sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Critérios

Basta olhar para as primeiras páginas dos jornais de hoje para perceber a mossa que resultados como o de ontem provocam no prestígio do Sporting Clube de Portugal. Não adianta agora protestar contra a duplicidade de tratamento revelada na desfaçatez de títulos como “Leão tenrinho” e “Leão domado”  e que não foi usada em ocasiões idênticas com outros intervenientes.

Para Paulo Sérgio tudo se parece resumir à eficácia ou falta dela, seja nossa ou do adversário. Uma leitura minimalista com a qual estou longe de concordar. Bem como com a pretensa gestão feita no plantel, que ainda é mais difícil de compreender quando a equipa dispõe desta vez do tal dia extra de recuperação, cuja falta tantas queixas havia suscitado ao treinador na jornada anterior. Parece-me indiscutível que as melhores cautelas, isto é , a melhor gestão seria ter assegurado de imediato a qualificação, prosseguindo a senda de bons resultados e com isso a recuperação do ânimo no balneário, no relvado até às bancadas. Para depois não andar a caldos de galinha...

O futebol é um jogo colectivo, pelo que o treino e os automatismos colectivos são decisivos, superando bastas vezes a soma dos valores individuais. Não é uma sopa de letras, onde se misturam os ingredientes bastando esperar depois pelo ponto de cozedura. Talvez fosse bom lembrar Paulo Sérgio que a pré-época, seja lá o que isso for, já terminou há algum tempo.

PS- A propósito de desigualdade de tratamento, todos se lembrarão de quantas vezes já apareceu Pepe na comunicação social, e até entre nós, como exemplo de uma falha indesculpável na politica de recrutamento. Até agora ninguém pareceu incomodado com a passagem anónima de Thiago Silva pela equipa B do FCPorto e  a sua ascensão meteórica ao escrete. Critérios.

14 comentários:

  1. e o thiago silva foi no pacote de 5 ou 6 jogadores que foram para o dinamo de moscovo, lá tambem nao se adptou, voltou para o brasil, deu nas vistas e o milao foi busca-lo

    ResponderEliminar
  2. A leitura minimalista de PS é o resultado da cretinisse e incompetência deste treinador.

    Já o vomito antes dos jogos começarem! É de uma incompetência inconcebível.

    "..a melhor gestão seria ter assegurado de imediato a qualificação, prosseguindo a senda de bons resultados e com isso a recuperação do ânimo no balneário, no relvado até às bancadas"

    CONCORDO A 100% !!

    Além do prestígio do Clube que é fundamental preservar porque é grande e foi conseguido com muito suor e muita história!

    E mesmo que não tivéssemos um dia extra de recuperação devíamos ter jogado com uma base dos melhores jogadores!

    Quanto ao jogo colectivo, não existiu no jogo de ontem e vai continuar a não existir. Como o anterior post refere, foi só correr sem critério, sem inteligência, sem entreajuda, sem táctica, sem benefício, sem nada. É frustrante ver um jogo deste Sporting.

    Havia tanta asneirada para comentar mas nem vale a pena. Não são más opções, não são apostas infelizes, são inconpetências, burrices e mediocridades deste treinador. É mau demais!!

    É UMA VERGONHA DE FUTEBOL! Mesmo que tivéssemos ganho, é vergonhoso ver esta equipa a jogar à bola.

    O que vale é a qualidade de alguns jogadores, principalmente os portugueses e os formados na academia. isso é o que sobressai porque colectivamente é tudo uma desgraça!


    ESTE GENT É UMA EQUIPA FRAQUÍSSIMA E SÓ O UM SPORTING COMANDADO POR ESTE IMBECIL É QUE NÃO GANHA A UMA EQUIPA DESTAS!!!

    ResponderEliminar
  3. O PS arriscou...e perdeu...poderia ter arriscado e der dado bom resultado, e hoje a conversa era outra. É obvio que não gostei de perder, é obvio que temos de jogar sempre para ganhar. Mas esta derrota não nos vai incomodar no nosso objectivo final que é passar a fase de grupos.

