terça-feira, 29 de novembro de 2011

Obrigado Luis Filipe Vieira!

12:10

Share it Please

Luís Filipe Vieira resolveu dar que fazer  ao seu mastim João Gabriel “o não pensador”. Talvez assim os associados benfiquistas se importem menos com o alto salário que o clube despende mensalmente num activo que, tal como sucede agora no rescaldo do derby, se vê obrigado a inventar factos e a distorcer a realidade para poder aparecer e mostrar trabalho. E, avaliando a súbita diarreia de comunicados, o homem deve ser pago à sílaba. Mas isso é problema deles, who cares?

O esforço para virar o bico ao prego da responsabilidade do sucedido no jogo do passado sábado é meritório mas ineficaz. É cada vez mais evidente que o SLB montou uma estratégia para este derby diferente da que vinha seguindo anteriormente e que começou com a entrevista de Eusébio ao Expresso, onde tentou, de forma ignóbil, atingir o Sporting. Ignóbil pelo acto em si e sobretudo pela forma como usou Eusébio. Esta foi a introdução para a famigerada jaula, que já tanto deu que falar. O empenho em tentar demonstrar que o timing desta manobra é casual não colhe nem junto dos mais ingénuos como é bom de ver. E a hipótese de tudo ter acontecido casualmente é em si tão reprovável caso tenha sido intencional, uma vez que um derby é um jogo que requer particular atenção na sua organização e não experimentalismos de última hora. Esses seriam concebíveis apenas na corrente de ar que Vieira tem entre as orelhas, certamente por ausência de massa cinzenta.

Como é bom de ver a caixa em Portugal só se justifica em jogos grandes e Vieira pensou fazer do Sporting uma cobaia para testar a solução para o jogo de Março quando receber o FCPorto, a quem pensava ser o seu único obstáculo na hegemonia do futebol nacional. E fê-lo pensando ir encontrar um Sporting manso e conformado como ele conheceu nos últimos anos. Não foi isso o que sucedeu nem no relvado nem antes nem depois do jogo nas reacções da direcção do Sporting. Foi até patética a tentativa desesperada de dividir a direcção, tentando isolar Pereira Cristóvão. Tal poderia ter surtido efeito anteriormente mas não agora. Assim como é patética e deselegante a divulgação do e-mail relativo à devolução de bilhetes, tendo inicialmente difundido a ideia de que se tratavam de 1000 quando não chegavam a 50 e a 50€ cada. Só divulga a sua correspondência quem não é educado e sobretudo quem teme pela credibilidade das suas próprias afirmações.

O que Vieira não percebe é que esse é um favor que inadvertidamente, numa espécie de tiro pela culatra, faz a Luis Godinho Lopes. Depois do começo difícil, cheio de divisões internas, esta direcção conseguiu, numa conjuntura desfavorável, reunir um plantel à altura das pretensões do clube e estes fait-divers semearam o terreno para a demonstração final, para dentro e para fora do clube, que o corte com o Sporting manso e quedo é definitivo. Quanto mais procura atingir o Sporting mais forte o torna, pois reforça o clube onde ele não pode ser vulnerável: na frente interna. É essa pelo menos a resposta que se espera dos adeptos, como é bom de ver.

É isso o mais importante da chusma de comunicados do SLB, tal como foram as arbitragens do inicio do ano. É que este Sporting  preocupa os adversários e inimigos (há que distinguir...) como nunca preocupava há muito. E isso é uma boa noticia para o Sporting. Como diz o adágio, só se atiram pedras ás árvores que dão frutos e o frenesim de Vieira, Gabriel e quejandos, é a confirmação que o trabalho que está a fazer em Alvalade estás em vias de produzir resultados. Obrigado Luis Filipe Vieira.

