segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

E agora Domingos?

O futebol é o momento e o lugar comum que a frase representa adequa-se como uma luva ao momento do Sporting. Nos últimos 5 jogos para a Liga Zon/Sagres o Sporting conseguiu apenas 5 pontos em 15 possíveis. Conseguir apenas um terço da pontuação em disputa atirou a equipa para o 4º lugar deitando fora uma recuperação galvanizante e elogiada por muitos. Talvez muitos dos que agora se aprestam a dizer que está tudo mal.

No futebol, como em quase tudo na vida, num mundo cada vez mais mediatizado imediatizado, o que conta é como acaba e, para o Sporting, a 1ª volta acaba no 4º lugar, com a equipa a descer de produção, perdida nas suas melhores referências, que a levaram a ser considerada como uma séria candidata ao título. Por isso o que se ouvirá nos próximos dias até à exaustão é que o Sporting de Domingos, e depois de um avultado investimento e possuindo muito mais valor no seu plantel tem exactamente os mesmos pontos que o de Paulo Sérgio, Injusto, se atendermos o que foi a época passada e o que estava a ser a presente, mas uma verdade que os números não deixam desmentir.

Haverá com toda a certeza muitas explicações para a revisitação dos nossos piores momentos e fantasmas. Não me parece que ela resida apenas na explicação dada por Domingos, ao apontar o dedo ao sub-rendimento de alguns jogadores. Como responsável principal da equipa e como ex-atleta Domingos tem de se desviar do comportamento do comum adepto que, em norma, selecciona alguns para expiar a culpa que deve ser repartida por vários e da qual o treinador dificilmente se consegue eximir. Domingos terá pois que perceber porque não rendem tanto como gostariam alguns dos jogadores que aponta sem nomear, ciente que estará que não há jogador que jogue mal porque quer ou porque sim. Assim como deve reflectir sobre as suas decisões, não só pelos maus resultados, mas por serem reveladores de algum desnorte perante adversidades indiscutíveis, mas que têm de ser encaradas como normais no decurso de uma época.

Faz pouco sentido resgatar Renato Neto para o atirar tão rapidamente para a titularidade – ainda por cima no clássico – e daí para a bancada, quando a solução estava em Schaars, como ontem se viu. Ou jogar com o Braga com Evaldo e Insua e, na substituição, optar por deixar ficar o primeiro em campo em detrimento do argentino. Preferir Ribas a Bojinov para durante o jogo voltar atrás. Não ter acautelado um modelo de jogo alternativo e sobretudo ter desistido daquelas que foram as melhores indicações da equipa no inicio da época ao que parece “apenas” por maus resultados. Sendo verdade que o jogo de estreia em Alvalade foi traumatizante é também verdade que jogos como contra a Juventus e a Olhanense, este já para o campeonato, espelhavam princípios que nos pareciam ser os mais indicados para uma equipa com as nossas pretensões: equipa compacta, com proximidade entre sectores, pressão alta, recuperação agressiva da bola, tudo características que fomos perdendo jogo a jogo, como quem, numa hemorragia, vai perdendo as suas forças até à anemia.

Ao contrário do que parece, não creio que a equipa esteja mal preparada fisicamente, antes sim me parece esgotada psicologicamente por não conseguir resolver os problemas que, logo no inicio do jogo os adversários lhe colocam. Ao contrário do que certamente muitos “descobriram” ontem, ou à medida que os maus resultados foram aparecendo, o Sporting não fez tudo mal ao preparar a presente época. Como fui dizendo ao longo dos últimos tempos, e foi reconhecido por muitos, foi até surpreendente que o clube, na actual conjuntura conseguisse reunir os atletas que fazem parte do actual plantel, pelo seu valor individual e humano e conseguisse contratar o treinador que contratou. Isso não muda por causa da terrível sequência de resultados. Ainda ontem Luis Duque deixou um sinal inequívoco de que para o bem e para o mal, há gente em Alvalade que assume as responsabilidades pelas suas decisões. Assim o saibam fazer também os adeptos.

