme de fim de semana da tvi repetido a exaustão.O final já estamos nos fartos de saber!

    ResponderEliminar
  29. A culpa é do Sá Pinto (doi-me dizer isto)teve o resto da última época e o começo desta, para montar uma equipa! è um treinador medroso. E uma coisa que TODA a gente já reparou passámos o tempo todo a cruzar bolas para a área, mas onde é que temos um cabeceador à altura? É uma tristeza sócios fazerem centenas dekms para ver esta miséria.S.L.

    P.S.- a Académica fez história contra nós , pois já não ganhava a Taça à 60 anos!!! Hoje o Rio Ave fez história pois não ganhava em Alvalade à 19 anos!!! Quem será o próximo a fazer história...

    ResponderEliminar
  30. "De equívoco em equívoco até ao inferno", é um título seguramente catastrofista.

    O que 'Sá Pinto tem agora e não teve o ano passado: tempo para construir uma equipa' foram afinal 4 dias, aquilo que separam as 2 visões.

    Fantástico ... caso o Sporting ganhe por 3 golos na quinta-feira e ganhe também no próximo fim-de-semana fora de casa continuará de equívoco em equívoco até ao inferno?

    Petição para a contratação de Nuno Espírito Santo, deve concerteza ser melhor treinador que o do Sporting: venceu em Alvalade por 1-0.

    ResponderEliminar
  31. MM:

    ñ sei se percebeste ou se andas armado em despercebido... mas o post e o respectivo titulo correspondem à crónica de UM JOGO: o que acabamos de assistir contra o Rio Ave.

    Se é para vires sistematicamente com provocações e/ou a lançar confusã estás, claramente, com a atitude errada. Mas alguém te fez mal por aqui? É q já parece ser qlq coisa pessoal...

    ResponderEliminar
  32. Pois é, mas infelizmente existem os visionarios que estão cegos com esse projecto de pseudo-treinador que nem falar nas conferencias sabe (parece que está sob efeito de xanax), são os mesmos sportinguistas ???? que estão contentes com o actual estado do sporting, convençam-se que já não somos um dos grandes, os croquetistas conseguiram acabar com a real grandeza do sporting, foram os eluminados que votaram na (embora disfarçada) continuidade, para eles basta umas festas de croquetes e xamuças que o resto não interessa!vá, agora critiquem-me como tantas vezes o fizeram, o pior cego é aquele que não quer ver.
    Rui Dias

    ResponderEliminar
  33. Nuno Espirito Santo pode não ser tão bom treinador, mas o técnico do Rio Ave luta para não descer e por isso tem à sua disposição jogadores que têm a qualidade necessária para esse objectivo, já o técnico do Sporting, necessáriamente, terá que jogar, sempre, para ganhar e para ser campeão, para isso foi feito um grande esforço financeiro nos dois ultimos anos pela direcção. Se continuarmos a não ter esse tipo de exigência, de certeza que o 4º ou 5º lugar já são lugares muito bons, até dão para jogar na europa!!!
    JJR

    ResponderEliminar
  34. Não Virgílio, não percebi mal.

    Não comentei a crónica de um jogo, sequer uma distância de 3 pontos para o pelotão da frente. Comentei a caminhada do treinador do Sporting (e do Sporting, presumo), 'de equívoco em equívoco até ao inferno'. Comentei isso.

    O que acabámos de assistir frente ao Rio Ave foi a um mau jogo do Sporting e uma derrota. O primeiro jogo mau em 3 oficiais até agora disputados. Ainda bem, então, que o inferno não é já ali. Isto sem aconselhar divã a ninguém porque foi uma noite já de si muito triste.

    Quanto ao alguém fazer-me mal sim, ninguém me fez (que eu saiba) mal, embora isso tenha pouco que ver com o Sporting.

