sábado, 20 de março de 2010

Tiro no pé



Costinha não deixa Izmailov jogar mais

Continuo a dizer que isto poderia e deveria ter sido tratado de outra forma. Agora...batatas!

39 comentários:

  1. Concordo plenamente, como já disse, se a história é como contaram, acho que foi uma acção extremista e exagerada por parte da gestão técnica do clube.

    Bem disse, no dia do jogo, que temia uma situação destas.

    Como já disse tb, se fosse um jogador problemático ainda se percebia, seria cortar o mal pela raíz. Agora o Izmailov, segundo nos parece a todos, teve sempre um comportamento exemplar, trabalhador e discreto.

    Se é um jogador que todos viam como trabalhador e bom profissional, esta autoridade em força não me parece que caia bem no grupo. As injustiças nunca são pacíficas aos olhos de todos.

    E assim se perde, quanto a mim, um dos jogadores do plantel ( que para mim já não são muitos..) com a qualidade para vestir a camisola do Sporting.

    Mas além disso, o pior talvez seja que se desvalorize um activo desta forma.

    UM GRANDE TIRO NO PÉ!

    NUNCA MAIS ACABA ISTO!

    PARECE MENTIRA..

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde caro amigo, gostaria de propor uma parceria entre o seu blog do qual sou fiel seguidor e o meu novo espaço blogueiro:

    http://futebolnumclique.blogspot.com

    É um novo blog, e apesar do meu sportinguismo gosto acima de tudo de discutir futebol.

    Gostaria que por semana um dos vossos colaboradores pudesse escrever uma "crónica" sportinguista no meu espaço, visto que para mim vocês têm o melhor blog verde-e-branco. Haverá também uma crónica semanal benfiquista e portista, escritas por amigos blogueiros adeptos dos referidos clubes.

    Como é lógico, no meu espaço também haverá lugar para uma hiperligação para todos os vossos espaços.

    Teria enorme gosto em contar convosco para este pequeno projecto que faz parte integral de um projecto profissional que estou iniciando. Espero ansiosamente por uma resposta, mesmo que seja negativa.

    Agradecendo a vossa atenção,

    Hugo Lopes

    SL

    ResponderEliminar
  3. TERIA COSTINHA AGIDO ASSIM SE FOSSE UM JOGADOR REPRESENTADO POR JORGE MENDES?.....

    ResponderEliminar
  4. Tudo isto parece um grande golpe palaciano que vai terminar como algumas pessoas sempre desejaram: ver o russo fora de Alvalade.

    Se primeiro tentaram vendê-lo a preço de saldo e agora nesta nova abordagem, criou-se esta confusão toda para chutar de vez o russo, aproveita-se também para fechar o dossier Carvalhal (não há ninguém que resista a tanto caos).

    O que ganha o Sporting no meio disto tudo?

    Parece-me que também se abriu caminho para quem quiser forçar a saída do Sporting ou não?

    E o JEB? Tirou férias novamente?

    ResponderEliminar
  5. 1º que tudo, ninguém pode garantir que isto seja mesmo assim. Sabemos perfeitamente que os jornais gostam muito de exagerar, principalmente com o Sporting.

    Depois, porque é que Izmailov faltou ontem ao treino e ao tratamento?

    Esta situação é toda ela muito estranha...mas para mim, isto tem o dedo do Lokomotiv.

    Eu não discordo da posição do Costinha. É dura? sem dúvida que o é. Mas os jogadores do Sporting têm que aprender de uma vez por todas a ser profissionais a sério! Acredito que vamos tirar proveito desta situação no futuro...

    SL

    ResponderEliminar
  6. Gnitrops,

    "Mas os jogadores do Sporting têm que aprender de uma vez por todas a ser profissionais a sério!"

    Se o Marat não o é, ninguém o é.

    ResponderEliminar
  7. Nem tudo é mau:

    http://hipocrisiasindigenas.blogspot.com/2010/03/orgulho-de-leao.html

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar
  8. Geromel interessa ao Sporting.

    http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/03/geromel-interessa-ao-sporting.html

    Vejam, abraço.

