quinta-feira, 24 de março de 2011

Nem Godinho Lopes nem Bruno Carvalho: back to basics!

Estas eleições têm sido condicionadas por dois factores: a discussão à volta da ruptura/continuidade, que aqui ontem procurei desmistificar, e pela bipolarização das discussões entre GL e BdC. Foi-se instalando a ideia de que GL é o caos e BdC o único que nos pode salvar . Este maniqueísmo é a versão inversa de um dos piores tiques que vigoraram durante o período de que tanto se querem livrar os Sportinguistas: quem não é por nós é contra nós, é mau Sportinguista. Aliás o BdC que vi no Solar do Norte, simpático e afável, - o debate tinha-lhe corrido bem e tudo andava sobre rodas – revela-se agora arrogante com os adversários e azedo perante as contrariedades.

Para quem aqui me lê sabe que desde o inicio não caucionei a questão de fundo que acaba por ser incontornável nesta campanha: o fundo russo. Pelo mecanismo em si, que encerra  em si  um risco superior ao que devemos correr num campo onde é aconselhada prudência. Onde devemos arriscar é em campo, e nem aí de forma descontrolada. E as dúvidas sobre o fundo, desde a sua existência até à própria valia como ferramenta de alavancagem do reforço do plantel, e que é crucial na estratégia de BdC são mais que legitimas. E ontem, quer de manhã no debate da TSF quer no debate na SportTV, ficaram bem expressas quer as fragilidades do fundo quer as dificuldades de BdC em dar explicações. No fundo o fundo não existe ainda, senão quem fez o show off com Van Basten já teria apresentado umas unhas. E ontem BdC não conseguiu contrariar a ideia que o direito de veto dos tomadores do fundo não permite ao Sporting contratar quem quiser, nem ficou claro de quem são os direitos desportivos e de quem são os direitos económicos, ou como serão divididos os prejuízos com os jogadores que não se imponham . Acreditar no fundo é necessário quase fazer uma profissão de fé.

Isto é mais ou menos o mesmo que eu arranjar finalmente o dinheiro que tanto necessito para comprar casa nova, decidindo prescindir do habitual financiamento bancário, e socorrendo-me das amizades que tenho junto de gente endinheirada, mas de ascensão duvidosa. Dou de barato que até me emprestam o dinheiro e que não tenho que explicar em casa, em particular aos mais novos, porque decidi fechar os olhos aos valores que lhes andei a tentar incutir e que nos deviam servir de guia. Mas afigura-se mais difícil entender como um bom negócio estar sujeito ao veto a decisão que só devia ser minha relativamente ao revestimento exterior do edifício, a marca dos electrodomésticos, a cor das telhas ou  a escolha do madeira para a pavimento.  E desconfio quando a esmola é grande: se vender o imóvel ainda fico com 60% das mais valias. Parece um bom negócio, mas é igualmente um risco e não vejo porque, face às outras opções disponíveis, eu decida arriscar a segurança e a estabilidade da minha família. Pesados os prós e os contras depender de um banco pode até ser melhor até para a minha saúde... Porquê então arriscar?

É isso que tenho ouvido mais da parte dos Sportinguistas quando, perante as dúvidas sobre o fundo de BdC declaram que é preciso arriscar. Há sempre necessidade de arriscar em  determinados momentos da vida, mas há que fazer a devida ponderação entre o grau do risco e o ganho que se possa vir a obter. Não me parece razoável, perante todas as possibilidades que existem, arriscar assim tanto. É por isso que não votarei BdC. Mas não só. Não gosto das suas escolhas, não vejo estrutura sólida, tudo gravita à sua volta. Mas BdC tem pelo menos 1 grande mérito: diz as coisas que são bonitas de ouvir, é um grande prestidigitador, tão do agrado das massas: disse que ia ter um grande treinador e trouxe um treinador grande. O adjectivo está lá , mesmo que deslocado. Tem um projecto de 93 medidas, logo ninguém pode desmentir a existência do projecto, mas ninguém discute o mérito do que propõe. Tem dinheiro de investidores, com quem tirou fotografias em Moscovo, logo é verdade, mesmo que não se lhe veja rasto e na véspera da sua viagem o rosto do fundo negava a sua existência.

Até perceberia tudo isto se as eleições fossem entre BdC e GL. Não nego o direito de GL e seus acompanhantes de se candidatarem, mas, tal como afirmei aqui anteriormente, era preferível que, em nome da pacificação do clube, fosse finalmente dada via aberta para novas pessoas e ideias. Parece que GL tentou fazer uma lista consenso, no que falhou redondamente. O que nasceu foi um bebé cheio de gorduras e a crescer de dia para dia, sem nexo. Arranjam-se lugares para as pessoas e não pessoas para os lugares. Continuará seguramente a promiscuidade, sendo difícil de perceber se alguns elementos dos órgãos sociais estão em representação dos credores ou como Sportinguistas, ou ambos. Não gosto de o dizer por não querer cair na conversa dos bons e maus Sportinguistas, mas expliquem-me a necessidade de ter nos órgãos sociais elementos ligados às empresas auditoras do clube e da SAD?