    ResponderEliminar
  35. Continuo a pensar que Sá Pinto é um grande adepto e um grande sportinguista, mas, como treinador dum clube como o Sporting, deixa muito a desejar.
    Dadas as nossas atuais limitações, aceito que não temos equipa para ganharmos o campeonato, mas que fiquemos pelo menos em 3º lugar, o que mantinha intacta a tradição de sermos um dos 3 grandes.
    Mas ainda agora o campeonato começou e já estamos a 3 pontos do Braga!

    DUARTE

    ResponderEliminar
  36. Eh pá, esquece. Estou sem paciência para discussões. De qlq forma folgo em saber que ng te fez mal... É q às vezes parece.


    VIVA O SPORTING! FDX! Boa noite e até amanhã...

    ResponderEliminar
  37. Só quem percebe pouco de futrebol pode dizer que a 2.ª parte foi mlhor que a 1.ª. Se o sá acha mesmo isso, não digo e não escrevo mais nada, só conto os dias para ele ser despedido. Quando bombear as bolas para os centrais de frente, é jogar ao ataque e em posse, enfim.

    ResponderEliminar
  38. A mim parece que é demasiado fácil depois do jogo desta noite concentrar toda a tristeza e frustração no treinador do Sporting, em forma de acusação. Parece-me isso. De resto sim, discussões não ajudarão o Sá Pinto e os jogadores do Sporting a fazer o que é preciso para começar a ganhar jogos.

    O jogo foi tão mau que pela primeira vez o próprio Sá Pinto pareceu "deslocado" na conferência de impresa. Não se desculpabilizou nem repetiu lugares comuns, ao contrário do que dizem alguns: estava notoriamente triste, sem saber o que dizer, porque não tinha explicação para o sucedido.

    Eles sabem o que têm de fazer, porque são pessoas inteligentes: o Sá Pinto e a maioria dos jogadores do Sporting. Só isso interessa neste momento, parece-me ainda.

    O mais são veredictos inoportunos: guardem-nos para quando eles estiverem na mó de cima porque que eu saiba dedos acusatórios não ajudam ninguém a pôr-se de pé.

    E opinem de forma verdadeira e convicta, convém também, porque andar ao sabor do vento não é nada.

    ResponderEliminar
  39. "Embora o problema não seja de cariz individual Carrillo não tomou uma única boa decisão em todo o jogo, permancendo em campo até ao fim."

    LdA,
    o Carrillo, apesar do jogo pouco acertado, é dos poucos que quando pega na bola me faz levantar da cadeira.
    No mínimo, é um jogador que não se esconde e que tem, como os outros deveriam ter, como objectivo a baliza.
    Como disse o Mike, é preciso que é que tenha as costas mais protegidas, pois se não se tenta, não se vai a lado nenhum.
    Venha mas é a quinta bem depressa para ver se me passa a azia.

    ResponderEliminar
  40. Cheguei agora a casa, vindo de Alvalade. E mais uma vez com uma enorme sensação de Déjà vu.

    Apetece-me dizer que é sempre a mesma coisa, vamos repetindo inícios de época horrorosos persistindo nos mesmos erros mas sempre a “fazer força” para que quem sabe possa correr bem, mas somos o Sporting e já estamos cansados de saber que quando uma coisa pode correr mal, corre mesmo mal! Se calhar lá para 6ª jornada finalmente acordamos só é pena estar já a 7 ou 8 pontos como costume.

    Coisas que me vão na alma:

    - Mas não era óbvio que faltava um ponta de lança? Para proteger o Ricky e por arrasto a própria equipa. E qual é a equipa com aspirações que tem a pretensão de iniciar uma época com 1 único ponta de lança no plantel? Que raio de planeamento é este?

    - Tanta confusão no meio campo… tanto 8 e nenhum 10…. E o que faz o Gelson em campo num jogo destes? E tirar o Adrien e o Elias e deixar aquele tractor?

    - A equipa parece robotizada, insistindo uma e outra vez no mesmo tipo de movimentos, mas tudo de forma lenta e pouco imaginativa, sem rasgo.

