quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Por o Sporting com dono?

Adensam-se os rumores de que o Sporting desperta o interesse de diversos investidores estrangeiros, com o DN a avançar hoje com um nome concreto, o do bilionário russo Mikhail Prokhorov. Antes de ir ao perfil do alegado investidor, alegadamente convidado por Peter Kenyon, cuja holding detém grande parte de percentagens de passes de jogadores do Sporting pergunto-me? 

1- O que levará alguém, sem qualquer ligação afectiva ao clube dispor-se a abrir os cordões à bolsa para nele investir e em que condições estaria disposto a fazê-lo, sabendo-se que a actividade é de alto risco, e que não faltam ligas com promessas mais lucrativas ?

2- Tradicionalmente associa-se o nome de um magnata à entrada de grandes jogadores. Apesar de o modelo coleccionar mais insucessos que sucessos continua em franca expansão. Ora isso significa, grosso modo, ter uma folha salarial com uma média de vencimentos superior a 250 mil euros por jogador. No City, no PSG é possível que haja receitas de monta que, não suportando os investimentos na aquisição, certamente ajudam  a custear os vencimentos. Nos moldes actuais isto significaria colocar no Sporting quase 100 milhões anualmente. Haverá alguém disposto a fazê-lo? Por quanto tempo? E como será o day-after?

3- Até onde estão os Sportinguistas dispostos a abrir mão da SAD que afinal é dona da actividade mais representativa do clube? (Por exemplo fala-se do regresso de Carlos Queiroz, por pretensa exigência de um grupo de investidores. Pessoalmente também não me é agradável a ideia do regresso de alguém que tem pautado a sua actuação por um profundo desrespeito pela instituição. Mas faz sentido contestar as exigências  de quem "vai pagar o pato" ou o modelo propriamente dito?)

4- Goste-se ou não do modelo, faz sentido deter uma SAD quase na totalidade, com dispersão quase nula de capital, quando esta necessita tanto de liquidez como do ar que respira? Que outros modelos deveria o Sporting explorar, que não a de “por a SAD com dono”?

5- Inevitavelmente os Sportinguistas, a confirmar-se o cenário de alienação de parte substancial do capital da SAD, serão chamados a pronunciar-se sobre o assunto. Sabendo que a situação actual é insustentável, bastará dizer “não, porque não” ou não seremos responsavelmente obrigados a apresentar alternativas válidas?

Quem é Mikhail Prokhorov?

Mikhail Prokhorov é tido como o terceiro homem mais rico da Rússia, com uma fortuna avaliada em 13 biliões de euros. Fundador do Grupo Onexim, cujos vastos interesses são marcados por negócios no sector financeiro, nos média e tecnologia. 

Nascido em Moscovo em 1965, estudou no Instituto de Finanças de Moscovo, onde se tornou presidente do Banco Onexim em 1993, até o transformar no grupo que é hoje. 

Para lá dos interesses profissionais Prokhorov é conhecido pela participação cívica na sociedade russa, sendo notória a, como líder, do partido Causa Justa, tido como pró-Kremlin. A sua candidatura à presidência do colosso de Leste ainda não está totalmente descartada pelos analistas políticos, numa estratégia denunciada pela oposição como manobra de diversão e tentativa de Putin de não perder totalmente as simpatias liberais. 

Podem existir muitas dúvidas sobre o seu perfil para accionista do Sporting, mas o mesmo não se poderia dizer se estivéssemos a falar de um jogador de basquete. Mikhail Prokhorov tem mais de 2 metros de altura, onde foi buscar a alcunha de girafa. 

A fundação de uma revista cor-de-rosa de nome SNOB e ligação do seu nome a um escândalo com o agenciamento de prostitutas por ocasião de uma festa particular nos Alpes franceses contribuíram para um tratamento, por parte dos média, semelhante ao dispensado a uma pop star. Tratamento que se acentuaria aquando da aquisição dos New Jersey Nets, o que o tornaria no primeiro proprietário estrangeiro, o que num russo é digno de nota.

