segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Paulo Sérgio: réu e vítima


Com 5 pontos perdidos em 4 jornadas, jogando com clubes sem grandes pretensões, os Sportinguistas interrogam-se já sobre as razões que estão na base deste momento de insucesso, que, estranhamente, é visto no site do clube como de êxito. Há quem ache que tudo se resolveria com o tal pinheiro, há quem entenda já, até nos que decidiram dar o benefício da dúvida, que não restam dúvidas que o treinador podia e devia fazer melhor.

Desde o princípio que a “solução Paulo Sérgio” nunca me agradou, pelo que os resultados não me surpreendem, apenas me entristecem. A hipótese do pinheiro parece-me uma visão redutora dos problemas, a menos que estivéssemos a falar de um goleador nato. Nesse prisma, não se percebe então os que tanto o reclamam agora, também entenderam útil gastar-se no farelo o que devia ser para comprar farinha. Isto é, valeu a pena desbaratar tantos recursos para não resolver um problema essencial e ficarmos mais ou menos na mesma?

Numa semana marcada pela discussão financeira, esquecemo-nos que os principais erros do Sporting têm acontecido na gestão desportiva, errando os diagnósticos e, consequentemente, as soluções. A cúpula dirigente decidiu encetar uma revolução sem ter dinheiro para a levar a cabo, ficando, mais uma vez a meio de coisa nenhuma. O Sporting acumula erros e prejuízos com a elegância e circunspecção de um elefante, em pleno lago do Campo Grande, a saltar de nenúfar em nenúfar.

Paulo Sérgio é tão réu como vítima e por isso talvez tenha mudado de discurso do início de época para o momento actual. De facto, não é nenhum drama perder mais do que um ponto por jornada, se compararmos esse facto com a vida dos mineiros chilenos a 700m de profundidade ou com os moçambicanos que, nas ruas de Maputo reclamam por justiça social e uma côdea de pão. Do ponto de vista dos Sportinguistas, que vivem o clube com paixão e não enfrentam situações tão dramáticas ou equivalentes, não sei se não é mesmo um drama ver o primeiro classificado a tantos pontos de distância e a jogar bem.

Sempre achei que o Sporting precisa definitivamente de abandonar o período experimentalista que abraçou, com entrega da responsabilidade técnica a treinadores sem curriculum – Peseiro ou Paulo Bento – ou sem um percurso auspicioso como o actual técnico. (Por acaso até poderíamos ter sido felizes nos dois primeiros exemplos e até pode ser que o sejamos agora. Mas só mesmo por uma série de acasos.) O argumento do dinheiro para justificar a impossibilidade de contratar um outro tipo de treinador é falacioso, se atendermos ao que o Sporting deixou ficar na conta corrente do Vitória de Guimarães, cerca de 600 mil euros! E não creio que a preferência por portugueses, pelo menos por estes portugueses, em detrimento de estrangeiros, tenha a ver com o melhor conhecimento do futebol português. A história prova que esse não é um factor determinante.

Creio que os dirigentes do Sporting preferem ter Paulos Sérgios ou Bentos, deslumbrados pela oportunidade de ouro que lhes caiu do céu, a exigir no início de época um x número de jogadores. Para, quando ela começar e, sem as necessidades satisfeitas, declararem, complacentes, que foi o que se pôde arranjar. Isto, a alguém, nacional ou estrangeiro, capaz de levar as suas exigências às últimas consequências, inclusive bater com a porta. Ou obriga-los a reconhecer, perante os Sportinguistas, que não somos assim tão candidatos porque a parte que lhes cumpria ficou por fazer.

Dir-me-ão que Paulo Sérgio foi, como lhe competia, solidário com que lhe deu a mão. Mas a solidariedade devia ser recíproca e JEB e Costinha deveriam assumir publicamente que o treinador não teve o que queria, e, em consequência, fica desobrigado a grandes exigências. Da mesma forma que um cozinheiro não pode prometer fazer o melhor cozido à portuguesa, num concurso de restaurantes, se não há dinheiro para chispe e tronchudas.

Quando se tornou público que Paulo Sérgio seria o nosso treinador esta época, apressei-me a vaticinar que seria na formação da equipa que Paulo Sérgio começaria a demonstrar ao que vinha. Ao aceitar tudo o se que lhe pôs à frente, o treinador fragilizou a sua posição. Alguém imagina Mourinho a aceitar, como Pelligrini aceitou, o que Valdano e Florentino lhe despejaram no balneário? Ou porque Jesus rapidamente remeteu Rui Costa ao seu gabinete? Ou quem é o director desportivo do FCP?

Se Paulo Sérgio estivesse atento, perceberia que foi por estas razões que o seu homónimo Bento acabou por perecer em Alvalade. O discurso auto-indulgente tem apenas servido para perpetuar o establishment e, na hora de assumir responsabilidades, estão lá os Bentos e os Carvalhais ou os adeptos menos resignados para carregar as culpas.

68 comentários:

  1. Só sei que temos este cepo e o Lazlo Boloni está desempregado.

    ResponderEliminar
  2. roque,

    O Lazlo Boloni está longe de ser um bom treinador e isso viu-se na segunda época que passou em Alvalade quando não pôde contar com a veia inspirada do Jardel.

    SL

    ResponderEliminar
  3. "Creio que os dirigentes do Sporting preferem ter Paulos Sérgios ou Bentos, deslumbrados pela oportunidade de ouro que lhes caiu do céu, a exigir no início de época um x número de jogadores. Para, quando ela começar e, sem as necessidades satisfeitas, declararem, complacentes, que foi o que se pôde arranjar."

    Este é aquele a que eu já apelidei por diversas vezes o "Casamento perfeito". Treinador não exige e quem manda não tem que se preocupar em arranjar.

    Mas mais perigoso do que escolher um treinador "destes" seria escolher um qualquer Paulo Bento, Carvalhal ou Paulo Sérgio vindo do estrangeiro.

    SL

    ResponderEliminar
  4. Seria mais ou menos a mesma coisa Hugo. É muito difícil ficar em 4º lugar na Liga Portuguesa, como o ano passado, mas, com algum esforço, lá chegaremos.

    Como deves imaginar não é um Paulo Bento ou Sérgio com sotaque que preconizo para o Sporting.

    Retiro da equação o Carvalhal, porque me parece superior a qualquer um deles e não teve a mínima chance de desenvolver o seu trabalho.

    ResponderEliminar
  5. Sim LdA, sei perfeitamente o que preconizas e limitei-me a complementar a tua ideia. Resumindo: Uma coisa é trazer um Robson ou um Allison, outra coisa é trazer um Burkinshaw :P

    Carvalhal terá mostrado capacidades do ponto de vista técnico mas depois demonstrou não conseguir lidar com a pressão de estar no clube. Foi por esta razão que o incluí no mesmo lote que outros.

    ResponderEliminar
  6. Culpado nunca poderá ser pois se abraçou o projecto está no mesmo barco com os outros, agora não se pode negar que anda a avisar à um colhão de tempo para a necessidade de um avançado de categoria e têm-lhe dado de tudo menos isso. O prognóstica está feito e a direcção devia ter feito a vontade ao treinador por diversos motivos: 1) porque precisamos; 2) porque assim não dávamos desculpas ao treinador para o insucesso.
    Já quanto às falhas nas substituições que normalmente denota eu pergunto: se não sabe mais quem o pode cruxificar ?

    E assim se passou mais um fds de merda:

    http://pelomeusportingcp.blogspot.com/2010/09/puto-fim-de-semana.html

    SL

    ResponderEliminar
  7. LdA,

    Concordo com o post, todas as questões são para mim, grandes verdades sobre a gestão desportivo/financeira do Sporting. Mas tudo se resume a uma palavra transversal à direcção até ao treinador - Incompetência!!

    Este treinador é sem dúvida, vítima e réu, mas é sem dúvida, muito franquinho e muito incompetente! Fartei-me de escrever no último post sobre a sua incompetência e não consigo perceber como ainda há adeptos que vêm alguma coisa neste treinador.

    É verdade também que quem gere o clube e o futebol, desde o presidente ao director desportivo tem sido extremamente incompetente pelas opções tomadas. Gastam-se milhões mal gastos, hipoteca-se o futuro, atira-se areia para os olhos dos adeptos e ninguém se preocupa.