    Mas o que realmente mexe comigo é o discurso do Sá Pinto…. Qual é o objectivo?
    Está satisfeito, orgulhoso, acredita nos jogadores, no trabalho,…. Foi infelicidade e uma grande injustiça, isto dito assim com travo a Xanax… Está tudo bem então….. Ele acredita mesmo nisto? Qual é o objectivo? O que se ganha senão queimar rapidamente o treinador perante os adeptos?

    É assim que se vai incutir ambição, elevar a fasquia, cobrar, sim cobrar??

    E 5ª feira contra uns aleijados corremos o risco de hipotecar uma época em que até temos belíssimos jogadores como há muito não tínhamos.

    Vou dormir

    ResponderEliminar
  41. nao parece dificil perceber os equivocos desta equipa e a grande teimosia do Sa Pinto que parece nao aprender com erros passados. Mete-me nojo que um jogador que marcou 7 golos a jogar numa equipa para nao descer nem sequer seja convocado em detrimento de um Argentino que veio ha uma semana so porque se chama Wilson e e Portugues. Se fosse Holandes ou Argentino tinha direito a jogar sempre. O Sa tem que se decidir. Ou mete uma equipa de inicio para ganhar ou deixa a equipa que escolheu jogar pelo menos 60 minutos antes de mudar. AO intervalo tirou os jogadores mais esclarecidos do Sporting para deixar o Gelson (no golo do Rio Ave, o Edimar passa por ele como se fosse de mota)e meter mais um para a confusao do meio campo. Os centrais do Rio Ave nunca devem ter tido um jogo tao facil na vida. Bolas bombeadas para a sua frente que ate parecia treino. Sera que ninguem sabe fazer triangulacoes e ganhar a linha de fundo para cruzar ou temos que esperar que o Carrilo e o Capel peguem na bola e corram como tolos contra dois defesas? (ja toda a gente viu como joga este sporting, pelo que nao e dificil ser treinador!). Ate quando deixamos la o Holandes sozinho na frente a lutar contra gajos mais altos e mais fortes e a ficar cada vez mais frustado? Parece ser polemico, mas se nao ha mais pontas de lanca que venha o Bojinov ou o Ribas nunca deveria ser saido ate se resolver esta lacuna (nao percebo como alguns podem jogar sempre e ter todas as oportunidades e alguem como o Ribas que marcava 20 golos por epoca ter o seu destino decidido em 3 jogos)...A mim me parece que vai ser mais uma epoca de sofrimento!

    ResponderEliminar
  42. E quem é que escolheu Sá Pinto para treinador?

    E quem é que vendeu Matias, o único 10 e não comprou ninguém para o seu lugar?

    E quem é que há 2 épocas tem um único avançado (RWW) e não consegue comprar alguém minimamente credível para ser pelo menos o seu suplente?

    O Sá Pinto é que é o culpado das últimas 3 ou 4 épocas ou será ele o menos culpado de tudo isto?

    Até 31/08 ainda podem corrigir os desiquilibrios deste plantel que toda a gente elogia mas que na verdade é uma molhada de alas e trincos.

    Hoje, ainda vão a tempo de contratar um treinador que consiga passar algum conhecimento táctico a jogadores tão verdes e inexperientes.

    Mesmo assim, o 4º lugar parece ser o máximo que poderemos ambicionar.
    É triste mas é o Sporting que temos por mais marketing que se crie à volta da equipa.

    SL
    José

    ResponderEliminar
  43. Ponto prévio: não pude ver o jogo, vi apenas o resumo, pareceu-me apenas um jogo triste, sem imaginação, sem chama e com muitos equívocos da parte do Sá Pinto.

    Parece-me que tudo isto tem a ver com o planeamento da época e da equipa que me tem causado muita estranheza, pelo que estou muito curioso quanto ao fim do prazo de transferências.