    ResponderEliminar
  9. Viva JVL,

    Não se entende. Com os dados que se conhecem simplesmente não se entende.
    Mesmo para quem ache que o Izmailov - ou qualquer outro - não tinha o direito de pressentir e sentir - pelos motivos que se conhecem - que naquele dia não devia jogar, mesmo para quem entenda isto: entre o fazê-lo sentir-se mal e suficientemente "de parte" para pensar sobre a questão e o acompanhá-lo até à saída de Alcochete como se ele fosse um leproso ou um judas vai uma grande distância. Gigante distância.
    Haveriam dezenas de formas de fazer a coisa diferente, e de fazê-la cumprindo os objectivos todos:
    - garantir o sucesso naquela noite no campo.
    - o Costinha usar-se da situação para marcar uma posição de força.
    - o Sporting não perder o Izmailov, e o Izmailov não dar por si numa situação que seguramente não merecia: a de ter meio mundo a falar do seu "joelho rebentado" e de não saber agora qual o seu futuro imediato.
    Muita gente já o lembrou mas nunca é demais: é o mesmo Izmailov que abdicou de uma fatia enorme do seu vencimento no período em que esteve ausente.
    Com isto, não se atingiu nada. Nada de nada.
    Nenhum "nós" se preservou em relação a um "eu".
    O Costinha sai pessimamente mal do quadro.
    Ficámos sem o Izmailov.
    O Izmailov ficou sem o Sporting.
    E fomos desportivamente penalizados pela situação, naquela noite.
    O que mais chateia e o que mais revolta é que tudo isto é fácil de ser enquadrado e adivinhado por qualquer alma com o mínimo de bom-senso.
    Bom senso, só isso. Não existiu, mais uma vez.
    Se os dados forem só estes que se conhecem o Costinha mostrou com isto 1 coisa: a sua capacidade de decidir no momento, intuindo, é nula.

    É por estas e por outras que eu gosto de Treinadores de perfil vincadamente forte. Com um Co Adrieense por exemplo isto nunca aconteceria, porque ele nunca permitiria que uma novela deste tipo - naquela tarde - se desenrolasse por cima dele.
    Não estou a falar de futebol, mas sim de liderança, e perfil para exercê-la.

    ResponderEliminar
  10. epa parem de perguntar se o presidente foi de ferias novamente....
    A pergunta correcta é: Temos presidente???
    A resposta: pareça que não! nós (socios) elegemos o homem para a secção de minas e armadilhas e para descobrir os terroristas... não sabiam isso quando fomos votar???

    ResponderEliminar
  11. Não estando na posse de toda a informação, porque de certo há muita coisa que não se sabe sobre este episódio, torna-se dificil fazer grandes comentários.

    Se Izmailov é dado como apto e não quer jogar, está no seu direito, mas não deixa de estar livre das consequências dos seus actos. Isto não aconteceu num jogo qualquer mas no jogo mais importante da época. Há uma óbvia e mais qe justificada quebra de confiança nesta quebra psicológica do russo. Isto era a nossa final esta época!!! Tanto me faz que seja Izmailov ou o Pereirinha. Não aparecer no dia seguinte é indisciplina e como tal Izmailov tem que se sujeitar.

    Se é verdade ou não que deixará de jogar no Sporting preocupa-me menos, porque não creio que por isso joguemos com 10 a partir daqui. O que eu contabilizo neste episódio é que a recusa em jogar do russo foi um elemento altamente perturbador da concentração para um jogo decisivo e com isso os objectivos e interesses do Sporting foram altamente prejudicados. Com esta quebra de confiança e o extremar de posições do russo não aparecendo aos treinos, que outra resposta acham que seria possível por parte de quem tem autoridade para decidir?

    O problema não estará mais nas decisões que não foram tomadas anteriormente em relação a vacas sagradas do plantel do que à que agora se tomou?

    Ai se fosse o Patricio que tivesse dado um frango, ou o Saleiro se tivesse falhado de baliza aberta...

    ResponderEliminar
  12. Espero ansioso pelo desenlace deste caso, não deixando de concordar que com tiro no pé ou sem tiro no pé o Sporting Clube de Portugal sairá sempre mais fragilizado.
    Decididamente o cargo de director desportivo nesta época tem um forte carga negativa sobre ele.
    Sempre fui um fã incondicional do carácter de Izmailov, para mim era mesmo em conversas entre amigos a referência do plantel pelo seu carácter. No entanto se desta vez falhou terá de arcar com as consequências, enquanto Costinha, talvez ainda imaturo neste cargo, terá de ter cuidado para não sair chamuscado. A hora não é de decisões precipitadas mas sim de mais acerto.