    O Sporting tem vindo a descer patamares de prestígio desde há décadas para cá. Os últimos 15 anos têm afstado o clube das suas raízes e da sua força vital. E agora estamos à beira de dar um trambolhão ainda maior. Há clubes mais organizados com gente muito competente nos seus destinos. Com políticas eficazes, com visão de futuro e com conhecimentos de futebol. O Braga é um bom exemplo mas há mais. Os corruptos já nos ultrapassaram, hoje em dia há uma geração que maioritariamente é portista.

    É preciso muita competência no Sporting. É preciso visão e alguém que perceba mesmo de futebol. É óbvio que o treinador é uma peça fulcral, mas quem é que não percebe isto, além dos sucessivos incompetentes que têm governado o clube? Estamos constantemente ultrapassados porque nunca temos qualidade. Os jogadores querem sair também por isso, porque não acreditam nos projectos e vêem claramente que não vão conquistar nada.

    Ainda há quem acredite nestes senhores, ainda há quem lhes dê crédito, ainda há quem ache este treinador competente e é por isto que a bitola do Sportin é muito muito baixa.

    ResponderEliminar
  8. AVB - Já podemos falar em mais um erro histórico ou não?

    ResponderEliminar
  9. Caro LdA

    Post esclarecido e oportuno, como de costume. Os diagnósticos estão todos feitos, sendo certo que a fase de prognósticos já passou há alguns anos. É um facto que mudámos da política de contenção, que nos estava a comprimir como clube, para uma política de expansão e investimento (com aumento do endividamento). Contudo, sobre esta nova política está tudo visto. Esperávamos que não fosse assim, mas fomos excessivamente optimistas. Das equipas de futebol de Filipe Soares Franco podia-se dizer, com propriedade, que eram espartanas, pobres, pouco entusiasmantes, ainda que eficientes numa lógica preço/qualidade. Porém, não eram vencedoras e o futebol apresentado era sensaborão – a antítese do espectáculo.

    Quanto às actuais equipas (vamos na segunda), e ao fim de onze (já são onze?) reforços, saídas, teorias do pomar e outras teorias e conversas acerca das quais António Feio, que tive o grato, intelectualmente revigorante e humoristicamente superior privilégio de conhecer, discorreu com o humor, simplicidade e sofisticação, as mesmas somente me fazem lembrar uma outra peça, de Yasmina Reza, que levou à cena com o Zé Pedro Gomes e o Miguel Guilherme: “Arte”. Eles são todos tão sofisticados e nós tão pobres de espírito por, na nossa provinciana boçalidade, gostarmos de ganhar. Está lá um magnífico e significativo ponto, nós é que não vemos, porque somos rudes.
    Abraços

    ResponderEliminar
  10. Hugo Malcato,

    Que condições foram dadas ao Carvalhal para ele conseguir lidar com a pressão?

    Que apoios teve?

    ResponderEliminar
  11. FCS,

    Claro que sim! JÁ podemos!!

    Aqui o defendi e aqui "lhe cuspiram". Vê-se agora a qualidade do seu futebol, que, ainda verde, já é muito sólido. Ao contrário do nosso está cheio de convicções e de qualidade. Mas enfim é o que temos desde o presidente ao treinador, uma grande incompetência!

    ResponderEliminar
  12. FCS,

    Uma coisa é achar que esteve desprotegido e foi largado ao abandono.
    Outra coisa é dizer que por ser melhor que outros tem perfil para o Sporting.

    Para se ser treinador do Sporting, não é preciso ser perfeito - em minha opinião. Mas há que saber trabalhar com algumas coisas e nesse aspecto, Carvalhal expôs-se ao ridículo e manifestei-o aqui no "A Norte" uma série de vezes.

    ResponderEliminar
  13. É insuportável ver o nosso treinador a fazer substituições aos 83 minutos quando o resultado ainda está num miserável 0-0

    É ' de ir aos nervos ' ver o nosso treinador a mandar Matias colar-se à esquerda quando ele 'só' joga bem no meio

    É vergonhoso ver o nosso treinador a deixar em campo até às ' calendas gregas ' o sempre inútil Djaló e não o tirar da equipa

    É confrangedor ver a nossa equipa ' aos papéis ' contra o OLHANENSE???!!!

    É inacreditável ver, passados que estão todos estes jogos, a equipa sem ideias e completamente baralhada, fruto de um 'complicómetro' que o treinador constantemente liga

    E tudo isto com a benção superior do (des)governo de JEB e mais uns quantos colunáveis que pululam na tribuna presidencial e camarotes adjacentes!

    Será que, mediante o que vimos ( sem contar com o golo anulado aos algarvios ), o empate até nem foi um resultado assim tão mau?

    Ao que nós chegámos...

    ResponderEliminar
  14. BAR:
    De tirar o chapéu!!!

    Porta10A:
    Não vale a pena fazer pela inversa a figura patética e calimérica dos nossos vizinhos. O golo não foi anulado, uma vez que o árbitro apitou antes da bola entrar, tal como no lance do Cardoso, que ainda os vamos ver ouvir e clamar que é uma injustiça não contar para a bola de prata. :)

    ResponderEliminar
  15. Olho para o Paulo Sergio da mesma maneira que olhava para os dois ultimos campeões, Inacio e Bolonni!!!!

    SL

    ResponderEliminar
  16. Dezperado,

    Com a diferença de não haver Acosta ou Jardel?

    ResponderEliminar
  17. Hugo, não podes criticar o Bolloni, pois o Sporting desde que ele saiu nem foi campeão nem tem tido MUITO sucesso na aposta nos jovens. Lembro-te que na sua DESASTROSA 2ª época ele ficou MUITO longe do 1º lugar mas lançou o Ronaldo, manteve a aposta no Quaresma (lançado por ele na época anterior), deu oportunidades ao Ricardo Fernandes, poucas mas algumas ao Danny com 18 anos, Carlos Martins de 20 anos, o Niculae se não fossem pelas lesões teria sido uma grande aposta sua, quis o Derlei e Pepe e João Paulo (ex-Leiria), etc.

    A culpa é dele que tenham ido buscar Kutuzovs, Marcos Paulos, etc?

    Desde a sua saida nem titulos nem jovens. Quem nos garante que com Bolloni o Paulo Sérgio, Edgar Marcelino, Bruno Pereirinha, Diogo Rosado, Wilson Eduardo entre outros não tinham tido reais oportunidades e não tinham rendido 50 milhões de euros aos nossos cofres. Vais dizer-me que com LB as chances de estes e outros terem vingado não seriam substancialmente maiores?

    Bolloni não foi campeão mas ao menos fazia dinheiro, já os que vieram depois...

    Bettencourt é como a vasta maioria das pessoas que lá estão no SCP, não percebe NADA NADINHA de futebol e não tem a humildade sequer para o admitir e por essa razão continua por lá.

    P.S. Leram a adenda ao relatório de contas escrita pelo velhote Nobre Guedes? Será que ele é pago para fazer aquilo e ainda assim comete tamanhas gaffes num documento enviado à CMVM???

    ResponderEliminar
  18. Queixava-me eu ontem ao JVL e ao JG do ‘Rugido’ que a ‘jabulani’ não vale um piço de tão leve e saltitona… Responderam-me logo ambos que é o relvado do nosso Estádio que não vale um piço. E têm razão… Comecei a reflectir nessa questão e dei comigo a comparar o meu ‘esquecimento’ - sobre a qualidade do relvado -, com o ‘esquecimento’ de outros sportinguistas (infelizmente demasiados) com o nível de exigência adequado no que à qualidade do nosso futebol respeita… Tem sido tão baixinho à tanto tempo, que o facto de se criarem 3/4 oportunidades reais de golo em 90 minutos, acertarem-se três passes seguidos sem risco e fazerem-se umas combinações mínimas longe da baliza adversária e sem gde velocidade, já deixa alguns satisfeitos… Exactamente como eu: o relvado de Alvalade não vale nadinha, mas como me habituei a vê-lo sempre frouxo, já nem noto e desde que não pareça um autentico batatal dou-me por satisfeito…


    Agora deu-me para implicar com a ‘jabulani’ (vá lá q mudou a merda de cor que ensaiaram no início da época)… Mas apesar disso, insisto: a bola tb não vale um piço, seja em que relvado for. Fala um gajo que já a experimentou… Já para jogar basket não é nada má… Apesar das mudanças de trajectória nos lançamentos mais longínquos. Ora, abusando nas analogias, diria que a ‘jabulani’ está para o(s) relvado(s) como PS para a(s) equipa(s) que treina: independentemente da qualidade do plantel, parece não saber mais do que aquilo que tem mostrado…


    SL!

