segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Visão do "Lateral Esquerdo"


Importa referir, que as ideias que procuraremos transmitir são, essencialmente, fruto de percepções próprias de quem não convive, diariamente, com a realidade leonina (isto é, não vemos os treinos, e não conhecemos a personalidade de treinadores e jogadores). Pelo que, as próximas linhas, são passíveis de serem injustas para os agentes desportivos a quem nos referiremos.

Parece-nos que os principais problemas surgiram desde logo, na construção do plantel. É impossível não referir que nos fez imensa confusão, a opção por não reforçar as laterais da defesa. Desde o término da temporada passada que nos pareceu que só com dois defesas laterais, de nível superior, o Sporting poderia dar um salto em termos qualitativos. O deterioramento das capacidades físicas de Polga tem condicionado em demasia o jogo da equipa. Porém, aceita-se que tal, poderia ser complicado de pressupor. Nesse sentido, aceita-se perfeitamente, a não procura por um novo defesa central, no mercado. Até porque, há mais jovens a crescer, que dentro de algum tempo, poderão ter uma afirmação semelhante à do enorme Daniel Carriço.

O meio campo é, claramente, o ponto forte desta equipa. Há boas soluções para todas as posições (mais de uma para cada posição). A contratação de Matias, não parecia prioritária (Romagnoli é um excelente jogador). Contudo, o chileno é um jogador soberbo. Uma mais valia em qualquer equipa. Pelo que, um excelente negócio. É inegável que a lesão de Marat Izmailov prejudicou gravemente, o início da época. O russo é o melhor jogador do Sporting, e obviamente, dos melhores da Liga.

No ataque, Liedson é um finalizador exímio. Porventura, o único valor, totalmente, seguro do ataque. Postiga tem imensas qualidades (muito inteligente a movimentar-se, boa técnica e sempre disponível para contribuir com algo de positivo para o colectivo), mas peca em demasia na finalização. Yannick tem o condão de agitar cada jogo em que participa. Parece ser o antídoto para os momentos em que os jogos tendem a caminhar para o marasmo. A sua capacidade técnica é lastimável, pelo que, geralmente, tudo o que de bom constroí, acaba por destruir. Parece-nos que (até prova em contrário) o melhor avançado para acompanhar Liedson, seria Vukcevic. Angulo e Caicedo parecem contratações estéreis. O dinheiro investido nos seus salários, provavelmente, teria dado para reforçar as laterais.

A qualidade do jogo não reflecte, nem por sombras, a qualidade da equipa. No plano ofensivo, para uma equipa com um meio campo tão talentoso, a opção por sair a jogar, demasiadas vezes, em futebol directo, é lastimável. Com jogadores como Miguel Veloso, Moutinho, Pereirinha e sobretudo Matias, há todas as condições para se jogar um futebol apoiado. Progredir no terreno com paciência, fazendo-o através de troca de bola constante, explorando todos os corredores. Ir aos corredores laterais, voltar ao meio, e esperar pelos espaços criados. Por vezes, parece que a equipa está limitada pelo tempo. Joga como se tivesse no último minuto de cada partida. Recorre demasiado ao passe longo. Denota demasiada pressa em chegar à grande área adversária. Seria incrivelmente mais atractivo e mais eficaz, colocar Matias a vir receber a bola, uns metros mais atrás, e ir progredindo com passes seguros. Tal como está, não é Matias que não aparece no jogo. É o jogo que não aparece no chileno. Um talento incrível, acabará a ser criticado, por um problema colectivo (semelhante ao vivido por Aimar na temporada transacta). Sem bola, a equipa não consegue ser pressionante. A lentidão de quase todos os defesas do Sporting, obriga a que a linha defensiva seja forçada a recuar alguns metros, por forma a não se expor à profundidade do adversário. Tal facto não seria um problema, se os médios recuassem um pouco mais e jogassem mais próximo dos defesas. Quando Vuk está em campo (como médio), tal nunca sucede. É nossa crença que o montenegrino, que poderia ser uma opção fantástica como avançado, condiciona de forma negativa o colectivo. Izmailov é de uma importância extrema.
O incessante recurso ao passe longo, quando em situação ofensiva, e a incapacidade para colocar pressão sobre o portador da bola adversário (mesmo no meio campo defensivo), aquando do momento defensivo, são os traços que mais incomodam no futebol do Sporting. Acrescentar também, que é difícil para nós, aceitarmos como única justificação para as dificuldades nas bolas paradas, os centímetros do onze inicial. Mais que um problema de altura, parece-nos que não há uma correcta definição dos comportamentos a adoptar nestes momentos. Exemplo: no golo do FC Porto, Falcao nem precisou de saltar (e estava na pequena área). Nestas situações, a equipa limita-se a tecer marcações individuais. Facto com o qual não concordamos. Se o problema é a altura, então, menos sentido fará, criar situações de 1x1 em toda a grande área, porque os mais baixos estarão sempre em desvantagem. Quem marca de forma individual, está onde o adversário quer que esteja. Isto é, é fácil planear os cantos e livres laterais contra o Sporting. Colocam-se X jogadores a desmarcarem-se para bem longe da zona onde se pretende colocar a bola (arrastando consigo inúmeros jogadores do Sporting), e cria-se em determinado espaço, uma situação de 1x1, com o melhor cabeceador da equipa. (Foi o que Jesualdo fez. Com os resultados que se conhecem). Ou seja, uma situação clara de vantagem para quem ataca.

