quarta-feira, 17 de agosto de 2011

A insustentável leveza de Luis Duque

Luís Duque, ( cujo o regresso ao Sporting é indiscutivelmente uma mais valia, mesmo considerando as diferenças que me separam),  será tudo menos inexperiente e certamente que não é ingénuo. É-me por isso difícil de perceber como, na sua recente entrevista à RTPn, tenha misturado alhos com bogalhos ao proferir a seguinte afirmação: 

"Não desculpo erros de gestão do clube com os árbitros. No final, as contas entre os clubes ficam todas iguais. Estive um ano como presidente da SAD e não me viram desculpar-me com erros dos árbitros".  

Não duvido da boa intenção de Duque ao fazer aquela declaração, certamente motivado pela implementação de uma nova postura num clube que procura agora soluções e está farto de desculpas. E, porque não dizê-lo, demarcando-se dos que choram fortunas gastas em jogadores que acabaram por se tornar num dos principais adversários, como foi o caso de Roberto o ano passado. Mas Luís Duque não podia esquecer-se das especificidades do futebol português, em especial do mundo particular que se vive na arbitragem há muitos anos, onde um quadro de árbitros genericamente medíocre vive subjugado aos interesses de quem detém o poder de decidir sobre as suas carreiras e sobre os seus proventos, nada negligenciáveis, diga-se. 

Foi um erro estratégico do qual já se pagam juros. Após a péssima actuação de toda a equipa de arbitragem no jogo de sábado teve que ser o administrador geral Carlos Freitas a assumir o protesto e a indignação. Duque teve que ficar calado, sob pena de se desdizer com a diferença de poucos dias e limitando também a acção de Godinho Lopes e toda a direcção, que também não quererá dar uma ideia dissonante do seu vice-presidente. Ora o que é necessário em alturas como estas é precisamente uma posição dura e ao mais alto nível da instituição que, convenhamos, Carlos Freitas não representa, pese a forma categórica como refutou a actuação do árbitro. Nem pode ser alcançado com a estampagem da indignação na primeira página no jornal do clube. Creio que, chegados aqui, e depois do que assistimos no sábado, cabe a Luís Duque retomar o assunto, pondo as virgulas e os pontos onde eles devem estar. Essa é única forma de desatar o Sporting, permitindo uma reacção adequada à gravidade do sucedido. De outra forma Alvalade e qualquer outro campo onde o Sporting se desloque serão sempre uma quinta para os homens do apito. 

Não sou ingénuo para pensar que o famigerado e quase estéril processo "Apito Dourado" fez desaparecer a rede que sustenta o poderio do FCP e que o SLB não beneficiou do período que se seguiu para se instalar nas caves do futebol português e com isso alavancar um título. Mas também não irei tão longe sustentando que os erros de arbitragem registados em Alvalade contra o Sporting e que os lances duvidosos registados nos jogos dos nossos adversários fazem parte de um complot para nos afastar do campeonato. No entanto, se assim fosse, seria apenas a reedição do sucedido nos anos 80 e 90, numa saga pornográfica protagonizada por artistas do calibre dos Calheiros, Martins dos Santos, João Mesquita, Soares Dias, Guímaro, José Silvano, José Leirós, dinastia Paraty e tantos outros.

Os erros no futebol, tal como na vida, existirão sempre. Não se trata de perseguir os que erram, em particular os árbitros, ou correríamos os risco de acabar sem ninguém disponível para arbitrar, ou até, quem sabe, pontas-de-lança para jogar no Sporting... O que o Sporting tem é que pugnar pelo respeito do clube e da sua equipa de futebol, dos seus profissionais e dos seus adeptos, coisa que não ocorre actualmente, pelo tratamento diferenciado que lhe é dispensado, dos dirigentes aos meios de comunicação social, face aos seus rivais. Errar contra o Sporting, ou tomar decisões que o prejudicam, parece às vezes uma modalidade desportiva e com muitos candidatos a campeões. 

Lembro-me agora do Manifesto Por Um Debate Diferente Sobre oFuturo do Sporting, movimento surgido na altura das eleições e que, no fragor da disputa eleitoral, terá passado despercebido a muitos Sportinguistas, e cuja leitura recomendo mais uma vez.  Recupero o que era então defendido como posição a adoptar pelo clube no contexto do futebol nacional e que passo a citar: o clube tem não apenas de pensar a sua identidade mas impô-la. Primeiro, o clube tem de retomar a liderança do debate sobre o futebol em Portugal. Que modelo de organização para o nosso futebol? Que mudanças na arbitragem e, em particular, nos critérios de avaliação dos árbitros? O clube poderia sugerir, por exemplo, que a classificação anual dos árbitros assentasse mais na sua coerência de critérios do que em erros individuais. Isto exigiria uma comparação entre os critérios adoptados pelos árbitros não só em diferentes lances mas também em diferentes jogos o que permitiria, igualmente, controlar os próprios avaliadores.

O Sporting pode continuar a investir o que tem e o que não tem em jogadores e técnicos e aprimorar a sua organização interna mas nunca conseguirá mais do que vitórias pontuais se continuar a alhear-se por muito mais tempo do meio e das condições especificas em que disputa as competições e em particular o campeonato nacional de futebol. Luís Duque sabe-lo-à melhor do que ninguém porque não chegou ontem ao futebol, pelo que não pode olhar para o fenómeno de forma tão ligeira como o fez na entrevista à RTPn.