    ResponderEliminar
  13. E se cada um de nós parasse para pensar e se pusesse na pele de um dirigente de um clube que, antes de um jogo fundamental tem um jogador crucial a dizer-lhe que não pode jogar, que não está confiante.

    Claro que não somos especialistas e socorremo-nos do médico que refere que o jogador não tem nenum problema.

    O que fazer? Meditemos com seriedade.

    Independentemente da opinião de cada um, estou farto de casos Moutinho, Miguel Veloso, Liedson, Izmaiolov etc...

    Estes jogadores julgam-se primas donas e tudo lhes tem sido permitido.

    Estou com Costinha incondicionalmente, pois é neste momento que temos que ter uma só voz, sermos unidos sem ser necessário unanimidade. Não considero que tenha sido um tiro no pé. Pelo contrário, toda a gente tem que perceber que agora os jogadores têm que dar tudo pelo clube. E a mensagem tem que passar para o exterior.

    E já agora, aparece novamente Paulo Barbosa ao barulho. Espero que não seja coincidência.

    Para mim, como sportingista o unico facto é que neste jogo nós precisamos dos melhores jogadores e este era um deles. Eu e decerto muitos de voc^s até jogavaos com duas pernas ,partidas.

    Edu Mart

    ResponderEliminar
  14. JVL:

    Que é mais um tiro no pé, não restam dúvidas... Definir quem é o principal responsável por lhe acertar no meio deste tiroteio todo é que já é mais complicado... Ou não.

    Estou a preparar post precisamente sobre essa questão. Deve sair lá mais para a tarde.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  15. Não é este o Sporting que quero e acredito que também não é este o Sporting que os sócios e adeptos querem. Um Sporting em que os casos e pseudo-casos se sucederam. Onde tudo o que era possível ganhar se perdeu.
    Não é este o Sporting que me habituei a amar. Não é o meu Sporting.

    ResponderEliminar
  16. Leão de Alvalade,

    Se um Director de uma qualquer empresa o expulsasse e acompanhasse à saída das instalações dessa empresa, você fazia o quê?
    Esta acção cabe no universo das "consequências a que tem de sujeitar-se"?

    ResponderEliminar
  17. MHumberto:
    Não me parece que a realidade do mercado de trabalho em geral seja aplicável ao do particular mundo de futebol e muito menos ao de um clube como o Sporting ou a um jogador como Izmailov.

    ResponderEliminar
  18. LdA
    Nao concordo com a tua análise..mas são só opiniões.

    Reforço o que já disse, o profissionalismo do jogador, a honestidade e a disciplina e o rendimento do mesmo, mereciam ter sidos tomados em conta nesta questão. Fosse um jogo treino ou um jogo importante.

    Das duas uma, ou há qq coisa que não sabemos ou se a verdade é o que nos foi dito, a coisa foi extremada sem razão!
    Pela tua ordem de ideias, continuámos a jogar com 10 no jogo com o atlético..

    Nao vou repetir toda a análise que já fiz nos posts anteriores. Este assunto tem muitas implicações que já expliquei. Resumindo, não me parece que o balneário tenha sido blindado, não me parece que a disciplina tenha sido bem imposta (pq era um jogador exemplar e invocou razões válidas que até o médico aceitou), não me parece que se tenha protegido/valorizado um activo, antes pelo contrário.

    Não me parece que o SPORTING tenha sido defendido! Já expliquei tb que acho que em termos gerais, seria um princípio a defender. Exigir a entrega e o esforço dos jogadores. Mas neste particular acho extremista esta posição com muito prejuízo para a equipa e para o clube!

    PERGUNTO:

    SE FOSSE UM JOGADOR REPRESENTADO POR JORGE MENDES TERIA COSTINHA A MESMA POSTURA?

    E QUEM CONTINUA A BUFAR PARA FÓRA AS CONVERSAS DO GRUPO? (quem bufou à Lusa?)

