quarta-feira, 30 de junho de 2010

Erros meus, má fortuna...

O que tem a saída de Hugo Almeida a ver com o golo sofrido instantes depois? Provavelmente nada, apenas uma mera coincidência. Ou, se preferirem, com Hugo Almeida em campo o golo seria evitado? Obviamente que não. Mas relacionar estes dois factos é apenas um sinal de que está lançada a discussão e a caça às bruxas, que começou em Queirós, passa por Ronaldo e até ressuscita Scolari. Podia ser diferente? Provavelmente não, pelo menos em Portugal.

Já aqui disse o que pensava de Queirós. E julgo ser inútil e até injusto lembrar nesta altura Scolari. Se acho que Queirós é um bom dispenseiro, Scolari em Portugal não passou de um convidado que se sentou a uma mesa já posta, comeu do melhor que havia, e foi-se embora sem deixar um legado que valha a pena recordar. E como parece que já ninguém se lembra, é bom recordar que no último Europeu,  com um lote de jogadores semelhante, saímos na primeiro jogo a eliminar, jogando igualmente de tracção atrás e sem brilho. Alguém acha que Scolari seria ontem mais atrevido que Queirós?

Ah, e então as bandeirinhas à janela, as procissões atrás do autocarro, os motoqueiros, bandarilheiros? O que isso tem a ver com o futebol? Portugal pode precisar de referências, de heróis ou até de mártires, de Viriato, Martim Moniz, mas o futebol nacional precisa de um seleccionador que perceba como potenciar as qualidades dos nossos jogadores, da mesma forma que a Espanha conseguiu aliar à fúria a eficácia e a mestria dos seus executantes. Aí a diferença entre Queirós e Scolari estará no sotaque.

As palavras de Ronaldo e Deco são sinais de indisciplina? São. Não deveriam ter acontecido e devem ter consequências. Mas representam também a revolta de quem sente que era possível fazer melhor. São o sinal evidente que os jogadores, ou parte deles, não confia na capacidade do seu seleccionador, tal como grande parte de nós, e esse sinal não pode ser esquecido por Gilberto Madaíl.  E Ronaldo foi quem mais perdeu com este Mundial, embora a sua postura nos jogos da selecção também não o isentem de culpas.

Era possível fazer melhor? Hoje até Queirós o terá já confessado ao travesseiro. Os erros da convocatória foram-lhe fatais. Pepe, Ricardo Costa, Duda, Danny foram erros de palmatória. As lesões de Bosingwa e Nani funestas. A entrada de Ruben Amorim e consequente lesão muscular foi, no mínimo, caricato. Mas é no modelo de jogo da selecção que reside o problema. Termino os posts sobre a selecção como comecei: que ideias tem Queirós para o nosso futebol? Queirós conseguiu o mais fácil que é desconstruir o jogo adversário, dotando a equipa de solidez defensiva. Mas, como vimos ontem, isso não basta. Saber construir, estender o nosso jogo de uma área à outra é um cabo das tormentas ainda por dobrar.

13 comentários:

  1. Concordo com parte do post, mas não concordo com o primeiro parágrafo. O jogo virou após a substituição feita (Hugo Almeida por danny) e a não feita (Pepe por Paedro mendes). E porquê? Porque a Espanha percebeu que o perigo passou a ser menor e atirou-se mais para a frente o que foi agravado pela estado fisico de Pepe! E o que é um facto é que após as substituições (Torres por Lorente e Almeida por Danny) o jogo mudou completamente e Espanha que estava controlada de repente atirouse a nós de maneira furiosa. Foram 5/6 minutos terriveis que culminaram com o golo! Na minha leitura, nós gentilmente convidamos o adversario a atirar-se a nós e eles não se fizeram rogados! Eu acho que o jogo é perdido ali... E depois também não percebo a não entrada de deco e a entrada de Pedro Mendes. Já não fazia sentido entrar Mendes depois de estarmos a perder. Tínhamos de assumir o risco e jogar o unico trunfo alto que tínhamos no banco, a par de Liedson!

    ResponderEliminar
  2. JG:
    A mim não me pareceu fazer qualquer sentido a presença do Pepe na equipa, quando tinha o Pedro Mendes e o Veloso. Pepe não é um 6, muito menos nas condições em que está.

    Para mim o golo naquele momento foi uma coincidência fatal porque a seguir precisávamos de estender o nosso jogo e não o conseguimos. Mas seria igualmente difícil com Almeida, uma vez que a perder não nos chegava ficar à espera dos espanhóis.