    Aceitaria bem a compra do Khalid se tivéssemos ficado sem o Ogushi ou sem o Xandão, caso contrário, parece-me mais do mesmo, o que sem garantir saídas custa muito dinheiro por mês;

    Não compreendo porquê encostar o Ogushi nos jogos em que ele fazia jeito, como na Dinamarca;

    Não percebo a compra do Gelson quando é claro que o Sporting não conta com Carriço para central, sendo assim, o que é o rapaz lá anda a fazer?

    Não percebo o caso Adrien, mas esse tenho esperança que se esclareça p'rá semana.

    Porquê tantos médios e nenhum deles é efectivamente um 10? Ainda que eu ache que o Elias devia jogar aí.

    É incompreensível a compra de Viola, quando não apostamos em Wilson Eduardo, o Sá mandou o Rubio para a "B" e temos largos milhões que se prevêem sejam deitados ao lixo em passes e salários do Pongolle e Bojinov.

    Estou mesmo muito curioso.

    ResponderEliminar
  44. acho agora piada a estes comentarios que proliferam..agora a culpa e dos jogadores, da direccao, o sa pinto e uma vitima no meio disto tudo...neste blogue quase toda a gente ficou euforica com o despedimento de domingos - esse portista malvado- e com a entrada do grande leao sa pinto, treinador de meritos reconhecidos. Logo nessa altura eu disse aqui que sa pinto nao duraria ate dezembro do ano seguinte. Logo na altura eu disse que eramos mestres a dar tiros nos pes. E o problema e que era facil de prever, muito facil...mas ficaram todos contentes com a eliminacao do Man City, e esqueceram-se de todos os jogos miseraveis que fizemos no campeonato, com vitorias sofridas e derrotas horriveis ( setubal e gil vicente )...e depois aquela final do jamor...entretanto este ano ja andavam por aqui a falar na solidez defensiva....eu eu a dizer que bastava um contra ataque bem sucedido da equipa contraria e la iamos nos...passes para o lado e para tras....enfim sporting, nao ha palavras para tanta incompetencia...quero um treinador com curriculum no scp um treinador que nao deixe duvidas...o que paulo bento daria para ter este grupo de jogadores !!!

    ResponderEliminar
  45. Ora então, bom dia a tds...

    Se calhar não se compra nenhum ponta de lança pq ao fim de 3 jogos se não marca é logo um ganda FDP dum FLOP... Ainda hj não sei o que vale o Boji9... Dizem que está sem predisposição para competir, para ser profissional de futebol, mas o q eu vi dele em campo, gostei. Mt melhor que o Ribas, p. e.... Fez uma burrada, pressionado por não estar a conseguir impor-se e/ou a marcar golos, tirou a bola das mãos de Matias, assumiu o risco da marcação de um penalty e, como diz o FCS, no SCP as coisas qd têm q correr mal correm ainda pior q o esperado, falhou. Foi a sentença de morte do búlgaro... Nc mais calçou...

    Álguém já mencionou a ausência de Matias... a pior decisão que me lembro na venda de um jogador. Eu sabia q ia sentir saudades do chileno, não sabia era que ia ser tão depressa e com tanta intensidade. Ainda para mais vendido por dois tostões furados...

    Wolfie está mal, sem confiança, sem sorte, sem jogo, sem qualidade mas isso td não invalida a incompreensão de como é que o plantel, atenção, não é do SCP, é dum clube profissional de futebol, apenas tem um (UM!!!) ponta de lança de raiz. Tal como não se percebe vender o único 10 de raiz sem ter garantido um substituto. Absolutamente incompreensível...

    E continuo a dizer este 4-3-3 de SP continua sem convencer. Mantenho que a posse de bola é um bom principio de jogo, mas não chega, há que ter mt maior dinâmica. A equipa ontem chegou a ter 4 gajos atrás, 1 no meio campo (André Martins) e 5 gajos na frente... Td estático, td parado. Ng se mexia para receber a bola dificultando o passe ao colega que tinha a bola... Isto nem nos matraquilhos.