25 comentários:

  1. Duque esqueceu-se de uma coisa ao afirmar que as coisas se equilibram entre o deve e o haver no fim do campeonato. É que os erros dos árbitros cometidos nas primeiras 6 ou 7 jornadas têm muito mais influencia na dinâmica da equipa, porque os processos de jogo ainda não estão completamente "escritos no cérebro dos jogadores".

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Essa saída do Duque pode ser catalogada de...: esperteza saloia...!!

    "Ele tentou dizer" que esperava que o Sporting fosse prejudicado umas vezes e outras beneficiado e se o mesmo acontecesse com o Porto e Benfica em iguais proporções, no fim tudo estaria equilibrado e quem mais qualidades tivesse...seria campeão...
    Só que o Luís Duque sabe que as coisas não funcionam assim e a sua conversa apenas levará a que sejamos prejudicados e ainda pensem de nós que somos tolinhos, pois nos comem as papas na cabeça e não damos por nada...

    ResponderEliminar
  4. LdA:

    A minha expectativa é que o nosso novo ‘levezinho’, (falo do boss da SAD, claro está), tenha firmado isso na entrevista com base no famigerado "politicamente correcto"- já se sabe que os destinatários da mensagem cagam bem na correcção do SCP, pelo que não percebo a insistência - mas que mais do que estar atento ao ‘fenómeno’ tenha iniciativas para mudar a podridão instalada. Mais que palavras, são necessárias acções… No fundo talvez a sua ideia (sua, do Duque) seja transmitir uma mensagem para fora, mas agir de modo diferente dentro das instituições. Aguardemos.

    À primeira jornada levou logo na boca. Foram dois pontos que voaram em Alvalade, mais um em Barcelas e (dependendo do critério que se seguirá na marcação (ou não) de penalties em lances identicos ao que ocorreu em Guimarães), eventualmente, outros 2 pontitos no Afonso Henriques. Tudo somado dá 5 pontos entre prejuízo directo e indirecto. Dificilmente poderia correr pior…

    Já para não falar, em mais um rombo na auto-estima, confiança, consolidação da equipa (soma 4 jogos consecutivos sem ganhar) e individual de alguns “bodes” de sábado á noite. Neste ultimo caso a culpa já é própria e não de terceiros.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. Não tenho o Duque por parvo ou inocente. A ver vamos as cenas dos próximos capítulos...

    Vitor Pereira (ex árbitro sportinguista) disse o ano passado que tínhamos de ter os melhores árbitros nos melhores jogos, para justificar certas nomeações. Com a coerência que lhe conhecemos, nesta jornada o jogo principal era o Guimarães Porto. Quem é que foi o nomeado?
    Olegário Benquerença que o ano passado ficou em 16º lugar. Vitor Pereira ao melhor nível. São os nossos dirigentes! Falta só saber o porquê destes zigue zagues…ou se calhar sabemos…

    http://conselholeonino.blogspot.com/2011/08/campeonato-arrancou-com-duas-grandes.html

    ResponderEliminar
  6. Leão de Alvalade,

    Concordo que o Sporting tem de pretender assumir-se como líder em tudo. Não creio, contudo, que a luta dos bastidores seja vencida através da comunicação social depois dos jogos ou através de entrevistas à RTPN. Essas, na minha opinião, servirão mais para comungar a frustração sentida com os sportinguistas do que terão um impacto decisivo na prevenção de futuros erros de arbitragem.

    A renovação dos quadros da arbitragem dificilmente se faria nos 4 meses que Duque leva nesta encarnação do Sporting. E esse trabalho é um que se faz na sombra. Não creio que adiante muito estar a fazer grandes parangonas - não foi com o "luto" que o Sporting se tornou campeão - e, na minha opinião, foram as declarações do Carlos Freitas o calcanhar de aquiles. Porque também não é através da comunicação social que se acaba com a sensação de impunidade em prejudicar o Sporting, porque sem um verdadeiro chicote a sancionar os erros cirúrgicos que vão aparecendo amiúde nas fases decisivas dos campeonatos, tanto faz ser o treinador (Paulo Bento), o director desportivo (Carlos Freitas), o administrador para o futebol (como Duque ou Rui Costa) ou Presidente (como Godinho, Dias da Cunha, ou Luís Filipe Vieira). No ano passado o Benfica até ao boicote aos jogos fora apelou e parece-me que pouca diferença terá feito...

    Nesse sentido, estarei de acordo com o Luís Duque se se perceber que o Sporting está - onde deve estar, nos centros de decisão - a lutar para acabar com os poderes instalados e a impunidade para prejudicar o Sporting.

    E se há jogos que se decidem em detalhes, temos de criar a tal cultura de exigência que obrigue os jogadores a vencer até contra 14. O Domingos saberá melhor que ninguém...

    Abraço,

    PLF

    ResponderEliminar
  7. LdA,

    Apesar de discordar parcialmente da citação, interpreto-a como a necessidade de em primeiro lugar se corrigir certos erros internos diminuindo assim a possibilidade de certos factores extrínsecos produzirem efeito. Lamentavelmente, algumas pessoas encaram isto como heresia.