Não duvidamos da competência de Paulo Bento. Porém, verificamos que demasiadas vezes, jogadores diferentes, tomam opções diferentes, em situações idênticas. É nossa crença que se tal sucede, é porque não há ideias definidas sobre os comportamentos a adoptar em campo, em cada instante (tal é passível de ser treinado). A responsabilidade é, naturalmente, do treinador. Ou porque ele próprio não tem as ideias bem definidas, ou porque se as tem, não tem sido capaz de as transmitir. A opção (que abominamos) por um futebol mais directo, tem também em Paulo Bento o maior responsável. Ou porque não se treina as saídas para o ataque, ou porque aquela é uma situação pre-definida (com a qual, obviamente não podemos concordar. Até porque, não aproveitar o talento que abunda no meio campo, na fase de construção de jogo ofensivo é, no mínimo, abusivo). Também na má definição das bolas paradas (essencialmente as defensivas), nos parece que Paulo Bento tem inúmeras responsabilidades. Se a equipa é mais baixa, impõe-se uma defesa à zona, ou mista (algumas zonas fulcrais preenchidas, em conjunto com marcações individuais aos mais perigosos jogadores adversários). Custa a crer que após tantos golos sofridos da mesma forma, não se verifique, sequer, uma tentativa de correcção dessas situações.

Perante o contexto actual, e apesar de lhe reconhecermos qualidades, Paulo Bento não parece poder fazer parte da solução. Nota-se uma certa apatia entre os jogadores. São quatro anos, sempre com a mesma vivência. Poderá a motivação manter-se elevada em tal cenário? Não cremos.

Contudo, trocar Paulo Bento, por qualquer outro treinador português não irá melhorar o rendimento colectivo (para além do impacto inicial, que sempre sucede). Portugueses, só nos revemos (tacticamente) em Jesualdo Ferreira, José Mourinho e Jorge Jesus. Mas, há imensos treinadores franceses e italianos, que poderiam incrementar, de sobremaneira o futebol produzido. E como não aceitamos que nos digam que, jogando bem não se está mais próximo da vitória..."

PS: Este artigo foi escrito em exclusivo para o "ANortedeAlvalade" pelos editores do blogue "Lateral Esquerdo", um blogue onde o futebol é muito bem tratado. Não sendo um blogue do Sporting, este é um contributo externo à discussão que agora aqui se inicia.

16 comentários:

  1. Antes de mais, e julgo não estar a exceder a minha parca autoridade, obrigado por terem aceite o nosso convite.

    Concordo com muito do que está descrito no post, a começar pela composição do plantel. É notório para todos, menos PB?, que a maior carência é a ausência de laterais em condições, especialmente para jogar na táctica escolhida.

    De seguida, estou também de acordo que o meio-campo é o nosso ponto mais forte e com mais soluções. É inacreditável, e deveria ser inconcebível, que um meio-campo com este talento e potencial, não jogue um futebol apoiado. E ao jogar assim, poderá acontecer ao Matías o mesmo que aconteceu ao Romagnoli - não participa no jogo, não decide, começa a ser preterido e criticado. Não são os adeptos que têm expectativas demasiado altas ou falta de paciência; é o tipo de jogo que temos que "matará" Matías como o fez anteriormente a Romagnoli.