    ResponderEliminar
  46. MM,

    O titulo, tal como o Virgílio fez o favor de esclarecer, refere-se ao jogo e não ao percurso do Sá Pinto como treinador e é intencionalmente catastrofista.

    A relação que fazes com um post em que me insurjo contra os que já pedem a cabeça de Sá Pinto é obviamente mal intencionada.

    Qualquer treinador erra, o que me deixou preocupado neste jogo foi ver o treinador abdicar do que pareciam ser os seus princípios por uma 1ª parte pouco conseguida para ir em busca de um resultado bombeando bolas para a grande área. É um mau sintoma, que ainda não tinha visto em Sá Pinto.

    De uma primeira parte jogada com demasiada lentidão e com colocação muito equívoca de algumas peças passamos a uma segunda parte em que se destruiu por completo a ligação entre sectores por opção do treinador.

    E se é apenas um mau indicio, que se poderá não voltar a repetir, perder o primeiro jogo do campeonato em casa jogando mal com um adversário inferior, é uma descida aos infernos porque corrói a esperança e desmobiliza muitos adeptos.

    Visigordo,

    É verdade, mas tentar até à exaustão lances de cariz individual, que lhe saíram quase todos mal, alheando-se da equipa, é pouco inteligente. Faz parte do seu crescimento como jogador, e devidamente aconselhado, perceber isso.

    ResponderEliminar
  47. Ora... Bela merda... o Domingos... Haja paciência... Tão bom, tão bom, q ainda ng lhe pegou...

    ResponderEliminar
  48. carvalhal-paulo sergio-domingos-sa pinto.
    que sina a nossa! batemos no fundo.
    nenhum destes 4 percebe minimamente de TACTICA!
    são treinadores da escola que tem mais medo de perder do que vontade de ganhar e sem vontade de ganhar...
    Como já disse dezenas de vezes na epoca anterior, o sporting não pode jogar em casa contra equipas inferiores em um sistema ultra defensivo 4x5x1. é uma vergonha!!!

    ResponderEliminar
  49. Carissimo,

    esse divã?! Que tal ? confortavel?

    ResponderEliminar
  50. Domingos, uma final da Liga Europa, um campeonato decidido na ultima jornada...com o Sp de Braga !!!!! Sa Pinto - uns jogos ganhos com os juniores...Claro que a opcao tinha que ser Sa Pinto mas há duvidas ???????????????? Acordem !!!!Sa pinto nunca sera treinador para o SCP disse-o logo desde o primeiro minuto !!!

    ResponderEliminar
  51. LdA,
    na minha opinião, sim, o Carrillo é um daqueles a quem é necessário dar espaço para errar. Até que em cada duas erradas, passe uma. Ou se possível, uma em uma.
    O resto são coisas para limar nos treinos.
    Se o substituis estás-lhe a passar um sinal de que deve refrear a veia criativa e com isso podes estar a cortar as pernas a muito potencial que me parece existir ali.
    Criatividade aliada a velocidade nem sempre são características fáceis de encontrar no mesmo jogador.
    Além disso, não estou totalmente de acordo contigo quando dizes que é ele que se "alheia da equipa".
    Ao não lhe serem criadas linhas de passe, muitas das vezes não lhe resta outro caminho senão tentar avançar sozinho para cima dos adversários. Ou isso ou então voltar, mais uma vez, com a bola para trás.
    E a meu ver é a aí que reside o maior problema desta equipa, a falta de mobilidade, principalmente do meio-campo. Sem mobilidade, sem se procurar a bola nos espaços vazios, com uma equipa estática em campo, dificilmente se conseguirá dar a volta a isto.

    ResponderEliminar
  52. Na época passada quando vi o Ribas a jogar, ainda percebi menos porque é que o Bojinov foi afastado. O homem errou, merecia uma multa e um aviso sério, mas não foi nada de tão grave que merecesse o degredo para sempre.