    ResponderEliminar
  8. leao pensador

    por esse prisma o jogo grande da 2º jornada é o do sporting, porque vai lá estar o joao ferreira.lol

    no do porto será o rui silva e no do benfica o hugo pacheco

    ResponderEliminar
  9. Desta vez será mais difícil para o vosso Duque...das 'senas' tristes.

    O que ele nos seus tempos áureos protagonizou em Canal Caveira, deslocou-se definitivamente para a marisqueira de Matosinhos.

    Nem o vosso Vitor Pereira (o tal que até pode ficar de cócoras, o fdp !!!) vos pode 'safar', pelo menos de início.

    Não me importo e até desejo que vós fiqueis em 2º lugar. Só espero é que não consigam vencer o vosso título de 'campeões'...

    ResponderEliminar
  10. Leão de Alvalade,

    não te esqueças do Mário Leal (das maiores vergonhas que vi em Alvalade contra o FCP), Carlos Valente (expulsou Peixe e Juskowiak para não jogarem o 3-6; quem é que marcava sempre o JVP?), Rosa Santos, José Prates, Veiga Trigo (que viu um isqueiro voar da bancada do Bessa vindo do "adepto do Sporting"; 2 jogos de suspensão; jogar em Torres Novas; na Luz apertam-se pescoços e levam uma sandes de corato de multa).

    É muita escória junta. E andam na rua, de cabeça levantada...

    ResponderEliminar
  11. Cantinho,
    O Isidoro Rodrigues, que me esqueci de mencionar, e que agora é cantor.

    Ainda no ano do 3-6, mas antes do jogo nas Antas, o fulano estava na Madeira, onde tinha arbitrado um jogo da II divisão. Como houve mau tempo e o avião onde seguia a equipa de arbitragem do nosso jogo com o União da Madeira o homem foi chamado ao jogo.

    Foi das maiores roubalheiras que vi na minha vida!!! Jogo todo cortado a meio-campo com faltas e faltinhas com tempo de jogo útil andar pela meia-hora.

    Faltavam poucos minutos para terminar o jogo e um dos defesas do União defende para canto um remate (cabeçada de Marco Aurélio) com as mãos e em pleno voo como um vulgar guarda-redes.

    Vá lá que ainda foi canto mas ficou 0-0.

    O titulo de "ABola" foi mais ou menos como o de domingo, dando conta da ineficácia dos avançados do Sporting...

    ResponderEliminar
  12. os nossos adeptos são tão tenrinhos!
    alguma vez viram duque explodir com a arbitragem seja em que circunstância for? nem verão!
    ele queria dizer o que disse!
    o duque é um falinhas mansas, nunca vai pelo conflito, vai pela calada! e talvez isso até seja bom!
    tem quem refile e fale alto por ele e assim pode manter a aparente postura diplomática que sempre assume!
    mas não duvidem que o clube neste momento está a uma só voz!

    ResponderEliminar
  13. Zé d'Alfama,

    Canal Caveira e a tal marisqueira de Matosinhos fazem parte de um imaginário que não tem qualquer correspondência na realidade.

    Já o mesmo não podemos dizer do Carlos Valente, dos túneis, dos telefonemas do LFV a ratificar escolhas ou do vosso capo na comissão de disciplina da LIGA que só deixou portas abertas para a quem interessava escapar.

    É este o problema: vocês não querem processos limpos e transparentes, vocês (nem todos, conheço mts benfiquistas que não alinham por aí) querem é ser como o FCP só não conseguem é ser tão competentes. A não ser de cima dos viadutos...

    ResponderEliminar
  14. PLF e Jans-Peter B,

    Não posso concordar. Por vários motivos:

    (i) A declaração não respeita a verdade histórica. Não podemos fazer de conta que os exemplo mencionados por mim e pelo Cantinho nunca aconteceram e que não houve decisões que condicionaram a consagração de campeões em Portugal. E até nem é preciso recuar muitos anos...

    (ii) A ideia de que temos que arrumar a casa - o que é verdade - tem servido sempre para justificar que, com ou sem sem prejuízos, nunca seremos verdadeiros candidatos. Quando for preciso não faltará quem na devida altura nos lembre a declaração de Duque.

    (iii) independentemente do trabalho que o Sporting faça nos bastidores não pode, quando comunica, dar o flanco ou fragilizar posições que tenha que assumir no futuro.

    Obviamente que não advogo qualquer folclore como estratégia e muito menos tiros nos pés como o do LFV o ano passado.

    Mas até para se agregar vontades (de atletas e até dos adeptos) nessa cultura de exigência que nos leve a superar todas as contrariedades que se nos coloquem, a identificação clara dos nossos adversários/inimigos pode ser uma boa estratégia e com resultados comprovados.

    Quem sabe não distraía também os Sportinguistase de atirarem tanto para dentro ou para os próprios pés...

    Abraço

    ResponderEliminar
  15. O problema é que é uma luta isolada, desigual.
    Sobre a questão o que mais surpreende não é o à-vontade com que o FCP manipula factores de decisão de um jogo (arbitragens, um entre muitos, mais ou menos importante consoante o concreto desenho de uma época); nem é, também, a hipocrisia dos benfiquistas (99% deles) e do Benfica. Benfiquistas e Benfica esse que gostavam de ser como o FCP mas, não conseguem.