    SL

    ResponderEliminar
  4. Dezperado,

    Não é a questão de ter perdido. Nem está em questão não passarmos à fase de grupos.

    Há coisas que são muito mais importantes que uma derrota.

    Só posso respeitar os sócios e adeptos que acreditam na qualidade deste treinador mas na minha modesta opinião a qualidade dele é nula.

    E, para mim, é triste assistir ao futebol do Sporting. Não deixo de ir a Alvalade mas é frustrante assistir a tanta falta de qualidade, de inteligência e de estratégia dentro de campo.

    Tenho muitas saudades de andar empolgado, confiante e entusiasmado com o futebol da minha equipa. Isto é uma miséria.

    Não tem nada a ver com o que arriscou, com o ter perdido ou com a qualificação. Tem a ver com muito mais do que isso!

    ResponderEliminar
  5. Leão de Alvalade,

    perder é normal. E perder com PS até será mais normal do que tem sido até agora, por isso é bom que os sportinguistas se habituem rapidamente. Porque daqui para a frente acabarão os adversários tenrinhos...

    Guimarães (c), Académica (f), Paços de Ferreria (c), FCPorto (c) e Lille (c), serão estes os próximos 5 jogos do Sporting, 3 para o campeonato, um para esta competição e outro para a Taça de Portugal.

    São todos presentes envenenados. O Guimarães por ter bons jogadores e um treinador que aposta tudo nas transições. A AAC pelos jogadores rápidos que tem na frente, por estar motivada e por jogar em casa. O Paços de Ferreira por ter um bom treinador e vários bons jogadores. O Lille por ter bons jogadores e o FCPorto por ser muito superior.

    Em 4 jogos em casa, o Sporting pode ganhar tudo e em Novembro ganhar um impulso que poderá ser positivo para acabar o campeonato entre os primeiros. Mas pela forma como o Sporting joga, parece-me que continuará a ser feliz se atingir os 50% que obteve até agora.

    Agora que a qualidade dos jogos começará a apertar, se verá a verdadeira qualidade colectiva do Sporting. Até agora, a oscilação dos resultados do Sporting, dos "sistemas tácticos" e dos jogadores só poderá surpreender quem percebe pouco de futebol. Mas pelo menos já deu para identificar quem se encaixa bem nesta categoria.

    Acresce, conforme disse noutro espaço, que é muito importante que se pense um pouco sobre quem são e quanto custam e custaram estas "segundas escolhas".

    Sugiro por último o seguinte link:

    http://lateral-esquerdo.blogspot.com/2010/11/caiu-o-mito.html

    Não é por nada... é porque aquele é o treinador preferido do Francisco Costa.

    O Sporting vive num mundo de pessoas incompetentes para reconhecer a sua própria incompetência.

    ResponderEliminar
  6. PLF, a que espaço se refere?
    Posso ler essa sua intervenção?

    ResponderEliminar
  7. Pedro

    Percebo o que estas a dizer, mas assim como quando espetamos 5 a esta equipa, não deitei foguetes, não é por perder agora com a mesma equipa, que vou ficar a chorar.

    SL

    ResponderEliminar
  8. Esqueça ... já li.

    As "segundas escolhas" são tão caras quanto as "primeiras". Se não jogasse o Saleiro jogaria o Liedson ou o Postiga de início. Se não jogasse o Cédric jogaria possivelmente o Valdés ou o Vukcevic. Se não jogasse o Zapater jogaria o Maniche ou o Pedro Mendes. E se não jogasse o André Coelho jogaria o Polga. O Torsiglieri e o alemão são os únicos que sendo de facto segundas escolhas que não entrando por norma no 11 titular do Paulo Sérgio vão sendo caros, ambos pelo ordenado que consomem e o 1º pelo ordenado e pelo que custou a compra do seu passe.