    ResponderEliminar
  19. ACF,

    E isso faz dele bom treinador?

    Além disso: Para que saibas, Boloni quando chegou ao Sporting trazia uma lista de 3 avançados: Milan Baros (na altura jogava no Banik Ostrava mas já em trânsito para o Liverpool), Niculae (contratado nessa época) e Kutuzov (BATE mas em trânsito para o Milan).

    ResponderEliminar
  20. Falar em erro histórico por não termos contratado o AVB ??? Por amor de Deus. Isso já é massoquismo. Mas que merda têm visto de especial nele quie não pudesse ser feito no FCP por alguém minimamente competente? Já a inversa é que eu gostava de ver: quem é que no SCP consegue fazer melhor do que os que lá têm passado. PB tem muitos defeitos mas no deserto de sucessos foi o que fez melhor com menos, quer gostemos dele ou não. Eu acho q devia ter saido no inicio da temporada que iniciou mas isso n me faz esquecer que tb fez coisas positivas que outro com mais dinheiro ainda me fazem duvidar de que o consigam repetir.

    SL

    (www.pelomeusportingcp.blogspot.com )

    ResponderEliminar
  21. Virgilio, exactamente por essas carateristicas ranhosas da bola já há muita equipa que não descura os remates seja lá de que posição do campo for, coisa que não vimos em Alvalade sábado, ou melhor quando vimos quase marcavamos.

    ResponderEliminar
  22. Leão de Stª Engrácia, não sabe a verdadeira razão pela qual o AVB não veio para o Sporting? Então leia a entrevista no link em baixo:

    http://academia-de-talentos.com/entrevista/2010/9/6/entrevista-com-paulo-barbosa

    ResponderEliminar
  23. LMGM:

    Pois... mas o q eu vi no sábado foi o Valdez a insistir no remate de fora da área e a mandar a bola para cascos de rolha... O mesmo que o Maniche dentro da área... Já o Saleiro como avançado que é, não rematou...fez antes um passe ao fraguetto.

    Na primeira parte o Liedson abusou (novamente) da pontaria e acertou na barra... Mas esse remate foi de cabeça... Se calhar é por isso que o PS quer um 'pinheiro'... Para ver se lhe acertamos na cachola e a puta da jabulani começa a entrar lá pra dentro! :)

    Abraço!

    ResponderEliminar
  24. Hugo Malcato

    Epá com o Jardel no 11, até com o grande Paulinho no banco eramos campeões...eheehe.

    Falta-nos esse tal matador...

    SL

    ResponderEliminar
  25. ACF:
    Já tinha lido essa entrevista e nela há 3 coisas que me preocupam: a desfaçatez do empresário, que o Sporting ainda não o tenha posto no sítio mas sobretudo que o ele diz seja verdade.

    Leão de Stª Engrácia:
    Masoquismo talvez tenha sido contratar PS, só vamos sofrer porque queremos. Porque razão acha que o FCP o foi buscar em vez do PS? Acha que foi para poupar os 600 mil euros que nos custou?

    Dezperado:
    Essa é uma visão muito redutora do futebol, na minha opinião. E duvido da infalibilidade do vaticínio, como se pode confrontar: no ano em que fomos campeões com Jardel fizemos 75 pontos, o que nos daria o 2º lugar o ano passado, a um ponto do campeão e com o SCBraga a 4 pontos.

    ResponderEliminar
  26. Virgilio:
    Eu até gosto da jabulani, especialmente quando ela implica como o Roberto...

    ResponderEliminar
  27. LdA, é exactamente isso o que sinto por este Sporting. Este que são estes porque este é apenas mais 1 na sequência de outros, iguais. Não é pelo uso de uma matriz diferente que ele se afasta dos anteriores:
    não existe apenas 1 forma de ganhar. Infelizmente o caso do Sporting é tão grave que acho completamente irrelevante a discussão sobre escolhas, sendo que o Paulo Sérgio não é mais do que isso: uma escolha.
    Da mesma forma que apostar na formação é isso: uma escolha.
    Ou esquecer a formação e apostar na formação de equipas compostas por jogadores consagrados é isso também: uma escolha.
    Todas elas válidas, porque fórmulas e paradigmas existem muitos. O Barcelona vence com equipas de jogadores vindos da formação mas não vence por decreto. O Real Madrid usando-se de um modelo completamente diferente pode também ele - sem acaso nenhum - atingir sucesso. De semelhante modo pode o Sporting pode com muitos jogadores da sua formação construir equipas ganhadoras mas, o Porto pode com superior critério na compra e venda de jogadores e aquisição de treinadores atingir de igual forma o primeiro lugar.
    Infelizmente para nós a 1ª ainda está por provar, sendo que faltando fazer a sua prova eu pessoalmente tenho a profunda convicção de que esse é um caminho verdadeiro, real e que nos conduziria ao sucesso.
    E infelizmente para nós também a 2ª está mais do que provada, fazendo dela prova o Porto, vem-no fazendo desde 1982: comprar muito bem, vender ainda melhor, para continuar a poder comprar muito bem e dotar as suas equipas de jogadores mais capazes, melhores, que vão depois ser orientados por treinadores bons.

    Vias diferentes, podendo ambas conduzir à vitória.
    Quem disser o contrário é radical e cego, uns e outros, embora eu prefira os primeiros porque os segundos para além de esbanjarem muito fazem muito mais espalhafato. A incompetência dos segundos tem um preço maior. E a recompensa dos primeiros tem um ganho (mais do que sabor) igualmente maior.

    Duas vias no entanto. Possíveis e que podem ambas significar sucesso.

    A 1ª é bastante mais difícil de executar ... fora do Sporting.
    No Sporting, tal como no Barcelona, a sua implementação - desde que bem feita - não precisa de ser traumática. Não precisa de ser traumática desde que o quadro geral faça sentido e, para o quadro geral fazer sentido aconselharia aos responsáveis do Sporting a leitura da Bancada Nova. Acharia demasiada fruta o cenário de um deles pegar no telefone e contactar o seu autor directamente mas, a leitura não ... a simples leitura está ao alcance de qualquer um.
    Aprender, não custa nada e é gratuito, e sendo o PLF um radical - porque o é - é no entanto um dos valiosos e dos bons, mas adiante.
    A 2ª via é mais rápida, imediata, corta etapas e é de mais fácil execução. Mais uma vez: não consigo ver no FC Porto um modelo extraordinariamente brilhante, ao alcance de muito poucos. Não é brilhante, nem sequer muito difícil. Brilhante e difícil é o que eles fizeram em 2003 e 2004 porque competiam com adversários possuidores de infinitos recursos mas, construir equipas - dessa forma, desta 2ª forma - para ganhar campeonatos em Portugal não o é.
    Até o Bettencourt o fez, em 2001.
    Mas seja como for tudo isto é irrelevante LdA, isto seria uma discussão sobre escolhas, e o Sporting neste momento não está em condições de fazê-la. Nem esta nem nenhuma. Modelos, treinadores, jogadores, é irrelevante discuti-los porque a doença é mais grave e como tal temos que ir mais atrás caso queiramos abençoar o paciente com a cura. E o Paulo Sérgio então é uma das discussões mais inúteis que podemos ter porque é um nível de escolha e decisão ainda mais próximo do fim da cadeia.

    ResponderEliminar
  28. A acção tem apenas 2 qualidades: boa, ou má.
    Escolhendo eles por nós - jamais farei referência daqui para a frente aos dirigentes do Sporting como "nós" - temos hoje a certeza que qualquer que seja o caminho por eles traçado será sempre um caminho defeituoso, curto e destinado ao fracasso.
    E porquê? Muito simples: porque serão eles a desempenhar e a executar a acção escolhida. Qualquer guião que possam interpretar está condenado ao fracasso. E sim ... acasos como o de 2001 são também isso mesmo, fracassos: modelo sugere padrão, repetição, e eu não conheço modelos vencedores que ganhem de 10 em 10 anos.

    LdA subscrevo o seu post parágrafo por parágrafo e letra por letra. O problema não é o Paulo Sérgio, o Sérgio Paulinho, pinheiros ou falta deles.
    A discussão está toda ela enviesada, e lamento que assim seja.

    ResponderEliminar
  29. MM:
    Sinteticamente o problema é que quer uma quer outra via implica ir ao mercado onde temos sido comprovadamente incompetentes há anos para cá, uma vez que nenhuma equipa pode abastecer-se em exclusivo da formação.