16 comentários:

  1. a questao neste momento é que quem diz não a este modelo, não apresenta soluções alternativas

    ResponderEliminar
  2. Pelo contrário, quem propõe um modelo novo é que tem que mostrar que esse modelo é melhor que o actual...

    ResponderEliminar
  3. Acho piada ao pessoal que é pela continuidade... de quê? Da merda que se tem visto nos últimos anos?? Tem de se correr com a corja de lá para fora mas é!!!

    ResponderEliminar
  4. Veremos se as noticias são verdade.
    A mim não me assusta nada perder parte da SAD para um investidor, desde que ele meta cá o dinheiro e ajude a tornar a gestão do clube, uma gestão rentável. E também que tenha consciencia que não pode ir contratar os melhores jogadores do planeta, porque nós temos uma identididade de
    usar jovens alem dum teto salarial.

    Mesmo que ele tenha milhões, não se pode simplesmente andar a contratar jogadores caros, sem ter possibilidade de obter retorno.

    ResponderEliminar
  5. LdA,
    Os investidores deste tipo entram no futebol por vários motivos, uns mais legítimos, outros menos. Querem brincar ao futebol, ou querem lavar dinheiro, ou lavar a sua própria imagem, ou querem beneficiar economicamente (por via directa ou por via indirecta), ou por prestígio social, ou porque têm ambições políticas, etc. Além disso, apesar de toda a crise financeira, ainda há gente a quem os milhões do futebol não assustam, porque se encontram num patamar acima.
    A ignorância é uma bênção para muita gente. Em semana de Champions e de Liga Europa, é óptimo ouvir falar-se nisto, porque o que não falta para aí é gente a pensar no Chelsea e no Manchester City, a sonhar com milhões. Vejo dezenas de pessoas a comentar nas redes sociais e a “fazer plantéis”, a escolher jogadores como quem escolhe maçãs. Essa gente está parada a ver passar os comboios, especada num daqueles apeadeiros secundários onde os comboios passam a grande velocidade e não param, e por isso essas pessoas olham para os comboios mas não os vêem. E que comboios são esses? Glasgow Rangers. Neuchatel. Wimbledon. Leeds United. Portsmouth. Ipswich Town. Quantos querem?
    Mesmo os que falam em Chelsea, ou Man. City, ou Man. United, farão ideia de qual é o valor do seu passivo? Não acharão que os estes clubes estão cada vez mais em risco? Será que a realidade da crise financeira mundial ainda não é suficiente para demonstrar que a crença num financiamento infinito é uma falácia? Como se começa a perceber por essa Europa fora, o modelo que interessa imitar não é este! O modelo de referência é o modelo alemão, em que os clubes praticamente não têm dívidas, o fair-play financeiro é uma realidade, e em que os estádios têm as assistências mais elevadas do mundo. Sabiam disto? As maiores assistências do mundo. O futuro do Sporting Clube de Portugal, e a gestão do seu futebol, jamais poderão deixar de estar nas mãos dos seus sócios, porque senão deixamos de ser o Sporting Clube de Portugal.

    ResponderEliminar
  6. O investimento num clube com as caracteristicas do Sporting por parte de um "tubarão" desse tamanho só se justifica por ser a forma mais barata de ele ir mostrar o seu brinquedo aos amigos.

    Vamos por parte. É barato em Portugal um clube chegar à Champions, há qualidade suficiente a nivel técnico e de mão de obra (leia-se jogadores) para fazer uma equipa que tenha acesso à Champions com 30 milhões de euros. Convenhamos que a factura em qualquer liga de topo (inglaterra, espanha, itália e alemanha) é substancialmente mais cara.

    O problema surge quando o brinquedo nacional joga contra o brinquedo internacional de topo e arrisca-se a ser humilhado. Nenhum magnata vai gostar disso e pode perfeitamente fazer um investimento brutal para a dimensão do nosso mercado. Enquanto o mecenas gastar o seu dinheiro, menos mal, se ele abandona e deixa as facturas para pagamento ... é a ruina.