    Tal como previra no inicio do jogo, ser-nos-ia muito difícil sofrer um golo e conseguir reagir. Havia demasiada tracção atrás e isso não se muda com um estalar de dedos. E há que admitir que é muito difícil, do ponto de vista psicológico, jogar contra esta equipa de Espanha, que obriga a concentração máxima e tolerância zero a falhas.

    Não é nenhum drama perder com eles, muito menos por um zero. O até jogar em contenção com eles, porque é muito mais fácil do que impedi-los de ter a bola. Mas jogando assim, preferindo o contra-ataque, era possível e sobretudo desejável para o nosso orgulho fazê-lo melhor e isso creio que era possível. Se o resultado podia ser outro? Podia, pelo menos seria mais favorável à nossa auto-estima.

    ResponderEliminar
  3. Qualquer pessoa percebe facilmente que Portugal perdeu o jogo de ontem porque falhou tacticamente. A saída do Hugo Almeida culminando com os 5 minutos de jogo seguintes infernais por parte da Espanha não têm nada de coincidência.
    Simplesmente o nosso pseudo-treinador transmitiu ao lado espanhol que se estava a borrar todo ao ponto de, vendo os minutos a passar, tirar o único ponta-de-lança e reforça o meio-campo com um médio…aos 55 minutos de jogo.
    É lógico que os espanhóis muito mais audazes e ambiciosos vieram para cima de nós e o resultado foi o que se viu.
    Apenas Madail para pensar que este moçambicano radicado em Portugal poderia algum dia estar á altura do grande Scolari…

    Contrate-se um treinador a sério e resolve-se logo grande parte dos nossos problemas.

    SL

    P.s:. Aquando da contratação de Paulo Sérgio, disse na altura neste blog que o sucesso deste á frente do Sporting seria semelhante ao de Queiroz á frente da selecção…Espero estar enganado.

    SL

    ResponderEliminar
  4. A questão essencial para mim é se era possivel manter o tipo de jogo que estavamos a fazer e ir enervando os espanhois. E penso que era! Depois de estarmos a perder, ficou quase impossivel...O problema é que para mantermos o tipo de jogo que estavamos a fazer precisavamos de os manter em respeito como estavamos a conseguir. Eles também percebiam que com almeida e Cr (mesmo mal) na frente não podiam correr riscos demais e esticar o jogo. Quando Almeida saíu, eles perceberam que podiam finalmente correr mais riscos. A agravar a situação, Pepe explodiu.

    Resumindo e concluíndo, eu acho que a derrota é fruto de uma leitura tactica muito má. Se podíamos perder na mesma? Podíamos! Mas com um pouco de fortuna e paciencia, também podíamos ganhar!

    Já agora, ninguém reparou nisso, mas Villa está fora de jogo na jogada do golo. Não perdemos por causa disso, até porque é um fora de jogo milimetrico, mas fica o registo. Até nesse pormenor a sorte nos faltou...Mas também fizemos por merecer a pouca sorte que tivemos. Alias do minuto 7 ao 55 (momento fatal das substituições) as jogadas mais perigosas foram nossas e com um pouco de fortuna...

    Também não compreendo o porque de Deco ficar no banco após o golo espanhol. Íamos correr mais riscos e se calhar perder por mais? Se calhar íamos, mas perdido por um, perdido por mil e não compreendo a total falta de ambição mostrada. Uma derrota é sempre uma derrota e Deco era o unico que podia tirar um coelho da cartola...

    ResponderEliminar
  5. LdA,

    Já eu acho que faz todo o sentido relembrar Scolari. É que o legado que ele nos deixou, ao contrário do que dizes, merece ser referido: final do Euro em 2004, meias-finais do campeonato do Mundo 2006 e, mais importante, uma equipa. O que não existe neste momento.
    Além disso, foi o próprio CQ que não conseguiu se livrar desse "fantasma", quando no início optou por tecer considerações acerca dele.

    As escolhas de CQ, e reportando-me apenas a este jogo:

    - leva Pepe quando não tinha ritmo, colocando-o a trinco em detrimento de Pedro Mendes quando este tinha feito 2 bons jogos;
    - escolhe Ricardo Costa para lateral direito preterindo os 2 de raíz que tinha;
    - coloca CR entre os centrais, já após o ter deixado só na frente, com os restantes jogadores a bombearem-lhe bolas, e antes também para o HAlmeida, numa filosofia de "chutem a bola e ele que invente qualquer coisa"

    são demonstrativas do que foi "trabalhado" neste estágio.

    Se a nível defensivo estivemos bem, em termos atacantes fomos uma nulidade, com excepção do jogo contra a Coreia do Norte. Marcámos 7 golos mas isto foi conseguido num jogo atípico, em que depois de termos saído a ganhar 1-0 para o intervalo, marcámos golos em curtos intervalos de tempo, aproveitando o maior balanceamento da Coreia do Norte no ataque, em que tudo nos saiu bem. E não fiquei com a sensação que tivesse sido mérito do trabalho do treinador mas sim da qualidade individual dos jogadores.

