segunda-feira, 10 de maio de 2010

As mentiras atrás de um número


O campeão está encontrado e ano após ano, o clube vencedor será assombrado com os casos, esquemas, dúvidas e desconfianças por parte dos adeptos. Pode mudar a forma, o método ou mesmo a regularidade e/ou escândalo com que as coisas se verificam, mas no final de tudo o título está atribuído e contará como mais um nos pergaminhos da história.

Por mais que se queira, a história não pode ser reescrita ou inventada. Pode-se alterar a forma como se narra a mesma, mas não se alteram os factos que a consistem.

Hoje a ver a capa dos jornais desportivos, deparo-me com a atribuição de X títulos a um clube e Y títulos a outro. As diferenças são naturais já que quando ganha um, N outros acabam por sair derrotados. A gravidade verifica-se quando para umas ocasiões conta mas para outras não...

Face ao verificado, tomei a iniciativa de contactar o chefe de redacção de um dos jornais desportivos a dar conta desta mentira tornada realidade e alimentada, tal como as datas de fundação e por aí fora...

Pequenas diferenças de tratamento que influenciam o dia-a-dia de uma sociedade e apenas existem para alimentar egos e basófias.


"Boa tarde (editor),

Obviamente que isto poderá parecer um pouco de ressabiamento leonino e frustração dados os resultados verificados ao longo da presente temporada. Contudo, tratando-se de factos, escrevo este mail para colocar a "limpo" algo que deverá ser uma evidência para todos nós.

Neste caso, refiro-me ao propalado 32º título alcançado pelo Sport Lisboa e Benfica. Não está em causa vitória agora alcançada mas sim a dimensão que lhe é dada, sobretudo tendo em conta a capa que o jornal (jornal) hoje faz.

(link)

Neste link, podemos ver o historial que o vosso jornal (nosso, já que o compro todos os dias) atribui ao Benfica na competição, daí termos os 32 títulos agora anunciados. No entanto, ao Sporting, atribuem 18 títulos - número que não choca já que esses são efectivamente os títulos nacionais do nosso clube.

Contudo, o (editor) saberá tão bem como eu que nos 32 títulos, estão contemplados 3 do então "Campeonato de Portugal", onde até o Marítimo conta com uma vitória na década de 20. Assim, a verdade terá duas interpretações:

- 32 títulos da principal prova nacional da época, fazendo com que por exemplo o Sporting tenha 22 e não os 18 que estão hoje na capa.

- 29 títulos que correspondem às vitórias na prova que correspondeu ao verdadeiro campeonato entre os clubes do país e não uma competição entre os campeões regionais.

Independentemente da interpretação dos dados, é factual que existe a distinção feita aos demais clubes. Algo que tem sido alimentado de forma contínua, constante e desmesurada.

Uma mentira contada muitas vezes não se torna verdade, a menos que seja essa a intenção dos emissores e dos receptores. Escrevo este mail pois acho que o (jornal) deveria neste caso dar o exemplo, mas a capa de hoje, demonstra que não o dá...

Saudações desportivas e melhores cumprimentos,

Hugo Malcato"

36 comentários:

  1. Na mouche. E o pior é que estas coisas, mentir no número de títulos como no número de adeptos etc, faz com que se cobre mais pela publicidade. Fossem os média ligeiramente, apenas ligeiramente, idóneos e isentos e estas coisas não eram sequer pensadas porque o rídiculo em que caem seria exposto à evidência. Assim, mente-se, e mente-se, e mente-se até que todos aceitem. Mas nisto, como nos livros do Astérix, há sempre um "Todos...não!!!"

    ResponderEliminar
  2. perfeito!

    estou curioso por ler a possível resposta.

    ResponderEliminar
  3. O mais certo é não haver resposta alguma! A ver vamos...

    ResponderEliminar
  4. Não acredito que se retrate, que emende, que INFORME os seus leitores, mas valeu o esforço...

    ResponderEliminar
  5. offtopic: espero que a vinda de Diego Souza seja uma realidade. A imprensa brasileira dá quase como certa a vinda do jogador para o Sporting.