    A história do futebol nacional é uma aventura de mecenas a começar no... Visconde de Alvalade, este seria mais um com uma enorme diferença. Para ele investir no Sporting ou no Atlético é rigorosamente a mesma coisa, mais milhão, menos milhão.

    As perguntas finais são, o clube é solvente? O Sporting sem uma injecção de capital grande consegue sobreviver? Há prespectiva dessas receitas?

    As alternativas a existirem são receitas. Já vendemos jogadores a outros clubes (a receita que eu mais gosto), já vendemos a fundos, já vendemos patrimonio, já antecipamos receitas (que é uma medida extrema), agora...

    Ou a SAD ou jogadores.

    Se aparecer alguém a propor vender todo o plantel profissional e viver da formação durante os próximos 5 anos, vão existir receitas? Os Sportinguistas vão encher o estádio para ver os seus miudos de 18 anos a jogar contra o Vitória, o Maritimo e o Beira-Mar? Os patrocinadores vão acreditar e manter-se? Vão-se vender mais gamebox?

    Alternativas há, já houve, mas se a bola bate na trave ou o penalty não é assinalado... todos fogem... todos não, há uns que ficam, que resistem mas sem gerar receitas que tornem o clube sustentavel.

    ResponderEliminar
  7. E voltamos à discussão em torno do modelo de gestão que se pretende para o SCP...

    E, torno eu a dizer, que podendo, mudava para o modelo associativo puro e duro sem pestanejar. Veja-se que modelo de gestão têm os clubes com melhor saúde financeira, note-se o caso dos alemães, como bem exemplifica o Bruno, e veja-se que modelo de gestão têm os maiores clubes do mundo e os que gerem maior receitas: Real Madrid e FC Barcelona... Mas como tal hipótese nem sequer se coloca...

    A questão que coloco eu é: qd o russo, ou o árabe, ou o angolano, ou o chinês (que não o do P. Futre...), enfim, qd o messias salvador, se aborrecer do brinquedo novo e der um chuto nisto, como é que fica o SCP?

    Para mim, só faz sentido venderem-se participações da SAD a investidores estrangeiros, nacionais ou extra-terrestres, tanto faz, que queiram ser parceiros e sabendo que quem continua a gerir o dia a dia do futebol é o SCP. E que as decisões importantes tb serão decididas pelo SCP, seja através dos seus dirigentes eleitos, seja através dos sócios em AG. Mandem o bitaite sp que lhes apetecer, apresentam lá a sua visão, fazem o lobbing que quiserem fazer, recebem os dividendos a que tiverem direito, mas quem manda, somos nós. Ou seja, maioria da SAD deverá continuar sp nas mãos do clube... Se se conseguir arranjar interessados em aplicar 'carcanhol' nessas condições, td bem, avancem. Mas só nessas condições. Pq se é para vender a maioria da SAD a um magnata do 'pitról' qlq, o futebol do SCP, sai definitiva e completamente fora da 'alçada' dos sócios. E não sei qts sócios estão dispostos a manter esse estatuto nessas circunstâncias... A não ser, como tb já li por aí escrito, que as quotas tenham como destino garantido e exclusivo as modalidades... E mesmo assim... Mantenho a dúvida: Qts dos actuais sócios querem prescindir do futebol?

    Custa-me que alguém venha a tornar-se no 'dono' do SCP. Para mim isso é inconcebível. Seja russo, seja chinês, seja português seja o próprio Jesus Cristo regressado à terra.

    ResponderEliminar
  8. Virgilio, o Barcelona não é comparavel a ninguém é "mes que un club", o Real Madrid é um clube de mecenas a única variação é que o mecenas é sócio, tal como o Inter ou o Milan. O Sousa Cintra foi "dono" do Sporting como outros antes e depois dele.

    Não é possivel comparar as receitas de um pais de 60/40/80 milhões de pessoas com um de 10 e a descer, contudo as dividas dos maiores clubes nacionais não param de crescer e são muito maiores do que os clubes que referências.

    Nenhum clube da primeira divisão europeia vive do modelo associativo, mesmo que lhe dê "gozo" anunciar que sim.