    Mas entendeu-se mudar precisamente onde tivemos mais sucesso e apostar onde falhamos consecutivamente, ainda por cima sem grande critério. Isto sim me parece masoquismo.

    ResponderEliminar
  30. P.Sérgio tem culpa de não ter saído no dia 1 de Setembro qd não chegou quem ele pediu...a culpa dele esfuma-se aí e apenas aí.
    O SCP precisa desesperadamente que alguém marque golos,alguém que encosta a bola para a baliza nem que seja "com a bunda". Não temos e P.Sérgio pediu um. O SCP fez bons jogos na pré-época e os jogos que o SCP tem feito não sendo de belo rigor técnico foram mais que suficientes para ganhar não fosse o desacerto na finalização.
    Já o escrevi e repito,Liedson está velho,Postiga nunca foi ninguém e Djaló está formatado para jogadas em contra-ataque.
    Saleiro tem técnica mas é lento e perdulário.
    O SCP cria 5 a 6 jogadas de golo por jogo,qual o aproveitamento? Quase nulo.O treinador pediu alguém que marque golos,ele melhor que ninguém sabia o que tinha ali. Não veio ninguém e agora os nossoas jogos são entre empates e vitórias (qui ça) de 1-0.
    P.Sérgio ao menos colocou a jogar Matias no lugar dele,pena é o único que o acompanha é o...lateral-direito lol.

    ResponderEliminar
  31. LdA:

    Oxalá a jabulani continue a implicar com o gajo na próxima jornada...

    Perdia um critico e ganhava, logo de seguida, um novo adepto! :)

    ResponderEliminar
  32. Caro Leão de Alvalade, ao que referia com massoquismo era com o facto de estarmos agora a bater na tecla AVB. Aconteça o que acontecer esse já n é assunto. A não haver sol~ução com o que temos actualmente AVB não será certamente o senhor que se segue pelo que é melhor irmos pensando já noutro nome pq o Pálito não se vai fazer velho em Alvalade. Espero enganar-me mas aqui duvido mesmo.

    (pelomeusportingcp.blogspot)

    ResponderEliminar
  33. Eles são tão competentes a ficar em casa como são a ir ao mercado.
    Os dirigentes do Sporting nunca fizeram nenhuma real aposta na sua formação LdA.

    A formação não é nenhum bicho de 7 cabeças: são jogadores de futebol como os outros mas mais habilitados, sabedores e capazes. Enquanto não forem vistos e tratados como tal nunca darão ao Sporting títulos.
    A instrumentalização e/ou a descriminação não faz colher nada de bom.

    Como também não podemos contar com eles - é estúpido pedir ou desejar que alguém faça algo que comprovadamente não sabe fazer - para ir ao mercado, estamos condenados a ser adeptos de um Clube que já foi vencedor. De forma mais ou menos trágica um Clube que ganha 2 campeonatos em 30 anos não tem seguramente um registo vencedor e não pode ser visto dessa forma.
    A parte menos má no entanto é: da mesma forma que o Sporting ganhou durante 70 anos e agora perde vai para 30, pode perfeitamente voltar a ganhar.
    Mas para isso são precisos bons decisores.
    E só depois dos bons decisores vêm os bons executantes.
    Com bons decisores e bons executantes pode o Sporting optar pelo seu futuro em liberdade, fazendo escolhas, por 1 de 2 caminhos possíveis.

    Tudo isto parece descomplicado demais.
    Mas só porque é.

    ResponderEliminar
  34. Paulo Sérgio é uma solução na linha dos treinadores anteriores e que não é mais que 'pobre'.

    Peseiro, Paulo Bento e Carvalhal foram, quase, bons treinadores. Todos juntos, talvez conseguissemos um 'bonzinho' mas... nunca ao nível do nosso clube. São treinadores de trazer por casa, para Guimarães, Marítimo e Nacional da Madeira ( sem desrespeitar estes clubes ). O nível de conhecimento, exigência e experiência tem que ser muito acima do que estes manifestaram. Só que não podendo ter melhores, dão-nos estes para 'queimar'. Se por um lado, não se pode pedir mais a quem mais não sabe, vamo-nos 'contentando' com isto. E sabendo o que se sabe do nosso clube, haverá alguém verdadeiramente bom ( logo caro ) que queira vir treinar o SCP?...
    Se calhar não!

    E não havendo pessoas capazes na cadeira principal de treinador, não existirão projectos consistentes, nem formação a dar frutos, nem equipas ganhadoras, nem transferências 'milionárias'.
    E lá em cima, continuam os mesmos autistas do costume.

    LdA,
    O golo não existiu porque o árbitro apitou antes de o jogador ter cabeceado a porcaria da jabulani para dentro do galinheiro... mas não fosse esse erro ( gralha )de julgamento, muito pior estaríamos a falar hoje...

    E já agora que estamos a falar 'destas ' coisas, gostaria de agradecer publicamente a Paulo Bento a dispensa de Varela e a permanência de Yannick Djaló no clube... Depois de ter visto o que vi do jogador no FCPorto vs SCBraga ( e em jogos anteriores ) fico a pensar... como é que isto foi possível?...
    ( Varela deve estar a rezar para que Paulo Bento não seja nomeado seleccionador, aliás como eu! )

    E sigo 'desesperado' e com pouca fé em PS, contrariamente ao Dezperado

    SL a todos!

    ResponderEliminar
  35. MM,

    Uma vez mais digo: Houve uma aposta na formação. Não foi a adequada, mas houve.

    ResponderEliminar
  36. MM,

    o que ainda não está identificado é quem ganha (ou ganhou) com as inúmeras incursões pelo mercado que o Sporting efectuou desde que constituiu a SAD e quem ganhará com o seu reforço. Embora o link acima deixado pelo ACF dê umas boas pistas relativamente ao futuro, não está completo.

    Tenho particular desconforto com quem diz que trabalha por favor ou por valores irrisórios. A competência paga-se e, dessa maneira, quem trabalha por pouco dificilmente será muito competente. Assim como me causa especial desconforto achar que apenas haveria duas opções para construir o futuro do Sporting. Nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Senão repare-se, tendo o cabecilha das mulheres da limpeza a mandar no clube qual "acting president" (imagino o coitado do Nuno Dias a levar o cadeirão ao lombo para o centro do relvado...), ainda assim o melhor jogador no (fraquinho) jogo de sábado foi formado no Sporting. É certo que pagam (alguns) €100mil por mês a um enjeitado leão aragonês para aquecer o banco, mas na hora de escolher o rendimento desportivo felizmente PS tem sabido retribuir o mérito, mesmo acima da solidariedade institucional.

    O que sobra em vontade de expurgar falta em meios de o fazer. No fundo é como achar que o Sporting "apostou" na formação quando nada fez que não desorçamentar, o seu plantel principal e os seus custos com a formação, aproveitando para nada contribuir para a sua própria evolução ao nível das camadas jovens. Aqui fica o testemunho de alguém que nem sequer teria o Sporting na mente:

    http://todossomosportugal.blogspot.com/2010/09/manipulacao.html

    ResponderEliminar
  37. Epá sinceramente ando a desgostar do PS, pareceu-me melhorzinho na pré-epoca do que agora...mas pior que isso, mete-me raiva, é nós gostarmos de andar a falar do passado e parace dificil ultrapassar-mos esta crise de andar sempre a olhar para a namorada dos outros.

    Hoje já se fala do porquê de não termos ido buscar o AVG, quando todos lemos os comentários, quando na altura se falava disso.

    Outra é voltarmos ao Varela e blábláblá...parece que foi um crime na altura termos dispensado o Varela...se tivessemos dispensado o Djaló e ficado com o Varela...hoje estavamos aqui a chorar porque não ficamos com o Djaló... O fcporcos também dispensou o Fabuloso e o Diego e não se choraram cada vez que os veêm a jogar...e mais engraçado, é que na altura que o Varela andava pelo Huelva, ninguem se lembrava dele.

    Não vejo no PS um grande treinador...mas como em Portugal, qualquer Jesualdo ou Cavalo Branco consegue ser campeões, porque o PS não irá conseguir????? Até o Trapalhoni conseguiu ser campeão a jogar com 10 defesas.

    Sou muito ingénuo e pelos vistos consigo acreditar no impossivel, mas a nossa cor é verde...e como ainda faltam 26 jogos, não tou com vontade de ir já ao enterro do nosso clube.