    PLF o ano passado era fácil, uma vez aprendida a problemática - aprendida por alguém como eu, ensinada por si - apanhar o rasto da discussão e dizer Eureka. Este ano não é fácil, de todo:

    Primeiras escolhas baratas, segundas escolhas muito caras. Isto para o ano passado.
    Primeiras escolhas porque melhores escolhas, e portanto sempre as mais utilizadas (Moutinhos, Velosos, Carriço e por aí fora). Segundas escolhas porque piores escolhas (Pongolle, Rochemback, Purovic, Angulo e por aí fora), sendo estas muito caras (passes e ordenados).

    Isto é fácil de perceber.
    Tão fácil que precisa de ser ensinado.

    Mas este ano temos o quê? Temos isto:
    Primeiras escolhas caras, exceptuando Carriço, Patrício e André Santos.
    Segundas escolhas caras, exceptuando Salomão, que nem é segunda escolha mas também não é primeira.
    E o cruzamento atrofiado de umas e outras: as primeiras não são muito melhores do que as segundas. E as segundas não são muito melhores do que as primeiras.

    PLF a discussão resvalou para outro plano este ano, o plano simples de falta de qualidade. Como é claro, em tudo o que é discussão de qualidade é sempre possível relativizar: prefiro o André Santos ao Pedro Mendes. Prefiro o Vukvecic ao Abel, com o João Pereira no seu lugar. Prefiro o Torsiglieri ao Polga. E prefiro o Saleiro ao Djaló. Mas já não prefiro o Saleiro ao Liedson, nem o Postiga ao Liedson, porque sou um fã do Liedson. Agora o problema é ... se jogar o Saleiro e o Postiga ficando o Liedson de fora eu fico muito feliz, porque gosto muito dos 2 e sinto-me muito bem servido. Se jogar o Pedro Mendes no lugar do André Santos fico triste porque gosto muito do André Santos mas, não me sinto por aí além mal servido. Isto é um enorme problema: não há evidente qualidade acima de qualquer outra (qualidade).

    O ano passado havia, este ano não há.
    O Sporting encolheu portanto, de um ano para o outro. Em vez de discutirmos e cruzarmos preço com valor, discutimos agora só preço, porque o valor, esse, anda ela por ela, para quase todos eles. Exceptuando um ou outro claramente inferiores.

    Isto tem muito pouco a ver com o Paulo Sérgio mas sim com quem idealizou o plantel do Sporting. O Paulo Sérgio pode ser culpado, seguramente é-o, porque com os jogadores que tem tinha mais do que obrigação de não ter perdido os pontos que já perdeu. Mas por outro lado naquilo que vão sendo as opções do Paulo Sérgio vamos vendo o André Santos, o Salomão, ontem vimos o Cédric e por aí fora ... que não é muito mais mas enfim, são já 3 mais-ou-menos apostas que no início da época poucos (ninguém) (esperava)m.

    O ideal seria: resolver o problema maior, acima do Paulo Sérgio. E depois resolver o problema menor, o do Paulo Sérgio, porque o problema do Paulo Sérgio é de facílima resolução.

    ResponderEliminar
  9. MM

    Concordo em parte com o que disseste, mas não achas que num clube como o Sporting, onde saem grandes jogadores da Academia, alguns deles titulares, independentemente do modelo que se idealiza para a clube, iremos ter sempre jogadores no banco, mais caros que os proprios titulares?