    O problema não está na qualidade, trabalha-se muito e bem em Portugal está na capacidade do mercado de atrair receitas. Com metade das receitas televisivas do Sevilha, do Aston Villa, do Atalanta ou do Hamburgo faziam-se maravilhas em Portugal.

    ResponderEliminar
  9. LMGM:

    "O problema não está na qualidade, trabalha-se muito e bem em Portugal está na capacidade do mercado de atrair receitas."

    Então pq é q se criaram as SAD? Se o problema é só esse, mercado sem capacidade de gerar receitas que se vejam, então o modelo de gestão é relativamente indiferente. Pq a gestão que o clube adopta, não vem alterar a realidade ou o mercado onde se insere. Aqui chegado deixa-me dizer-te que obviamente, estava a comparar modelos de gestão e não realidades, dimensão de clubes ou mercados que não têm comparação. Se Barça e RM entendessem que no mercado onde se inserem mudar de modelo lhes traria vantagens... Mas não só não lhes traria qsq vantagens como desvirtuaria a identidade do clube... Ora cá estamos nós outra vez. Desvirtuamos o clube, dividimos uma massa associativa que se revia no modelo e para que? Para hj estarmos com a corda na garganta. Tão mal ou piores que no tempo do SC.

    Por falar em SC...

    "Sousa Cintra foi "dono" do Sporting como outros antes e depois dele."

    Parece-me q temos conceitos diferentes de dono. SC (e os outros antes dele) foi embora e o SCP continuou a ter os seus sócios a decidir / escolher os seus dirigentes... Para o clube e para o... futebol.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Hoje os donos do Sporting são os bancos. Será se mudarmos de mãos fará tanta diferença, ou ficaremos pior?

    LAVAM-SE NO BIDÉ

    http://quintadelduque.blogspot.com/2012/02/lavam-se-no-bide.html

    ResponderEliminar
  11. LMGM os donos do Inter é de facto familia Moratti, Milan o Sílvio e da Juventus familia Agnelli.

    Bruno Martins acredita mesmo que alguem compra clubes só porque sim? Os clubes são comprados como empresas, por um preço, para ser valorizados e vendidos por mais. E acredita que com elevados passivos alguém os vai comprar por mais? obviamente que não, acorde.

    Fala do modelo alemão, mas esquece-se do resto. Se eu ganhar bem e tiver dinheiro para as contas e ainda sobrar, tb vou ao futebol seja em casa,fora. Mas não tenho....
    Portanto para se chegar a essa assistência algo tem de mudar, ou o preço dos bilhetes ou os ordenados. Será possível? Não me parece.

    Conhece o exemplo do Wolfsburgo? Werder Bremen? ou até do Kaiserlauten e do Karlsruhe? Realmente foram bem geridos....uns investiram tanto para ganhar títulos que hoje são medianos, outros investiram tanto que passam a vida no sobe e desce e outros praticamente acabaram.Portanto antes de falar no exemplo alemão, deve falar no exemplo de alguns clubes alemães e que pode ter a certeza que jamais se conseguirá impor fora da Alemanha

    ResponderEliminar
  12. A noticia do DN diz que Kenyon tinha até há pouco tempo participações em fundos de jogadores, entre os quais o QFIL, que detém percentagens de passes de alguns jogadores leoninos, nomeadamente Elias, Wolfswinkel e Rinaudo. Tinha!

    ResponderEliminar
  13. No dia em que os sócios deixarem de ter o poder de, mal ou bem, decidir o que querem que seja o Sporting Clube de Portugal este deixará de o ser. Será nessa altura algo mais próximo de Sporting Clube do Prokhorov.
    O "Roquetismo" comparado com isto seria uma brincadeira de meninos.
    Mas, ainda assim, tendo em conta os resultados da auditoria, aquilo que realmente me preocupa no Sporting é se actualmente, sem Prokhorov, o Presidente eleito pelos Sportinguistas
    pode liderar o clube com independência? É possível o Sporting ter um Presidente desalinhado?
    Até que ponto o Sporting é um clube democrático?