    Lda

    Se nós tivessemos o Jardel em forma, esta época, eu só me iria preocupar por quantos pontos de diferença iriamos ser campeões!!!!

    SL

    ResponderEliminar
  38. Não houve Hugo Malcato, lá está tudo isto depende de quem faz.

    Apostar na formação não significa apresentar 11´s com 5 jogadores da formação. É muito mais do que isso. Eu posso usar-me das tuas ferramentas para tentar fazer qualquer coisa mas se não souber fazê-la convenientemente a única coisa que me resta é dá-las a quem sabe.
    O que eu não posso é dizer:
    "Hugo a culpa não é minha, eu até usei as tuas ferramentas."

    Eles são banqueiros, uns. Empregados, outros. Gestores, quase todos eles. Gostam todos muito do Sporting, óptimo. Eu também gosto muito de girassóis mas longe de mim dizer "dá cá a pazinha e a terra que eu é que sei". E estou a ser inocente, porque se quiser orientar-me por aquilo que instintivamente sinto tenho de dizer que nada do que fazem é acidental ou resulta de mera incompetência: a tomada de decisões no Sporting obedece à satisfação de interesses. Se calhar pretendem isso mesmo, só: satisfazer-se, pessoalmente. Se calhar pretendem 2 coisas: satisfazer-se a si próprios e ao Sporting, porque isto também é possível ... não sei, não os conheço, nem desejo conhece-los. Não tenho fetiches por banqueiros e não sei porque é que o Sporting há-de estar há quase 20 anos dependente desta gente. 1995 parece que foi ontem mas só porque ainda somos novos, porque 16 anos é muito tempo, e é mais do que tempo para queimar muita coisa.
    O que eu sei é que o resultado da sua acção - seja ela inocente ou não - fere o Sporting, e como tal têm de sair, dando o lugar a outros, outros esses que têm de ser necessariamente diferentes e melhores.

    O grande mistério para mim é como é que os sportinguistas se dizem adeptos de um Clube grande e toleram 20 anos de miseráveis resultados, quando esses resultados são sempre apresentados pelos mesmos.

    Porta10A, culpar o Peseiro, o Carvalhal, o Paulo Sérgio, o Paulo Bento ou o Fernando Santos é focar a atenção na parte menor do problema. Acredito que possam ser um problema, não discuto isso, mas o que não posso ignorar é que: aquilo que não serve para nós, serve para outros.
    E da mesma forma que treinadores que não servem para nós ganham noutros clubes, mil-e-um jogadores há que não ganham nada connosco mas fartam-se de ganhar noutros lados.

    Porque será?

    ResponderEliminar
  39. "O Lazlo Boloni está longe de ser um bom treinador e isso viu-se na segunda época que passou em Alvalade quando não pôde contar com a veia inspirada do Jardel."

    Hugo, o ACF e o LDA já disseram tudo mas acrescento que o Peseiro e PB com o superinspirado Liedson tb não ganharam nada e ambos perderam em momentos cruciais em que era preciso um "bom" treinador. Agora vamos dizer que o Peseiro era um mau treinador? Só pôs o Sporting a praticar o melhor futebol da década e a rubricar as melhores exibições.

    Mas para mim o melhor treinador que tivemos neste últimos anos foi o Mirko Jozic, pois ele é que revolucionou completamente aquele género de futebol esquisito que foi praticado de 1983 até 1998, dando consistência e fio de jogo ao conjunto de jogadores que era o Sporting. (nunca percebi porque razão ele quis sair pois estava a fazer um óptimo trabalho)

    Infelizmente parece que voltamos ao passado e estamos a cair na mediocridade porque finalmente conseguimos arranjar um treinador que disciplinarmente tem estado a safar-se mas que não percebe ponta de futebol. Se calhar, reintegrar o Carvalhal ou o banana do Peseiro em conjunto com o PS não seria mal pensado.

    E como tenho dito vezes sem conta, não existe aposta concreta na formação e estamos a perder o que de melhor temos. Jogadores como o Baldé, Wilson Eduardo, Diogo Rosado, etc deviam estar às ordens do PS e não serem emprestados a clubes inferiores. O Salomão já devia ter participado pelo menos no jogo com a Naval quando estavamos a ganhar por 3.
    Se o CR saisse agora da academia ia rodar pó Massamá, passados uns 2 anos o Sporting rescindia o contrato e lá andava o miúdo a passear-se na 2ª divisão.

    ResponderEliminar
  40. PLF, acredito seguramente nisso. Não conheço mas não me custa imaginar que sim: o futebol é apenas uma coisa, como existem muitas outras.
    Já a natureza humana é igual em todo o lado. Chamem-lhe ingenuidade, incompetência, incapacidade, mau propósito ou até crime, aquilo que para já me interessa é que toda essa gente tem de estar bem longe de Alvalade.
    Uma vez longe de Alvalade: apure-se com verdade aquilo que existe para ser apurado, com polícia se necessário.

    ResponderEliminar
  41. Mas há dúvidas que os gestores que há 16 anos governam o nosso clube têm lapidado quase por completo a força e o potencial do Sporting?

    Ainda há dúvidas que os actuais gestores são incompetentes dos pés à cabeça e que a política de contratações e dispensas deste ano foi desastroza tanto a nível desportivo como a nível financeiro?

    Ainda há dúvidas que este treinador é incompetente e não percebe nada de futebol?

    Como é possível haver adeptos que acham que a pré-época do Sporting foi positiva? Contra quem? Nos jogos contra equipas inglesas com dois dias de preparação?

    Como é possível estes níveis de exigência num clube como o Sporting?

    Mas alguma vez se apostou a sério na formação? E não é na formação que fomos sempre buscar os melhores dividendos económicos e financeiros? Porque se acabou com o projecto da formação para comprar velhos que nada nos vão valer e que ganham milhões?

    Isto é uma miséria! Infelizmente! Quem governa o Sporting não percebe nadinha de futebol! Podem amar o Sporting mas estão a dar cabo de tudo!

    PLF, MUITO BOM! PARABÊNS!

    ResponderEliminar
  42. MM,

    Não depende do "quem" faz mas sim do "como" se faz. Obviamente que o "quem" faz influência e/ou determina o como. Mas dizer uma coisa é dizer que não se apostou da melhor forma, não se tomaram as melhores decisões nesta "aposta" e outra coisa é dizer que não se apostou.

    PLF,

    "No fundo é como achar que o Sporting "apostou" na formação quando nada fez que não desorçamentar, o seu plantel principal e os seus custos com a formação"

    Exacto, foi uma "aposta". O processo foi mal conduzido em quase todo o seu caminho. Foi lançar jogadores da Academia para justificar a incapacidade em termos de mercado e hipotecar as hipóteses de uma série de jogadores que podiam ser válidos, lançando-os quase sem critério para o "Tribunal de Alvalade".

    roque,

    E em que é que Boloni se revelou um "bom" treinador em comparação com Peseiro e Paulo Bento?

    Venceu um Campeonato e isso também o Augusto Inácio e Jaime Pacheco conseguiram. Souberam trabalhar com aquilo que tinham à sua mão num momento mas noutros falharam... Faz deles bons ou maus treinadores?

    ResponderEliminar
  43. Hugo Malcato,

    a questão não é meramente semântica. Antes fosse. É antes de transparência: esconder a incompetência sob a bandeira de uma aposta que nunca foi mais do que um recurso para esconder a incompetência anterior. É de transparência nas acções que se fazem os homens sérios.

    ResponderEliminar
  44. Hugo,
    Vendo por esse prisma, o Mourinho tb é um mau treinador, certo? O Jesus também. Apesar de ambos terem transformado o Porto e o Benfica, já falharam noutros aspectos, mas estão mais protegidos pelo facto de terem mais jogadores à disposição. O Boloni venceu campeonato, taça e supertaça no Sporting. Na época seguinte viu-se privado de um jogador importantíssimo na sua equipa, sem ter tido qlqr reforço de qualidade para o substituir (acrescentando o facto do Niculae estar preso por arames). Sinceramente, olhando para os planteis que tinham à disposição o que o Inácio e o Boloni conseguiram foram autenticos milagres.

    Enfim, depois de sair do Sporting Boloni levou o Rennes à melhor posição de sempre no campeonato francês e depois venceu dois campeonatos consecutivos no Standard Liege que acabou um jejum de 25 anos. Pelo meio teve uma má experiência no Mónaco para voltar a fazer dele um mau treinador...