A época ainda não terminou e dela tem que se fazer a ponte para o futuro. Esse sempre me pareceu o objectivo primordial para 2011/12 e esse objectivo parece-me intacto. É por isso importante a forma como terminará esta época e não apenas o campeonato, ou a a 1º volta deste. Para que a transição se faça com ganhos são imprescindíveis resultados, obviamente. E esses terão que ser o 3º lugar a uma distância “saudável” dos lugares da frente, a Taça tornou-se obrigatória face às circunstâncias e a Taça da Liga, face à possibilidade dada pelo sorteio de ganhar uma competição de forma directa a um dos rivais, ganhou relevo também. 

A bola está do lado do treinador e da sua equipa, mais do que nunca.

16 comentários:

  1. Caro LdA,

    Boa leitura do actual momento.

    Apesar de não o esperar, a verdade é que Domingos esteve ao nível de Paulo Sérgio nos dois últimos jogos (Nacional e Braga), lançando jogadores regressados de lesões e fora de forma no lugar de quem dava maiories garantias , tendo opções tácticas que depois o obrigam a regressar aos esquemas iniciais que lhe deram resultados.

    Claramente não tem plano B para esta equipa e quando o procura faz literalmente merda.
    Os planos B testam-se nos treinos e não nos jogos a sério.

    Isto já para não falar da retirada de confiança a certos jogadores, os mesmos que o ajudaram a recuperar do início do comprometedor início de campeonato e a galvanizar os adeptos (Capel, Polga, e em certa medida Carrillo).

    Sempre o disse, não esperava ganhar o campeonato depois da revolução operada.
    É claramente um ano de transição.

    O que espero sim, é bom futebol e luta jogo após jogo pela vitória.
    Esse bom futebol, que já foi praticado em Alvalade esta época, está a desaparecer gradualmente para dar lugar a um futebol desgarrado parecido com de Pal Serge...

    Domingos, masi que a equipa ou jogadores, está neste momento a desbaratar todo o capital de apoio dos adeptos e respeito dos adversários.
    Cabe-lhe a ele mudar a imagem negativa e de incapacidade que começa a construir à sua volta.

    SL
    José

    ResponderEliminar
  2. Interessante...ontem no decorrer do jogo, dei por mim a pensar q quando estava no Braga, Domingos teve um período menos bom o q fez com q o presidente do Braga, azeiteiro de profissão, fosse logo contratar o actual treinador das suas hostes ao Beira Mar. Como resposta, Domingos, espevitou a equipe, e voltou aos bons resultados, para sair em grande. Não me parece q o mesmo suceda aqui no SCP. Domingos parece-me mais perdido e desesperado q os jogadores, e isso é contagioso. Dar a braçadeira de capitão a um individuo truculento e instável como o João Pereira, pareceu-me um erro de palmatória. A ideia q transmite, nas convocatórias, é a de q não sabe mais o q fazer. O insistir no mesmo tipo de jogo, é sintoma de aridez táctica nas suas opções de sistema. É triste para nós, q pensávamos q as cenas das épocas anteriores não se iriam repetir. E realmente a pergunta q devemos fazer, é : "E agora Domingos"...nunca mais teremos uma segunda feira alegre ?

    ResponderEliminar
  3. A culpa nos momentos maus é sempre do treinador, é assim, vai ser sempre assim. Uma das razões para ser assim é que nos momentos bons há muita gente para receber louros e nos maus há um deserto à volta do treinador. Faz parte da profissão.

    Ontem o Sporting não jogou mal, aliás foi um bom jogo de futebol, onde ambas as equipas só conseguiram marcar em erros defensivos.

    Os nossos erros são escabrosos, podem em grande medida ser atribuidos individualmente a diversos jogadores, o erro do treinador aqui foi só de os ter colocado em campo.

    O erro de Domingos não é esse, é colectivo, independentemente de quem joga, a equipa esteve muito melhor ontem, portanto para mim é para manter este desenho com dois pivos e Matias avançado no terreno.