14 Comentários:

  1. Schaars diz hoje, em entrevista, que "... admite estar a viver “uma boa adaptação a um futebol diferente”, reconhecendo algum incómodo com uma imagem de “duro” que começa a persegui-lo. “Não sou duro, mas a verdade é que já vi 5 amarelos e não estava habituado a isso. É, seguramente, por diferente hábito dos árbitros em relação à forma como gosto de jogar. ”

    Pois é, amigo Schaars, tens que te habituar a essa rotina, e não é certamente pela forma de jogar. Que o digam Elias, Carrillo ou Carriço, que não foi por dureza que foram amarelados no último jogo.
    Espero que te tornes maduro, e percebas quem são os duros.
    Comparar Schaars a Javi ou Fernando já não seria justo, porque o holandês nem sequer é médio defensivo, mas estes dois jogadores rivais figuram, respectivamente, no lugar 45º e 136º , enquanto Schaars é o 7º jogador em termos disciplinares.
    Aliás, nessa lista, não aparece nenhum jogador encarnado nos 40 primeiros, pelo que percebemos logo de que lado estão os duros.
    É óbvio que as equipas mais representadas são as da parte baixa da tabela classificativa, mais vocacionadas para defender ...e o Sporting.
    Rinaudo deve estar blindado no departamento médico, pois se calha passar algum árbitro por lá, certamente não escaparia a mais algum cartão...nem que fosse o da ADSE.

    VEJAM BEM A DIFERÊNÇA DE TRATAMENTO DADO PELAS BESTAS NEGRAS AO slb e ao NOSSO SPORTING..

    ResponderEliminar
  2. Houve granel nos túneis e nos balneários do galinheiro, como começa a ser habitual.

    Desta vez, ESTÃO TRAMADOS! O velho e guerreiro Sporting regressou ao ring!

    Mas, enquanto aguardamos pela divulgação desse grave episódio em que o presidente vieira esteve envolvido, EXORTO TODOS OS SPORTINGUISTAS A RECUPERAREM OUTRAS GRAVAÇÕES E A DIVULGAREM-NAS NA INTERNET, NAS REDES SOCIAIS, NA BLOGOESFERA, ETC. E QUE GRAVAÇÕES SÃO ESSAS?

    ESCUTAS NO YOUTUBE - NO ÂMBITO DO PROCESSO APITO DOURADO - EM QUE EM PLENA INVESTIGAÇÃO POLICIAL, POR SUSPEITA DE CORRUPÇÃO E TRÁFICO DE INFLUÊNCIAS, UM TAL DE LFV, É APANHADO NAS ESCUTAS!!!

    ESPALHEM E DIVULGUEM OS LINKS ASAP POR TODO O CIBERESPAÇO PARA QUE NINGUÉM SE ESQUEÇA DE QUE É FEITO AQUELE MONTE DE ESTERCO.

    DEUS NÃO DORME, PRINCIPALMENTE QUANDO... O SPORTING ESTÁ DE VOLTA!

    ResponderEliminar
  3. Leão de Alvalade,

    "O que Vieira não percebe é que esse é um favor que inadvertidamente, numa espécie de tiro pela culatra, faz a Luis Godinho Lopes. Depois do começo difícil, cheio de divisões internas, esta direcção conseguiu, numa conjuntura desfavorável, reunir um plantel à altura das pretensões do clube e estes fait-divers semearam o terreno para a demonstração final, para dentro e para fora do clube, que o corte com o Sporting manso e quedo é definitivo. Quanto mais procura atingir o Sporting mais forte o torna, pois reforça o clube onde ele não pode ser vulnerável: na frente interna. É essa pelo menos a resposta que se espera dos adeptos, como é bom de ver."

    Concordo em absoluto e testemunhei isso nas viagens da comitiva verde e branca entre Alvalade e a Luz. Por mais do que uma vez ouvi comentários do tipo: "não votei no Godinho Lopes, achava que ia acabar com o Sporting, mas tenho de dar o braço a torcer, está a fazer um bom trabalho".

    O Sporting está de volta e está unido!!