    É muito fácil dizer que Mourinhos, Guardiolas, Capelos , etc são bons treinadores mas o que seria deles a treinar equipas mais fracas?

    ResponderEliminar
  45. PLF,

    Desculpa mas agora baralhei-me um pouco. Corrige-me se estiver enganado na interpretação que faço.

    "Esconder a incompetência" <- Na abordagem ao mercado

    "recurso para esconder a incompetência anterior" <- Gastou-se muito e mal anteriormente e viraram-se para os jogadores da formação para "esconder" isso.

    Correcto?

    ResponderEliminar
  46. Caro MM,
    Não é uma questão de culpa, é uma constatação simples e objectiva.
    Não me parece que depois do Sporting, algum destes treinadores tenha sido campeão ou tenha conseguido muito mais do que antes conseguira.
    Existem coisas óbvias e que a mim, e falo por mim claro!, me levantamam sérias dúvidas quanto à competência de um treinador. Deixo 'exemplos' só deste último jogo:
    - um 0-0 no resultado e a substituição de um jogador aos 83m. Se um jogador precisa, como se sabe, de uns bons 10 minutinhos para 'entrar' no jogo e na equipa... acabou o tempo!
    - deixar um jogador de rendimento ZERO durante quase toda a partida e não perceber que está a jogar com menos um é de uma incompetência atroz ( para não dizer estupidez )
    - 'empurrar' um jogador para uma das laterais, retirando-o do seu habitat natural e onde, por mero acaso da sorte, estava a render mais é, digamos, uma 'bestalidade' e que não lembra nem ao menino Jesus

    e poderíamos acrescentar mais umas quantas falhas, lapsos, erros, etc etc a Paulo Sérgio.
    Do passado nem vale a pena recordar... tantos foram os equívocos!
    E claro, a culpa maior senta-se habitualmente na tribuna presidencial, como no gabinete do futebol profissional...

    ... mas, mesmo pesando isto tudo:
    - se tivéssemos um BOM treinador
    - que aproveitasse os excelentes recursos que temos
    - na excelente Academia que temos
    - que soubesse pôr a equipa a jogar bom futebol
    - e com bom futebol é mais fácil ganhar jogos
    - criava-se uma dinâmica de vitória
    - e vitórias trazem mais adeptos
    - e mais adeptos puxam mais e 'tornam mais fácil' obter mais vitórias
    - e este 'rolo' de vitórias daria com certeza titulos...

    Será isto lírico? Será que nunca vimos uma coisa assim? Seremos incapazes de conseguir isto?
    Será que isto só é possível com Mourinho que, com 3 jogadores do U.Leiria foi campeão?
    Enfim, seria tanta coisa e é esta ' miséria franciscana '

    E agora MM, o que é vamos fazer a seguir?

    SL

    ResponderEliminar
  47. Roque,

    O que seria Mourinho, Capelo Ou Guardiola a treinar equipas mais fracas?

    Queres comparar o Boloni que é um treinador mediano a estes treinadores?

    Mas está tudo louco?

    ResponderEliminar
  48. roque,

    Boloni não foi bicampeão pelo Standard. O primeiro título foi alcançado sob o comando do Preud'Homme.

    Reconhece-se a premissa típica do futebol em todo este discurso "Quando se ganha somos os maiores, quando perdemos não prestamos".

    E importa dizer que apesar de o achar fraco em determinados aspectos - liderança e disciplina - estou longe de achar o José Peseiro um mau treinador. Da mesma forma - e admitindo que o Augusto Inácio fez um "milagre" - venceu um campeonato porque soube trabalhar com o que tinha à disposição mas isso não faz dele um bom treinador. Foi bom naquele momento.

    Penso que já o referi aqui mas não me consigo esquecer de uma partida em que o Sporting vence na Madeira com grandes exibições do Sá Pinto, Kutuzov e César Prates (penso que até foram os marcadores dos golos do Sporting) e no jogo imediatamente a seguir, Boloni deixou todos eles no banco.

    ResponderEliminar
  49. Hugo,

    Correcto. A incompetência anterior não foi apenas nas contratações, mas também. A incompetência foi a insusceptibilidade de equilibrar receitas e despesas, que levou a uma situação cronicamente deficitária, que já tinha obrigado o Sporting a vender alguns jogadores abaixo do que poderia ter obtido.

    A bandeira da "aposta na formação" sempre foi um vazio de ideias, de nenhuma tradução na realidade e que procurou apenas esconder a dura realidade económica do Sporting. A questão nunca estaria na "aposta" no Pereirinha, mas em que alternativa o Sporting conseguiria no mercado que - no final das 2,5 épocas que somou na equipa, representasse o seu custo. Quando não havia dinheiro para mais, falar de "falhanço de uma estratégia" ou de "mudança de estratégia" é sugerir que a "estratégia" era auto-imposta e não hetero-imposta. E culpar o que permitiu fazer o percurso de lá para cá é, no mínimo, reescrever a história. Eis o caminho dos revolucionários.

    A "inversão da estratégia", pespegada nos relatórios à CMVM ainda é mais vazia intelectualmente. Vendeu-se o que já não poderia ser considerado "aposta", nem produto "em formação" (antes "produto formado") e veremos com que resultados.

    Alguns sabem qual seria a minha estratégia, deixei-se inclusivamente neste espaço (a convite), como uma das muitas hipóteses em alternativa que existem ao que está a ser implementado. Outros sabem como considero esta "nova" estratégia, os que a implementam e os que a defendem. A única coisa que tenho por certa é que não há almoços grátis e que só a transparência na acção pode dissipar as legítimas dúvidas que muitos conflitos de interesses, num clube em que os interesses estão difusos pela sua massa associativa/adepta, suscitam.

    ResponderEliminar
  50. «O que seria Mourinho, Capelo Ou Guardiola a treinar equipas mais fracas?»

    Mourinho fez um excelente trabalho em equipas pequenas: Leiria e Carnide LOL

    ResponderEliminar
  51. Porta10A, compreendo tudo isso. É claro que podemos atingir sucesso com meia dúzia de bons jogadores e um bom treinador. Até com um mau treinador e um bom conjunto de jogadores podemos fazê-lo.
    O Benfica fê-lo o ano passado, da 1ª forma, não da 2ª. E nós fizemo-lo em 1999 e 2001, de ambas as formas. Fizemos o triplete em 2001/2002 e daí para cá - em períodos desportivamente fracos - até vencemos 4 competições em 2 anos, 2006 e 2007.
    Mas daí ter feito referência no meu 1º comentário: não conheço bons modelos que vençam de 10 em 10 anos, ou que vençam taças aqui e ali, com todo o respeito que me merecem essas vitórias. Digo-lhe até mais: eu não preciso que o Sporting vença sempre para eu gostar dele, nem preciso que vença sequer, mas bom ... somos um Clube grande ou um Clube médio?
    Não tínhamos obrigação de pelo menos vencer 3 campeonatos em cada 10 anos? Vamos viver de ocasionais vitórias para sempre?
    Não, o Sporting não é isso. Eu prefiro - e aconselha o bom senso - que resolvamos o problema de outra forma, até porque esta - discutir Paulos Sérgios, Paulos Bentos, Djalós e pinheiros - cansa muito e farta.

    Sejamos de uma vez por todas inteligentes e poupemos energias.
    Esperar por ocasionais vitórias não me parece um bom método, ou coisa própria de Clube grande.
    Não devo nada ao Paulo Sérgio e não me interessa se é muito ou pouco competente, porque sei que independentemente disso o problema não está primeiramente nele. Da mesma forma que esta recusa em vê-lo como um problema não está relacionada com o facto de até simpatizar com ele.

    Interessam-me outras coisas, problemas maiores.
    Se os resolvermos corremos sérios riscos de resolver quase tudo.

    O que fazer a seguir? Começar pelo princípio e pelo fundamental: educar os sportinguistas, insistir todos os dias, tentar fazer com que se perceba de uma vez por todas onde estão os reais problemas. Quando formos muitos a rejeitar o que de momento temos não tenho dúvidas que o que de momento tempos tem os dias contados.
    Nesse dia, estará meio problema resolvido, faltando depois a outra - e não menos importante - metade: garantir que para os seus lugares não vão outra meia dúzia de incompetentes.

    ResponderEliminar
  52. MM:


    Estás coberto de razão, mas...