    SL

    ResponderEliminar
  10. Dezperado,
    O PLF responderia à questão mil vezes melhor do que eu mas, de uma forma sempre menos desenvolvida e capaz: não. Não teria de ser assim. O problema é exactamente esse:
    - Ter durante 3 ou 4 anos os melhores do plantel a ser os mais utilizados (justamente porque são melhores) a ganhar 1/5 daquilo que ganham as segundas opções, que são segundas opções porque não são tão bons jogadores quanto os primeiros sendo no entanto os mais bem pagos do plantel.
    Isto não tem de ser assim. Não tem nem deve, e não deve não porque estejamos preocupados com a saúde financeira do Miguel Veloso, do Daniel Carriço ou do Saleiro mas sim porque esta política fere o Sporting de morte: é muito fácil ao João Moutinho sentir que deve dizer "sim" ao Porto. Da mesma forma que é demasiado fácil o Miguel Veloso sentir que não erra preferindo ir para Génova a ficar no Sporting.
    Ao mesmo tempo que isto, ainda durante esses 3 ou 4 anos:
    A sistemática penalização de jogadores - pelo público e pelos dirigentes e técnicos do Sporting - de todo um conjunto de jogadores que nunca atingindo um estatuto de absolutamente indiscutíveis titulares vêm-se relegados para fora do plantel do Sporting em detrimento das tais "segundas opções" que também não são melhores jogadores do que eles. Estes (financeira e desportivamente injustiçados, os 1ºs são-no / foram-no de grosso modo financeiramente mas não desportivamente) não são tão bons como Veloso, Moutinho e Nani mas, são ainda assim melhores que as 2ªs escolhas: o Carlos Martins é melhor do que o Romagnoli. O Varela era melhor do que o Pongolle. O Adrien é muito melhor do que o Zapater. O André Santos não é menos jogador do que o Pedro Mendes. O Pereirinha pela margem de progressão e utilidade que oferece é melhor do que o Valdés. O Saleiro mete o Purovic e o Caicedo somados a um canto. E assim por diante.

    Os melhores do Sporting são empurrados para fora do Sporting (Moutinho e Veloso), e pagamos balúrdios por jogadores que não são melhores do que outros com quem não renovamos (Varela) ou mandamos para longe (Carlos Martins, Custódio, Garcia, Adrien ou Pereirinha). O que é que resulta? Para lá de um aborto de política desportiva: equipas de futebol sem qualidade, muito simplesmente porque não mantemos os melhores jogadores no plantel.
    Mais não seja, esquecendo amores e desamores por Alcochete e sportinguismos orgulhosos da sua formação ... como o PLF frequentemente avisa: caso o Sporting se limitasse a ser um clube desportivamente justo que recompensasse o mérito futebolístico teríamos hoje um plantel quase na sua totalidade composto por jogadores formados no Sporting, porque são sistematicamente os melhores. Ainda no jogo de ontem o vimos mais uma vez.

    Não precisamos de contar formados e contratados ou separar as partes. Bastar-nos-ia olhar para eles todos como jogadores, iguais e nenhuns com especiais direitos sobre os outros e ir ano após ano separando o trigo do joio, sem grandes crises ou angústias existenciais. Porque Alcochete para os sportinguistas é isso, um exercício filosófico, quando assim não devia ser. É uma escola de futebol como há muitas, só isso. Acontece é que é melhor do que as outras. E o que é o que o clube faz ao que dela vai saindo? Nada: oferece aos rivais. E vai comprar o Zapater para fazer o trabalho por eles.
    Como é que podemos ganhar desta forma? Só com Mourinhos, mas porque esse "é" a forma.
    Questão paralela a esta toda: os melhores jogadores do Sporting são todos eles muito baratinhos, porque foram feitos por nós. Como são baratinhos duvidamos do seu valor. Nós, adeptos. Porque muitos de nós - se não mesmo a maioria - somos iguaizinhos ao presidente do Sporting. Ir à caça de tesouros sul-americanos ou talentos trintões em fim de contrato em Itália é um exercício sempre giro. Se não o fosse não existiriam jogos de computador, CM´s e coisas que os valham.

    O difícil é mesmo descomplicar ...

    ResponderEliminar
  11. MM

    Concordo com parte da tua resposta, mas existem pontos que tenho a total discordancia.

    "- Ter durante 3 ou 4 anos os melhores do plantel a ser os mais utilizados (justamente porque são melhores) a ganhar 1/5 daquilo que ganham as segundas opções, que são segundas opções porque não são tão bons jogadores quanto os primeiros sendo no entanto os mais bem pagos do plantel."

    Não concordo em nada com este paragrafo, visto mais à frente dares como exemplo do Moutinho.

    Os melhores jogadores, eram Liedson e Moutinho, segundo sei, eram os mais bem pagos do nosso plantel. E não me lembro de este ano contratarmos alguem que viesse ganhar mais que o Moutinho.