    ResponderEliminar
  19. Tiro no pé... isto já parece jogar roleta russa com o tambor cheio de balas.

    Não consigo entender estas escaladas de desenvolvimentos em que o Sporting é fértil. Como é que se passa de uma afirmação incorrecta para uma cena de pancadaria no balneário? Como é que se passa de uma incapacidade fisica ou mental para um afastamento do clube?

    MHumberto, quando tal acontece, ambos (director e funcionário) devem reflectir bem onde é que ambos falharam para não conseguir resolver as suas divergências ou falhas até chegar a esse ponto. Raramente o culpado é só um quando se chega a extremos.

    E se essas situações forem recorrentes, também raramente as instituições sobrevivem, porque é lá que está o erro e não nos individuos que pontualmente as servem.

    ResponderEliminar
  20. "Se um Director de uma qualquer empresa o expulsasse e acompanhasse à saída das instalações dessa empresa, você fazia o quê?"

    MHumberto:

    Primeiro, está confirmada essa situação?

    Segundo, o Director que 'acompanhou' Izmailov foi o próprio do Costinha ou resultou por ordem deste?

    É preciso termos a certeza de como se passam as coisas. Não me parece que o Paulo Barbosa seja merecedor de grande crédito...

    ResponderEliminar
  21. Virgílio,

    Agora irá existir muita fumaça sobre tudo isto. Mas é incontornável que as 24/48 horas seguintes ao caso Izmailov têm sido muito preocupantes.
    Estou baralhado e vou deixar de ouvir versões... senão ainda fico pior!

    Abraço

    ResponderEliminar
  22. "Se essas situações forem recorrentes, também raramente as instituições sobrevivem, porque é lá que está o erro."

    Nem mais. E tinha no meu íntimo que seria esta uma das fissuras que o Costinha vinha soldar. Tudo isto é incompreensível, o Sporting é incapaz de viver normalmente.

    Leão de Alvalade, sendo certo que o Futebol vive aparte de tudo e é um malcheiroso pântano muito próprio há contudo uma coisa que não faz seguramente parte da relação "contratado/contratante" seja lá qual for o domínio: a humilhação.
    Há alguma duvida que é profundamente humilhante o Izmailov ter sido acompanhado até à saída de Alcochete naquela tarde?
    Desde quando é que o Sporting faz isto e trata assim alguém?

    ResponderEliminar
  23. Virgílio não posso obviamente saber isso, daí ter dito "com os dados que se conhecem."

    Agora há 2 pequenos sinais que me fazem sentir inclinado a comprar essa versão:
    1 - O extremismo de retirar o Izmailov daquela convocatória sem sequer prever que para as massas isso seria um inequívoco sinal de mais um caso.
    2 - A facilidade e pressa do Sporting em não precisar de mais do que 24 horas para sentenciar o jogador pela falta de comparência.

    Tudo isto revela uma coisa: enorme má vontade, capricho, amadorismo, vaidade, injustiça e pequenez, em sentenciar de morte um jogador, não duvidando eu que isso está de certeza relacionado com a desfeita que ele lhes fez: de um Janeiro não ter sido concretizada a transferência.
    Querem copiar formas de acção próprias de gente pequenina que nem as que servem o FC Porto, ao menos façam-no bem feito. Lá em cima tudo isto teria sido resolvido depois de eliminarmos o Atlético, nunca antes.

    ResponderEliminar
  24. Na verdade não confio minimamente no que dizem a maior parte dos órgãos da comunicação social. E porquê?
    - Porque, estes estão sempre prontos a destabilizar e a denegrir o SCP.
    Sempre assim tem sido.