Há mais vida nesta eleições para além de GL e BdC. Por umas razões ou por outras nenhuma destas listas merecerá o meu voto. O mesmo não acontecerá com DF, apesar deste ter mais anos de Sportinguista que eu de vida. O seu historial não o recomenda, em particular nesta altura de vida do Sporting. Falar mais alto não é ter mais razão. O Sporting precisa de um consenso alargado que DF nunca conseguirá oferecer pela dificuldade que tem em lidar cada vez que ouve uma critica. Pedro Baltazar tem sido razoável nas suas propostas, cheguei-o a considerar uma hipótese mas, o problema pode até ser meu, preciso de o perceber melhor.

Já ontem o disse: vou votar Abrantes Mendes. Revejo-me nos valores e princípios que defende, revejo na forma realista como aborda o momento do Sporting. Não é conformismo percebermos as  nossas limitações, é apenas o primeiro passo para melhorar.  O Sporting sempre encontrou no seu seio a força para superar as dificuldades. A forma de estar de SAM é que mais se adequa a estabelecer as pontes que há anos foram derrubadas entre nós e aglutinar as sinergias que se espalham por todas as candidaturas e sensibilidades. A forma como todos se calam quando ele fala é paradigmática. E como me pareceu pela pergunta final que endereçou aos seus concorrentes, é o único cuja ambição pessoal é servir o Sporting, acima dos projectos de projecção pessoal. O Sporting precisa de um urgente caminho de volta para si próprio, precisa de fazer o seu back to basics.

Esta é a minha escolha pessoal. Mas seja qual for a escolha que os Sportinguistas façam no sábado o meu mais intimo desejo é que o próximo presidente seja finalmente o presidente de todos os Sportinguistas. Para que tal aconteça que a primeira medida seja chamar a si todas as listas que concorrem ao acto eleitoral, incluindo ao CL e CF, e ouça o que propõem. Porque em todas há boas ideias. O Sporting é um gigante anestesiado pela dor e pela desconforto da desconformidade da sua actual existência com a sua grandeza. Saber ouvir e congregar em torno do clube todos os associados que a isso estiverem disposto é o primeiro passo para o triunfo da próxima liderança.

37 comentários:

  1. É a postura mais cómoda. Sem riscos. Votar num candidato sem qualquer hípotese. Se o GL vencer será o 1º a dizer que sempre o combateu

    ResponderEliminar
  2. Caro Leão de Alvalade:

    Coloquei este comentário no post anterior, mas repito-o aqui porque me parece adequado ao tema do "Fundo":

    Fiquei ontem sem perceber o porquê da reacção de DF às explicações de BdC sobre o famoso fundo.
    Sendo um fundo de INVESTIMENTO, parece-me óbvio que quem lá vai colocar 50 milhões (não são 5 euros), queira ter uma palavra a dizer em relação aos alvos desse mesmo investimento.
    Se um colega de trabalho me pedir 2 euros para uma sociedade no euromilhões, eu participo e não faço perguntas, mas se ele me pedir 20 euros para apostas múltiplas, já me interessa saber qual o sistema que ele vai usar, para ponderar se me interessa o risco.
    Qualquer fundo de investimento, mesmo aquele dos 15 milhões que tanto se fala, tem uma comissão que analisa os valores para aprovar. Aqueles que dizem agora que querem reactivar esse fundo e que os valores que lá estão devem ser revistos porque são muito baixos, devem explicar que não são eles que vão definir os valores. Apenas vão propor e serão analisados pelos detentores do fundo.
    Não é só dizer que o Rui Patrício (por exemplo) vale 30 milhões, tem de ser aceite pelos "especialistas" que analisam os valores.
    Os ditos russos, sejam credíveis ou os maiores mafiosos, o que não são é parvos certamente e querem ter algum lucro. Não é uma doacção deles ao Sporting.
    Aceito que se diga que não é a melhor solução (desde que apresentem alternativas), ou que será apenas um "empurrar com a barriga". Não aceito é que se diga que por os investidores deterem 50% (2 das 4 pessoas) da decisão, deixa de ser uma solução.
    Se os russos querem investir, obviamente não se irão opor a bons negócios!
    É que, repito, não há nenhum outro tipo de fundo, pelo menos que eu tenha conhecimento. (vide caso dos fundos do SLB)

    ResponderEliminar
  3. LdA,

    Mais uma vez, percebo a lógica da tua escolha e concordo com as considerações sobre os candidatos e a campanha.