    E discutir JEB's, Costinhas e Comp.ª não cansa, não desgasta e não consome energia? Sim, cansa, desgasta e consome... e de que maneira! Mt mais que discutir a táctica ziguezagueante do Pàl...

    Poderás dizer que gasta-se mais energia, mas esta estará canalizada para o tema certo. Mas tanto que se tem debatido aqui no 'A Norte' e noutros blogues leoninos sobre a verdadeira causa dos problemas que o SCP tem para resolver e enfrentar... E na prática tem servido para quê? Rigorosamente NADA.

    Assim sendo, a modos que começamos todos a entreter-nos com coisas mais comezinhas e menores... Sempre cansa menos, desgasta pouco e poupa-se alguma energia.

    No dia em que for para marcar um 'ganda' golo pelo cu acima do 'continuismo', 'seguidismo', 'roquetismo' ou a porra do ‘ismo’ que os pariu a todos, de forma a espantar esta era para bem longe de Alvalade, chamem-me que é para eu lançar um foguetório... Até lá, acho que já gastei o meu latim todo.

    Quem ainda não acordou, depois de tanto estouro, tb já não acorda. Pelo menos eu não acredito que o façam a tempo de evitar o gigantesco tombo que se adivinha.

    Educar os sportinguistas?... Mas como se ‘educa’ quem não quer ser educado e ainda se orgulha (e gaba) por se manter ‘analfabeto’?

    Acho que um gajo só mantém o discurso de apontar o dedo aos verdadeiros culpados deste estado em que o clube vegeta por pura teimosia. E eu confesso que já fui muito mais teimoso. Fartei-me de teimar e agora teimo em não me fartar.

    No que diz restritamente respeito ao futebol jogado, isto já está como na época passada, ou seja, todos nós a dar mais crédito à fé que à razão e à realidade que nos entra pela mioleira adentro.

    ResponderEliminar
  53. Virgilio, MM,
    estamos todos cobertos de razão... mas...

    ... ninguém faz nada!

    No sábado, depois de um empate comprometedor, escusado e estúpido ( como revelador daquilo que efectivamente somos no momento ), houve gente a aplaudir o esforço da equipa, do género, vimos que tentaram, vamos dar esta forçinha especial.

    Ninguém fez 'uma espera' a JEB como aos jogadores. Vão dizer, isso é estúpido, não é de adepto do SCP. Somos diferentes e educados.
    Tudo bem. Somos. Mas não passamos de uns 'kiduchos' habituados a comer e a calar, sem fazer nada, sem protestar.

    Já o manifestei, disseram-me que isso não era ser Sportinguista:
    - não ir ao estádio nos próximos dois jogos em casa
    - ir ao estádio mas não entrar
    - entrar mas estar em absoluto silêncio durante todo o jogo e apenas levantar tarjas com dizeres de protesto
    Será que perceberiam a mensagem?
    Será que depois de medidas efectivas de protesto não haveria reacção 'superior'?
    Será que uma constestação séria, com ideias e bem feita não teria resultados?
    Será que não conseguimos em todo o universo Sportinguista, encontrar alguém capaz ( e que queira ), para constituir | construir uma alternativa a esta direcção?

    Pois que não temos nenhuma resposta, como não temos nenhum movimento, como nenhum rosto que personifique a oposição que tantos fazem mas que nenhum concretiza, como não existe vontade, nem coragem... nada!
    Apenas palavras aqui, no meu blog e em tantos outros espaços de opinião. E tão cansativo, como diriam os nossos Amigos acima...

    Aquilo que eu fiz, foi o que mais me custou e custa ao clube: não pago quotas porque o dinheiro que tanto custa a ganhar, não serve para patrocinar estas vergonhas. E até votei em JEB.
    Fiz-me sócio porque acreditei no projecto que tinham para o meu Clube. Deixei de o ser quando deixei de acreditar. Se me custa? Imenso!
    E todos os Sócios e adeptos do Sporting Clube de Portugal, merecem muito mais. Pelo menos um pequena retribuição para o amor e paixão que dedicam ao seu clube.
    E lá de cima, só autistas...
    Pelo que...
    ( completem a frase como acharem melhor, pois já estou 'esgotado' )

    SL a todos

    ResponderEliminar
  54. Virgílio:

    Também concordo, "Quem ainda não acordou, depois de tanto estouro, tb já não acorda", por isso tenho perguntado aqui como é possível ainda haver sportinguistas a defender o indefensável e a incompetência atroz que ano após ano nos presenteiam. Além desses que se orgulham de se manterem "analfabetos". É mesmo impossível educá-los!

    Contudo tenho uma diferença porque não consigo ver o futebol do meu clube com a fé na boca. A minha fé advém sempre das potencialidades que encontro nos projectos, nas pessoas e nas equipas e por isso, quando me deparo com a "realidade que nos entra pela mioleira adentro" a minha fé esmorece!

    Resigno-me aos destinos da mediocridade, esperando apenas que a desgraça seja o menor possível pelo meu Sporting. Não consigo sonhar com milagres de fé vindos da incompetência.

    ResponderEliminar
  55. Já ontem disse:

    Basta comprar um goleador de créditos firmados e ganhamos mais jogos.

    Ah e depois temos mais adeptos no estádio e mais sócios, mais receitas... melhores jogadores, possibilidades de mais titulos, mais prestigio, mais receita de publicidade...

    Tão fácil!!!

    ResponderEliminar
  56. porta10A

    É verdade que quase ninguém faz nada para mudar o estado das coisas.

    Mas é difícil, por aqui e pela blogosfera vêem-se muitas insatisfações mas comparativamente à massa adepta somos uma minoria que frequenta estas discussões.

    E mesmo assim ainda aparecem uns quantos que acreditam no pai natal.

    Eu, da minha parte, pago as cotas porque o meu amor ao clube é irracional e para sempre. Contudo não renovo o meu lugar anual há duas épocas para cá. Faço-o como protesto e nem vou a Alvalade ver espectáculos proporcionados por este treinador. É mau demais.

    Vou ver os jogos que escolho ver e enquanto não acreditar que vou ver um jogo a sério mais vale ver os jogos na sportv.

    Por vezes custa-me não ir mas no fim do jogo não me arrependo. E tem sido quase sempre assim. E fui a Alvalade assiduamente nos ultimos 20 anos. Mas chega de alimentar estes senhores incompetentes e aldrabões!

    ResponderEliminar
  57. Como é possível haver quem ache que comprar um bom goleador resolve tudo?

    Resolverá mais uns encaixes para os bolsos dos mesmos de sempre e aumentará o buraco do clube, isso sim!

    E um treinador a sério, não será boa ideia? Um que pense futebol era o ideal!

    ResponderEliminar
  58. Caro Pedro,
    Com vontade muitas coisas podem ser feitas. E até são fenómenos que se 'alastram'. Basta querer.

    A minha paixão pelo Sporting esbarra constantemente no valor de uma quota que, não sendo de grande monta, sempre dá para uns quantos pacotes de leite. E o meu filho, não se alimenta da minha paixão pelo SCP...

    E concordo com tudo o que disse. Pena é haver poucos a pensar assim, a tal minoria que anda nos blogs e que, infelizmente, não se consegue fazer ouvir.

    É pena!
    Podia ser que acordassem... os ' lá de cima ' é claro!

    SL

    ResponderEliminar
  59. Mas onde é que eu já vi este filme??????

    ResponderEliminar
  60. A vida faz-se normalmente de decisões simples, para se obterem grandes resultados. Tem é que ser no momento certo.

    Tb poderíamos falar da incompetência de muitos adeptos que, eu vez de o serem verdadeiramente, passam o tempo armados em presidentes, directores desportivos ou treinadores, sob a capa do rigor, que outros andam a dormir, enganados, etc.

    SERÁ QUE TODOS NÓS FAZEMOS TUDO O QUE UM ADEPTO DEVERIA FAZER?

    QUANDO E COMO PODEMOS SER UMA MAIS VALIA PARA O CLUBE?

    QUAL É O AMBIENTE NATURAL DE UM ADEPTO QUE PODE OBJECTIVAMENTE AJUDAR ÀS VITORIAS?

    QUAL A NOSSA ATITUDE NUM ESTÁDIO?

    QUE MENSAGEM PASSAMOS QUANDO ESTAMOS A PERDER E TUDO SAI MAL AOS JOGADORES?

    Afinal, O QUE É UM ADEPTO DE FUTEBOL?