    Quanto ao Sá Pinto o que acho que está a acontecer são "dores de crescimento". Quando teve de planear de raiz a época da equipa "A" do Sporting apercebeu-se verdadeiramente dos riscos e do trabalho que tinha pela frente e que nada tem a ver com o desenrascar do final da época passada. Isso leva-o a ser cauteloso em demasia, o que é um erro grave.

    Isso leva-nos a outro ponto, a cristalização do modo de jogar da equipa. Eu não tenho curso de treinador, só mais de vinte anos na bancada, mas não era tempo de começar a criar umas variações e estudar as bolas paradas?

    O nosso jogo é tão previsível, mas tão previsível, que todos os Zé Motas desta vida sabem o que fazer: "querem posse, eles que a tenham, nós entramos para o autocarro e de vez em quando saí um ou dois dos nossos a correr".

    A posse não é (não pode ser) um fim em si mesma e só faz sentido se for no meio campo do adversário (e não no nosso) como meio para criar desequilíbrios ofensivos em jogadas de envolvimento, de modo a permitir a entrada de jogadores na área adversária que rematem (mas que rematem mesmo). Assim se criam situações de sufoco para o adversário que os leva a cometer erros e falhas que levam a que, mais cedo ou mais tarde, o golo surja.

    Para este sistema funcionar é preciso posse e passe em velocidade, o problema é que a nossa posse é muito recuada e lenta, não (im)pressiona ninguém e desgasta/enerva/angustia mais a nossa equipa do que o adversário, ou seja, representa uma menos-valia no nosso jogo.

    Ou seja, a solução ensaiada pode ser esta, mas tem de ser levada à prática de outra forma, sob pena de "matarmos" mais uma oportunidade de fazer de um excelente conjunto de jogadores uma bela equipa.

    Outra coisa que me faz muita confusão é a (pelo menos aparente) displicência no aproveitamento das bolas paradas. Ninguém treina aquilo? Com tanta gente na equipa técnica, alguns deles com aparente erudição técnica-táctica, só lá andam a fazer companhia uns aos outros? Não puseram ninguém durante duas semanas a arquitectar jogadas para a equipa experimentar? É que uma das coisas que mais me irrita é que toda a gente já sabia que íamos jogar contra autocarros, ora as bolas paradas são um óptimo meio de desencarceramento, mas eu não vi nem uma única jogada estudada, nem na pré-época nem nos jogos até agora realizados.

    "So Many Things To Do, So Little Time"...

    ResponderEliminar
  53. Tudo teorias(legítimas)... O problema é que se monta uma equipa para jogar com Real Madrid, Manchester, porcos, lampiões, com 70% de garantia de sucesso. Depois quer-se que a mesma filosofia de jogo sirva para os autocarros. Nada mais errado, na minha opinião. A receita deve ser diferente para o tipo de adversário com que se joga. Não sou encartado(treinador),joguei a bola 10 anos, vejo bola há mais de 40 anos e na minha opinião, Académica, Guimarães, Horsens e Rio Ave têm um denominador comum, (O treinador!) Todos os últimos que passaram por Alvalade não tinham (ou tinham poucos), meios. O Actual tem-nos de sobra, mas não sabe o que fazer com eles. Já nem a motivação tem como arma. É como a história dos 11 amendoins que certa vez o Sr. Paulo Bento contou. Tenho pena que seja assim porque, infelizmente, quem sai prejudicado é sempre o meu SPORTING! SL

    ResponderEliminar
  54. Acabem com o Futebol e vamos dirigir o clube para as modalidades olímpicas, ou seja, o verdadeiro desporto.
    Acabem com essa palhaçada. O futuro não é aí.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (14) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (91) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (2) Bastidores (69) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (62) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (1) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (43) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (2) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (2) play-off (1) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (7) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (4) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)