    Ontem vi atentamente o debate na Sportv e fiquei muito apreensivo. Isto pq tinha decidido votar BdC e após o debate uma grande dúvida e uma grande angústia invadiu-se dentro de mim.

    A questão do fundo é fulcral e nao tendo BdC conseguido explicar sequer como o fundo funciona, fiquei muito preocupado. Não percebo tambem como aqueles candidatos e em especial DF nao concluiram o raciocínio prático que estava a fazer em relação ao fundo. Nao percebo mesmo!

    Chegaram à conclusao que uma comissao exterior ao Sporting pode vetar e ficaram-se por aí. Se o direito de veto é algo muito discutível, tb me parece lógico que os investidores queiram fazer negócios e vvalorizar jogadores, por isso nao irão vetar por vetar e irão concordar com muitas contratações.

    Mas e o resto, porque é que DF nao continuou a simulação de um negócio com a 2ª hipotese, ou seja, se eles nao vetarem. O que se passa a seguir, a compra do passe, os salarios, os tectos salariais, as mais valias, as despesas e os lucros, como sao contabilizados entre o Sporting e os investidores?? Mas será que nao era importante continuar a simulação do negócio, ficaram pela questão do veto e pronto? Não percebo mesmo que raciocínios são aqueles.

    Em relação a mim, fiquei muito preocupado com a falta de iniciativa de BdC em explicar bem e claramente as ideias que tem em relação ao fundo.Até podia nao concordar mas pelo menos ao ouvir as explicações podia fazer o meu juízo de valor. Mas qdo o proprio candidato nao quer explicar nada, fico apreensivo.

    SAM é o equilíbrio entre todos mas com ele nos destinos do Sporting temo que nao tivesse arte e engenho, em termos negociais, em termos de gestao, em termos de visao e mesmo em termos desportivos para tirar o Clube do buraco. Dunga, por exemplo nao me convence absolutamente nada. E é preciso ter isto em conta! Paulo Sérgio minou ainda mais o problema do Sporting por isso temos de ter competencia no futebol para a maquina mexer. É preciso arte na gestão económica, é preciso muita arte e acho que SAM nao tem. Penso que ele seria um óptimo vice-presidente, alguém que fizesse a ponte de equilíbrio entre o presidente e tudo o resto, qualquer coisa deste género..

    PB deu-me óptimos impulsos. Muito positivos. É pena perceber pouco do Sporting, como ele próprio disse que ficou agora a saber muito mais do Clube. Talvez num futuro possa ser muito importante. É pena não poder ser já pq acho-o muito inteligente e detentor da tal arte de gestão económica que o Sporting precisa. E acho que daria um bom presidente porque não é parvo nehum e é rápido de raciocício.

    DF nao! é como dizes, falar mais alto nao é ter mais razão. está sempre com ironias, é um verdadeiro talibã, sempre em guerrilhas, nunca conclui, é mesquinho, conflituoso, enfim, é um verdadeiro problema. Apesar de me parecer ter o melhor projecto para o futebol..

    GL parece-me que nao é má pessoa. O pior é aqueles boys todos, aqueles lobbys todos que o acompanham. Nao se pode continuar com isso no Sporting!

    Chegado aqui, estou mais confuso do que nunca!

    ResponderEliminar
  4. Manuel Henriques, golpe baixo esse comentário.

    ResponderEliminar
  5. ryder, como é óbvio!!!!não percebi a questão do dias ferreira e não entendo como causou apreensão...e eu a pensar que os sportinguistas eram diferentes...hirra!eu próprio estou com algumas duvidas em dar os meus votos a BdC,mas tou a ver que vai ter que ser!a malta continua a ir na cantiga da continuidade.ainda ontem o g.lopes dizia de manhã no publico que não haveria auditoria e no debate já dizia que ia fazer!o homem é um catavento diz o que for preciso para ganhar!estão cheios de medo que se descubra o que andaram a fazer estes anos todos!
    por tudo isto está-me a parecer que BdC é o voto util!

    ResponderEliminar
  6. Ryder,

    Os fundos de que falou, o que existe no SCP e está em banho-maria e o fundo dos russos são de natureza completamente diferentes que não são facilmente comparaveis.

    O fundo feito pelo Sporting funciona como uma antecipação de receitas que podem ou não vir a ocorrer com a realização de mais-valias de jogadores que são activos do Sporting. Tal não interfere dirctamente na politica desportiva que o clube queira implementar.

    No caso dos russos não é bem assim. Além da comissão de avaliação que BdC irá constituir para escolher os jogadores que lhe interessam para reforçar o plantel, os tomadores do investimento têm direito de veto sobre os jogadores propostos, o que interfere profundamente na politica desportiva que BdC queira implementar. Este é apenas um dos aspectos que deveria suscitar interrogações nos Sportinguistas.