    Pessoalmente acredito nas declarações de Costinha e do Dr. Gomes Pereira, as quais passo a transcrever:

    GOMES PEREIRA: "IZMAILOV NÃO SE SENTIA CONFIANTE"

    No final da conferência de imprensa de Carlos Carvalhal, o director clínico do Sporting, dr. Gomes Pereira, fez questão de esclarecer os contornos do caso Izmailov, deixando claro que o médio russo manifestou não se sentir em boas condições psicológicas para jogar, apesar de não ter um impedimento clínico para defrontar o At. Madrid. "Izmailov tem uma situação clínica conhecida e tem sido integrado de forma progressiva, com êxito. No plano clínico não houve agravamento, mas nestas questões existe também a sensibilidade do atleta. Ontem, no estágio, Izmailov referiu que não se sentia confiante, eu examinei-o e entendi que não tinha havido agravamento da lesão, e fi-lo ver que do ponto de vista médico não corria riscos. Mas nesta relação há duas partes e tive de levar em conta a sua posição. Tenho esperanças fundamentadas que no plano clínico possa estar a treinar e a jogar a breve trecho",

    Portanto, em termos de desfecho, repito, confio nas declarações destes (Costinha e Gomes Pereira), e nunca na maioria da comunicação social.

    E depois há ainda as declarações do sr. Empresário Paulo Barbosa, no qual, pelos seus antecedentes, não acredito sequer numa palavra que diz.

    Força Costinha, o balneário do SCP, por muitas razões, necessita de uma limpeza. Ninguém está acima dos interesses do SCP. Faça-se o que tiver de ser feito para bem futuro do SCP.

    ResponderEliminar
  25. Como diz o jvl..AGORA Batatas..Agora já não vale de nada tudo o que se fizer..O importante foi na quinta que com ele em campo talvez ganhassemos pois era e é uma pedra fundamental da equipa e o atletico madrid estava ao nosso alcance..O grande prejudicado foi o SPORTING mais uma vez para protagonismo de alguém neste caso o costinha..Foram milhares e milhares de euros pois era mais uma boa receita que se fazia..Era prestigio estar nos oito melhores da uefa..AGORA BATATAS...È ESTE O SPORTING QUE EU AMO e que alguns dão tiros nos pés. È assim que se trata os profissionais só por terem outros empresários?? JEB E COSTINHA EXIGO UMA BOA EQUIPA PARA JOGAR NA EUROPA estou no meu direito..

    ResponderEliminar
  26. Concordo com a tua analise LdA.

    Apesar de, como todos aqui, sempre vi o Izmailov como um excelente profissional, não vou desculpá-lo agora pelo que fez (baseando-me no que leio nos jornais como é obvio). Lembro-me do Moutinho um excelente profissional também que numa altura deu-lhe um birra e forçou a saída para inglaterra, lembro-me do Niculae que andou a receber durante dois anos para fazer meia duzia de jogos, o nome dele era cantado nas bancadas, mesmo quando nao jogava e quando foi para baixar o ordenado, foi se embora.

    Espero que isto não tenha dedo do Locomotiv, mas veremos como vai acabar mais uma grande novela à moda do Sporting. Devemos ser sado-masoquistas, porque cada vez que estamos a endireitar-nos, lá aparace mais um caso para nos derrubar.

    SL

    ResponderEliminar
  27. Segundo a imprensa russa Marat Izmailov vai mesmo para o Locomotiv e terá sido por essa razão que não quis jogar...até que ponto será verdade talvez nunca se saiba.

    ResponderEliminar
  28. Se me permitem, porque sou portista, vou dar a minha opinião sobre esta questão. Tenho sido observador assíduo e atento dos últimos meses do futebol do Sporting e creio que se começa a notar um padrão. Um perigoso padrão, de cujas malhas o Sporting tem que fugir rapidamente.