    Quanto ao ataque nada a acrescentar. As contratações de Caicedo e Angulo nada trouxeram de novo. No que toca ao timing da contratação de Angulo, é difícil de compreender como é que um jogador que se encontrava livre, que era o desejado para substituir o Izmailov - que por sua vez se encontrava lesionado já há algum tempo - chega no fim do prazo de inscrições. O que é que objectivamente atrasou esta contratação? Para mim, foi uma fuga para a frente, uma contratação para apaziguar e que esteve longe de surtir o efeito desejado.
    De Caicedo nada espero. O que vi dele no Man City leva-me a ter esta opinião e se for contrariado, tanto melhor pois quem ganha é o SCP.
    Ora como ainda estou à espera que o Djaló exploda, e neste caso começo a desejar cada vez mais que literalmente, já estou sentado que é para não me cansar.
    Postiga é um jogador inteligente mas infelizmente para a posição que desempenha, muito perdulário. E nota-se que cada vez mais é um dos alvos do público. Tendo em conta o investimento, e uma mais que provável inexistente mais valia futura, o SCP terá feito um péssimo negócio. Eu gosto do Postiga e espero sinceramente que comece a acertar com a baliza. A bem de todos, especialmente do SCP.


    As bolas paradas, sejam ofensivas ou defensivas, só ilustram quão deficitário é o trabalho realizado neste aspecto por Paulo Bento. E o mais enervante, como é dito no post, é ver uma total ausência de vontade em inverter o rumo dos acontecimentos.

    Para concluir, porque já vai longo este comentário, porque é que não consideraram o Manuel Machado como opção? Terá ele menos qualidade que JF ou JJ? O seu trabalho, principalmente no Nacional, onde o ano passado com uma equipa nova conseguiu ficar à frente do Especial Dois, tem sido meritório. Além disso, as suas equipas costumam jogar bem.

    SL

    PS: Que falta nos dava um lateral esquerdo. Ou dois.

    ResponderEliminar
  2. Desde já agradeço aos editores do lateral esquerdo a sua preciosa colaboração.

    Muito bom post. Muito completo, já que concentra as principais lacunas do futebol que o SCP produz. Não tenho a capacidade de análise, nem a prodigiosa paciência do pessoal do ‘Lateral esquerdo’ que esmiúça (palavra agora na moda) muitas situações de jogo ao pormenor. Ler é sp um prazer, mas produzir textos como este post é sempre muito mais complicado… De qlq forma cá vai a minha opinião: concordo com o diagnóstico feito, até porque cada um de nós ia identificando, individualmente, muitos dos defeitos que tb aqui foram expostos. Põe exemplo, o ‘futebol directo’ (continuo a achar um eufemismo para pontapé para a frente e em desespero) é um verdadeiro horror. Estou em crer que este caso é bem o reflexo da incapacidade da nossa equipa para sair a jogar apoiado. Tenho a nítida sensação de que o pontapé para a frente que amiúde se verifica não é estratégico, funciona mais como ultimo recurso por incapacidade de agir de outra forma. Já a questão dos laterais é um velho e crónico problema do SCP. É qualquer coisa que salta à vista de qualquer amante de futebol de tão gritante ser. Nem é preciso perceber-se muito de tácticas, dinâmicas de jogo ou ter grande capacidade de avaliação da qualidade dos jogadores para entender que esse é, nos últimos anos, um dos graves defeitos dos sucessivos planteis do SCP. Não, não é só de agora. Andamos anos para resolver esta questão e passam-se as épocas e NADA. São estas situações que me irritam e mostram à saciedade que o Dep. de futebol do SCP é, de alto a baixo, pouco mais que amador…em conhecimentos e capacidade, claro!...

    Vuk a avançado já é outro pedido clássico das bancadas. Sempre que jogou no passado nessa posição cumpriu. Será só mera coincidência, ou sorte de principiante? Aliás, interior esquerdo parece ser a posição em que menos rende e que ele próprio menos aprecia.

    Paulo Bento está esgotado. È uma evidencia. Só não sai por razões politicas, ponto final.

    Enfim, outros exemplos ficam por analisar. Com um texto tão rico mts mais considerações haveria a fazer, nomeadamente, no que se refere algumas possíveis soluções apresentadas. Mas a minha providencial falta de tempo não me permite avançar mais. Algumas situações não foram referidas (nem td lembra, não é?), por exemplo, e que tal Pereirinha adaptado a lateral direito? Lembro-me do jogo que ganhamos ao FCPorto (2 -0) em Alvalade em q foi um regalo… Na minha opinião foi, de longe, o melhor jogador em campo… Normalmente, o Bruno até tem cumprido com acerto nas ocasiões em que tem jogado nessa posição.