    ResponderEliminar
  7. Parece-me claro que a presença dos elementos russos no painel de decisores prende-se somente com um facto, não querem comprar jogadores para o Sporting que depois não tragam mais valias.

    É simples imagine-se que se compra um jogador que apesar de poder ser reforço efectivo para a equipa, este não rentável. Um jogador com 27/28 muito bom mas por um preço que não será rentavel, é evidente que é para isso. Não sejam anjinhos

    Nenhum investidor deita dinheiro ao lixo, exemplo comprar um Hugo Almeida por 10 milhões os russos diriam nem por 5, porque daqui a dois anos vale ainda menos, pongolle por 6,5 nem pensar!

    AGora um jovem de 20/22 anos com enorme margem de progressão ai sim ng se oporá.

    Votem Bruno de Carvalho não caiam na guerra que lhe está a ser movida. Hoje até uma noticia enganosa no correio da manha aparece, quem vir a capa pensa que tem algo a ver com o fundo. Mas não tem zero!

    Que é que isto tem a ver com as eleições? Nada, é simples tentativa de manipulação.

    SL
    SPORTING SEMPRE

    ResponderEliminar
  8. LdA,

    Mas não é obvio os investidores terem uma palavra a dizer sobre um jogador que vão largar 10 milhões de euros, por exemplo??

    Então o Sporting quer comprar um jogador de 35 anos por 10 milhões, nunca terá mais valias e pronto, lá vão 10 milhões.

    E os investidores não quererão fazer bons negócios, comprando jogadores de 10 milhões para em 2 anos os venderem pelo dobro ou mais??

    Afinal não é esse o objectivo??

    Não fiquei esclarecido sobre os moldes do negócio mas a questão do veto não é certamente o que mais me aflige na questão deste fundo!!

    Ficaram todos na questão do veto, nao avançaram na explicação se não houver veto e o veto, quanto a mim não é só por si o problema.

    Se os investidores forem credíveis e sérios(1) se o treinador for competente tal qual o director desportivo(2) então o veto é secundário. depois ainda haverá a questão dos salarios, premios, mais valias (3).

    Poem tudo na questão do veto mas eu acho lógico os investidores terem uma opinião em relação onde vao gastar o dinheiro deles. Nao vejo outra forma de um investidor funcionar.

    Se eu tivesse 50 M para ir dar ao Sporting nao ia lá passar um cheque e vinha-me embora!!

    O problema é nao terem explicado como funcionam as regras do fundo até ao fim. Se nao houver veto o que acontece?

    ResponderEliminar
  9. O Argumento do veto é uma falácia pois das duas uma:

    ou os contestatários do fundo usam o argumento do "quando a esmola é grande o pobre desconfia ", ou usam o do veto, porque sem o veto então a "esmola" seria incomparavelmente maior.

    O que não me parece intelecutalmente honesto é atacar a seriedade do investidores e questionar a origem do dinheiro e conseguir ao mesmo tempo contestar o seu direito de veto.

    Quem está habituado a trabalhar com garantias - e eu por inerência à minha própria profissão estou - sabe que nada se dá sem garantias nos dias de hoje, pelo que seria totalmente impensável conceber que o Fundo ira ser criado sem que os investiodres tivessem direito à última palavra posto que são eles quem assina "o cheque".

    Seria normal o fundo aceitar todo que qq nome tivesses este 25 ou 35 anos ? Seria aceitável meter no fundo um jogador com o historial clínico de Izamilov ? Eu acho que a ausência de direito de veto é que tiraria então toda a credibilidade - que parece já não ser muita - ao fundo em apreço.

    SL

    ResponderEliminar
  10. LdA,

    A questão do veto é justa para quem lá põe o dinheiro.

    A questão da comissão de avaliação (2 pessoas do SCP 2 repres. dos Russos) de certo será bem mais favorável ao SCP do que da comissão do fundo de 15M€ que está em banho maria em que as avaliações feitas aos nossos jogadores é miserável?

    Desculpa a insistencia LdA mas a ressalvas que faz ao fundo até podem ser justas mas parece-me na minha opinião algo exageradas.

    Que sábado o vencedor seja o SCP.

    ResponderEliminar
  11. Esta toda a gente preocupada em saber como e quando o fundo do BdC vem e vai ser utilizado. Isto, para mim cheira-me a dor de cotovelo. Da mesma forma como se questiona a opção do treinador. Não tem experiencia nem titulos e tal..., então e o Mourinho, Jesus e Domingos de quem tanto se fala, que titulos tinham antes do Porto, Bernfica e Braga? Na minha opinião, prefiro um treinador que se mostre profissional, mesmo sem titulos e que ambicione ganhar, do que um com muitos no curriculo e que venha só a pensar num bom contrato. Só tenho pena estar longe do pais e não poder dar o meu contributo nestas eleições, mesmo sendo sócio correspondente já há anos mas, espero que isto mude rapidamente. Abraço Leonino a todos.