    ResponderEliminar
  4. clubismos à parte (e estas lutas não passam disso), esse João Gabriel é sem duvida um dos individuos mais broeiros e azeiteiros que por aí passou, como é que um gajo desses ocupa um lugar tão importante? é um mistério sinceramente.

    ResponderEliminar
  5. João F,

    Como é que o Gabriel (versão mais feminina da Leonor Pinhão) tem um lugar tão importante?
    Eu acho que, tendo em contas as vezes que ele falou em público, está perfeitamente enquadrado com o clube que LFV está a criar.

    É pena, porque o Benfica nem sempre foi assim.

    Vieira é igual a Pinto da Costa. Não quer impor o seu estílo. Quer usar o mesmo estilo.

    ResponderEliminar
  6. Cantinho do Morais,

    Sabes qual é a única diferença entre LFV e PdC? É o nº de anos que estão ligados ao dirigismo dum clube grande.

    ResponderEliminar
  7. Concordo em absoluto, brilhante texto.
    Os avermelhados pensavam que o Sporting ainda era corno manso que se rebaixava perante as evidencias mas este ano saiu-lhe o tiro pela culatra. De hoje em diante, se querem guerra, guerra terão. Pois somos sportinguistas, não somos santos…e o Sporting está de volta!!!

    EM CIMA DELES SPORTING!

    ResponderEliminar
  8. Meu caro estivesse o Sporting atento e publicaria este seu brilhante texto no jornal do clube. O Sporting está de volta e isso custa-lhes muito.

    Ivo Correia

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  10. Podiam se faz favor linkar o meu blog?
    Fica aqui o link: sportings.blogspot.com

    O vosso "ANortedeAlvalade" já está.

    SL

    ResponderEliminar
  11. Chamar zona de conforto à gaiola, é o mesmo que os nazis faziam, ao chamar balneários ás câmaras de gás.

    ResponderEliminar
  12. LdA:

    A imagem está impagável!!! O pior é q corresponde à realidade do país desportivo... Pelo tom da notícia da rádio a nossa amiga LFPF já se prepara para interditar o estádio de Alvalade... Vai uma apostinha? :)


    "... ao seu mastim do João Gabriel o 'não pensador'" LOL


    Concordo com o teor do post... Eu bem dizia que esta trapaça lampiã, só serviria para nos unir ainda mais, independentemente do resultado q se verificasse no final do jogo da 'gaiola'...

    Excelente prosa,

    Abraço.

    ResponderEliminar
  13. Mike,

    Nem mais. E Vieira só é presidente do Benfica porque este era o estava mais à mão. Se fosse um dos outros dois o mais permeável, na altura, ele ia para lá. Escolheu o Benfica. Vê lá o amor que o tem ao clube...

    ResponderEliminar
  14. O LADRÃO DOS PNEUS VINDOS DA COLÓMBIA tb ROUBOU O SLB..VEJAM MAIS ESTE ROUBO....Já vimos em vários estádios adeptos de diversas equipas a partir cadeiras e a atirá-las. Uma prática que, naturalmente, condeno. Mas nunca tinha visto cadeiras queimadas. Não acredito na intencionlidade dos adeptos leoninos, mas houve um acidente que levou a que várias cadeiras ficassem queimadas.

    Algo de estranho. E porquê? Para quem não sabe, nos protocolos de construção dos novos estádios portugueses, as cadeiras deveriam ser anti-inflamáveis. O preço delas é 65 euros por unidade, enquanto as que são inflamáveis custam apenas 22 euros.

    Como as cadeiras arderam, ficámos a saber que não eram anti-inflamáveis. Logo, para lá da violação de uma questão de segurança, em termos de custos, o Benfica poupou ou "encobriu" (faço as contas simples de 40 euros vezes 60 mil lugares) 2,4 milhões de euros. Quer o sr. Luis Filipe Vieira explicar?

    ResponderEliminar

Reservado o direito de admissão.(links também)
Comentários com insultos entre comentadores não serão tolerados