    Mais uma vez gostava de agradecer e dar os parabéns á malta lateral canhota. ;)

    Abraço e continuem a aparecer sempre!

    ResponderEliminar
  3. Parabéns aos editores do Lateral Esquerdo.

    Julgo que este texto está em conformidade com aquilo que os Sportinguistas e amantes do desporto têm detectado no futebol da nossa equipa.

    Temos assistido a um discurso que aponta a qualidade do plantel como principal responsável pela prestação da equipa. Eu acredito que são muitos outros factores e que sinceramente julgo não haver necessidade de estar a repetir.

    Só não vê quem não quer...

    SL

    ResponderEliminar
  4. Junto o meu obrigado pela vossa colaboração ao dos meus companheiros editores.

    Vou tentar não dizer muita asneira, subscrevendo o vosso primeiro paragrafo e acrescentando que de futebol só tenho a prespectiva de um espectador assiduo e ouvinte atento de treinadores e jogadores que admiro.

    Primeiro analisar a equipa tal como ela está:

    Defesa (GR incluido) - Falta um lider, e falta este elemento desde que saiu André Cruz. Numa defesa para mim há elementos com igual peso à qualidade técnica e táctica de cada jogador individualmente, são elas a concentração e a confiança. Tonel jogador que acompanho desde que jogava em Coimbra, tem estas caracteristicas, foi em Coimbra bem liderado por José António (excelente central) e posteriormente liderou Zé Castro (melhor que Tonel mas incapaz de ser lider). A Tonel falta estatuto mas basta a sua presença para os erros de "acção-reacção" diminuirem (já vou tratar das laterais).

    Meio-Campo - Julgo que será unânime que é o nosso melhor sector, com soluções para qualquer treinador "brincar", e chego ao meu problema com este sector, não há estabilidade (excepto Veloso). Uma adaptação devia ser isso mesmo, algo pontual que é utilizado como recurso e não uma arma para "inventar de meia em meia hora", Moutinho corre todos os sectores nunca se fixando numa posição durante 4 jogos seguidos, Vuk para mim é para jogar liberto (é tacticamente indisciplinado), Izma é um luxo do qual se abusa (outro que anda sempre a correr de flanco para flanco o que devia ser pontual). Os "dezes" que vamos tendo também nunca se fixam Romagnoli, Matias, Vuk, Postiga, D'jálo, ou a equipa não sabe aproveitar o seu jogo.

    Ataque - Liedson e mais um grupo de bengalas de que ele não precisa, da única vez que teve um companheiro a sério (Derlei este sim precisava de um companheiro) brilhou ainda mais, mas faz muito tempo que eu acho que ele não precisa de um parceiro e por isso...

    Para mim o que está mal não é o plantel é a táctica escolhida, o Sporting só tem dificuldades com os laterais porque joga em 442 a maioria das vezes losangulo, esta opção foi apresentada como obrigatória porque o Liedson precisa de um amiguinho, não concordo, aliás acho que todos os ponta de lança que o Sporting teve nos últimos anos (Liedson, Davide, Alecsandro, Postiga) jogavam melhores sós no meio da área do que acompanhados e preocupados em fazer tudo e mais alguma coisa que não enfiar um "bife" na bola para dentro da baliza.

    Espero que o último jogo da selecção (e os próximos?) com Liedson sozinho acabe com este "mito verde". Se em 442 losangulo são evidentes as limitações dos laterais, excepção feita a Grimi (se em forma) e na direita a ausência do único viável neste sistema é Pereirinha, em 433 o caso muda de figura. A resposta habitual para quem arrisca esta opção é - não há extremos - pois eu permito-me discordar e vejo em Pereirinha, Izma, D'jalo, Vuk ou Angulo jogadores que muito mais facilmente rendem em 433 do que no actual 442.

    O trio Veloso, Moutinho, Matias iria brilhar mais que um dia o fizeram Costinha, Maniche e Deco, André Marques e Abel sem necessidade de recuperarem rapidamente iriam parecer sólidos e ainda beneficiavam da superior segurança/qualidade táctica de Izma e Pereirinha.

    As distâncias entre sectores iam diminuir e Liedson continuaria a ser o melhor marcador nacional.