    Nos restantes jogos, limitámo-nos a defender bem e a sair em contra-ataque, usando e abusando de lançamentos longos para o CR para que ele inventasse algo, sem que tivesse por perto quem o apoiasse.
    É muito fácil bater no CR mas quem é que ele teve que o ajudasse a construir jogo?
    Simão foi uma verdade nulidade ontem e já tinha feito um jogo bastante fraco contra a Coreia do Norte; Danny continua igual, sempre muito perdulário e inconsequente apesar da sua qualidade técnica; as escolhas relativas aos PDL pareceram-me totalmente desajustadas, pois teria feito mais sentido chamar HA para o 1º jogo do que Liedson, devido ao poderio físico da Costa do Marfim, e preferindo o Levezinho nos jogos com o Brasil e Espanha; Pepe a trinco quando deveria ter colocado Pedro Mendes num jogo (Espanha) em que demos a bola ao adversário o que significava correr muito sem ela; dar a bola ao adversário quando nós estamos habituados a tê-la; etc etc etc.

    Scolari tinha defeitos? Claro que tinha mas como seleccionador, ganhava ao CQ por KO no 1º assalto.

    ResponderEliminar
  6. JG,

    Reparei no fora de jogo de Villa também, assim como no facto de não haver uma única!!! repetição com a imagem parada, de modo a verificar se estava, por muito ou pouco, em situação irregular. Estranho também ninguém ter referido isso nos seus comentários: Tadeia passou o jogo todo, à imagem do que faz nos do SCP, a dizer como é que a Espanha tinha que fazer para nos ganhar.

    Quanto à ausência do Deco, e como comentei ontem, só me faz pensar que haviam realmente problemas entre ele e CQ. E mais convencido fiquei, quando ouvi as ridículas justificações dadas pelo nosso seleccionador.

    ResponderEliminar
  7. JG: Tb é essa a minha visão.

    Muito resumidamente, q estou fartinho de sentenças politicamente correctas: Pó caralho com Queirós. Agora estou definitivamente convencido de que CQ é um autentico NBL ('Natural Born Looser'). O que mais doeu nem foram os resultados, foi ver a selecção do meu querido País praticar o 'anti-futebol'.

    Obrigado e um bom resto de visionamento do Mundial a todos aqueles que gostam de futebol ofensivo. A partir de hoje apoio os brazucas. Dá-lhe Chunga! :)

    Agora, venha 'mazé' um Sporting à Sporting para 2010/2011. FORÇA e mt CORAGEM, PS!

    ResponderEliminar
  8. JVL:
    Quando refiro a legado falo em modelo de jogo e aí não vejo nada que nos tenha deixado. O que Scolari teve em 2004 e em 2006 foi mais e melhores executantes, e mesmo em 2004 teve que emendar a mão e valer-se do trabalho de Mourinho, que teimosamente queria ignorar. Mas, no último Euro, com mais ou menos os mesmo jogadores fez o que Queirós fez neste Mundial: qualificação sofrível e saída no primeiro jogo a eliminar, sem brilho. Esse é o termo mais próximo de comparação, uma vez que da equipa que fez o Euro e Mundial já não havia a mesma qualidade e os jogadores que restam de então estão 6 anos mais velhos. Respeito a tua preferência por Scolari, mas ele e Queirós para mim merecem-se.

    Virgilio:
    Se gostas de futebol de ataque e de qualidade ficas melhor servido com a Espanha. Não tenho grande fé no Brasil, mas, tal como a Alemanha, são dos que ganham quase sempre.

    ResponderEliminar
  9. Já que estamos a falar de selecções, gostava de dizer que simpatizo muito com a selecção feminina polaca de volei!

    Em relação à nossa, não concordo que o Scolari não nos deixou nada, nem fez muito mais que o Queiróz. A diferença para mim é que o Scolari é um lider, sabe galvanizar os jogadores e os adeptos (percebe pouco de taticas e de modelos de jogo), ao passo, que Queirós é um estudioso do futebol, percebe muito de teorias, mas na pratica é zero.

    E pego nesta frase do post: "Ah, e então as bandeirinhas à janela, as procissões atrás do autocarro, os motoqueiros, bandarilheiros? O que isso tem a ver com o futebol?"