    É que há uma diferença essencial: os dirigentes do FCP, ou o seu dirigente maior, faz o que faz (de bom e de mau) em prol do seu clube, não obstante poder retirar contra-partidas pessoais do cargo. Já no Benfica, os seus dirigentes fazem o que fazem (actos maioritariamente estranhos, onde fica sequer complicado discernir o bom do mau) em proveito próprio.

    Não surpreende. O verdadeiramente chocante são todos os outros clubes; clubes esses que deveriam aliar-se ao Sporting na luta pela limpeza do futebol Português. Seria necessário ver-se clube por clube, direcção por direcção, e perceber-se o porquê de tal não acontecer. Interesses também, porventura. A nojeira que é o futebol em Portugal percorre - talvez - a tabela da I Liga de alto a baixo. Com excepções: o Sporting, e outros mais que existirão, imagina-se. Não serão todos maus.

    Sobre o Luís Duque e já que se fala sobre isso houve duas coisas na entrevista que não gostei.
    Uma: o tom demasiado prático empregue à conversa. "O Sporting tem de estar lá em cima, a Liga dos Campeões é uma montra, o futebol é uma indústria e o Sporting tem de movimentar-se nela, valorizar os seus jogadores, et cetera". Isto, com muito pouco ênfase à qual deve ser a 1ª missão do futebol do Sporting: ganhar títulos. Ganhar. Ser campeão e ganhar taças e estar presente nos oitavos e quartos-de-final das provas Europeias com regularidade.
    A segunda, e uma que pessoalmente perturbou-me, a amizade com Luís Filipe Vieira. Amizade com uma personagem baixa, mentirosa e dúbia como é o presidente do Benfica. Traços de personalidade e conduta esses que, uma vez ao serviço do Benfica, prejudicam o Sporting todos os anos. Porque se um dos seus rivais tem uma conduta baixa e manipuladora, é óbvio que a competição fica ferida de morte. Não são só as arbitragens; competição desleal e actos de gestão criminosos que oferecem vantagens pontuais ao Benfica.

    O Sporting o ano passado apresentou-se no estádio da Luz muito debilitado para a meia-final da Taça da Liga mas, discutiu o resultado. Adiantou-se no marcador. E o árbitro do jogo tratou de desequilibrar a balança em favor do seu adversário. Isto acontece todos os anos e não é inocente. Não sei que raio de amizade poder-se-á ter com um dos responsáveis por este estado de coisas. Estado esse que novamente, prejudica o Sporting todos os anos.

    PS, Leão de Alvalade, e uma vez que a actualização demora, dizer que o jogo desta noite entre o Liverpool e o Sporting pode ser visto aqui:
    http://www.liverpoolfc.tv/video/Live-Events/
    É necessária subscrição mas, se ele será transmitido para a televisão do clube, essa transmissão estará disponível na web. É uma questão de procurar.
    Evento que deveria ser transmitido na Sporting TV, caso ela existisse. Um entre muitos.

    ResponderEliminar
  16. Temos de pensar primeiro nos nossos erros internos que nos arbitros, não nos podemos distrair.
    Então porque ficamos com o postiga, vindo do porto, e demos o varela e o moutinho, será pior que um qualquer erro de um arbitro, sejamos exigentes! Força duque

    ResponderEliminar
  17. Concordo com o LdA. O politicamente correcto, o discurso "no fim do campeonato, entre o deve e o haver está equilibrado", etc. não se pode aplicar no nosso caso.

    Os exemplos acumulam-se com o passar dos anos mas ainda há quem ache que esta postura de cavalheiros fará com que não nos prejudiquem. Desengane-se quem assim pensa.

    Há muito tempo que adoptámos esta postura e que nos trouxe ela? Nada.

    É preciso pressionar e colocar árbitros na "jarra"? Seja.
    Que não se repitam faltas de respeito como o Duarte Gomes fez, dando-se depois ao luxo de ainda justificar tal atitude com a "pressão" que existe em Alvalade. Se ela existisse MESMO, nem se atreveria a enfrentar um funcionário do SCP em pleno relvado.

    ResponderEliminar
  18. "...Há muito tempo que adoptámos esta postura e que nos trouxe ela? Nada."

    JVL:

    Discordo. O que nos trouxe é bem pior que um...NADA. O que se comprova é que com a nossa postura soft, polida, educada, urbana etc e tal, os f-d-p ainda nos gozam mais. Incluindo na nossa própria casa com um descaramento inaudito. O episódio que ilustras (Duarte 'corno' Gomes) é bem o exemplo disso... Infelizmente está mt longe de ser único. Como, de certa forma, pudemos observar neste sábado...

    Para já, não se sabe o que os nossos dirigentes andam a FAZER. O discurso é o habitual e se se ficar só pelas palavras os resultados serão, igualmente, os habituais. De qlq forma, tb é verdade, que não se consegue transformar uma prática que leva anos de aperfeiçoamento. Disse anos? Corrijo: leva décadas!