    Um estudo-caso:

    No jogo do passado sábado estávamos ainda na primeira parte, numa fase de ataque, a bola circulava pelos nossos jogadores da esquerda para a direita, da direita para a esquerda, sempre em circulação mas sem progressão significativa mas à espreita de uma brecha na defensiva do olhanense. O publico do sporting, impaciente, começa a assobiar a equipa e um dos jogadores (D. Carriço) precipita-se e para não ouvir mais apupos, atira à baliza sem nexo.

    Será que sabemos apoiar?

    ResponderEliminar
  61. 10A e Pedro:

    Ng faz nada... Quem pode não quer (ou não tem coragem para) e quem quer não pode (pq não tem condições para)... Quer-me parecer (aqui à distancia de 250 Km do centro dos acontecimentos) que é este o colete-de-forças em que estamos metidos...


    Pedro:

    Qt à fé... Bom, no futebol, nem sempre ganham os mais apetrechados... ou os melhores, e a justiça é inexistente, como nós, melhor que mts outros, bem sabemos... Tudo é possível, diz-se. Pois bem, é com base nessa premissa que eu não desisto. Há 4.ªjornada, mesmo com os piores indícios, não vou deixar de acreditar em pelo menos na superação dos jogadores. Acredito que eles têm feito o melhor que conseguem... Se me perguntarem se eu acho que chega, responderia que não, mas, apesar de tudo, confiando na sorte em conjugação com o advento de uma boa fase de jogos que permita catapultar os nossos rapazes para outros feitos, td poderá acontecer. Será como diz o MM, fruto ocasional, resultado de factores que não assentam numa estratégia bem definida (que não existe), numa programação acertada e racional (que não existe), em resumo numa competência directiva, mas, ainda assim, é possível que aconteça algo de bom... Que esta época o futebol sejam onze contra onze e no fim ganhe quem teve uma mija do catano… E que quem venha a ter essa mija do catano, seja o SCP… :)

    10A… Adivinhe quem retribuiu as palmas no final do jogo… Só digo isto, resultaram depois de alguns jogadores do SCP se deslocarem até ao centro do relvado a agradecer a presença e apoio manifestado pelo publico durante os 90 minutos e, talvez… a ausência de assobios…

    SL!

    ResponderEliminar
  62. Pagámos 600 mil € ao Guimarães para irmos buscar o Paulo Sérgio. Nada mau para um clube que constantemente apregoa não ter dinheiro.
    Pagámos 6 milhões € (+-) ao Braga pelos laterais titulares na sua melhor época de sempre. Pagámos 6.5 milhões € por um avançado que não justifica, nem de perto nem de longe o valor, para o emprestarmos ao Saragoça, numa altura em que se poderia aferir se adicionava ou não, qualquer valor ao plantel.

    Gastamos rios de dinheiro em jogadores e não somos capazes de investir fortemente, num treinador "a sério". Estou farto de treinadores-que-até-podem-vir-a-ser-grandes-mas-que-principalmente-são-baratos.

    Apesar das palavras do 8, quando disse que até poderia vir o melhor treinador do Mundoo que nada mudaria, acho que ao menos seria dado um sinal de ambição aos adeptos.

    Empatamos com o Olhanense e não vislumbro grandes reacções apenas resignação. Passámos de um extremo ao outro.
    Colocamos as expectativas cada vez mais em baixo, desculpamos resultados inaceitáveis, aguentamos jogadores/treinadores sem qualidade, saímos de Alvalade a pensar já noutro assunto porque o jogo já lá vai.

    Como já aqui disse, e repeti no Sábado, espero não estar a assistir ao definhamento do SCP.

    Ed,

    Chega de culpar os adeptos. O Casillas, ainda este fds, disse que os adeptos são soberanos e, vê lá tu, até ganharam o jogo.
    Para quando responsabilizar quem tem, efectivamente, o poder de decisão? Os mesmos que sistematicamente falham na altura de reforçar o plantel ou estancar o passivo!!

    Era um matador que resolvia os problemas todos?! Foda-se o fcp perdeu um campeonato com o Jardel no plantel. Obra de quem? Do Fernando Santos, esse dormente que depois resolveram contratar, com os bonitos resultados que se conhecem.

    Será que o JEB como Presidente do SCP faz tudo o que deveria?
    Será que o Costinha o faz?
    Será que o Dias Ferreira pode ser mais bronco do que já é?
    Quando é que a Direcção começa a bater-se intransigentemente pelos interesses do SCP?
    Quando é que impomos respeito na nossa casa, para não termos um panasca de um Duarte Gomes a insultar um dos nossos em pleno relvado?

    QUANDO É QUE CORREMOS COM A PUTA DA INCOMPETÊNCIA REINANTE?!?!?

    Acho que sim, o Jardel / Acosta / Manuel Fernandes resolviam isto num instante.

    ResponderEliminar
  63. Ed:

    Se é td tão fácil e simples... Estão pq carga de água é q os nossos presidentes, dirigentes, directores desportivos, treinadores, etc, etc, teimam em não resolverem a contento? Sendo aliás notório, que não só não resolvem como ainda têm complicado cada vez mais a situação…

    Por exemplo: era tão fácil comprar o catano dum pinheiro mas, a verdade é que não conseguiram... (azar dos azares, devem ter ido à procura dele na Serra do Soajo...) E, para cúmulo, até tinham um, meio rasca, é verdade, mas tinham um escondido lá no ‘quintal’ e que trasladaram para o jardim de belém... E tinham outro que não seria exactamente um pinheiro, mas que às tantas fazia as-vezes-de e abateram-o e exportaram-no para a terra do Zapater. Ora, se estávamos necessitados nessa posição específica, depois da decisão dos nossos dirigentes, como é q ficamos? Melhor? Na mesma? Pior? Diga lá de sua justiça...

    Depois mistura alhos com bugalhos... Começa um raciocínio a falar de dirigentes para o terminar a falar de adeptos... É caso para perguntar o que é que o cu tem a ver com as calças, mas enfim... Olhe e que tal pensar no seguinte: como há maus adeptos, tb deverá existir maus dirigentes, ou não será assim?

    ResponderEliminar
  64. Misturo alhos com bugalhos!!!!Não perceberam? É pena.

    O primeiro que não errou que mande a primeira pedra.



    Não é um pinheiro que nos faz falta é um jogador que faça a diferença.

    ResponderEliminar
  65. Ed,

    Não é um jogador que nos faz falta, é uma Direcção que faça a diferença.

    ResponderEliminar
  66. Não vem a propósito mas vejam isto e divulguem

    http://www.youtube.com/watch?v=bVtP2hLeXJU&feature=player_embedded

    ResponderEliminar
  67. JC:
    Já vimos e divulgamos no post anterior :)

    ED:
    Não tenho qualquer complexo de culpa nem me parece que esse seja um problema real. Se e quando virmos as equipas do Sporting a jogar bem e os adeptos a assobiar ou a ficarem impacientes aí preocupo-me. Desde que me conheço e desde os 9 anos que frequento estádios com regularidade que sempre assisti a manifestações do género. Na ópera e no teatro pateiam-se os maus espectáculos. E nem acho que os Sportinguistas sejam os mais exigentes. Eu pessoalmente não assobio, pela mesma razão que não gostaria de ter alguém a berrar-me aos ouvidos enquanto trabalho. Mas protesto e vocifero porque o futebol, o Sporting em particular, é uma paixão exacerbada.

    ResponderEliminar
  68. Virgilio eu tambem sinto infinitas saudades de perder so tempo com os jogadores ou os treinadores do Sporting.
    Nao encontro nos ultimos 4 ou 5 planteis do Sporting um unico nome que consiga apontar como idolo ou referencia. Bons jogadores sim, muito bons jogadores tambem, referencias: nenhuma.
    E nem e exagero isto, no meu caso e mesmo nenhuma.
    O plantel de 2006 foi o ultimo que me deu prazer gabar.

    Ate esse prazer nos tiraram.

    Como dizia o JPV ha uns dias "isto nao entusiasma ninguem", e quando assim e torna-se muito facil perder de vista elementos positivos que possam ir aparecendo. O Clube vai descendo degraus, e a medida que os vai descendo esta apenas preocupado em ver onde pisa para nao tropecar e cair redondo. As vezes nao sei se seria melhor perder definitivamente de vista o chao e cair com estrondo la bem em baixo.

    Isso ao menos obrigar-nos-ia a ter de levantar, quica diferentes.

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (6) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)