    ResponderEliminar
  12. Se têm duvidas sobre o fundo enviem as vossas questões por email para a candidatura do Bruno Carvalho!

    Um abraço Leonino!

    ResponderEliminar
  13. Pedro, vai 1 grande distância entre o direito de veto e uma palavra a dizer.

    A questão do veto a jogadores de 35 anos nem se põe porque em norma há regras claras sobre os fundos que impedem jogadores a partir de determinada idade. O fundo do Sporting tem esse problema, tiveram que ir à pressa renovar com o Adrien para o poderem incluir porque jogadores como Polga, Mendes, Evaldo, Maniche Valdés, etc, não podem ser incluídos no fundo pela idade, o que dá para perceber o que medidas sem cuidado podem afectar a sustentabilidade de um clube.

    O veto permite carta branca sobre a politica de contratações do clube, é o que isso representa em último grau, permitindo igualmente pressões e um sem número de manobras menos claras.

    ResponderEliminar
  14. Posso estar enganado mas não vi em lado nenhum que o Sporting fique amarrado ao fundo em todos os negócios. O fundo será apenas mais um instrumento.

    ResponderEliminar
  15. José Gomes,

    a mim os cotovelos doem-me das vezes que tenho que os por em cima da mesa a segurar a cabeça cada vez que vejo o Sporting andar para trás.

    ResponderEliminar
  16. FCS, mas também é verdade que além das dúvidas sobre o fundo que viste em muitos lados, também é verdade que não viste nada sobre outros instrumentos.

    Não estamos a falar da tal candidatura que é a única que tem um projecto e ainda por cima bem estruturado?

    ResponderEliminar
  17. LSI:

    "O que não me parece intelecutalmente honesto é atacar a seriedade do investidores e questionar a origem do dinheiro e conseguir ao mesmo tempo contestar o seu direito de veto."

    Confesso que não percebi a relação.

    A seriedade dos investidores e a origem do dinheiro não é o ponto fulcral da questão mas não deve ser um assunto que um presidente do SCP possa fechar os olhos.

    ResponderEliminar
  18. Sérgio, como tentei explicar acima a questão dos fundos do SCP e dos russos não me parecem comparáveis, são instrumentos diferentes, que funcionam em moldes diferentes, com alguns pontos que devem ser comuns.

    ResponderEliminar
  19. Podem conjeturar tudo; podem mudar de voto, mas não podem mudar de destino. Bruno de Carvalho vai ser eleito pelos sócios com quotas em dia. Certo? Gostava de saber se os ingleses discutiram assim tanto quando o russo entrou com a "massa" para o Chelsea.E o outros onde vão buscar a massa ? Ao BES, ao BCP, ao Totta, aos mesmos...Bruno foi o único que disse preto no branco de onde vinha a massa. Qual é o problema? A massa tem pátria? Para uma coisas não, para outras sim. Coerência ? deixem-se de filosofia, o clube precisa de massa que os burgueses gastaram à farta.
    Eu voto e todos os familaires em Bruno, para romper para vencer...

    ResponderEliminar
  20. Em mais detalhe, o fundo “Sporting Champions” será assim:

    1 - O fundo tem inicialmente os três investidores que foram apresentados.
    2 - Tem inicialmente um limite de 50 M€.
    3 - Os seus activos serão passes de jogadores.
    4 - Após a compra de cada passe o fundo será debitado pelo valor dessa compra.
    5 - Depois da venda de cada passe, o fundo será recapitalizado pelo valor de compra desse passe.
    6 - A gestão (compras e vendas) é conjunta com o Sporting, com salvaguardas, o que significa:
    a-O fundo só compra passes de jogadores de outros clubes.
    b-Os jogadores pertencentes ao fundo alinharão pelo Sporting
    c-É o Sporting o responsável pela escolha dos jogadores a tomar pelo fundo.
    d-Nenhum passe de jogador será tomado pelo fundo sem a concordância do Sporting e dos investidores (o que impedirá, de algum modo, erros de contratação em jogadores sem potencial, obrigando o Clube a demonstrar esse potencial aos seus parceiros).
    e-As vendas de passes de jogadores são decididas pelo Sporting até aos 2 anos de permanência, e por qualquer das partes após os 2 anos.
    f-Após dois anos, pretendendo os investidores vender um jogador, e se o Sporting tiver interesse em mantê-lo, tem a prerrogativa de o adquirir ao fundo pelo valor de compra.
    7 - As mais valias serão repartidas em 60% para o Sporting e 40% para os investidores do fundo.
    8 - As menos valias serão repostas no fundo pelos investidores.
    9 - Antes do fundo ser constituído em Portugal, pode iniciar a sua actividade se constituído no estrangeiro, ou após contrato de negócio particular livremente celebrado entre as partes.