    Seria um grande reforço.

    já agora, quem tiver oportunidade, que não perca na próxima quarta-feira o jogo entre Santos & Grémio.

    de um lado, os meninos do santos (ganso, neymar, andré) que estão a dar um show de como jogar futebol. houve um jornalista brasileiro que teve uma tirada muito feliz, dizendo que o Santos joga um futebol romantico, lembrando aquele futebol praticado nos anos 60. Aquilo é futebol de ataque com fintas & dribles constantes, passes maravilhosos a isolar os avançados, só visto mesmo.

    do outro lado, temos o campeão gaúcho (Grémio) liderado pelo "nosso" Silas. Cada vez mais se afirma como um óptimo técnico.

    No grémio, pontificam excelentes jogadores também, tais como, victor (guarda-redes que o benfica estará interessado), douglas (ex corinthians), souza, borges, rochemback, entre outros.

    Sinceramente vale a pena ver estes meninos do santos. É um regalo!

    ResponderEliminar
  6. Hugo,

    Estás sentado? É só para saber caso te encontres à espera de resposta.

    The LC,

    Tenho visto os resumos do campeonato brasileiro e o Santos está a jogar mas a jogar!!
    O Grémio também costuma ter excelentes jogadores - até me surpreendeu a classificação deles o ano passado - e sendo assim, tentarei ver o jogo na próxima 4ª.

    ResponderEliminar
  7. Haja resposta ou não, é importante que estas coisas não passem despercebidas a toda a gente, há que dar dimensão a isto. Bom Post, Parabéns, eu já há muito que não leio esse tipo de "revistas" do Benfica.

    ResponderEliminar
  8. Hugo,

    Vale sempre a pena relembrar.Quem mente sobre a verdadeira data da fundação, esta questão é meramente secundária.
    A mentira sempre andou lado a lado com a história perversa desta instituição

    ResponderEliminar
  9. http://www.fpf.pt/portal/page/portal/PORTAL_FUTEBOL/COMPETICOES/QUADRO

    Aparentemente, existiu um chamado "Campeonato da Liga I Divisão" que decorreu entre 1934/35 a 1937/38, antecedendo o "actual" campeonato.

    SL

    ResponderEliminar
  10. Mas...

    "Disputado desde 1934, o campeonato da categoria sénior já teve o título de Primeira Liga Experimental (Não-oficial) (1934 - 1938)"

    ResponderEliminar
  11. E os tripeiro também consideram no seu palmarés oficial o título alcançado em 1934-1935.

    Eu sempre li que o campeonato nacional tinha começado em 1938/1939.

    ResponderEliminar
  12. Hugo,

    O DN aborda hoje este assunto com seriedade

    http://dn.sapo.pt/desporto/benfica/interior.aspx?content_id=1565466

    ResponderEliminar
  13. É uma realidade deveras interessante "Existem três formas de ver a coisa" eheh

    Portugal no seu melhor :D

    ResponderEliminar
  14. Hugo:

    É à vontade do freguês...

    Mas afinal se durante quatro épocas coincidiu o tal campeonato da I liga (experimental/não oficial) com o Campeonato de Portugal (competição oficial) no caso de, na mesma época, o vencedor não coincidir nessas duas competições, quem foi considerado o efectivo campeão Nacional????

    Fónix... Que p*t* de confusão...

    Curiosa é a contabilidade assumida pelos nossos 'media' e pelos aldrabões dos lamps (passo a redundância)... Em q das três hipóteses à escolha, escolhe-se, precisamente, aquela que dá a maior diferença de titulos ao slbosta face ao seus rivais... Mt curioso...

    Mas deve ser só uma mera coincidência... ;)

    Enfim... mas, daqueles lados do CCC, nada há de novo nem de surpreendente: a aldrabice está-lhes na massa do sangue. Essa é apenas mais uma das (reles) característica daquela gentinha trafulha...