    A nossa espiral negativa vem da sua lesão onde perdemos e só agora começamos a recuperar criatividade no meio campo ofensivo. Houve maior posse e essa posse foi em terrenos mais avançados.

    Se Domingos resistir à tentação de voltar a alterar, quinta-feira dá confiança e estabilidade a este modelo e arrasa o Moreirense.

    O meu conselho, tentando responder à pergunta do momento (E agora Domingos?) era, mantém este desenho e dá confiança ao teu grupo.

    ResponderEliminar
  4. Eu estou por tudo.
    Estou-me pouco a importar se a táctica é dada pela Maya ou a palestra é dada pelo prof.Karamba.
    Eu QUERO É ALGUÉM QUE NÃO INVENTE!
    Basta isso.
    A equipa de ontem é de ir as lágrimas.
    As substituições nem tenho palavras.
    A perder 2-0 e tirar um homem da frente...para por outro é um must.
    Tirar o Insúa para deixar lá o Evaldo...epá...nem o Pal Serge...

    ResponderEliminar
  5. Nós somos fodidos!

    Equiparar esta equipa à do ano passado é uma manobra mediática óbvia que apenas tem por objectivo criar um clima de desconfiança em torno de Domingos... (aliás, se Domingos saísse agora ía como um foguete para o Porto...)

    O Sporting esteve de coma meus amigos... e ninguém recupera assim tão rápido.

    Acho que o Domingos ainda nos vai dar muitas alegrias.

    ResponderEliminar
  6. VPmartins e José, de acordo com a generalidade das vossas ideias.

    LMGM, o post era num sentido mais lato que o jogo de ontem. Mas do jogo de ontem fica a ideia, tendo lá estado, que não merecíamos mais do que o empate. Ante o Braga temos que fazer mais do que fizemos no ataque e estamos obrigados a não dar as abébias que demos a defender e não apenas nos golos.

    Não será por acaso que mudando os jogadores os erros continuam mais ou menos os mesmos na defesa (Rodriguez fartou-se de entregar bolas "à Polga" e estar Wolfs, Ribas ou Bojinov vai dar quase ao mesmo, se nao forem servidos como deve ser).

    O problema continua a não ser tanto jogarmos em 4x3x3 ou 4x2x3x1 mas antes na distância entre jogadores e sectores, falta de linhas de passe para o portador da bola. É assim que quando perdemos a bola rapidamente o Braga a punha na frente com perigo e foi assim que perdemos grande parte dos ataques por não ter a quem passar a bola.

    ResponderEliminar
  7. Eu percebi o sentido do teu post, por isso terminei com um desejo para o futuro. Não me interessa para nada o jogo de ontem, só me interessa o próximo.

    Tacticamente talvez até tenha sido um erro alterar ontem porque o Braga não joga com autocarros à la Nacional. Mas acredito que aquela é a táctica correcta para vencer a maioria dos jogos onde temos tido problemas.

    Rodriguez aos dez minutos já tinha falhado mais passes, na saida da defesa para o ataque que Polga no jogo anterior, por acaso nenhum deu golo... até ao lance do 1º golo que vem de mais uma perda de bola dele.

    Vem isto provar que o problema, não é Polga ou Rodriguez, são as poucas opções que têm para sair e que dão origem a passes de risco elevado. Na maioria do tempo a saida defensiva melhorou, houve menos passes longos, a bola era transportada diferencialmente pelos flancos ou pelo centro. Houve melhoria do jogo.

    Por mim para os próximos jogos (enquanto não há Rinaudo) é para manter.

    ResponderEliminar
  8. Existe uma grande diferença entre a equipa deste ano e a do ano passado, se tal não fosse verdade a dimensão do apoio e a esperança que todos temos na actual equipa seria sido idêntica, ou seja seria nula. Tal não é o caso e o que neste momento estamos a discutir é o porque não rendemos mais.

    Desde de antes do fecho da equipa no fim do verão passado que se discutem 3 posições chave na equipa- 1 defesa central, 1 avançado e um médio.