    Isto está duma forma que se perguntassem ao Lineker para definir o futebol em Portugal, e sendo ele conhecedor da realidade diria: “são onze contra 11 e no fim ganha o clube da santa aliança CA da Liga / APAF”... (que não tem sido sp o mesmo. Esporadicamente a vizinhança do CCC consegue colocar uns "Costas" a fazer o papel de "Pintos"...).

    Abraço.

    ResponderEliminar
  19. Leão de Alvalade,

    lembro-me desse jogo. mas com o Aurélio a jogar por nós não pode ter sido nessa época, pois ele só veio em 94/95. Terá sido o Cadete a cabecear?

    E não esquecer o Vitor "Arranja livres para o Doriva, nem que ele caia com um sopro" Pereira, e o Jorge "Azia" Coroado em Chaves.

    Chaves... grandes recordações... Que clube vai jogar a Chaves, a 2 dias de jogar com o Porto em Lisboa, uns meros 5 minutos? Só pode ser um, o Sporting! Enfim...

    ResponderEliminar
  20. Malta:

    Já sabem da nomeação do Vitinho Pereira (outro badalhoco...) para Aveiro?

    O Pedro Varela já fez um post no seu blogue (BdL) mt pertinente sobre o assunto...

    Ver aqui: http://bancadadeleao.blogspot.com/2011/08/abre-pestana-duque.html


    Ou seja, dps da 1.ª jornada polémica, apanhamos com o Capitão João "pode-ser-esse" Ferreira, o senhor do golo fantasma do Ronny do PdFerreira em Alvalade... e ainda... tcham ,tcham tcham tchammmmmmm como um dos fiscais de linha...:

    Pais "Ferrari" António, AKA 'o visão de águia' e coleguinha de gamanço do zézito cardinali da famosa final taça da bejeca em que 'viu' uma mão nascer do centro do peito do Pedro Silva e dentro da grande área qd (já tds sabemos) o ex-lateral direito do SCP se encontrava fora... Td isto sem visão da bola e a cerca de 50 metros do local do 'crime'!


    Então: o Vitinho goza com o pagode ou não goza?

    O melhor é o Freitas e o Mingos prepararem novo discurso...

    ResponderEliminar
  21. LdA e Cantinho:

    O Carlos-Valente-lampião, gamou o SCP nas vésperas do 3-6 ao expulsar 3 (TRÊS) jogadores do SCP, e não 2. Ficamos a jogar 8 contra 14, quase metade, e perdemos 2 a 0... Oito heróis...

    Mas o pior foi qd logo no início e perante o controlo de jogo leonino e uma superioridade notória, os centrais do fcp, o Fernando gadelhas Couto e o Jorge gnu Costa começaram a afiambrar em tdo o que mexia de verde e branco vestido (entradas violentas) de forma impune. Numa dessas entradas, por trás, e dps de levar tanta porrada, o Jusko reaje e vê o vermelho directo. Uma das maiores filhas-de-putice q já pude assistir dentro dum campo de futebol. Pior só mesmo a famosa roubalheira do Paixão no Bessa ao expulsar 2 jogadores do SCP. A expulsão do Pedro Barbosa (por duplo amarelo) deu-se em apenas um minuto. O segundo amarelo foi pq o Pedro Barbosa queria marcar um livre rápido e um jogador do Boavista estava a impedi-lo. Ao marcar chutou contra o defesa e o que fez o Bruninho panilas? expulsa o capitão do Sporting!... EH pá, são tantas, as historietas deste estilo, que davam para fazer um ou dois blogues especificos só sobre a roubalheira. Muita dela já escapou da memória... O Martins dos Santos, esse corrupto (já foi preso?), roubava em tds os jogos, TODOS! Nuns menos, noutros mais, mas não escapava um... O Rui Jorge conhece bem a peça...

    Abraço.

    ResponderEliminar
  22. E aquele penalty que um santo dia sofremos em Setubal pq um defesa do SCP (já não me recordo qual) alívia uma bola dentro da área que acidentalmente vai bater no braço do colega Sá Pinto? Ou seja, o boi preto, considerou intencional a mão do Sá... A interpretação do árbitro é estonteante: o Sá Pinto queria impedir que a bola saísse da área do Sporting e com isso afastar o perigo de golo da equipa adversária! LOL! LINDO!

    ResponderEliminar
  23. AAS ao ataque:

    http://www.sportingapoio.com/aas-carta-aberta-ao-presidente-do-conselho-de-arbitragem-da-liga-de-clubes/

    ResponderEliminar
  24. Enquanto os homens do apito em Portugal não tiverem respeito ou em alternativa medo do Sporting... nada feito.

    ResponderEliminar
  25. Virgilio,

    vi esse jogo nas Antas (2-0) no meio dos sócios portistas (fui com 2 deles, um dirigente da AFP e mais tarde da FPF...)

    Perante a minha incredulidade com o que se estava a passar alguém me explicou: isto (ou seja o roubo) hoje não é para nós é para os amigos do Valente!

    ResponderEliminar

Este blogue compromete-se a respeitar as opiniões dos seus leitores.

Para todos os efeitos a responsabilidade dos comentários são de quem os produz.

A existência da caixa de comentários visa dar a oportunidade aos leitores de expressarem as suas opiniões sobre o artigo que lhe está relacionado, bem como a promoção do debate de ideias e não a agressão e confrontação.