    SL

    ResponderEliminar
  15. Virgílio,

    Como diz e bem o Hugo Malcato isto é Portugal no seu melhor.
    Eu só acrescentaria que ainda são resquícios do bafio salazarento que sempre protegeu aquela agremiação

    ResponderEliminar
  16. Hugo:
    Sobre o post já sabes o que penso: 5 estrelas!

    Quanto ao assunto propriamente dito acho que és um chato! Who cares?! Que mania de estar agarrado a pormenores insignificantes, especialmente quando o País inteiro está em festa.

    ResponderEliminar
  17. Excelente post! Também estou curioso para ver se há resposta.

    Quanto a mim, ainda estou à espera de resposta ao mail que enviei ao IONLINE a 16/04/2010.

    ResponderEliminar
  18. FCS,

    Duvido sinceramente que venha a ter uma resposta. Certamente que foi tida esta prova "experimental" já que o clube da Invicta também surge com aquele campeonato de 34/35.

    SL

    ResponderEliminar
  19. Rui patrício fora do mundial... vergonha...

    ResponderEliminar
  20. Esta convocatória da Selecção é impressionante.

    5 centrais! Ricardo Costa, Zé Castro e Pepe são umas escolhas que enfim, já para não falar do Daniel Fernandes.

    E atenção, que não estou com isto a dizer que o Patrício, Carriço e Moutinho deviam ir...

    SL

    ResponderEliminar
  21. O Ricardo Costa, Zé Castro e Daniel Fernandes, acho surreal!!

    O Moutinho de fora... belo balde de água fria! Para ele e para as nossas aspirações.
    Parece-me que acabou de perceber da pior maneira, que o que tem feito, é curto.

    ResponderEliminar
  22. A minha equipa e CLUBE é só um..SPORTING Clube de PORTUGAL.

    Obrigado C. Queirós.Cada vez te acho mais inteligente.
    Vais levar poucas..vais. Então e o Jaquim do slb..?!
    Enquanto não retiraram o Ricardo e agora como é???!!

    ResponderEliminar
  23. Hugo Malcato,

    Não são 5, mas sim 6 centrais:
    Zé Castro, Bruno Alves, Rolando, Pepe, Ricardo Carvalho, Ricardo Costa

    Tudo bem que ainda há um que fica em terra mas...o Veloso também é central de raiz...
    O que não percebo é para quê levar alguns que são sucata, falo de Rolando e Ricardo Costa, outros que mal têm tocado na bola durante a época como, Zé Castro e Ricardo Costa. Com esta gente, se ocupam lugares de médios que são importantes, como o Moutinho, Ruben Amorim, etc...

    Já nem falo do facto de Queiroz poder levar 3 GR titularissimos nos seus clubes, um deles campeão, para levar o suplente do Porto (que Queiroz nem convocava por ser baixote) e um chavalo que ninguém sabe muito bem em que clube joga (a imprensa alterna entre o Bochum e o Iraklis)

    ResponderEliminar
  24. O campeão dos túneis e das expulsões vai ter apenas um na africa do sul..E vai por favor pois a imprensa vermelha tanto pediu que o queirós lá fez o favor A equipa sul americana que ganhou a liga a conta dos costas uns túneis outros ricardos ficou cá com um melão que eu tanto gosto..E por mim ia o duda pois sempre fez os 11 jogos de apuramento..MAS ENFIM a imprensa cor de rosa é que manda no país de merda que somos..

    ResponderEliminar
  25. O Queiróz nunca teve medula, é um treinadorzeco que vive de glorias com 20 anos e ainda por cima de camadas jovens.É um perdedor e onde andou foi sempre corrido.
    Esta convocatória é um delirio de alguém que só pode dar nos ácidos.
    Para além dos lobbys do costume,desta vez ainda temos o ricardo costa,daniel fernandes,zé castro.
    Só pode ser a gozar.

    ResponderEliminar
  26. Mas o melhor continua a ser o Record.
    Desde que saiu a convocatória, a notícia de destaque no site do Record, não é que vão 3 ou 4 jogadores que não lembram ao diabo, nem tão pouco os convocados.
    A notícia de destaque é "Queiroz chama Coentrão"
    Será que vão os 2 jogar sozinhos no Mundial? Fica a dúvida...