    Termino o lençol com o meu onze favorito em 433 esperando não ter dito muita asneira.

    Patricio, André Marques, Polga, Carriço, Abel, Veloso, Moutinho, Matias, Izma, Pereirinha, Liedson.

    ResponderEliminar
  5. Boa noite. André Marque é um jogador vulgaríssimo, o Polga já deu o que tinha a dar, o Abel tem dias (poucos), o Matías tem bom toque de bola, já agora gostaria de saber porque lhe chamam matigol?!!

    É um desabafo, Deus queira que eu esteja erado.

    VIVÓ SPORTING

    (Fanático pelo SPORTING)

    ResponderEliminar
  6. Renovo os meus agradecimentos aos editores do Lateral Esquerdo pela pronta e prestimosa colaboração.

    Tendo em conta a natureza do blogue é natural que tenham contornado as "questões politicas", que nós Sportinguistas não deixamos passar com tanta facilidade. Agradeço também a atenção, pelo menos é assim que vejo a questão.

    Concordo com o que foi dito sobre as laterais embora tenha esperança de que o lado esquerdo com Grimi e Marques ainda possa crescer. O mesmo não poderei dizer do lado oposto. Tendo em conta a idade, Abel e PSilva dificilmente melhorarão, embora por vezes o contrário também se possa afirmar, de tão mal que jogam. É pena é desmentirem-se no jogo ou no lance imediato... No eixo da defesa julgo que atravessamos um inicio de época atribulado pela simples razão, agora mais evidente, que PB se recusou a ver o que todos viam: Polga não estava em condições. Veremos como e quando regressará e o peso que terão os jogos em que andou nitidamente a enterrar. Carriço e Tonel dão garantias de regresso de traquilidade ao sector defensivo. Estranhamente os nossos amigos do LE não abordaram a questão do GR, ainda por cima com o que haveria por dizer com o apuramento da Sérvia com um GR que não serve para mais que 4º. Enfim, o Patricio não merece a ressuscitação à 3ª época de um fantasma sérvio, pelo que tem crescido, embora seja evidente que muito tem que crescer ainda, em especial nos cruzamentos.

    Concordo na generalidade com a apreciação ao meio-campo e ataque, embora não seja tão peremptório em relação à qualidade e Izmailov. Moutinho nos seus melhores momentos, idem para Veloso, podem fazer coisas muito interessantes, o que só vem reforçar o que foi dito sobre a qualidade do meio campo. Quanto à linha da frente, é evidente a nossa Liedsondependência, tal como é a Ronaldodependência, Kakádependência, Drogbadependência, etc. Isto é: todos dependem dos grandes jogadores, daquele momento em que pintam o que poucos conseguem.

    ResponderEliminar
  7. Antes de mais, dizer que procuramos essencialmente referir o que não está bem (a nosso ver), mas q ainda assim, é nossa crença que a situação vai alterarar-se e mt. Mas, não o suficiente para chegar ao primeiro lugar.

    Em relação ao Manuel Machado, devo dizer que ele está bastante bem, onde está. Não há necessidade de o ir desenterrar. É um bom treinador para o Nacional, mas não cremos que pudesse ter sucesso no Sporting.

    A diferença que estabelecemos dele, para o Jesualdo, Mourinho e Jesus, é o método defensivo. Ao contrario dos outros 3, o Machado, coloca as suas equipas em marcações individuais. Tal situação é facilmente contornada pelos adversários (o tal princípio da mobilidade. Colocar avançados a sair de espaços, arrastando os defesas atrás, para que apareça, posteriormente, outros jogadores a aproveitarem o desnorte defensivo). O Manuel Machado compensa o mau método defensivo, colocando, demasiadas vezes, 5 defesas. Ou seja, como não há qualidade posicional para ter uma defesa a 4, defende com mais um homem. É impensável, ver o Sporting a defender com 3 centrais e 2 laterais.

    O facto de ter ficado à frente do Jorge Jesus na época transacta, cremos que se ficou a dever essencialmente a dois factores. O desgaste europeu de um, e o facto de o Nacional ser uma equipa de contra-ataque (bem mais fácil, mas não consentânea com a grandeza do Sporting), enquanto que o Braga teve de assumir, em qs todos os jogos, uma postura de ataque organizado (fruto da postura dos seus adversários).