    ResponderEliminar
  21. LdA,

    Mas o fundo dos russos também não me parece que interfira com a política desportiva que a direcção do Sporting queira impôr, muito menos que dê "Carta branca", para o citar.
    Ontem no debate, DF perguntou: "então e se por acaso o fundo não aprovar?" ao que BdC respondeu: "Compra o Sporting directamente". E foi uma afirmação convicta, não uma resposta hesitante.

    Um fundo deste género não vai deter toda e qualquer contratação que o Sporting queira fazer. Simplesmente bons jogadores que até agora dificilmente estavam acessíveis ao "bolso" do Sporting passam a ser possibilidades.

    Apostas "caras" como fizeram FCP e SLB (como por exemplo Falcao, James Rodriguez, Di Maria ou Cardoso - só para falar nalguns nomes mais consensuais em relação ao valor) serão certamente integradas com facilidade no Fundo.

    Já agora, deixo aqui claro que não sou seguidor fanático de BdC (embora também não esconda que por enquanto estou inclinado a votar nele) e discordo de algumas das suas opções e da postura arrogante que já assumiu nalguns momentos.
    Apenas não consigo deixar de lado a minha honestidade intelectual para arranjar uma forma de criticar apenas por criticar.
    Não tenho gostado de ver muito do que se tem passado nos debates, em que vários candidatos parecem mais focados em criticar BdC pelas propostas que apresentou do que em apresentar as suas próprias propostas. Veja-se a incapacidade de GL explicar como se vai financiar (15 milhões mais 1 bomba de gasolina??), mas a facilidade com que aponta (ele e a sua equipa) as baterias contra uma solução apresentada por um concorrente - e para depois dizer: "Não excluo a hipótese de apresentar um fundo, mas será daqui a 2 anos"

    ResponderEliminar
  22. Ryder,

    "Ontem no debate, DF perguntou: "então e se por acaso o fundo não aprovar?" ao que BdC respondeu: "Compra o Sporting directamente"."

    Então se há liquidez para que é preciso o fundo?

    ResponderEliminar
  23. É que neste momento, se eu quiser criticar medidas, vejo-me obrigado a criticar BdC, já que tem sido practicamente o único que as apresenta...

    Não posso dizer: esta medida do DF é errada, porque não as conheço. Do PB só se criticar a estrutura que apresenta, porque de resto são apenas ideias no ar. GL então ainda pior, e SAM é apenas aquela pessoa que gostaria de ter na minha mesa no café quando se discute o Sporting :)

    Infelizmente, olhando para os "projectos", o que vejo são um conjunto de trivialidades que facilmente eu e o grupo de Sportinguistas com quem partilho esta paixão podiamos apresentar se nos sentássemos uma tarde com um portátil e umas minis.

    ResponderEliminar
  24. Caro Leão de Alvalade a relação é a seguinte:

    Se como dizem os detractores do fundo este não seria mais do que uma "máquina de lavar" porquê é que os russos se iriam preocupar com o direito de veto se o intuito era põr a máquina a lavar?

    Entende?

    É nesse sentido que acho que o veto dá credibilidade à coisa e nã o invés.

    Quem não gosta do fundo por se suspeito eu entendo. Ok, estão a partir de uam suposição mas estão no seu direito e a conversa do fundo para esses senhores tinha de ficar por aí, mas agora que parece que o fundo afinal até pode existir já se agarram ao direito de veto para o depreciar como se quem põe o dinheiro não tivesse uma palavra a dizer.

    Confesso que não conheço o fundo do SLB mas será que os investidores também dizem que sim a todos os jogadores que o SLB lá quer meter ? Não terá sido BdC ingénuo ao revelar todos estes detalhes com a sua ânsia de transparência estando agora a ser vítima disso mesmo ? afinal o que explicaram GL; DF e AM em termos de "funding" ? PB ainda foi o mais competente nessa área mas não me parece que tenha estofo para estas cavalgadas.

    SL

    ResponderEliminar
  25. Pedro,
    Acho que aqui ninguém o esclareceu. Também tinha duvidas sobre o fundo. E continuo com algumas:
    1º Onde vai ser registado esse fundo, se não for na CMVM. Em algum paraiso fiscal?
    2º O Fundo pode ser accionado de iemdiato ou será que tem de aguardar uns meses. Se sim, quantos? É que a proxima época está ai á porta.

    Uma das duvidas eram as mais valias e os salários?