    Posso concordar em relação ao Veloso, deve ter sido dificil ver chegar o P. Mendes, e saber que iria ganhar mais que ele.

    De resto, e pegando por exemplo no exemplo do Carriço, tenho ideia que à medida que os anos vão passando, vai vendo sempre o seu ordenado aumentar...Agora como é obvio, nunca conseguiremos competir com clubes estrangeiros, mesmo inferiores desportivamente, são muito superiores economicamente.

    E dou um exemplo, este ano temos o Salomão, não veio da Academia, mas imaginado que vinha. Se fizer uma excelente época, deveriamos de uma assentada só aumentar-lhe o ordenado para o dobro, ou ir subindo gradualmente? eu opto epla segunda solução.

    E de repente lembrei-me do Paim, um jogador que todos diziam que era muito melhor que o Ronaldo...mas foram os ordenados bons que teve para um puto de 15, 16 anos que podem ter-lhe rebentado com a carreira.

    Por outro lado, subescrevo totalemente esta tua frase:

    "A sistemática penalização de jogadores - pelo público e pelos dirigentes e técnicos do Sporting "

    Mas depois não concordo com os exemplos que dás. Tivemos o Carlos Martins, conheceu vários treinadores no Sporting...e faz-me confusão que nenhum o tenha conseguido pôr na ordem. Hoje fala-se que foi o jorge jesus que conseguiu esse milagre, eu discordo, acho que foi a idade que lhe fez mostrar que ou jogava ou entao mais valia arrumar as botas...e tenho muito à vontade de falar sobre o Carlos Martins porque é da minha cidade (Odivelas)...e eu via-o sempre a chegar a altas horas da madrugada, mesmo quando havia treino no dia a seguir.

    Em relação ao Varela, primeiro passou a ser um "fenómeno" quando foi para o fcp, porque quando andava no Huelva parece que estava esquecido...e eu lembro-me bem como nós, adeptos o "brindavamos" no nosso estadio. (estamos a fazer algo parecido ao Djaló (apesar de serem muito diferentes).

    Para mim, e não entrando em muito detalhes, o plantel do Sporting, seria sempre um equilibrio em jogadores da Academia, onde iriamos buscar as mais valias financeiras, e jogadores mais velhos, com experiencia, em que à partida, saberiamos qe iriam só trazer mais valias futebolisticas e nunca financeiras.