    Penso que o que aqui aconteceu é relativamente simples de descodificar.
    Já se sabe que este clube tem estado nesta temporada debaixo de fogo, fruto de situações historicamente negativas (eliminatória com o Bayern, sucessões de resultados - e exibições - muito pouco condizentes com um clube grande, muitas delas em casa, frente a adversários de menor valia (tanto com Bento como com Carvalhal), eliminações de taças com resultados desnivelados tanto contra Porto como contra benfica), que se juntam a uma política desportiva/financeira que não favorece a construção de plantéis e equipas de valor idêntico ao dos dois concorrentes, que continuam, por métodos distintos, a investir fortemente na equipa de futebol (mas continuo a dizer, como já disse, que o Sporting tem grandes valores no plantel, embora revele algumas carências, tanto a nível de qualidade como de quantidade, que urge anular, e com uns retoques aqui e ali teria recursos suficientes para igualar ou superar a concorrência). Paulo Bento e Barbosa saíram, houve cara nova, houve alguns reforços, houve erros grosseiros de um líder (JEB) que não o é, ou não devia ser, que mete inacreditavelmente a pata na poça de cada vez que fala em público e já conseguiu esgotar em tão pouco tempo todo o capital de crédito que tinha e não mais recuperará, houve séries negras com Carvalhal, houve uma série excelente de jogos que conjugou resultados com exibições e ainda lhes juntou o entusiasmo genuíno e merecido dos adeptos - , houve Salemas Garções que mais não passam de gente baixa com sede de protagonismo, houve divisões internas (há disto no Porto e no benfica? No Sporting há demais). Chegou Costinha, e com ele - pura coincidência - surgiu a tal série excelente de jogos. Costinha foi, ao que me parece, bem recebido por uma boa parcela dos adeptos, enquanto alguns, menos, mantinham algumas reservas devido ao seu passado marcadamente portista. Seja como for, chegou. Mas pondo de lado o Costinha futebolista, ao qual só um tonto não reconhecerá mérito, ficamos com o que realmente interessa neste momento: o Costinha director-desportivo.
    Costinha chegou ao Sporting nitidamente com grande vontade de mostrar trabalho rapidamente, de se impor e de se afirmar como voz principal do clube. Resumindo: quer ter protagonismo. E isso vê-se pelo que acabou de acontecer... Numa das primeiras oportunidades que teve para dizer ou fazer algo, em que se impunha que dissesse ou fizesse algo, escolheu a mais espalhafatosa e extremista das decisões, repentinamente e sem acautelar - talvez também por falta de experiência - o melhor estado possível do Sporting para um jogo que basicamente é o mais importante da época, e o último de uma época que acabou em Março. Izmailov, independentemente da sua pura qualidade enquanto futebolista no terreno de jogo, é conhecido pelo seu profissionalismo, pela sua abnegação, pelo modo reservado com que dirige a sua vida fora do futebol e provavelmente dirige (dirigia) no balneário do Sporting. Perante a sensação de que não estava com condições suficientes para enfrentar o Atlético juntamente com a equipa, disse-o. Custa-me a crer que não tenha querido jogar por alguma outra razão obscura. Costinha, emotivo e com vontade de tomar decisões, de preferência extremas e radicais, indicou ao jogador a porta de saída de forma sumária e repentina. Costinha pretendeu unicamente mostrar-se, porque tem sede de mostrar trabalho rapidamente.
    Não duvido que pode vir a ser um funcionário positivo para o clube, pois tem conhecimentos e vivência, mas esta clara sede de protagonismo já lhe fez a primeira ferida.

    ResponderEliminar
  29. O que fica, seja para o adepto sportinguista, a quem efectivamente dói, ou para qualquer outra pessoa que observe isto de fora, é que:
    - Num momento em que tudo parecia correr bem, surge mais um caso e mais uma eliminação, e tudo volta ao fundo do poço, muito pouco tempo depois de de lá ter supostamente saído e exactamente no mesmo nível de negativismo em que esteve há bem pouco tempo. A magnífica série que a equipa e o treinador encetaram no jogo com o Porto parece ter-se esfumado com uma volatilidade incrível.
    A ideia que fica é que o Sporting está sempre enterrado nesse poço, apenas consegue, por desespero e por vontade, disfarçá-lo e iludir-se de vez em quando.
    É muito triste a instabilidade que o clube vive e os cacos em que parece estar partido. Parece haver várias falanges e vários interesses, no lugar de haver apenas um único, ou pelo menos um que está acima dos outros, o do clube.
    Ficamos com a noção de que, por muito bem que a equipa esteja e o ambiente seja aparentemente positivo, pode rebentar a qualquer momento uma bomba que deita tudo abaixo de novo.

    ResponderEliminar
  30. Leão Madeirense e MHumberto:
    O que conta até agora não são as pretensas declarações de Costinha e que o JVL realçou neste post. O que conta são as que Costinha proferiu no final do jogo com o Everton em que elogiava Izmailov. Não me parece correcto ver na acção de Costinha - com a qual se pode concordar ou não - um comportamento desonesto, tentando colá-lo a Jorge Mendes e aos interesses do empresário. Ou Izmailov aos interesses do Lokomotiv, pelo menos face ao que se conhece para já. Criticar é uma coisa, outra bem diferente é por em causa, sem motivos, o caracter dos intervenientes.