    Assim concretizei um exemplo que vale o que vale:

    - O Fundo compra um jogador com 24/25 anos por 10M
    - O Jogador fica 2 anos no clube, prazo minimo para venda.
    - Esse jogador era vendido por 30M
    - As mais valias seriam de 20M
    - O sporting ganhava 12M
    - A massa salarial do jogador era de 3M por epoca ( salarios e premios e tudo mais)
    - Em 2 epocas pagariamos 6M
    - Ficariamos com 6M no final.

    Alguns dirão que é muito, outros pouco...
    O segredo é a massa salarial. Na minha modesta opinião vai ser muito dificil definir um tecto salarial para jogadores de grande valia.
    Não há jogadores de primeira categoria que ganhem o que o Liedson ganhava. Obviamente que ganham muito mais. E como todos sabemos os tectos salariais são para furar.
    Talvez daqui a 1 ano estejamos a falar da regra do Fair-play que tanto fala o PB.

    Espero ter ajudado.

    ResponderEliminar
  26. LdA,

    Agora fiquei confundido, eu disse "bem estruturado"?? :)

    ResponderEliminar
  27. LdA, quando fiz o post da análise do debate na RTPn, bloquei em algo que lá escrevi sobre SAM, " parece-me o candidato em que todos gostariam de votar se o clube estivesse numa situação estável."

    E bloquei a pensar no porquê daquele que todos reconhecem como o melhor candidato não passar dos 1, 1,5% em cada eleição.

    As minhas dúvidas começam a dissipar-se, parece-me que estas eleições vão ser inúteis, dentro de pouco tempo o Sporting irá de novo a votos.

    A solução só existirá quando uma personalidade como SAM (podendo ser ele próprio) encabeçar uma lista da "continuidade", com Riccardi, Ernesto e Soares Franco.

    Esta disposição das diferentes trincheiras (melhor dos extremos das trincheiras) de se unirem por um bem comum será fundamental para os Sportinguistas voltarem a ter confiança nos seus dirigentes.

    Mudando de assunto, não conheço e se alguém conhecer que me diga, um dirigente, grupo de dirigentes ou fundo dos diversos que já existem que seja infalível, ou seja que nunca tenha comprado uns Pongolles, uns Grimis, etc., se pensamos que o fundo do BdC vai ser infalível e só comprar trutas o melhor é esquecer a ideia também vão fazer asneiras e comprar jogadores que depois não se adaptam.

    Para mim há várias desvantagens num Fundo, já o disse várias vezes, não passa de venda de património desportivo seja presente ou futuro. As dúvidas que existem seriam muito menores se BdC representasse um fundo já existente, poderíamos avaliar se normalmente compram bons jogadores ou se para lá de duas ou três estrelas o resto não presta.

    Este Fundo é novo, é a criar, isto pode ser por um lado uma forma de financiamento (que BdC neste momento não tem) para os compromissos imediatos do Sporting, se ele vender ao fundo jogadores do Sporting, por outro lado é uma possibilidade de garantir jogadores em quantidade/qualidade a que o Sporting neste momento não pode alcançar.

    O dia 27 para mim só está garantido se vencerem, GL ou PB, qualquer outro DF, BdC, SAM, vai enfrentar dias muito difíceis até final do ano, vejo maior consistência em DF porque tem um histórico no futebol que não é negligenciável. É entre ele e PB que dividiria as minhas preferências de futuro presidente do Sporting.

    Sendo a minha aversão a DF grande, PB só não ganha de imediato porque me parece que só tem olhos para o futebol, precisava de um curso intensivo sobre "Sporting - História, Valores e Cultura" para crescer e apresentar-se como um Presidente de mão cheia.

    Quem ganhar vai ter a minha grande solidariedade, não é fácil encontrar soluções que não existem, nem aquelas que cada um apresenta serão de aplicação directa (faço isto - obtenho aquele resultado), vão ter de contornar dificuldades grandes nomeadamente atravessar o período do defeso (sem receitas) logo após a eleição. Definitivamente não gabo a sorte ao próximo Presidente.

    ResponderEliminar
  28. jose alvalade

    por um lado hoje é o dia em que o bruno de carvalho ira fazer o esclarecimento em alvalade, acho que existe um email disponivel para enviar perguntas caso nao se possa comparecer, mas acredito que alguem ira perguntar isso que expos.

    mas ja li algures um declaraçao em que o brunod e carvalho dizia que mesmo nao estando inscrito na cmvm e como isso demorava tempo, nao existia problema o dinheiro estaria disponivel de imediato( fazendo-se um contrato privado se nao me engano) e entraria na cmvm assim que possivel

    de resto o seu exemplo está bem explicado

    ResponderEliminar
  29. LMGM, tudo tem que começar por algo e pode e deve começar por um líder. Por isso digo que a forma de estar de SAM é que mais se adequa a estabelecer as pontes que há anos foram derrubadas entre nós e aglutinar as sinergias que se espalham por todas as candidaturas e sensibilidades.