    ResponderEliminar
  27. Hugo Malcato (e só sobre o post porque a Selecção não me diz nada) eu não sou especialmente sobredotado mas sei ler, e portanto não vejo onde anda o equívoco.
    E como sei ler, as contagens que se podem fazer não são 3, mas 4.
    Quarta contagem aliás que o DN descreve em texto mas que não traduz para números, talvez por falta de ousadia.

    Mas vamos por partes:

    Campeonato de Portugal, os tais de 1921 a 1938/39.
    Campeonato da Liga, entre 1934-1938/39.
    Campeonato Nacional, a partir de 1938/1939.

    Vamos ver agora o que nos dizem cada 1 delas e para o que servem.

    Comecemos pela que não oferece dúvidas nenhumas, mesmo para quem as tenha:
    1938/1939, inicia-se o Campeonato Nacional. Sporting, Porto, Benfica, Belenenses e Boavista. 18, 23, 29, 1 e 1, respectivamente.
    Vai até aqui - pelo menos - a contagem, e é pacifica (para os tais que têm dúvidas).

    Sobram 2:

    1 - Campeonato de Portugal, o tal começado em 1921:
    Existiu como competição única até 1934/1935.
    Propósito dela? Achar o campeão nacional.
    Aqui: "O Campeonato de Portugal foi a primeira prova de futebol a nível nacional e disputava-se em jogos a eliminar. Começou a ser disputada na época de 1921/22 e o vencedor era considerado campeão nacional."
    Portanto se até 1934/1935 era a única prova que existia para se achar o campeão nacional, porque carga de água não há-de ser incluído na contabilidade dos títulos?
    Havia outra forma de achar-se o campeão? Não.
    Se não havia tem de ser obviamente incluído.

    ResponderEliminar
  28. O que já não tem de ser incluído ( não tem nem deve) é precisamente o Campeonato da Liga, e porquê? Porque disputou-se ao mesmo tempo do que o Campeonato de Portugal sendo que o Campeonato de Portugal era a prova que apurava o Campeão Nacional, independentemente de ser jogado a eliminar ou não. O modelo de competição é irrelevante. Se amanhã a Liga Sagres se disputar a 3 voltas entre 9 ou 10 Clubes mais um play-off final é óbvio que o Campeonato Nacional entre 1938 e 2011 entra na contabilidade dos títulos.
    Ou então ... só estes do Campeonato Nacional é que entram, e a partir de 2011 começar-se-ia do zero. Possível? Evidentemente que não. Porque ao mesmo tempo que se alterava o modelo competitivo continuar-se-ia a apurar um Campeão Nacional, que no ano seguinte ia jogar a LC e tudo isso. Seria apurado por um play-off (prova a eliminar) e não deixava de ser Campeão Nacional por isso.

    Questão do modelo de competição arrumado.

    Agora, porque é que o Campeonato da Liga não deve ser contabilizado para os números? Por um motivo simples: porque não podem existir 2 competições diferentes a apurar 2 campeões nacionais diferentes.
    E elas coabitaram entre 1934 e 1938.
    Qual deve ser a utilizada então? A mais antiga, obviamente. A mais antiga e a que primeiramente foi concebida para apurar-se o Campeão Nacional. E esse jornalista que escreveu esse artigo sabe-o, e tanto que o sabe que o diz:
    " (...) poder-se-ia contabilizar os títulos a partir desta data (1921), omitindo neste caso os quatro Campeonatos da Liga (de 1934/35 a 1937/38) que coexistiram com o Campeonato de Portugal, até 1938/39. Partindo deste pressuposto, surgem três campeões inéditos: Marítimo, Olhanense e Carcavelinhos."

    Simples.
    Esqueceu-se foi depois de traduzir em números, a tal que seria a 4ª contagem e a certa. Nessa tradução o Benfica "perde" 3 títulos de Campeão Nacional, 35, 36 e 37 (embora não perca 3 competições ganhas obviamente, porque ela existia e chamava-se Campeonato da Liga) e o Porto perde 1, do ano de 34. Mais uma vez perde 1 título de Campeão Nacional, só, não perdendo a competição ganha: Campeonato da Liga.