    ResponderEliminar
  31. Miguel:
    Agradeço a participação com a visão de um adepto da "concorrência". Lamento apenas que abandones a correcção geral da tua intervenção para pores em causa o Salema Garção. A menos que estejas em posse de alguma informação que não partilhaste, parece-me um insulto gratuito. E nunca é demais lembrar que, face ao historial, os adeptos do FCP que fecham os olhos aos comportamentos dos seus dirigentes ao longo de 30 anos, possam acusar qualquer dirigente do meu clube.

    ResponderEliminar
  32. Baseio-me apenas, tal como todos vós (acho), naquilo que me chega aos olhos e às mãos por diversos meios. É a apreciação que faço daquilo que transparece dele enquanto homem. Posso estar errado, mas se for a dizer só aquilo de que tenho 100% de certeza, opinarei sobre poucas coisas nesta vida.

    Já quanto a alguns comportamentos de quem dirige o meu clube, sem me alongar muito, digo que me demarco daquilo de que me devo demarcar. Não faço parte da generalidade dos adeptos portistas, que segue cegamente a direcção e as pessoas associadas a actos não só ilícitos como mesquinhos. Contudo, é importante dizer isto, o meu amor e respeito ao meu clube e às conquistas que foram honestas e legítimas mantêm-se e manter-se-ão inabalados por isso. Não olhes para mim como portista enquanto eu opinar neste blog. Faço-o apenas na qualidade de adepto e, até ver, observador de futebol.

    ResponderEliminar
  33. MHumberto,

    Lá está. Haveria outras maneiras de resolver isto que não implicassem declarações que poderiam afectar o atleta em causa e/ou atitudes que o humilhassem. Obrigá-lo a sair do estágio por não querer jogar, parece-me uma dessas atitudes. Afecta a coesão do grupo e a tranquilidade que seria necessária antes de um jogo desta importância.

    LdA,

    Por muito diferente que sejam esses mundos, e independentemente de quem acompanhou o Izmailov à porta da Academia, há atitudes que têm o mesmo efeito.

    Miguel,

    Sê bem-vindo.

    Todos,

    O próprio Dr. Gomes diz:

    "Mas nesta relação há duas partes e tive de levar em conta a sua posição."

    Quando um jogador que já jogou em inferioridade física repetidas vezes pede para ficar de fora, não me parece que tenha sido por "dá cá aquela palha". E acredito ainda menos que tenha sido por algum motivo relacionado com o Lokomotiv. Se o SCP o quis vender e isso só não aconteceu porque o Izma preferiu ficar no SCP, que lógica teria ser agora o jogador a forçar a sua saída? Nenhuma.
    Que ele agora vá parar no Lokomotiv, não me admira. Se o SCP deixou de contar com ele...

    O que sei é que com o extremar de posições quem sai a perder, como sempre, é o SCP. Não pode utilizar o jogador e em termos de desvalorização, vejamos o que acontece.

    ResponderEliminar
  34. Podemos assistir a uma situação de contornos um pouco ridículos, em que em Janeiro tens a hipótese de vender um jogador e ele não quer sair, em Março o jogador é expulso do clube, desvaloriza-se, e em Junho sai para o mesmo clube, por menos dinheiro.
    Mas há quem afirme que o Porto e/ou o benfica estariam de olhos postos nesta situação para ver se acabam com o jogador no plantel, coisa em que não me acredito muito. Parecem-me mais novelas sem sentido, mas nunca se sabe.
    De qualquer modo, com o passar do tempo, vamos assistindo a situações em que os critérios foram marcadamente diferentes para uns e outros. Por um lado, estou-me a lembrar do caso do João Moutinho, que disse que queria sair e a única consequência disso foi ficar no banco num jogo de um torneio de verão, e do do Liedson, que, sem esquecer a conduta incorrecta do Sá Pinto, a verdade é que esteve envolvido em cenas de pancadaria e saiu completamente ilibado. Por outro lado, compare-se isso com o que acaba de acontecer com Izmailov e com a ostracização a que foram votados o Miguel Veloso (só lhe fez bem, na minha opinião) e o Vukcevic, tanto durante grande parte do ano de 2008 como agora neste período em que mal tem jogado. Isto já para não falar do Stojkovic. Se o Sporting consegue resolver as coisas a bem com uns, não poderia resolver com todos?