    Eu acho que tem muito, até por vezes, mais importante que andar a ler livros sobre as novas teorias, técnicas e táticas do mundo do futebol.
    Será que não é importante, os próprios jogadores sentirem que tem uma nação ao lado deles, a apoiá-los e a acreditar que podem ganhar??(o que não aconteceu neste mundial).

    Não é isso que por vezes defendemos no nosso clube, ter os sócios e adeptos todos do mesmo lado a puxar pelo mesmo, será que isso não dá mais confiança aos jogadores, não lhes dará mais vontade de ganhar...

    Os argentinos foram buscar o Maradona porquê? Acho que não foi pelas tácticas e técnicas e modelos de jogo...mas é a minha opinião.

    De resto, interessa é o nosso grande amor...

    SL

    ResponderEliminar
  10. LdA,

    O Scolari conseguia extrair o máximo de cada jogador e uni-los em torno de um objectivo comum e isso é para mim, o maior legado que ele nos deixou.
    CQ colocou-nos a jogar em 4-3-3 com os intérpretes errados e numa filosofia que não se coaduna com o nosso estilo. Modelo de jogo que nos deixa?

    "Será que não é importante, os próprios jogadores sentirem que tem uma nação ao lado deles, a apoiá-los e a acreditar que podem ganhar??(o que não aconteceu neste mundial).

    Não é isso que por vezes defendemos no nosso clube, ter os sócios e adeptos todos do mesmo lado a puxar pelo mesmo, será que isso não dá mais confiança aos jogadores, não lhes dará mais vontade de ganhar..."

    Concordo. É óbvio que é importante essa energia extra. Por algum motivo se fala no 12º jogador, seja nos clubes ou selecção.

    ResponderEliminar
  11. LdA:

    Admito que sim. Mas talvez por conviver aqui tão próximo dos 'nuestros vicinos' e por conhecer tão bem a raça... não vou com os gajos nem à lei da bala. Assim sendo, AUPA...Brasil!

    Melhor: Arriba... Paraguay! Ainda por cima andam umas paraguaias boazudas a dar espectaculo por terras africanas... Qt mais tempos as virmos mais entretido se mantém o torneio. ;)

    Abraço.

    ResponderEliminar
  12. JVL:
    "O Scolari conseguia extrair o máximo de cada jogador"

    Não me parece. O Ronaldo deste Mundial é em todo semelhante ao Ronaldo do Europeu, pegando no nosso melhor jogador, que é um bom exemplo de desperdício de talento.

    "CQ colocou-nos a jogar em 4-3-3 com os intérpretes errados e numa filosofia que não se coaduna com o nosso estilo. Modelo de jogo que nos deixa?"

    É por isso que digo que Scolari e Queirós estão bem um para o outro.

    ResponderEliminar
  13. Mais do que nos clubes, o sucesso nas selecções reside em grande parte na união dentro do balneário. Um jogador olhar para o lado e saber que o outro vai correr por ele. Ficar claro que há uma causa pela qual lutar. Egos ficam à porta.

    O maradona tem sido um bom exemplo disso mesmo: não percebe nada daquilo que anda a fazer mas quase todos os jogadores dão tudo por ele.

    Com as devidas distâncias, o scolari tem algo disso. Consegue apaixonar os jogadores pela causa, com uma cultura de exigência grande. Os jogadores têm de sentir que não podem pisar o risco antes o fazerem, não é depois.

    A grande falha do queiroz, a meu ver, reside aí, na incapacidade de liderar homens. Percebe muito mais de futebol do que o scolari, mas vejo nele um porreiraço culto, que não tem os modos e linguagem abrutalhada que se espera de alguém que ocupa um cargo como o dele. Dá o flanco e há sempre alguém pronto a desferir-lhe o golpe. É um problema.

    Preocupa-me mais isso, que se espelha naquilo que o deco achou que podia dizer depois do jogo com a costa do marfim, e o que o menino ronaldo não chegou a dizer mas demonstrou várias vezes dentro de campo, do que outra coisa qualquer, como a táctica ou as substituições.

    O queiroz teve as suas falhas, sim, errou nas substituições, mas convenhamos: portugal chegou a este mundial com um potencial ofensivo reduzidíssimo face a grandes selecções como a espanha, que é só a campeã europeia, para quem se esqueceu.

    No início da fase de qualificação demos festivais de ataque sem ganhar um jogo que fosse. Acho que o queiroz cresceu como treinador desde então e a selecção tornou-se mais sólida a defender, menos espectacular a atacar, mais preparada para ganhar. Não estava era preparada para perder abre latas como o nani e o próprio bosingwa.
    As alternativas não abundam.

    Fizemos um mundial digno e caímos aos pés de uma equipa que é muito melhor. Não vejo motivos para dramas. Mas concordo que há coisas por resolver.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)