Daremos preferência aos comentários que entendermos privilegiarem a opinião própria do que a opinião que os leitores têm sobre a opinião de terceiros aqui emitida. Esta será tolerada desde que respeite o interlocutor.

Insultos, afirmações provocatórias ou ofensivas serão rejeitados liminarmente.

Não serão tolerados comentários com links promocionais ou que não estejam directamente ligados ao post em discussão.

Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

Prémios

Sporting 160 - Podcast

Os mais lidos no último mês

Blog Roll

Leitores em linha


Seguidores

Número de visitas

Free HTML Counters

Ultimos comentários

Blog Archive

Temas

"a gaiola da luz" (1) 10A (1) 111 anos (1) 1ª volta Liga Zon/Sagres 10/11 (3) 2010-2011 (1) 2016 (1) 8 (4) AAS (7) ABC (3) Abrantes Mendes (3) Academia (15) Académica-SCP (1) adeptos (94) Adrien (18) AdT (1) adversários (82) AFLisboa (2) AG (19) Alan Ruiz (1) Alexander Ellis (1) alma leonina (59) ambição (10) andebol (34) André Geraldes (2) André Marques (2) André Martins (6) André Pinto (1) André Santos (5) anestesia (3) angulo (5) aniversário "A Norte" (3) Aniversário SCP (4) antevisão (41) APAF (11) aplausos ao ruben porquê? (2) Aquilani (1) aquisições (85) aquisições 2013/14 (16) aquisições 2014/15 (18) aquisições 2015/16 (17) aquisições 2016/17 (10) aquisições 2017/18 (5) arbitragem (92) Associação de Basquetebol (6) ataque (1) Atitude (9) Atletico Madrid (1) Atlético Madrid (1) atletismo (6) auditoria (4) autismo (1) AVB és um palhaço (1) aventureiro (1) Bacelar Gouveia (2) Balakov (1) balanço (5) Baldé (4) balneário (3) banca (2) Barcos (3) Bas Dost (3) Bastidores (70) Batota (18) Battaglia (1) Beira-Mar (2) Belenenses (4) Benfica (1) BES (1) bilhetes (2) binários (1) Boal (1) Boateng (1) Boeck (2) Bojinov (7) Bolsa (2) Borússia Dortmund (1) Boulahrouz (2) Brasil (1) Braz da Silva (8) Brondby (4) Bruma (18) Bruno Carvalho (100) Bruno César (3) Bruno de Carvalho (7) Bruno Martins (20) Bryan Ruiz (3) Bubakar (1) BwinCup (1) cadeiras verdes (1) Cadete (1) Caicedo (5) calendário (2) Câmara Municipal de Lisboa (3) Campbell (2) Campeões (2) campeonato nacional (21) campeonatos europeus atletismo (2) Cândido de Oliveira (1) Caneira (2) Cape Town Cup (3) Capel (4) carlos barbosa (4) Carlos Barbosa da Cruz (2) Carlos Carvalhal (5) Carlos Freitas (7) Carlos Padrão (1) Carlos Severino (4) Carriço (6) Carrillo (10) Carrilo (3) carvalhal (30) Caso Cardinal (1) Casos (6) CD Liga (3) Cedric (7) Cervi (3) CFDIndependente (1) Champions League 2014/15 (9) Champions League 2015/16 (5) Chapecoense (1) CHEGA (1) Ciani (1) Ciclismo (3) CL 14/15 (2) Claques (9) clássicos (8) Coates (4) Coentrão (1) Coerência (1) colónia (1) comissões (2) competência (2) comunicação (65) Comunicação Social (21) Consciência (1) Conselho Leonino (2) contratações (6) COP (1) Coreia do Norte (1) Corradi (1) corrupção no futebol português (2) Cosme Damião (1) Costa do Marfim (3) Costinha (45) Couceiro (13) crápulas (1) credores (1) crise 2012/13 (21) Crise 2014/15 (2) Cristiano Ronaldo (1) cronica (3) crónica (15) cultura (4) curva Sporting (1) Damas (3) Daniel Sampaio (3) debate (5) defesa dos interesses do SCP (7) Del Horno (1) delegações (1) depressão (1) Derby (42) Derby 2016/17 (1) derlei (1) Desespero (1) Despedida (2) despertar (3) dia do leão (1) Dias da Cunha (1) Dias Ferreira (6) Diogo Salomão (4) director desportivo (18) director geral (5) direitos televisivos (4) Dirigentes (28) disciplina (6) dispensas (22) dispensas 2015/16 (1) dispensas 2016/17 (2) dispensas 2017/18 (1) djaló (10) Domingos (29) Doumbia (1) Doyen (4) Duarte Gomes (2) Ecletismo (60) Eduardo Barroso (6) Eduardo Sá Ferreira (2) eleições (19) eleições2011 (56) eleições2013 (26) eleições2017 (9) Elias (5) eliminação (1) empresários (11) empréstimo obrigacionista (3) entrevistas (63) Épico (1) época 09/10 (51) época 10/11 (28) época 11/12 (8) época 12/13 (11) época 13/14 (4) época 14/15 (8) época 15/16 (5) época 16/17 (7) época 17/18 (1) EquipaB (17) equipamentos (12) Eric Dier (8) Esperança (4) estabilidade (1) Estádio José de Alvalade (4) Estado da Nação (1) estatutos (6) Estórias do futebol português (4) estratégia desportiva (102) Estrutura (1) Euro2012 (6) Euro2016 (1) Europeu2012 (1) eusébio (2) Evaldo (3) Ewerton (4) exigência (2) expectativas (1) expulsão de GL (1) factos (1) Fafe (1) Fair-play (1) farto de Paulo Bento (5) fcp (12) FCPorto (9) FIFA (2) Figuras (1) filiais (1) final (1) final four (1) finalização (1) Finanças (24) fiorentina (1) Football Leaks (2) Formação (88) FPF (14) Francis Obikwelu (1) Francisco Geraldes (2) Frio (1) fundação aragão pinto (3) Fundação Sporting (1) fundos (14) futebol (9) futebol feminino (1) futebol formação (1) futebol internacional (1) Futre (1) Futre és um palhaço (4) futsal (23) futsal 10/11 (1) futuro (8) gabriel almeida (1) Gala Honoris Sporting (3) galeria de imortais (27) Gamebox (2) Gauld (5) Gelson (1) Gent (1) geração academia (1) Gestão despotiva (2) gestores de topo (10) Gilberto Borges (2) GL (2) glória (5) glorias (4) Godinho Lopes (27) Gomes Pereira (1) Governo Sombra (1) Gralha (1) Gratidão (1) Grimi (4) Grupo (1) Guerra Civil (2) guimarães (1) Guy Roux (1) Hacking (1) Heerenveen (3) Hildebrand (1) História (18) Holdimo (1) homenagem (5) Hóquei em Patins (7) Hugo Malcato (113) Hugo Viana (1) Humor (1) i (1) Identidade (11) Idolos (3) II aniversário (1) Ilori (4) imagem (1) imprensa (12) Inácio (5) incompetência (7) Insua (2) internacionais (2) inverno (2) investidores (3) Iordanov (6) Irene Palma (1) Iuri Medeiros (1) Izmailov (26) Jaime Marta Soares (3) Jamor (3) Janeiro (1) Jardel (2) jaula (3) JEB (44) JEB demite-se (5) JEB és uma vergonha (5) JEB rua (1) JEBardadas (3) JEBardice (2) Jefferson (3) Jeffren (5) Jesualdo Ferreira (14) JJ (1) JL (3) Joana Ramos (1) João Benedito (1) João Mário (6) João Morais (5) João Pereira (6) João Pina (3) João Rocha (3) Joaquim Agostinho (2) joelneto (2) Jogo de Apresentação (1) Jorge Jesus (44) Jorge Mendes (3) José Alvalade (1) José Cardinal (2) José Couceiro (1) José Eduardo Bettencourt (33) José Travassos (1) JPDB (1) Jubas (1) judo (6) Juniores (7) JVL (105) Kwidzyn (1) Labyad (7) Lazio (1) LC (1) Leão de Alvalade (496) Leão Transmontano (62) Leonardo Jardim (11) Liderança (1) Liedson (28) Liga 14/15 (35) Liga de Clubes (12) liga dos campeões (12) Liga dos Campeões 2016/17 (11) Liga dos Campeões 2017/18 (3) Liga Europa (33) Liga Europa 11/12 (33) Liga Europa 12/13 (9) Liga Europa 13/14 (1) Liga Europa 14/15 (1) Liga Europa 15/16 (11) Liga Europa10/11 (16) Liga NOS 15/16 (30) Liga NOS 16/17 (22) Liga NOS 17/18 (1) Liga Sagres (30) Liga Zon/Sagres 10/11 (37) Liga Zon/Sagres 11/12 (38) Liga Zon/Sagres 12/13 (28) Liga Zon/Sagres 13/14 (24) Lille (1) LMGM (68) losango (1) Lourenço (1) low cost (1) Luis Aguiar (2) Luis Duque (9) Luís Martins (1) Madeira SAD (4) Malcolm Allison (1) Mandela (2) Mané (3) Maniche (4) Manifesto (3) Manolo Vidal (2) Manuel Fernandes (7) Marca (1) Marcelo Boeck (1) Marco Silva (27) Maritimo (2) Marítimo (3) Markovic (1) Matheus Oliveira (1) Matheus Pereira (3) Mati (1) matías fernandez (8) Matias Perez (1) Mauricio (3) Meli (1) Memória (10) mentiras (1) mercado (41) Meszaros (1) Miguel Lopes (1) miséria de dirigentes (2) mística (3) Modalidades (25) modelo (3) Moniz Pereira (7) Montero (7) Moutinho (3) Mundial2010 (9) Mundial2014 (3) Mundo Sporting (1) Nacional (1) Naide Gomes (2) Naldo (3) naming (2) Nani (3) Natal (4) Naval (3) Navegadores (3) negócios lesa-SCP (2) NextGen Series (3) Noite Europeia (1) nonsense (23) Nordsjaelland (1) NOS (1) Notas de Imprensa (1) notáveis (1) nucleos (1) Núcleos (9) Nuno André Coelho (2) Nuno