    Neste caso - que é o certo - ficaríamos com:
    22, 26, 29, 4, 1, 1, 1 e 1.
    Sporting, Porto, Benfica, Belenenses, Olhanense, Maritimo, Carcavelinhos e Boavista.
    E a contagem certa é esta e não pode ser outra.
    Mais uma vez, porquê? Porque a prova que apurava o Campeão Nacional era o Campeonato de Portugal, que existiu até 1938/1939.
    Se queriam achar outra forma de apurar esse Campeão - por via do Campeonato da Liga - teriam de ter extinguido a prova que já o fazia. Não havendo a extinção, ela mantém-se em vigor e continua a apurar o Campeão Nacional.

    Simples e inequívoco.
    O jornalista vá lá saber-se porquê é que não concluiu.

    ResponderEliminar
  29. Voltando só atrás para o argumento das provas a eliminar: a Liga dos Campeões hoje disputa-se em modelo de Liga e Play-off e que eu saiba os Campeões Europeus não existem desde 1997, existem muito para trás disso. Motivo aliás pelo qual quando o ano passado toda a imprensa dizia que o Sporting foi pela primeira vez a uns oitavos de final da prova: mentiu, pura e simplesmente, porque o Sporting em 84 se não estou em erro joga os quartos-de-final da Taça dos Campeões Europeus, com o Oliveira como treinador-jogador.
    Isto para dizer o quê? São uma série de atropelos históricos propositados. Não são ingénuos, nenhum deles. E se o Sporting estreia-se nuns oitavos-de-final em 2008/2009 então o benfica nunca foi campeão europeu, e o máximo que atingiu foi os quartos-de-final em 2005. Cabe na cabeça de alguém isto? Claro que não.

    ResponderEliminar
  30. MHumberto,

    Permita-me a correcção, mas essa quarta contagem que fala é a que o jornalista do DN fez na Terceira Contagem, que são Campeonatos de Portugal mais os Campeonatos Nacionais a partir de 38/39.
    Eu também acho que essa seria a contagem mais engraçada. Todos tinham mais títulos e ainda apareciam alguns Clubes que vêm a sua história ser omitida com a actual contagem...

    ResponderEliminar
  31. Hugo e MHumberto

    Com a minha DNA lembro-me de coisas que vocês (pelo menos o Hugo) só de pesquisarem poderão tomar conhecimento.

    Na minha meninice o Sporting era quem tinha mais títulos de Campeão Nacional, e é nessa altura que a necessidade de protagonismo do clube das mentiras inventa começar a contar como titulo de Campeão Nacional o vencedor do campeonato da Liga, de modo a poderem nomear-se os “mais vezes campeões nacionais”, argumentando com a similitude de formato entre as competições.

    Quando começaram com essa trafulhice os Sportinguistas ainda respingaram, mas como nas estórias da data da fundação, dos seis milhões e outras que tais uma mentira tantas vezes repetida passa a ser tomada como verdade. E agora, para mais com a rasca classe de jornalistas que temos, vai ser muito difícil restabelecer a verdade, para mais nada conveniente ao clube do regime.

    ResponderEliminar
  32. Certíssimo, erro meu JPDB, erro meu por ter ido ao sítio errado. É por essas e por outras que deviam extinguir a Wikipédia. Enciclopédias online editáveis pelos utilizadores dá nisso.