    SL
    Carlos

    ResponderEliminar
  14. Um dia destes farei um artigo sobre isto, mas para já deixo as seguintes questões:

    De que forma pode a entrada de um investidor contribuir para resolver os problemas de tesouraria da Sporting SAD?

    Será aceitável vender a identidade do Sporting através do seu futebol, em troca de um passivo menor?

    O que garante ao Sporting Clube de Portugal que, no caso de existir de facto um mecenas benemérito e iluminado que queira pagar a conta da gestão do Sporting das últimas décadas, não se crie um problema semelhante ou até mais profundo com a sua entrada na SAD?

    Quais as consequências para o ecléctico clube Sporting Clube de Portugal de se ver amputado identitariamente da sua modalidade mais representativa e que mais receitas gera?

    ResponderEliminar
  15. Caro RenatoGG,
    Eu não acho que os clubes são comprados porque sim. Comecei o comentário elencando algumas das razões pelos quais gente e dinheiro de fora do futebol entra no futebol.
    É verdade que a realidade social e económica é importante, mas não julgo que seja tão decisiva quanto isso. E a realidade que eu referi não é a realidade do clube A ou do clube B (ainda que, curiosamente, um clube da Bundesliga tenha atirado com o idolatrado Man. City para fora da Champions), mas sim a da Bundesliga como um todo, com as regras que têm. E o caso inglês é bem paradigmático quanto à importância que as medidas estruturais podem ter. A criação da Premier League há uns anos atrás, 1992, com o boom financeiro que criou proveniente (sobretudo) dos direitos televisivos, transformou a primeira divisão inglesa no mais atractivo campeonato do mundo, mas fez também com que, à sua volta, a fonte secasse para muitos clubes e as divídas de todos os clubes, mesmo dos mais ricos, crescesse galopantemente. Hoje, do ponto de vista financeiro, a generalidade dos clubes alemães é muito mais sustentável no longo prazo que a generalidade dos clubes ingleses (ou espanhóis), e a triste realidade da sucessão de clubes históricos ingleses a declarar falência e a entrar em administração judicial está aí para o demonstrar.

    ResponderEliminar
  16. o modelo alemao ja foi referido varias vezes, e julgo que o Dortmund é neste momento o exemplo (hipoteticamente) mais ajustavel ao nosso clube, mas continuam havendo diferenças assombrosas...desde os patrocinios (alguem mais acima referiu e questionou, e bem, que se o Sporting passasse um hiato de titulos para dinamizar e valorizar os jovens da cantera nos seniores, aguentaria os patrocinadores e ate os proprios socios?), o numero de espectadores nas bancadas (em média, entre 70000 a 80000 por jogo no Westfalenstadion), receitas televisivas, o proprio custo de vida e respectivo preço de bilhetes, entre outras... nao posso afirmar que alguem tivesse acertado em todas as medidas necessarias, ate porque nem todos os exemplos sao iguais...o ja referido Wolfsburg, tem como trave a Volkswagen; exemplos como Bremen e Hamburgo, p.e, nao sao os mais correctos, ate porque aqui confunde-se criterio desportivo com financeiro (por jogarem menos bem, nao significa que nao tenham capital, porque têm...) Depois temos o City e o PSG, que sao autenticos brinquedos (sim, aqui quem pede os jogadores sao os treinadores ou directores, e nao alguem indigitado pelo magnata) e exemplos diferentes destes temos sim alguns historicos ingleses que, quero acreditar, o grande erro foi o controlo asiatico, mas este apenas para lavagem de dinheiro (os donos de casinos de malasias e afins...)

    Nao será facil arranjar um modelo sustentavel a curto-medio prazo, ate porque os socios estao muito divididos e reticentes.

    Certo, certo, é o Sporting nao poder perder a sua identidade de clube ecletico e formador de talentos, mas isso é o meu desejo e infelizmente, pelas condiçoes socio-economicas, é desejo de um adepto e nao de um socio, mas o amor pelo clube nao se mede (diria eu) pelas quotas...

    Saudaçoes Leoninas

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (12) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (93) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (9) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (5) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (68) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (8) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (3) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (4) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (2) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)