Dias (3) Nuno Saraiva (2) Nuno Valente (1) o (1) O Roquetismo (8) Oceano (1) Octávio (1) Olhanense (1) Olivedesportos (1) Onyewu (7) onze ideal (1) opinião (6) oportunistas (1) orçamento (3) orçamento clube 15/16 (1) organização (1) orgulho leonino (17) Oriol Rosell (3) paineleiros (15) Paiva dos Santos (2) paixão (3) papagaios (8) pára-quedista (1) parceria (2) pascoa 2010 (1) pasquins (7) património (2) patrocínios (5) Paulinho (1) paulo bento (19) Paulo Faria (1) Paulo Oliveira (3) Paulo Sérgio (43) paulocristovão (1) Pavilhão (11) pedrada (1) Pedro Baltazar (8) Pedro Barbosa (5) Pedro Madeira Rodrigues (3) Pedro Mendes (4) Pedro Silva (2) Pereirinha (6) Peyroteo (2) Piccini (1) Pini Zahavi (2) Pinto Souto (1) plantel (31) plantel 17/18 (3) play-off (2) play-off Liga dos Campeões 17/18 (2) PMAG (3) Podence (1) Polga (5) Pongolle (5) Pontos de vista (15) por amor à camisola (3) post conjunto (5) Postiga (7) PPC (7) Pranjic (2) pré-época (2) pré-época 10/11 (7) pré-época 11/12 (43) pré-época 12/13 (16) pré-época 13/14 (16) pré-época 14/15 (22) pré-época 15/16 (20) pré-época 16/17 (12) pré-época 17/18 (9) prémio (1) prémios stromp (1) presidente (4) Projecto BdC (1) projecto Roquette (2) promessas (3) prospecção (2) Providência Cautelar. Impugnação (1) PS (1) Quo vadis Sporting? (1) Rabiu Ibrahim (2) râguebi (1) raiva (1) RD Slovan (1) reacção (1) redes sociais (1) Reestruturação financeira (17) reflexãoleonina (21) reforços (15) regras (4) regulamentos (1) Relatório e Contas (11) relva (10) relvado sintético (4) remunerações (1) Renato Neto (3) Renato Sanches (1) respeito (7) resultados (1) revisão estatutária (5) Ribas (2) Ribeiro Telles (4) Ricardo Peres (1) Ricciardi (2) ridiculo (1) ridículo (2) Rinaudo (8) Rio Ave (2) Rita Figueira (1) rivais (6) Rodriguez (2) Rojo (4) Ronaldo (12) rtp (1) Rúbio (4) Rui Patricio (18) Rui Patrício (4) Sá Pinto (31) SAD (25) Salema (1) Sarr (4) Schelotto (2) Schmeichel (2) scouting (1) SCP (64) Segurança (1) Selecção Nacional (38) seleccionador nacional (5) Semedo (1) SerSporting (1) Shikabala (2) Silly Season2017/18 (2) Símbolos Leoninos (3) Sinama Pongolle (1) Sistema (4) site do SCP (3) SJPF (1) Slavchev (1) slb (21) Slimani (11) Soares Franco (1) sócios (16) Sócrates (1) Solar do Norte (14) Sondagens (1) sorteio (3) Sousa Cintra (1) Sp. Braga (2) Sp. Horta (1) Spalvis (2) Sporting Clube de Paris (1) Sportinguismo (2) sportinguistas notáveis (2) SportTv (1) Stijn Schaars (4) Stojkovic (3) Sunil Chhetri (1) Supertaça (3) sustentabilidade financeira (40) Taça CERS (1) Taça Challenge (5) taça da liga (11) Taça da Liga 10/11 (7) Taça da Liga 11/12 (3) Taça da Liga 13/14 (3) Taça da Liga 14/15 (2) Taça da Liga 15/16 (4) Taça da Liga 16/17 (1) Taça das Taças (1) Taça de Honra (1) Taça de Liga 13/14 (3) Taça de Portugal (12) Taça de Portugal 10/11 (3) Taça de Portugal 10/11 Futsal (1) Taça de Portugal 11/12 (12) Taça de Portugal 13/14 (3) Taça de Portugal 14/15 (8) Taça de Portugal 15/16 (4) Taça de Portugal 16/17 (4) táctica (1) Tales (2) Tanaka (1) Ténis de Mesa (2) Teo Gutierrez (5) Tertúlia Leonina (3) Tiago (3) Tonel (2) Torneio Guadiana 13/14 (1) Torneio New York Challenge (4) Torsiglieri (4) Tottenham (1) trabalho (1) transferências (5) transmissões (1) treinador (90) treino (4) treinos em Alvalade (1) troféu 5 violinos (5) TV Sporting (5) Twente (2) Tziu (1) uefa futsal cup (4) Uvini (1) Valdés. (3) Valores (14) Veloso (5) vendas (8) vendas 2013/14 (2) vendas 2014/15 (1) vendas 2016/17 (5) Ventspils (2) Vercauteren (5) Vergonha (7) video-arbitro (5) Villas Boas (8) Viola (1) Virgílio (98) Virgílio1 (1) Vitor Golas (1) Vitor Pereira (6) Vitória (1) VMOC (7) Vox Pop (2) VSC (3) Vukcevic (10) WAG´s (1) William Carvalho (13) Wilson Eduardo (2) Wolfswinkel (12) Wrestling (1) Xandão (4) Xistra (3) Zapater (2) Zeegelaar (2) Zezinho (1)