    Nestas eleições tem-se discutido demasiado futebol e fundos. O futebol é crucial, é impossível desmenti-lo. Os resultados podem não unir mas pelo menos abafam as tensões.

    Podemos ganhar hoje para depois ficar outra vez longe da vitória por muito tempo, como aconteceu recentemente. Para o evitar só um discurso e prática despidos de demagogia, que, sem recusar as nossas dificuldades potencie o valor que podemos reunir. Rigor na gestão, sem conformismos nem megalomanias.

    Estas eleições não têm ajudado muito ao que se vai passar depois do dia 27, andam-se a semear muitas ilusões que em pouco tempo se verá que não passavam disso mesmo.

    No mais concordo contigo e várias vezes o tenho dito: estas eleições têm tudo para serem intercalares.

    ResponderEliminar
  30. almano,
    Não é verdade que "O fundo só compra passes de jogadores de outros clubes", tanto quanto foi explicado pelo Inácio ontem no núcleo de Sesimbra, não há qualquer impedimento a eventuais aquisições de jogadores do Sporting (incluindo os que ainda estão na Academia). Simplesmente foi dito que uma vez que os jogadores são do Sporting, é o Sporting que faz o preço. Mas alguém acredita que estando nas mãos do fundo para comprar jogadores, o nosso poder negocial será igual ao que teríamos se estivéssemos a lidar com um outro clube?

    O Inácio referiu ainda que, em regra, o fundo só servirá para adquirir jogadores com idades até 23/24 anos, pois, na prática e como é óbvio, só esses permitirão uma potencial rentabilização do investimento no prazo de dois anos.

    ResponderEliminar
  31. 10A, como é óbvio, porque raio é que o fundo não havia de comprar jogadores do Sporting? E porque raio nós não haviamos de vender se a avaliação for boa?

    Aquilo que perguntei quando a coisa foi apresntada era se já existiam alguns valores pensados.

    Não tenho qualquer problema com fundos desde que me valorizem os juniores a 8/10 milhões por cabeça. Aquilo que posso perder num ganho noutros dois.

    ResponderEliminar
  32. LMGM,
    Eu também não ponho em causa a possibilidade de vender jogadores ao fundo. A única coisa que eu questiono é qual será a nossa força negocial numa eventual venda perante o fundo do qual dependeremos.

    LdA (15:58),
    Com a tua frase "tudo tem que começar por algo e pode e deve começar por um líder", referindo SAM, fizeste-me lembrar que "no princípio, era o Verbo". E de facto, a grande força de SAM são as palavras e os valores que defende. Talvez até 26 me "converta"... :)

    ResponderEliminar
  33. A nossa força negocial no actual estado das finanças é baixa seja para vender a um fundo ou ao fcp...

    Ninguém se perfilou para investir no Sporting (excepto os bancos) e basta algum sucesso para os valores das acções dispararem e ser um excelente negócio.

    Todas as propostas são investimentos em jogadores ou garantidos por jogadores.

    ResponderEliminar
  34. Há pessoas que não conseguem esconder as suas preferências,por muito que as neguem as criticas maiores são sempre aos mesmos.

    Antes os Russos que os Duques e Freitas!Essa é que essa!Mas a memória é muito curta...

    Dia 26 Dias Ferreira vai vencer,acho que depois dessa vitória deveria convidar o Abrante Mendes a fazer parte da estrtura.

    ResponderEliminar
  35. Para quem tem interesse nestas coisas.

    Ajuda a explicar como chegamos a esta situação tão aflitiva.

    http://i52.tinypic.com/11khwxw.jpg

    http://i55.tinypic.com/2rn94lf.jpg

    ResponderEliminar
  36. http://www.forumscp.com/index.php?topic=29992.0

    ResponderEliminar
  37. Eh Páh...

    Acabei de ver o lampião do DF na TVI e digo-vos que aquela conferência de imprensa é qlq coisa digna dum sketch fedorento... Até parece que já estou a ver o ZDQ a parodiar esta conferência de Imprensa...

    Um fartote, preparem-se sportinguistas que vem aí o melhor jogador chinês!!! LOL

    E o trolha do Montijo lá continuava de ar esgroviado... até que ia escavacando o microfone enquanto proclamava, com uns olhos mais alucinados que nunca, que sabe qual a linguagem de lfv e pdc e que eles já tremem de medo dele pq veio para ganhaaaaar! Brutal...

    Não é russo, mas pinta de mafioso não lhe falta...

    Só visto, que contado jamais acreditaria.

    :)

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (16) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (19) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (2) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (4) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (104) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) Fernando Fernandes (1) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (89) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (28) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) kickboxing (1) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (5) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (2) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (5) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sporting160 (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça da Liga 17/18 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) Taça de Portugal 17/18 (1) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) vendas 2017/18 (1) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)