    Guiei-me por esta lista:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_portugu%C3%AAs_de_futebol
    Nela estão contabilizados os Campeonatos (a tal interpretação costumeira) entre 1934/1935 e 2009/2010.
    Época↓ SLB↓ pontos↓ FCP↓ pontos↓ SCP↓
    2009-10 1º 76 3º 68 4º 48
    2008-09 3º 59 1º 70 2º 66
    2007-08 4º 52 1º 69 2º 55
    2006-07 3º 67 1º 69 2º 68
    2005-06 3º 67 1º 79 2º 72
    2004-05 1º 65 2º 62 3º 61
    2003-04 2º 74 1º 82 3º 73
    2002-03 2º 75 1º 86 3º 59
    2001-02 4º 63 3º 68 1º 75
    2000-01 6º 54 2º 76 3º 62
    1999-00 3º 69 2º 73 1º 77
    1998-99 3º 65 1º 79 4º 63
    1997-98 2º 68 1º 77 4º 56
    1996-97 3º 58 1º 85 2º 72
    1995-96 2º 73 1º 84 3º 67
    1994-95 3º 47 1º 62 2º 55
    1993-94 1º 54 2º 52 3º 51
    1992-93 2º 52 1º 54 3º 45
    1991-92 2º 46 1º 56 4º 44
    1990-91 1º 69 2º 67 3º 56
    1989-90 2º 55 1º 59 3º 46
    1988-89 1º 63 2º 56 4º 45
    1987-88 2º 51 1º 66 4º 47
    1986-87 1º 48 2º 46 4º 38
    1985-86 2º 47 1º 49 3º 46
    1984-85 3º 43 1º 55 2º 47
    1983-84 1º 52 2º 49 3º 42
    1982-83 1º 51 2º 47 3º 42
    1981-82 2º 44 3º 43 1º 46
    1980-81 1º 50 2º 48 3º 37
    1979-80 3º 45 2º 50 1º 52
    1978-79 2º 49 1º 50 3º 42
    1977-78 2º 51 1º 51 3º 42
    1976-77 1º 51 3º 41 2º 42
    1975-76 1º 50 4º 39 5º 38
    1974-75 1º 49 2º 44 3º 43
    1973-74 2º 47 4º 43 1º 49
    1972-73 1º 58 4º 37 5º 37
    1971-72 1º 55 5º 33 3º 43
    1970-71 1º 41 3º 37 2º 38
    1969-70 2º 38 9º 22 1º 46
    1968-69 1º 39 2º 37 5º 30
    1967-68 1º 41 3º 36 2º 37
    1966-67 1º 43 3º 39 4º 30
    1965-66 2º 41 3º 34 1º 42
    1964-65 1º 43 2º 37 5º 32
    1963-64 1º 46 2º 40 3º 34
    1962-63 1º 48 2º 42 3º 38
    1961-62 3º 36 2º 41 1º 43
    1960-61 1º 46 3º 33 2º 42
    1959-60 1º 45 4º 30 2º 43
    1958-59 2º 41 1º 41 4º 31
    1957-58 3º 36 2º 43 1º 43
    1956-57 1º 41 2º 40 4º 31
    1955-56 2º 43 1º 43 4º 36
    1954-55 1º 39 4º 30 3º 37
    1953-54 3º 32 2º 36 1º 43
    1952-53 2º 39 4º 36 1º 43
    1951-52 2º 40 3º 36 1º 41
    1950-51 3º 30 2º 34 1º 45
    1949-50 1º 45 5º 26 2º 39
    1948-49 2º 37 4º 33 1º 42
    1947-48 2º 41 5º 36 1º 41
    1946-47 2º 41 5º 33 1º 47
    1945-46 2º 37 6º 20 3º 32
    1944-45 1º 30 4º 20 2º 27
    1943-44 2º 26 4º 23 1º 31
    1942-43 1º 30 7º 14 2º 29
    1941-42 1º 38 4º 28 2º 34
    1940-41 4º 18 2º 20 1º 23
    1939-40 4º 23 1º 34 2º 32
    1938-39 3º 21 1º 23 2º 22
    1937-38 1º 23 2º 23 3º 22
    1936-37 1º 24 4º 14 3º 20
    1935-36 1º 21 2º 20 3º 18
    1934-35 3º 19 1º 22 2º 20
    E desta lista - sem a somar - assumi que a contagem resultasse nos tais: 32, 27, 18, 1, 1. Soma costumeira, uma vez mais.