    Para terminar, dizer que nos últimos 6,7,8 anos, e pensando nos maiores campeonatos europeus (Itália, Espanha, França, Inglaterra e...colocando lá o português), o Benfica de Trapattoni foi a única equipa a sagrar-se campeã nacional, defendendo ao homem (e todos nos lembramos do mísero campeonato q esse ano tivemos...). Todos os outros campeões fazem-o À zona. É esse o facto que nos leva a repudiar a contratação de Machado para o Sporting. Acreditem, ele não é o tal.

    Abraço e mt obrigado pelo convite

    ResponderEliminar
  8. É na 2ª parte da análise que encontro o maior ponto de discordância, o que, além de saúdavel, é natural. Obviamente porque duvido da competência de PB. O mesmo não é dizer que não terá sucesso, no Sporting ou noutro clube. Mas o jogo do Sporting, o que se instalou nos últimos anos em particular, em que:

    "A qualidade do jogo não reflecte, nem por sombras, a qualidade da equipa"

    "Recorre demasiado ao passe longo"

    "Sem bola, a equipa não consegue ser pressionante"

    "a incapacidade para colocar pressão sobre o portador da bola adversário"

    "não há uma correcta definição dos comportamentos a adoptar"

    "Custa a crer que após tantos golos sofridos da mesma forma, não se verifique, sequer, uma tentativa de correcção dessas situações."

    Ora aqui está tudo e a razão pela qual eu leio o LE. Até porque sou dos que

    "não aceitamos que nos digam que, jogando bem não se está mais próximo da vitória...".

    Muito bom e mais uma vez obrigado!

    ResponderEliminar
  9. PB,

    Obrigado pela explicação acerca da não escolha do Manuel Machado. Pelos vistos vai para além do Machadês ;)

    ResponderEliminar
  10. PB,

    Em 1o lugar, os parabèns por (mais) um post que trata de diagnosticar os problemas evidenciados pelo Sporting. É verdade que nao é difícil, o Sporting de PB tem sempre os mesmos problemas, independentemente da táctica que utilize...

    Era no entanto útil que se desmistificasse alguns dos lugares comuns que os sportinguistas tanto gostam e que sao (infelizmente) redutores das razoes para a pobreza de futebol do Sporting.

    Como venho insistindo há muito tempo, a questao do passe longo no Sporting é sintomática da incapacidade da equipa em sair em ataque organizado (sempre!). Muito mais importante, mas muito menos comum nas críticas dos adeptos, é a quantidade de vezes que os jogadores do Sporting aparecem a receber a bola de costas para a baliza. Tudo está relacionado: o Sporting treina linhas de corrida deficientes. Os tempos de libertacao da bola sao errados e, quando se actua contra equipas que jogam com 6 ou 7 jogadores com preocupacoes defensivas (o que acontece com o 4-3-3 de muitas equipas em Portugal), tentar passar a bola para jogadores que estao estáticos e pedem a bola no pé (de costas para a baliza) é demasiado arriscado. E por isso procura-se o passe longo, é o recurso para fazer reset às jogadas, em vez de (saber) circular a bola e a oscilar para o flanco com mais espaço.

    Por ser um problema de treino, digo - há muito - que sao os treinadores que devem ser substituídos. Porque conforme disse o JJ quando ainda estava no E.Amadora, dizer aos jogadores onde têm de estar ainda é possível, já nao é oferecer talento aos jogadores. A muitos jogadores do Sporting nao falta talento (falta a alguns, como ao PS5, ao A78, ao FC11, ao LG18 e - perdoem-me - ao HP23). Mas falta quem os ponha a jogar futebol.

    Outro lugar comum é o lamento pelo MI7. Lamento eu tanto lamento. Gosto muito do MI7 mas na temporada passada tornou-se um jogador de futebol que contrariava todos os princípios básicos da modalidade: recepçao dirigida à baliza e desmarcacao no sentido da baliza, eis 2 coisas que o MI7 nao fez na temporada passada. Coincidencia? Nao, sempre que recebia a bola estava pressionado e optava pela soluçao mais segura. Mas nem sempre o "mais seguro" é o melhor para a equipa e os números do MI7 sao bem reveladores: poucos golos, muito poucas assistencias, foi no período em que esteve lesionado que o Sporting obteve a sua melhor sequencia de resultados.