    Durante a primeira parte da época tivemos a agradável surpresa do Wolfswinkel, o que permitiu disfarçar essa lacuna, mas na medida em que o fulgor deste jogador foi desaparecendo assim também o foi o da equipa.
    Agora que não pode jogar o descalabro é total. Ontem não se percebeu nem se poderia perceber o quanto vale o Ribas, mas 2 comentários são possíveis - o Bojinov nada a crescenta e deve ser despachado quanto antes e de facto confirmou-se a absoluta necessidade de um 2 avançado, sendo que a contratação apenas na reabertura do mercado peca por tardia.

    No caso do defesa central, também as exibições melhores do Polga permitiram disfarçar o problema, mas quando este voltou ao nível exibicional anterior logo verificámos a imensa lacuna que tinhamos neste sector.
    Duas notas, o Rodriguez é uma compra de dificil compreensão, especialmente se verificarmos o tempo de paragem. Ninguém fala, mas o 2 golo do Braga resulta de uma falha inacreditável d Rodriguez, ao nível das falhas não perdoadas ao Polga e isto revela bem aquilo que temos neste sector.

    Como médio o Rinaudo é uma força da natureza, a sua substitução passa por uma adaptação do modelo de jogo, não o ver não abona o Domingos.

    Finalmente, porque não nos devemos esquecer, no início do campeonato perdemos 7 pontos cruciais, muito resultantes da utilização de jogadores que já saíram, sem qualquer lucro para o Sporting e que por isso mesmo torna a opção pelos mesmos inexplicável.

    Os pontos perdidos nesses jogos é que são decisivos agora, porque perder com o Braga em Braga ou empatar com o Porto são resultados mais normais.



    SL

    ResponderEliminar
  9. Há uma grande diferença entre esta equipa e a do ano passado. Há 1 ano estavamos a desejar que a direção, treinador e jogadores se fossem embora. Hoje queremos a direção, treinador e jogadores todos cá.

    A direção fez um otimo trabalho na construção da equipa, ninguem pode apontar um dedo a eles sobre isso. Fez um otimo trabalho a trazer os sócios de novo ao estádio e promoção dos nucleos.

    Domingos tem agora que provar que tem unhas para trabalhar no SCP.

    ResponderEliminar
  10. Lembrar que o Insua tinha amarelo e o Evaldo, não...
    Não estou a defender a opção, mas num jogo em que Insua esteve apagado, este pormaior certamente que ajudou à decisão...

    SL
    saint

    ResponderEliminar
  11. Umas das melhores opções foi colocar a bracadeira no joão.
    Não á mmilagres, como se quer rotinas se sistematicamente á jogadores lesionados.
    Só se sabe se determinado sistema funciona após o colocar em teste, agora pode-se discutir se foi ou não altura para isso, mas como não existia outra opção, não se pode discutir muito, né? Agora nós somos assim, vamos do 8 para o 80 rapidamente.

    ResponderEliminar
  12. Como sempre nestes casos procura-se responder com a troca de a por b.
    Volto a dizer, enquanto Schars e Elias tiveram Rinaudo nas costas, pressionavam os adversários e recuperavam imensas bolas no campo adversário.
    Sem Rinaudo, quer Elias e Schars perderam muita liberdade.
    O eclipse de Elias tem sido muito estranho para mim, tem desaparecido do jogo da equipa.
    O Domingos ainda não tinha treinado uma equipa grande e todos sabemos como o Sporting é um clube especial.
    O factor psicológico é fundamental as vitorias moralizam, as derrotas lançam as equipas no fosso.
    Todos estes empates tiraram confiança à equipa, Ricky deixou de marcar, Capel já não faz a diferença, Polga que estava intransponível voltou a falhar.
    Os adeptos pedem mudanças na equipa mas entram outros e cometem os mesmos erros.
    O que mais me preocupa é a falta de intensidade do jogo do Sporting, falta de garra, perder as segundas bolas, perder os duelos, isso sim é preocupante, porque só uma equipa com vontade por dar a volta ao texto.
    Domingos tem que demonstrar que confia nos jogadores e manter um onze base mais ou menos estável, independentemente dos resultados, porque se começar a mudar tudo cada vez que não ganha, dificilmente os jogadores terão estabilidade para produzir o seu futebol.
    Não vale a pena querer mudar de técnico, de jogadores e de direcção todos os seis meses, sem o mínimo de estabilidade nunca haverá resultados.
    Como todos os sportinguistas estou desiludido, mas quero acreditar que todos juntos vamos dar a volta a este momento menos bom.