    SL

    ResponderEliminar
  12. O Moutinho é 1 de muitos. É porventura o único grande jogador formado pelo Sporting nos últimos 10 anos que viu o seu ordenado ser colocado ao nível da escolha que era: primeiríssima, sempre utilizado, por ser um dos melhores jogadores. Caso único. Não há outro.
    - Fossem os que saíram para grandes clubes:
    Ronaldo, Nani ou Quaresma.
    - E todos os outros que nunca atingindo o estatuto destes foram ou são também eles para o Sporting 1ªs escolhas pela qualidade futebolística que evidenciavam / evidenciam: Moutinho, Veloso, Daniel Carriço ou Rui Patrício. Qual é por exemplo o sentido do Polga, Torsiglieri ou Nuno André Coelho ganharem mais do que o Carriço? Faz algum sentido isto, quando o Carriço é o melhor dos 4 e o único que é sempre opção certa? Não na minha opinião ou na sua mas na opinião dos treinadores do Sporting. O problema - para o caso destes - é esse. Desportivamente são sempre os mais utilizados, porque são melhores, mas pelo clube vão sendo tratados como empregados de 2ª e pelos adeptos do Sporting vão sendo tratados como alvo preferencial da sua mal direccionada frustração. Não é justo por exemplo começar-se agora - como se vê - com conversas da "braçadeira que cai do braço do Carriço, como caía do braço do Moutinho" como se a culpa do campeonato desacertado ou da derrota ontem do Sporting fosse do Daniel Carriço. Isto é incompreensível, próprio de um clube de doidinhos.
    O caso do Moutinho é de outro tipo, e a sua saída do Sporting foi provocada por 3 coisas, adivinha-se, ordenadas por importância decrescente. 1 - Vontade dos dirigentes do Sporting em transferi-lo, correr com ele. 2 - Incompetência dos dirigentes do Sporting na gestão da sua carreira, onde durante 2 ou 3 anos fizeram dele modelo, símbolo e capitão para depois, por capricho do director desportivo do Sporting, quererem retirar-lhe esse estatuto, ao mesmo tempo que foram sempre dados os sinais para o plantel do Sporting que Moutinho, Veloso, Djaló e até o Carriço estavam na 1ª linha para serem transferidos, por vontade do Clube e de ninguém mais. 3 - A parte mais pequena de todas, incapacidade do João Moutinho de resistir à situação mantendo-se fiel ao Sporting / sportinguistas. E esta fatia é a mais pequena porque ele mais não fez do que jogar o jogo que o Sporting queria que ele jogasse: porque foi sem sombra de dúvida vontade do clube despachá-lo, fosse lá para onde fosse, a troco dos 10 milhões de euros tão importantes que iriam servir para confirmar o Valdés, o Torsiglieri e outros. Muito bem fez o Moutinho em não levantar ondas e ir devolvendo a bola aos dirigentes do Sporting, porque ele é jogador de futebol e de certeza que não deve sentir grande vontade em ser actor principal de um circo de malucos. O João Pinto no Carnide durante anos não foi outra coisa e isso não lhe ganhou nada. Ganhou-lhe o depois com 30 anos ter chegado ao Sporting e ter dito "devia ter vindo para aqui mais cedo", como disse. Os jogadores de futebol hoje pouca apetência têm para o papel de mártires Dezperado, já lá vai o tempo ... há muita escolha hoje, e por isso muito bem fez o João Moutinho em mandar o Sporting ir dar 1 volta. Chega ao Porto, tem um grande ordenado porque é dos melhores que lá está, vai jogando e é dos mais utilizados (como já o era no Sporting), e tranquilamente lidera o campeonato, não toma parte de novelas com os dirigentes do Porto sobre casos de braçadeiras que não pediu e não vemos os portistas cair em cima dele sem motivo.
    Escolher entre isto e este Sporting não é sequer escolha.

    ResponderEliminar
  13. Sobre o mais, lá está: o Carlos Martins era isto e aquilo, o Varela no Sporting nunca foi isto e aquilo, o Moutinho era ingrato, o Veloso gostava de moda, o Djaló é estúpido e não pode ficar nem mais 1 dia no Sporting (mas o Zapater já pode, o Romagnoli sempre pode, o Grimi ninguém se lembra que ainda lá está), e vão sendo tudo isto sempre com a razão do nosso lado, razão que teimamos em ter apesar de os virmos 2 e 3 anos passados ganhar títulos nos rivais.
    O Sporting não tem de ser uma mistura de nada, entre novos e velhos ou contratados e made in Alcochete. O Sporting tem apenas de concentrar-se em manter os melhores, recompensá-los consoante o estatuto que adquirem (importância para a equipa, medida por exemplo em tempo de utilização) e parar de gastar balúrdios naquilo que não sabe fazer: comprar jogadores.
    O Sporting só tem de fazer isto, e arriscar-se a fazendo-o e tendo ao seu serviço um Treinador a sério, começar a somar títulos.
    Mais nada.

    ResponderEliminar
  14. MM

    "A sistemática penalização de jogadores - pelo público e pelos dirigentes e técnicos do Sporting"

    Como disse anteriormente, concordei imenso com esta frase. E o exemplo que dás do Nani, é um bom exempllo e mais ou menos recente.

    Em relação ao Carriço concordo contigo, para mim de longe o melhor central, recebe menos que os outros, mas segundo vou lendo, vai renovar e passar a ser dos melhores pagos do plantel.

    Discordo totalmente em relação ao Moutinho...e não me requerendo alongar muito, visto que este assunto esta mais que debatido, na minha opinião, a novela não começou este ano, começou há uns anos quando bateu o pé para sair para o Everton, e pouco tempo depois foi visto a jantar com o PC, e nessa altura ainda não havia JEB nem Costinha.

    SL

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (5) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)