    Por último, relativamente ao Manuel Machado, nao tenho ideia que aposte em marcaçoes individuais. Mas porque nunca reparei que tivesse acontecido, seguirei com atençao os próximos jogos do Nacional. O que vejo nele - e nao vejo nenhum Special 3, preferiria de longe o Nelo Vingada ou um treinador da casa como o Luís Martins, para fazer a transicao para a próxima temporada - é que poe as suas equipas a jogar de uma forma organizada, que explora a totalidade do terreno e sabe alternar o ataque continuado (que pratica sempre em casa, convém nao esquecer) com o recuo táctico. Diria também que jogadores como o Nene ou actualmente o Edgar (nem o Anselmo, com quem fez dupla esta noite) nao sao jogadores talhados para jogar com grandes espaços e nem por isso deixaram de ser titulares. A questao está em saber oferecer à equipa um desdobramento ofensivo que permita colocar a bola em zonas de finalizaçao.

    O Sporting, por seu turno, é nulo no ataque rápido. O único que conhece é o pontapé para a frente. Esse nao é muito exigente do ponto de vista técnico.

    ResponderEliminar
  11. Leao de Alvalade,

    juntemo-nos para celebrar mais uns pontos historicamente baixos do Sporting e da imprensa "desportiva". O "jornal" O Jogo de hoje é um 2 em 1.

    Preciosas as declaraçoes do nosso grande empreiteiro, JEB:

    Vergonha #1: "Mudar de treinador seria uma solução demagógica, populista e ineficaz. Era um paliativo, quando há questões estruturais na origem desta tensão".

    As tais questoes estruturais que nao existiriam quando o Peseiro foi despedido, que aliás nem redundaram numa AG extraordinaria e subsequentes eleiçoes, poucos meses depois, que por sua volta resultariam na venda do (que restava do) património imobiliário do clube e que colocaria o Sporting com um endividamento gerível e na ordem dos €150M.

    Ah! E deve ter sido um paliativo essa única ocasiao em que o PB esteve perto de ganhar o campeonato com o Sporting. Foi seguramente ineficaz. Ou talvez demagógica.

    Vergonha #2: méritos do já longo consulado de Bento. "É o segundo treinador com mais longevidade no Sporting, só suplantado por Szabo. Já atingiu várias metas e recordes. E tem uma participação directa no facto de o Sporting ter a cabeça fora de água. São três Ligas dos Campeões seguidas, com a primeira participação nos oitavos-de-final."

    Portanto mérito ao PB, que foi homenzinho suficiente para reconhecer que nao tem unhas para tocar esta guitarra?

    Atingiu várias metas e recordes entre os quais se contam, naturalmente, o de treinador há mais tempo no Sporting sem ganhar um campeonato.

    E terá conseguido que o Sporting tenha mantido a cabeça fora de água, a despeito das ruinosas gestoes anteriores.

    (principal) Vergonha #3: (ainda sobre os méritos) "É a venda do Nani. Não ganhando um campeonato, teve prestações honrosas, fez melhor que muitos, com muito menos gastos"

    Acerca do Nani, faltam adjectivos para descrever o ignóbil que é dizer-se isto acerca do treinador que repetiu várias vezes que para ele o MV24 seria defesa-central. O pior é que, por esta lógica, é urgente irmos buscar de volta o Boloni (e ficaríamos tao melhor servidos...). É que para esse "é a venda do CRonaldo, é a venda do Hugo Viana, é a venda do Quaresma"... é que, venda por venda, aquelas fazem falta.

    E fez melhor do que quem, com menos gastos????? Que saiba, Peseiro e F.Santos tinham orçamentos inferiores.

    E se os outros é o Benfica, gostava de saber que CR9, Quaresma, MV24, JM28, etc., produziram estes últimos tempos...

    A resposta a esta pergunta deve ser: orçamentos nao ganham campeonatos.

    Vergonha #4 "É pouco para sermos campeões, porque fica muito longe dos 40 que gastam os outros candidatos, mas muito para ficarmos em terceiro lugar, porque quem vem abaixo de nós gasta apenas seis ou sete".

    A relacionar com a vergonha anterior, mas esta consegue ser pior. Portanto vamos "vender" a penúltima coisa que nos resta (a última será o controlo da SAD) com que objectivo? Aproximarmo-nos dos 2 da frente. Qual é a probabilidade de sucesso destas medidas? Baixa, na medida em que o retorno financeiro tem sido (quase) sempre negativo.

    E que tal... reduzir o orçamento? Nao? Talvez faça falta pagar a FC11 ou MA17, ou dar €4M por LG18 etc. Isso é que é bom investimento!