    ResponderEliminar
  13. Boas pessoal EU Concordo k ha mt coisa k nao est a bem, mas ontem o k vimos foi um bom jg e boa atitude d ekipa k tomou contact d jg foi ma is perigosa mas voltou a cometer erros k Sao imperdoaveis veja se is golos d brag a do is erros in

    fantis d defesa d sporting...e is so no e totalmente culpa d domingos, como TB naoo e certamente o falhar go Los d baliza aberta como n jg da taça..agora dei he tempo e Amos apoiar k acredito k venhamos a her ma is alegrias k tristexas num passado recente for am alns sportinguistas k estragaram o clube ...Amos sporting.

    ResponderEliminar
  14. Desculpem mas o teclado est a marado...força sporting..jl76

    ResponderEliminar
  15. Malta:

    Tb sou da opinião que apesar da derrota, provocada muito pela displicência e erros de palmatória defensivos, o SCP mostrou algumas (mt ligeiras) melhoras com o posicionamento de Mat14s a 10 e o recuo de Schaars e Elias. Como referi na crónica ao jogo de ontem, já se viram alguns passes verticais (vide jogada de combinação entre Schaars e Matias na despedida para o intervalo) e tentativa de sair a jogar mais pelo meio. O problema é que foi o primeiro jogo, tentou-se ainda com pc frequência e qualidade... e as 'peças'continuam mt afastadas entre si para poder jogar mais apoiado (bem visto LdA).

    Por isso, eu que apoiava esta alteração táctica, não vou desdenhá-la ao fim de um resultado negativo... e logo após a primeira tentativa. Quinta-feira mantinha exactamente a mesma disposição táctica e deixava-me de castigos individuais. Não percebi a saída de Polga... Acho inclusivamente injusta, uma vez que sofreu na pele ao primeiro falhanço. Antes já Onyewu, p. e., tinha sofrido o msm castigo(remember Valencia?). Não pode ser... isso é uma machadada na confiança dos jogadores com óbvios reflexos colectivos. Mudam-se as peças mas mantêm-se os erros (bem visto outra vez, LdA). À atenção do mister...

    SL!

    ResponderEliminar
  16. A comparação com Paulo Sergio é inevitável. O mesmo nº de vitorias, empates e derrotas é, tão somente, a constatação de um facto!
    Mas há uma grande diferença que importa recordar: este ano já vimos o que esta equipa vale, o que estes jogadores valem, o que vale um bom espirito de grupo e um objectivo comum, o que vale a qualidade individual aliada à qualidade colectiva. Esta equipa e treinador valem muito mais do que as prestações actuais demonstram.
    Eu já vi bom futebol este ano (não tenho memória curta), já vi optimo futebol, fascinante e empolgante. Já vi o scp dar 6 golos num jogo, 3 noutros e dominar por completo até ao instante final. Vi como se bateu igual para igual na Luz (se não superior em vários momentos do jogo).
    Já vi tudo isto e portanto sei do que eles são capazes! Consequentemente,
    a desilusão pelos últimos jogos pouco conseguidos é inevitável. O porquê será dificil de explicar havendo várias condicionantes associadas. Interessa quebrar rapidamente este ciclo que traz consigo a possibilidade de graves "danos psicologicos" nesta equipa.
    Quanto a mim a bola está, de facto, nas mãos de Domingos. Tem a direcção consigo e, neste momento, cabe sobretudo a ele voltar a colocar a equipa no lugar onde ela merece estar e voltar a trazer o futebol entusiasmante que conseguiu demonstrar durante várias semanas consecutivas!

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)