    ResponderEliminar
  33. O que fiz então foi retirar os Campeonatos da Liga, usando-me desta lista:
    Campeonato da Ia Liga 1934-1938 (unofficial)
    1934/35 FC Porto
    1935/36 SL Benfica
    1936/37 SL Benfica
    1937/38 SL Benfica

    E somar os Campeonatos de Portugal, usando-me desta lista:
    1921/22 FC Porto (runners-up: Sporting CP)
    1922/23 Sporting CP (runners-up: Académica 3-0)
    1923/24 SC Olhanense (runners-up: FC Porto 4-2)
    1924/25 FC Porto (runners-up: Sporting CP 2-1)
    1925/26 CS Marítimo (runners-up: CF "Os Belenenses" 2-0)
    1926/27 CF "Os Belenenses" (runners-up: Vitória FC Setúbal 3-0)
    1927/28 Carcavelinhos FC (runners-up: Sporting CP 3-1)
    1928/29 CF "Os Belenenses" (runners-up: União F. Lisboa 2-1)
    1929/30 SL Benfica (runners-up: FC Barreirense 3-1aet)
    1930/31 SL Benfica (runners-up: FC Porto 3-0)
    1931/32 FC Porto (runners-up: CF "Os Belenenses"
    1932/33 CF "Os Belenenses" (runners-up: Sporting CP 3-1)
    1933/34 Sporting CP (runners-up: FC Barreirense 4-3 aet)
    1934/35 SL Benfica (runners-up: Sporting CP 2-1)
    1935/36 Sporting CP (runners-up: CF "Os Belenenses" 3-1)
    1936/37 FC Porto (runners-up: Sporting CP 3-2)
    1937/38 Sporting CP (runners-up: SL Benfica 3-1)

    O resultado seriam então os que meti aí.
    Todos os Campeonatos de Portugal entre 1921-1938.
    E todos os Campeonatos Nacionais entre 1939-2010.
    Campeonatos da Liga: retirados da contagem por se terem disputado ao mesmo tempo do que a prova que já existia para apurar o Campeão Nacional.

    O exercício teórico mantém-se, sendo o resultado esse que o JPDB meteu aí, a 3ª contagem do jornalista.

    ResponderEliminar
  34. 8, se serve para o Hugo Malcato mais depressa para mim servirá: sou mais novo que ele, penso, a julgar pelo Leão de Prata.

    JPDB, o exercício de contagem deve ser esse não por aproximar os números, até porque quando li o artigo não tinha presente como é evidente os Campeonatos de Portugal ganhos pelos 3 grandes nos anos 20 e 30.
    O exercício teórico que entendo ser o verdadeiro precede a contagem.
    A contagem - de acordo com o exercício que entendo ser o verdadeiro - aproxima os números, é mera consequência.

    Não podem haver 2 provas diferentes a apurar 2 campeões nacionais diferentes, só isso. Muito simples.
    Entre 1934 e 1938 qual das 2 deve ser usada então? A mais antiga. Simples. A mais antiga por ser a que foi criada para apurar o Campeão Nacional, não havia nenhuma outra para o fazer. Se quisessem apurá-lo de outra forma - alterando o modelo de competição - teriam de ter extinto a primeira. Não o fizeram. Portanto ela manteve-se em vigor e é a que deve ser usada para contabilizar campeonatos nacionais.
    A "experiência" de 4 temporadas entre 1934 e 1938 - Campeonato da Liga - não pode substituir a prova que já havia.

    Simples.

    ResponderEliminar
  35. Não é por acaso que um célebre jornal desportivo era conhecido há anos atrás pelo jornal dos "campeonatos em poule"...só contam o que dá vermelhusco...Claro que não aplicam o mesmo critério à liga dos campeões, senão lá ficava o SLB sem os dois títulos de campeão europeu...

    Mas é a tal coisa...aldrabam a data da fundação, aldrabam a história...
    há anos atrás até tinham cartazes nas torres de iluminação do que antes era o estádio da Luz que diziam Benfica campeão nacional 1971/72-1976/77...apesar de nós sermos os campeões de 1973/74...

    Só lhes falta meterem já os dez próximos campeonatos na lista...

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)