    Vergonha #5: "Estudo de opinião, o Termómetro de O JOGO revela que o treinador dos leões não é visto como o principal responsável pelo mau momento do futebol e que tem condições para continuar no comando técnico dos verde e brancos. (...) a saída do técnico não é vista como solução óbvia. Perante a questão "Paulo Bento tem condições para continuar a treinar o Sporting?" 60,4% dos inquiridos respondem afirmativamente (...) Refira-se ainda que (...) apenas 28,1% dos inquiridos se confessam adeptos do Sporting".

    E quanto serao adeptos de futebol???

    HAJA VERGONHA

    JÁ CHEGA DE PAULO BENTO!

    ResponderEliminar
  12. A todos os Sportinguistas:

    É preciso ter bem presente na hora de votar hoje que o Presidente e a Direcção querem condicionar o sentido de voto dos Sócios, descansando-os com uma MENTIRA, i.e., que 50,1% do capital da SAD detidos pelo Clube garantem a maioria votante e assim o domínio sobre as decisões da SAD.

    Isto, de per si, é digno da maior censura e reprovação e suscita a óbvia questão: "Se ele me mente nisto que é tão básico, em que mais me mentirá ele?" ou mesmo "PORQUÊ mentir para fazer aprovar algo que é supostamente tão benéfico para o Clube?" Será que uma medida verdadeiramente boa não passa, se explicada com verdade?

    A decisão de aprovar ou não o plano está eivada de nuances e não é, em abstracto, passível de juízos morais como "é boa" ou "é má".

    Em certas condições, EU votaria a favor da passagem.

    Mas essas condições não estão reunidas:

    -Informação concludente sobre a estrutura da operação e valores em causa;

    - Garantia de sindicância das administrações anteriores, por forma a impedir que se tenha que passar mais património (entenda-se o estádio) no futuro;

    -Responsabilização por erros de gestào, caso eles se revelem em sede de auditoria;

    - Manutenção da maioria dos votos na SAD do lado do Clube, i.e., 54,1% do capital social, divididos em 40% do SCP e 14,1% da SGPS.

    Neste contexto, o plano teria o meu voto.

    No contexto que existe, é só dar mais dinheiro a quem já mostrou gerir mal todo o dinheiro que recebe.

    Desenganem-se: São 103 anos de história que hoje se decidem, é o passado e o futuro do Clube. E não é lirismo: É que hoje, o direito a usar o nome "Sporting Clube de Portugal" para fins comerciais deixa de ser do Sporting e passa a ser da SAD. Caso assim os Sócios decidam.

    A esta AG, até Stromp deve assistir de lá de cima.

    SL

    ResponderEliminar
  13. "São 103 anos de história que hoje se decidem, é o passado e o futuro do Clube. E não é lirismo: É que hoje, o direito a usar o nome "Sporting Clube de Portugal" para fins comerciais deixa de ser do Sporting e passa a ser da SAD. Caso assim os Sócios decidam."

    Dificilmente se arranjaria um teaser tão potente para a AG de logo à noite!

    SL!

    ResponderEliminar
  14. Em rigor o direito de utilizar o nome "Sporting Clube de Portugal" não pertencia já à Sporting Comércio e Serviços?

    Quem é que vende o nome Sporting Clube de Portugal? Não é o futebol? As camisolas do Sporting que vi à venda na loja do Chelsea estão lá porque outra razão?

    A mais valia da sua venda deve ser aplicada directamente no futebol ou em que outro sector do clube?

    ResponderEliminar
  15. Estou bastante receoso desta AG. Ao contrário de muitos, e como já li na imprensa desportivo, acredito que a situação na classificação e posteriores declarações acerca da valia da equipa, fará com que muitos votem a favor para inverter o rumo da situação.
    Será mais uma vez, acreditar em quem não tem feito absolutamente nada merecedor dessa confiança.

    Custa-me aceitar que por mais exemplos de incumprimento, uma tão larga maioria ainda continue a achar que serão estes dirigentes que nos levarão a bom porto.

    Talvez devesse ter-me candidatado. Afinal de contas, sei fazer um programa tão rápido como o JEB e também tenho 2 consoantes seguidas no meu sobrenome.

    ResponderEliminar
  16. Com 2 consoantes seguidas, quero dizer como BeTTencourt, ou seja a mesma consoante repetida consecutivamente. Ver exemplo :D

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)