    O certo é que o Sporting acaba de ficar sem um dos seus melhores jogadores, um dos seus mais valiosos activos e acaba de se criar um caso. Que a próxima época seja planeada com cuidado e cabeça e que o clube consiga resistir a estas adversidades, é o que desejo. No campo da construção do plantel, desta vez não haverá grande margem de manobra para desculpas, porque quem gasta o que gastou em Pongolle em Janeiro também tem que gastar para formar plantéis com qualidade - ao menos isso - no início da época. E é preciso não esquecer que o Sporting deixará de ter Veloso e Izmailov, pelo menos.

    ResponderEliminar
  35. JVL:~
    As declarações recentes de Costinha que o Virgilio dá destaque no seu post (cx de comentários) desmentem completamente a versão do empresário.

    Quanto ao facto em si (o Izmailov ter sido afastado do estágio) não me parece que a decisão pudesse ter sido outra, quando o mesmo entndeu que não devia jogar.

    Quanto ao Sporting o ter querido vender parece-me que o Sporting se quisesse forçar a sua saída bastava ter dito que não contava com ele. Fiquei convicto que tanto o Sporting como o jogador entenderam que esta não era a altura ou preço indicado para a sua saída.

    ResponderEliminar
  36. A mim sempre me pareceu que o Sporting nunca esteve realmente inclinado para vender o Izmailov... Nem jogador nem clube queriam realmente ver Izmailov sair. Até agora, claro. Mês e meio depois, já ambos quererão.

    ResponderEliminar
  37. LdA,

    Palavras de Costinha:

    "Depois de ouvir o médico e o Marat entendi que não havia condições para que o jogador estivesse presente no estágio. Ele disse que não se sentia bem e que queria sair do estágio. Foi dispensado. Assumo essa responsabilidade."

    Ou seja ele, Costinha, entendeu que não haviam razões para o Izmailov continuar no estádio.

    Agora o que diz é diferente:

    "O Izmailov nunca foi expulso da concetração. Saiu porque não se sentia confiante para jogar." & "Foi o Izmailov que disse que não queria ficar."

    Ainda agora falava com o meu irmão e parece-me que aquando da nega do Izmailov, a situação, tendo em conta o histórico dele - não me canso de frisar isto - se resumia a uma de duas situações: acreditava no jogador ou não.
    Costinha não acreditou. Ok. Só que ao invés de tratar isto internamente, trouxe o episódio para a praça pública. E com isso foi contra aquilo que afirmou nos primeiros dias no cargo, além de ter desvalorizado o jogador.

    Vou jantar. Aproveitar que (ainda) não perdi o apetite.

    Miguel,

    O Liedson não saiu completamente ilibado. Teve que pagar uma multa pecuniária no valor de 1/3 do seu ordenado.

    ResponderEliminar
  38. JVL,
    Erro meu, peço desculpa. De qualquer forma não foi encostado ou coisa do género.

    ResponderEliminar
  39. Também duvido da estratégia seguida por Costinha em tornar pública a recusa de Izmailov, mas a noticia já corria após o jogo com muitos pormenores que só podiam vir de dentro. Após o jogo as rádios já o noticiavam.

    Também acho estranha a recusa de Izmailov, sobretudo sobre o que se diz serem os antecedentes. Mas isso não é garante de que agora tenha agido bem. Confesso que não estou a ver porque faria isso, mas devo dizer que não caio na ingenuidade de acreditar de que o russo seria incapaz de agir mal por maus motivos.

    E depois de ter visto a circular "infiltrações" que nunca aconteceram, estou em crer que há muita contra-informação a circular e não me parece que seja bem intencionada.

    Continuo a pensar o mesmo:o russo tinha legitimidade para se recusar a jogar mas não pode pensar que se pode furtar às consequências, especialmente quando prefere ignorar o veredicto do médico e o apelo do DD e treinador.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)